Diretora: Leila Vieira Santos Stacke
Vices: Larissa Senna da Silva, Marcia Gabe, Alessandra Guterres
Escola Estadual de Ed...
• DADOS
• PEDAGÓGICO
Central
1.100 alunos
Bairros e zona rural
Nível de frequência e rendimento- bom
Repetência 6º E 7º an...
Trabalhar em um processo participativo e de
transparência das decisões, promovendo melhorias
Pedagógicas, Administrativas,...
DIAGNÓSTICO
OBJETIVO
GERAL
OBJETIVOS
ESPECÍFICOS
METAS
PLANEJAMENTO
OPERACIONAL
PROPOSTAS
• Oportunizar espaços de estudos...
DIAGNÓSTICO
OBJETIVO
GERAL
OBJETIVOS
ESPECÍFICOS
METAS
PLANEJAMENTO
OPERACIONAL
PROPOSTAS
• Promover melhorias na estrutur...
METASDIAGNÓSTICO
OBJETIVO
GERAL
OBJETIVOS
ESPECÍFICOS
METAS
PLANEJAMENTO
OPERACIONAL
PROPOSTAS
• PEDAGÓGICAS;
• FINANCEIRO...
METAS PEDAGÓGICASDIAGNÓSTICO
OBJETIVO
GERAL
OBJETIVOS
ESPECÍFICOS
PEDAGÓGICAS
PLANEJAMENTO
OPERACIONAL
PROPOSTAS
• Conclui...
METAS PEDAGÓGICASDIAGNÓSTICO
OBJETIVO
GERAL
OBJETIVOS
ESPECÍFICOS
PEDAGÓGICAS
PLANEJAMENTO
OPERACIONAL
PROPOSTAS
• Rever o...
METAS PEDAGÓGICASDIAGNÓSTICO
OBJETIVO
GERAL
OBJETIVOS
ESPECÍFICOS
PEDAGÓGICAS
PLANEJAMENTO
OPERACIONAL
PROPOSTAS
• Aprimor...
METAS PEDAGÓGICASDIAGNÓSTICO
OBJETIVO
GERAL
OBJETIVOS
ESPECÍFICOS
PEDAGÓGICAS
PLANEJAMENTO
OPERACIONAL
PROPOSTAS
• Estudar...
METAS FINANCEIRO ESTRUTURALDIAGNÓSTICO
OBJETIVO
GERAL
OBJETIVOS
ESPECÍFICOS
FINANCEIRO
ESTRURURAL
PLANEJAMENTO
OPERACIONAL...
METAS ADMINISTRATIVASDIAGNÓSTICO
OBJETIVO
GERAL
OBJETIVOS
ESPECÍFICOS
ADMINISTRATIVAS
PLANEJAMENTO
OPERACIONAL
PROPOSTAS
•...
METAS ADMINISTRATIVASDIAGNÓSTICO
OBJETIVO
GERAL
OBJETIVOS
ESPECÍFICOS
ADMINISTRATIVAS
PLANEJAMENTO
OPERACIONAL
PROPOSTAS
•...
DIAGNÓSTICO
OBJETIVO
GERAL
OBJETIVOS
ESPECÍFICOS
METAS
PLANEJAMENTO
OPERACIONAL
PROPOSTAS
É a forma como pretende-se ating...
O quê Como? Quando?
Proposta Pedagógica e regimento
escolar
Reuniões 2016
Formações e Reuniões Pedagógicas Nas datas estab...
O quê Como? Quando?
Aumentar índices de aprovação
e rendimento escolar
Grupos de estudos sob tutela dos professores e
supe...
O quê? Como? Quando?
Registro da Avaliação Elaboração de uma ficha padrão de avaliação para
acompanhar o aluno no ano post...
O quê? Como? Quando?
Campanhas Coletivas: inclusão,
preservação ambiental e patrimonial,
respeito...
Elencar temas priorit...
O quê? Como? Quando?
Questões disciplinares,
normativas da escola e
transparência nas ações;
Elaboração do Plano de Trabal...
O quê? Como? Quando?
Pintura do prédio
Paisagismo
Aquisição de material
didático, móveis e
equipamentos
Apresentação de Pr...
O quê Como? Quando?
Conscientização e
Conservação Ambiental e
Patrimonial
Elaboração de Projeto e Aplicabilidade com ações...
O quê? Como? Quando?
Mecanismos de Transparência e
Comunicação
Ativar blog e fanpage da Escola;
Divulgar e utilizar estes ...
O quê Como? Quando?
Reuniões de planejamento,
avaliação das metas, discussão,
resolução de problemas,
prestação de contas,...
DIAGNÓSTICO
OBJETIVO
GERAL
OBJETIVO
ESPECÍFICO
METAS
PLANEJAMENTO
PROPOSTAS
OPERACIONAL
• As metas serão atendidas de acor...
Sonhamos em 2012 e realizamos com a ajuda da comunidade
• Implantação do Técnico em Logística;
• Destaques em diferentes a...
Estamos sonhando para os próximos 3 anos e
realizaremos com a ajuda da comunidade
Implantação de site, Mural da
transparên...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Plano de ação - Chapa 2

287 visualizações

Publicada em

O plano de ação traz um diagnóstico da Escola Estadual de Educação Básica Estado de Goiás atualmente e apresenta os objetivos, metas e planos da Chapa 2.

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
287
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
35
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Plano de ação - Chapa 2

  1. 1. Diretora: Leila Vieira Santos Stacke Vices: Larissa Senna da Silva, Marcia Gabe, Alessandra Guterres Escola Estadual de Educação Básica Estado de Goiás
  2. 2. • DADOS • PEDAGÓGICO Central 1.100 alunos Bairros e zona rural Nível de frequência e rendimento- bom Repetência 6º E 7º ano Uniformidade: avaliação, questões disciplinares, Metodológicas Dados coletados das reuniões de construção Projeto Político Pedagógico, nas falas os diferentes segmentos da comunidade escolar • ESTRUTURAIS Necessita de reformas tantos externas como internas • ADMINISTRATIVAS Maior visibilidade das ações e sintonia entre os segmentos DIAGNÓSTICO OBJETIVO GERAL OBJETIVO ESPECÍFICO METAS PLANEJAMENTO PROPOSTAS OPERACIONAL
  3. 3. Trabalhar em um processo participativo e de transparência das decisões, promovendo melhorias Pedagógicas, Administrativas, Estruturais e Financeira, propiciando a qualificação, a integração e a humanização de todos os segmentos da escola. DIAGNÓSTICO OBJETIVO GERAL OBJETIVOS ESPECÍFICOS METAS PLANEJAMENTO OPERACIONAL PROPOSTAS • OBJETIVO GERAL
  4. 4. DIAGNÓSTICO OBJETIVO GERAL OBJETIVOS ESPECÍFICOS METAS PLANEJAMENTO OPERACIONAL PROPOSTAS • Oportunizar espaços de estudos, discussão e atualização dos professores, funcionários, alunos e pais; • Melhorar a aprendizagem e por consequência os índices de aprovação dos alunos; • Buscar a participação mais efetiva das famílias no processo de aprendizagem de seus filhos, alunos da escola; • Desenvolver projetos pedagógicos, culturais e sociais atendendo as potencialidades dos alunos, envolvendo toda a comunidade escolar, através de parcerias com empresas, universidade, entidades; OBJETIVOS ESPECÍFICOS
  5. 5. DIAGNÓSTICO OBJETIVO GERAL OBJETIVOS ESPECÍFICOS METAS PLANEJAMENTO OPERACIONAL PROPOSTAS • Promover melhorias na estrutura física da escola interna e externamente, proporcionando um espaço agradável de convivência e desenvolvimento das atividades cognitivas, lúdicas e desportivas; • Coordenar pesquisa de demanda de mercado para implantação de novos cursos Técnicos e manter o curso Técnico em Logística; • Primar pela preservação do prédio , de seu entorno e do patrimônio da escolar ; • Projetar a Escola Estadual de Educação Básica Estado de Goiás no âmbito Municipal, divulgando o trabalho de qualidade realizado; OBJETIVOS ESPECÍFICOS
  6. 6. METASDIAGNÓSTICO OBJETIVO GERAL OBJETIVOS ESPECÍFICOS METAS PLANEJAMENTO OPERACIONAL PROPOSTAS • PEDAGÓGICAS; • FINANCEIRO-ESTRUTURAL; • ADMINISTRATIVAS;
  7. 7. METAS PEDAGÓGICASDIAGNÓSTICO OBJETIVO GERAL OBJETIVOS ESPECÍFICOS PEDAGÓGICAS PLANEJAMENTO OPERACIONAL PROPOSTAS • Concluir Proposta Pedagógica e Regimento escolar; • Propiciar reuniões de formação pedagógica, qualificação profissional para os docentes e funcionários; • Desenvolver projetos culturais e sociais atendendo as necessidades da comunidade escolar; • Aumentar índices de aprovação e de rendimento escolar;
  8. 8. METAS PEDAGÓGICASDIAGNÓSTICO OBJETIVO GERAL OBJETIVOS ESPECÍFICOS PEDAGÓGICAS PLANEJAMENTO OPERACIONAL PROPOSTAS • Rever o sistema de registro da avaliação do Currículo por atividades; • Resgatar o Projeto Guardião como tema transversal a partir do quinto ano; • Qualificar o Curso Técnico em Logística; • Estabelecer temas prioritários para serem trabalhados em toda a escola, por toda a comunidade, ao mesmo tempo;
  9. 9. METAS PEDAGÓGICASDIAGNÓSTICO OBJETIVO GERAL OBJETIVOS ESPECÍFICOS PEDAGÓGICAS PLANEJAMENTO OPERACIONAL PROPOSTAS • Aprimorar a utilização da música na escola como mecanismo de concentração, inspiração, motivação e colaboração na qualidade da aprendizagem e na convivência; • Apoiar e incentivar estratégias para efetivo direito a educação inclusiva e aprendizagem dos alunos matriculados na sala de recursos; • Padronizar as questões disciplinares e normativas da escola;
  10. 10. METAS PEDAGÓGICASDIAGNÓSTICO OBJETIVO GERAL OBJETIVOS ESPECÍFICOS PEDAGÓGICAS PLANEJAMENTO OPERACIONAL PROPOSTAS • Estudar, avaliar viabilidade e vantagens de implantação da sala ambiente por área; • Incentivar e proporcionar condições para elaboração de Plano de Trabalho em todos os setores, com definição de funções, sonhos, metas, cronograma e avaliação;
  11. 11. METAS FINANCEIRO ESTRUTURALDIAGNÓSTICO OBJETIVO GERAL OBJETIVOS ESPECÍFICOS FINANCEIRO ESTRURURAL PLANEJAMENTO OPERACIONAL PROPOSTAS • Revitalizar a área externa, interna e preservar o Patrimônio; • Adquirir materiais pedagógicos, móveis, equipamentos tecnológicos; • Viabilizar portão eletrônico, com sistema de câmera na guarita, bem como rever forma de funcionamento; • Reativar o auditório; • Repaginar os banheiros; • Viabilizar campanhas para investir na escola (Cobertura laboratório informática, atletismo, cantina, estacionamento).
  12. 12. METAS ADMINISTRATIVASDIAGNÓSTICO OBJETIVO GERAL OBJETIVOS ESPECÍFICOS ADMINISTRATIVAS PLANEJAMENTO OPERACIONAL PROPOSTAS • Difundir o conceito de gestão democrática baseada na divisão de responsabilidades, intensificando ações que visem a interação e participação da comunidade escolar; • Primar pela transparência quanto à execução dos recursos financeiros e pela divulgação dos eventos, ações pedagógicas, sociais e culturais, junto à comunidade escolar; • Primar pelos direitos e deveres funcionais junto aos órgãos competentes, apoiado na legislação vigente; • Apoiar iniciativas que visem o crescimento coletivo, integração e interação da comunidade escolar;
  13. 13. METAS ADMINISTRATIVASDIAGNÓSTICO OBJETIVO GERAL OBJETIVOS ESPECÍFICOS ADMINISTRATIVAS PLANEJAMENTO OPERACIONAL PROPOSTAS • Trabalhar em equipe, estimulando uma relação de respeito e consideração mútuos; • Incentivar e reforçar a uso do uniforme e da agenda escolar; • Implantar comissões para organização de diferentes eventos na escola;
  14. 14. DIAGNÓSTICO OBJETIVO GERAL OBJETIVOS ESPECÍFICOS METAS PLANEJAMENTO OPERACIONAL PROPOSTAS É a forma como pretende-se atingir as metas estabelecidas para os três anos (previsão). Em todos os momentos a Comunidade Escolar tem responsabilidades e ações a desenvolver, porém para que alcancemos sucesso, em alguns desdobramentos é necessário maior envolvimento de um ou de outro setor, comissão ou serviço. PLANEJAMENTO
  15. 15. O quê Como? Quando? Proposta Pedagógica e regimento escolar Reuniões 2016 Formações e Reuniões Pedagógicas Nas datas estabelecidas pela Mantenedora Reuniões quinzenais por turno Reuniões gerais trimestrais (cronograma) ou havendo necessidade Reuniões por área 2016 a 2018 Eventos culturais, esportivos e Sociais Shows de talentos, campeonatos, gincanas, saraus, exposições, semana literária, momento de leitura, workshop, seminários... Criação de comissões para coordenar os eventos 2016 a 2018
  16. 16. O quê Como? Quando? Aumentar índices de aprovação e rendimento escolar Grupos de estudos sob tutela dos professores e supervisão; Momentos de recuperação para alunos com dificuldades de aprendizagem; Oficinas de aprendizagem nas áreas de Linguagens, Matemática e Ciências da Natureza; Simulado nos três trimestres para alunos do Ensino Médio; Readequar os Conselhos de classes Interação com a Sala de Recursos 2016 a 2018
  17. 17. O quê? Como? Quando? Registro da Avaliação Elaboração de uma ficha padrão de avaliação para acompanhar o aluno no ano posterior Reorganização do Boletim Currículo 2016 a 2018 Qualificação do curso Técnico Intercâmbios entre as escolas Participação da MEP Banco de Currículos Seminários, Palestras, Visitas Técnicas 2016 a 2018 Música na Escola Música na hora de entrada, recreio e saída, contatos com diferentes gêneros musicais Buscar parcerias para criação do Coral e da Banda 2016 a 2018
  18. 18. O quê? Como? Quando? Campanhas Coletivas: inclusão, preservação ambiental e patrimonial, respeito... Elencar temas prioritários, conforme demanda, elaboração de projetos e aplicabilidade em todos os segmentos da escola; Retorno do projeto Guardião como tema transversal no quinto ano para todos os alunos 2016 a 2018 Aluno com Deficiência Reuniões de orientação com profissional responsável pela sala de Recursos, Palestras, interação SOE, SSE, Educadora Especial, Professor do Aluno e pais 2016 a 2018
  19. 19. O quê? Como? Quando? Questões disciplinares, normativas da escola e transparência nas ações; Elaboração do Plano de Trabalho em todos os setores, Conselho Escolar e CPM com definição de funções, sonhos, metas, cronograma e avaliação; Contrato didático: normas indispensáveis para o bom andamento da escola, unificando a sua cobrança 2016 a 2018 Sala Ambiente Intercâmbio com escolas que já implantaram, estudos de viabilidade Organização do espaço e implantação e implementação, caso seja viável 2016 2017 e 2018
  20. 20. O quê? Como? Quando? Pintura do prédio Paisagismo Aquisição de material didático, móveis e equipamentos Apresentação de Projeto, reforçando a necessidade para elaboração e encaminhamento de processo junto a CRE e CRO Parcerias para captação de recursos Levantamento das necessidades junto aos professores- SSE, SOE, Campanhas Nota Fiscal, Óleo saturado, latinha... 2016 a 2018 Guarita Busca de melhores preços e serviços, Angariar fundos, Padronização de funcionamento 2016 Auditório Definindo sala e reorganizando após reforma das salas interditadas 2016 a 2018
  21. 21. O quê Como? Quando? Conscientização e Conservação Ambiental e Patrimonial Elaboração de Projeto e Aplicabilidade com ações durante todo ano letivo 2016 a 2018 Banheiros Repaginar: Louças, azulejos, portas, pinturas 2016 a 2018 Aumento de receitas Campanhas junto à comunidade escolar, parcerias -FOCO na META 2016 a 2018
  22. 22. O quê? Como? Quando? Mecanismos de Transparência e Comunicação Ativar blog e fanpage da Escola; Divulgar e utilizar estes canais de comunicação, definindo alguém responsável para articular; Buscar patrocinadores e/ou recursos para a criação do site; Implantar jornal Mural com prestação de contas, metas, notícias, divulgações, avisos em lugar bem visível, definindo responsável pela atualização; Retorno da agenda escolar; 2016 a 2018 Utilização do Uniforme Escolar Campanhas de conscientização e valorização do uso do uniforme Obrigatoriedade nas saídas de campo do currículo por Atividades 2016 a 2018
  23. 23. O quê Como? Quando? Reuniões de planejamento, avaliação das metas, discussão, resolução de problemas, prestação de contas, com todos os segmentos da comunidade escolar, em cronograma pré- estabelecido e/ou extraordinária, quando necessário Através de reuniões com os diferentes segmentos em calendários pré-estabelecidos 2016 a 2018
  24. 24. DIAGNÓSTICO OBJETIVO GERAL OBJETIVO ESPECÍFICO METAS PLANEJAMENTO PROPOSTAS OPERACIONAL • As metas serão atendidas de acordo com as prioridades estabelecidas pelos segmentos da comunidade escolar, como também pela constatação da Direção e Conselho Escolar. • Os recursos da autonomia financeira e da contribuição dos pais darão suporte para o alcance das metas. • As metas pedagógicas serão atingidas com a participação efetiva dos segmentos da comunidade escolar. • O CPM e o Conselho Escolar devem estar sempre presentes para que juntos possamos planejar e destinar as verbas recebidas, bem como nos apoiar nas ações aqui propostas e em toda programação e evento que a Escola realizar. OPERACIONALIZÇÃO
  25. 25. Sonhamos em 2012 e realizamos com a ajuda da comunidade • Implantação do Técnico em Logística; • Destaques em diferentes avaliações como ENEM, MEP e em eventos esportivos, culturais, artísticos; • Reformas e investimentos: ar- condicionado em todas as salas, data show e sistema de som, compra de notebooks, ampliação da pracinha, despensa na cozinha, pintura e piso do ginásio e guarita, ampliação das coberturas externas, lixeiras seletivas, rampa, readequação de setores: xerox, SOE, SSE, Sala de recursos, reforma geral no lab de informática..
  26. 26. Estamos sonhando para os próximos 3 anos e realizaremos com a ajuda da comunidade Implantação de site, Mural da transparência, Pintura do Prédio, Implementar cantina, reorganizar guarita, revitalização da área externa, ser destaque em educação. Em diferentes áreas...

×