Be pa luisa_fadista

361 visualizações

Publicada em

1 comentário
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
361
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
1
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Be pa luisa_fadista

  1. 1. Agrupamento de Escolas do Concelho de Alvito Biblioteca Escolar Plano de Acção DREA Novembro de 2010 1 Luisa Fadista
  2. 2. Índice 2 Luisa Fadista
  3. 3. DIRECÇÃO REGIONAL DE EDUCAÇÃO DO ALENTEJO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DO CONCELHO DE ALVITO eta do Projecto Educarivo do Agrupamento Biblioteca EscolarMeta do Projecto Educativo do Agrupamento“- Pretende-se que o Agrupamento de Alvito assegure uma formação geral a todas as crianças,que lhes garanta a descoberta e o desenvolvimento dos seus interesses e aptidões, que lhesproporcione experiências diversificadas, capacidade de raciocínio, espírito crítico, criatividade,promovendo a realização individual em harmonia, com os valores de solidariedade social.- Reforçar as condições para que o Agrupamento continue a ser uma instituição com identidadeprópria, interveniente e aceite de pleno direito junto da comunidade local.- Aprofundar uma articulação efectiva, tanto institucional como pedagógica em todas as áreascurriculares nos diferentes níveis de ensino, nomeadamente, nas AEC’s (iniciação à LínguaInglesa, Expressão e Educação Musical, Actividade Física/Desportiva) e Apoio ao Estudo.- Proporcionar uma formação integrada e harmoniosa a cada aluno, nas suas diversasvertentes, de modo a torná-lo um cidadão interventor na sociedade.- Responsabilizar os diferentes intervenientes no processo educativo pela componenteobrigacional inerente aos respectivos direitos.- Assegurar uma formação básica a todos os alunos no sentido de lhes garantir odesenvolvimento dos seus interesses, aptidões, competências, sentido moral e cívico.” (p,8)Em relaçãp à Biblioteca Escolar:“- Colocação de um Professor Bibliotecário.- Dinamizar o Programa Ler +, através de animação de leitura em sala de aula / bibliotecas;- Dinamizar a Biblioteca Escolar e optimizar as suas potencialidades;- Disponibilizar um programa informático do material existente, na Biblioteca Municipal de Alvito eVila Nova da Baronia e Biblioteca Escolar de Vila Nova da Baronia, permitindo desta forma umamaior percepção dos recursos existentes e respectiva requisição. (p. 11)” 3 Luisa Fadista
  4. 4. Introdução“Prosseguir com sucesso, formar com qualidade, abrir portas ao futuro.”( PEA p.3) A Biblioteca Escolar fornece um serviço essencial à escola, pois coloca àdisposição dos professores e alunos um conjunto muito variado de recursos que sãonecessários aos objectivos da educação do século XXI e indispensáveis para oferecerum ensino de qualidade. Actualmente, o conhecimento é uma realidade em constante evolução emudança, sendo, pois, necessário que estejamos aptos a procurar e seleccionarinformação, de modo a podermos construir os nossos saberes ao longo da vida; estacapacidade só é possível através da leitura, nos seus diferentes suportes. Daí, cadavez mais, a urgência de desenvolver nas nossas crianças e jovens o gosto pela leitura,pela pesquisa, pela informação e pelo conhecimento. A Biblioteca Escolar é o lugaronde isso acontece. Conscientes da enorme importância que os níveis de literacia têm nodesenvolvimento da sociedade, as instâncias com responsabilidades a nível nacionalpela educação, resolveram iniciar, em 2006, o Plano Nacional de Leitura, tendo comoprincipais metas elevar os níveis de literacia da população, promovendo os hábitos deleitura e desenvolvendo competências ligadas à leitura e à escrita. Apoiar e coordenar a aplicação do Plano Nacional de Leitura foi uma das áreasem que a Biblioteca Escolar do Agrupamento de Alvito apostou (foi o “cerne” da minhaactuação no último ano, que correspondeu ao meu 1.º ano de trabalho, comoprofessora bibliotecária na BE). Está a ser um desafio ganho, pois, este ano lectivo, oPNL entrou na rotina das salas de Jardim de Infância e do 1.º ciclo do EB, ocupando, aleitura, maior destaque, no dia a dia dos alunos, quer na escola quer em casa, com afamília. Na seguimento do trabalho iniciado no ano lectivo 2009/2010, prolongando-se nopróximo quadriénio, com início já no presente ano lectivo, iremos aplicar o Modelo deAuto-avaliação da BE. O domínio escolhido para o ano 2010/11 será o domínio B –Leitura e Literacias. 4 Luisa Fadista
  5. 5. Nos anos seguintes, serão contemplados os restantes domínios, de acordo como parecer da direcção do Agrupamento: A - Apoio ao Desenvolvimento Curricular;(2011/12); C - Projectos, parcerias e Actividades Livres e de Abertura à Comunidade;(2012/13); D – Gestão da BE (2013/14). Através do processo de auto-avaliação, será possível objectivar a forma como seestá a concretizar o trabalho da Biblioteca Escolar, tendo como pano de fundoessencial o contributo da mesma para o sucesso educativo e para a promoção daaprendizagem ao longo da vida. Uma das finalidades principais do processo de auto-avaliação será conhecer o impacto que as actividades, realizadas pela e com a BE, vãotendo na vida da escola e no processo ensino-aprendizagem, bem como o grau deeficiência dos serviços prestados e satisfação dos utilizadores da BE.1. A situação actual 1.1. Identificação dos Pontos Fortes da BE  Horário da BE, que funciona de forma a dar satisfação aos dois sectores de ensino (1.º ciclo do E.B. e Pré-escolar).  Articulação de actividades e projectos entre a Biblioteca Escolar e os professores titulares de turma.  Trabalho em parceria com o SABE e a Biblioteca Municipal do Concelho de Alvito;  Colaboração activa entre a Coordenadora da BE e os departamentos do agrupamento que planificam, organizam, executam e avaliam a sua actividade em conjunto.  No domínio da Leitura e Literacias, a BE faz um trabalho relevante, especialmente a nível da promoção da leitura e do livro (Concursos literários, Feiras do livro, Sessões com autores, Horas do Conto, Sessões para formação de utilizadores, Comemoração de efemérides, etc.)  Tratamento documental (registo e catalogação) dos fundos, quase a 100%,  Um fundo documental razoavelmente actualizado e equilibrado;  A BE dispõe de espaços e equipamentos adequados;  Divulgação e promoção de actividades da BE e da Escola através de blogues e espaço Moodle; 5 Luisa Fadista
  6. 6. 2. As problemáticas identificadas 2.1. População Escolar O Agrupamento de Escolas do Concelho de Alvito é constituido pelas freguesiasde Alvito, sede do concelho, e Vila Nova da Baronia, havendo, no total, duas escolasdo 1.º ciclo do Ensino Básico e dois Jardins de Infância. A população escolar do Agrupamento é constituída por alunos provenientes deorigens e meios socio-económicos muito diversos. As próprias escolas, apesar de sesituarem ambas em zonas rurais e de só distarem 6 km uma da outra, têm realidadesmuito diferentes, havendo crianças dos Países de Leste Europeu e etnia cigana nasede de Concelho e, na outra, não. Ao longo dos últimos anos, o agrupamento tem vindo a detectar algunsproblemas a nível educativo, para os quais tem procurado encontrar as melhoressoluções. 2.1.1. Principais Problemas Educativos  Elevado número de alunos oriundos de famílias de fracos recursos económicos e meio sócio-cultural desfavorecido (com número significativo de alunos de etnia cigana)  Algum desinteresse dos alunos pelas actividades escolares;  Dispersão das diferentes escolas que formam o agrupamento;  Fraca participação de algumas famílias na vida escolar dos seus educandos;  Turmas muito heterogéneas, com vários níveis de aprendizagem, no JI e no 1º ciclo, das quais resultam também problemas muitos diversos a nível educativo; 2.1.2. Identificação dos Pontos Fracos da BE  Inexistência de orçamento próprio;  Insuficiente apetrechamento relativamente ao fundo documental -- livros e multimédia (DVDs, CD-ROM e CD áudio);  Formação ainda incipiente de alguns utilizadores da BE; 6 Luisa Fadista
  7. 7.  A BE ainda não é considerada, por toda a Comunidade educativa, um serviço que presta um contributo essencial para a aprendizagem e para o sucesso educativo dos alunos;  Inexistência de uma fotocopiadora e computadores adequados na área da Gestão e de Atendimento na BE;  Inexistência de uma equipa que abranja as diferentes áreas do conhecimento e com horário adequado para poder dar resposta às necessidades dos utentes da BE.  A não disponibilização on-line do catálogo da BE;  Devido à sua dispersão, a acção da BE não se faz sentir de forma igual em todas as escolas, sendo que a escola que beneficia mais dos serviços da BE é o Centro Escolar EB 1/JI de Vila Nova da Baronia, onde está instalada a Biblioteca Escolar.Observação: No Plano de Acção, é colocada uma cruz a verde, no(s) ano(s) lectivo(s)em que uma determinada actividade é desenvolvida e o dominio avaliado. 7 Luisa Fadista
  8. 8. Prosseguir com 3. Objectivos/Metas do Agrupamento sucesso: Abrir portas ao futuro: Formar com qualidade: Aumentar a taxa de sucesso em dos alunos em relação ao ano anterior nas seguintes áreas problemáticas: Língua Portuguesa (5%) e Matemática (5%) Aumentar em 15% a formação dos Elevar a classificação dos alunos, docentes na área das Tecnologias da em 1%, nas provas de aferição ao Informação Promover em 10% o uso do nível da Matemática/Anualmente Magalhães nas práticas educativas Melhorar, em 1%, a classificação dos alunos nas provas de aferição Aumentar em 15% a formação de Língua Portuguesa/ dos docentes nas diferentes Anualmente áreas curriculares Aumentar em 5% a inovação educativa no Agrupamento Desenvolver competências nas Aumentar em 10% a formação diversas áreas curriculares do pessoal não docente nas relações humanas no trabalho e em POC nos serviços Administrativos Implementar o novo programa de Matemática nos 1.º/3.º anos Realizar um trabalho de pesquisa, mensalmente, numa Implementar, anualmente, por das diversas área curriculares. freguesia, um quadro de valor para os 8 Luisa Fadista melhores alunos do 1º ciclo e atribuir um prémio de excelência aos alunos do 4º ano.
  9. 9. 4. Plano de AcçãoO domínio A será alvo de avaliação no ano lectivo 2011/2012. Domínio de Objectivos Acções a desenvolver para cada domínio 2010/2011 2011/12 2012/13 2013/14 IntervençãoA– Apoio ao Colaboração Reuniões com as várias estruturas do agrupamento (Direcção, X X X XDesenvolvimento Pedagógica Conselho Pedagógico, Departamentos Curriculares) paraCurricular articulação de actividades. Aprofundamento da interacção com os professores das turmas X X X XA.1. Articulação Formação doCurricular da BE Utilizador Levantamento das oportunidades de colaboração com os X X X X professores, a partir da análise das planificações fornecidas peloscom as Estruturas departamentos.Pedagógicas e osDocentes X X X X Articulação curricular com o Pré-escolar e 1º CEB e apoio às AECs.A. 2. Promoção da Pesquisa e Criação de instrumentos/ divulgação dos já existentes, de forma a organizar o serviço e a apoiar o mais possível professores e alunos. X X X XLiteracia da tratamentoInformação da informação Organização, com os dois departamentos, de um calendário de X X X X sessões de formação de utilizadores com as respectivas turmas. X X X X Planificação atempada, com os professores, do trabalho de pesquisa a realizar na BE. Implementação de sessões informativas/formativas com os X X X X alunos. X X X X Adopção de um modelo de pesquisa uniforme para toda a escola. Produção de guiões e outros materiais de apoio à pesquisa e X X X X utilização da informação pelos alunos. 9 Luisa Fadista
  10. 10. 10 Luisa Fadista
  11. 11. O domínio B será alvo de avaliação neste ano lectivo de 2010/2011 Domínio de Objectivos Acções a desenvolver para cada domínio 2010/2011 2011/12 2012/13 2013/14 IntervençãoB. Leitura e Implementação, de forma mais sistemática, de actividades no XLiteracias âmbito da promoção da leitura.B.1. Trabalho da Participação cada vez mais activa da comunidade educativa e X X X XBE ao serviço da localpromoção daleitura Sessões regulares de leitura, de reconto ou outras, que associem X X X X diferentes formas de leitura, de escrita, de música e de comunicação com o objectivo de promover o gosto pela leitura.B.2. Trabalhoarticulado da BE X X X Xcom Diversificação das ofertas de actividades de promoção da leitura edepartamentos de apoio ao desenvolvimento de competências no âmbito da leitura, Promoção escrita e literacias.e docentes e com o daexterior, no âmbito X X X X leitura Maior encorajamento da participação dos alunos em actividadesda leitura livres no âmbito da leitura. Sessões de sensibilização para a leitura, destinada a pais e X X X X encarregados de educação.B.3. Impacto dotrabalho da BE nas Reuniões periódicas com os departamentos e com os conselhosatitudes e de turma no âmbito do projecto de leitura e actividades das X X X Xcompetências dos bibliotecas.alunos, no âmbito X X X Xda leitura e Reuniões pontuais com elementos de entidades da comunidade local. 11 Luisa Fadista
  12. 12. O domínio C será alvo de avaliação no ano lectivo 2012/2013 Domínio de Objectivos Acções a desenvolver para cada domínio 2010/2011 2011/12 2012/13 2013/14 Intervenção Promoção do marketing das BEs,valorizando e divulgando mais a X X X X sua dinâmica junto do Agrupamento e comunidade local.C. Projectos,Parcerias eActividades Livrese de Abertura à Intensificação do apoio a actividades livres, extra-curriculares e de X X X XComunidade enriquecimento curricular.C.1. Apoio a Grupo de X X X X Trabalho em rede com a BE do Concelho, situada em Vila Novaactividades livres, trabalho da Baronia, e a Biblioteca Municipal de Alvitoextra-curriculares e concelhio/de enriquecimento Trabalhocurricular com instituições X X X X locais Preparação concelhia da Semana da leitura Parceria em determinados projectos com entidades locais (Santa X X X XC.2. Projectos e Casa da Misericórdia de Alvito, Centro Social e Paroquial de Vilaparcerias Nova da Baronia, CMA, Juntas de Freguesia, Sociedade Recreativa e Filarmónica de VNB, Associação de Pais e Eed, Bombeiros Voluntários de Alvito, etc.) 12 Luisa Fadista
  13. 13. O domínio D será alvo de avaliação no ano lectivo 2013/2014 Domínio de Objectivos Acções a desenvolver para cada domínio 2010/2011 2011/12 2012/13 2013/14 IntervençãoD. Gestão da Actualização Actualização do Regulamento Interno da BE e sua inclusão no X X XBiblioteca Escolar /Criação de Regulamento Interno da escola/agrupamento. documentos reguladores Criação do Regimento Interno da Equipa. XD.1. Articulação dada BE com a actividade Reorganização da BE com informatização das grelhas de X X X XEscola/ da BE registoAgrupamento.Acesso e serviços Criação do Plano de Acção da BEprestados pela BE XD.2. Condições Constituição da equipa com elementos de áreas disciplinares Xhumanas e diversificadas com competências nos domínios pedagógico, demateriais para a Equipa gestão de projectos, de gestão da informação e das ciênciasprestação dos documentais.serviços X X X Automatização do catálogo a 100%.D.3. Gestão Gestão X X X Introdução do sistema de leitura de código de barras. documental 13 Luisa Fadista
  14. 14. 4.1. Instrumentos de Avaliação do Plano de AcçãoOs instrumentos a utilizar, na avaliacção do Plano de Acção do biblioteca escolar,serão os disponibilizados no MAABE. 14 Luisa Fadista
  15. 15. Bibliografia- Cardoso, A. A. (2009)¸A Biblioteca Escolar 2.0: novas funções para o professorbibliotecário; versão online, disponível em:http://forumbibliotecas.rbe.min-edu.pt/login/index.php; [Acedido a 25 de Outubro de2010]- Modelo de auto-avaliação da biblioteca escolar (outubro de 2010); versão online,disponivel em: http://forumbibliotecas.rbe.min-edu.pt/file.php/132/mabe-final-Out2010-siteRBE.pdf;[Acedido a 30 de Outubro de 2010]- Todd, Ross (2003);APRENDIZAGEM NA ESCOLA DA ERA DA INFORMAÇÃO:OPORTUNIDADES,RESULTADOS E CAMINHOS POSSÍVEIS. Versão online,disponível em:http://forumbibliotecas.rbe.minedu.pt/file.php/132/dossier.quest_C3_B5es_e_raz_C3_B5es.82.pdf [Acedido a 25 de Outubro de 2010] 15 Luisa Fadista
  16. 16. 16 Luisa Fadista

×