SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 16
FLORES E MULHERES Algo em comum... Formatação Leila Marinho Lage Roteiro e Fotos Arnaldo Agria Huss Música Crazy World Orquestra Henry Mancini http://www.clubedadonameno.com
Eu sou aquela mulher que fez a escalada da montanha da vida removendo pedras e plantando flores.   Cora Coralina (1889/1985), poetisa e contista brasileira, doceira de profissão
Aprendi com as primaveras a me deixar cortar para poder voltar inteira. Cecília Meirelles (1901/1964), poetisa e jornalista brasileira
O amor não é louco. Sabe muito bem o que faz e nunca age sem motivo.  Loucos somos nós, que insistimos em querer entendê-lo no plano da razão.  Marina Colasanti, escritora e jornalista ítalo-brasileira
Entendi que a vida não tece  apenas uma teia de perdas,  mas nos proporciona uma sucessão de ganhos.  Lya Luft, romancista e colunista brasileira, mestre em literatura
A idade não protege contra o amor, mas o amor, na medida certa, protege contra a idade.  Jeanne Moreau, atriz, teatróloga e romancista francesa
Nunca precisei de sonhos para interpretar a minha vida, mas da vida para interpretar meus sonhos, num misto de sonhar a vida e dar realidade ao sonho.  Susan Sontag ( 1933/2004), escritora, crítica de arte e ativista estadunidense
A capacidade de rir em comum é a essência do amor.  Françoise Sagan  (1935 /2004), escritora francesa
Liberdade Essa palavra que o sonho humano alimenta, que não há ninguém que explique, mas ninguém que não entenda. Clarice Lispector (1920 /1977), escritora brasileira, nascida na Ucrânia
Mude, mas comece devagar, porque a direção é mais importante que a velocidade.  Clarice Lispector (1920 /1977), escritora brasileira, nascida na Ucrânia
É importante viver momento a momento na nossa evolução. Para isso é preciso ter paciência e não querer fechar a conta antes do fim de cada etapa.  Simone de Beauvoir (1908/1986), escritora francesa, romancista,   feminista e filósofa existencialista
Nunca se deve engatinhar quando se tem o impulso de voar.   Helen  Adams Keller (1880/1968), escritora cega e surda, filósofa, conferencista e ativista social estadunidense
Quando a paixão se vai, permanece o tédio.  E tudo acaba mesmo que continue.  Coco Chanel, (1883/1971), estilista francesa
Sair de cena é a forma mais bonita de fidelidade e a atitude mais inteligente quando já se viveu o melhor.  Não se deve esperar que o amor cheire a tocos de cigarro. Marlene Dietrich (1901/1992), atriz e cantora alemã, naturalizada nos EUA
Por vezes sentimos que aquilo que fazemos não é senão uma gota de água no mar. Mas o mar seria menor se lhe faltasse uma gota. Madre Teresa de Calcutá (1910/1997), missionária católica albanesa, naturalizada indiana e beatificada pela Igreja Católica
Apresentação e imagens registradas no Clube da Dona Menô http://www.clubedadonameno.com http://www.clubedadonameno.com/devaneios/menu_novo10.asp http://recantodasletras.uol.com.br/autor_textos.php?id=17612 Páginas de Arnaldo Agria Huss

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Vinicius de Moraes - Vida e Obra
Vinicius de Moraes - Vida e ObraVinicius de Moraes - Vida e Obra
Vinicius de Moraes - Vida e ObraSara Guerra
 
Vinicius de Moraes - Tudo sobre vida, obra e curiosidades
Vinicius de Moraes - Tudo sobre vida, obra e curiosidadesVinicius de Moraes - Tudo sobre vida, obra e curiosidades
Vinicius de Moraes - Tudo sobre vida, obra e curiosidadesnaathyb
 
O comum dos mortais conto de autor desconhecido
O comum dos mortais   conto de autor desconhecidoO comum dos mortais   conto de autor desconhecido
O comum dos mortais conto de autor desconhecidoJosé Silva
 
SEMINÁRIO DE LITERATURA - VINÍCIUS DE MORAES
SEMINÁRIO DE LITERATURA - VINÍCIUS DE MORAESSEMINÁRIO DE LITERATURA - VINÍCIUS DE MORAES
SEMINÁRIO DE LITERATURA - VINÍCIUS DE MORAESMarcelo Fernandes
 
Fernando Lopes - História das Artes Visuais e Contemporâneas - 54649
Fernando Lopes - História das Artes Visuais e Contemporâneas - 54649 Fernando Lopes - História das Artes Visuais e Contemporâneas - 54649
Fernando Lopes - História das Artes Visuais e Contemporâneas - 54649 Ricardo Pinheiro
 
Vinícius de moraes trabalho
Vinícius de moraes trabalhoVinícius de moraes trabalho
Vinícius de moraes trabalhocoezica
 
Cartaz joão de melo 23 de abril
Cartaz joão de melo   23 de abrilCartaz joão de melo   23 de abril
Cartaz joão de melo 23 de abriltintafresca
 
Temáticas de vinícius de moraes
Temáticas de vinícius de moraesTemáticas de vinícius de moraes
Temáticas de vinícius de moraesGraziela Costa
 
Biografia de vinícius de moraes
Biografia de vinícius de moraesBiografia de vinícius de moraes
Biografia de vinícius de moraesgeysamy
 
Edith Piaf - Hymne a l'amour
Edith Piaf - Hymne a l'amourEdith Piaf - Hymne a l'amour
Edith Piaf - Hymne a l'amourLuiza Goes
 
Mário cesariny
Mário cesarinyMário cesariny
Mário cesariny2611998
 

Mais procurados (18)

Vinicius de Moraes - Vida e Obra
Vinicius de Moraes - Vida e ObraVinicius de Moraes - Vida e Obra
Vinicius de Moraes - Vida e Obra
 
Vinicius de moraes
Vinicius de moraesVinicius de moraes
Vinicius de moraes
 
Vinicius de Moraes
Vinicius de MoraesVinicius de Moraes
Vinicius de Moraes
 
Vinicius de Moraes - Tudo sobre vida, obra e curiosidades
Vinicius de Moraes - Tudo sobre vida, obra e curiosidadesVinicius de Moraes - Tudo sobre vida, obra e curiosidades
Vinicius de Moraes - Tudo sobre vida, obra e curiosidades
 
O comum dos mortais conto de autor desconhecido
O comum dos mortais   conto de autor desconhecidoO comum dos mortais   conto de autor desconhecido
O comum dos mortais conto de autor desconhecido
 
SEMINÁRIO DE LITERATURA - VINÍCIUS DE MORAES
SEMINÁRIO DE LITERATURA - VINÍCIUS DE MORAESSEMINÁRIO DE LITERATURA - VINÍCIUS DE MORAES
SEMINÁRIO DE LITERATURA - VINÍCIUS DE MORAES
 
Comercial Vendendo a Paz
Comercial Vendendo a PazComercial Vendendo a Paz
Comercial Vendendo a Paz
 
Fernando Lopes - História das Artes Visuais e Contemporâneas - 54649
Fernando Lopes - História das Artes Visuais e Contemporâneas - 54649 Fernando Lopes - História das Artes Visuais e Contemporâneas - 54649
Fernando Lopes - História das Artes Visuais e Contemporâneas - 54649
 
Vínicius de Morais
Vínicius de MoraisVínicius de Morais
Vínicius de Morais
 
Vinícius de moraes trabalho
Vinícius de moraes trabalhoVinícius de moraes trabalho
Vinícius de moraes trabalho
 
Novos contos da Montanha
Novos contos da MontanhaNovos contos da Montanha
Novos contos da Montanha
 
Cartaz joão de melo 23 de abril
Cartaz joão de melo   23 de abrilCartaz joão de melo   23 de abril
Cartaz joão de melo 23 de abril
 
Temáticas de vinícius de moraes
Temáticas de vinícius de moraesTemáticas de vinícius de moraes
Temáticas de vinícius de moraes
 
Biografia de vinícius de moraes
Biografia de vinícius de moraesBiografia de vinícius de moraes
Biografia de vinícius de moraes
 
Mário quintana 2006
Mário quintana 2006Mário quintana 2006
Mário quintana 2006
 
Edith Piaf - Hymne a l'amour
Edith Piaf - Hymne a l'amourEdith Piaf - Hymne a l'amour
Edith Piaf - Hymne a l'amour
 
2008 a bela_junie
2008 a bela_junie2008 a bela_junie
2008 a bela_junie
 
Mário cesariny
Mário cesarinyMário cesariny
Mário cesariny
 

Semelhante a Flores e mulheres

Principais poetas brasileiros
Principais poetas brasileirosPrincipais poetas brasileiros
Principais poetas brasileirosRafael Marques
 
Viniciuspraviverumgrandeamor
ViniciuspraviverumgrandeamorViniciuspraviverumgrandeamor
ViniciuspraviverumgrandeamorFabio Murilo
 
Modernismo 2ª fase (Poesia)
Modernismo  2ª fase (Poesia)Modernismo  2ª fase (Poesia)
Modernismo 2ª fase (Poesia)Cynthia Funchal
 
Poesia 2ª fase modernista
Poesia 2ª fase modernistaPoesia 2ª fase modernista
Poesia 2ª fase modernistaLuciene Gomes
 
Resumo lacos-de-familia
Resumo lacos-de-familiaResumo lacos-de-familia
Resumo lacos-de-familiaEdjeynne Velez
 
Charles chaplin o carlitos
Charles chaplin   o carlitosCharles chaplin   o carlitos
Charles chaplin o carlitosClébio Marques
 
Carlos drummond de andrade próprio
Carlos drummond de andrade   próprioCarlos drummond de andrade   próprio
Carlos drummond de andrade próprioWilliam Ferraz
 
Carlos drummond de andrade próprio
Carlos drummond de andrade   próprioCarlos drummond de andrade   próprio
Carlos drummond de andrade próprioWilliam Ferraz
 
Eugénio de Andrade, Mário de Sá Carneiro
Eugénio de Andrade, Mário de Sá CarneiroEugénio de Andrade, Mário de Sá Carneiro
Eugénio de Andrade, Mário de Sá CarneiroRosário Cunha
 
Antologia poética e alguns de seus poetas
Antologia poética e alguns de seus poetas Antologia poética e alguns de seus poetas
Antologia poética e alguns de seus poetas Vinicius Soco
 
slides-aula-Romantismo-no-Brasil-poesia.ppt
slides-aula-Romantismo-no-Brasil-poesia.pptslides-aula-Romantismo-no-Brasil-poesia.ppt
slides-aula-Romantismo-no-Brasil-poesia.pptsolsioli
 

Semelhante a Flores e mulheres (20)

Principais poetas brasileiros
Principais poetas brasileirosPrincipais poetas brasileiros
Principais poetas brasileiros
 
Vinicius antologia poetica
Vinicius antologia poeticaVinicius antologia poetica
Vinicius antologia poetica
 
Viniciuspraviverumgrandeamor
ViniciuspraviverumgrandeamorViniciuspraviverumgrandeamor
Viniciuspraviverumgrandeamor
 
Vinicius
ViniciusVinicius
Vinicius
 
Mulheres e as flores!
Mulheres e as flores!Mulheres e as flores!
Mulheres e as flores!
 
Modernismo 2ª fase (Poesia)
Modernismo  2ª fase (Poesia)Modernismo  2ª fase (Poesia)
Modernismo 2ª fase (Poesia)
 
Poesia 2ª fase modernista
Poesia 2ª fase modernistaPoesia 2ª fase modernista
Poesia 2ª fase modernista
 
Resumo lacos-de-familia
Resumo lacos-de-familiaResumo lacos-de-familia
Resumo lacos-de-familia
 
Lacos de-familia
Lacos de-familiaLacos de-familia
Lacos de-familia
 
Charles chaplin o carlitos
Charles chaplin   o carlitosCharles chaplin   o carlitos
Charles chaplin o carlitos
 
Carlos drummond de andrade próprio
Carlos drummond de andrade   próprioCarlos drummond de andrade   próprio
Carlos drummond de andrade próprio
 
Carlos drummond de andrade próprio
Carlos drummond de andrade   próprioCarlos drummond de andrade   próprio
Carlos drummond de andrade próprio
 
O riode vinicius
O riode viniciusO riode vinicius
O riode vinicius
 
O Rio de Vinicius de Moraes
O Rio de Vinicius de MoraesO Rio de Vinicius de Moraes
O Rio de Vinicius de Moraes
 
Álvaro de Campos
Álvaro de CamposÁlvaro de Campos
Álvaro de Campos
 
Eugénio de Andrade, Mário de Sá Carneiro
Eugénio de Andrade, Mário de Sá CarneiroEugénio de Andrade, Mário de Sá Carneiro
Eugénio de Andrade, Mário de Sá Carneiro
 
2° fase modernismo
2° fase   modernismo2° fase   modernismo
2° fase modernismo
 
Antologia poética e alguns de seus poetas
Antologia poética e alguns de seus poetas Antologia poética e alguns de seus poetas
Antologia poética e alguns de seus poetas
 
slides-aula-Romantismo-no-Brasil-poesia.ppt
slides-aula-Romantismo-no-Brasil-poesia.pptslides-aula-Romantismo-no-Brasil-poesia.ppt
slides-aula-Romantismo-no-Brasil-poesia.ppt
 
Charlie chaplin
Charlie chaplinCharlie chaplin
Charlie chaplin
 

Mais de lealtran

Madame tussaudwien gab
Madame tussaudwien gabMadame tussaudwien gab
Madame tussaudwien gablealtran
 
Fotosnanosdocorpohumano fj
Fotosnanosdocorpohumano fjFotosnanosdocorpohumano fj
Fotosnanosdocorpohumano fjlealtran
 
Amigosda internet
Amigosda internetAmigosda internet
Amigosda internetlealtran
 
Alfabetoamigo
AlfabetoamigoAlfabetoamigo
Alfabetoamigolealtran
 
Showdomilhaoparaloiras
ShowdomilhaoparaloirasShowdomilhaoparaloiras
Showdomilhaoparaloiraslealtran
 
Almas gemeas hh
Almas gemeas hhAlmas gemeas hh
Almas gemeas hhlealtran
 
Prostata.gaucha
Prostata.gauchaProstata.gaucha
Prostata.gauchalealtran
 
Cidade subterranea de derinkuyu
Cidade subterranea de derinkuyuCidade subterranea de derinkuyu
Cidade subterranea de derinkuyulealtran
 
Primeiros socorros
Primeiros socorrosPrimeiros socorros
Primeiros socorroslealtran
 
Por que amamos os animais
Por que amamos os animaisPor que amamos os animais
Por que amamos os animaislealtran
 
Oporteirodoprostbulo
OporteirodoprostbuloOporteirodoprostbulo
Oporteirodoprostbulolealtran
 
Foram garfos
Foram garfosForam garfos
Foram garfoslealtran
 
Perfeiçao[hll]
Perfeiçao[hll]Perfeiçao[hll]
Perfeiçao[hll]lealtran
 
Felicidade
FelicidadeFelicidade
Felicidadelealtran
 
A urgencia de_viver_som
A urgencia de_viver_somA urgencia de_viver_som
A urgencia de_viver_somlealtran
 

Mais de lealtran (20)

Madame tussaudwien gab
Madame tussaudwien gabMadame tussaudwien gab
Madame tussaudwien gab
 
Fotosnanosdocorpohumano fj
Fotosnanosdocorpohumano fjFotosnanosdocorpohumano fj
Fotosnanosdocorpohumano fj
 
Tempo...
Tempo...Tempo...
Tempo...
 
Amigosda internet
Amigosda internetAmigosda internet
Amigosda internet
 
Alfabetoamigo
AlfabetoamigoAlfabetoamigo
Alfabetoamigo
 
Showdomilhaoparaloiras
ShowdomilhaoparaloirasShowdomilhaoparaloiras
Showdomilhaoparaloiras
 
Almas gemeas hh
Almas gemeas hhAlmas gemeas hh
Almas gemeas hh
 
Prostata.gaucha
Prostata.gauchaProstata.gaucha
Prostata.gaucha
 
Cidade subterranea de derinkuyu
Cidade subterranea de derinkuyuCidade subterranea de derinkuyu
Cidade subterranea de derinkuyu
 
Primeiros socorros
Primeiros socorrosPrimeiros socorros
Primeiros socorros
 
Por que amamos os animais
Por que amamos os animaisPor que amamos os animais
Por que amamos os animais
 
P vapvi
P vapviP vapvi
P vapvi
 
Cavalo
CavaloCavalo
Cavalo
 
Oporteirodoprostbulo
OporteirodoprostbuloOporteirodoprostbulo
Oporteirodoprostbulo
 
Bbb 2012
Bbb 2012Bbb 2012
Bbb 2012
 
Foram garfos
Foram garfosForam garfos
Foram garfos
 
Perfeiçao[hll]
Perfeiçao[hll]Perfeiçao[hll]
Perfeiçao[hll]
 
Felicidade
FelicidadeFelicidade
Felicidade
 
Amanhecer
AmanhecerAmanhecer
Amanhecer
 
A urgencia de_viver_som
A urgencia de_viver_somA urgencia de_viver_som
A urgencia de_viver_som
 

Flores e mulheres

  • 1. FLORES E MULHERES Algo em comum... Formatação Leila Marinho Lage Roteiro e Fotos Arnaldo Agria Huss Música Crazy World Orquestra Henry Mancini http://www.clubedadonameno.com
  • 2. Eu sou aquela mulher que fez a escalada da montanha da vida removendo pedras e plantando flores. Cora Coralina (1889/1985), poetisa e contista brasileira, doceira de profissão
  • 3. Aprendi com as primaveras a me deixar cortar para poder voltar inteira. Cecília Meirelles (1901/1964), poetisa e jornalista brasileira
  • 4. O amor não é louco. Sabe muito bem o que faz e nunca age sem motivo. Loucos somos nós, que insistimos em querer entendê-lo no plano da razão. Marina Colasanti, escritora e jornalista ítalo-brasileira
  • 5. Entendi que a vida não tece apenas uma teia de perdas, mas nos proporciona uma sucessão de ganhos. Lya Luft, romancista e colunista brasileira, mestre em literatura
  • 6. A idade não protege contra o amor, mas o amor, na medida certa, protege contra a idade. Jeanne Moreau, atriz, teatróloga e romancista francesa
  • 7. Nunca precisei de sonhos para interpretar a minha vida, mas da vida para interpretar meus sonhos, num misto de sonhar a vida e dar realidade ao sonho. Susan Sontag ( 1933/2004), escritora, crítica de arte e ativista estadunidense
  • 8. A capacidade de rir em comum é a essência do amor. Françoise Sagan (1935 /2004), escritora francesa
  • 9. Liberdade Essa palavra que o sonho humano alimenta, que não há ninguém que explique, mas ninguém que não entenda. Clarice Lispector (1920 /1977), escritora brasileira, nascida na Ucrânia
  • 10. Mude, mas comece devagar, porque a direção é mais importante que a velocidade. Clarice Lispector (1920 /1977), escritora brasileira, nascida na Ucrânia
  • 11. É importante viver momento a momento na nossa evolução. Para isso é preciso ter paciência e não querer fechar a conta antes do fim de cada etapa. Simone de Beauvoir (1908/1986), escritora francesa, romancista, feminista e filósofa existencialista
  • 12. Nunca se deve engatinhar quando se tem o impulso de voar. Helen Adams Keller (1880/1968), escritora cega e surda, filósofa, conferencista e ativista social estadunidense
  • 13. Quando a paixão se vai, permanece o tédio. E tudo acaba mesmo que continue. Coco Chanel, (1883/1971), estilista francesa
  • 14. Sair de cena é a forma mais bonita de fidelidade e a atitude mais inteligente quando já se viveu o melhor. Não se deve esperar que o amor cheire a tocos de cigarro. Marlene Dietrich (1901/1992), atriz e cantora alemã, naturalizada nos EUA
  • 15. Por vezes sentimos que aquilo que fazemos não é senão uma gota de água no mar. Mas o mar seria menor se lhe faltasse uma gota. Madre Teresa de Calcutá (1910/1997), missionária católica albanesa, naturalizada indiana e beatificada pela Igreja Católica
  • 16. Apresentação e imagens registradas no Clube da Dona Menô http://www.clubedadonameno.com http://www.clubedadonameno.com/devaneios/menu_novo10.asp http://recantodasletras.uol.com.br/autor_textos.php?id=17612 Páginas de Arnaldo Agria Huss