Gv 05 operação de caldeiras

2.218 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

Gv 05 operação de caldeiras

  1. 1. 1Caldeira Flamotubular de Combustível SólidoProcedimentos de Partida.01.Verifica-se o nível e otratamento químico da água notanque de abastecimento.Completa-se a caixa e faz-se otratamento químico se necessário..02.Verifica-se a necessidade delimpeza das cinzas no cinzeiro.Retira-se as cinzas com umapá, se necessário.
  2. 2. 2Caldeira Flamotubular de Combustível SólidoProcedimentos de Partida.04.Verifica-se se a bomba estáligando e desligando.No painel, coloca-se a bombano manual (chave para aesquerda), aperta-se o botãoVERDE fazendo-a funciona e oVERMELHO parando-a.Ao terminar o teste, retorna-sea chave ao automático..03.Abre-se a válvula de entradade água da bomba.
  3. 3. 3Caldeira Flamotubular de Combustível SólidoProcedimentos de Partida.05.Drenam-se os indicadores denível (garrafa e visor) e testandotambém o sistema de alarme..06.Dá-se uma descarga defundo rápido, observa-se se aválvula está fechandoconvenientemente.
  4. 4. 4Caldeira Flamotubular de Combustível SólidoProcedimentos de Partida.07.Assegura-se que aquantidade de combustível, nasproximidades, seja suficientepara a alimentação do fogodurante um razoável espaço detempo (duas horas)..08.Ateia-se fogo.Ao alimentar a Caldeira, toma-se precauções para evitar danos aorefratário e grelhas.
  5. 5. 5Caldeira Flamotubular de Combustível SólidoProcedimentos de PartidaVerifica-se a abertura efechamento da válvula desegurança..09.Válvula de Segurança
  6. 6. 6Caldeira Flamotubular de Combustível SólidoProcedimentos de Partida.10.Abrir lentamente a válvulade vapor.Deve-se evitar o golpe dearíete na linha.
  7. 7. 7Caldeira Flamotubular de Combustível SólidoProcedimentos de Parada.01.Verifica-se o nível e otratamento químico da água notanque de abastecimento.Completa-se a caixa e faz-se otratamento químico se necessário..02.Corta-se a alimentação de combustível (lenha) na caldeira.
  8. 8. 8Caldeira Flamotubular de Combustível SólidoProcedimentos de Parada.03.Verificam-se as posições dasválvulas de entrada de água nabomba, as mesmas devem estarabertas para completar o tambor..04.Fecha-se lentamente aválvula de vapor.Deve-se evitar o golpe dearíete na linha.
  9. 9. 9Caldeira Flamotubular de Combustível SólidoProcedimentos de ParadaDeve-se certificar que não hajapessoas na área de descarga dacaldeira – ÁREA DE RISCO..05.Controla-se a pressão dovapor na caldeira, dandopequenas descargas de fundo, senecessário.
  10. 10. 10Caldeira Flamotubular de Combustível SólidoProcedimentos de Parada.06.Verifica-se se a chave dopainel de controle de nível estáno automático..07.Deixa-se esfriar lentamente.
  11. 11. 11Caldeira Flamotubular de Combustível LíquidoProcedimentos de Partida.01.Verifica-se os níveis dos tanques deágua e de óleo combustível.Completa-se com água a caixa e faz-se otratamento químico se necessário..02.Verifica-se se as válvulas da rede de óleo estão abertas.
  12. 12. 12Caldeira Flamotubular de Combustível LíquidoProcedimentos de Partida.03.Liga-se o aquecedor de óleo e controla-se a temperatura (caldeiras que utilizamóleo diesel não possuem o aquecedor)..04.Drenam-se os controladores de nível(garrafa e visor), certificando-se,também, de que a bomba esteja ligando edesligando.
  13. 13. 13Caldeira Flamotubular de Combustível LíquidoProcedimentos de Partida.05.Drena-se o distribuidor de vapor e a serpentina do aquecedor de óleo (se houver)..06.Verifica-se o posicionamento dos eletrodos de ignição.
  14. 14. 14Caldeira Flamotubular de Combustível LíquidoProcedimentos de Partida.07.Verifica-se o estado das correias doventilador (se houver)..08.Verifica-se o compressor, lubrificação, refrigeração (se houver).
  15. 15. 15Caldeira Flamotubular de Combustível LíquidoProcedimentos de Partida.09.Ventila-se a fornalha para evitaracúmulos de gases explosivos.
  16. 16. 16Caldeira Flamotubular de Combustível LíquidoProcedimentos de Parada.01.No caso de utilizar BPF como combustível, circula-se óleo diesel ou querosenepela tubulação de óleo combustível até o queimador, evitando-se a circulação destepelo tanque aquecedor..02.O ventilador deve ser mantido ligado por alguns cerca de 30 segundos após secortar a injeção de combustível, evitando o acúmulo de gases na fornalha.
  17. 17. 17Procedimentos e Parâmetros Operacionais de RotinaCaldeira de Combustível Sólido.01.Quando a pressão do vapor estiver próxima à pressão de trabalho, evita-se o“golpe de aríete” abrindo-se lentamente a válvula de vapor.Observa-se atentamente omanômetro e o indicador denível, ajustando-os, senecessário, aos padrões desegurança;.02.
  18. 18. 18Procedimentos e Parâmetros Operacionais de RotinaCaldeira de Combustível Sólido.03.Observa-se atentamente otermômetro da chaminé, osgases, durante funcionamentonormal da caldeira, devem sairda caldeira entre 260 e 280ºC.Gases acima destatemperatura indicam a necessidadede limpeza nos dutos de fumo..04.Dá-se descarga de fundo conforme recomendações de tratamento da água.
  19. 19. 19Procedimentos e Parâmetros Operacionais de RotinaCaldeira de Combustível Sólido.05.Faz-se as anotações diárias e verifica-se o funcionamento de todos osequipamentos e acessórios (ver modelo de relatório diário em anexo).06.Testa-se o sistemaalternativo de abastecimento deágua (injetor) diariamente.a) abre-se a válvula dealimentação de água
  20. 20. 20Procedimentos e Parâmetros Operacionais de RotinaCaldeira de Combustível Sólidob) abre-se a válvula de vaporc) abre-se a válvula de água parao tambor
  21. 21. 21Procedimentos e Parâmetros Operacionais de RotinaCaldeira de Combustível Sólidod) abre-se lentamente a válvulado injetor até que o fluxo deágua no visor de líquido pare..07.Deve-se evitar queimar lixo ou outro material estranho, pois pode ocasionarentupimento das grelhas e superaquecimentos.
  22. 22. 22Procedimentos e Parâmetros Operacionais de RotinaCaldeira de Combustível Sólido.08.Dá-se descarga manual nas válvulas de segurança diariamente..09.Não se deve perder de vista o controle do nível da água..10.Adiciona-se corretamente os produtos para tratamento da água.
  23. 23. 23Procedimentos e Parâmetros Operacionais de RotinaCaldeira de Combustível Sólido.11.Segue-se as instruções CIPA e colabora-se com ela..12.Mantém-se limpo e em ordem o local de trabalho..13.Verifica-se os contatos dos eletrodos mensalmente.O mal contato é comum devido à vibração do equipamento.
  24. 24. 24Procedimentos e Parâmetros Operacionais de RotinaCaldeira de Combustível Líquido.01.Quando a pressão estiver próxima à pressão de trabalho,evita-se o “golpe de aríete” abrindo-se lentamente a válvula desaída de vapor ou distribuidor..02.Observa-se constantementeos manômetros do óleo, vapore ar.
  25. 25. 25Procedimentos e Parâmetros Operacionais de RotinaCaldeira de Combustível Líquido.03.Observa-se constantemente a temperatura do óleo (se houvertanque de aquecimento)..04.Verifica-se se os depósitos de água e de óleo estão sendosuficientemente abastecidos..05.Observa-se a lubrificação do compressor (se houver).
  26. 26. 26Procedimentos e Parâmetros Operacionais de RotinaCaldeira de Combustível Líquido.06. Dá-se descarga de fundo conformerecomendação do tratamento de água.VÁLVULA.07.Observa-se a combustão através dosvisores e da chaminé (se não apagou).VISOR
  27. 27. 27Procedimentos e Parâmetros Operacionais de RotinaCaldeira de Combustível Líquido.08.Faz-se as anotações referentes aos equipamentos e acessórios, e observa-se oseu funcionamento com atenção..09.Mantém-se limpa a Casa de Caldeiras..10.Aciona-se os sistemas alternativos de abastecimento de água (injetor).
  28. 28. 28Procedimentos e Parâmetros Operacionais de RotinaCaldeira de Combustível Líquido.11.Inspeciona-se vazamentos ou possíveis obstruções que possam existir nosistema de alimentação de água, ar ou combustíveis..12.Faz-se o controle de tiragem de CO2 da combustão (se houver equipamento)..13.Segue-se as recomendações da CIPA e colabora-se com ela.
  29. 29. 29Procedimentos e Parâmetros Operacionais de RotinaCaldeira de Combustível Líquido.14.Caso o queimador apagar subitamente durante a operação normal da Caldeira,jamais utilize-se o calor das paredes ou de tochas para acendê-lo..15.Controlar a mistura combustível/comburente, evitando a formação de fumaçabranca (excesso de ar) ou fumaça preta (excesso de óleo).

×