Hiperadreno e homeopatia

2.060 visualizações

Publicada em

Endocrinologia de animais de companhia

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.060
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
381
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
15
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Hiperadreno e homeopatia

  1. 1. HOMEOPATIA E ACUPUNTURA NO HIPERADRENOCORTICISMO EM CÃES Maria Leonora Veras de Mello CRMV RJ 2165 UNIFESO
  2. 2. Tanto a Homeopatia quanto a Acupuntura são métodos terapêuticos complementares, eficazes, e agem de acordo com a utilização da Energia Vital do próprio paciente, buscando a cura através do reequilíbrio da mesma.
  3. 3. Para a Homeopatia, os conceitos de Cura e Saúde, estão ligados intrínsecamente à uma sensação subjetiva de bem estar geral e prolongado, através da energia ou força vital contida no medicamento, a qual induz por sua vez a resposta do organismo em direção à homeostasia.
  4. 4. Para a Acupuntura, o caminho da cura se dá com a acalmia dos sintomas pela estimulação ou sedação de pontos ao longo de meridianos onde percorre a energia vital do paciente, meridianos estes que são canais energéticos externos, que expressam o estado geral dos orgãos internos. Tratar convenientemente os meridianos externos equivale a tratar os órgãos.
  5. 5. Ambas as terapias são expressivamente benéficas no tratamento das afecções crônicas, e associá-las, embora elas ajam por caminhos energéticos diversos, fornecem grande conforto e melhoria do estado geral do paciente, seja ele cão, gato ou qualquer outro animal.
  6. 6. Este trabalho visa fazer um estudo de caso sobre um canino, fêmea da raça Yorkshire, com doze anos, atópica, portadora de Hiperadrenocorticismo, tratada com Homeopatia e Acupuntura.
  7. 7. Este estudo teve por objetivo o tratamento de um caso clássico de hiperadrenocorticismo em um cão, dentro do campo da terapia vitalista. Para o controle da doença foi utilizada em associação a homeopatia e a acupuntura, uma vez que a terapia convencional (inicialmente com mitotano, depois com trilostano), além de não ter tido efeito, causou sintomas incômodos e efeitos colaterais no paciente.
  8. 8. O canino Samantha, fêmea, castrada, da raça Yorkshire, foi consultada a partir de 19/06/2008, com uma diagnóstico comprovado de hiperadrenocorticismo iniciado cerca de 6 meses antes. Na época o animal tinha 9 anos e apresentava os sintomas clássicos da doença:polidipsia, poliúria, polifagia, alopecia, abdomen pendular e flácido, hepatomegalia, insuficiência cardíaca congestiva, história pregressa de pancreatite por causa indeterminada.
  9. 9. . Sintomaticamente não responsiva ao tratamento convencional como mitotano e posteriormente trilostano, apresentou porém os efeitos colaterais aos mesmos como vômitos, inquietude, hiporexia e diarréia. A responsável pelo animal preferiu uma alternativa terapêutica, buscando o tratamento pela Homeopatia e Acupuntura. O tratamento baseou-se na coleta dos sintomas, a partir daí selecionando-se medicamentos e dinamizações homeopáticos e os pontos de acupuntura.
  10. 10. A medicação homeopática foi prescrita na dinamização centesimal hahnemaniana, administrada duas vezes ao dia na forma de tabletes de manitol e o agulhamento acupuntural semanal foi feito com agulhas de aço 0.20 x 15 mm da marca “Dong Bang”, da Coreia. Inicialmente as dosagens laboratoriais foram de cortisol pós ACTH, e posteriormente optou-se por não utilizar o ACTH injetável e dosou-se apenas o cortisol basal. Foram feitos tambem periodicamente dosagens de glicose, ALT, hemograma completo e avaliação cardiológica.
  11. 11. Houve melhora parcial dos sintomas dermatológicos, a regressão dos sintomas cardiorrespiratórios, a normalização da digestão e da função hepática, atividade física e estado de espírito e uma condição geral satisfatória, com o tempo, excedendo inclusive, o limite sugerido pelos autores para os animais submetidos a terapia convencional.
  12. 12. Medicamentos da Homeopatia: Composto 1: Crataegus 3ch/Carduus marianus 6ch/ Pancreas 6ch/Fígado 6ch/ Cholesterinum 12ch/ Berberis vulgaris 5ch/ Kali bichromicum 6ch/ Mezereum 6ch/ Echinacea 5ch/ Dolichos 3ch/ Bovista 4ch/ Ceanothus 4ch/Croton tiglium 4ch Composto 2: ACTH 30CH/Cortisol 30CH
  13. 13. Pontos de Acupuntura utilizados: R3; R6; B23; B60; VG 4; VG 13; VG 14; VG16; VG 20; F 3; B26; P9; BP6;VB34
  14. 14. O ponto crucial a observar foi que embora os valores de cortisol tenham diminuído com o uso dos medicamentos tradicionais, inicialmente mitotano, substituído pelo trilostano, não houve neste período quaisquer modificação da sintomatologia, e o animal apresentava-se pior, sofrendo os efeitos colaterais da medicação.
  15. 15. 0 50 100 150 200 250 300 350 400 cortisol p 19/06/2008 14/07/2008 12/12/2008 13/02/2009 Valores do cortisol pós ACTH em ng/ml (normal:60-170ng/ml). Em 13/02/2009 estava fazendo uso somente de Homeopatia e Acupuntura
  16. 16. 7 7,05 7,1 7,15 7,2 7,25 7,3 cortisol basal 17/09/2009 13/09/2010 27/01/2011 Valores do cortisol basal em mcg/dl (valor normal: 1 a 4) apenas com Acupuntura e Homeopatia. Notar que esta é a evolução em 1 ano e 4 meses
  17. 17. Com a utilização de Homeopatia e Acupuntura, embora sorologicamente o cortisol não tenha voltado ao normal e mesmo oscilado, o estado geral do animal melhorou muito, mantendo-se ativa, interativa, com bom apetite, glicemia normal(em torno de 80 mg/dl) e a ALT regularizada (inicialmente acima de 183 U/L e atualmente 18 U/L).
  18. 18. Antes apresentava frequentes quadros de congestão pulmonar e alteração respiratória. Atualmente, embora precise tomar benazepril, lembrando que agora está com 13 anos, mantém a função cardiorespiratória estável.
  19. 19. Padrão de deficiência Sinais clínicos Pontos de Acupuntura Resultados Deficiência de Yin Polifagia Alopecia Lingua seca e quente Pulso rápido e filiforme B23; R3;R6; BP6; B40 Melhoria de quase todos os sintomas. Mantém áreas alopécicas somente junto à coluna lombosacra Deficiência de Qi Abdomen pendular e flácido Hepatomegalia B23; R3; F3; E36; VG4;VG16; VB34 O abdomen mantem-se levemente aumentado, e a hepatomegalia persiste de forma moderada. Pequenos cistos na cortical dos rins ( através de US) Deficiência de Yang Insuficiência cardíaca congestiva B26; E36; VG4; VG14 Assintomática Quadro explicativo dos padrões de deficiência segundo a Medicina Tradicional Chinesa, os pontos terapeuticos acupunturais necessários e os resultados do tratamento
  20. 20. Orgãos e sistemas Medicamentos Homeopáticos Resultados Fìgado Carduus marianus Figado Cholesterinum Ceanothus Diminuição da infiltração gordurosa hepática, ausência de vômitos e diarréia, diminuição da ALT, soro deixou de ser lipêmico Pâncreas Pancreas Sem sintomas de pancreatite ou insuficiência pancreática. Euglicemia Sistema Cardiorespiratório Crataegus Kali bichromicum Assintomática Rins Berberis vulgaris Dosagens de uréia e creatinina sérica normal. Eventuais episódios de infecção urinária Sistema Imunológico Echinacea sp Maior resistência geral. Mais alerta, ativa e brincalhona Pele Croton tiglium Bovista Mezereum Dolichos Melhor, mas com episódios de erupções . tem ainda alergi alimentar, e provável atopia. Resta área de alopecia junto à coluna lombosacra Quadro explicativo dos medicamentos homeopáticos utilizados a nível organotrópico em relação os orgãos e resultados obtidos
  21. 21. CONCLUSÕES 1)É necessário construir outros paradigmas em relação Doença/Saúde, e aqui aborda-se o animal como um todo, obtendo-se bem estar físico e emocional.
  22. 22. CONCLUSÕES 2) As Terapias Vitalistas, como a Homeopatia e a Acupuntura atuam bem e eficazmente em doenças crônicas incuráveis como a maioria das endocrinopatias, permitindo um equilíbrio sistêmico do paciente, fornecendo-lhe sobrevida de qualidade e com bem-estar.
  23. 23. CONCLUSÕES 3) No caso estudado, considerando-se que os autores avaliam o tempo de sobrevida do cão com hiperadrenocorticismo utilizando tratamento convencional, entre 24 a 36 meses, a Terapia Vitalista está cumprindo esta meta exemplarmente.
  24. 24. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS POTTER, J. Veterinary Acupuncture: canine points. Available from: URL:http://homepage.eircom. net/~progers/potter/canine1.htm [2011 jun 12] VIJNOVSKI, B. Tratado de Matéria Médica Homeopática. vol.1.1ª ed. Ed. Buenos Aires. 1992 VIJNOVSKI, B. Tratado de Matéria Médica Homeopática. vol.2 1ª ed.Ed. Buenos Aires. 1992. VIJNOVSKI, B. Tratado de Matéria Médica Homeopática. vol.3. 1a ed. Ed. Buenos Aires. 1992 XIE, H.; PREAST, V.Xies’s Veterinary Acupuncture. Available em : URL: http://pt.scribd.com/doc/51182603/79/CUSHING%E2%80%99S-DISEASE [2011 jun 12] FELDMAN,E.C Hiperadrenocorticismo.In: ETTINGER, S & FELDMAN,E.C. Tratado de Medicina Interna Veterinária. 5ª ed. Guanabara Koogan,Rio de Janeiro,RJ,2004. Vol2.Cap 154.; p1539-1568 ; DIAS, F.A. Fundamentos da Homeopatia.Ed.Cultura Médica.
  25. 25. MUITO OBRIGADA!

×