Citologia Aspirativa - PAAF<br />Diego  Chaves<br />KalineKalisto<br />Larissa Rodrigues<br />Leonardo Castro<br />
Punção Aspirativa por Agulha Fina<br />Histórico<br />Conceito<br />Vantagens e desvantagens<br />Descrição geral da técni...
Histórico<br />1847: Kun relatou a utilização de uma agulha para a coleta de material<br />1920: Publicação de vários arti...
Punção Aspirativa por Agulha Fina<br />	A punção aspirativa por agulha fina (PAAF), é um método auxiliar de diagnóstico qu...
Vantagens   X   Desvantagens<br />Dificuldade de classificação do tipo de neoplasias<br />Possibilidade de falsos-negativo...
PAAF – A Técnica<br />Obtenção do material:<br />Realizar a contenção física do paciente <br />Promover a antissepsia<br /...
PAAF – A Técnica<br />Obtenção do material:<br />Promover uma forte pressão negativa no interior da seringa e mantenha-a<b...
PAAF – A Técnica<br />Obtenção do material:<br />Soltar o êmbolo da seringa desfazendo a pressão negativa<br />Retirar a s...
PAAF – A Técnica<br />Confecção do esfregaço:<br />Desacoplar a agulha da seringa<br />Preencher a seringa de ar e acoplar...
PAAF – A Técnica<br />Confecção do esfregaço:<br />
PAAF – A Técnica<br />Confecção do esfregaço:<br />Não estender o material até o final da lâmina<br />
Aplicabilidade da PAAF<br />
Citopatologia das Efusões e Líquidos<br />Cavidade pleural<br />Cavidade abdominal<br />Cavidade pericárdica<br />
Citopatologia das Efusões e Líquidos<br />Obtenção do material:<br /> material: Centrifugação<br /> material: Deixar dec...
Citopatologia das Efusões e Líquidos<br />Obtenção do material:<br /> material: Centrifugação<br /> material: Deixar dec...
Citopatologia das Efusões e Líquidos<br />Obtenção do material:<br /> material: Centrifugação<br /> material: Deixar dec...
Citopatologia das Efusões e Líquidos<br />Obtenção do material:<br /> material: Centrifugação<br /> material: Deixar dec...
Citopatologia das Efusões e Líquidos<br />Obtenção do material:<br /> material: Centrifugação<br /> material: Deixar dec...
Citopatologia das Efusões e Líquidos<br />Obtenção do material:<br />Fixar em alcool-éter (1h)<br />Coloração:<br />Papani...
Citopatologia das Efusões e Líquidos<br />Punção Pericárdica:<br />Efusão pericárdica:<br />Traumatismo<br />Infecção<br /...
Citopatologia das Efusões e Líquidos<br />Punção Peritoneal:<br />Ascite<br />Cirrose  por alcoolismo e vírus hepatite B e...
Citopatologia das Efusões e Líquidos<br />Punção Pleural<br />Derrame Pleural:<br />Insuficiência cardíaca<br />Sindromene...
Punção Pleural<br />
Líquido cefaloraquidiano<br />Obtenção do material:<br />Centrifugação<br />Raspar o fundo do frasco com alça de platina<b...
Líquido cefaloraquidiano<br />Obtenção do material:<br />Colocar sobre a lâmina azul de toluidina 1%<br />Após exame do ma...
Líquido cefaloraquidiano<br />Indicações:<br />Medição da pressão<br />Distúrbios neurológicos<br />Leucemias e Linfomas<b...
Sangue <br />Obtenção do material:<br />
Sangue <br />Confecção do esfregaço:<br />
Medula Óssea<br />Onde pode ser feita?<br />Esterno<br />Tíbia<br />Crista ilíaca<br />
Medula Óssea<br />Obtenção da amostra:<br />Fazer anti-sepsia da pele<br />Aplicar anestésico local<br />Fazer punção com ...
Medula Óssea<br />Obtenção da amostra:<br />Por meio de sucção moderada obtém-se o material<br />Fazer esfregaço em lâmina...
Medula Óssea<br />Vídeo<br />
Métodos de Coloração<br />
Métodos de Coloração<br />Papanicolaou<br />Papanicolaou-Pharr<br />Giemsa<br />Leishman<br />Barret<br />Azul de toluidin...
Métodos de Coloração<br />Barret: células de medula óssea<br />Lavar em água destilada<br />Corar pela hematoxilina de Car...
Métodos de Coloração<br />Barret: células de medula óssea<br />Corar pela mistura de Barret forte (20 a 30 min)<br />Lavar...
Métodos de Coloração <br />Azul de toluidina-McCormack: LCR<br />Centrifugar 2000 rpm (10 min)<br />Colocar o sedimento na...
Métodos de Coloração<br />Maximow<br />
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

PunçãO

4.034 visualizações

Publicada em

Publicada em: Diversão e humor
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

PunçãO

  1. 1. Citologia Aspirativa - PAAF<br />Diego Chaves<br />KalineKalisto<br />Larissa Rodrigues<br />Leonardo Castro<br />
  2. 2. Punção Aspirativa por Agulha Fina<br />Histórico<br />Conceito<br />Vantagens e desvantagens<br />Descrição geral da técnica<br />Aplicabilidade do PAAF<br />Métodos de Coloração<br />
  3. 3. Histórico<br />1847: Kun relatou a utilização de uma agulha para a coleta de material<br />1920: Publicação de vários artigos provando a efetividade e aplicabilidade da técnica<br />1950: A PAAF foi detalhadamente descrita e popularizada na Escandinávia<br />
  4. 4. Punção Aspirativa por Agulha Fina<br /> A punção aspirativa por agulha fina (PAAF), é um método auxiliar de diagnóstico que consiste no estudo citopatológico das alterações morfológicas em células isoladas obtidas através da introdução de uma agulha, onde são realizados movimentos com o intuito de descamar e aspirar células do interior da lesão.<br />
  5. 5. Vantagens X Desvantagens<br />Dificuldade de classificação do tipo de neoplasias<br />Possibilidade de falsos-negativos<br />Método simples<br />Rápido <br />Seguro <br />Baixo custo<br />Alta sensibilidade<br />Alta especificidade<br />
  6. 6. PAAF – A Técnica<br />Obtenção do material:<br />Realizar a contenção física do paciente <br />Promover a antissepsia<br /> Acople a agulha à seringa<br />Fixe a lesão com os dedos indicador e médio<br />Mantenha o êmbolo da seringa na posição ZERO<br />Introduza a agulha na lesão<br />
  7. 7. PAAF – A Técnica<br />Obtenção do material:<br />Promover uma forte pressão negativa no interior da seringa e mantenha-a<br />Promover com a agulha movimentos de &quot;vai e vem&quot; na lesão e em diversos planos diferentes, mantendo a pressão negativa;<br />OBS: Se por acaso, a agulha sair da lesão, descarte esta agulha e recomece o procedimento escolhendo outro ponto para punção.<br />
  8. 8. PAAF – A Técnica<br />Obtenção do material:<br />Soltar o êmbolo da seringa desfazendo a pressão negativa<br />Retirar a seringa e agulha da lesão;<br />
  9. 9. PAAF – A Técnica<br />Confecção do esfregaço:<br />Desacoplar a agulha da seringa<br />Preencher a seringa de ar e acoplar novamente a agulha<br />Despejar material na lâmina<br />
  10. 10. PAAF – A Técnica<br />Confecção do esfregaço:<br />
  11. 11. PAAF – A Técnica<br />Confecção do esfregaço:<br />Não estender o material até o final da lâmina<br />
  12. 12. Aplicabilidade da PAAF<br />
  13. 13. Citopatologia das Efusões e Líquidos<br />Cavidade pleural<br />Cavidade abdominal<br />Cavidade pericárdica<br />
  14. 14. Citopatologia das Efusões e Líquidos<br />Obtenção do material:<br /> material: Centrifugação<br /> material: Deixar decantar e descartar sobrenadante<br />Usar anticoagulantes em líquidos ricos em fibrina (exceto em materiais suspeitos de neoplasia)<br />Fazer quatro esfregaços em lâmina albuminizada<br />Aderência do material<br />
  15. 15. Citopatologia das Efusões e Líquidos<br />Obtenção do material:<br /> material: Centrifugação<br /> material: Deixar decantar e descartar sobrenadante<br />Usar anticoagulantes em líquidos ricos em fibrina (exceto em materiais suspeitos de neoplasia)<br />Fazer quatro esfregaços em lâmina albuminizada<br />Aderência do material<br />
  16. 16. Citopatologia das Efusões e Líquidos<br />Obtenção do material:<br /> material: Centrifugação<br /> material: Deixar decantar e descartar sobrenadante<br />Usar anticoagulantes em líquidos ricos em fibrina (exceto em materiais suspeitos de neoplasia)<br />Fazer quatro esfregaços em lâmina albuminizada<br />Aderência do material<br />
  17. 17. Citopatologia das Efusões e Líquidos<br />Obtenção do material:<br /> material: Centrifugação<br /> material: Deixar decantar e descartar sobrenadante<br />Usar anticoagulantes em líquidos ricos em fibrina (exceto em materiais suspeitos de neoplasia)<br />Fazer quatro esfregaços em lâmina albuminizada<br />Aderência do material<br />
  18. 18. Citopatologia das Efusões e Líquidos<br />Obtenção do material:<br /> material: Centrifugação<br /> material: Deixar decantar e descartar sobrenadante<br />Usar anticoagulantes em líquidos ricos em fibrina (exceto em materiais suspeitos de neoplasia)<br />Fazer quatro esfregaços em lâmina albuminizada<br />Aderência do material<br />
  19. 19. Citopatologia das Efusões e Líquidos<br />Obtenção do material:<br />Fixar em alcool-éter (1h)<br />Coloração:<br />Papanicolaou<br />Papanicolaou-Pharr<br />Exame rápido: azul de toluidina 5%<br />
  20. 20. Citopatologia das Efusões e Líquidos<br />Punção Pericárdica:<br />Efusão pericárdica:<br />Traumatismo<br />Infecção<br />Doença neoplásica<br />
  21. 21. Citopatologia das Efusões e Líquidos<br />Punção Peritoneal:<br />Ascite<br />Cirrose por alcoolismo e vírus hepatite B e C<br />Insuficiência cardíaca<br />Metástase hepática<br />Tuberculose peritoneal<br />
  22. 22. Citopatologia das Efusões e Líquidos<br />Punção Pleural<br />Derrame Pleural:<br />Insuficiência cardíaca<br />Sindromenefrótica<br />Doenças inflamatórias da pleura<br />Infecções<br />Neoplasias <br />
  23. 23. Punção Pleural<br />
  24. 24. Líquido cefaloraquidiano<br />Obtenção do material:<br />Centrifugação<br />Raspar o fundo do frasco com alça de platina<br />Encostar a alça na lâmina<br />Marcar com lápis o local da mancha<br />Deixar secar ao ar<br />
  25. 25. Líquido cefaloraquidiano<br />Obtenção do material:<br />Colocar sobre a lâmina azul de toluidina 1%<br />Após exame do material colocar a lamínula em solução fixadora álcool-ácido acético 2%<br />Corar lâmina e lamínula pelo método Papanicolaou<br />
  26. 26. Líquido cefaloraquidiano<br />Indicações:<br />Medição da pressão<br />Distúrbios neurológicos<br />Leucemias e Linfomas<br />Imunodeficiências <br />Infecções<br />
  27. 27. Sangue <br />Obtenção do material:<br />
  28. 28. Sangue <br />Confecção do esfregaço:<br />
  29. 29. Medula Óssea<br />Onde pode ser feita?<br />Esterno<br />Tíbia<br />Crista ilíaca<br />
  30. 30. Medula Óssea<br />Obtenção da amostra:<br />Fazer anti-sepsia da pele<br />Aplicar anestésico local<br />Fazer punção com trefina de Turkel ou agulha com mandril<br />
  31. 31. Medula Óssea<br />Obtenção da amostra:<br />Por meio de sucção moderada obtém-se o material<br />Fazer esfregaço em lâmina de vidro<br />Coloração:<br />Maximow<br />Barret<br />
  32. 32. Medula Óssea<br />Vídeo<br />
  33. 33. Métodos de Coloração<br />
  34. 34. Métodos de Coloração<br />Papanicolaou<br />Papanicolaou-Pharr<br />Giemsa<br />Leishman<br />Barret<br />Azul de toluidina-McCormack<br />Maximow<br />
  35. 35. Métodos de Coloração<br />Barret: células de medula óssea<br />Lavar em água destilada<br />Corar pela hematoxilina de Carazzi (10 a 20 min)<br />Lavar em água corrente (2 a 3 min)<br />Lavar em álcool-ácido (5 a 10 seg)<br />Lavar em água corrente (5 a 10 min)<br />
  36. 36. Métodos de Coloração<br />Barret: células de medula óssea<br />Corar pela mistura de Barret forte (20 a 30 min)<br />Lavar em água destilada (2 min)<br />Corar pela mistura de Barret fraca (uma noite)<br />Desidratar<br />Montar <br />
  37. 37. Métodos de Coloração <br />Azul de toluidina-McCormack: LCR<br />Centrifugar 2000 rpm (10 min)<br />Colocar o sedimento na lâmina<br />Cobrir com gotas de azul de toluidina<br />Cobrir com laminula e examinar ao microscópio<br />
  38. 38. Métodos de Coloração<br />Maximow<br />

×