Ditadura militar no Brasil

2.720 visualizações

Publicada em

Slide resumido sobre Ditadura Militar Brasileira.

Publicada em: Educação
0 comentários
6 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.720
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
23
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
194
Comentários
0
Gostaram
6
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ditadura militar no Brasil

  1. 1. DITADURA
  2. 2. OS PRESIDENTES MILITARES: MÉDICI GEISEL FIGUEIREDOCOSTA E SILVA CASTELLO BRANCO
  3. 3. A instabilidade política durante o governo de João Goulart foi umagrande influência para que ocorresse o golpe militar. Pois havia váriasocorrências de greves e manifestações políticas e sociais. Outrosfatores foram o alto custo de vida enfrentado pela população, apromessa de João Goulart em fazer a Reforma Base que consistia emmudanças radicais na agricultura, economia e educação, o medo daclasse média de que o socialismo fosse implantado no Brasil e o apoioque os militares brasileiros receberam da Igreja Católica, setoresconservadores, classe média e até dos Estados Unidos.
  4. 4. No dia 13 de março de 1964, João Goulart realiza um grande comício naCentral do Brasil (Rio de Janeiro), onde defende as Reformas de Base. Seisdias depois, em 19 de março, os conservadores organizam uma manifestaçãocontra as intenções de João Goulart. Foi a Marcha da Família com Deus pelaLiberdade, que reuniu milhares de pessoas pelas ruas do centro da cidade deSão Paulo.No dia 31 tropas de Minas e São Paulo saem as ruas e JoãoGoulart deixa o país. Os militares tomam o poder.
  5. 5. -suspensão dos direitos políticos dos cidadãos;-cassação de mandatos parlamentares;-eleições para governadores passam a ser indiretas;-dissolução dos partidos políticos e criação da Aliança RenovadoraNacional (Arena), que reuniu os governistas, e do Movimento DemocráticoBrasileiro (MDB), que reuniu as oposições.-nova Constituição entrou em vigor (janeiro de 1967);proibição de greves.
  6. 6. enfrentamento da reorganização política dos setoresoposicionistas;radicalização das medidas repressivas (promulgação doAto Institucional nº 5);Costa e Silva foi afastado por motivos de saúde esubstituído, durante dois meses, por uma junta militar.
  7. 7. o mais repressivo do período ditatorial;organizações clandestinas de esquerda foram dizimadas;"milagre econômico": fase áurea de desenvolvimento do país, comrecursos investidos em infra-estrutura;crescimento da dívida externa.
  8. 8. Os anos de chumboOs anos de chumbo foram o período mais repressivo daditadura militar no Brasil, estendendo-se basicamente dofim de 1968, com a edição do AI-5 em 13 d dezembrodaquele ano, até o final do governo Médici, em março de1974.
  9. 9. Assassinato de Marighella
  10. 10. crise mundial do petróleo, recessão mundial, escassez deinvestimentos estrangeiros no país;MDB consegue expressiva vitória nas eleições gerais de 1974;início da distensão lenta e gradual;militares extremistas ofereceram resistência à política deliberalização;revogação do AI-5 e restauração do habeas corpus.
  11. 11. Governo Figueiredo 1979-1985 aceleração do processo de liberalização política (aprovação da Lei deAnistia);restabelecimento do pluripartidarismo;resistência de militares extremistas;aumento dos índices de inflação;recessão;movimento Diretas Já;Colégio Eleitoral (formado pela Câmara dos Deputados e pelo SenadoFederal) escolheu o deputado Tancredo Neves como sucessor, que veio afalecer. Em seu lugar assumiu o vice-presidente, José Sarney.
  12. 12. Grupo:LídiaLorenaTeresaMaríliaAnna MárciaMaria CláudiaLucas

×