MÉTODO PAULO FREIRE E NÍVEIS DE ALFABETIZAÇÃO COM EMÍLIA FERREIRO

1.033 visualizações

Publicada em

NESTES SLIDES APRESENTO O PROBLEMA DA ALFABETIZAÇÃO NO BRASIL, PERÍODO DA HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO NO BRASIL E O PROBLEMA DO ANALFABETISMO ATÉ OS DIAS DE HOJE, APRESENTO O MÉTODO PAULO FREIRE E SUA BIOGRAFIA E TAMBÉM A IMPORTÂNCIA DO DIAGNOSTICO COM EMÍLIA FERREIRO COM SEUS NÍVEIS DE ALFABETIZAÇÃO DESCRITO NA SUA OBRA PSICOGÊNESE DA LÍNGUA ESCRITA.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.033
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
40
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

MÉTODO PAULO FREIRE E NÍVEIS DE ALFABETIZAÇÃO COM EMÍLIA FERREIRO

  1. 1. UNIVERSIDADE NILTON LINS TEMA: ALBETIZAÇÃO COM O MÉTODO PAULO FREIRE E OS NÍVEIS DE ALFABETIZAÇÃO DE ACORDO COM EMÍLIA FERREIRO PROFESSORA PALESTRANTE: LEILA DE ABRANTES
  2. 2. O Brasil é o 8º na lista dos dez países com maior número de analfabetos, de acordo com o 11° Relatório de Monitoramento Global de Educação para Todos, divulgado pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). (2013)
  3. 3. Dados do Pnad divulgados mostram que o número caiu 0,4% em relação a 2012, mas que o País ainda tem 13 milhões de analfabetos Essa foi uma das conclusões do Pnad 2013 (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio).
  4. 4. • ALFABETIZAÇÃO E LETRAMENTO SE SOMAM • DECODIFICAR (LER) • CODIFICAR (ESCREVER) • SABER USAR A LEITURA E ESCRITA PRÁTICA
  5. 5. PRIMEIRO CENSO NO BRASIL  1549 Chegada dos Jesuítas • Expulsão dos Jesuítas 1759 • Início do século XVIII. • O voto no Brasil Colônia. Final do período imperial foi proibido o voto dos analfabetos( lei saraiva de 1882)-104 anos sem votar. Rui Barbosa (censo literário) 1985- recuperam o direito de votar. 1937- Criado o IBGE- saber ler e escrever seu próprio nome(alfabetizado). • 1950- Critério pessoa capaz de escrever e ler um bilhete (---) • Foi criado o (MOVIMENTO BRASILEIRO DE ALFABETIZAÇÃO)(1967- 1985). • População brasileira: 202 milhões de habitantes.
  6. 6. PAULO REGLUS NEVES FREIRE (1921- 1997)• 1963- Angicos(RN) • 1964- Coordenava o Plano Nacional de Alfabetização -Golpe militar. • Preso por 70 dias • 1968- Escreveu o livro Pedagogia do Oprimido. • 1969- Educação como prática de liberdade. • A sociedade Brasileira em transição( O poder no início da década de 60- • Educação X massificação • Educação e conscientização • 1979-anistia • 1980 Retorna ao Brasil • Casa-se novamente (Nita Araújo) • Secretário de educação Municipal até 91. • 1989 Foi um dos fundadores do PT. • 92 – Escreve Pedagogia da Esperança. • 95- À sombra desta mangueira.
  7. 7. 1° Capítulo:  O homem crítico que identifique o problema da sociedade e isso é característico da democracia.  O destino do homem- não era coisificar-se, mas sim humanizar-se.
  8. 8. 2°capítulo .Resgata a história e as características do Brasil no período colonial e a fase do Império educação; Características do Brasil . Esclarecendo a inexistência da participação popular inclusive durante a passagem para a República. .O Brasil nasceu e cresceu sem experiência do diálogo= o diálogo implica a responsabilidade social e política do homem.
  9. 9. 3° capítulo Paulo Freire faz a crítica à educação tradicional X capacidade de educar-se como sujeito histórico.
  10. 10. 4°CAPÍTULO Paulo Freire explica minuciosamente o método de alfabetização de adultos, fala sobre o plano elaborado pelo governo Joao Goulart em 64 que iria implementar 20 mil círculos de cultura em todo o país. Crianças sem escola na década de 60 chegava a 4 milhões e analfabetos acima de 14 anos de idade chegava a 16 milhões. O período militar imprimiu uma pedagogia tecnicista (objetivo internacionalizar a economia brasileira- Déc. 60)
  11. 11. 4°capítulo Paulo Freire explica minuciosamente o método de alfabetização de adultos, fala do período militar que imprimiu uma pedagogia tecnicista (objetivo internacionalizar a economia brasileira déc 60).

×