Successfully reported this slideshow.

Provas passadas calculo2

2.803 visualizações

Publicada em

Publicada em: Negócios, Tecnologia
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Provas passadas calculo2

  1. 1. B 1ra Prova de 0121 Cálculo diferencial e integral II 2.09.05 IME Q NNome : 1Nro. USP : 2Professor : 3Turma : Total R =2 1. (a) Calcular 0 ln (tan x) dx, (b) Achar area limitada pelas cardioides r = 1 + cos e r = 1 + sin no primeiro quadrante 2. . R =2 (a) Calcular 0 ln (cot x) ; (b) Achar area limitada pelas cardioides r = 1 + cos e r = 1 + sin no terceiro quadrante 3. Um recipiente contem um volume de agua igual a "V ". Que volume de agua debe ser retirado para que o nivel da agua se reduza a metade.? Nota: O recipiente foi obtido pela rotaçao da curva y = x2 , x 0, en torno do eixo Y. B 2da prova de mat-0121 Cálculo diferencial e integral II 17.10.2005 IME Q NNome : 1Nro. USP : 2Professor : 3Turma : Total 1. A)Seja C R2 a cicloide (t) = (t sin t; 1 cos t), t 2 [0; 2 ]. Ache o comprimento de arco de (0) até ( ). Ache os pontos (x; y) 2 C onde a curvatura k 2 [0; +1], é máxima. 2. Seja C R2 a cicloide (t) = (t sin t; 1 cos t), t 2 [0; 2 ]. Ache o comprimento de arco de ( ) até (3 =2). Ache os pontos (x; y) 2 C onde a curvatura é mínima. 1
  2. 2. 3. A)Ache os vetores: tangente unitário T , normal principal N , y binormal B, da hélice conica em t = 0 (t) = (t cos t; t sin t; t) 4. B)Ache os vetores: tangente unitário T , normal principal N , y binormal B, da hélice conica em t = 0 (t) = (t sin t; t cos t; t) 5. A)Uma partícula parte da origem de coordenadas e se movimenta no grá…co de y = ex , x 0. A rapidez da projeção sobre o eixo X, esto é x0 (t), da partícula é constante e igual a 2cm=seg. Ache a aceleração, e as suas componentes normal e tangencial, quando a partícula passa pelo ponto (0; 1). Esboçe a curva e os vetores 00 , T , e N em este ponto. 6. B)Uma partícula parte da origem de coordenadas e se movimenta no grá…co de y = ln (x), x 0. A velocidade da projeção sobre o eixo X esto é x0 (t), da partícula é constante e igual a 2cm=seg. Ache a aceleração, e as suas componentes normal e tangencial, quando a partícula passa pelo ponto (1; 0). Esboçe a curva e os vetores 00 , T , e N em este ponto. 7. Ache as componentes normal e tangencial da curva (t) = (t; t3 ) em (1; 1). Esboçe a curva e os vetores T , N e 00 no ponto dado. Ache a torção. 8. Ache as componentes normal e tangencial da curva (t) = (t3 ; t) em (1; 1). Esboçe a curva e os vetores T , N e 00 no ponto dado. Ache a torção. 9. Uma particula se movimenta sobre a aparabola y 2 = x com velocidade constante igual a 1cm=seg. Ache a componente da aceleração. 10. Uma particula se movimenta pela espiral r = ( 0)com rapidez constante igual a 1cm=seg. Ache as componentes tangencial e normal da acerelação. (a particula parte da origem B 3 raprova de mat-0121 Cálculo diferencial e integral II 7.12.2005 IME Q N Nome : 1 Nro. USP : 2 Professor : 3 Turma : Total 1. A função z = z (x; y) (z 2 [0; ]), vem dada implicitamente pela equação sin (z) + xyz = 1 2
  3. 3. (a) Para (x0 ; y0 ) = (0; 1) ache o correspondente valor de z0 . (b) Calcular a derivada de Dz no ponto (0; 1). SOL.-2. A função z = z (x; y) vem dada implícitamente pela equação z exp (z 2x) = y 2 (a) Para (x0 ; y0 ) = (2; 2) ache o correspondente valor de z0 . (Por que z0 é único?) (b) Calcular a derivada de Dz no ponto (2; 2).3. A função z = z (x; y) vem dada implícitamente pela equação z exp (2z y) = x2 (a) Para (x0 ; y0 ) = (1; 2) ache o correspondente valor de z0 . (Por que z0 é único?) (b) Calcular a derivada de Dz no ponto (1; 2).4. Seja a super…cie S : x2 + y 2 + z 2 = a + x + y + z. (a) Veri…que que a equação do plano tangente no ponto p = (x0 ; y0 ; z0 ) vem dada por Tp : (2x0 1) x + (2y0 1) y + (2z0 1) z = 2a + x0 + y0 + z0 (b) Ache um ponto p tal que o plano tangente Tp contenha o eixo Z5. Seja a super…cie x2 + y 2 + z 2 = a + x + y + z. (a) Veri…que que a equação do plano tangente no ponto p = (x0 ; y0 ; z0 ) vem dada por Tp : (2x0 1) x + (2y0 1) y + (2z0 1) z = 2a + x0 + y0 + z0 (b) Ache um ponto p tal que o plano tangente Tp contenha o eixo Y6. Determine as dimensões de uma caixa rectangular fechada de volume máximo tal que a soma dos comprimentos de suas 12 arestas seja uma constante c. 3

×