Res capital de giro

2.523 visualizações

Publicada em

Apuração resultado capital de giro nas empresas.

Publicada em: Economia e finanças
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.523
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
23
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Res capital de giro

  1. 1. CAPITAL DE GIRO É O OXIGÊNIO NECESSÁRIO PARA A SOBREVIVÊNCIA DA EMPRESA <ul><li>Os mistérios do Capital de Giro </li></ul><ul><li>Bens, Direitos e Obrigações de Curto Prazo (Vencimento até 360 dias) </li></ul><ul><li>Ciclo Operacional, Financeiro e de Produção </li></ul><ul><li>Contas Financeiras e Operacionais </li></ul><ul><li>Efeito Tesoura </li></ul>
  2. 2. Gestão do Capital de Giro ciclo operacional ciclo econômico ciclo financeiro recepção materiais pagamento fornecedor venda produto recebimento venda
  3. 3. DIVISÃO DO CAPITAL DE GIRO <ul><li> NCG </li></ul><ul><li>NECESSIDADE de Recursos que a empresa precisa para financiar seus Clientes e seu nível de Estocagem </li></ul><ul><li> TESOURARIA </li></ul><ul><li>São as DISPONIBILIDADES (-) os </li></ul><ul><li>FINANCIAMENTOS de </li></ul><ul><li>CURTO PRAZO como </li></ul><ul><li>Empréstimos e Descontos de Duplicatas </li></ul>
  4. 4. ANÁLISE FINANCEIRA DO CAPITAL DE GIRO OS CICLOS NO BALANÇO PATRIMONIAL <ul><li>ATIVO </li></ul><ul><li>CIRCULANTE </li></ul><ul><li>CONTAS ERRÁTICAS/FINANCEIRAS </li></ul><ul><li>CAIXA E BANCOS </li></ul><ul><li>APLICAÇÕES FINANCEIRAS </li></ul><ul><li>ADIANTº a CONTROLADAS e </li></ul><ul><li>COLIGADAS </li></ul><ul><li>INVESTIMENTOS TEMPORÁRIOS </li></ul><ul><li>CONTAS CÍCLICAS/OPERACIONAIS </li></ul><ul><li>CONTAS A RECEBER DE CLIENTES </li></ul><ul><li>ESTOQUES </li></ul><ul><li>DESPESAS ANTECIPADAS </li></ul><ul><li>ADIANTAMENTOS A EMPREGADOS </li></ul><ul><li>OUTROS ATIVOS CIRCULANTE </li></ul><ul><li>PERMANENTE </li></ul><ul><li>REALIZÁVEL A LONGO PRAZO </li></ul><ul><li>INVESTIMENTOS </li></ul><ul><li>IMOBILIZADO/INTANGÍVEL </li></ul><ul><li>DIFERIDO </li></ul><ul><li>PASSIVO </li></ul><ul><li>CIRCULANTE </li></ul><ul><li>CONTAS ERRÁTICAS/FINANCEIRAS </li></ul><ul><li>DUPLICATAS DESCONTADAS </li></ul><ul><li>EMPRÉSTIMOS E FINANCIAMENTOS </li></ul><ul><li>DEBÊNTURES </li></ul><ul><li>IMPOSTO DE RENDA E CSSL </li></ul><ul><li>DIVIDENDOS A PAGAR </li></ul><ul><li>CONTAS CÍCLICAS/OPERACIONAIS </li></ul><ul><li>FORNECEDORES </li></ul><ul><li>CONTAS A PAGAR </li></ul><ul><li>SALÁRIOS E ENCARGOS </li></ul><ul><li>OBRIGAÇÕES FISCAIS e </li></ul><ul><li>TRIBUTÁRIAS </li></ul><ul><li>OUTROS PASSIVOS CIRCULANTES </li></ul><ul><li>PERMANENTE </li></ul><ul><li>EXIGÍVEL A LONGO PRAZO </li></ul><ul><li>PATRIMÔNIO LIQUIDO </li></ul>
  5. 5. CONCEITOS RELEVANTES DO CAPITAL DE GIRO <ul><li>AE – PE = ST </li></ul><ul><li>Ativo Errático – Passivo Errático = ST </li></ul><ul><li>(Saldo de Tesouraria)‏ </li></ul><ul><li>A Cíclico – P Cíclico = NCG </li></ul><ul><li>(Necessidade de Capital de Giro)‏ </li></ul><ul><li>AC - PC = CDG </li></ul><ul><li>Ativo Circulante – Passivo Circulante = CDG </li></ul><ul><li>(Capital de Giro)‏ </li></ul>
  6. 6. DIVISÃO DO CDG (CAPITAL DE GIRO)‏ <ul><ul><ul><ul><ul><li> LOGO </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><li>AE – PE = ST CG </li></ul><ul><li>+ + + - </li></ul><ul><li>ACíclico – PCíclico = NCG NCDG </li></ul><ul><li>= = = = </li></ul><ul><li>AC - PC = CDG ST </li></ul>

×