O slideshow foi denunciado.
Seu SlideShare está sendo baixado. ×

Plataforma Android

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Carregando em…3
×

Confira estes a seguir

1 de 21 Anúncio
Anúncio

Mais Conteúdo rRelacionado

Diapositivos para si (20)

Semelhante a Plataforma Android (20)

Anúncio

Mais recentes (20)

Plataforma Android

  1. 1. Universidade Federal de Mato Grosso Campus Universitário do Araguaia Ciência da Computação Leonardo da Silva Sousa
  2. 2. Tópicos  Android: o que é?  Arquitetura do Android;  Camada 1: applications;  Camada 2: middleware;  Camada 3: Linux Kernel;  Dalvick Virtual Machine;  Transformando um código Java em um executável DVM;  Arquitetura de uma Aplicação;  Componentes uma Aplicação;  AndroidManifest
  3. 3. Android: o que é?  Plataforma para dispositivos móveis baseada em Linux com interface de programação em Java.  Desenvolvida pela Open Handset Alliance (OHA), liderada pela Google.
  4. 4. Android: o que é?  Inclui um sistema operacional, um middleware e uma chave para as aplicações.  Dalvick Virtual Machine (DVM).  Android SDK: um compilador, um depurador de código e um emulador de dispositivos.
  5. 5. Arquitetura do Android  A arquitetura por trás do sistema operacional Android é representada através de uma pilha.  Três camadas: na parte superior encontram- se as applications (app), na camada intermediária o middleware e na base encontra-se o Linux Kernel.
  6. 6. Arquitetura do Android
  7. 7. Camada 1: applications  A primeira camada é formada por uma lista de aplicações padrões que executam no sistema operacional.  Nesta camada também ficará as aplicações desenvolvidas por terceiros.
  8. 8. Camada 2: middleware  A segunda camada é formada pelo: framework da aplicação (aplication framework) o conjunto de bibliotecas (libraries);  ambiente de execução (runtime Android).
  9. 9. Application Framework  Conjunto de componentes pré-instalados nos dispositivos.  Permite que novas estruturas sejam utilizadas para futuras aplicações.  Prioriza a reutilização de código.
  10. 10. Application Framework
  11. 11. Libraries  Bibliotecas nativas do Android.  Essas bibliotecas são pré-instaladas pelo o fabricante.  São todas escritas em linguagem de programação C ou C++
  12. 12. Libraries
  13. 13. Android Runtime  É nesta subcamada que se encontra as principais bibliotecas Java e a máquina virtual Dalvick (DVM).  Diferentes tanto do JSE quanto do JME.  Várias sobreposições: facilidade aos programadores que conhecem Java.
  14. 14. Camada 3: Linux Kernel  Conjunto de drives que formam o Linux Kernel.  Atua como uma camada de abstração entre o hardware e o software.  Responsável por serviços como segurança, gerenciamento de memória e de processos, rede e controle de drives.
  15. 15. Dalvick Virtual Machine  Máquina virtual Java otimizada para dispositivos móveis.  Programador tem acesso total à linguagem de programação Java apesar de alguns pacotes e APIs do JSE não serem suportados.  O código Java é compilado com um compilador Java padrão e depois são interpretados pela Dalvick.
  16. 16. Transformando um código Java em um executável DVM
  17. 17. Arquitetura de uma Aplicação  A arquitetura de uma aplicação Android ao contrário de uma aplicação para desktop é baseado em componentes que se comunicam entre si, isso é feito usando Intents.  Intents é um objeto mensagem que serve para comunicação entre as aplicações ou para iniciar uma nova aplicação.
  18. 18. Componentes uma Aplicação  São cada bloco que uma aplicação é divida. Activities: representa uma única tela com o usuário. Ex: gerenciador de email. Services: é um componente que executa em background. Ex: player de música.
  19. 19. Componentes uma Aplicação Content Providers: gerencia o compartilha- mento de dados. Responsável por permitir que uma aplicação acesse os dados de um banco dados, de um sistema de arquivos, na web ou em qualquer outro sistema de armazenamento que a aplicação possa acessar.
  20. 20. Componentes uma Aplicação Broadcast Receivers: responsável por receber e reagir à broadcast.  Um exemplo de broadcast é quando o sistema anuncia que a bateria está acabando.
  21. 21. AndroidManifest  Antes da aplicação iniciar a execução é necessário que o sistema conheça todos os componentes que a aplicação necessitará para sua execução.  Essas informações são encontradas no arquivo “AndroiManifest.xml”

×