Em Nome De Deus

423 visualizações

Publicada em

A Base Ideológica do Islam

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
423
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Em Nome De Deus

  1. 1. Em nome de Deus, O Clemente, O Misericordioso! <br />A Base Ideológica do Islam<br />O conhecimento de Deus e a crença n’Ele constituem a verdadeira base do Islam, o assunto é tão importante que pede uma discussão clara e cuidadosa, por uma questão de clareza, serão usadas algumas demonstrações bem simples.<br />Pode ser que, para aqueles que já conhecem alguma coisa a respeito, esta discussão seja meio aborrecida ou muito simples, no entanto, pedimos a essas pessoas esclarecidaas que tenham paciência e mostrem algum apreço pela importância da matéria.<br />Há pessoas que, em nome da ciência, ou por uma falta de experiência e compreensão, gostam de duvidar do conceito de Deus, o comportamento dessas pessoas reflete uma mentalidade inquieta, muito embora elas aleguem ser intelectuais.<br />O meu interesse não está voltado para as suas alegações, mas para as suas reais posições, isto explica por que muito da discussão está organizada numa forma simples, como se ela fosse dirigida a crianças e não a adultos. <br />Por outro lado, o objetivo principal deste trabalho é transmitir o verdadeiro conceito de Deus no Islam para os jovens muçulmanos, uma outra consideração é que o conceito de Deus no Islam está distorcido nas mentes de muitos não muçulmanos, que são os assim chamados crentes em Deus e defensores da religião.<br />Por esta razão, alguns exemplos simples, e talvez elementares, serão usados nesta apresentação, contudo, a simplicidade de alguns argumentos poderá provocar profundas reflexões em muitos adultos. Se assim o fôr, isto provará ser uma simplicidade desejável e criativa, o que por si só, já é uma característica do Islam.<br />Quando olhamos à nossa volta, percebemos que cada família tem um chefe; cada escola tem um diretor, cada cidade o seu prefeito, cada estado um governador e cada nação um chefe de estado. Além disso, sabemos, fora de qualquer dúvida, que cada produto é o resultado do trabalho de um determinado produtor e que cada obra de arte é a criação de algum grande artista.<br />Tudo isto é óbvio, contudo não satisfaz a ânsia por conhecimento e a curiosidade do homem sobre as grandes coisas no mundo. <br />Muitas vezes nos surpreendemos com as belezas da natureza, com seus encantos e maravilhas; os horizontes quase sem fim no céu e sua expansão de longo alcance; a sucessão incessante dos dias e noites, da forma a mais ordenada possível; o curso do sol, da lua, das estrelas e dos planetas; o mundo dos objetos animados e inanimados, o processo contínuo e a evolução do homem, geração após geração. Surpreendemo-nos porque gostaríamos de conhecer o seu criador e mantenedor de todas estas coisas com as quais convivemos e das quais gostamos imensamente.<br />Podemos achar uma explicação para a grandeza do universo? Existe alguma interpretação convincente sobre o segredo da existência? <br />Percebemos que nenhuma família pode funcionar adequadamente sem um chefe responsável, que nenhuma cidade pode existir de forma harmoniosa sem uma boa administração e que nenhum estado sobrevive sem um líder, qualquer que seja ele. <br />Também percebemos que nada existe por conta própria. Além disso, observamos que o universo existe e funciona da forma a mais ordenada possível, e que sobrevive há centenas de milhares de anos. Podemos, então, dizer que tudo isto é acidental ou por acaso? Ou podemos atribuir a existência do homem e de todo o mundo a um simples acaso?<br />Se o homem tivesse surgido por acidente ou por puro acaso, toda a sua vida seria baseada neste acaso e toda a sua existência seria sem sentido. Mas, nenhum homem sensível pode conceber que sua vida seja sem sentido e nenhum ser racional permitiria que sua existência ficasse ao sabor de tais flutuações.<br />Cada ser humano racional tenta tornar sua vida o mais significante possível e traça para si próprio um modelo de conduta de acordo com alguns conceitos. Indivíduos, grupos e nações fazem planos para o curso de suas ações e cada plano cuidadoso produz alguns efeitos desejados. A questão é que o homem, de um modo ou de outro, se empenha em projetos e pode usufruir os méritos de um bom plano.<br />Contudo, o homem representa somente um porção muito pequena do grande universo, e se ele pode planejar e usufruir dos méritos de seu plano, então sua própria existência e a sobrevivência do universo deve também ser baseada em uma política planejada. <br />Isto quer dizer que existe uma Vontade por trás de nossa existência material, e que há uma Única Mente no mundo para transformar coisas em seres e mantê-las se movendo ordenamente. As surpresas maravilhosas de nosso mundo e os segredos da vida são muito grandes para serem o produto de um acidente fortuito ou de um mero acaso.<br />No mundo, assim, deve existir uma Grande Força em ação para manter tudo em ordem. Para uma natureza tão linda deve existir um Grande Artista que cria as obras de arte mais encantadoras e produz tudo com um objetivo especial na vida.<br />Esta Força é a mais forte de todas e este Artista é o maior de todos, os verdadeiros crentes e as pessoas profundamente iluminadas reconhecem este Artista e o chamam de Allah, ou Deus. Elas O chamam Deus porque Ele é o Criador e o Arquiteto Chefe do mundo, o Originador da vida e o Provedor de todas as coisas que existem. Ele não é um homem porque nenhum homem pode criar ou fazer outro homem. <br />Ele não é um animal nem uma planta, também não é um ídolo, e muito menos uma imagem de qualquer espécie, porque nada disso pode fazer ou criar qualquer coisa. Ele não é uma máquina. Também não é o sol nem a lua ou qualquer outra estrela, porque estas coisas são controladas por um grande sistema e também foram criadas por alguém.<br />Ele é diferente de todas as coisas porque Ele é o Criador e o Mantenedor de tudo, o criador de todas as coisas tem que ser diferente e maior do que a coisa criada por Ele. <br />Também sabemos que nada pode ter vida por conta própria e que este mundo maravilhoso não foi criado por si próprio ou ganhou existência por acaso, as mudanças contínuas no mundo provam que ele foi feito e tudo que é feito precisa ter um construtor de alguma espécie.<br />O Construtor e Sustentador do mundo, o Criador e Provedor do homem, a Força Ativa e o Poder Efetivo na natureza, são todos um só e o mesmo, e que é conhecido por Allah (Deus) . Este é o Segredo de todos os segredos e o mais Supremo de todos os seres. O Alcorão, o verdadeiro Livro de Deus, diz:<br />''Foi Deus quem fez a noite, para que repousásseis, e o dia para (vos) ajudar a ver. Certamente Deus é Agraciante para com os humanos. Porém, a maioria deles não Lhe agradece. Tal é Deus, vosso Senhor, Criador de tudo. Não há mais divindade, além d’Ele. Como, pois, vos desviais? Assim se desviam aqueles que negam os versículos de Deus. Deus foi Quem fez a terra como berço, o céu como teto, modelou e aperfeiçoou as vossas configurações e vos agraciou com todo o bem. Tal é Deus, vosso Senhor. Bendito seja Deus, Senhor do Universo! Ele é o vivente! Não há mais divindade além d’Ele! Invocai-O, pois, sinceramente! Louvado seja Deus, Senhor do Universo!'' (Alcorão Sagrado 40:61-65)<br />''Deus foi Quem vos submeteu o mar para que, com o Seu beneplácito, o singrassem os navios e para que procurásseis algo de Sua bondade, a fim de que Lhe agradecêsseis. E vos submeteu tudo quanto existe nos céus e na terra, pois tudo d’Ele emana. Em verdade, nisto há sinais para os que meditam.'' (Alcorão Sagrado 45:12-13)<br />O Mestre Supremo de todo o mundo e o Criador de tudo é Allah, ou Deus, porque ele é tão Grande e diferente de todos os outros seres, o homem só pode conhecê-lo por intermédio da reflexão e da meditação, Ele existe sempre, e Seu grande poder está em ação por todo o mundo. <br />O homem tem que acreditar em Sua existência porque tudo no mundo prova que Ele existe. Crer em Deus e em Seu grande poder pode dar à humanidade a melhor explicação possível de muitas coisas misteriosas na vida. <br />Este é o caminho mais seguro para o conhecimento e a percepção espiritual verdadeira, o caminho correto para o bom comportamento e moral sadia, o guia mais certo para a felicidade e prosperidade.<br />Assim que o homem acredita na existência de Deus, ele precisa conhecer Seus atributos e nomes. Falando de um modo geral, toda a perfeição e bondade absoluta pertencem a Ele e não se aplicam a Ele qualquer defeito ou imperfeição. Em termos específicos, devemos conhecer e acreditar no seguinte:<br />1. ''Ele é Deus, o Único, não tem parceiros ou filho, nem gerou ou foi gerado. Ele é eternamente procurado por todos e não teve começo nem terá fim e ninguém é comparável a Ele.'' (Alcorão Sagrado)<br />2. ''Ele é o Misericordioso e Compassivo, o Guardião e o Guia Verdadeiro, o Justo e o Senhor Supremo, o Criador e o Vigia, o Primeiro e o Último, o Conhecedor e o Sábio, o Ouvidor e o Cônscio, o Glorioso, o Capaz e o Poderoso.'' (Alcorão Sagrado)<br />3. ''Ele é Amoroso e Provedor, o Generoso e Benevolente, o Rico e Independente, o Perdoador e o Clemente, o Paciente e o Avaliador, o Único e o Protetor, o Juiz e a Paz.'' (Alcorão Sagrado)<br />Cada um desses nomes e atributos de Deus está mencionado em várias partes do Alcorão. Nós usufruímos do cuidado e da misericórdia de Deus, Que é tão Amoroso e Justo para com a sua criação. Se tentarmos contar Seus favores sobre nós não conseguiremos, porque eles são incontáveis.<br />''Deus foi Quem criou os céus e a terra e é Quem envia a água do céu, com a qual produz os frutos para o vosso sustento! Submeteu, para vós, os navios que, com a Sua anuência, singram os mares, e submeteu, para vós, os rios. Submeteu, para vós, o sol e a luz, que seguem os seus cursos; submeteu para vós, a noite e o dia. E vos agraciou com tudo quanto Lhe pedistes. E se contardes as mercês de Deus, não podereis enumerá-las. Sabei que o homem é iníquo e ingrato por excelência.'' (Alcorão Sagrado 14:32-34)<br />''Ele é Quem envia a água do céu, da qual bebeis, e mediante a qual brotam arbustos com que alimentais o gado. E com ela faz germinar a plantação, a oliveira, a tamareira, a videira, bem como toda a sorte de frutos. Nisto há um sinal para os que refletem. E submeteu, para vós, a noite e o dia; o sol, a lua e as estrelas estão submetidos às Suas ordens. Nisto há sinais para os sensatos. Bem como em tudo quanto vos multiplicou na terra, de variadas cores. Certamente nisto há sinal para os que meditam. E foi Ele Quem submeteu, para vós, o mar para que dele comêsseis carne fresca e retirásseis certos ornamentos com que vos enfeitais. Vedes nele os navios sulcando as águas, à procura de algo de Sua graça; quiçá sejais agradecidos. E fixou na terra sólidas montanhas, para que ela não estremeça convosco, bem como rios, e caminhos pelos quais vos guiais. Assim como os marcos, constituindo-se das estrelas, pelas quais (os homens) se guiam. Poder-se-á comparar o Criador com quem nada pode criar? Não meditais? Porém, se pretenderdes contar as mercês de Deus, jamais podereis enumerá-las. Sabei que Deus é Indulgente, Misericordiosíss imo.'' (Alcorão Sagrado 16:10-18) <br />Deus é Elevado e Supremo, mas Ele está muito perto das pessoas atentas e piedosas; Ele responde às suas preces e as socorre. Ele ama as pessoas que O amam e perdoa seus pecados. Ele lhes dá paz e felicidade, conhecimento e sucesso, vida e proteção. <br />Ele recebe todos aqueles que querem estar em paz com Ele e jamais rejeita ninguém. Ele ensina o homem a ser bom, a fazer o bem e a manter-se afastado do mal. Porque Ele é tão Bom e Amoroso, Ele recomenda e aceita somente as coisas boas e corretas. A porta de Sua misericórdia está sempre aberta para qualquer um que sinceramente busque Seu apoio e proteção.<br />''Quando Meus servos te perguntarem de Mim, dize-lhes que estou próximo e ouvirei o rogo do suplicante quando a Mim se dirigir. Que atendam o Meu apelo e que creiam em Mim, a fim de que se encaminhem. '' (Alcorão Sagrado 2:186) <br />O Amor de Deus por Suas criaturas é imenso e está além da imaginação humana. Não podemos medir ou contar Seus favores. Ele nos cria e cuida de nós, não apenas a partir de nosso nascimento, mas bem antes disto.<br />Ele nos faz na melhor forma da criação e nos dá todos os sentidos e faculdades de que necessitamos para o nosso crescimento. Ele nos ajuda quando não não conseguimos nos ajudar a nós próprios e nos supre, a nós e a nossos dependentes, de tudo. Ele cria no homem a mente para compreender, a alma e a consciência para ser bom e justo e os sentimentos para ser gentil e humano.<br />Por Sua misericórdia obtemos o conhecimento verdadeiro e vemos a luz verdadeira. Porque Ele é Misericordioso, Ele nos cria na mais bela forma e nos dá o sol e a lua, a terra e o mar, o planeta e os céus, as plantas e os animais. <br />Ele é o Criador de todas estas coisas e muitas outras mais para o nosso benefício e uso. Ele faz as coisas que estão a nosso serviço nesta vida e dá ao homem dignidade e inteligência, honra e respeito, porque o homem é a melhor de todas as coisas criadas e o vice-gerente de Deus na terra. <br />A misericórdia de Deus nos dá esperança e paz, coragem e confiança. Isto nos habilita a curar nossas tristezas e mágoas, a transpor nossas dificuldades e a obter sucesso e felicidade. Na verdade, a misericórdia de Deus alivia o angustiado, alegra o aflito, consola o doente, fortalece o desesperado e conforta o necessitado. <br />Em resumo, a misericórdia de Deus é ativa a todo instante, em toda parte e em todos os aspectos de nossa vida. Algumas pessoas não conseguem reconhecer tudo isto porque elas acham que isto é uma concessão. Mas, é verdade, e sentimos isto com nossos corações e agradecemos com nossas mentes.<br />O Deus Amoroso e Misericordioso jamais esquece de nós, ou nos desaponta, ou ignora nossos sinceros chamados. Por sua Misericórdia e Amor, Ele nos mostrou o Caminho Correto e nos enviou mensageiros e professores, livros e revelações - tudo para nossa ajuda e orientação. <br />O Último Mensageiro de Deus é Muhammad (que a Paz e a Bênção de Deus estejam sobre ele), e o livro mais autêntico que existe é o Alcorão. Por intermédio das tradições de Muhammad (que a Paz e a Bênção de Deus estejam sobre ele),e dos ensinamentos do Alcorão, conhecemos o Deus Perdoador. Se uma pessoa cometer um pecado ou fizer alguma coisa errada, esta pessoa estará violando a Lei de Deus, cometendo uma ofensa grave contra Deus e maculando sua própria dignidade e existência.<br />Mas, se ela é sincera e deseja o arrependimento, lastima seus atos errados, deseja se voltar para Deus, fervorosamente busca o perdão de Deus e honestamente se aproxima d’Ele, então Deus certamente o aceitará e perdoa-lo-á. Mesmo aqueles que rejeitam a Deus ou a Sua Unicidade, têm assegurado o perdão, devem perceber sua atitude equivocada e decidir voltar para Deus. A respeito disto, diz o Alcorão:<br />Deus jamais perdoará a quem Lhe atribuir parceiros; porém fora disso, perdoa a quem Lhe apraz.. Quem atribuir parceiros a Deus cometerá um pecado ignominioso. (Alcorão Sagrado  4:48 e 116)<br />Dize: Ó servos meus, que se excederam contra si próprios, não te desespereis da misericórdia de Deus; certamente, Ele perdoa todos os pecados, porque Ele é o Indulgente , o Misericordiosíssimo. E voltai, contritos, ao vosso Senhor, e submetei-vos a Ele, antes que vos açoite o castigo, porque, então, não sereis socorridos. (Alcorão Sagrado 39:53-54) <br />Em troca de todos esses grandes favores e bondade, Deus não necessita de nada de nós, porque Ele é o Independente. Ele não nos pede retribuiçção, pelo simples fato de que não podemos recompensá-Lo, ou mesmo avaliar a imensidão de seus favores e misericórdia. <br />O que Ele nos ordena fazer, contudo, é somente sermos bons e agradecidos, seguirmos Suas recomendações e reforçarmos Sua Lei, sermos a manifestação adequada de Sua bondade e atributos, sermos Seus agentes honestos e verdadeiros representantes na terra. <br />Ele não quer nos escravizar porque Ele é Aquele que nos dá a dignidade e a honra. Ele não deseja nos subjulgar porque Ele é Aquele que nos emancipa do medo e das superstições. Ele não deseja nos humiliar porque Ele é Aquele que nos cria e exalta nossa posição sobre todos os seres. <br />Portanto, quaisquer que sejam as regras e prescrições que Ele nos passa, elas foram feitas para nosso próprio benefício e bem. Elas foram feitas para nos ajudar a usufruir nossas vidas, uns com os outros, em paz e bondade, em fraternidade e cooperação. Elas foram destinadas a nos permitir alcançar Sua companhia e a adotar o caminho mais certo para a felicidade eterna.<br />Há vários caminhos para se conhecer Deus e há muitas coisas para se falar sobre Ele. As grandes maravilhas do mundo são como livros abertos, nos quais podemos ler sobre Deus. Além disso, Deus vem em nosso socorro através dos muitos mensageiros e revelações que Ele enviou ao homem. <br />Estes mensageiros e revelações nos falam de tudo de que necessitamos para conhecer a Deus. Portanto, refletindo sobre a natureza, ouvindo a palavra dos mensageiros e lendo as revelações divinas, podemos obter o conhecimento mais convicente a respeito de Deus e achar o Caminho Direto para Ele.<br />Para completar esta parte da discussão, alguns versículos do Alcorão podem ser assim traduzidos: <br />Deus dá testemunho de que não há mais divindade além d’Ele; os anjos e os sábios O confirmam Justiceiro; não há mais divindade além d’Ele, o Poderoso, o Prudentíssimo. (Alcorão Sagrado 3:18)<br />Deus é o Criador de todas as coisas e é o Guardião de tudo. A Ele pertencem as chaves dos céus e da terra. (Alcorão Sagrado 39:63-64)<br />A Ele pertence tudo que está nos céus e na terra. Tudo obedece a Ele. É Ele quem origina a Criação, logo a reproduz, porque Lhe é fácil.  Sua é a mais eleveda similitude, nos céus e na terra, Ele é o Poderoso, Prudentíssimo. (Alcorão Sagrado 30:27-28)<br />Portuguese http://www.islam.com.br/file1.htm<br />http://www.islam.org.br<br />http://www.iqraeditora.com.br/http://www.geocities.com/~alminar/http://avsete.fst.com.br/~sbmrjbr/http://www.alfurqan.pthttp://muttaqun.com/index-portuguese.htmlhttp://www.mohamad.hpg.ig.com.br/nao_se_surpreenda.htmhttp://www.religionofislam.com/portuguese/index.htm<br />

×