Boletim Seminário Antidrogas

453 visualizações

Publicada em

SEMINÁRIO ANTIDROGAS

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
453
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Boletim Seminário Antidrogas

  1. 1. BOLETIM INFORMATIVO Casa do Menor São Miguel Arcanjo – Regional – AGOSTO DE 2011 – Edição EspecialSEMINÁRIO ANTIDROGAS – CRACK: EPIDEMIA E TRAGÉDIA DO SÉCULO Propostas Concretas: Sociedade e Governo
  2. 2. Câmara Municipal de Nova Iguaçu No dia 31 de Agosto de 2011 aconteceu na Câmara Municipal de Nova Iguaçu o Seminário Antidrogas com o objetivo de encontrar alternativas concretas para combater essa problemática social, que envolve crianças e adolescentes em comunidades carentes do Estado do Rio de Janeiro. O Seminário, contou com a presença de autoridades envolvidas nas políticas públicas em nosso Estado, tais como: Clarise Maria Zito (Deputada Estadual), Drº Antônio Carlos (Defensoria Pública), Srº CarlosCasa do Menor São Miguel Arcanjo
  3. 3. Ferreira (Vereador), Srª Janete (Assistente Social do PROJAD), Srº José Alves (Representante da Secretaria Municipal de Educação de Nova Iguaçu), Srº Mário (Representando a SEMASPV), Professora Marli (Vereadora) entre outros. Além da presença de representantes de instituições não governamentais que desenvolvem trabalho social na cidade de Nova Iguaçu. Destaque para a Casa do Menor São Miguel Arcanjo e Espaço Progredir, duas instituições que trabalham com o resgate de crianças e jovens em situação de vulnerabilidade social e que participaram do seminário apresentando suas experiências e indicando caminhos para solucionar os problemas das drogas em nosso país. Padre Renato ChieraCASA DO MENOR SÃO MIGUEL ARCANJO Foi para acolher Jesus, presente nos meninos de rua e para viver a palavra de Deus que PadreRenato começou a abrigá-los, inicialmente na casa dele mesmo, depois numa pick-up, na garagem epor último numa sala construída com a ajuda de amigos italianos. Nasceu assim a Casa do Menor SãoMiguel Arcanjo. Hoje uma “GRANDE-MÃE-COMUNITÁRIA”, que com o amor e o evangelho vivido,resgata vidas e vem se tornando referencia no Brasil e provavelmente no mundo. Casa do Menor São Miguel Arcanjo
  4. 4. “As drogas são uma tragédia, sim. E dou graças por isso! Pois, as drogas servem para desmascarar uma sociedade que não funciona, com falsos valores que não norteiam a vida de ninguém. Cheias de vazios! E que apresentam prazeres que não levam a verdadeira felicidade que é Deus. Há 33 anos escuto os gritos dos meninos abandonados e hoje as crackolândias se tornaram verdadeiros campos de concentração, onde cada pessoa espera ser salva da dependência química e do descaso. Esses meninos são resultados de um aborto comunitário e social, e com o decorrer dos anos percebi que a maior tragédia não é ser pobre é não se sentir filho amado. Devemos resgatar esses meninos, tirá-los das ruas para tratar das suas feridas, apresentá-los a oportunidade de aprenderem uma profissão e serem inseridos no Mercado de Trabalho. Pois só assim eles podem retornar a sociedade de cabeça erguida, como cidadãos de bem!” Padre Renato Chiera Aqui só entra quem deseja sair... ESPAÇO PROGREDIR O Espaço Progredir é uma entidade sem fins lucrativos, em Nova Iguaçu, que oferece tratamento e prevenção ao uso de drogas. No programa de tratamento atende a adolescentes e jovens que fazem uso e abuso de substâncias psicoativas (drogas), dando uma oportunidade de estabelecimento e reintegração à sociedade, através de um trabalho biopsicossocial, ético e espiritual, junto ao seu núcleo familiar. No programa de prevenção atende a crianças, adolescentes, jovens, adultos e famílias através de palestras, oficinas e projetos de qualidade de vida desenvolvidos em parceria com escolas públicas.Casa do Menor São Miguel Arcanjo
  5. 5. “Nossas maiores dificuldades são relacionadas a evasão dos adolescentes que necessitam deum internamento clínico, pois a abstinência do crack é muito forte; E a falta de verba para darcontinuidade e sustentabilidade ao trabalho desenvolvido no projeto.” Aida (Presidente do EspaçoProgredir). “Eu me considero um filho do abandono!” Dorvan Henrique (à esquerda) RELATOS DOS OPRIMIDOS Dorvan Henrique, 24 anos, ex-menino e atualmente voluntário da Casa do Menor, diz: “Eu cresci em meio às pessoas envolvidas com o tráfico, ou seja, cresci em um ambiente onde não havia possibilidades para o amor. Conheci o lado mais trágico da vida vivi em meio às drogas e ao descaso. Cresci ouvindo as pessoas dizerem: “Menino você não tem solução!”. Eu sempre quis estudar, mas nunca tive oportunidade. E conseqüência disso acabei me tornando uma ameaça para a sociedade!” Casa do Menor São Miguel Arcanjo
  6. 6. Este livro nasceu de um desafio que me foi lançado por ocasião dos vinte e um anos daCasa do Menor: “Qual contribuição podemos oferecer à sociedade como resposta à causa dacriança e do adolescente, no Brasil e talvez no mundo?” Aceitei o desafio de oferecer, comsimplicidade e humildade, os caminhos que fomos descobrindo e as luzes que foram seacendendo. Outros meninos deram o seu depoimento. No entanto suas imagens foram preservadas,mas os seus relatos sensibilizaram à todos. Prova de que algo está sendo feito e se existemalternativas, AMAR é uma delas. Claise Maria ZitoCLAISE MARIA ZITO“Devemos refletir sobre o que o crack é capaz de fazer com os jovens da nossa sociedade, eessa reflexão deve resultar algo que vá além das ações isoladas, devemos trabalhar emconjunto porque só assim, unidos, seremos capazes de vencer!” Divulgação da campanha: BASTA UMA VEZ PARA VOCÊ NUNCA MAIS SER OMESMO! Maiores informações sobre a campanha visite o site www.claisemariazito.com.br Casa do Menor São Miguel Arcanjo
  7. 7. DEFENSOR PÚBLICO DRº ANTÔNIO CARLOS “O governo não tem que fazer caridades, mas sim políticas públicas. E desde já gostaria de me comprometer com a Casa do Menor São Miguel Arcanjo que em momento algum ela será processada ou penalizada, por acreditar que o período de dois anos para recuperação e reintegração dessas crianças, seja insuficiente para a realização efetiva do resgate dessas vidas. Fique ciente Padre Renato que esse é o compromisso que eu estabeleço com você e com a Casa do Menor diante de todos!” Drº Antônio Carlos ENTIDADES PRESENTES: - PROJAD - NAR-ANON - SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE NOVA IGUAÇU - SECRETARIA MUNICIPAL DE TURISMO E CULTURA DE NOVA IGUAÇU - ROTARY INTERNATIONAL - DIOCESE DE NOVA IGUAÇUCasa do Menor São Miguel Arcanjo
  8. 8. VOCÊ SABIA? Pacientes podem morrer de doenças cardiovasculares (derrame e infarto) e relacionadas ao enfraquecimento do organismo (tuberculose). A causa mais comum de óbito é a exposição à violência e a situações de perigo, por causa do envolvimento com traficantes, por exemplo. Vereador FerreirinhaVEREADOR CARLOS FERREIRA“Deve-se estabelecer uma integração das ações discutidas nesse seminário na busca desensibilizar a todos sobre esse cenário. Dialogando, paralelamente, com incentivos a cultura eao esporte e lazer.” Casa do Menor São Miguel Arcanjo
  9. 9. VEREADORA PROFª MARLI Intermediou o seminário no comando da mesa de convidados e se destacou como uma figura segura e ativa no que se refere às políticas sociais em Nova Iguaçu. Seu envolvimento e experiência com a causa debatida sustentam a credibilidade de suas palavras. Vereadora Professora Marli Após o Seminário todos os presentes foram convidados para participarem de um COFFE BREAK, oferecido pela Casa do Menor São Miguel Arcanjo.Casa do Menor São Miguel Arcanjo
  10. 10. A GRADECIMENTOS AGRADECEMOS A TODOS OS ENVOLVIDOS NA ELABORAÇÃO DESTE BOLETIM E A CASADO MENOR SÃO MIGUEL ARCANJO POR INCENTIVAR A CULTURA E A COMUNICAÇÃO NABAIXADA FLUMINENSE. E OBRIGADO PADRE RENATO CHIERA POR DEIXAR DEUS UTILIZAR ASUA VIDA PARA SALVAR TANTAS OUTRAS... SEJA PARCEIRO DO NOSSO BOLETIM INFORMATIVO ANUNCIE AQUI! E ajude a Casa do Menor São Miguel Arcanjo a continuar, por mais 24 anos, acolhendo crianças, adolescentes e jovens em situação de risco pessoal, dando ênfase ao trabalho com suas famílias, tendo como preocupação e objetivo a reintegração familiar e social. Além de favorecer o protagonismo desses meninos e meninas. E lembre-se: “UM POUQUINHO PARA VOCÊ É UM MILAGRE PARA NÓS!” Casa do Menor São Miguel Arcanjo

×