Tubulações e Acessórios de Tubulação

8.279 visualizações

Publicada em

0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
8.279
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
554
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tubulações e Acessórios de Tubulação

  1. 1. “Tubos são o meio de transporte mais eficiente” – BRITO, Jorge
  2. 2. Tubos são elementos vazados e com seção constante, utilizados para transporte de fluidos Tubulação é um conjunto de tubos e acessórios voltados ao processo industrial, principalmente para distribuição de gases, óleos, vapores, lubrificantes e demais líquidos industriais e, chegam a representar 70% do custo dos equipamentos, ou 25% do custo total da instalação.
  3. 3. As tubulações dentro de instalações industriais abrangem tubulações de processo, utilidades, instrumentação, transmissão hidráulica e de drenagem. As tubulações fora de instalações industriais abrangem tubulações de transporte (adução, transporte e drenagem) e tubulações de distribuição (distribuição e coleta).
  4. 4. O material com o qual o tubo será produzido dependerá de diversos fatores, dentre eles o custo e o fluido a ser transportado
  5. 5. As especificações das espessuras das paredes de tubos estão intimamente ligadas a três conceitos básicos: diâmetro interno, nominal e externo. Na especificação dos tubos, é muito importante que sua espessura seja indicada, porque essa indicação, aliada ao tipo de material empregado na fabricação, permite que o profissional calcule a dimensão adequada para resistir às cargas mecânicas previstas no projeto. O diâmetro nominal não tem dimensões físicas no tubo, seria um diâmetro médio entre o interno e o externo.
  6. 6. Sem Costura Forjamento Laminação Extrusão Fundição Com Costura Soldagem
  7. 7. A formação de tubos por esse processo dá-se a partir de uma barra circular maciça de aço, empurrada por dois cilindros oblíquos que o rotacionam e transladam contra um mandril fixo. Obtém-se um tubo bruto, que sofrerá conformação de acabamento através de laminadores perfiladores. O processo de fabricação por laminação é empregado em tubos de aço carbono, aço- liga e aço inox, de 8 até 65 centímetros de diâmetro.
  8. 8. A fabricação de tubos por extrusão é um processo onde a peça é “empurrada” contra a matriz conformadora com redução da sua seção transversal. A parte ainda não extrusada fica contida num recipiente ou cilindro. A extrusão pode ser feita a frio ou a quente dependendo da ductilidade do material. Cada tarugo é extrusado individualmente. Quando combinada com operações de forjamento é chamada de extrusão fria.
  9. 9. • Fundição No processo de fundição o material do tubo é despejado em estado líquido, nos moldes especiais, onde se solidifica adquirindo a forma final. É fabricado por esse processo tubos de ferro fundido, de alguns aços não- forjáveis e grande parte dos materiais não-metálicos como barro, concreto, cimento-amianto, borrachas, entre outros. • Forjamento Esse é um processo que não tem muita aplicação. Um lingote de aço aquecido ao rubro é martelado contra um mandril central, até que a forma e a espessura desejada sejam obtidas. Durante a martelagem, o lingote vai aumentando o comprimento.
  10. 10. Existem duas formas de aplicar o processo de solda na fabricação de tubos industriais: longitudinal (ao longo de uma geratriz do tubo e a mais empregada na maioria dos casos) e espiral. Na solda em espiral, a matéria-prima é sempre uma bobina (para a fabricação contínua), para todos os diâmetros. A solda de topo é usada em todos os tubos soldados por qualquer dos processos com adição de metal e, também, nos tubos de pequeno diâmetro soldados por resistência elétrica. A solda sobreposta é empregada nos tubos de grande diâmetro, soldados por resistência elétrica. Empregam-se dois tipos de solda, de topo e sobreposta
  11. 11. São componentes utilizados em sistemas de tubulações e encanamentos para conectar-se diretamente tubos ou partes de tubulação Os principais tipos são: Curvas, joelhos, tês, cruzetas, luvas, uniões, buchas, niples e reduções.
  12. 12. São utilizadas na prática industrial, nas tubulações com diâmetro nominal de 2” ou maiores. Fabricam-se em aço- carbono, aços-liga, e em aços inoxidáveis, a partir de tubos, chapas e tarugos forjados. Vantagens - Vedação perfeita, resistente, facilita a aplicação de isolamento térmico e a pintura não requer grande manutenção. Desvantagens - Suas montagens exigem uma mão de obra especializada e sua desmontagem é difícil. Exemplos • Joelho: Para mudança de direção. • Reduções excêntricas: Para fazer mudanças de diâmetro em tubulações.
  13. 13. São empregadas na prática industrial e utilizadas em tubulações de esgoto e também em obras civis para a distribuição de água. São fabricadas de aço-carbono forjado, aços-liga, aços inoxidáveis, metais não- ferrosos e diversos plásticos. Vantagens Fácil montagem e desmontagem. Desvantagens Vazamentos. Exemplos • Luvas e Uniões: Para ligar tubos entre si ou com algum outro acessório. • Tampões: Para fechamento de extremidades de tubos ou equipamentos.
  14. 14. Esses acessórios têm as extremidades com rosca interna para o rosqueamento direto nos tubos, ou rosca externa, para rosqueamento a outras peças, sendo empregados em tubulações prediais e industriais, em serviços de baixa responsabilidade. Exemplos • Bujões: Para fechamento de extremidades de tubos ou equipamentos. • Cruzetas: Para derivações ao mudar de direção da tubulação.
  15. 15. Utilizada em tubulações que necessitam ser desmontadas e tubulações que possuam algum revestimento anticorrosivo. Os acessórios flangeados são empregados em tubulações de grande diâmetro (adutoras, linhas de água e de gás) e de baixa pressão, somente onde e quando for necessária uma grande facilidade de desmontagem. Exemplos • Flanges: Para fazer a ligação entre tubos ou entre tubos e acessórios. • Curvas 90 com pé: Para fazer mudanças de direção em tubulações. Vantagens - Fácil montagem e desmontagem. Desvantagens - Maior custo e vazamentos.
  16. 16. O principal objetivo das tubulações é o transporte de fluidos. O material usado na fabricação dos tubos depende, dentre outros fatores, do fluido a ser transportado, do custo do material, da durabilidade, resistência e da segurança da estrutura. Os acessórios e conexões (buchas, joelhos, luvas, niples, ponta-e-bolsa, etc.) são de extrema importância para uma tubulação, promovendo a integração de partes distintas de um sistema tubular. Tubulações são importantes de serem estudadas pois estão por toda parte, em casa, na faculdade, na indústria, etc.
  17. 17. • http://professormarciogomes.files.wordpress.com/2008/09/aulas-4-e-5-laminacao.pdf • http://www.cimm.com.br/portal/noticia/exibir_noticia/7355-fabricacao-de-tubos- industriais • http://www.abraman.org.br/Arquivos/51/51.pdf

×