SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 13
Baixar para ler offline
DADAÍSMO
DADAÍSMO
• Líder - Tristan Tzara (romeno)
• “Dadá não significa nada” -
NEGAÇÃO
• Objetivo de “criar uma palavra
expressiva que, mediante sua magia,
fechasse todas as portas à compreensão.”
• Cabaret Voltaire - local de encontro de
intelectuais em Zurique (Hugo Ball, Hans
Arp, Tristan Tzara, Francis Picabia).
• “A certeza de que a Alemanha ganharia a
guerra passou a atormentar esses
intelectuais. Daí o aparecimento de Dadá
como forma de terrorismo cultural,
lançando-se contra todos os valores
culturais, pois tudo agora lhes parecia
destituído de qualquer sentido lógico.”
G.M.Teles
• Destruição da tradição/passado
• A denominação do grupo é gratuita, e
através dela os dadaístas queriam ressaltar o
caráter acidental/non sense da arte
• ready-made - reaproveitamento de
materiais deslocados de seu contexto
primitivo/original
Receita de poema - Tristan Tzara
Pegue um jornal
pegue a tesoura
escolha no jornal um artigo do tamanho que você
deseja dar a seu poema
recorte o artigo
recorte em seguida com atenção algumas palavras que
formam esse artigo e meta-as num saco
agite suavemente
tire em seguida cada pedaço um após o outro
copie conscienciosamente na ordem em que elas são
tiradas do saco
o poema se parecerá com você
e ei-lo um escritor infinitamente original e de uma
sensibilidade graciosa, ainda que
incompreendido do público
Die Schlacht (A Batalha)
Ludwig Kassak
Berr... Bum, bumbum, bum...
Ssi... Bum, papapa,bum, bumm
zazzau... Dum, bum, bumbumbum
Prã, prã, prã... Ra, hã-hã, aa...
Hahol...
OBRAS
BRASIL
SEMANA DE ARTE MODERNA
ANITA MALFATTI
A BOBA
O FAROL

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Dadaísmo (17)

Vanguardas europeias
Vanguardas europeiasVanguardas europeias
Vanguardas europeias
 
Dadaísmo
DadaísmoDadaísmo
Dadaísmo
 
Dadaísmo
DadaísmoDadaísmo
Dadaísmo
 
2C16_Dadaismo
2C16_Dadaismo2C16_Dadaismo
2C16_Dadaismo
 
Dadaísmo
DadaísmoDadaísmo
Dadaísmo
 
Dadaísmo artes para apreciação
Dadaísmo artes para apreciação Dadaísmo artes para apreciação
Dadaísmo artes para apreciação
 
Movimento dadaísta
Movimento dadaísta Movimento dadaísta
Movimento dadaísta
 
O Dadaísmo
O DadaísmoO Dadaísmo
O Dadaísmo
 
Dadaísmo na Literatura
Dadaísmo na LiteraturaDadaísmo na Literatura
Dadaísmo na Literatura
 
Dadaísmo
Dadaísmo Dadaísmo
Dadaísmo
 
Dadaísmo
 Dadaísmo Dadaísmo
Dadaísmo
 
Vanguardas Europeias - Dadaísmo
Vanguardas Europeias - Dadaísmo  Vanguardas Europeias - Dadaísmo
Vanguardas Europeias - Dadaísmo
 
Dadaísmo
DadaísmoDadaísmo
Dadaísmo
 
Dadaismo
DadaismoDadaismo
Dadaismo
 
Aula de Dadaísmo
Aula de DadaísmoAula de Dadaísmo
Aula de Dadaísmo
 
Movimento Dadaísmo- Prof. Altair Aguilar
Movimento Dadaísmo- Prof. Altair AguilarMovimento Dadaísmo- Prof. Altair Aguilar
Movimento Dadaísmo- Prof. Altair Aguilar
 
Dadaísmo
DadaísmoDadaísmo
Dadaísmo
 

Mais de Lílian Reis

Educação dos surdos
Educação dos surdosEducação dos surdos
Educação dos surdosLílian Reis
 
O exílio em Londres, a Economia Política e O Capital
O exílio em Londres, a Economia Política e O CapitalO exílio em Londres, a Economia Política e O Capital
O exílio em Londres, a Economia Política e O CapitalLílian Reis
 
Esboço de organização de sistema de ensino com base no princípio educativo
Esboço de organização de sistema de ensino com base no princípio educativoEsboço de organização de sistema de ensino com base no princípio educativo
Esboço de organização de sistema de ensino com base no princípio educativo Lílian Reis
 
Quando deus fez os especiais
Quando deus fez os especiaisQuando deus fez os especiais
Quando deus fez os especiaisLílian Reis
 
Política Nacional da Ed. Infantil
Política Nacional da Ed. InfantilPolítica Nacional da Ed. Infantil
Política Nacional da Ed. InfantilLílian Reis
 
Pensamentos René Descartes
Pensamentos René DescartesPensamentos René Descartes
Pensamentos René DescartesLílian Reis
 
O direito à educação infantil
O direito à educação infantilO direito à educação infantil
O direito à educação infantilLílian Reis
 
Concepção de infância ao longo da história
Concepção de infância ao longo da históriaConcepção de infância ao longo da história
Concepção de infância ao longo da históriaLílian Reis
 
EJ.A paraiba e rio grande do sul
 EJ.A  paraiba e rio grande do sul EJ.A  paraiba e rio grande do sul
EJ.A paraiba e rio grande do sulLílian Reis
 
A educação na antiguidade clássica grécia
A educação na antiguidade clássica  gréciaA educação na antiguidade clássica  grécia
A educação na antiguidade clássica gréciaLílian Reis
 
Aula construção espaço geográfico
Aula construção espaço geográficoAula construção espaço geográfico
Aula construção espaço geográficoLílian Reis
 
Abordagem cognitivista
Abordagem cognitivistaAbordagem cognitivista
Abordagem cognitivistaLílian Reis
 

Mais de Lílian Reis (20)

Educação dos surdos
Educação dos surdosEducação dos surdos
Educação dos surdos
 
O exílio em Londres, a Economia Política e O Capital
O exílio em Londres, a Economia Política e O CapitalO exílio em Londres, a Economia Política e O Capital
O exílio em Londres, a Economia Política e O Capital
 
Esboço de organização de sistema de ensino com base no princípio educativo
Esboço de organização de sistema de ensino com base no princípio educativoEsboço de organização de sistema de ensino com base no princípio educativo
Esboço de organização de sistema de ensino com base no princípio educativo
 
Quando deus fez os especiais
Quando deus fez os especiaisQuando deus fez os especiais
Quando deus fez os especiais
 
Varicela
VaricelaVaricela
Varicela
 
Política Nacional da Ed. Infantil
Política Nacional da Ed. InfantilPolítica Nacional da Ed. Infantil
Política Nacional da Ed. Infantil
 
Pensamentos René Descartes
Pensamentos René DescartesPensamentos René Descartes
Pensamentos René Descartes
 
Higiene pessoal
Higiene pessoalHigiene pessoal
Higiene pessoal
 
Feminismo
FeminismoFeminismo
Feminismo
 
Genero
GeneroGenero
Genero
 
O direito à educação infantil
O direito à educação infantilO direito à educação infantil
O direito à educação infantil
 
Concepção de infância ao longo da história
Concepção de infância ao longo da históriaConcepção de infância ao longo da história
Concepção de infância ao longo da história
 
EJ.A paraiba e rio grande do sul
 EJ.A  paraiba e rio grande do sul EJ.A  paraiba e rio grande do sul
EJ.A paraiba e rio grande do sul
 
Sondagem
SondagemSondagem
Sondagem
 
A educação na antiguidade clássica grécia
A educação na antiguidade clássica  gréciaA educação na antiguidade clássica  grécia
A educação na antiguidade clássica grécia
 
metodo fônico
metodo fônicometodo fônico
metodo fônico
 
Louis althusser
Louis althusserLouis althusser
Louis althusser
 
Lev vygotsky
Lev vygotsky Lev vygotsky
Lev vygotsky
 
Aula construção espaço geográfico
Aula construção espaço geográficoAula construção espaço geográfico
Aula construção espaço geográfico
 
Abordagem cognitivista
Abordagem cognitivistaAbordagem cognitivista
Abordagem cognitivista
 

Último

AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAEdioFnaf
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxJMTCS
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdfDemetrio Ccesa Rayme
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdfCarlosRodrigues832670
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfmarialuciadasilva17
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...nexocan937
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzparte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzAlexandrePereira818171
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãodanielagracia9
 
A população Brasileira e diferença de populoso e povoado
A população Brasileira e diferença de populoso e povoadoA população Brasileira e diferença de populoso e povoado
A população Brasileira e diferença de populoso e povoadodanieligomes4
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAlexandreFrana33
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...Martin M Flynn
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxkarinasantiago54
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 

Último (20)

AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzparte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetização
 
A população Brasileira e diferença de populoso e povoado
A população Brasileira e diferença de populoso e povoadoA população Brasileira e diferença de populoso e povoado
A população Brasileira e diferença de populoso e povoado
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 

Dadaísmo

  • 2. DADAÍSMO • Líder - Tristan Tzara (romeno) • “Dadá não significa nada” - NEGAÇÃO • Objetivo de “criar uma palavra expressiva que, mediante sua magia, fechasse todas as portas à compreensão.” • Cabaret Voltaire - local de encontro de intelectuais em Zurique (Hugo Ball, Hans Arp, Tristan Tzara, Francis Picabia).
  • 3. • “A certeza de que a Alemanha ganharia a guerra passou a atormentar esses intelectuais. Daí o aparecimento de Dadá como forma de terrorismo cultural, lançando-se contra todos os valores culturais, pois tudo agora lhes parecia destituído de qualquer sentido lógico.” G.M.Teles
  • 4. • Destruição da tradição/passado • A denominação do grupo é gratuita, e através dela os dadaístas queriam ressaltar o caráter acidental/non sense da arte • ready-made - reaproveitamento de materiais deslocados de seu contexto primitivo/original
  • 5. Receita de poema - Tristan Tzara Pegue um jornal pegue a tesoura escolha no jornal um artigo do tamanho que você deseja dar a seu poema recorte o artigo recorte em seguida com atenção algumas palavras que formam esse artigo e meta-as num saco agite suavemente tire em seguida cada pedaço um após o outro copie conscienciosamente na ordem em que elas são tiradas do saco o poema se parecerá com você e ei-lo um escritor infinitamente original e de uma sensibilidade graciosa, ainda que incompreendido do público
  • 6. Die Schlacht (A Batalha) Ludwig Kassak Berr... Bum, bumbum, bum... Ssi... Bum, papapa,bum, bumm zazzau... Dum, bum, bumbumbum Prã, prã, prã... Ra, hã-hã, aa... Hahol...
  • 8.
  • 9.
  • 10.