Os fundamentos do pensamento racional arremos

2.616 visualizações

Publicada em

Os fundamentos do pensamento racional - uma aventura do ocidente, grupo de estudos da UNIRIO- Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro - Arremos prof.Joao Marcus.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.616
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
277
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Os fundamentos do pensamento racional arremos

  1. 1. OS FUNDAMENTOS DO PENSAMENTO RACIONAL 1 Como e por quais motivos surge a aventura racional no “ocidente” 2 Outras condições históricas para o surgimento da Filosofia 3 Características dessa forma de pensamento 4 Mundo Medieval e sua racionalidade 5 Os Universais e os Particulares/Individuais 6 Cultura e Racionalidade Modernas
  2. 2. Os motivos da aventura racional GREGOS • Herança de povos orientais (orientalismo) ou • Invenção “ocidental” (ocidentalismo) ?
  3. 3. EPOPÉIAS • Novas condições de vida e transformações na mentalidade – preservar as tradições • Relatos ± fabulosos – incursões marítmas e contato com outras culturas • Tempo de deuses e heróis interferem na vida humana • Heróis e mortais
  4. 4. MITOS • Antropomorfismo (externo e interno) • Inteligibilidade de concepções arcaicas e fenômenos naturais – Arché • Sociedade patriarcal e monárquica • Valores hierarquizados • Deuses: sociedade imortal de nobres celestes
  5. 5. PROMETEU SÍSIFO AFRODITE Zeus
  6. 6. ARETÉ • Virtude • Ideal cavalheiresco • Conduta cortesã e heroísmo guerreiro • ARISTOI – atributos do nobres • Herança dos antepassados • ARISTOI – possuidores do ARETÉ • Minoria que se sobressai à multidão
  7. 7. PLATÃO E ARISTÓTELES • Pensamento vinculado à idéia (ética) aristocrática • Aristocracia de sangue aristocracia de espírito Investigação científica e filosófica Aristóteles Platão
  8. 8. HOMERO • Humanização dos deuses • Racionalização e laicização • Conduzirá à visão filosófica e científica • Universo governado pela RAZÃO
  9. 9. Outras condições históricas para o surgimento da Filosofia • Viagens marítimas • Invenção da moeda • Vida urbana • Calendário • Escrita alfabética • Invenção da Política
  10. 10. Política • Aspecto legislado e regulado da polis • O espaço público • Discurso • Pensamento e discurso
  11. 11. Característica do pensamento filosófico • Racionalidade • Respostas conclusivas • Regras de funcionamento do pensamento • Recusa pré-estabelecidos • Generalizações
  12. 12. Racionalidade no Mundo Medieval • Filosofia Cristã = Teologia Prova da existência de Deus Prova da existência da Alma • Diferenças e separações Deus x Homem/mundo Razão x Fé Corpo x Alma
  13. 13. Hierarquia dos seres • Superiores dominam e governam • Poderes e realidades temporais subordinadas às espirituais • PRINCÍPIO DE AUTORIDADE • Bíblia • Aristóteles/Platão • Padres da Igreja
  14. 14. Expoentes da racionalidade medieval Agostinho de Hipona Tomás de Aquino
  15. 15. Realismo – os Universais existem e sua existência vem antes das coisas (ante rem) Nominalismo – Os universais não são reais e existem depois das coisas (post rem) Realismo moderado – Existem como categorias vinculadas às coisas (universalia in re) Os universais e os particulares
  16. 16. Cultura e racionalidade moderna • Nietzsche – crítica à racionalidade da filosofia. Ódio ao devir, ao movimento “mumificação” dos conceitos (conceitos-múmias) Hierarquização dos conceitos Dizer sim a todo o problemático
  17. 17. Racionalidade e “enquadramento” das culturas • A questão da diferença Civilizados x primitivos Nós x outros Culto x inculto
  18. 18. Origem, evolução, cultura • Evolucionistas os primitivos estariam no início de um processo de evolução Humanidade diferenciada culturalmente por uma hierarquia evolutiva Marco = sociedade européia do séc. XIX
  19. 19. Cultura ou culturas ? Cultura (singular) culturas (plural) Universalismo relativismo Homem = universal singularidades Cultura = roupagem
  20. 20. Objetivos desse entendimentos de cultura • Singular: Generalizações Princípios e leis universais Subordinação do indivíduo ao tema da cultura Subordinação à história = regularidade dos princípios Cultura: objeto possível de conhecimento = ao produzido nas ciências naturais
  21. 21. • Plural: Ceticismo quanto a generalizações Situações singulares Individuo culturalizado Ênfase na história Conhecimento como produzido nas humanidades Primado da narrativa etnografia Objetivos desse entendimentos de cultura
  22. 22. Problemáticas sobre a cultura 1º) certeza, rigor, determinação, regularidades, generalidades 2ª) contingência, criatividade, singularidade, indeterminação Caráter ficcional da cultura Cultura como “construção” As práticas ganham “inteligibilidade”

×