Bullying

2.889 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
1 comentário
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Bullying is a very pervasive issue that occurs not just in school but anywhere at no time. It cannot be stopped right away but it can be prevented and doing so there should have safety solution to be used. I would like to suggest the safety solution which I know would be very beneficial to all. It is called SafeKidZone, they have this application called panic button which you can use to alert your special someone and the nearest 911 during emergency situations. Check out: http://safekidzone.com/eMail/RelentlessProtection/
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.889
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
66
Comentários
1
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Bullying

  1. 1. Bullying
  2. 2. Índice1. O Que é o bullying Slide 42. Tipos de bullying Slide 53. Maneiras de praticar bullying Slide 6 a 93.1. Alcunhas ou apelidos Slide 94. Locais de bullying Slide 10 a 144.1. Escolas Slide 10(filme) Bullying entre alunos Slide 11(filme) Bullying a Professores Slide 124.2. Vizinhança Slide 134.3. Local de trabalho Slide 134.4. Militar Slide 144.5. Política Slide 14
  3. 3. 5. Consequências mais graves do bullying Slide 15 a 205.1. Suicídio Slide 15 e 165.2. Massacres nas escolas Slide 175.2.1. As vítimas e os autores de massacres Slide 18 e 19 (Filme) Massacres em escolas Slide 206. Bullying em Portugal Slide 21 a 237. Bullying na nossa escola Slide 247.1. Inquérito Slide 25 a 378. Nas mãos dos professores Slide 389. Pais em acção Slide 3910. Vamos terminar com o bullying Slide 40 a 42(filme) Massacre em Columbine Slide 41(filme) Suicídios por causa do bullying Slide 42
  4. 4. 1 - O que é o bullying?Bullying é actos de violência física ou psicológica, intencionais e repetitivos, praticados por um outro indivíduo (bully) ou grupo de indivíduos com o objectivo de intimidar ou agredir outro indivíduo(ou grupo de indivíduos) incapaz/es de se defender. Também existem as vítimas/agressoras, ou autores/alvos, que por vezes cometem agressões, porem são vítimas de bullying pela turma. O bullying não envolve necessariamente criminali- dade ou violência. Por exemplo, o bullying frequentemente funciona através de abuso psicoló- gico ou verbal.
  5. 5. 2 - Tipos de bullying• O bullying divide-se em duas categorias:1.bullying directo;2.bullying indirecto, também conhecido como agressão social• O bullying directo é a forma mais comum entre os agressores (bullies) masculinos.• O bullying indirecto é a forma mais comum em bullies do sexo feminino e crianças pequenas, e é forçar a vítima ao isolamento social.
  6. 6. 3 - Maneiras de praticar bullyingOs bullies usam principalmente uma combinação deintimidação e humilhação para atormentar os outros.Exemplos das técnicas de bullying:•Insultar a vítima•Ataques físicos repetidos contra uma pessoa, sejacontra o corpo dela ou propriedade.•Interferir com a propriedade pessoal de uma pessoa,livros ou material escolar, roupas, etc., danificando-os•Espalhar rumores negativos sobre a vítima.•Depreciar a vítima sem qualquer motivo.• Chantagem. Expressões ameaçadoras.
  7. 7. •Colocar a vítima em situação problemática comalguém, por algo que ela não cometeu ou que foiexagerado pelo bully.•Fazer comentários depreciativos sobre a família deuma pessoa , aparência pessoal, orientação sexual,religião, etnia, nível de vida, nacionalidade .•Usar a net para praticar o cyberbullying (criarpáginas falsas sobre a vítima, de publicação defotos etc.).•Fazer com que a vítima faça o que ela não quer,ameaçando a vítima para seguir as ordens•Isolamento social da vítima.
  8. 8. •Este isolamento é conseguido de diversas formas: •espalhar comentários; •recusa em se socializar com a vítima •intimidar outras pessoas que desejam se socializar com a vítima •criticar o modo de vestir ou outros aspectos socialmente significativos (incluindo a etnia da vítima, religião, incapacidades etc.).O bullying pode ocorrer em diversas situaçõesQualquer que seja a situação, o poder do agressor(bully)é evidente em relação á vítima.
  9. 9. 3.1 - Alcunhas ou apelidos (dar nomes)Normalmente, uma alcunha (apelido) é dada a alguémpor um amigo, devido a uma característica única dele.Em alguns casos, é dado por uma característica que avítima não gosta. Em casos extremos, professorespodem ajudar a popularizá-la, mas isto é normalmenteinofensivo. Todavia, uma alcunha pode por vezestornar-se tão embaraçosa que a vítima terá de se mudar(de escola, de residência ou de ambos).
  10. 10. 4 - Locais de bullying4.1-EscolasEm escolas, o bullying geralmente ocorre em áreascom supervisão adulta mínima ou inexistente. Elepode acontecer em praticamente qualquer parte, dentroou fora da escola.Na escola existe normalmente bullying entre colegasno entanto temos vindo a ver cada vez mais bullyingentre professores e alunos.
  11. 11. Bullying entre alunos
  12. 12. Bullying a Professores
  13. 13. 4.2-VizinhançaEntre vizinhos, o bullying normalmente toma a formade intimidação por comportamento inconveniente, taiscomo barulho excessivo para perturbar o sono e ospadrões de vida normais ou fazer queixa àsautoridades (tais como a polícia) por incidentesmenores ou forjados. O propósito desta forma decomportamento é fazer com que a vítima fique tãodesconfortável que acabe por se mudar dapropriedade.4.3-Local de trabalhoO bullying em locais de trabalho (algumas vezeschamado de "Bullying Adulto")
  14. 14. 4.4-MilitarEm alguns países, rituais humilhantes entre os recrutastêm sido tolerados e vistos como um "rito depassagem" que constrói o carácter e a resistência;enquanto em outros, os candidatos mais velhos oumais experientes abusam - com socos e pontapés - dossoldados mais fracos e menos experientes, os bullyingsistemático dos postos inferiores são vistos como umaforma de fortalecer os recrutas quer física querpsicologicamente.4.5-PolíticaO bullying entre países ocorre quando um país decideimpor sua vontade a outro.
  15. 15. 5 - Consequências mais graves do bullying5.1-SuicídiosHistórias de caso extremo de bullying no pátio daescola foi o de um aluno do 8º ano chamado CurtisTaylor, numa escola secundária em Iowa, EstadosUnidos, que foi vítima de bullying contínuo por trêsanos, ser espancado num vestiário e os pertencesvandalizados. Tudo isso acabou por o levar aosuicídio em 21 de Março de 1993.
  16. 16. E do jovem espanhol Jokin Cebrio, de 14 anos, Jokinera sistematicamente perseguido e maltratado peloscolegas. Calou-se e foi aguentando. Acabou por criarcoragem e contou aos pais o que se passava e quem omaltratava. Mas quatro dias depois de o ter feito,suicidou-se.atirou-se das muralhas da cidade deHondarribia, no País Basco.Alguns especialistas em "bullies" denominaram essareacção extrema de "bullycídio".
  17. 17. 5.2-Massacres em escolasNos anos 1990, os Estados Unidos viveram umaepidemia de tiroteios em escolas (dos quais o maisnotório foi o massacre de Columbine). Muitas dascrianças destes tiroteios afirmavam serem vítimas debullies e que somente haviam recorrido à violênciadepois de nada ter sido feito pela escola.
  18. 18. 5.2.1-As vítimas e os autores dos massacres• Jonesboro school – 24 de Março de1998Mitchell Johnson de 13 anos e Andrew Golden de 11 anos mataram 4 alunas e 1 professora ferindo ainda 9 estudantes e 1 professora.• Parker Middle – 24 de Abril de 1998Andrew Jerome Wurst de 15 anos matou 1 professor e feriu outros três professores.• Thurston High – 21 de Maio de 1998Kipland Kinkel matou no dia 20 os seus pais e na escola matou 2 estudantes e feriou 25
  19. 19. • Columbine High – 20 de Abril de 1999Dylan e Eric mataram 12 estudantes e 1 professor e feriram mais 23.• Buell Elementary – 29 de Fevereiro de 2000Morreu 1 aluna• Erfurt Massacre – 26 de Abril de 2002Robert Steinhäuser matou 13 pessoas pertencentes á direcção da escola, 2 estudantes e 1 segurança.• Virgínia Tech – 16 de Abril de 2007Seung Hui Cho matou 32 pessoas e feriu outras tantas.
  20. 20. Massacres em escolas
  21. 21. 6 - Bullying em PortugalPortugal não escapa a esta realidade. A violência entre pares na escola talvez não tenha levado jovens a pôr termo á vida mas existe e provoca danos.Dados recolhidos em Portugal, no âmbito de um estudo da (HBSC),e da Organização Mundial de Saúde (OMS), em que foram entrevistados 6131 jovens do 6.º, 8.º e 10.º anos de todo o país, revelam que 23,3 por cento dos rapazes e 13,9 por cento das raparigas afirmaram ter sido vítimas de bullying duas ou três vezes por mês. Ao mesmo tempo, 13,9 por cento dos rapazes e 7 por cento das raparigas reconheceram ter praticado bullying.
  22. 22. Organização Mundial de Saúde, verificou que:•Os rapazes envolvem-se em mais actos de violênciana escola, quer como provocadores quer como vítimasou em ambos.•Isto acontece mais aos 13 anos, embora os maisnovos (11 anos) participem mais, enquanto vítimas.•Estes jovens apresentam um perfil de afastamento emrelação à casa, à família e à escola, e referem maisfrequentemente ver televisão quatro ou mais horas pordia.
  23. 23. •Estes apontam ainda problemas de relação social comos outros – acham difícil arranjar novos amigos edizem não ter amigos.• Os jovens que consideram difícil falar com os paissobre o que os preocupa,estão envolvidos mais emcomportamentos de provocação e de duploenvolvimento.•Os que apresentam maiores queixas de sintomasfísicos e psicológicos estão envolvidos mais emcomportamentos de vítimas.•Os que figuram como vítimas e os de ambos afirmammais frequentemente não se sentirem felizes e não sesentirem seguros na escola
  24. 24. 7-Bullying na nossa escola• Para sabermos se existia ou não bullying, se sim qual a frequência, na nossa escola fizemos um inquérito que incluiu toda a comunidade da escola(alunos;professores e funcionários).• As idades no inquérito estão entre os 10 e os 58 anos de idade.7.1- Inquérito
  25. 25. Idade/sexo 26 21 16 11 6 1 -4 [10-12] [13-15] [16-20] [21-25] [+25] Total Fem Total MascFemenino 12 9 0 1 7 29Masculino 10 8 0 1 1 20Total 22 17 0 2 8
  26. 26. Já alguma vez foi vítima de bullying?• As vítimas de 45 bullying, nunca 40 foram agressores 35 de bullying 30• As vítimas do sexo 25 feminino tinham 20 14/10 anos e uma 15 10 não deu idade. 5• As vítimas do sexo 0 Sim Não Masculino tinham Feminino 3 26 de Idade ambas 10 Masculino 2 18 anos Total 5 44
  27. 27. Quando é que isso aconteceu?Das cinco vítimas • Se repararmos pelo de bullying tivemos menos duas as seguintes (sublinhado) de respostas: estas respostas No 5º ano afirmam que existe No 1º Período bullying na nossa No 3º Ano escola e uma das Desde o 5º ano respostas deixa-nos (parou agora) na dúvida ( Desde o Este ano 5º ano – parou agora)
  28. 28. Em que sítio aconteceu? • As respostas que temos das vítimas de bullying são: • quatro respostas para recreio e duas para outros locais (ambas a rua) • Uma das vítimas sofreu bullying tanto no recreio (escola) como na rua ( fora da escola).
  29. 29. Depois de ter acontecido, como se sentiu? • As respostas que tivemos foi: - Assustada - Com dores - Mal - Muito mal - Denunciou o agressor
  30. 30. O que fez? • Participação ao Conselho Executivo - 2 • Participação a outro adulto - 2 • Defendeu-se agredindo -0 • Nada - 1
  31. 31. Já alguma vez foi agressor de bullying? 50 45 40 35 30 25 20 15 10 5 0 Sim Não Feminino 1 29 Masculino 2 18 Total 3 47
  32. 32. Porque o fez?• Dos três agressores de bullying a resposta foi a mesma: - Faltaram-me ao respeito• Os três agressores de bullying têm treze (13)anos.
  33. 33. O que lhe aconteceu? • Os três agressores de bullying foram segundo eles chamados ao Conselho Executivo da escola.
  34. 34. Já alguma vez viu ou teve conhecimento de alguma agressão de bullying? 30 • As vítimas de bullying 25 foram 5 destas 4 tiveram 20 conhecimento ou viu 15 bullying. 10 • Os agressores foram 3 e 5 todos eles viram ou 0 tiveram conhecimento Sim Não Feminino Masculino 12 15 18 5 de bullying. Total 27 23
  35. 35. Se viu, o que fez?• Tivemos 35 respostas que se distribuíram da seguinte forma:a) Ajudei a bater – 1 (foi a agressora do sexo feminino que respondeu)b) Participei a agressão – 5c) Defendi a vitima – 20d) Nada – 10 ( todas as pessoas que dão esta resposta nunca foram nem vitimas nem agressoras).
  36. 36. O que acha que deve ser feito para evitar o bullying?• Nada – 1• Não Sei - 3• Não respondeu – 2• Defender a vitima – 7• Denunciar/Castigar os bullies – 12• Chamar alguém (adulto) – 3
  37. 37. • Maior segurança(funcionários/polícia) – 11• Evitar más companhias – 2• Sensibilizar/alertar a comunidade escolar ((Pais; Alunos; Professores e Funcionários) –9• Maior tolerância e inter-ajuda – 9• Tudo o que for necessário – 1• Total de respostas – 60 ( logo houve quem desse mais que uma opinião).
  38. 38. 8 - Nas mãos dos professores O que podem fazer os professoresa) Não devem tratar estes jovens como “coitados” ou dar-lhes demasiada atenção, pois têm direito à sua privacidade.b) Descobrir as suas competências positivas e destacá- las.c) Devem falar com a turma em geral sobre a violência, a importância de ter amigos, das relações entre as pessoas, mas de forma curta e objectiva. E ouvir o que têm a dizer sobre isso.d) Criar condições para o jovem aprender a lidar e a resolver problemas
  39. 39. 9 - Pais em acção Os pais devem...1. estar alerta para o problema2. mostrar-se abertos a ouvir e ponderar com os jovens3. fazer com que sintam confiança e se sintam em segurança em casa, com abertura para falar sem ser pressionado, julgado ou criticado4. preparar os jovens para estes actos. Ensinar-lhes devem avisar um adulto sobre o que se passa5. educar para que sejam capazes de falar sobre as emoções e os afectos como quem fala de comida ou de outra coisa qualquer
  40. 40. 10 - Vamos terminar com o bullying• Se todos nós dermos um pouco de nós para terminar com o bullying podemos fazer das nossas escolas e da nossa sociedade um sitio melhor, porque não é só aos outros que acontece,pode acontecer um dia a cada um de nós,pensa nisso...• O que podemos levar os outros a fazerem por nossa culpa...(filme 1)• O que pode acontecer aos outros por nossa culpa...(filme 2)
  41. 41. Massacre de Columbine
  42. 42. Suicídios por causa de bullying

×