SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 34
1ª. Um capacitor de 10µF é alimentado por uma tensão alternada
de valor eficaz V=120 V e freqüencia de 50 Hz. Calcule a reatância
do capacitor.
2ª. Um capacitor de reatância igual a 8 é alimentado por uma
tensão alternada de valor eficaz V=220 V e freqüencia de 50 Hz.
Calcule:
a) A capacitância do capacitor
b) A corrente eficaz sobre o capacitor


 
5,318
1010.50.2
1
2
1
6
fC
XC
F
fX
C
C
4
104
8.502
1
2
1 


A
X
V
I
C
C
C 5,27
8
220

3ª. Um capacitor é alimentado por uma tensão V = 150 V e
frequencia de 60 Hz, sendo percorrido por uma corrente de 0,4 A.
Calcule:
a) A reactância capacitiva.
b) A capacitância do capacitor .
4ª. Com um dado capacitor fizeram-se dois ensaios, tendo-se obtido
os seguintes valores:
1.°ensaio—V=220V, f=50 Hz, l=0,6A
2.°ensaio—V=220V, f= 150 Hz, I=?
Calcule:
a) A capacidade do condensador.
b) A corrente I absorvida no 2.º ensaio.
F
fX
C
C
6
108,5
550.502
1
2
1 


 550
4,0
220
C
C
C
I
V
X
a)
b)
A
X
V
I
fC
X
C
C
C
C
78,1
44,123
220
44,123
106,8.1502
1
2
1
6



 

F
fX
C
I
V
X
C
C
C
C


6,8
7,366.1502
1
2
1
67,366
6,0
220


5º) Uma bobina, com indutância L = 0,4 H e resistência R = 70 Ω
(imaginar um circuito em série) , é alimentada por uma tensão V =
120 V com frequencia de 60 Hz.
a) Calcule a reatância indutiva da bobina.
b) Calcule a impedância da bobina.
c) Calcule a corrente através da bobina
d) Determine as tensões VR e VL
e) Determine o ângulo entre VT e VR
 7,1502 fLXL 
 16,166707,150 2222
RXZ L
A
Z
V
I T
72,0
16,166
120

VIXVVRIV LLR 5,10872,0.7,1505,5072,0.70 









 65
70
7,150atg
R
Xatg L
6º) Em um laboratório, foram efetuados dois ensaios, um em c.c. e
outro em c.a., com uma bobina e tendo-se obtido as seguintes
leituras:
1º ensaio em c.c.: V=20V, I=0,4A.
2º ensaio em c.a.: V=120V, I=0,4A, f=50Hz.
Determine
a) A resistência eléctrica da bobina.
b) A impedância da bobina.
c) A reatância indutiva da bobina.
d) A indutância da bobina
H
f
X
L L
94,0
50.2
8,295
2


 504,0/20/ IVR R
 3004,0/120/ IVZ
   8,29522222
RZXRXZ LL
7º) Uma bobina tem uma resistência elétrica de 25 Ω e uma
indutância L = 0,5 H. Aplicou-se-lhe uma tensão alternada de valor
eficaz igual a U = 24 V. Calcule o valor de XL, Z e I nas duas situações
seguintes:
a) Supondo que f = 50 Hz.
b) Supondo que f =3000 Hz.
2 2
2 2 50 0,5 157,1
25 157,1 159,1
24
150
159,1
LX fL
Z
U
I mA
Z
      
   
  
2 3 2
2 2 3000 0,5 9,425 k
25 (9,425 10 ) 9,425 k
24
2,545 mA
9,425 k
LX fL
Z
U
I
Z
      
    
  

8º) Uma bobina com uma resistência R = 30 Ω absorve 0,5 A quando
submetida a U = 100 V e frequencia de 50 Hz. Calcule:
a) A sua impedância.
b) A sua reactância.
c) A sua indutância.
d) O ângulo .
e) Os valores de UR e UL.
8º)a) A sua impedância.
b) A sua reactância.
c) A sua indutância.
d) O ângulo .
e) Os valores de VR e VL.
100
200
0,5
U
Z
I
   
2 2 2 2
200 30 197,7LX Z R     
197,7
2 0,63
2 2 50
L
L
X
X fL L H
f

 
    

30
cos 0,15; 81,4º 1,42 rad
200
R
Z
     
L
30 0,5 15 V
U 197,7 0,5 98,9 V
R
L
U R I
X I
    
    
9º) Um circuito constituído por uma resistência R= 120 Ω ligada em
série, com uma capacitor de C = 20µF, é alimentado por uma tensão
V = 150 V — 50 Hz. Calcule:
a) A reatância capacitiva.
b) A impedância do circuito.
c) A intensidade da corrente.
d) As tensões parciais VR e VC.
e) O ângulo de desfasagem .
10ª. Fez-se um ensaio com um circuito RC série de que resultaram
os valores indicados na figura. Calcule:
a) A reactância capacitiva e a capacitância do capacitor
b) A resistência elétrica.
c)A impedância do circuito.
d) A tensão aplicada ao circuito.
e) O ângulo de desfasagem 
Resolução
a)
b)
c)
d)
e)
/ =47,8 1,5 31,87
1 (2 ) 1/ 2
1/ (2 50 31,87) 100μF
C C
C C
X U I
X fC C fX
C
 

  
  
   
/ 84 /1,5 56RR U I   
2 2 2 2
56 31,87 64,4CZ R X     
2 2 2 2
64,4 1,5 96,6 V ou
84 47,8 96,6 VR C
U ZI
U U U
   
    
1
56 84
cos 0,87 ou cos 0,87
64,4 96,6
cos 0,87 29,5º
RUR
Z U
 
 
     
  
11ª. Aplicou-se a um circuito elétrico, constituído por uma
resistência R = 100 Ω em serie com uma capacitor C = 10 µF, uma
tensão alternada de 50 V.
a) Supondo que a frequência era de 20 Hz, calcule os valores de XC,
Z, I, UR e UC.
b) Supondo que a frequência era de 2 kHz, calcule os valores de XC,
Z, I, UR e UC.
a)
6
2 2
3
3
1/ (2 ) 1/ (2 20 10 10 ) 795,8
100 795,8 802
50
62,3 mA
802
U 100 62,3 10 6,23 V
U 795,8 62,3 10 49,6 V
C
R
C C
X fC
Z
U
I
Z
RI
X I
  


      
   
  
    
    
b) 3 6
2 2
3
3
1/ (2 ) 1/ (2 2 10 10 10 ) 7,96
100 7,96 100,3
50
498 mA
100,3
U 100 498 10 49,8 V
U 7,96 498 10 3,96 V
C
R
C C
X fC
Z
U
I
Z
RI
X I
  


       
   
  
    
    
12ª) Aplicou-se uma tensão de 100 V — 50 Hz a um circuito RLC
série constituído por uma resistência R = 50 Ω, uma indutância L=
0,5 H e uma capacidade C = 150 µF. Calcule:
a) As reatâncias indutiva e capacitiva.
b) A impedância do circuito.
c) A intensidade de corrente.
d) As tensões parciais VR, VL e VC.
e) A desfasagem .
13ª) Considere um circuito RLC série, constituído por uma
resistência R = 100 Ω, uma reactância indutiva XL = 80 Ω e uma
reatância capacitiva XC =200 Ω. A tensão aplicada ao circuito é de
200 V — 50 Hz.
a) Calcule a impedância do circuito.
b) Calcule a intensidade da corrente no circuito.
c) Calcule as tensões parciais VR, VL e VC do circuito.
d) Calcule o valor de .
e) Construa o diagrama fasorial, indicando a natureza do
circuito.
Resolução
a)
b)
c)
d)
.
2 2 2 2 2
( ) 100 (80 200) 156,2L CZ R X X       
200 156,2 1,28 AI U Z  
100 1,28 128 V
80 1,28 102,4 V
200 1,28 256 V
R
L L
C C
U RI
U X I
U X I
   
   
   
1
100
cos 0,64
156,2
cos 0,64 50,2º
R
Z

 
  
  
14ª) Fez-se um ensaio com um circuito RLC série, tendo-se obtido os
seguintes valores: VT = 80 V, I= 1,6 A, VR = 56 V e VL = 130 V.
Sabendo que o circuito é predominantemente indutivo, calcule:
a) A tensão no capacitor.
b) A resistência, as reatâncias e a impedância.
c) O ângulo .
Resolução
a)
b)
c)
/ 56 /1,6 35
/ 130 /1,6 81,3
/ 72,9 /1,6 45,6
/ 80 /1,6 50
R
L L
C C
R U I
X U I
X U I
Z U I
   
   
   
   
1
35
cos 0,7
50
cos 0,64 45,6º
R
Z

 
  
 
2 2 2 2 2 2 2 2
2 2
80 56 57,13 V
57,13 130 72,9 V
R X X R X R
X X L C
C X L
U U U U U U U U U
U U U U
U U U
       
     
    
16ª) Considere um circuito RLC série com R= 30 Ω, L= 0,8 H e C = 8
µF. A tensão aplicada é de 60 V. Calcule:
a) A frequência de ressonância, sabendo que quando ocorre a
ressonância a reatância capacitiva é igual a reatância indutiva.
b) As tensões aos terminais da resistência, bobina e do capacitro,
para a frequência de ressonância.
Resolução
a)
b)
6
1 1
62,9 Hz
2 2 0,8 8 10
rf
LC  
  
 
6
2 2 62,9 0,8 316,2
1 1
316,2
2 2 62,9 8 10
Como se pode verificar para a frequência de ressonância
, logo,
60 V / 60 / 30 2 A
316,2 2 632,4 V
L
C
L C
R
L C
X fL
X
fC
X X Z R
U U I U R
U U XI
 
  
     
   
  
 
     
    
17ª) Um ensaio de um circuito RLC série forneceu-nos as leituras
indicadas no esquema apresentado.
a) Calcule os valores de R, XL, Xc e Z.
b) Calcule as potências reativas na bobina, no capacitor e total.
c) Calcule a potência ativa que o wattímetro deve indicar.
d) Calcule a potência aparente S e a tensão VT.
e) Construa o triângulo das potências.
f) Calcule o fator de potência do circuito e o ângulo .
g) Diga se o circuito é indutivo ou capacitivo.
18ª) Considere um circuito RLC série constituído por uma resistência
R = 100 Ω, uma reatância indutiva XL = 80 Ω e uma reatância
capacitiva XC = 200 Ω. A tensão aplicada ao circuito é de 200 V —
50 Hz.
a) Calcule a impedância do circuito
b) Calcule a intensidade no circuito
c) Calcule as potências reactivas parciais e total.
d) Calcule as potências activa e aparente
e) Construa o triângulo das potências.
f) Calcule o factor de potência e o ângulo 
g) Construa o diagrama vetorial, indicando a natureza do
circuito.
Resolução
a)
b)
c)
d)
e) Construir diagrama fasorial
2 2 2 2 2
( ) 100 (80 200) 156,2L CZ R X X       
200 156,2 1,28 AI U Z  
100 1,28 128 V
80 1,28 102,4 V
200 1,28 256 V
R
L L
C C
U RI
U X I
U X I
   
   
   
1
100
cos 0,64
156,2
cos 0,64 50,2º
R
Z

 
  
  
19ª) Fez-se um ensaio laboratorial com um circuito RC série, tendo-
se obtido os seguintes valores P = 150 W, UR = 75 V e UC = 60 V.
Calcule:
a)A tensão aplicada ao circuito.
b) A corrente no circuito.
c) As potências reactiva e aparente.
d) A resistência e a reactância.
e) A impedância do circuito.
f) A desfasagem .
Resolução
a)
b)
c)
d)
e)
f)
2 2 2 2
75 60 96 VR CU U U    
150
2 A
75
R
R
P
P U I I
U
     
2 2 2 2
A potência reactiva capacitiva é sempre negativa.
60 2 120 VAr
150 ( 120) 192 VA
CQ U I
S P Q
      
     
2 2
2 2
75 / 2 37,5 ou / 150 / 2 37,5
60 / 2 30 ou / 120 / 2 30
R
C C C C
R U I R P I
X U I X Q I
       
       
2 2 2 2
37,5 30 48CZ R X     
137,5
cos 0, cos 0,781 38,6º
48
R
Z
  
      
20ª) A bobina de um contactor absorve permanentemente uma
corrente de 0,04 A quando submetida a uma tensão de 230 V — 50
Hz. Sabendo que o consumo da bobina é de 2,5 W, calcule:
a) A resistência da bobina
b) A reatância da bobina.
c) As potências reativa e aparente.
d) O fator de potência e a desfasagem 
Resolução
a)
b)
c)
d)
2
2 2
2,5
1562,5
0,04
P
P RI R
I
     
2 2 2 2 2
2 2
/ 230 / 0,04 5750
5750 1562,5 5533,6
L L
L
Z U I
Z R X X Z R
X
   
     
    
2 2
5533,6 0,04 8,85 VAr
230 0,04 9,2 VA
LQ X I
S UI
    
   
1
2,5
cos 0,27
9,2
cos 0,27 74,3º
P
S

 
  
 
21º) Foi realizado um ensaio laboratorial de que resultaram os
valores indicados no esquema da figura.
a) Calcule o valor de IL.
b) Calcule o valor de R.
c) Calcule o valor de V.
d) Determine as reatâncias do circuito.
e) Calcule as potências reativas parciais e total.
f) Calcule o fator de potência.
5) Resolução.
a)
b)
c)
2 2 2 2 2 2
2 2 2 2 2
2 2
( )
4 3 2,65 A
2,65 2 4,65 A
X L C
R L C R X
X R X R
X
X L C L X C
I I I
I I I I I I I
I I I I I I
I
I I I I I I
 
      
      
   
       
2 2 2
/ 210 / 3 23,3R RP R I R P I      
/ 210 / 3 70 VR RP U I U P I     
Resolução.
d)
e)
f)
/ 70 / 4,65 15,1
/ 70 / 2 35
L L
C C
X U I
X U I
   
   
70 4,65 325,5 VAr
70 2 140 VAr
325,5 140 185,5 VAr
L L
C C
T L C
Q U I
Q U I
Q Q Q
    
      
    
2 2 2 2
210 185,5 280,2 VA
210
cos 0,75
280,2
TS P Q
P
S

    
  

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Ce aula 05 máquina cc
Ce aula 05 máquina ccCe aula 05 máquina cc
Ce aula 05 máquina cc
Igor Fortal
 
Eletricidade e mecânica aula 6
Eletricidade e mecânica aula 6Eletricidade e mecânica aula 6
Eletricidade e mecânica aula 6
Aline Rodrigues
 
Estatística (exercícios resolvidos - Gráficos, amplitude, médio, desvio padrã...
Estatística (exercícios resolvidos - Gráficos, amplitude, médio, desvio padrã...Estatística (exercícios resolvidos - Gráficos, amplitude, médio, desvio padrã...
Estatística (exercícios resolvidos - Gráficos, amplitude, médio, desvio padrã...
wilkerfilipel
 

Mais procurados (20)

Sinais senoidais
Sinais senoidaisSinais senoidais
Sinais senoidais
 
Exercícios eletricidade ii_circuitos_rc_séries_e_rc_paralelo_resolução
Exercícios eletricidade ii_circuitos_rc_séries_e_rc_paralelo_resoluçãoExercícios eletricidade ii_circuitos_rc_séries_e_rc_paralelo_resolução
Exercícios eletricidade ii_circuitos_rc_séries_e_rc_paralelo_resolução
 
Corrente alternada
Corrente alternadaCorrente alternada
Corrente alternada
 
Sep 1 cap 1 circuitos trifasicos
Sep 1   cap 1 circuitos trifasicosSep 1   cap 1 circuitos trifasicos
Sep 1 cap 1 circuitos trifasicos
 
Resolução da lista de exercícios 1 complementos de rm-7
Resolução da lista de exercícios 1  complementos de rm-7Resolução da lista de exercícios 1  complementos de rm-7
Resolução da lista de exercícios 1 complementos de rm-7
 
Perdas de cargas em tubulações
Perdas de cargas em tubulaçõesPerdas de cargas em tubulações
Perdas de cargas em tubulações
 
Ce aula 05 máquina cc
Ce aula 05 máquina ccCe aula 05 máquina cc
Ce aula 05 máquina cc
 
Relatório de carga e descarga de capacitores
Relatório de carga e descarga de capacitoresRelatório de carga e descarga de capacitores
Relatório de carga e descarga de capacitores
 
Eletricidade e mecânica aula 6
Eletricidade e mecânica aula 6Eletricidade e mecânica aula 6
Eletricidade e mecânica aula 6
 
Rm exerc resolvidos
Rm exerc resolvidosRm exerc resolvidos
Rm exerc resolvidos
 
Fluidos problemas resolvidos e propostos
Fluidos problemas resolvidos e propostosFluidos problemas resolvidos e propostos
Fluidos problemas resolvidos e propostos
 
Estatística (exercícios resolvidos - Gráficos, amplitude, médio, desvio padrã...
Estatística (exercícios resolvidos - Gráficos, amplitude, médio, desvio padrã...Estatística (exercícios resolvidos - Gráficos, amplitude, médio, desvio padrã...
Estatística (exercícios resolvidos - Gráficos, amplitude, médio, desvio padrã...
 
E flexao pura
E   flexao puraE   flexao pura
E flexao pura
 
Leis de ohm
Leis de ohmLeis de ohm
Leis de ohm
 
Elementos de subestação
Elementos de subestaçãoElementos de subestação
Elementos de subestação
 
Levantamento de carga
Levantamento de cargaLevantamento de carga
Levantamento de carga
 
Exercícios sobre reações de apoio
Exercícios sobre reações de apoioExercícios sobre reações de apoio
Exercícios sobre reações de apoio
 
Mecanica exercicios resolvidos
Mecanica exercicios resolvidosMecanica exercicios resolvidos
Mecanica exercicios resolvidos
 
101545233 exercicios-resolvidos-de-sinais-e-sistemas
101545233 exercicios-resolvidos-de-sinais-e-sistemas101545233 exercicios-resolvidos-de-sinais-e-sistemas
101545233 exercicios-resolvidos-de-sinais-e-sistemas
 
Aula18(3)
Aula18(3)Aula18(3)
Aula18(3)
 

Destaque

Anlisedecircuitosemcorrentealternada 101213092826-phpapp01
Anlisedecircuitosemcorrentealternada 101213092826-phpapp01Anlisedecircuitosemcorrentealternada 101213092826-phpapp01
Anlisedecircuitosemcorrentealternada 101213092826-phpapp01
Ivair Reis de Almeida
 
Transformadores
TransformadoresTransformadores
Transformadores
Pablyne RC
 
Eletrotecnica+ +teoria+completa[1]
Eletrotecnica+ +teoria+completa[1]Eletrotecnica+ +teoria+completa[1]
Eletrotecnica+ +teoria+completa[1]
Manuel Augusto Jr.
 
Normas para relatório de visita
Normas para relatório de visitaNormas para relatório de visita
Normas para relatório de visita
Williams Barbosa
 

Destaque (20)

Apresentação r03 - Tópicos de Geração
Apresentação r03 - Tópicos de Geração Apresentação r03 - Tópicos de Geração
Apresentação r03 - Tópicos de Geração
 
Fator de potencia
Fator de potenciaFator de potencia
Fator de potencia
 
Fator de potencia
Fator de potenciaFator de potencia
Fator de potencia
 
Anlisedecircuitosemcorrentealternada 101213092826-phpapp01
Anlisedecircuitosemcorrentealternada 101213092826-phpapp01Anlisedecircuitosemcorrentealternada 101213092826-phpapp01
Anlisedecircuitosemcorrentealternada 101213092826-phpapp01
 
Potência em ca
Potência em ca  Potência em ca
Potência em ca
 
Corrente alternada circuitos
Corrente alternada circuitosCorrente alternada circuitos
Corrente alternada circuitos
 
Eletrodinâmica computacional
Eletrodinâmica computacionalEletrodinâmica computacional
Eletrodinâmica computacional
 
Eletricidade capítulo 05
Eletricidade capítulo 05Eletricidade capítulo 05
Eletricidade capítulo 05
 
NOVE RAZÕES PARA VOCÊ COMPRAR HENGST
NOVE RAZÕES PARA VOCÊ COMPRAR HENGSTNOVE RAZÕES PARA VOCÊ COMPRAR HENGST
NOVE RAZÕES PARA VOCÊ COMPRAR HENGST
 
exercicios thevenin e norton
exercicios thevenin e nortonexercicios thevenin e norton
exercicios thevenin e norton
 
Astronic 5
Astronic 5Astronic 5
Astronic 5
 
www.aulaparticularonline.net.br - Física - Exercícios Resolvidos de Eletricidade
www.aulaparticularonline.net.br - Física - Exercícios Resolvidos de Eletricidadewww.aulaparticularonline.net.br - Física - Exercícios Resolvidos de Eletricidade
www.aulaparticularonline.net.br - Física - Exercícios Resolvidos de Eletricidade
 
Transformadores
TransformadoresTransformadores
Transformadores
 
Energia geotérmica
Energia geotérmicaEnergia geotérmica
Energia geotérmica
 
Aula 01 princípios de corrente alternada
Aula 01   princípios de corrente alternadaAula 01   princípios de corrente alternada
Aula 01 princípios de corrente alternada
 
Capitulo 1 grandezas elétricas
Capitulo 1   grandezas elétricasCapitulo 1   grandezas elétricas
Capitulo 1 grandezas elétricas
 
Transformadores 2
Transformadores 2Transformadores 2
Transformadores 2
 
Circuitos de corrente alternada
Circuitos de corrente alternadaCircuitos de corrente alternada
Circuitos de corrente alternada
 
Eletrotecnica+ +teoria+completa[1]
Eletrotecnica+ +teoria+completa[1]Eletrotecnica+ +teoria+completa[1]
Eletrotecnica+ +teoria+completa[1]
 
Normas para relatório de visita
Normas para relatório de visitaNormas para relatório de visita
Normas para relatório de visita
 

Semelhante a Gabarito v2

Lista de exercicios eletricidade capacitores e resistores
Lista de exercicios eletricidade capacitores e resistores Lista de exercicios eletricidade capacitores e resistores
Lista de exercicios eletricidade capacitores e resistores
zeu1507
 
Circuitos eletricos 01
Circuitos eletricos 01Circuitos eletricos 01
Circuitos eletricos 01
Adriano Silva
 
Circuitos eletricos 01
Circuitos eletricos 01Circuitos eletricos 01
Circuitos eletricos 01
Adriano Silva
 
Circuitos eletricos 01
Circuitos eletricos 01Circuitos eletricos 01
Circuitos eletricos 01
Adriano Silva
 
Circuitos eletricos 01
Circuitos eletricos 01Circuitos eletricos 01
Circuitos eletricos 01
Adriano Silva
 
Apostila comandos el tricos - exercicios
Apostila   comandos el tricos - exerciciosApostila   comandos el tricos - exercicios
Apostila comandos el tricos - exercicios
jjunior28
 
Apostila comandos el-tricos - exercicios
Apostila   comandos el-tricos - exerciciosApostila   comandos el-tricos - exercicios
Apostila comandos el-tricos - exercicios
Luiz Carlos Müller
 
Fisica exercicios eletrostatica_capacitores_gabarito
Fisica exercicios eletrostatica_capacitores_gabaritoFisica exercicios eletrostatica_capacitores_gabarito
Fisica exercicios eletrostatica_capacitores_gabarito
José Paulo Barreto
 
exercicios de resistores
exercicios de resistoresexercicios de resistores
exercicios de resistores
Abmael Silva
 
Lista de exercícios 2012 1 estudo transitório de capacitores
Lista de exercícios  2012 1 estudo transitório de capacitoresLista de exercícios  2012 1 estudo transitório de capacitores
Lista de exercícios 2012 1 estudo transitório de capacitores
Fabricio Franco
 

Semelhante a Gabarito v2 (20)

Exercicios_CECC_FEELE.pdf
Exercicios_CECC_FEELE.pdfExercicios_CECC_FEELE.pdf
Exercicios_CECC_FEELE.pdf
 
Lista de exercicios eletricidade capacitores e resistores
Lista de exercicios eletricidade capacitores e resistores Lista de exercicios eletricidade capacitores e resistores
Lista de exercicios eletricidade capacitores e resistores
 
Lista de exercício 1 circuitos elétricos I
Lista de exercício 1   circuitos elétricos ILista de exercício 1   circuitos elétricos I
Lista de exercício 1 circuitos elétricos I
 
Circuitos eletricos 01
Circuitos eletricos 01Circuitos eletricos 01
Circuitos eletricos 01
 
Exercicios sinais senoidais
Exercicios sinais senoidaisExercicios sinais senoidais
Exercicios sinais senoidais
 
Circuitos eletricos 01
Circuitos eletricos 01Circuitos eletricos 01
Circuitos eletricos 01
 
Circuitos eletricos 01
Circuitos eletricos 01Circuitos eletricos 01
Circuitos eletricos 01
 
Circuitos eletricos 01
Circuitos eletricos 01Circuitos eletricos 01
Circuitos eletricos 01
 
Aula 1( resistores)
Aula 1( resistores)Aula 1( resistores)
Aula 1( resistores)
 
Apostila comandos el tricos - exercicios
Apostila   comandos el tricos - exerciciosApostila   comandos el tricos - exercicios
Apostila comandos el tricos - exercicios
 
Apostila comandos el-tricos - exercicios
Apostila   comandos el-tricos - exerciciosApostila   comandos el-tricos - exercicios
Apostila comandos el-tricos - exercicios
 
Física – circuitos elétricos 01 – 2013
Física – circuitos elétricos 01 – 2013Física – circuitos elétricos 01 – 2013
Física – circuitos elétricos 01 – 2013
 
Cálculos de resistências
Cálculos de resistênciasCálculos de resistências
Cálculos de resistências
 
Teste radioeletricidade
Teste radioeletricidadeTeste radioeletricidade
Teste radioeletricidade
 
Fisv407a23
Fisv407a23Fisv407a23
Fisv407a23
 
Corrente alternada
Corrente alternadaCorrente alternada
Corrente alternada
 
Fisica exercicios eletrostatica_capacitores_gabarito
Fisica exercicios eletrostatica_capacitores_gabaritoFisica exercicios eletrostatica_capacitores_gabarito
Fisica exercicios eletrostatica_capacitores_gabarito
 
Lista 2 medidas
Lista 2   medidasLista 2   medidas
Lista 2 medidas
 
exercicios de resistores
exercicios de resistoresexercicios de resistores
exercicios de resistores
 
Lista de exercícios 2012 1 estudo transitório de capacitores
Lista de exercícios  2012 1 estudo transitório de capacitoresLista de exercícios  2012 1 estudo transitório de capacitores
Lista de exercícios 2012 1 estudo transitório de capacitores
 

Último

AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
ssuserbb4ac2
 
Plano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola públicaPlano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola pública
anapsuls
 

Último (20)

AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
 
Plano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola públicaPlano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola pública
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
 
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
 
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.pptAula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
Aula 5 - Fluxo de matéria e energia nos ecossistemas.ppt
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAHISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdfPlanejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
 
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptxCONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
 

Gabarito v2

  • 1. 1ª. Um capacitor de 10µF é alimentado por uma tensão alternada de valor eficaz V=120 V e freqüencia de 50 Hz. Calcule a reatância do capacitor. 2ª. Um capacitor de reatância igual a 8 é alimentado por uma tensão alternada de valor eficaz V=220 V e freqüencia de 50 Hz. Calcule: a) A capacitância do capacitor b) A corrente eficaz sobre o capacitor     5,318 1010.50.2 1 2 1 6 fC XC F fX C C 4 104 8.502 1 2 1    A X V I C C C 5,27 8 220 
  • 2. 3ª. Um capacitor é alimentado por uma tensão V = 150 V e frequencia de 60 Hz, sendo percorrido por uma corrente de 0,4 A. Calcule: a) A reactância capacitiva. b) A capacitância do capacitor . 4ª. Com um dado capacitor fizeram-se dois ensaios, tendo-se obtido os seguintes valores: 1.°ensaio—V=220V, f=50 Hz, l=0,6A 2.°ensaio—V=220V, f= 150 Hz, I=? Calcule: a) A capacidade do condensador. b) A corrente I absorvida no 2.º ensaio. F fX C C 6 108,5 550.502 1 2 1     550 4,0 220 C C C I V X
  • 4. 5º) Uma bobina, com indutância L = 0,4 H e resistência R = 70 Ω (imaginar um circuito em série) , é alimentada por uma tensão V = 120 V com frequencia de 60 Hz. a) Calcule a reatância indutiva da bobina. b) Calcule a impedância da bobina. c) Calcule a corrente através da bobina d) Determine as tensões VR e VL e) Determine o ângulo entre VT e VR  7,1502 fLXL   16,166707,150 2222 RXZ L A Z V I T 72,0 16,166 120  VIXVVRIV LLR 5,10872,0.7,1505,5072,0.70            65 70 7,150atg R Xatg L
  • 5. 6º) Em um laboratório, foram efetuados dois ensaios, um em c.c. e outro em c.a., com uma bobina e tendo-se obtido as seguintes leituras: 1º ensaio em c.c.: V=20V, I=0,4A. 2º ensaio em c.a.: V=120V, I=0,4A, f=50Hz. Determine a) A resistência eléctrica da bobina. b) A impedância da bobina. c) A reatância indutiva da bobina. d) A indutância da bobina H f X L L 94,0 50.2 8,295 2    504,0/20/ IVR R  3004,0/120/ IVZ    8,29522222 RZXRXZ LL
  • 6. 7º) Uma bobina tem uma resistência elétrica de 25 Ω e uma indutância L = 0,5 H. Aplicou-se-lhe uma tensão alternada de valor eficaz igual a U = 24 V. Calcule o valor de XL, Z e I nas duas situações seguintes: a) Supondo que f = 50 Hz. b) Supondo que f =3000 Hz. 2 2 2 2 50 0,5 157,1 25 157,1 159,1 24 150 159,1 LX fL Z U I mA Z               2 3 2 2 2 3000 0,5 9,425 k 25 (9,425 10 ) 9,425 k 24 2,545 mA 9,425 k LX fL Z U I Z                
  • 7. 8º) Uma bobina com uma resistência R = 30 Ω absorve 0,5 A quando submetida a U = 100 V e frequencia de 50 Hz. Calcule: a) A sua impedância. b) A sua reactância. c) A sua indutância. d) O ângulo . e) Os valores de UR e UL.
  • 8. 8º)a) A sua impedância. b) A sua reactância. c) A sua indutância. d) O ângulo . e) Os valores de VR e VL. 100 200 0,5 U Z I     2 2 2 2 200 30 197,7LX Z R      197,7 2 0,63 2 2 50 L L X X fL L H f          30 cos 0,15; 81,4º 1,42 rad 200 R Z       L 30 0,5 15 V U 197,7 0,5 98,9 V R L U R I X I          
  • 9. 9º) Um circuito constituído por uma resistência R= 120 Ω ligada em série, com uma capacitor de C = 20µF, é alimentado por uma tensão V = 150 V — 50 Hz. Calcule: a) A reatância capacitiva. b) A impedância do circuito. c) A intensidade da corrente. d) As tensões parciais VR e VC. e) O ângulo de desfasagem .
  • 10.
  • 11. 10ª. Fez-se um ensaio com um circuito RC série de que resultaram os valores indicados na figura. Calcule: a) A reactância capacitiva e a capacitância do capacitor b) A resistência elétrica. c)A impedância do circuito. d) A tensão aplicada ao circuito. e) O ângulo de desfasagem 
  • 12. Resolução a) b) c) d) e) / =47,8 1,5 31,87 1 (2 ) 1/ 2 1/ (2 50 31,87) 100μF C C C C X U I X fC C fX C              / 84 /1,5 56RR U I    2 2 2 2 56 31,87 64,4CZ R X      2 2 2 2 64,4 1,5 96,6 V ou 84 47,8 96,6 VR C U ZI U U U          1 56 84 cos 0,87 ou cos 0,87 64,4 96,6 cos 0,87 29,5º RUR Z U             
  • 13. 11ª. Aplicou-se a um circuito elétrico, constituído por uma resistência R = 100 Ω em serie com uma capacitor C = 10 µF, uma tensão alternada de 50 V. a) Supondo que a frequência era de 20 Hz, calcule os valores de XC, Z, I, UR e UC. b) Supondo que a frequência era de 2 kHz, calcule os valores de XC, Z, I, UR e UC. a) 6 2 2 3 3 1/ (2 ) 1/ (2 20 10 10 ) 795,8 100 795,8 802 50 62,3 mA 802 U 100 62,3 10 6,23 V U 795,8 62,3 10 49,6 V C R C C X fC Z U I Z RI X I                             
  • 14. b) 3 6 2 2 3 3 1/ (2 ) 1/ (2 2 10 10 10 ) 7,96 100 7,96 100,3 50 498 mA 100,3 U 100 498 10 49,8 V U 7,96 498 10 3,96 V C R C C X fC Z U I Z RI X I                              
  • 15. 12ª) Aplicou-se uma tensão de 100 V — 50 Hz a um circuito RLC série constituído por uma resistência R = 50 Ω, uma indutância L= 0,5 H e uma capacidade C = 150 µF. Calcule: a) As reatâncias indutiva e capacitiva. b) A impedância do circuito. c) A intensidade de corrente. d) As tensões parciais VR, VL e VC. e) A desfasagem .
  • 16.
  • 17. 13ª) Considere um circuito RLC série, constituído por uma resistência R = 100 Ω, uma reactância indutiva XL = 80 Ω e uma reatância capacitiva XC =200 Ω. A tensão aplicada ao circuito é de 200 V — 50 Hz. a) Calcule a impedância do circuito. b) Calcule a intensidade da corrente no circuito. c) Calcule as tensões parciais VR, VL e VC do circuito. d) Calcule o valor de . e) Construa o diagrama fasorial, indicando a natureza do circuito.
  • 18. Resolução a) b) c) d) . 2 2 2 2 2 ( ) 100 (80 200) 156,2L CZ R X X        200 156,2 1,28 AI U Z   100 1,28 128 V 80 1,28 102,4 V 200 1,28 256 V R L L C C U RI U X I U X I             1 100 cos 0,64 156,2 cos 0,64 50,2º R Z         
  • 19. 14ª) Fez-se um ensaio com um circuito RLC série, tendo-se obtido os seguintes valores: VT = 80 V, I= 1,6 A, VR = 56 V e VL = 130 V. Sabendo que o circuito é predominantemente indutivo, calcule: a) A tensão no capacitor. b) A resistência, as reatâncias e a impedância. c) O ângulo .
  • 20. Resolução a) b) c) / 56 /1,6 35 / 130 /1,6 81,3 / 72,9 /1,6 45,6 / 80 /1,6 50 R L L C C R U I X U I X U I Z U I                 1 35 cos 0,7 50 cos 0,64 45,6º R Z         2 2 2 2 2 2 2 2 2 2 80 56 57,13 V 57,13 130 72,9 V R X X R X R X X L C C X L U U U U U U U U U U U U U U U U                   
  • 21. 16ª) Considere um circuito RLC série com R= 30 Ω, L= 0,8 H e C = 8 µF. A tensão aplicada é de 60 V. Calcule: a) A frequência de ressonância, sabendo que quando ocorre a ressonância a reatância capacitiva é igual a reatância indutiva. b) As tensões aos terminais da resistência, bobina e do capacitro, para a frequência de ressonância.
  • 22. Resolução a) b) 6 1 1 62,9 Hz 2 2 0,8 8 10 rf LC        6 2 2 62,9 0,8 316,2 1 1 316,2 2 2 62,9 8 10 Como se pode verificar para a frequência de ressonância , logo, 60 V / 60 / 30 2 A 316,2 2 632,4 V L C L C R L C X fL X fC X X Z R U U I U R U U XI                               
  • 23. 17ª) Um ensaio de um circuito RLC série forneceu-nos as leituras indicadas no esquema apresentado.
  • 24. a) Calcule os valores de R, XL, Xc e Z. b) Calcule as potências reativas na bobina, no capacitor e total. c) Calcule a potência ativa que o wattímetro deve indicar. d) Calcule a potência aparente S e a tensão VT. e) Construa o triângulo das potências. f) Calcule o fator de potência do circuito e o ângulo . g) Diga se o circuito é indutivo ou capacitivo.
  • 25.
  • 26. 18ª) Considere um circuito RLC série constituído por uma resistência R = 100 Ω, uma reatância indutiva XL = 80 Ω e uma reatância capacitiva XC = 200 Ω. A tensão aplicada ao circuito é de 200 V — 50 Hz. a) Calcule a impedância do circuito b) Calcule a intensidade no circuito c) Calcule as potências reactivas parciais e total. d) Calcule as potências activa e aparente e) Construa o triângulo das potências. f) Calcule o factor de potência e o ângulo  g) Construa o diagrama vetorial, indicando a natureza do circuito.
  • 27. Resolução a) b) c) d) e) Construir diagrama fasorial 2 2 2 2 2 ( ) 100 (80 200) 156,2L CZ R X X        200 156,2 1,28 AI U Z   100 1,28 128 V 80 1,28 102,4 V 200 1,28 256 V R L L C C U RI U X I U X I             1 100 cos 0,64 156,2 cos 0,64 50,2º R Z         
  • 28. 19ª) Fez-se um ensaio laboratorial com um circuito RC série, tendo- se obtido os seguintes valores P = 150 W, UR = 75 V e UC = 60 V. Calcule: a)A tensão aplicada ao circuito. b) A corrente no circuito. c) As potências reactiva e aparente. d) A resistência e a reactância. e) A impedância do circuito. f) A desfasagem .
  • 29. Resolução a) b) c) d) e) f) 2 2 2 2 75 60 96 VR CU U U     150 2 A 75 R R P P U I I U       2 2 2 2 A potência reactiva capacitiva é sempre negativa. 60 2 120 VAr 150 ( 120) 192 VA CQ U I S P Q              2 2 2 2 75 / 2 37,5 ou / 150 / 2 37,5 60 / 2 30 ou / 120 / 2 30 R C C C C R U I R P I X U I X Q I                 2 2 2 2 37,5 30 48CZ R X      137,5 cos 0, cos 0,781 38,6º 48 R Z          
  • 30. 20ª) A bobina de um contactor absorve permanentemente uma corrente de 0,04 A quando submetida a uma tensão de 230 V — 50 Hz. Sabendo que o consumo da bobina é de 2,5 W, calcule: a) A resistência da bobina b) A reatância da bobina. c) As potências reativa e aparente. d) O fator de potência e a desfasagem 
  • 31. Resolução a) b) c) d) 2 2 2 2,5 1562,5 0,04 P P RI R I       2 2 2 2 2 2 2 / 230 / 0,04 5750 5750 1562,5 5533,6 L L L Z U I Z R X X Z R X                2 2 5533,6 0,04 8,85 VAr 230 0,04 9,2 VA LQ X I S UI          1 2,5 cos 0,27 9,2 cos 0,27 74,3º P S        
  • 32. 21º) Foi realizado um ensaio laboratorial de que resultaram os valores indicados no esquema da figura. a) Calcule o valor de IL. b) Calcule o valor de R. c) Calcule o valor de V. d) Determine as reatâncias do circuito. e) Calcule as potências reativas parciais e total. f) Calcule o fator de potência.
  • 33. 5) Resolução. a) b) c) 2 2 2 2 2 2 2 2 2 2 2 2 2 ( ) 4 3 2,65 A 2,65 2 4,65 A X L C R L C R X X R X R X X L C L X C I I I I I I I I I I I I I I I I I I I I I I I                             2 2 2 / 210 / 3 23,3R RP R I R P I       / 210 / 3 70 VR RP U I U P I     
  • 34. Resolução. d) e) f) / 70 / 4,65 15,1 / 70 / 2 35 L L C C X U I X U I         70 4,65 325,5 VAr 70 2 140 VAr 325,5 140 185,5 VAr L L C C T L C Q U I Q U I Q Q Q                  2 2 2 2 210 185,5 280,2 VA 210 cos 0,75 280,2 TS P Q P S         