Endireitai o caminho

249 visualizações

Publicada em

UM ESTUDO FEITO NO LIVRO CAMINHO VERDADE E VIDA

Publicada em: Espiritual
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
249
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Endireitai o caminho

  1. 1. Endireitai os caminhos “Endireitai o caminho do Senhor, como disse o profeta Isaías.” João Batista. (JOÃO, 1: 23)
  2. 2. “Procurei nos céus Nos templos Nas igrejas Nas montanhas Nas ruas Mas não te encontrei Não te encontrando, descri Na descrença Eu tropecei E tropeçando eu cai E ao cair, me machuquei Alguém veio e me estendeu a mão Ao me levantar, senti-me forte E ao me sentir forte, também estendi a mão Ao estender a mão, me senti ainda mais forte e feliz Só aí é que eu percebi Que era dento de mim que tu estavas”
  3. 3. Quantas vezes temos o crucifixo pendurado no pescoço e somos violentos no lar, no trânsito ou no trabalho?
  4. 4. Quantas vezes fazemos o sinal da cruz ao iniciarmos o nosso dia e fechamos os olhos ao calvário de dores do nosso vizinho?
  5. 5. Quantas vezes temos um quadro do Mestre em nossa casa e tratamos os familiares com indiferença e rispidez?
  6. 6. Quantas vezes nos ajoelhamos nos templos religiosos em atitude de reverência ao Cristo, mas com os pensamentos carregados de maledicência em relação ao próximo?
  7. 7. Quantas vezes imploramos o perdão das nossas ofensas trazendo no peito ressentimentos sem conta?
  8. 8. Quantas vezes choramos a coroa de espinhos colocada injustamente em Jesus, mas continuamos cravando espinhos de desamor em nós mesmos?
  9. 9. Em todos os tempos, observamos criaturas que se candidatam à fé, que anseiam pelos benefícios do Cristo. Clamam pela sua paz, pela presença divina e, por vezes, após transformarem os melhores sentimentos em inquietação injusta, acabam desanimadas e vencidas.
  10. 10. Onde está Jesus que não lhes veio ao encontro dos rogos sucessivos? Em que esfera longínqua permanecerá o Senhor, distante de suas amarguras?
  11. 11. Não compreendem que, através de mensageiros generosos do seu amor, o Cristo se encontra, em cada dia, ao lado de todos os discípulos sinceros.
  12. 12. Falta-lhes dedicação ao bem de si mesmos. Correm ao encalço do Mestre Divino, desatentos ao conselho de João: “endireitai os caminhos”.
  13. 13. Para que alguém sinta a influência santificadora do Cristo, é preciso retificar a estrada em que tem vivido.
  14. 14. Muitos choram em veredas do crime, lamentam-se nos resvaladouros do erro sistemático, invocam o céu sem o desapego às paixões avassaladoras do campo material. Em tais condições, não é justo dirigir-se a alma ao Salvador, que aceitou a humilhação e a cruz sem queixas de qualquer natureza.
  15. 15. Se queres que Jesus venha santificar as tuas atividades, endireita os caminhos da existência, regenera os teus impulsos. Desfaze as sombras que te rodeiam e senti- Lo-ás, ao teu lado, com a sua bênção.
  16. 16. • “Então o reino dos céus é semelhante a dez virgens que, tomando as suas lâmpadas, saíram ao encontro do noivo. Cinco dentre elas eram néscias, e cinco prudentes. As néscias, tomando as suas lâmpadas, não levaram azeite consigo; mas as prudentes levaram azeite em suas vasilhas, juntamente com as lâmpadas. Tardando o noivo, toscanejaram todas e adormeceram. Mas à meia-noite ouviu-se um alarme: Sai ao encontro! Eis o noivo que chega! Então se levantaram todas aquelas virgens e prepararam as suas lâmpadas. E disseram as néscias às prudentes: Dai-nos do vosso azeite porque as nossas lâmpadas se estão apagando. Porém as prudentes retrucaram:
  17. 17. Talvez não haja bastante para nós e para vós; ide antes aos que o vendem e comprai-o para vós. Enquanto foram comprá-lo, veio o noivo; e as que estavam apercebidas, entraram com ele para as bodas, e fechou-se a porta. Depois vieram as outras virgens e disseram: Senhor, Senhor, abre-nos a porta. Ele respondeu: Em verdade vos digo que não vos conheço. Portanto, vigiai, porque não sabeis o dia nem a hora.”

×