FÍSICA 02
O Universo Segundo os Gregos e
os demais Filósofos
Mitologia Grega
• Os gregos criaram vários mitos para poder passar
mensagens para as pessoas e também com o objetivo
de pr...
• Os gregos antigos enxergavam vida em quase tudo que
os cercavam, e buscavam explicações para tudo. A
imaginação fértil d...
Seres mitológicos da Grécia Antiga
• - Heróis : seres mortais, filhos de deuses com seres
humanos. Exemplos: Herácles ou H...
Heróis
• Aquiles- participou do cerco da cidade de Tróia,
ajudando na vitória grega. Era um excelente
guerreiro, com muita...
Herácles (Hércules)
• A força física era a principal qualidade deste
herói. Suas façanhas estão presentes nas histórias
so...
Teseu
• Venceu o Minotauro no labirinto de Creta.
Agamenon
• Guerreiro valente e forte, foi o guerreiro
comandante na Guerra de Tróia.
Perseu
• foi o herói que conseguiu decapitar a
Medusa.
Ajax
• Herói guerreiro que também atuou nas
batalhas da Guerra de Tróia.
Édipo
• Único a conseguir, com sua inteligência
superior, decifrar o enigma da Esfinge.
• Tornou-se rei de Tebas.
Cadmo
• Venceu o dragão que controlava a cidade de
Tebas.
Atlanta
• Heroína grega que participou da caçada ao
javali de Caridon.
Deuses Gregos
• De acordo com o gregos, os deuses habitavam o
topo do Monte Olimpo, principal montanha da
Grécia Antiga. D...
Monte do Olimpo
Principais Deuses Gregos
Zeus
• deus de todos os deuses, senhor do Céu.
Hera
• deusa dos casamentos e da maternidade.
Ares
• Divindade da guerra.
Poseidon
• deus dos mares.
Ártemis
• deusa da caça e da vida selvagem.
Apolo
• deus da luz e das obras de artes.
Atena
• deusa da sabedoria e da serenidade. Protetora
da cidade de Atenas.
Afrodite
• deusa do amor, sexo e beleza.
Hefestos
• divindade do fogo e do trabalho.
Hermes
• Mensageiro dos deuses, representava o
comércio e as comunicações.
Héstia
• deusa do fogo do lar.
Tales de Mileto
Tales de Mileto foi reconhecido como o primeiro filósofo do Ocidente e
apontado como um dos sete sábios da...
Pensamento
• Diferente dos gregos antigos, Tales de Mileto foi o primeiro a
rejeitar a visão religiosa sobre os componente...
Pitágoras
Pitágoras foi um importante matemático e filósofo grego. Nasceu
no ano de 570 a .C na ilha de Samos, na região d...
Pensamento
• Através de estudos astronômicos, afirmava que o planeta
Terra era esférico e suspenso no Espaço (ideia pouco
...
Platão
Platão (427-347a.C.) foi um filósofo grego da
antiguidade. Foi considerado um dos principais
pensadores gregos. Tor...
Pensamento
• Sua filosofia é baseada na teoria de que o mundo que
percebemos com nossos sentidos é um mundo ilusório,
conf...
Ptolomeu
• Claudio Ptolomeu foi um importante cientista grego do
século II. Nasceu por volta do ano 90 em Ptolemaida (Alto...
Pensamento
• Ptolomeu apresenta um sistema cosmológico
geocêntrico, isto é a Terra está no centro do Universo e
os outros ...
Nicolau Copérnico
Nascido na Polônia, no ano de 1473, Nicolau
Copérnico é considerado o fundador da
Astronomia moderna.
Pensamento
• Foi ele quem, através de seus estudos e
cálculos, percebeu e defendeu a tese de que
a Terra, assim como os de...
Galileu
• Grande Físico, Matemático e Astrônomo, Galileu Galilei
nasceu na Itália no ano de 1564. Durante sua juventude
el...
Pensamento
• Foi através da observação das fases de Vênus,
que Galileu passou a enxergar embasamento na
visão de Copérnico...
Tycho Brahe
• Tycho Brahe nasceu em Knudstrup, Dinamarca, a 14 de
dezembro de 1546, e faleceu em Praga, atual República
Ch...
Johannes Kepler
• Johannes Kepler nasceu em Weil der Stadt, Württemberg, atual
Alemanha, a 27 de dezembro de 1571, e morre...
Pensamento
• Fruto de suas constantes observações do
planeta Marte, Kepler publica, em 1609, uma
de suas obras fundamentai...
3 Leis de Kepler
• 1ª) as órbitas dos planetas em torno do Sol são
elipses, nas quais o Sol ocupa um dos focos;
• 2ª) no m...
• Depois de Sobre a harmonia do mundo, Kepler se dedica à
preparação de um mapa que representasse, com a precisão
possível...
Giordano Bruno
• Giordano Bruno foi um frade dominicano,
filósofo e teólogo italiano da época do
Renascimento. Ficou conhe...
Pensamento
• Bruno defende a infinitude do universo, como um conjunto
dinâmico que se transforma continuamente, do inferio...
Referências
• http://www.suapesquisa.com/mitologiagrega/
• Acessado ás 15:53 em 27/05/2014
• http://www.estudopratico.com....
• http://www.suapesquisa.com/pesquisa/pitago
ras.htm
• Acessado ás 16:08 em 02/06/2014
• http://www.e-biografias.net/plata...
• http://www.suapesquisa.com/biografias/galileu/
• Acessado ás 17:53 em 02/06/2014
• http://educacao.uol.com.br/biografias...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

O mundo segundo os gregos e os demais filosófos

2.090 visualizações

Publicada em

Trabalho de Física solicitado pela professora Marcia RIbeiro feito pelas alunas Leticia, Ana, Vitória e Geisiane do IFMS- Campus Coxim no ano de 2014.

Publicada em: Ciências
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.090
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
15
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O mundo segundo os gregos e os demais filosófos

  1. 1. FÍSICA 02 O Universo Segundo os Gregos e os demais Filósofos
  2. 2. Mitologia Grega • Os gregos criaram vários mitos para poder passar mensagens para as pessoas e também com o objetivo de preservar a memória histórica de seu povo. Há três mil anos, não havia explicações científicas para grande parte dos fenômenos da natureza ou para os acontecimentos históricos. • Portanto, para buscar um significado para os fatos políticos, econômicos e sociais, os gregos criaram uma série de histórias, de origem imaginativa, que eram transmitidas, principalmente, através da literatura oral. • Grande parte destas lendas e mitos chegou até os dias de hoje e são importantes fontes de informações para entendermos a história da civilização da Grécia Antiga. São histórias riquíssimas em dados psicológicos, econômicos, materiais, artísticos, políticos e culturais
  3. 3. • Os gregos antigos enxergavam vida em quase tudo que os cercavam, e buscavam explicações para tudo. A imaginação fértil deste povo criou personagens e figuras mitológicas das mais diversas. Heróis, deuses, ninfas, titãs e centauros habitavam o mundo material, influenciando em suas vidas. Bastava ler os sinais da natureza, para conseguir atingir seus objetivos. A pitonisa, espécie de sacerdotisa, era uma importante personagem neste contexto. Os gregos a consultavam em seus oráculos para saber sobre as coisas que estavam acontecendo e também sobre o futuro. Quase sempre, a pitonisa buscava explicações mitológicas para tais acontecimentos. Agradar uma divindade era condição fundamental para atingir bons resultados na vida material. Um trabalhador do comércio, por exemplo, deveria deixar o deus Hermes sempre satisfeito, para conseguir bons resultados em seu trabalho.
  4. 4. Seres mitológicos da Grécia Antiga • - Heróis : seres mortais, filhos de deuses com seres humanos. Exemplos: Herácles ou Hércules e Aquiles. - Ninfas : seres femininos que habitavam os campos e bosques, levando alegria e felicidade. - Sátiros : figura com corpo de homem, chifres e patas de bode. - Centauros : corpo formado por uma metade de homem e outra de cavalo. - Sereias : mulheres com metade do corpo de peixe, atraíam os marinheiros com seus cantos atraentes. - Górgonas : mulheres, espécies de monstros, com cabelos de serpentes. Exemplo: Medusa - Quimera : mistura de leão e cabra que soltava fogo pelas ventas
  5. 5. Heróis • Aquiles- participou do cerco da cidade de Tróia, ajudando na vitória grega. Era um excelente guerreiro, com muitas qualidades nesta área. Seu ponto fraco era o calcanhar. Morreu ao ser atingido neste local, por uma flecha arremessada por Paris. Este evento ocorreu durante a Guerra de Tróia.
  6. 6. Herácles (Hércules) • A força física era a principal qualidade deste herói. Suas façanhas estão presentes nas histórias sobre os Doze Trabalhos de Hércules. Derrotou monstros e cumpriu vários desafios que seriam impossíveis para os humanos. Era filho de Zeus e Alcmena.
  7. 7. Teseu • Venceu o Minotauro no labirinto de Creta.
  8. 8. Agamenon • Guerreiro valente e forte, foi o guerreiro comandante na Guerra de Tróia.
  9. 9. Perseu • foi o herói que conseguiu decapitar a Medusa.
  10. 10. Ajax • Herói guerreiro que também atuou nas batalhas da Guerra de Tróia.
  11. 11. Édipo • Único a conseguir, com sua inteligência superior, decifrar o enigma da Esfinge. • Tornou-se rei de Tebas.
  12. 12. Cadmo • Venceu o dragão que controlava a cidade de Tebas.
  13. 13. Atlanta • Heroína grega que participou da caçada ao javali de Caridon.
  14. 14. Deuses Gregos • De acordo com o gregos, os deuses habitavam o topo do Monte Olimpo, principal montanha da Grécia Antiga. Deste local, comandavam o trabalho e as relações sociais e políticas dos seres humanos. Os deuses gregos eram imortais, porém possuíam características de seres humanos. • Ciúmes, inveja, traição e violência também eram características encontradas no Olimpo. Muitas vezes, apaixonavam-se por mortais e acabavam tendo filhos com estes. Desta união entre deuses e mortais surgiam os heróis.
  15. 15. Monte do Olimpo
  16. 16. Principais Deuses Gregos
  17. 17. Zeus • deus de todos os deuses, senhor do Céu.
  18. 18. Hera • deusa dos casamentos e da maternidade.
  19. 19. Ares • Divindade da guerra.
  20. 20. Poseidon • deus dos mares.
  21. 21. Ártemis • deusa da caça e da vida selvagem.
  22. 22. Apolo • deus da luz e das obras de artes.
  23. 23. Atena • deusa da sabedoria e da serenidade. Protetora da cidade de Atenas.
  24. 24. Afrodite • deusa do amor, sexo e beleza.
  25. 25. Hefestos • divindade do fogo e do trabalho.
  26. 26. Hermes • Mensageiro dos deuses, representava o comércio e as comunicações.
  27. 27. Héstia • deusa do fogo do lar.
  28. 28. Tales de Mileto Tales de Mileto foi reconhecido como o primeiro filósofo do Ocidente e apontado como um dos sete sábios da Grécia Antiga. Ele nasceu em Mileto, uma antiga colônia grega localizada na Ásia Menor, por volta de 645 ou 624 antes de Cristo. Alguns estudiosos consideram Tales o Pai da Filosofia Ocidental. Ele instituiu a Escola Jônica e estabeleceu conhecimentos sobre a ética, a política, a verdade e a totalidade que ainda são estudados e considerados nos tempos contemporâneos. Na filosofia, Tales girava seus pensamentos em torno de assuntos da natureza e seus elementos: Terra, Ar, Fogo e Água. Ele foi um visionário, percebia a realidade muito além de seu tempo. Tales veio a falecer, provavelmente, em 558 ou 556 antes de Cristo.
  29. 29. Pensamento • Diferente dos gregos antigos, Tales de Mileto foi o primeiro a rejeitar a visão religiosa sobre os componentes da natureza serem sagrados, como o Sol, os planetas e a Lua. Ele não acreditava que esses elementos eram deuses que deveriam ser reverenciados. Para Tales, a água era o elemento mais importante. Foi considerado um monista ao crer que tudo era constituído por uma substância primordial, para ele a água. O filósofo acreditava que toda a vida seria originada da água, embora seus discípulos discordassem de tal pensamento. Estes apenas concordavam apenas no que dizia respeito à existência de um princípio único para a natureza primordial. Experiências inovadoras como magnetismo fizeram parte dos descobrimentos de Tales. O magnetismo era algo que gerava bastante curiosidade na época. Ele foi o primeiro homem a explicar o eclipse solar ao verificar que a Lua é iluminada pelo Sol.
  30. 30. Pitágoras Pitágoras foi um importante matemático e filósofo grego. Nasceu no ano de 570 a .C na ilha de Samos, na região da Ásia Menor (Magna Grécia). Provavelmente, morreu em 497 ou 496 a.C em Metaponto (região sul da Itália). Embora sua biografia seja marcada por diversas lendas e fatos não comprovados pela História, temos dados e informações importantes sobre sua vida.
  31. 31. Pensamento • Através de estudos astronômicos, afirmava que o planeta Terra era esférico e suspenso no Espaço (ideia pouco conhecida na época). Encontrou uma certa ordem no universo, observando que as estrelas, assim como a Terra, girava ao redor do Sol. Recebeu muita influência científica e filosófica dos filósofos gregos Tales de Mileto, Anaximandro e Anaxímenes. Este filósofo e matemático grego criou uma escola batizada com seu nome – pitagórica. A Escola Pitagórica tinha uma predileção pela investigação do caráter dos números, uma vez que para seus adeptos eles constituíam a essência de tudo. Do estudo desta área surgiu a teoria da harmonia das esferas, segundo a qual todo o Universo é governado por interações matemáticas. Como eles não tinham ainda conhecimento suficiente, nesta época, para diferenciar formas, leis, matéria e a substância dos objetos, concluíram que o número era a ponte entre os elementos.
  32. 32. Platão Platão (427-347a.C.) foi um filósofo grego da antiguidade. Foi considerado um dos principais pensadores gregos. Tornou-se discípulo do filósofo Sócrates. Escreveu inúmeros diálogos e cartas, onde a figura principal é Sócrates.
  33. 33. Pensamento • Sua filosofia é baseada na teoria de que o mundo que percebemos com nossos sentidos é um mundo ilusório, confuso. O mundo espiritual é mais elevado, eterno, onde está o que existe verdadeiramente, as ideias, que só a razão pode conhecer. Segundo Platão, o espírito humano se encontra temporariamente aprisionado no corpo material, no que ele considera a ‘caverna’ onde o ser se isola da verdadeira realidade, vivendo nas sombras, à espera de um dia entrar em contato concreto com a luz externa. Assim, a matéria é adversária da alma, os sentidos se contrapõem à mente, a paixão se opõe à razão. Para ele, tudo nasce, se desenvolve e morre. O Homem deve, porém, transcender este estado, tornar-se livre do corpo e então ser capaz de admirar a esfera inteligível, seu objetivo maior. O ser é irresistivelmente atraído de volta para este universo original através do que Platão chama de amor nostálgico, o famoso eros platônico.
  34. 34. Ptolomeu • Claudio Ptolomeu foi um importante cientista grego do século II. Nasceu por volta do ano 90 em Ptolemaida (Alto Egito) e faleceu por volta de 168 na cidade de Canopo (Norte do Egito). Fez importantes estudos nas áreas de Matemática, Geografia, Física, Geometria, Astronomia e Química. • Infelizmente, por falta de fontes históricas, sabemos pouco sobre a vida de Claudio Ptolomeu. Em função de suas anotações astronômicas, podemos concluir que trabalhou na cidade de Alexandria. Foi nesta cidade que fez grande parte dos seus estudos entre os anos de 127 e 152.
  35. 35. Pensamento • Ptolomeu apresenta um sistema cosmológico geocêntrico, isto é a Terra está no centro do Universo e os outros corpos celestes, planetas e estrelas, descrevem órbitas ao seu redor. Estas órbitas eram relativamente complicadas resultando de um sistema de epiciclos, ou seja círculos com centro em outros círculos. Ptolomeu foi considerado o primeiro "cientista celeste". No entanto, Ptolomeu foi duramente criticado por alguns cientistas, como Tycho Brahe e Isaac Newton, sendo acusado de não ter realizado nenhuma observação astronómica, mas apenas plagiado dados de Hiparco, entre outras acusações
  36. 36. Nicolau Copérnico Nascido na Polônia, no ano de 1473, Nicolau Copérnico é considerado o fundador da Astronomia moderna.
  37. 37. Pensamento • Foi ele quem, através de seus estudos e cálculos, percebeu e defendeu a tese de que a Terra, assim como os demais planetas, gira em torno do Sol, em uma teoria chamada de Heliocentrismo. Foi Copérnico quem deduziu, também, que a Terra gira em torno de seu próprio eixo. Até então, acreditava-se que a Terra era o centro do Universo, segundo teoria do grego Ptolomeu.
  38. 38. Galileu • Grande Físico, Matemático e Astrônomo, Galileu Galilei nasceu na Itália no ano de 1564. Durante sua juventude ele escreveu obras sobre Dante e Tasso. Ainda nesta fase, fez a descoberta da lei dos corpos e enunciou o princípio da Inércia. Foi um dos principais representantes do Renascimento Científico dos séculos XVI e XVII.
  39. 39. Pensamento • Foi através da observação das fases de Vênus, que Galileu passou a enxergar embasamento na visão de Copérnico (Heliocêntrico – O Sol como centro do Universo) e não na de Aristóteles, onde a Terra era vista como o centro do Universo. • Por sua visão heliocêntrica, o astrônomo italiano teve que ir a Roma em 1611, pois estava sendo acusado de herege. Condenado, foi obrigado a assinar um decreto do Tribunal da Inquisição, onde declarava que o sistema heliocêntrico era apenas uma hipótese. Contudo, em 1632, ele voltou a defender o sistema heliocêntrico e deu continuidade aos seus estudos.
  40. 40. Tycho Brahe • Tycho Brahe nasceu em Knudstrup, Dinamarca, a 14 de dezembro de 1546, e faleceu em Praga, atual República Checa, a 24 de outubro de 1601. Desde jovem pretendia estudar astronomia, mas atendeu à ordem paterna e cursou, durante três anos, o curso de direito na Universidade de Copenhague. Depois, seguiu para Leipzig, Rostock e Augsburg, onde aperfeiçoou seus conhecimentos humanísticos
  41. 41. Johannes Kepler • Johannes Kepler nasceu em Weil der Stadt, Württemberg, atual Alemanha, a 27 de dezembro de 1571, e morreu em Ratisbona, também na Alemanha, a 15 de novembro de 1630. Graduou-se pela Universidade de Tübingen. Professor de matemática na Universidade de Graz, foi forçado a deixar a cidade em 1600, para fugir à perseguição dos protestantes. Radicou-se, então, na cidade de Praga, tornando-se assistente de Tycho Brahe, a quem sucedeu como astrônomo e matemático da corte de Rodolfo 2º. Em 1612 foi nomeado professor de matemática em Linz. Seu interesse pela astronomia surgiu em Tübingen. De formação religiosa, pretendia tornar-se pastor protestante, mas acabou aceitando a cadeira de matemática em Graz, fato que, mais tarde, ele atribuiria à providência divina.
  42. 42. Pensamento • Fruto de suas constantes observações do planeta Marte, Kepler publica, em 1609, uma de suas obras fundamentais: Nova astronomia. Impressionado com a variação dos movimentos de Marte e estudando os trabalhos de Brahe, ele chega a uma conclusão que rompe com as opiniões de um milênio de estudos astronômicos: os movimentos dos astros celestiais são elípticos e não, como se imaginava, circulares.
  43. 43. 3 Leis de Kepler • 1ª) as órbitas dos planetas em torno do Sol são elipses, nas quais o Sol ocupa um dos focos; • 2ª) no movimento de cada planeta, as áreas varridas pelo raio vector que une o planeta ao Sol são proporcionais ao tempo gasto para percorrê- las; • 3ª) os quadrados dos tempos das revoluções siderais dos planetas são proporcionais aos cubos dos grandes eixos de suas órbitas.
  44. 44. • Depois de Sobre a harmonia do mundo, Kepler se dedica à preparação de um mapa que representasse, com a precisão possível na época, as posições planetárias. O resultado é a obra Tábuas rudolfinas, que foi utilizada por mais de um século no cálculo das posições planetárias. Muitas das idéias de Kepler levaram anos para serem compreendidas. Dentre elas, sua observação de que a velocidade de um astro aumenta em relação direta à proximidade de seu ponto de atração, o que foi elucidado pela lei da gravitação e por outras observações do cosmo. Vivendo em um período de intolerância religiosa, quando as idéias e as teorias científicas tinham de partir do pressuposto de que a Terra era o centro imutável do universo, Kepler desenvolveu um trabalho pioneiro.
  45. 45. Giordano Bruno • Giordano Bruno foi um frade dominicano, filósofo e teólogo italiano da época do Renascimento. Ficou conhecido por ter sido condenado à fogueira pela Inquisição por prática de heresia. Giordano Bruno defendia teorias científicas, principalmente astronômicas, contrárias às da Igreja Católica.
  46. 46. Pensamento • Bruno defende a infinitude do universo, como um conjunto dinâmico que se transforma continuamente, do inferior ao superior, e vice-versa, num movimento constante, por ser tudo uma só e mesma coisa, como manifestação da vida infinita e inesgotável. Como o universo, também Deus é infinito, sendo- lhe imanente e transcendente ao mesmo tempo, sem nenhuma contradição, pois os opostos acabam por coincidir no infinito. Para Bruno, o universo é uma coisa viva, todo ele regido por uma mesma lei, sendo Deus a mônada das mônadas (espécies de átomos orgânicos e viventes), que compõem o organismo do mundo. Deus está presente por toda parte, como poder infinito, sabedoria e amor, cabendo aos homens adorar toda essa infinitude com entusiasmo, numa unidade das crenças religiosas, além de qualquer dogma positivo.
  47. 47. Referências • http://www.suapesquisa.com/mitologiagrega/ • Acessado ás 15:53 em 27/05/2014 • http://www.estudopratico.com.br/biografia- do-filosofo-tales-de-mileto/ • Acessado ás 15:16 em 02/05/2014 • http://www.infoescola.com/filosofos/pitagora s/ • Acesado ás 16:07 em 02/06/2014
  48. 48. • http://www.suapesquisa.com/pesquisa/pitago ras.htm • Acessado ás 16:08 em 02/06/2014 • http://www.e-biografias.net/platao/ • http://www.infoescola.com/filosofos/platao/ • Acessado ás 16:43 em 02/06/2014 • http://pt.wikipedia.org/wiki/Ptolemeu • Acessado ás 17:07 em 02/06/2014 • http://www.infoescola.com/biografias/nicolau -copernico/ • Acessado ás 17:45 em 02/06/2014
  49. 49. • http://www.suapesquisa.com/biografias/galileu/ • Acessado ás 17:53 em 02/06/2014 • http://educacao.uol.com.br/biografias/tycho- brahe.jhtm • Acessado ás 18:07 em 02/06/2014 • http://educacao.uol.com.br/biografias/johannes- kepler.jhtm • Acessado ás 18:19 em 02/06/2014 • http://www.suapesquisa.com/quemfoi/giordano_brun o.htm • Acessado ás 18:22 em 04/06/2014 • http://educacao.uol.com.br/biografias/giordano- bruno.jhtm • Acessado ás 18:23 em 04/06/2014

×