Meu Negócio Melhor
Treinamentos, Consultoria e Assessoria Empresarial
leovando@meunegociomelhor.com.br
www.MeuNegocioMelho...
Meu Negócio Melhor
Treinamentos, Consultoria e Assessoria Empresarial
leovando@meunegociomelhor.com.br
www.MeuNegocioMelho...
Meu Negócio Melhor
Treinamentos, Consultoria e Assessoria Empresarial
leovando@meunegociomelhor.com.br
www.MeuNegocioMelho...
Meu Negócio Melhor
Treinamentos, Consultoria e Assessoria Empresarial
leovando@meunegociomelhor.com.br
www.MeuNegocioMelho...
Meu Negócio Melhor
Treinamentos, Consultoria e Assessoria Empresarial
leovando@meunegociomelhor.com.br
www.MeuNegocioMelho...
Meu Negócio Melhor
Treinamentos, Consultoria e Assessoria Empresarial
leovando@meunegociomelhor.com.br
www.MeuNegocioMelho...
Meu Negócio Melhor
Treinamentos, Consultoria e Assessoria Empresarial
leovando@meunegociomelhor.com.br
www.MeuNegocioMelho...
Meu Negócio Melhor
Treinamentos, Consultoria e Assessoria Empresarial
leovando@meunegociomelhor.com.br
www.MeuNegocioMelho...
Meu Negócio Melhor
Treinamentos, Consultoria e Assessoria Empresarial
leovando@meunegociomelhor.com.br
www.MeuNegocioMelho...
Meu Negócio Melhor
Treinamentos, Consultoria e Assessoria Empresarial
leovando@meunegociomelhor.com.br
www.MeuNegocioMelho...
Meu Negócio Melhor
Treinamentos, Consultoria e Assessoria Empresarial
leovando@meunegociomelhor.com.br
www.MeuNegocioMelho...
Meu Negócio Melhor
Treinamentos, Consultoria e Assessoria Empresarial
leovando@meunegociomelhor.com.br
www.MeuNegocioMelho...
Meu Negócio Melhor
Treinamentos, Consultoria e Assessoria Empresarial
leovando@meunegociomelhor.com.br
www.MeuNegocioMelho...
Meu Negócio Melhor
Treinamentos, Consultoria e Assessoria Empresarial
leovando@meunegociomelhor.com.br
www.MeuNegocioMelho...
Meu Negócio Melhor
Treinamentos, Consultoria e Assessoria Empresarial
leovando@meunegociomelhor.com.br
www.MeuNegocioMelho...
Meu Negócio Melhor
Treinamentos, Consultoria e Assessoria Empresarial
leovando@meunegociomelhor.com.br
www.MeuNegocioMelho...
Meu Negócio Melhor
Treinamentos, Consultoria e Assessoria Empresarial
leovando@meunegociomelhor.com.br
www.MeuNegocioMelho...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Classificação dos extintores de incêndio

369 visualizações

Publicada em

Conheça como se classificam os extintores de incêndio

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Classificação dos extintores de incêndio

  1. 1. Meu Negócio Melhor Treinamentos, Consultoria e Assessoria Empresarial leovando@meunegociomelhor.com.br www.MeuNegocioMelhor.com.br www.MeuNegocioMelhor.com.br #Classificação dos Extintores de Incêndio Nesse artigo sobre a classificação dos extintores de incêndio você vai conhecer: 1. As definições e características do fogo;  Condições para combustão;  Métodos de Extinção do Fogo;  Retirada do Material;  Abafamento;  Resfriamento;  Por meio de agentes extintores (produtos químicos secos). 2. Classes de fogo  Classe A;  Classe B;  Classe C;  Classe D;
  2. 2. Meu Negócio Melhor Treinamentos, Consultoria e Assessoria Empresarial leovando@meunegociomelhor.com.br www.MeuNegocioMelhor.com.br www.MeuNegocioMelhor.com.br  Classe K. 3. Tipo de pó agente extintor – produtos inibidores – para cada tipo de classe de fogo 4. Agente extintor x Classes de fogo 5. Composição química dos produtos inibidores (agentes extintores)  Fosfato de monoamônio [NH4H2PO4];  Bicarbonato de sódio [NaHCO3];  Bicarbonato de potássio [KHCO3];  Bicarbonato de potássio e Complexo de uréia [KC2N2H3O3];  Cloreto de potássio [KCL], ou pó químico seco Super-K;  Espuma;  MET-L-KYL. 6. Capacidade extintora  Classe A;  Classe B;  Classe C.
  3. 3. Meu Negócio Melhor Treinamentos, Consultoria e Assessoria Empresarial leovando@meunegociomelhor.com.br www.MeuNegocioMelhor.com.br www.MeuNegocioMelhor.com.br #01. As definições e Características do Fogo #01.01. CONDIÇÕES PARA COMBUSTÃO Três fatores são essenciais para a obtenção de fogo. Primeiro, naturalmente, deve haver algo para queimar, um “combustível” de qualquer espécie; depois esse combustível precisa ser aquecido suficientemente para queimar (Calor); e finalmente deve haver um contínuo suprimento de oxigênio (O2), denominado “comburente” para alimentar a combustão. Veja a figura:
  4. 4. Meu Negócio Melhor Treinamentos, Consultoria e Assessoria Empresarial leovando@meunegociomelhor.com.br www.MeuNegocioMelhor.com.br www.MeuNegocioMelhor.com.br #01.02. MÉTODOS DE EXTINÇÃO DO FOGO Os métodos de extinção de incêndios mais comuns baseiam-se na eliminação de um ou mais dos três fatores essenciais à combustão. Em todo incêndio ocorre uma reação de combustão, envolvendo três elementos: o combustível, o comburente e o calor. Os métodos de extinção do fogo mais comuns consistem em “atacar” cada um desses elementos. Mas também existe o método de utilização de agentes extintores que reagem com o fogo interrompendo a reação química em cadeia. #01.03, RETIRADA DO MATERIAL Trata-se de retirar do local o material (combustível) que está pegando fogo e também outros materiais que estejam próximos às chamas. #01.04. ABAFAMENTO Trata-se de eliminar o oxigênio (comburente) da reação, por meio do abafamento do fogo. #01.05. RESFRIAMENTO Trata-se de diminuir a temperatura (calor) do material em chamas. #01.06. POR MEIO DE AGENTES EXTINTORES (PRODUTOS QUÍMICOS SECOS). Trata-se de utilizar um agente extintor para interromper a reação química em cadeia. Há uma série de teorias propostas ao longo dos anos sobre a forma como produtos químicos secos extinguem o fogo. A teoria aceita atualmente, e que explica a eficácia do pó químico seco, indica que a interrupção da reação química em cadeia é o principal método de extinção. Quando um combustível queima (oxida), componentes essenciais para a reação química contínua (chamados radicais livres) são liberados. Os radicais livres são atraídos por – e combinam com – finas partículas de pó-químico. Este processo interrompe a reação química e extingue o fogo. Quanto menor a partícula de pó químico seco mais eficaz é o agente. Isto porque a superfície total capaz de reagir com os radicais livres é aumentada. Adicionalmente, elementos reativos contidos em alguns pós químicos secos também aumentam a capacidade do agente de varrer os radicais livres (consequentemente, os agentes mais eficazes combinam elementos “reativos” e são moídos do modo mais fino possível).
  5. 5. Meu Negócio Melhor Treinamentos, Consultoria e Assessoria Empresarial leovando@meunegociomelhor.com.br www.MeuNegocioMelhor.com.br www.MeuNegocioMelhor.com.br #02. Classes de Fogo A Classe de Fogo é a classificação do tipo de fogo, de acordo com o tipo de material combustível onde ocorre. As classes de fogo são as seguintes: #02.01. CLASSE A Denomina-se fogo Classe A quando ele ocorre em materiais de fácil combustão como: madeiras, tecidos, papéis, borrachas, plásticos termoestáveis e outras fibras orgânicas, que queimam em superfície e profundidade, deixando resíduos. #02.02. CLASSE B Denomina-se Fogo Classe B quando o fogo ocorre em líquidos e/ou gases inflamáveis ou combustíveis, e também plásticos e graxas que se liquefazem por ação do calor e queimam somente em superfície não deixando resíduos.
  6. 6. Meu Negócio Melhor Treinamentos, Consultoria e Assessoria Empresarial leovando@meunegociomelhor.com.br www.MeuNegocioMelhor.com.br www.MeuNegocioMelhor.com.br #02.03. CLASSE C Denomina-se Fogo Classe C quando o fogo ocorre em equipamentos elétricos energizados como motores, transformadores, quadros de distribuição, fios, etc. #02.04. CLASSE D Denomina-se Fogo Classe D quando o fogo ocorre em metais pirofóricos, como magnésio, selênio, antimônio, lítio, potássio, alumínio fragmentado, zinco, titânio, sódio, urânio e zircônio. #02.05. CLASSE K Denomina-se Fogo Classe K quando fogo ocorre em óleo vegetais e gordura em cozinhas. No Brasil não existem normalizações para a Classe D e Classe K, só são regulamentadas as classes A, B e C, que são também as classes mais importantes existentes. Extintores que apagam a Classe D e K são extintores especiais, feitos para determinadas indústrias que se utilizam de materiais pirofóricos e óleos e
  7. 7. Meu Negócio Melhor Treinamentos, Consultoria e Assessoria Empresarial leovando@meunegociomelhor.com.br www.MeuNegocioMelhor.com.br www.MeuNegocioMelhor.com.br gorduras vegetais, por ser poucas essas indústrias e a escala comercial ser mínima, esses extintores são raros de ser encontrados entre os fabricantes no Brasil.
  8. 8. Meu Negócio Melhor Treinamentos, Consultoria e Assessoria Empresarial leovando@meunegociomelhor.com.br www.MeuNegocioMelhor.com.br www.MeuNegocioMelhor.com.br #03. Tipo de pó agente extintor – produtos inibidores – para cada tipo de classe de fogo #03.01. AGENTE EXTINTOR X CLASSES DE FOGO Os agentes extintores mais comuns e mais utilizados em particular no Brasil são a água, o pó BC (bicarbonato de sódio), o pó ABC (Fosfato de monoamônio), o dióxido de carbono (CO2) e a Espuma Mecânica. Segue a tabela de Agentes extintores x Classe de fogo recomendada:
  9. 9. Meu Negócio Melhor Treinamentos, Consultoria e Assessoria Empresarial leovando@meunegociomelhor.com.br www.MeuNegocioMelhor.com.br www.MeuNegocioMelhor.com.br
  10. 10. Meu Negócio Melhor Treinamentos, Consultoria e Assessoria Empresarial leovando@meunegociomelhor.com.br www.MeuNegocioMelhor.com.br www.MeuNegocioMelhor.com.br #04. Composição química dos produtos inibidores (agentes extintores) Abaixo alguns dos produtos inibidores utilizados como agentes extintores, produtos inibidores são à base dos agentes extintores, logicamente há na composição dos agentes extintores outros produtos para inibir a umidade, melhorar a fluidez, por exemplo, a fim de maximizar a eficiência e a reação do agente extintor quando do combate dos princípios de incêndio. #04.01. FOSFATO DE MONOAMÔNIO [NH4H2PO4] também conhecida como pó químico “tri-classe”, “polivalente” e “ABC”, usado na Classe A, B e C de incêndios. Ele recebe a sua classificação do agente Classe A da sua capacidade para derreter e fluir a 177 ° C para abafar o fogo. É mais corrosivo do que outros pós químicos secos. Sua cor é amarela claro. #04.02. BICARBONATO DE SÓDIO [NAHCO3] “regular” ou “comum” usado em incêndios da Classe B e C, foi o primeiro pó químico desenvolvido. Ele interrompe reação química do fogo, e era muito comum nas cozinhas comerciais antes do aparecimento dos agentes químicos úmidos, mas é menos eficaz do que Púrpura – K para incêndios da Classe B, e é ineficaz na Classe A de incêndios. Cor branca.
  11. 11. Meu Negócio Melhor Treinamentos, Consultoria e Assessoria Empresarial leovando@meunegociomelhor.com.br www.MeuNegocioMelhor.com.br www.MeuNegocioMelhor.com.br #04.03. BICARBONATO DE POTÁSSIO [KHCO3] também conhecido por Púrpura-K, utilizado em incêndios Classe B e C. Cerca de duas vezes mais eficaz em incêndios da classe B do que o bicarbonato de sódio é o pó químico seco preferido da indústria petrolífera e do gás. É o único pó químico seco certificado pela NFPA para o salvamento e combate ao fogo em aeronaves. Cor violeta. #04.04. BICARBONATO DE POTÁSSIO E COMPLEXO DE URÉIA [KC2N2H3O3] também conhecido por Monnex, utilizado em incêndios Classe B e C. Mais eficaz do que todos os outros pós devido à sua capacidade de decrepitar (onde o pó quebra em partículas menores) na zona de chama, criando uma maior superfície de inibição de radicais livres. #04.05. CLORETO DE POTÁSSIO [KCL], OU PÓ QUÍMICO SECO SUPER-K foi desenvolvido em um esforço para criar um pó químico seco de alta eficiência e compatível com espuma de proteína. Desenvolvido nos anos 60, antes do Púrpura-K, nunca foi tão popular como outros agentes uma vez que sendo um sal, era bastante corrosivo. Para incêndios Classe B e C, cor branca. #04.06. ESPUMA COMPATÍVEL Que é pó químico que age em conjunto com espumas; pós químicos secos modernos são considerados compatíveis com as espumas sintéticas, tais como as do tipo AFFF. #04.07 MET-L-KYL É uma variação especial de bicarbonato de sódio para combater incêndios em líquidos pirofóricos (inflamam em contacto com o ar). Além de bicarbonato de sódio, ele também contém partículas de sílica gel. O bicarbonato de sódio interrompe a reação em cadeia do combustível e a sílica absorve qualquer combustível não queimado, evitando contato com o ar. É eficaz em outros combustíveis classe B também. Cores azul e vermelho.
  12. 12. Meu Negócio Melhor Treinamentos, Consultoria e Assessoria Empresarial leovando@meunegociomelhor.com.br www.MeuNegocioMelhor.com.br www.MeuNegocioMelhor.com.br #05. Capacidade extintora Capacidade extintora é a quantidade mínima de fogo que um extintor deve apagar. Enquanto classe de fogo é definida pelo tipo de material a ser extinto, a capacidade extintora refere-se ao tamanho do fogo a ser extinto. A Medida do poder de extinção de fogo de um extintor é obtida em ensaio prático normalizado, ou seja, existem normas que padronizam conforme a quantidade de agente extintor dentro do recipiente, a quantidade de fogo que ele deve apagar. Lembrando que a capacidade extintora deve constar no rótulo de todos os extintores. Exemplo: Um extintor de 4Kg com pó BC a base de bicarbonato de sódio conforme NBR 15808:2010 deve extinguir no mínimo 20-B. #05.01. CLASSE A Os testes de Capacidade Extintora para a classe A são realizados em engradados de madeira, sob condições laboratoriais, de acordo com a Norma Brasileira — NBR 15808 e 15809.
  13. 13. Meu Negócio Melhor Treinamentos, Consultoria e Assessoria Empresarial leovando@meunegociomelhor.com.br www.MeuNegocioMelhor.com.br www.MeuNegocioMelhor.com.br #05.02. CLASSE B De acordo com a Norma Brasileira — NBR 15808 e 15809, os testes de Capacidade Extintora para a classe B são realizados em cubas quadradas, sob condições laboratoriais, contendo n-heptano.
  14. 14. Meu Negócio Melhor Treinamentos, Consultoria e Assessoria Empresarial leovando@meunegociomelhor.com.br www.MeuNegocioMelhor.com.br www.MeuNegocioMelhor.com.br Exemplo: Um extintor PQS 0,900Kg ABC têm a capacidade 1-A:5-B:C, ou seja ele pode apagar tanto 50 elementos de madeira ou 58 litros de combustíveis líquidos.
  15. 15. Meu Negócio Melhor Treinamentos, Consultoria e Assessoria Empresarial leovando@meunegociomelhor.com.br www.MeuNegocioMelhor.com.br www.MeuNegocioMelhor.com.br #05.03. CLASSE C O extintor não pode permitir a condutividade elétrica durante a descarga do agente extintor, conforme ensaio da figura ilustrativa. O extintor é energizado e caso transmita eletricidade quando disparado contra a chapa metálica, a chave entra em curto e é desligada automaticamente.
  16. 16. Meu Negócio Melhor Treinamentos, Consultoria e Assessoria Empresarial leovando@meunegociomelhor.com.br www.MeuNegocioMelhor.com.br www.MeuNegocioMelhor.com.br Você acabou de ver nesse artigo sobre a classificação dos extintores de incêndio: 1. As definições e características do fogo;  Condições para combustão;  Métodos de Extinção do Fogo;  Retirada do Material;  Abafamento;  Resfriamento;  Por meio de agentes extintores (produtos químicos secos). 2. Classes de fogo  Classe A;  Classe B;  Classe C;  Classe D;  Classe K. 3. Tipo de pó agente extintor – produtos inibidores – para cada tipo de classe de fogo 4. Agente extintor x Classes de fogo 5. Composição química dos produtos inibidores (agentes extintores)  Fosfato de monoamônio [NH4H2PO4];  Bicarbonato de sódio [NaHCO3];  Bicarbonato de potássio [KHCO3];  Bicarbonato de potássio e Complexo de uréia [KC2N2H3O3];  Cloreto de potássio [KCL], ou pó químico seco Super-K;  Espuma;  MET-L-KYL.
  17. 17. Meu Negócio Melhor Treinamentos, Consultoria e Assessoria Empresarial leovando@meunegociomelhor.com.br www.MeuNegocioMelhor.com.br www.MeuNegocioMelhor.com.br 6. Capacidade extintora  Classe A;  Classe B;  Classe C. Se você continua interessado no assunto extintores e quer saber mais a fundo sobre esse aparelho não deixe de ler nosso artigo: “Extintores de Incêndio”. CONHEÇA NOSSOS SERVIÇOS: >>CLIQUE AQUI<< Para saber mais sobre extintores você pode baixar o infográfico sobre extintores >>aqui<<

×