Apresentação política de dividendos

694 visualizações

Publicada em

Apresentação sobre Dividendos, no mestrado em Contabilidade da UFBA, proferida por mim.

Publicada em: Economia e finanças
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
694
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
19
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação política de dividendos

  1. 1. UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA MESTRADO EM CONTABILIDADE DISCIPLINA: FINANÇAS CORPORATIVAS PROF..: DR. ADRIANO LEAL BRUNI POLÍTICA DE DIVIDENDOS
  2. 2. UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA MESTRADO EM CONTABILIDADE DISCIPLINA: FINANÇAS CORPORATIVAS PROF..: DR. ADRIANO LEAL BRUNI ROTEIRO DA APRESENTAÇÃO: PARTE 01 O “problema” do fluxo de caixa livre. Dividendos x Recompras Implicações da distribuição de dividendos/recompra de ações Tributação dos dividendos Payout versus retenção de dinheiro; Sinalização com a política de payout; Dividendos na legislação brasileira; PARTE 02 Apresentação e discussão de artigos acadêmicos que versam sobre o tema.
  3. 3. UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA MESTRADO EM CONTABILIDADE DISCIPLINA: FINANÇAS CORPORATIVAS PROF..: DR. ADRIANO LEAL BRUNI POLÍTICA DE DIVIDENDOS Parte 01
  4. 4. UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA MESTRADO EM CONTABILIDADE DISCIPLINA: FINANÇAS CORPORATIVAS PROF..: DR. ADRIANO LEAL BRUNI DESTINAÇÃO DOS LUCROS: Quando os investimentos de uma empresa geram um fluxo de caixa livre, a empresa tem que decidir como utilizar este dinheiro. Investir em novos projetos e aumentar o valor da empresa. (NPV Positivo) Empresas jovens x empresas maduras: • empresas jovens tendem a investir seus fluxos de caixas livre em projetos de investimento/reestruturação do próprio negócio. • Empresas maduras, em geral, acham que geram mais fluxo de caixa livre do que necessitam e tendem a distribuir mais dividendos. Quando uma empresa tem excesso monetário, ela pode: 1. Reter estes fundos como parte de sua reserva de caixa. 2. Pagar aos acionistas: - Pagar dividendos - Recomprar ações
  5. 5. UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA MESTRADO EM CONTABILIDADE DISCIPLINA: FINANÇAS CORPORATIVAS PROF..: DR. ADRIANO LEAL BRUNI FLUXO DE CAIXA LIVRE Reter Investir em novos projetos Desembolsar Aumentar as reservas de caixa Pagar dividendos Recomprar ações A maneira que a empresa utiliza os fluxos de caixa livre é chamada de política de payout.
  6. 6. UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA MESTRADO EM CONTABILIDADE DISCIPLINA: FINANÇAS CORPORATIVAS PROF..: DR. ADRIANO LEAL BRUNI DIVIDENDOS É o conselho diretor de uma S.A. quem determina o valor do dividendo que será pago por ação e quando este valor será pago. Neste processo, é preciso atentar para 4 importantes datas: DATA DE DECLARAÇÃO: É a data em que o conselho autoriza o dividendo. DATA DE REGISTRO: Nesta data, todos acionistas registrados receberão dividendos. DATA EX-DIVIDENDOS: Como uma ação leva 3 dias úteis para ser registrada, essa data representa dois dias úteis antes da data de registro. Significa dizer que quem comprar ações a partir deste dia não terá direito a dividendos. DATA DE PAGAMENTO: A empresa envia as ordens de pagamento aos acionistas.
  7. 7. UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA MESTRADO EM CONTABILIDADE DISCIPLINA: FINANÇAS CORPORATIVAS PROF..: DR. ADRIANO LEAL BRUNI PARA LEMBRAR!!! No dia 01 de abril de 213, o conselho de administração da empresa X publicou a ata de reunião informando que pagaria, em 25 de dezembro de 2013, dividendos da ordem de R$ 10 milhões, àqueles que detivessem ações registradas em 12 de outubro de 2013. DATA DE DECLARAÇÃO ____________ 01/04/2013 DATA DE REGISTRO ____________ 12/10/2013 DATA EX-DIVIDENDO DATA DE PAGAMENTO ____________ 10/10/2013 25/12/2013 ____________
  8. 8. UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA MESTRADO EM CONTABILIDADE DISCIPLINA: FINANÇAS CORPORATIVAS PROF..: DR. ADRIANO LEAL BRUNI RECOMPRA DE AÇÕES É uma forma de pagamento aos investidores, alternativa à distribuição de dividendos. As ações recompradas, em geral, ficam em posse da tesouraria da empresa. Podem ser revendidas se a empresa precisar levantar dinheiro no futuro. Analisaremos 3 tipos possíveis de transação para recompra de ações: RECOMPRA NO MERCADO ABERTO OFERTA PÚBLICA DE COMPRA (tender offer) RECOMPRA DIRECIONADA
  9. 9. UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA MESTRADO EM CONTABILIDADE DISCIPLINA: FINANÇAS CORPORATIVAS PROF..: DR. ADRIANO LEAL BRUNI RECOMPRA NO MERCADO ABERTO É a forma mais utilizada pelas empresas. (representa aproximadamente 95% de todas as transações) A empresa divulga sua intenção de recompra de ações e começa a fazer ao longo do tempo; A EMPRESA NÃO É OBRIGADA A COMPRAR TODAS AS AÇÕES QUE DECLAROU INICIALMENTE. Não pode recomprar, de forma que pareça manipular o preço: REGRAS DA SEC (CVM AMERICANA) Não pode comprar mais que 25% do volume diário médio de negociações de suas ações em um só dia; Não deve fazer compras no momento de abertura do mercado nem dentro dos 30 minutos anteriores ao encerramento das negociações.
  10. 10. UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA MESTRADO EM CONTABILIDADE DISCIPLINA: FINANÇAS CORPORATIVAS PROF..: DR. ADRIANO LEAL BRUNI OFERTA PÚBLICA DE COMPRA (tender offer) A empresa oferta comprar ações a um preço pré-especificado durante um curto período de tempo (+/- 20 DIAS) O preço ofertado, em geral, tem ágio de 10% a 20% acima do preço de mercado corrente. A oferta depende de os acionistas disponibilizarem um número suficiente de ações. LEILÃO HOLANDÊS Uma empresa lista diferentes preços pelos quais está disposta a pagar para comprar as ações; Individualmente, os acionistas indicam quantas ações estão dispostos a vender por cada preço; Paga-se o menor preço para comprar a quantidade de ações desejadas.
  11. 11. UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA MESTRADO EM CONTABILIDADE DISCIPLINA: FINANÇAS CORPORATIVAS PROF..: DR. ADRIANO LEAL BRUNI RECOMPRA DIRECIONADA: É a compra feita diretamente de um acionista de grande porte. A negociação do preço é feita diretamente com o vendedor.
  12. 12. UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA MESTRADO EM CONTABILIDADE DISCIPLINA: FINANÇAS CORPORATIVAS PROF..: DR. ADRIANO LEAL BRUNI DIVIDENDOS X RECOMPRA DE AÇÕES
  13. 13. UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA MESTRADO EM CONTABILIDADE DISCIPLINA: FINANÇAS CORPORATIVAS PROF..: DR. ADRIANO LEAL BRUNI Consideremos o caso da Genron Corporation, uma empresa hipotética. A Genron possui $20 milhões em dinheiro em excesso e nenhuma dívida. Ela espera gerar fluxos de caixa livres adicionais de $48 milhões por anos subsequentes. Se o custo de capital não-alavancado da Genron é de 12%, então o valor de empresa de suas operações existentes é Valor de empresa = PV (FCA futuros) = $ 400 milhões + $20 milhões = $420 milhões. (Este é o valor de mercado da Genron) A diretoria da Genron precisa decidir: a) Alguns diretores defendem utilizar os $ 20 milhões e distribuir $2 para cada uma das 10 milhões de ações em circulação. b) Outros sugeriram recomprar ações. c) Alguns propuseram reter o dinheiro, para pagar um dividendo ainda maior, prevendo fluxos de caixa livres futuros mais altos. O valor do dividendo afetará o preço das ações da Genron? Que política você como acionista preferiria?
  14. 14. UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA MESTRADO EM CONTABILIDADE DISCIPLINA: FINANÇAS CORPORATIVAS PROF..: DR. ADRIANO LEAL BRUNI PAGAR DIVIDENDO COM O EXCESSO MONETÁRIO Com 10 milhões de ações em circulação, a Genron pode pagar um dividendo de $2 por ação; Como a empresa espera gerar fluxos de caixas livres futuros de $48 milhões por ano, ela prevê um pagamento de $4,80 por ação a cada ano dali em diante. A diretoria declara a data de registro como 14 de dezembro, de modo que a data exdividendo é 12 de dezembro. Calcular o preço das ações da Genron logo antes e logo depois de elas virarem ex-dividendos. OBSERVAÇÕES: o preço justo das ações é o valor presente dos dividendos esperados dado o custo de capital próprio da Genron. Como a Genron não possui dívida, seu custo de capital próprio é igual ao seu custo de capital não-alavancado = 12% Depois de as ações virarem ex-dividendo, novos compradores não receberão o dividendo corrente. Neste caso, o preço das ações será:
  15. 15. UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA MESTRADO EM CONTABILIDADE DISCIPLINA: FINANÇAS CORPORATIVAS PROF..: DR. ADRIANO LEAL BRUNI O que aconteceu? A empresa perde valor ao distribuir dividendos, logo o acionista perde dinheiro com esta distribuição? OBSERVAÇÃO: o valor da queda no preço é igual ao dividendo pago por ação. Ocorre porque a redução de dinheiro diminui o valor de mercado dos ativos da empresa. Apesar disso, os acionistas não perdem dinheiro!!! Preço da ação antes dos dividendos: $42 Após os dividendos, $40 + $2 em dinheiro recebidos como dividendo. Em um mercado de capital perfeito, quando um dividendo é pago, o preço das ações cai no valor do dividendo quando as ações começam a ser negociadas exdividendo.
  16. 16. UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA MESTRADO EM CONTABILIDADE DISCIPLINA: FINANÇAS CORPORATIVAS PROF..: DR. ADRIANO LEAL BRUNI RECOMPRA DE AÇÕES (SEM DIVIDENDOS) Como a recompra irá afetar o preço das ações da Genron? Dados: Preço da ação $ 42. Disponibilidade de $20 milhões. - RECOMPRA - AÇÕES DISPONÍVEIS APÓS A RECOMPRA 11 de dezembro (cum-dividendo) 12 de dezembro (ex-dividendo) Dinheiro 20 0 Outros ativos 400 400 Valor de mercado total dos ativos 420 400 Ações (milhões) 10 9,524 Preço das ações $42 $42
  17. 17. UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA MESTRADO EM CONTABILIDADE DISCIPLINA: FINANÇAS CORPORATIVAS PROF..: DR. ADRIANO LEAL BRUNI Em mercados de capitais perfeitos, uma recompra de ações no mercado aberto não possui nenhum efeito sobre o valor das ações, e o preço das ações é o mesmo com o preço cum-dividendo se um dividendo fosse pago. PREFERÊNCIA DO INVESTIDOR: Um investidor iria preferir que a Genron realizasse um pagamento de dividendo ou que ela recomprasse suas ações? Ambas as políticas levam a um mesmo preço inicial, que é de $42; A única diferença está na distribuição dinheiro/ações em carteira. NA PRÁTICA: como ficaria a situação de investidor que detém 2.000 ações da Genron, após o pagamento de dividendo ou com a recompra de ações? Dividendo $ 40 x 2.000 = $ 80.000 (em ações) Recompra $ 42 x 2.000 = $ 84.000 (em ações) $ 2 x 2.000 = $ 4.000 (em dinheiro) Tudo depende da necessidade ou não de dinheiro (Pássaro na mão)
  18. 18. UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA MESTRADO EM CONTABILIDADE DISCIPLINA: FINANÇAS CORPORATIVAS PROF..: DR. ADRIANO LEAL BRUNI DIVIDENDO FEITO EM CASA: No caso de recompra de ações, havendo necessidade de dinheiro, o investidor poderá levantar recursos posteriormente vendendo suas ações. Em mercados de capitais perfeitos, é indiferente para os investidores se a empresa distribuirá fundos através de dividendos ou de recompras de ações. Ao reinvestir os dividendos ou vender ações, eles podem replicar por si sós qualquer método de payout.
  19. 19. UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA MESTRADO EM CONTABILIDADE DISCIPLINA: FINANÇAS CORPORATIVAS PROF..: DR. ADRIANO LEAL BRUNI DIVIDENDO ALTO (EMISSÃO DE AÇÕES) Caso a Genron queira pagar um dividendo ainda maior que $2 neste momento, isso deixaria os acionistas em situação melhor? EXEMPLO: Suponha que a empresa queira pagar $48 milhões em dividendos hoje. Como ela possui apenas $20 milhões em dinheiro, deverá captar mais $28 para realizar o pagamento. Existem 3 alternativas: a) Levantar dinheiro e diminuir seus investimentos b) Contrair empréstimos c) Emitir e vender novas ações
  20. 20. UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA MESTRADO EM CONTABILIDADE DISCIPLINA: FINANÇAS CORPORATIVAS PROF..: DR. ADRIANO LEAL BRUNI DIVIDENDO ALTO (EMIISSÃO DE AÇÕES) Imaginemos que a diretoria escolha Emitir e vender novas ações: O preço corrente das ações é $42, a Genron poderia levantar $28 milhões se vendesse: A quantidade de ações em circulação aumenta (10mi para 10,67 mi). O valor do dividendo por ação passa a ser: Assim, o preço das ações cum-dividendo é: O VALOR INICIAL DAS AÇÕES NÃO É ALTERADO, AUMENTAR O DIVIDENDO NÃO TRAZ NENHUM BENEFÍCIO AOS ACIONISTAS.
  21. 21. UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA MESTRADO EM CONTABILIDADE DISCIPLINA: FINANÇAS CORPORATIVAS PROF..: DR. ADRIANO LEAL BRUNI A IRRELEVÂNCIA DA POLÍTICA DE DIVIDENDOS: DIVIDENDOS DA GENRON POR AÇÃO POR ANO SOB AS 3 POLÍTICAS ALTERNATIVAS Dividendo pago ($ por ação) $ inicial das ações Ano 0 Ano 1 Ano 2 ... Política 1: $ 42 2,00 4,80 4,80 ... Política 2: $ 42 0 5,04 5,04 ... Política 3: $ 42 4,50 4,50 4,50 ... EXPLICAÇÃO: em mercados de capitais perfeitos, comprar e vender ações e títulos de dívidas são transações com NPV = 0, que não afetam o valor da empresa. Ou seja, qualquer escolha de um dividendo para uma empresa é irrelevante. Além disso, os acionistas poderão criar dividendos feito em casa. (Modigliani e Miller)
  22. 22. UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA MESTRADO EM CONTABILIDADE DISCIPLINA: FINANÇAS CORPORATIVAS PROF..: DR. ADRIANO LEAL BRUNI A DESVANTAGEM TRIBUTÁRIA DOS DIVIDENDOS Impostos são importantes imperfeições do mercado; Influenciam na decisão de uma empresa pagar dividendos. ALIQUOTAS GANHOS DE CAPITAL X DIVIDENDOS (EUA) ANO GANHOS DE CAPITAL DIVIDENDOS 1971-1978 35% 70% 1979-1981 28% 70% 1982-1986 20% 50% 1987 28% 39% 1988-1990 28% 28% 1991-1992 28% 31% 1993-1996 28% 40% 1997-2000 20% 40% 2001-2002 20% 39% 2003 15% 15%
  23. 23. UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA MESTRADO EM CONTABILIDADE DISCIPLINA: FINANÇAS CORPORATIVAS PROF..: DR. ADRIANO LEAL BRUNI Em geral, os acionistas têm que pagar imposto sobre o recebimento de dividendos; Paga-se também na venda das ações (Ganho de capital). POLÍTICA DE DIVIDENDOS ÓTIMA EM RELAÇÃO AO TRIBUTO: Quando a alíquota de impostos sobre dividendos excede a alíquota de impostos sobre ganhos de capital, a política ótima é não pagar nenhum dividendo. Apesar da desvantagem fiscal em distribuir dividendos, empresas continuam a emitir estes pagamentos ENIGMA DOS DIVIDENDOS.
  24. 24. UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA MESTRADO EM CONTABILIDADE DISCIPLINA: FINANÇAS CORPORATIVAS PROF..: DR. ADRIANO LEAL BRUNI CLIENTELA TRIBUTÁRIA Geralmente, os investidores possuem uma preferência tributária pela recompra de ações em vez de dividendos; As alíquotas de impostos variam de acordo com uma série de motivos, dentre os quais: Renda: (+ Renda = > Alíquota de imposto) Jurisdição: (Diversos Estados com diferentes alíquotas) Tipo de investidor/Conta de investimento: (Ações em conta de aposentadoria/ fundos de pensão e não lucrativos = ISENTAS de impostos de dividendos ou ganhos de capitais) (Empresas que mantêm ações podem excluir 70% dos dividendos que recebem dos impostos da empresa, mas não podem excluir ganhos de capital.) Por essa diferença, uma empresa pode atrair diversos grupos de investidores dependendo da sua política de dividendos.
  25. 25. UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA MESTRADO EM CONTABILIDADE DISCIPLINA: FINANÇAS CORPORATIVAS PROF..: DR. ADRIANO LEAL BRUNI EFEITO CLIENTELA A política de dividendos de uma empresa é otimizada de acordo com a preferência tributária de sua clientela de investidores. DIFERENTES PREFERÊNCIAS POR POLÍTICAS DE DIVIDENDOS ENTRE DIVERSOS GRUPOS DE INVESTIDORES GRUPO DE INVESTIDORES PREFERÊNCIA POR POLÍTICA DE DIVIDENDOS PROPORÇÃO DE INVESTIDORES Investidores individuais Desvantagem tributária para dividendos. Preferem recompras de ações. ~52% Instituições, fundos de pensão, contas de aposentadoria Não há preferência tributária. ~47% Empresas Vantagem tributária para dividendos. ~1%
  26. 26. UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA MESTRADO EM CONTABILIDADE DISCIPLINA: FINANÇAS CORPORATIVAS PROF..: DR. ADRIANO LEAL BRUNI PAYOUT versus RETENÇÃO DE DINHEIRO Pagar dividendo ou recomprar ações não é o único aspecto da política de payout a ser discutido; IMPORTANTE: como a empresa deve decidir o valor que ela deve pagar aos acionistas e o quanto deve reter? RETER Investir em novos projetos Aumentar as reservas de caixa NPV negativo Aumento de impostos NPV neutro Custo de emissão e de dificuldades NPV positivo Custos de agência
  27. 27. UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA MESTRADO EM CONTABILIDADE DISCIPLINA: FINANÇAS CORPORATIVAS PROF..: DR. ADRIANO LEAL BRUNI “Uma política de dividendos considerada ÓTIMA é aquela que conjuga, da melhor forma possível, o volume a ser retido pela empresa (e, consequentemente, reinvestido) e aquele a ser distribuído, sob forma de dividendos em dinheiro, a seus acionistas.” ASSAF NETO
  28. 28. UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA MESTRADO EM CONTABILIDADE DISCIPLINA: FINANÇAS CORPORATIVAS PROF..: DR. ADRIANO LEAL BRUNI POLÍTICA DE DIVIDENDOS “O lucro do nosso estudo é tornarmo-nos melhores e mais sábios.” Michel de Montaigne Muito obrigado!!!

×