Slide

149 visualizações

Publicada em

didática ( por que planejar? como planejar?)

Publicada em: Design
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
149
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Slide

  1. 1. Currículo - Área - Aula
  2. 2. • Docente: • Rosângellis Lima • Discentes: • Adriano Martins • Letícia Costa • Maria Roquelina • Valdirene
  3. 3. • Por que planejar? Como planejar? (Currículo - Área – Aula) Maximiliano Mengolla e Ilza Martins Sant’Anna 11° edição editora vozes Petrópolis 2011
  4. 4. • Maximiliano Mengolla é licenciado em Filosofia pela FAFINC, em pedagogia pela UFRGS e mestre em educação pela PUCRS. Professor de Didática na faculdade de Filosofia de Viamão e na faculdade Porto- Alegrense. • Ilza Martins Sant’Anna graduou-se pelo instituto de Educação de Porto Alegre e pela UFRGS em pedagogia, Direito e Didática do Ensino Superior. Foi professora estadual de primeiro e segundo graus e atualmente leciona na Faculdade Porto-Alegrense de Educação, Ciências e Letras.
  5. 5. • O ato de planejar é uma preocupação que envolve toda a possível ação ou qualquer empreendimento da pessoa. Sonhar com algo de forma objetiva e clara é uma situação que requer um ato de planejar. • “ Toda a pessoa, ao se levantar, pensa no seu dia, no que vai acontecer. O seu dia é um constante “devir”. E este constante “devir” obriga a pessoa a pensar, prever, imaginar, sonhar e tomar, a todo momento, decisões; porém, ela sempre quer tomar as melhores e mais acertadas decisões para a sua ação, para o alcance dos seus objetivos’
  6. 6. • O planejamento é um processo de precisão de necessidades e racionalização do emprego dos meios matérias e dos recursos disponíveis, a fim de alcançar objetivos concretos em prazos determinados e em etapas definidas. • É preciso conhecer a realidade para planejar e no caso de urgência e necessidades entende-se que é preciso racionalizar, saber usar com sabedoria a razão para planejar e saber tomar decisões, usar de habilidades para executá-la.
  7. 7. Um bom planejamento consiste em definir e selecionar os melhores objetivos, sendo que os mesmos vão orientar e direcionar a dinâmica e a execução do planejamento.
  8. 8. • O poder pensar o seu modo de agir na natureza configura ao homem o poder de escolher o seu modo particular de ser. • Trata-se, antes, de planejar para que o homem possa, com coragem, encaminhar-se para o desconhecido, com lucidez e autonomia, como uma pessoa liberta que é capaz de escolher os seus caminhos. • A educação deve atender ao objetivo mais significativo do homem, que é o de alcançar e conquistar a sua libertação.
  9. 9. • Planejar para melhor executar seria o pedagógico objetivo. Mas, na escola, o planejar por planejar se tornou a verídica realidade da vida escolar. • A escola pode e deve elaborar os seus planos curriculares, partindo da orientação dada pela lei ou pelos sistemas, com a finalidade de atender as características locais e as necessidades da comunidade.
  10. 10. • Para os professores o planejamento é desnecessário e inútil. • Por que os professores não gostam de planejar? • O importante é que o plano sirva para o professor e para os alunos. Que ele seja útil e funcional a quem se destina objetivamente, através de uma ação consciente, responsável e libertadora.
  11. 11. • É de suma importância que os professores ao elaborarem seus planejamentos de ensino, analisem plano global de educação, para poderem imprimir, nos planos de ensino, a filosofia de educação, adaptada pela própria escola. • Os planos de ensino são meios para dinamizar a educação e o ensino.
  12. 12. • Plano de curso é a organização de um conjunto de matérias, que vão ser ensinadas e desenvolvidas em uma escola, durante um período relativo à extensão do curso em si, exigido, pela legislação ou por uma determinação explícita, que obedece a certas normas ou princípios orientadores. • O planejamento não é privilégio de um grupo, pelo contrário, ele deve ser o resultado da ação conjunta e participativa das pessoas que vão se envolver na ação. Ele deve ser fruto de um ato democrático, em que todos possam partilhar das decisões e responsabilidades.
  13. 13. • O planejamento individualista se torna um instrumento de imposição pois toma decisões para um universo de pessoas, sem que estas estejam seriamente envolvidas na tomada de decisões. • Pensar antes de agir é um ato de habilidade e de sabedoria. Pois é de muita importância para o professor planejar, da melhor forma possível, a sua disciplina, em todos os aspectos
  14. 14. • Ajuda o professor a definir os objetivos que atendam os reais interesses dos alunos; • Possibilita o professor selecionar e organizar os conteúdos dos mais significativos para seus alunos; • Facilita a organização dos conteúdos de forma lógica obedecendo a estrutura da disciplina; • Ajuda o professor a selecionar os melhores procedimentos e recursos, para desencadear um ensino mais eficiente, orientando o professor no como e com que deve agir; • Ajuda o professor a agir com maior segurança na sala de aula; • O professor evita a improvisação, a repetição e a rotina no ensino; • Ajuda o professor e os alunos a tomarem decisões de forma cooperativa e participativa.
  15. 15. • Objetividade e realismo • Funcionalidade • Simplicidade • Flexibilidade • Utilidade
  16. 16. • Professores não fazem plano de curso Não fazem por que já existe na escola • O planejamento participativo Planejar com os alunos é a melhor forma de fazer os alunos participar e o planejamento terá mais êxito. Com isso os alunos tornam-se os donos do planejamento por que estão fazendo parte direta no planejamento, ele deve ser pensado com o professor e os alunos e depois discutido com o professor e os setores pedagógicos. • Plano de disciplina • É um instrumento para sistematizar a ação concreta do professor afim de que os objetivos da disciplina sejam atingidos e os conteúdos sejam desenvolvidos na sala de aula.
  17. 17. • Instrumentalização para a ação. • Da teoria a pratica: propostas referenciais metodológicas. • O ser e o deve ser • Projeto • 1- Justificativa • 2- Caracterização • 3-Principios fundamentais • 4- Fases típicas da elaboração de um projeto • 5- Gráfico de Gantt
  18. 18. • 1. Plano Curricular • 1.1 A nível da Escola • 1.2 Planejamento do currículo por Atividades, áreas de estudos e disciplinas • 2. Plano Bimestral • 3. Plano de Unidade • 3.1 Elementos • 4. Plano de Aula
  19. 19. •A. Projeto alternativo de alfabetização •B. Projeto
  20. 20. • Ao estudar esse livro observamos quão importante é para nós futuros pedagogos o planejamento, pois com ele além de trabalharmos de uma maneira profissional e mais organizada, vamos ter também o retorno positivo da parte dos nossos futuros alunos. Os autores focam muito na parte de uma aula mais organizada e com mais participação dos próprios alunos em cada planejamento. Obrigada!

×