Técnicas para elaboração de relatórios

4.440 visualizações

Publicada em

Apresentação a alunos do primeiro ano das licenciaturas em Informática e em TIC, 2007.

Publicada em: Educação, Tecnologia, Negócios
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.440
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
22
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
70
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Técnicas para elaboração de relatórios

  1. 1. Técnicas para elaboração de relatórios<br />Leonel Morgado<br />15 de Outubro de 2007<br />
  2. 2. Estruturação do documento<br />Documentos com estilo<br />Sumário<br />
  3. 3. O problema<br />
  4. 4. A má abordagem<br />Licenciatura em Técnicas Especiosas<br />2924-2925<br />Projecto de apaniguamento de redactores técnicos<br />RELATÓRIO<br />Introdução<br />Prouve a Nosso Senhor que cheguei a salvamento à cidade de Lisboa, aos vinte e dois de Setembro do ano de 1558, governando então este reino a rainha Dona Catarina, nossa senhora que santa glória haja, a quem dei a carta que lhe trazia do governador da Índia, e lhe relatei por palavras tudo o que me pareceu que fazia a bem do meu negócio. Ela me remeteu ao oficial que então tinha a cargo tratar destes negócios, o qual com boas palavras e melhores esperanças, que eu então tinha por muito certas, pelo que ele me dizia, me teve os tristes papéis quatro anos e meio, no fim dos quais não tirei outro fruto senão os trabalhos e pesadumes que passei no requerimento, que não sei se diga que me foram mais pesados que quantos passei no decurso do tempo atrás. E vendo eu quão pouco me fundiam tanto os trabalhos e serviços passados, como o requerimento presente, determinei de me recolher com essa miséria que trouxera comigo, adquirida por meio de muitos trabalhos e infortúnios, e que era o resto do que tinha gasto em serviço deste reino, e deixar o feito à justiça divina, o que logo pus em obra, pesando-me ainda por que o não fizera mais cedo, porque se assim o fizesse, quiça me pouparia nisso um bom pedaço de fazenda. E nisto vieram a parar meus serviços de vinte e um anos, nos quais fui treze vezes cativo e desasseis vendido, por causa dos desventurados sucessos que atrás no decurso desta minha tão longa peregrinação, largamente deixo contados.<br />
  5. 5. A consequência<br />Introdução<br />Ferramentas utilizadas<br />Conclusões<br />Trabalho<br />realizado<br />Plano de<br />trabalho<br />Referências<br />
  6. 6. A abordagem correcta<br />Licenciatura em Técnicas Especiosas<br />2924-2925<br />Projecto de apaniguamento de redactores técnicos<br />Índice<br />
  7. 7. Documentos com estilo<br />Heading 1<br />Heading 2<br />Bodytext<br />Bodytext<br />Bodytext<br />Bodytext<br />Heading 2<br />Bodytext<br />Bodytext<br />Heading 1<br />Heading 2<br />Título 1<br />Título 2<br />Corpo de texto<br />Corpo de texto<br />Corpo de texto<br />Corpo de texto<br />Título 2<br />Corpo de texto <br />Corpo de texto <br />Título 1<br />Título 2<br />
  8. 8. Muito giro… mas o que realmente se vê por aí?<br />Linha vazia após o título<br />Formatação sem estilo<br />Listas sem estilo definido<br />Tabulação em vez de avanço de parágrafo<br />Título sem estilo definido<br />(só letra grande e negrito)<br />Texto formatado como corrido, num parágrafo diferente<br />
  9. 9. Consequências<br />Título no fundo da página, texto na página seguinte<br />Incoerência<br />Não controlamos o comportamento<br />Incoerência<br />Não vem no índice(e incoerência)<br />Pode vir no índice!E incoerência ou comportamentos erráticos<br />
  10. 10. As ferramentas dos estilos (1)<br />
  11. 11. As ferramentas dos estilos (2)<br />
  12. 12. Exemplo de “programação” de estilos (1)<br />
  13. 13. Exemplo de “programação” de estilos (2)<br />Estilo “Corpo de texto antes de lista”:<br /> - Baseado em “Corpo de texto”<br /> - Estilo para o parágrafo seguinte: “Lista – 1ª linha”<br /> - “Manter com o seguinte”<br /> - Distância “depois”: 12 ptos.<br />
  14. 14. Exemplo de “programação” de estilos (3)<br />Estilo “Lista – 1ª linha”:<br /> - Baseado em “Corpo de texto” (mas com marcas).<br /> - Estilo para o parágrafo seguinte: “Lista – linhas do meio”<br /> - “Manter com o seguinte”<br /> - Distância “depois”: 3 ptos.<br />
  15. 15. Exemplo de “programação” de estilos (4)<br />Estilo “Lista – linhas do meio”:<br /> - Baseado em “Lista – 1ª linha”.<br /> - Estilo para o parágrafo seguinte: “Lista – linhas do meio”<br /> - “Manter com o seguinte”<br /> - Distância “depois”: 3 ptos, distância “antes”: 3 ptos.<br />
  16. 16. Exemplo de “programação” de estilos (5)<br />Estilo “Lista – linha final”:<br /> - Baseado em “Lista – linhas do meio”.<br /> - Estilo para o parágrafo seguinte: “Corpo de texto”<br /> - Desactivado “Manter com o seguinte”<br /> - Distância “depois”: 12 ptos, distância “antes”: 3 ptos.<br />
  17. 17. Texto em estilo normal, com alguns itálicos e negritos. Desta maneira:¶<br />Utilização destes estilos<br />Selecciona-se o estilo “Corpo de texto antes de lista”<br />Ao fazer Enter, é tudo automático:<br /><ul><li> usam-se umas batatas como esta;¶
  18. 18. escreve-se depresssa;¶
  19. 19. arranja-se um belo molho de bróculos no texto.¶</li></ul>Texto normal.¶<br />Selecciona –se “Lista – linha final”<br />Ao fazer Enter, é tudo automático:<br />
  20. 20. Um texto sem referências é um texto sem credibilidade – ou um texto genial.<br />Exemplo:<br />Há boas maneiras de redigir um texto científico (Pereira, s.d.).<br />Dá a referência:<br />Pereira, Fernando (sem data). Boas regras para a escrita de um texto científico, documento on-line em http://www.deetc.isel.ipl.pt/redesdecomunic/jmag/docs/Regras_Escrita.pdf, consultado a 2007-10-15. <br />E as referências?<br />
  21. 21. leonelm@utad.pt<br />Gab. F1.17, Eng. I<br />Perguntas?<br />

×