Guimarães Rosa

7.429 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
7.429
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2.833
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
142
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Guimarães Rosa

  1. 1. GUIMARÃES ROSA<br /><ul><li>O descobridor do sertão universal
  2. 2. O inovador da ficção.</li></li></ul><li>Sertão brasileiro<br />
  3. 3. Sertão brasileiro<br />
  4. 4. O Sertão brasileiro é uma sub-região do Nordeste do Brasil.<br />Estende-se por grande parte da Bahia, de Pernambuco, da Paraíba, do Rio Grande do Norte e do Piauí; por todo o Ceará; e por uma pequena parte do Sergipe e de Alagoas. Além disso, atinge o norte e o noroeste de Minas Gerais, mais precisamente no Vale do Jequitinhonha.<br />
  5. 5. A Seca no sertão / « desertão»<br />
  6. 6. Após as chuvas<br />
  7. 7. Petrolina é um municípiobrasileiro do estado de Pernambuco, banhado pelo rio São Francisco. Em conjunto com o vizinho município de Juazeiro, na Bahia, forma o maior aglomerado urbano do semi-árido.<br />
  8. 8. PETROLINA, CAPITAL DO SERTÃO<br />com seus mais de 250.000 habitantes, é a cidade que mais cresce no Nordeste Brasileiro<br />
  9. 9.
  10. 10.
  11. 11. A cultura nordestina é bastante diversificada, uma vez que foi influenciada por indígenas, africanos e europeus.<br />
  12. 12. JOÃO GUIMARÃES ROSA<br />Escritor:1908 -1967<br />Falo: português, alemão, francês, inglês, espanhol, italiano, esperanto, um pouco de russo; leio: sueco, holandês, latim e grego (mas com o dicionário agarrado); entendo alguns dialetos alemães; estudei a gramática: do húngaro, do árabe, do sânscrito, do lituânio, do polonês, do tupi, do hebraico, do japonês, do tcheco, do finlandês, do dinamarquês; bisbilhotei um pouco a respeito de outras. Mas tudo mal. E acho que estudar o espírito e o mecanismo de outras línguas ajuda muito à compreensão mais profunda do idioma nacional. Principalmente, porém, estudando-se por divertimento, gosto e distração.<br />
  13. 13.
  14. 14. trabalhou como médico e diplomata<br />«Se todo animal inspira ternura, o que houve, então, com os homens?»<br />
  15. 15. Sagarana é um livro de contos publicado por João Guimarães Rosa em 1946<br />Lá em cima daquela serra, passa boi, passa boiada, passa gente ruim e boa,<br />passa minha namorada<br />— Epígrafe do livro, Sagarana.<br />
  16. 16. O título,Sagaranaé formado por um hibridismo:<br /> "saga", radical de origem germânica que significa "canto heróico", "lenda"; e "rana" palavra de origem tupi que significa "que exprime semelhança ". Assim Sagarana significa algo próximo a : "próximo a uma saga".<br />Sagarana promove uma total renovação do regionalismo brasileiro<br />
  17. 17. São nove contos ou novelas, como costumam discutir os críticos, que descortinam o universo da linguagem regionalizante de Guimarães Rosa e recriam, na ficção, a vida de personagens saídos interior de Minas Gerais.<br />PARA ANÁLISE COMPLETA DOS CONTOS:<br />http://www.passeiweb.com/na_ponta_lingua/livros/analises_completas/s/sagarana/<br />
  18. 18. O BURRINHO PEDRÊS<br />Sete de Ouro, um burrinho já idoso é escolhido para servir de montaria num transporte de gado. Um dos vaqueiros, Silvino , está com ódio de Badu , que anda namorando a moça de quem Silvino gostava . Corre o boato entre os vaqueiros, de que Silvino pretende vingar--sedo rival. <br />
  19. 19. De fato Silvino atiça um touro e o faz investir contra Badu que , porém, consegue dominá-lo. Os vaqueiros continuam murmurando que Silvino vai matar Badu. A caminho de volta, este , bêbado , é o último a sair do bar e tem que montar no burro. Anoitece e Silvino revela a seu irmão o plano de morte. <br />
  20. 20. Contudo, na travessia do Córrego da Fome, que pela cheia transformara-se em rio perigoso, vaqueiros e cavalos se afogam . Salvam-se apenas Badu e Francolim , um montado e outro pendurado no rabo do burrinho.<br />"Sete de Ouros", burro velho e desacreditado, personifica a cautela, a prudência e a muito mineira noção de que nada vale lutar contra a correnteza.<br />
  21. 21. João Guimarães Rosa (Cordisburgo, 27 de junho de 1908 — Rio de Janeiro, 19 de novembro de 1967), foi um dos mais importantes escritoresbrasileiros de todos os tempos. <br />
  22. 22. LITERATURAS DE LÍNGUA PORTUGUESA<br />Ana Tapadas<br />

×