REGRAS ABNT -NOVAS 2014

1.510 visualizações

Publicada em

NORMAS ABNT QUE SERVEM PARA TCC,ARTIGOS

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

REGRAS ABNT -NOVAS 2014

  1. 1. Regras ABNT 1. FORMATAÇÃO Fonte: Arial Tamanho da fonte: 12 Margens: - superior e esquerda: 3 cm - inferior e direita: 2 cm Parágrafo: 1,0cm a partir da margem esquerda de 3 cm. Espaçamento entre linhas: 1,5cm Espaçamento entre Parágrafos: 02 enter; dar 01 enter e escrever no 2º enter. 2. ESTRUTURA DA MONOGRAFIA (ELEMENTOS PRE-TEXTUAIS, TEXTUAIS E PÓS-TEXTUAIS, OPCIONAIS E OBRIGATÓRIOS) 2.1 Parte Externa: Capa (obrigatório)- Fonte: Arial / Tamanho da fonte: 12 Lombada (obrigatório) Modelo: site www. inta. edu. br 2.2 Parte Interna: 2.2.1 Elementos Pré-textuais: - Folha de rosto (obrigatório) - Ficha catalográfica (obrigatório) - Folha de aprovação (obrigatório) - Dedicatória (opcional) - Agradecimentos (opcional) - Epígrafe (opcional) - Resumo em língua Vernácula – espaçamento simples (150 a 500 palavras), com 3 palavras-chave (obrigatório) - Resumo em língua estrangeira (inglês) (opcional)
  2. 2. - Lista de ilustrações (opcional) - Lista de tabelas (opcional) - Lista de abreviaturas e siglas (opcional) - Lista de símbolos (opcional) - Sumário (obrigatório). 2.2.2 Elementos Textuais 1. INTRODUÇÃO (incluindo a justificativa; objetivos; principais autores e a síntese do desenvolvimento do trabalho) (obrigatório); (é enumerada) 2. DESENVOLVIMENTO (obrigatório); Desenvolvimento ou corpo do trabalho. Com seu orientador veja o formato mais adequado: 1. Traz o conteúdo mais importante e mais extenso do trabalho. Aqui é apresentada a pesquisa e os seus resultados, com citações de outros autores que escreveram sobre esse tema, este formato é mais usual nas Ciências Biológicas; como por exemplo: 2. NOME DOS CAPÍTULOS OU 2. REVISÃO DE LITERATURA 3. METODOLOGIA (obrigatório): 3.1 Tipo de Estudo (obrigatório); 3.2 Local ou Cenário da Pesquisa (obrigatório em pesquisa de campo); 3.3 Período do Estudo (obrigatório); 3.4 População e Amostra ou /Participantes da pesquisa (obrigatório em pesquisa de campo e ensaios clínicos); 3.4 Critérios de Inclusão e Exclusão (obrigatório em pesquisa de campo e ensaios clínicos); 3.5 Procedimentos e Instrumentos de Coleta de Dados (obrigatório em pesquisa de campo e ensaios clínicos); 3.6 Análise dos Dados (obrigatório) 3.7 Aspectos Éticos (obrigatório para pesquisa com seres humanos e animais);
  3. 3. 4. RESULTADOS/DISCUSSÃO (obrigatório) Obs.: Compete ao orientador ver a linguagem dos pesquisadores qualitativos e os trabalhos de revisão (tipo de revisão, seleção das fontes de dados, forma de análise dos resultados, critérios de inclusão e exclusão dos estudos) 5. CONCLUSÃO (obrigatório) 6.REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS (obrigatório). No corpo do trabalho é importante o uso de referências. A referência pode aparecer: a) No fim de texto ou de capítulo. Deve-se utilizar o sistema autor-data para as citações no texto e o numérico para notas explicativas. Não utilizaremos autores em rodapé; somente notas explicativas. 2.2.3 Elementos Pós-textuais - Referências (obrigatório) - Glossário (opcional); - Apêndices (opcional); - Anexos (opcional); - Índice (opcional). Observações: Revisão do Português: obrigatória à entrega de declaração confirmando a revisão ortográfica realizada por professor com formação de Licenciatura em Letras. Demais elementos: seguir o padrão ABNT (citações (N° 10520:2002), referências (N° 6023:2011), dentre outros elementos); citações se colocarmos seguir o padrão da ABNT, tanto orientador como orientador ficarão perdidos, pois existem várias opções, tais como: citações até três linhas vem no corpo do texto entre aspas, arial 12, pode a escrita ser em itálico ou não. Nós optamos que no decorrer do texto, tudo que estiver entre aspas será escrito em itálico. Citações com mais de 03 linhas: recuada a direita a 04 cm da margem esquerda; arial 10; espaço simples entre linhas. Pode não ter aspas e a escrita ser normal. Sugestão do Número mínimo de páginas: 30 páginas de elementos textuais; Sugestão do Número mínimo de referências: 15 referências bibliográficas.
  4. 4. ........................................................................................................................................ Procedimentos a serem tomados pós-defesa 1. Se houver necessidade, realizar correções de acordo com as sugestões da banca examinadora; 2. Solicitar “Requerimento de impressão” na coordenação. Preencher o requerimento (aval do orientador e da coordenação); 3. Levar para biblioteca: requerimento de impressão (deferido) + cópia da monografia – na forma de .pdf , em cd. (sugestão: leve também em pen-drive); 4. Na biblioteca, solicitar e preencher a “Solicitação de Catalogação na Publicação”. (3 dias úteis) 5. Com a ficha catalográfica, você deve levar a sua monografia para a gráfica e solicitar a impressão de duas cópias em capa dura. 6. Quando as cópias da monografia estiverem impressas, você deve levá-las à coordenação junto com um CD contendo uma versão em .pdf da monografia. 7. Na coordenação, você preencherá o “Termo de Entrega de Trabalho Final de Curso”, que entregará na Biblioteca; 8. Solicitar na Biblioteca “nada consta”. Com o comprovante de entrega da monografia (e os outros documentos necessários – vide lista entregue), você poderá ir ao DRCA solicitar o seu diploma. .
  5. 5. INTA – INSTITUTO SUPERIOR DE TEOLOGIA APLICADA GRADUAÇÃO EM NOME DO CURSO NOME DO ALUNO TÍTULO DA MONOGRAFIA: SUBTÍTULO SE HOUVER Título centralizado a 15 cm da borda superior. SOBRAL- CE 2013
  6. 6. NOME DO ALUNO TÍTULO DA MONOGRAFIA: SUBTÍTULO SE HOUVER Título: centralizado a 15 cm da borda superior Monografia apresentada ao Instituto Superior de Teologia Aplicada – INTA, como requisito parcial para obtenção do título de Graduação em Nome do Curso, sob orientação do (a) Prof.(a). Título. Nome do Orientador. SOBRAL-CE 2013
  7. 7. Monografia apresentada como requisito necessário para obtenção título de Bacharel em Nome do Curso. Qualquer citação atenderá as normas da ética científica. _________________________________________________ NOME DO ALUNO Monografia apresentada em ____/____/____ ___________________________________________________ Orientador (a) Prof.(a). Titulação. Nome do Orientador ___________________________________________________ 1ª Examinador (a) Prof.(a). Titulação. Nome do Examinador ____________________________________________________ 2ª Examinador (a) Prof.(a). Titulação. Nome do Examinador ___________________________________________________ Coordenador (a) Prof.(a). Titulação. Nome do Coordenador
  8. 8. Dedicatóriaxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
  9. 9. AGRADECIMENTOS Agradeçoxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx.
  10. 10. Epígrafe xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
  11. 11. RESUMO O transplante ortotópico de fígado é o único tratamento eficaz para as doenças hepáticas terminais. Até recentemente, o Estado do Ceará, com uma população estimada de 7 milhões de habitantes, não oferecia esta opção terapêutica. Há três anos foi iniciado um programa de transplante hepático experimental em suínos no Hospital Universitário da Universidade Federal do Ceará com a finalidade de reunir e treinar uma equipe multidisciplinar em torno de um projeto comum. Em 17 de maio de 2002, todo esse esforço foi coroado pela realização com sucesso do primeiro transplante de fígado do Ceará.Desde então, foram realizados 6 transplantes de fígado com preservação da veia cava, técnica conhecida pelo nome de piggyback. A idade média foi de 39,5 anos. Cinco pacientes eram do sexo masculino eum do sexo feminino. A etiologia da doença hepática foi cirrose pelo vírus C em 5 pacientes e doença de Wilson em uma paciente, que foi transplantada de urgência por falência hepática aguda. A média detransfusão foi de 2,6 concentrados de hemácias por paciente. O tempo de isquemia fria do enxerto foi em média de 7,5 horas e a permanência hospitalar média foi de 17 dias. Todos os pacientes foram extubados dentro das 6 primeiras horas pós-transplante. Cinco pacientes evoluíram com normalização das enzimas hepáticas e das bilirrubinas, bem como do tempo de protrombina representada pelo INR e receberam alta entre o 10o e o 16o dia de pós-operatório. Um paciente apresentou grande elevação de AST e ALT, caracterizando uma disfunção primária do enxerto, seguida por hemorragia digestiva alta e óbito no 8o dia. Concluiu-se que o sucesso técnico dos transplantes de fígado realizados foi de 100%, sendo que a sobrevida inicial maior que 30 dias foi de 83,3%. Assim, pode-se considerar consolidada a etapa de implantação do programa de transplante de fígado no Estado do Ceará. Palavras-chave: Farmacologia clinica. Transplante de fígado. Doenças do fígado.
  12. 12. ABSTRACT Transcrição e tradução literal do resumo na língua vernácula para o inglês. Caso haja essa opção, é na próxima página. Keywords: Tradução das palavras-chave.
  13. 13. SUMÁRIO (seguir os formatos de numeração) 1 INTRODUÇÃO...................................................................................................... 08 2 RESULTADOS.......................................................................................................10 2.1 Título xxxxxxx....................................................................................................11 2.1.1 Subtítulo yyyyyy.............................................................................................15 2.2 Título ssssss......................................................................................................20 3 DISCUSSÃO DE RESULTADOS ..........................................................................28 3.1. Subtítulo yyyyyy...............................................................................................35 3.2 Título ssssss......................................................................................................40 4 CONCLUSÃO ........................................................................................................48 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS.........................................................................52 APÊNDICES .............................................................................................................54 ANEXOS ...................................................................................................................56  

×