Campinas oeste reescrita

351 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Campinas oeste reescrita

  1. 1. DIRETORIA DE ENSINO REGIÃO DE CAMPINAS OESTE PCNPs Andrea Righeto, Antonia Maria Perissinot e Valéria Leão PROFª ANA MARIA CRISPINA DE OLIVEIRA MORAES E.E. LUIZ GONZAGA DA COSTA
  2. 2. CAMINHOS PARA REESCRITA
  3. 3. SEQUÊNCIA DIDÁTICA GÊNERO ARTIGO DE OPINIÃO Público alvo: 8ª série/9º ano Tempo Previsto: 6 aulas até a 1ª escrita
  4. 4. Objetivos: - Fazer com que os alunos conheçam o Novo Código Florestal e as mudanças que acontecerão; - Levar os alunos a refletirem sobre a importância de se inteirarem sobre temas polêmicos; - Utilizar os conectores estudados; - Despertar os alunos para a importância de fundamentar as opiniões que emitem. Assim, passam a entender que a argumentação torna seus pontos de vista mais convincentes e percebem a fragilidade das opiniões não fundamentadas.
  5. 5. Material utilizado - Caderno do aluno volume 2 - Textos impressos - Lousa - Kit multimídia – TV , DVD e Data show
  6. 6. Procedimentos 1- Discussão para levantamento dos conhecimentos prévios sobre o tema • O que é um código? • O que vem a ser um Código Florestal? • Quem já ouviu falar do assunto? • É importante existir um código que regulamente o meio ambiente no Brasil? Por quê?
  7. 7. 2- Leitura pelo professor do texto: Novo Código Florestal: desenvolvimento baseado em boas práticas Lauro Jacintho Paes http://www.canaldoprodutor.com.br/comunicacao/artigos/novo-codigo-florestal-desenvolvimento-baseado-em-boas- e discussão com os alunos sobre a polêmica do texto. praticas 3- Exibição do vídeo: Entendendo o Novo Código Florestal – Profº Tadeu Melo http://www.youtube.com/watch?v=epaTdRZvN7s 4- Roda de conversa para discussão sobre o tema e levantamento dos pontos polêmicos encontrados no vídeo.
  8. 8. 5- Em grupos, alunos elencam prós e contras, ou seja, diferentes argumentos para diferentes pontos de vista. 6-Por meio do datashow, leitura do texto “Ética e meio Ambiente: considerações sobre o Novo Código Florestal” http://www.rc.unesp.br/biosferas/mat0003.php e análise de duas charges para uma maior alimentação temática. 7-Retomada das orientações sobre a estrutura do gênero em questão.
  9. 9. 8- Considerações sobre o uso inadequado de alguns operadores argumentativos tendo como exemplo um texto retirado da revista “Nova Escola”. 9- Produção de texto do aluno e, antes da entrega à professora, troca entre os colegas para leitura.
  10. 10. Texto A – 1ª escrita Artigo de Opinião Tema: O Novo Código Florestal Título: É aguardada a nova lei. O novo código florestal, se for aprovado trará consequências seríssimas ao meio ambiente. (melhorar a introdução do artigo) Muitas matas são nativas e se forem desmatadas serão destruídos todos os habitats do seres vivos que as habitam.(argumentação vaga demais, não interliga com o parágrafo seguinte!) As consequências para a vida animal e vegetal de nosso país podem ser desastrosas, caso o novo código seja aprovado. A maioria dos animais hoje em dia estão ameaçados de extinção. Penso que a decisão de Dilma é aguardada por Todos. (Você poderia retomar os textos vistos para complementar e fundamentar mais seu texto, assim conseguirá uma melhor conclusão. Beijinhos!)
  11. 11. Texto A – 2ª escrita O novo código florestal, se for aprovado trará grandes consequências ao meio ambiente, mas ainda a sociedade brasileira está confusa com esta nova lei, pois mesmo trazendo grandes mudanças a regra não irá de forma alguma estimular o desmatamento. Infelizmente acredito que as consequências para a vida animal e vegetal poderão ser desastrosas, pois não acredito que leis sejam cumpridas neste país da impunidade e caso o novo código seja aprovado, não será diferente. Os animais em extinção não voltarão, ao contrário, ficarão mais extintos.
  12. 12. Concordo que o novo documento vai regularizar o que já foi desmatado, sei também que os proprietários rurais que muitos dizem que não são punidos, terão que aderir a um programa de regularização ambiental, mas mesmo assim, não há como não se preocupar, pois o que está em jogo é o meio ambiente, algo que já está muito debilitado. Portanto, qualquer lei pode ser aprovada, a presidente vai autorizar ou não, mas enquanto as leis não forem cumpridas e os ilegais não forem punidos o que é errado vai prevalecer.
  13. 13. Texto B – 1ª escrita A Dilma veta ou sanciona? explorada Sabendo que o Código Florestal, que regulamenta a forma como a terra pode ser esplorada, “atual” da Brasil está um pouco desatualizado, pois vigora desde 1965, (.) a Câmara decidiu criar uma nova lei que fosse mais adequada a realidade brasileira. O tal documento já foi escrito e aguarda a aprovação da Presidente Dilma Rousseff. Tratando-se do que foi escrito, continuam valendo os percentuais de reserva legal definidos no antigo código. Porém, agora as propriedades com Floresta na “Amazônia Legal” podem reduzir de 80% para 50% de preservação. Nas APPs, para rios com até 10 m de largura, deverá recompor uma área de no mínimo 15 metros.
  14. 14. A decisão agora é da Presidente que pode vetar total ou parcialmente ou sancionar, veremos o/que ela acha melhor pro pais (país), levando em conta o/que vai acontecer com a terra e Para o vegetação nativa brasileira. Acredito que o documento deveria ser vetado parcialmente, por diminuir muito as propriedades com a floresta dentro da “Amazônia Legal”. Dilma suspendeu até este mês as multas aplicadas a quem desmatou até 2008. Certamente surpreendeu. Anistia a ( aos) desmatadores?! Pro = coloquialismo Poderia inserir no desenvolvimento
  15. 15. EE PROFESSORA RITA DE CÁSSIA DA SILVA PROFESSORA TATIANA BORLOTE VARANDA Tema: Previdência Social
  16. 16. Texto C – 1ª escrita “Qual a importância da Previdência Social para o seu futuro?” A previdência social, sendo um conjunto de políticas sociais, cujo o objetivo é auxiliar o cidadão e sua família através de benefícios em determinadas situações, como a velhice, doença, desemprego entre outros.(,) (g)Garantindo assim: proteção, dignidade e a paz social, com a redução da pobreza. Mas, para ter acesso a esses benefícios é necessário uma contribuição mensal por meio de uma porcentagem de um determinado valor, não existindo qualquer formação de poupança, ou seja, aqueles que trabalham contribuem para aqueles que recebem. ( , assim sucessivamente) existe
  17. 17. Acredito, que apesar de garantir aos segurados (assegurados) várias formas de proteção, a Previdência Social ainda é pouco conhecida (em seu processo) por maior parte da população, apesar de que entre dezembro de 2008 e agosto de 2009, (.) a quantidade de benefícios previdenciarios e acidentários emitidos pela previdência aumentou 32,6 %, de acordo com o anuário estatístico da Previdência Social. Portanto, considero um bom projeto, que pode me beneficiar no futuro, desde que se mantenha (-se) a ordem, não se tornando um sistema fragilizado, que diz ajudar o trabalhador, mas só acaba o prejudicando-o, se não houver corrupção, haverá futuro. retirar
  18. 18. AVALIAÇÃO Percebe-se que a ideia de SD para o trabalho com gêneros já não apresenta resistência. Os professores parecem tê-la incorporado para o desenvolvimento de uma produção textual. Contudo nota-se, em nossa DE, a necessidade de mais formação ou uma maior discussão sobre os gêneros Artigo de Opinião e Dissertação escolar. Percebe-se que o texto B tem fortes características de texto dissertativo e o objetivo da professora era a escrita de um artigo de opinião. No texto C também há confusão entre esses dois gêneros.
  19. 19. Realizamos uma O.T. cujo foco de discussão foi esse, tendo em vista que esse gênero aparece como proposta no Saresp, nas AAP, e na OLP. Entender a necessidade da questão polêmica, a importância de se considerar diferentes vozes e aceitar os posicionamentos na 1ª pessoa foram focos relevantes da discussão. Percebeu-se que, muitas vezes, os textos apresentados aos alunos para a escrita de um artigo de opinião estão em outro gênero, notícia, por exemplo, e não se apresentam diferentes vozes para que o aluno compreenda diferentes pontos de vista e diferentes argumentos. O professor precisa fazer esse trabalho em aula com os alunos, prepará-los para a escrita de um verdadeiro artigo de opinião.
  20. 20. Outro ponto observado é que a reescrita ainda entra como um adendo, algo a mais, não tendo parte em uma SD, aparece como uma atividade que é dada depois. Percebe-se nesse trabalho com a reescrita uma preocupação com correções pontuais - textos b e c- no texto do aluno, pouca intervenção nos aspectos linguísticos pertinentes ao desenvolvimento do gênero e o entendimento de que esse trabalho, por não constituir um módulo/etapa da SD, se dá com a revisão do texto e a escrita desse texto na sua totalidade duas ou três vezes mais.

×