Análise de mídia da Castelo de Areia

53.198 visualizações

Publicada em

Ação da Polícia Federal envolvendo a empreiteira Camargo Corrêa

Publicada em: Notícias e política
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
53.198
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
50.636
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
53
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Análise de mídia da Castelo de Areia

  1. 1. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 1 de 280 SERVIÇO PÚBLICO MINISTÉRIO DA JUSTIÇA DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL EM SÃO PAULO “OPERAÇÃO CASTELO DE AREIA” EQUIPE SP 14 – ITEM 16 RELATÓRIO DE ANÁLISE DE MÍDIAAPREENDIDA INQUÉRITO POLICIAL 12-0071/2009 AUTOS 2008.61.81.000237-1 DESTINATÁRIO: DPF OTAVIO MARGONARI RUSSO INVESTIGANTE: EPF EVANDRO MARCELO REIS SANT’ANA INVESTIGADO: PIETRO GIAVINA BIANCHI LOCAL DA APREENSÃO: Rua Ribeiro Lisboa, 501 – Jardim Morumbi, São Paulo MBA n.º029/09– 6ª Vara Criminal Federal de São Paulo I - Introdução O relatório presente é referente à análise de documentos localizados no interior de mídias (pendrives), apreendidos na residência do investigado PIETRO GIAVINA BIANCHI, “PIETRO” ex-diretor e atual consultor do Grupo Camargo Corrêa, previamente selecionados por equipe de Policiais Federais e trazidos aos autos na forma dos Laudos Periciais de n° 2698/2009- NUCRIM/SETEC/SR/DPF/SP e 3176/2009-NUCRIM/SETEC/SR/DPF/SP. II - Metodologia de análise Neste relatório estão relacionados arquivos encontrados no interior de equipamentos de informática (pendrives) apreendidos na residência de PIETRO GIAVINA BIANCHI. Para melhor embasamento desta análise foram relacionados, além dos arquivos contidos nos pendrives, uma série de documentos apreendidos no interior de uma pasta verde apreendida na sala de trabalho de PIETRO e que estão encartados aos autos como parte do apenso VII.
  2. 2. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 2 de 280 III - Fase inicial das investigações Vale lembrar que durante as investigações preliminares foram destacados diálogos no Relatório nº 12-028/09, replicado no Relatório nº 12- 031/09, e 12-032/09. O primeiro diálogo entre PIETRO e o diretor FERNANDO DIAS GOMES, “FERNANDO” e o segundo entre o mesmo FERNANDO e o também diretor DARCIO BRUNATO, “DARCIO”, todos investigados nestes autos. Nestas conversas os interlocutores mencionam pendrives e uma pasta que teria informações acerca de doações. Certamente a pasta e o pendrive a que ambos se referiam são os documentos abaixo relacionados. Vejamos novamente o conteúdo das referidas ligações: Vigésimo oitavo: De 27/01/09 a 09/02/09 Relatório n.º 12-028/09 TELEFONE NOME DO ALVO 1187138553 PIETRO - CASTELO DE AREIA INTERLOCUTORES DARCI/FERNANDO X PIETRO DATA/HORA INICIAL DATA/HORA FINAL 27/01/2009 09:01:19 27/01/2009 09:04:48 DURAÇÃO 00:03:29 P: PIETRO D: DARCI F: FERNANDO D: Camargo Correa, bom dia. P: Bom dia. D: Bom dia, doutor Pietro. P: Tudo bem? D: Tudo bem, graças a Deus. P: Algum recado? D: Não, nenhum por en...não, eu vou ser sincera para o senhor. Abri o e-mail seu hoje e tinha um e- mail do Luiz Nascimento. P: Hum D: E o Fernando já está verificando. Ele pergunta se...espera um pouco, deixo abri novamente para mostrar para o senhor. Se tinha alguma coisa no passado dada pro Alelui da Bahia. P: Hum. D: Certo? P: Certo. D: Daí eu passei para o Fernando. P: Hum, hum. O Fernando está verificando. Agora, o senhor quer falar com ele? P: Com quem?
  3. 3. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 3 de 280 D: Com o Fernando P: Depois eu falo... (amenidades...) (DARCI passa a ligação de PIETRO para FERNANDO) F: Alô. P: Oba. Fala professor. Bom dia. F: Tudo bem? P: Tudo bem? Tudo jóia. O que que o Luiz está querendo aí. F: É do José Carlos Aleluia, saber se foi pago alguma coisa no passado. P: Mas pagamos, não? F: ,É eu vou dar uma olhada lá em baixo para ver se eu acho as coisas do Dárcio que ele não está hoje aqui. P: Ele não está aí é? F: Não. Foi para o Peru volta só hoje à tarde. Mas aí, eu daqui a pouco ligo para ele. Porque agora lá ainda são seis horas da manhã P: Hum, hum. F: E eu ligo para ele e pergunto onde está para dar uma procurada. P: Hum, deixo ver... F: Diz que ele tem um pen drive lá embaixo. P: Além disso, na minha pasta lá F: Hum. P: tem aquela pasta de eleições. F: Ah, tá bom. P: E lá tem todos os caras que foram pagos. F: Eu procuro lá, então. P: A relação inclusive...bom, inclusive o oficial...a colaboração oficial. F: Tá bom. F: Tem as duas, né? Tem as duas, tá? F: Tá bom. P: Tá bom. F: Tá jóia. (amenidades...) P: ...Depois amanhã vamos ver se a gente fala com o Luis, viu. F: Tá bom. P: E com a Thais, se marca amanhã a tarde. F: Tá bom. P: Mais ou menos três horas. (incompreensível)...Não tem hora marcada mas para não ficar aí até oito horas da noite, né? F: Sim, senhor. (despedem-se)
  4. 4. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 4 de 280 COMENTÁRIO DO ANALISTA: DARCI diz que LUIZ NASCIMENTO passou um e- mail perguntando se houve alguma contribuição dada no passado para o "Aleluia da Bahia". Possivelmente estão se referindo ao deputado, do partido DEM, pelo estado da Bahia, JOSÉ CARLOS ALELUIA. PIETRO pede para falar com FERNANDO. FERNANDO, então, diz que DARCIO tem um pen drive com todas as contribuições eletorias e, como DARCIO está viajando, ele, FERNANDO, vai procurar este pen drive. Na sequencia, PIETRO diz também ter uma pasta com tais contribuições e acrescenta que, nesta pasta, ele tem as duas formas de contribuição: a oficial e, ao que tudo indica, a "por fora". Trigésimo segundo: De 01/03/09 a 15/03/09 Relatório n.º 12-032/09 TELEFONE NOME DO ALVO 1196030201 DÁRCIO - CASTELO DE AREIA INTERLOCUTORES/COMENTÁRIO DARCI X DARCIO DATA/HORA INICIAL DATA/HORA FINAL 2/3/2009 08:45:12 2/3/2009 08:47:36 DURAÇÃO 00:02:24 DARCI = D DARCIO = DA FERNANDO = F D: Alô. DA: Alô, o doutor Pietro quer saber se ele deixou o pen drive com você. D: Deixou. DA: Deixou? D: Deixou, espera um pouquinho, quer falar com o Fernando? Ele está aqui. DA: Tá. D: Espera aí. AMENIDADES F: Alô. DA: Oi. F: Darcio bom dia, você falaou com a Cristina lá? DA: Cristina? F: Na Colômbia, Carina.
  5. 5. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 5 de 280 DA: Carina, não Fernando, ficou de mandar esse documento né. F: Não, mais espera aí, ela ficou de mandar, mas ela não tinha dado entrada com a outra? DA: Sim, sim. F: Deu entrada, eu vou ligar pra ela pra saber se deu algum retorno. DA: Exatamente. F: De repente resolveu lá. DA: Ah sim, tá bom. Na sexta-feira eu não consegui falar com ela, eu vou falar. Agora, o Pietro quer o pen drive? F: Quer, amanhã você está aqui. DA: Estou. Amenidades COMENTARIO DO ANALISTA: DARCY questiona FERNANDO se o mesmo estaria com o pendrive de PIETRO e ele afirma que sim. Em outras oportunidades PIETRO já se mostrou preocupado com conteúdo de seu pendrive, o que demostra que o mesmo pode ter em seu interior alguma prova de ilícito praticado pelos diretores da CAMARGO CORREA. A seguir relaciono documentação apreendida em arquivos localizados nos pendrives apreendidos na casa de PIETRO, bem como documentos encartados no Apenso VII, parte integrante dos autos. Em alguns dos documentos relacionados a seguir há menção a nomes de pessoas físicas, sobre as quais realizamos pesquisas em arquivos públicos, especialmente na internet, que indicam suas possíveis relações com as obras em questão . Para entender as informações obtidas na documentação apresentada a seguir faz-se necessário esclarecer que PIETRO mantinha uma forma peculiar para tratar das obras em execução pela construtora, referindo- se a elas por meio de siglas. Inicialmente vale enfatizar que estas investigações iniciaram-se para apurar crimes de remessa ilegal de divisas ao exterior e lavagem de dinheiro, sendo este sempre o foco principal. Subsidiariamente surgiram diálogos que nos remetem ao financiamento para campanha eleitoral de vários políticos e partidos das mais variadas legendas apoiados pelo Grupo Camargo Corrêa. Como veremos a seguir algumas destas doações passam a ser suspeitas uma vez que estariam relacionadas ao apoio a licitações diversas para execução de obras públicas.
  6. 6. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 6 de 280 Mais uma vez enfatizo que estas investigações não apresentam nenhum cunho político e que os arquivos e documentos relacionados abaixo são cópia fiel do que foi apreendido de posse do investigado, tanto em meio físico (papéis), quanto em meio midiático (arquivos de computador). IV – Identificação dos documentosrelacionados abaixo No início da apresentação dos documentos relevantes encontrados nas mídias apreendidas relaciono o local ou pasta em que o mesmo se encontrava na mídia, bem como o nome auferido ao mesmo. Os arquivos podem ser acessados através do Laudo gravado em mídia anexa aos autos. No que diz respeito aos documentos apreendidos em papel, esclareço que os mesmos estarão identificados pela página do Apenso ao qual estão acostados. V – Documento base para entendimento dos demais O primeiro documento relacionado foi apreendido no computador utilizado por DARCY FLORES ALVARENGA “DARCY”, Secretária de PIETRO, e será objeto de análise em laudo próprio. Este documento trata-se de tabela onde são relacionadas siglas para identificar obras e/ou prováveis beneficiários de esquema de caixa 2 gerenciado por PIETRO. O documento está aqui relacionado no intuito de facilitar a compreensão dos documentos que serão relacionados mais a frente. Conforme mencionado a tabela foi encontrada na mídia apreendida como Item 02 pela Equipe SP-06. Vamos à tabela: Caminho completo: Disco EqSP06-Item02-HdWesternDigital-WMAM9JY48915.ddPart_1Preload- NTFSMeus documentossiglas.xls – Doc. 108203 ORDEM ALFABÉTICA POR SIGLAS, COM O NOME AAA ADRU ABA Autoban Obra ACL Aclimação ACO Alcoa AC00 Aeroporto de Congonhas ACP CPTM AEE DAEE AGU TPS 3 - Grs ALC Alcântara ALT Alteamento de Taiaçupeba ALW Walter Feldman ARA Pará - Hospital ARE REPLAN ARG Argentina ARO Rodoanel AVE Aeroporto de Vitória BNR Br 101 (Nova) BNP BR 232 -Pernanmbuco (estrada) BOL Bolivia-Roboré - El Carmen BOM Metrô BH BOR DER- Bora
  7. 7. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 7 de 280 BRA PETROBRÁS - Gasbol BRG Barra Grande BRM Metrô Brasilia BSP CESP - Bacia BSPP CESP- Ponte Paulicéia BUK Boulevar JK CAE CEDAE- CNEC CAES CENEC-CEDAE SÃO 91 CAI Caieiras CAM Campos Novos CAN Canoas CAR Carretera de Chiclayo (Perú) CAS COMGÁS CBC VBC CBM DER -Baurú-Marília CBP Bauru- PREF. CBR CNEC BR 101 CCA CAVO _ Curitiba CCI Terreno Itautec CEC CNEC - CDHU CEL Camargo Correa Elétrica (CCSA) CEF CNEC Fiscal CJU CNEC Justiça COG COMGAS COM Metrô - Curitiba COM Continental CONL Continental Leves COS COSIPA CPG Camargo Politico Genérico CPO CNEC - Pol CQU Coral Queimado CRC CAVO - Rio Claro CRT CAVO - Tatuapé CSF Colombia - San Fernando CSP CESP - Claim carta CT Calha - Tietê CTF Calha Tietê- folha DAM Adamantina DR DAJ DAE Jundiaí DBE - Cesp - Debêntures DCP CPTM - Metr Diret DEP CPA - Deputados DES Desenvale DIC CCDI - Prédios DIP CCDI - Praia DMAB CNEC - Denit meio Ambiente BR 101 DNO Guadalupe DPB Dutos Petrobrás DSC Santa Catarina - Diversos DTU Tuc Diret C EBH Extra - BH EDF CNEC -FDE (Fundação Desenv Escolar) EMO EMOP (Rio) EMR Equador - Mazar EQM Equador - Mercado ERA CERAM (RGS) EST Estreitinho ETA Ete Alegria 2 ETU Tucuruí - Eclusa FCA CAVO - folha
  8. 8. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 8 de 280 FCH Foz Chapecó FFF Fura Fila FLO Flotação FOM Metrô Fortaleza GAP Angra II Geral GCR Gaseoduto Campinas/Rio de Janeiro GEM EMURB - Paulo Ribeiro GEO AEO Grs GGO REAGO GIP Peru GPA Rod Paraná GPG Praia Grande GRL Rod. Lagos GTU Tuc Geral GUA Guarapiranga HAB SEHAB HGI Jirau HTU T.C.U HUA Estação Tratamento - Perú - Huachica ICC CCDI IGO Mogi IND Guarulhos - politico INT Interoceânica ISA Santa Isabel ISP Irani - CESP ITA CAVO - Itú JAC Jacareí JCP CPTM - Justiça JES Jauense JUB Jurubatuba - Ponte KAK Fator K - Kubitischeck LAC VALEC- Norte - Sul LBF BR 101- L 6 LBH BR 101 - L 8 LEC VALEC- LHA Calha II LHO CAVO - Lixo Hospital LLB Lagoa Bara- Rio de Janeiro LON Entrada Interpax (PMV) LSP CAVO _ Concessão do Lixo São Paulo MAE SANASA - Advogados TCE MAP Angra II Med. MAR Maranhão MAS SANASA - Med MCP CPTM- Metr. Pres Carta MGP Cuiabá Politico (fazendas) MGR Machadinho MIC Miguel Colassuono MGRE Machadinho Energia MMM Minist.Min Energia MSP CESP Pres. Med MST odernização de Estreito NCF Camargo Correa Fiscal NDL PETROBRÁS Dutos Nordeste NEC SABESP-CNEC NGO Nelson Gov. NHO CNEC Estreitinho NNN Camargo Geral NTI DNIT NTIEN DENIT NORDESTE
  9. 9. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 9 de 280 OIT LEI 8200 OLA Angola OSA Osasco OTD Osório-Torres - DNER PAN Panamericano (Olimpíadas) PCA CAVO- Pref. SP PEC CNEC -Prodeagro PEO Chapecó PDD BANCO SANTANDER PGG Palacio Gov. B PHD Predio da Honda PIR Piracicaba PJU Prefeitura de Jundiai PLV Prefeitura de SP PMM Metrô de São Paulo L4 PMS Convenio PMSP x DERSA PMT PERU - Ponte PPP CCM PPU PERU _ Projetos Novos -Interoceânica PRA Prefeitura de Campinas PRD PETROBRÁS-Recuperação de Dutos Nordeste PRN Ponte - Rio Negro PSC CESP Campanha Política PSL CSC - Ricardo/Fundo PSM METRO- SP - Anel Viário PSP CESP - PPV PSU Suape- Pernambuco PVO Porto Velho PPT PT Político RCG Campo Grande RED DER REC CAVO - Recife REM Metrô-Recife RIM Metrô - Rio RMA Rio Madeira RRG DAER- RGS RNE Rio Negro - Ponte ROG ONG Rio RSP Rio de Janeiro - Esporte Plaza SAA SANASA - TCE SAD CCSA - Diversos SAF SANASA - folha SAG CCSA - Geral (Guto) SAH SANASA - Anhumas SAJ Jari SAM Metrô- Salvador SAP CCSA - Pol. Federal SBA SABESP -Programa SBB SABESP Biritiba SCC CCSE - Campos Novos SCE CCSE SDE EDS SFC Serra do Facão SFR Trtansposição São Francisco SIM SABESP Itaiçupeba SJS Jardim Sul SMM São Miguel ( SABESP) SOS Sorocaba SPMA CESP - Amb SPMA CESP - Min. Publ.
  10. 10. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 10 de 280 SPMT CESP - Gov MT SPP CCSA - Político SSP CESP - Sindicato SUA Porto de Suape TBS Taboão da Serra TCA CCTRANS - a Band TCD CCTRANS - Dutra TCG CCTRANS - Geral TCP CPTM - TCE TCS CCTRANS - Trib. Contas Est. TEB Pacote EB + RC TEC termoaçu TGG TCE - Singuaru TEL Termosul TIR Pref. Itirapina TLD Ponte Três Lagoas TPP Térmica de Piratininga THAB SEHAB (T.C.M) TPT TRANSPETRO - Naval TRM CPA (RM) Irmão Metralha TRO TRANSPETRO TSP CESP - (TCE) TTB Bicudo TUB Metrô POA - TRANSURB UEC CEU _ Prefeitura URP FURP UTM EMTU- Corredor Noroeste VCA CAVO - Politico VEL EL Guapo - Venezuela VOL Vila Olímpia VMC PMV VI – Documentos selecionados no pendrive Sony – 4Gb Apresentada tabela com as siglas que serão rotineiramente mencionadas nos documentos a seguir passo à relação e análise dos mesmos. Primeiramente vale destacar que os arquivos serão divididos por grupo de informações similares. Os primeiros a serem apresentados abaixo relacionam-se com o que seria o controle de suposto caixa 2 relacionado ao que seriam “propinas” pagas em obras executadas pelo Grupo Camargo Corrêa. Os documentos a seguir estão relacionados no Laudo de nº 2698/2009-NUCRIM/SETEC/SR/DPF/SP de 27/05/2009 - Equipe SP 14 – Item 16 – (01 pendrive Sony Microvault, identificadores SOK-USM4GJ(B) e 08123EDDV).
  11. 11. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 11 de 280 Caminho completo: Disco Eq_SP-14_item16_2_Pendrive_Sony_4GB.ddPart_1NO NAME-FAT32Sao PauloDigitalizar0107.jpg – DOC - Arquivo 395: O documento acima apresenta relação de valores relacionados a obras na data de 05.06.2008, aparentemente estes valores estariam relacionados a algum tipo de pagamento. Dos valores acima podemos destacar o que seria o pagamento de R$ 167.500,00 para RIM (identificada como Metrô do RJ). Este valor corresponderia a 5% de R$ 3.350.000,00 e seria pago como contrapartida ao faturamento ocorrido em 26/05/2008. Ao lado do suposto pagamento surge manuscrito o nome WILSON. Conforme o link abaixo o nome do Secretário de Governo do Estado do RJ, é WILSON CARLOS DE CARVALHO, contudo este documento não dá margem a outras afirmativas. Link: http://oglobo.globo.com/rio/mat/2006/11/22/286752950.asp No mesmo documento há um manuscrito datado de 18.06.08 que cita o nome da CIA MELHORAMENTOS e da cidade de Caieiras. De acordo
  12. 12. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 12 de 280 com pesquisa na internet foi possível verificar que o GRUPO Camargo Corrêa negociou terreno de propriedade desta empresa naquela cidade a fim de lançar empreendimento imobiliário. O manuscrito cita o valor de R$ 2.100.000,00 que aparentemente seria pago em 4 parcelas de R$ 525.000,00, além da condição para tal pagamento que seria a aprovação de lei de zoneamento do Município. Na sequência o documento cita os nomes do Presidente da Câmara Municipal (KF) e do Secretário de Segurança (WP), após pesquisa encontramos os nomes CLEBER FURLAN e o de WLADIMIR PANELLI, como ocupantes respectivamente destes cargos naquele município, naquela legislatura. Em consulta na internet podemos verificar a existência de uma ADIN datada de 19/08/2008 visando a inconstitucionalidade da Lei Municipal n° 3983, de 11 de abril de 2007, de Caieiras, que diz respeito ao Zoneamento Urbano daquele município. A íntegra da ADIN pode ser consultada no seguinte endereço: http://www.mp.sp.gov.br/portal/page/portal/Assessoria_Juridica/Civel/Controle_Constitucionalidade/Adins_ PGJ_Iniciais/ADINI-39691-08_19-08-08.htm Em outras páginas da internet encontramos menção à atuação de CLEBER FURLAN e WLADIMIR PANELLI, dentre elas podemos citar as seguintes: http://www.rnews.com.br/textos.asp?codigo=20362 http://jornalregionalnews.com.br/textos.asp?codigo=19138 http://www.caieiraspress.com.br/noticias.php?acao=mostra&id=424 http://www.caieiraspress.com.br/noticias.php?acao=mostra&id=317 ============================================================
  13. 13. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 13 de 280 Caminho Completo: Disco Eq_Sp-14_Item16_2_Pendrive_Sony_4gb.DdPart_1No Name-Fat32Sao PauloDigitalizar0105.Jpg - Doc393 Documento acima menciona em sua primeira parte tabela com valores relacionados a obras, que poderiam estar relacionados a pagamentos efetuados pelo Grupo Camargo Corrêa na data de 09.05.08. O 1º suposto pagamento da tabela refere-se à CCD (sigla que indica a CCDI – Empresa do Grupo Camargo Corrêa). Na sequência do documento surge o que seria o “fato gerador” de tal pagamento, bem como o destino dos valores. O documento indica o que pode aparentemente ser um pagamento de R$ 1.800.000,00 condicionado à aprovação pelo COMPRESP (Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo) da aquisição de um terreno junto à empresa ITAUTEC. Provavelmente esta aprovação diz respeito à utilização que a CCDI pretendia dar ao terreno.
  14. 14. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 14 de 280 O arquivo indica ao lado do valor de R$ 1,0 Milhão o nome do Secretário de Habitação do Município de São Paulo, ELTON ZACARIAS, e entre parêntesis a indicação de que haveria uma liquidação na aprovação do projeto, que ocorreria. Outros nomes que surgem relacionados a tal documento seriam os vereadores TONINHO PAIVA - PR/SP, representante do Legislativo no Conpresp, e o então Presidente da Câmara de Vereadores do Município de São Paulo, ANTONIO CARLOS RODRIGUES – PR/SP. Estes estariam relacionados a um montante de R$ 800 mil, que conforme o documento, seria dividido em R$ 100 mil no dia 25.04.2008, relacionado a aprovação de lei e R$ 700 mil condicionado ao prazo de cerca de 90 dias a contar da aprovação do projeto. O documento especifica ainda que R$ 1,0 milhão seria estaria relacionado ao “Exec”, (que pode indicar Executivo) e R$ 800 mil à “CV”, (que pode estar relacionado à Câmara dos Vereadores). Alguns sites da internet fazem menção a tal transação, dentre eles podemos citar os constantes nos endereços eletrônicos abaixo: http://saopaulorestaurada.com.br/conpresp-ira-rever-areas-tombadas/ http://www.interengeconst.com.br/noticias.asp?id=60&tabela=tbl_noticia http://ultimosegundo.ig.com.br/economia/2008/02/19/conpresp_vai_votar_revisao_de_ areas_tombadas_1196744.html http://parquedaaclimacao.zip.net/ http://ultimosegundo.ig.com.br/economia/2008/04/29/sp_desapropria_terreno_para_o_ parque_da_aclimacao_1291483.html http://retransmitir.blogspot.com/2008/11/batalha-entre-imobilirias-e-rgos-de.html http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/upload/Ata_428_RO_22-04- 2008_1210695722.pdf http://www.secovi.com.br/noticias/arq_not/ResolucaoConpresp1.pdf http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/upload/Lei_14_1209564270.719 Ainda relacionado à tabela acima temos a citação de 02 outros valores, quais sejam, R$ 166.500 relacionado ao metrô do Rio de Janeiro (RIM), neste caso o valor estaria relacionado a 4ª parcela, e, R$ 500.000 relacionado à sigla ETU, que representa a obra da Eclusa do Tucuruí. Este valor estaria relacionado à sigla PMDB, provavelmente fazendo menção ao ao partido político de mesma sigla, contudo não há elementos que indicam quem seria o seu beneficiário direto. O detalhamento destes pagamentos encontra-se no documento que veremos a seguir. ==================================================================
  15. 15. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 15 de 280 Caminho completo: Disco Eq_SP-14_item16_2_Pendrive_Sony_4GB.ddPart_1NO NAME- FAT32Sao PauloDigitalizar0106.jpg - DOC. 394 O documento acima deriva do anterior (393) e registra valor de R$ 166.500 relacionado à 4ª parcela referente ao Metrô do RJ (RIM). Novamente o valor é calculado à base de 5% do valor que teria sido recebido pelo consórcio a título de 4ª parcela em 27/04/2008. Desta vez surge claramente manuscrito o nome de “SECRET WIL” podendo indicar, tratar-se de WILSON CARLOS DE CARVALHO, Secretário de Governo do Estado do RJ. A rubrica acostada ao documento aparenta ser de PIETRO GIAVINA BIANCHI. O segundo manuscrito diz respeito à obra da ECLUSA DO TUCURUÍ (ETU), fazendo menção ao recebimento por parte da empreiteira do que seria a 2ª (segunda) parcela de um total de 05, no valor desta de R$ 45,0 Milhões, o que nos remete a um total aproximado de R$ 135,0 Milhões. O manuscrito cita como “compromisso”, ou seja, contrapartida a ser paga contra o referido recebimento, o valor de R$ 500 mil, relacionado, ao que consta, ao DIRETOR GERAL DO DNIT, identificado por LUIZ ANTONIO
  16. 16. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 16 de 280 PAGOT e ao partido político PP (“???”). Na tabela encontrada no documento 393 que seria referente a este mesmo pagamento aparece desta vez manuscrito a sigla “PMDB”. Abaixo relaciono parte de documento publicado no seguinte endereço da internet: http://www.prt22.mpt.gov.br/clipping/clipping250509.pdf FOLHA DE S. PAULO BRASIL 25/05/09 Ministro do TCU favorece diretor do Dnit em decisões Apesar de excluir em junho passado o Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) da lista de órgãos públicos cujos processos deve julgar, o ministro Augusto Nardes, do TCU (Tribunal de Contas da União), foi relator de três decisões favoráveis ao diretor-geral do Dnit, Luiz Antonio Pagot, de novembro passado a maio deste ano. O ministro pediu ao próprio TCU a exclusão porque seu irmão Cajar Nardes foi nomeado gerente de projeto no Dnit em abril de 2008. Cajar tem ligações com Pagot desde 2005, quando os dois eram secretários de Estado em Mato Grosso, diz a assessoria do Dnit. Nardes afirma que se declarou impedido para julgar processos relativos apenas "à atividade-meio" do Dnit, ou seja, assuntos administrativos, como contratação de pessoal, aquisição de bens e serviços. O impedimento, porém, não se estende à fiscalização de obras do órgão, diz o ministro. Por e-mail, Nardes negou favorecimento a Pagot, afirmou que assumiu vaga no TCU por indicação de seu partido (PP) e contrariando os interesses do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (leia texto nesta página). De dois em dois anos, cada ministro do TCU recebe por sorteio uma lista de órgãos públicos cujos processos deve julgar no tribunal. De acordo com sua assessoria, Nardes solicitou em junho de 2008 "alteração na referida lista, de modo a excluir dela o departamento [Dnit], permutando-se com outra entidade, o que foi feito pelas instâncias técnicas da corte". Na principal decisão relativa ao Dnit, em dezembro passado, Nardes mudou seu entendimento anterior, ao julgar processo movido por Pagot, e permitiu à Camargo Corrêa obter um pagamento extra maior no contrato para a construção da eclusa da hidrelétrica de Tucuruí, no Pará, obra incluída no PAC (Programa de Aceleração do Crescimento). O limite passou de R$ 62 milhões para R$ 155 milhões. O obra foi citada na Operação Castelo de Areia, que investiga a Camargo Corrêa por suspeita de remessa ilegal, superfaturamento de obras públicas e doação ilegal a partidos. A empresa nega qualquer crime. Funcionário da Camargo Corrêa e citado na operação, Guilherme Cunha Costa, conforme revelou a coluna Painel, atuou para que o ex-deputado Nardes fosse nomeado ministro do TCU, em 2005.
  17. 17. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 17 de 280 Outras duas decisões de Nardes sobre o Dnit são de caráter mais técnico. O ministro acatou no dia 13 de maio as justificativas de Pagot relativas à obra de acesso da rodovia BR-101 ao porto de Itajaí (SC) e decidiu pelo arquivamento. O TCU tinha apontado irregularidade grave pelo fato de o contrato não ter sido registrado no Siasg (Sistema Integrado de Administração de Serviços Gerais), uma das condições para pagamento de obras por órgãos públicos. Em decisão de novembro, Nardes aceitou argumentos de Pagot sobre o cálculo do preço de cimento asfáltico para obra na rodovia BR-381, em Minas Gerais. O TCU disse que houve superfaturamento e determinou redução para R$ 1.659,52 a tonelada. A pedido de Pagot, o valor será aplicado sobre o que exceder as 10.349 toneladas previstas no contrato. Nardes nega que tenha cometido irregularidade O ministro Augusto Nardes afirmou que não faz "concessão para beneficiar este ou aquele colocando interesses pessoais e/ou familiares acima dos interesses do país". Nardes disse ainda que foi indicado ao cargo de ministro do TCU pelo seu partido (PP) por sua atuação como deputado. "Vim para o TCU contrariando os interesses do presidente da República, que acompanhou a derrota de seu candidato através do voto direto no Congresso Nacional." Segundo Nardes, Lula apoiou o ministro da Previdência Social, José Pimentel. Por meio de nota, o Dnit negou favorecimento a Pagot e afirmou não haver "nenhum conflito de interesses, uma vez que ele [Cajar Nardes] não tem qualquer envolvimento com questões ligadas ao controle externo". O documento acima enfatiza que houve autorização de um pagamento extra à Camargo Corrêa no valor de R$ 155,0 Milhões sugerido por Luiz Antonio Pagot. Esta autorização teria partido de Augusto Nardes, membro do TCU, que por sua vez é filiado ao partido PP também mencionado no manuscrito em questão. Abaixo relaciono uma serie de links onde há informações relacionadas ao diretor do DNIT e a obra das Eclusas do Tucuruí: http://oglobo.globo.com/pais/noblat/posts/2009/05/25/ministro-do-tcu-favorece-diretor-do-dnit- em-decisoes-189348.asp http://portalamazonia.globo.com/pscript/noticias/noticias.php?pag=old&idN=81318 http://www.codomar.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=58:codomar&catid =1:ultimas&Itemid=18 http://www.midianews.com.br/?pg=noticias&cat=1&idnot=731 http://www.pnbonline.com.br/display.asp?id=33810 http://jbas.wordpress.com/2008/10/19/luiz-antnio-pagot-vai-ao-senado-explicar-irregularidades- graves-em-obras-do-dnit/
  18. 18. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 18 de 280 http://oglobo.globo.com/pais/noblat/post.asp?cod_Post=62420 http://www.ticontrole.gov.br/portal/page/portal/TCU/sessoes/atas/repositorio_atas/804135.PDF http://www.rej.am.br/index.php?mega=codigo_noticias&cat=13&cod=7083 http://planogeral-marcosrocha.blogspot.com/2009_04_01_archive.html http://noticias.pgr.mpf.gov.br/noticias-do-site/patrimonio-publico-e-social/mpf-denuncia- deputado-ex-diretor-do-dnit-e-camargo-correa-por-desvio-de-recursos-das-eclusas-de-tucurui- pa/ Caminho completo: Disco Eq_SP-14_item16_2_Pendrive_Sony_4GB.ddPart_1NO NAME- FAT32Sao PauloDigitalizar0103.jpg - DOC 391 O documento acima se refere a valores datados de 15.05.2008. Conforme já mencionado a sigla ETU refere-se a Eclusas do Rio Tucuruí. Desta obra há a citação de valor de R$ 500,0 mil. Este valor foi calculado tendo
  19. 19. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 19 de 280 por base o recebimento pelo Grupo Camargo Corrêa do valor total de R$ 97,0 Milhões. Deste montante foi calculado 3% que seria o valor acertado de propina para esta obra, totalizando cerca de R$ 2,9 Milhões. Na sequência surge a informação de que já teria havido “pagamento” até aquela data R$ 1,5 Milhão, restando um saldo de R$ 1,4 Milhão a ser pago. Este valor estaria relacionado às sigla PT e PMDB, possivelmente, fazendo menção aos partidos políticos PT e PMDB. Por fim a informação era de que se liberasse naquela data o valor de R$ 500 Mil ao PMDB. Ainda no manuscrito surgem os seguintes nomes relacionados e que destacamos acima para melhor visualização: PMDB: “ASTRO”, possivelmente diz respeito a ASTROGILDO FRAGUGLIA QUENTAL, afiliado ao PMDB e Diretor Financeiro da Eletrobras e ”SARNEY”, embora não claramente identificado, poderia tratar-se de FERNANDO SARNEY, filho do Presidente do Senado JOSÉ SARNEY; PT: PAULO (por falta de maiores informações até o momento não foi possível definir quem seria esta pessoa). O nome de FERNANDO SARNEY é mencionado tendo em vista o seu relacionamento com Astrogildo Quental tendo em vista o teor das seguintes reportagens: http://brasildacorrupcao.blogspot.com/2008/10/maranho-entre-os-mais-corruptos-do.html http://www.gterra.com.br/politica/escandalo-fernando-sarney-permanece-sem-punicoes- 7379.html http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20090723/not_imp407023,0.php http://www.aqui-ma.com.br/noticias.php?id=13373 http://oglobo.globo.com/pais/noblat/posts/2009/07/15/fernando-sarney-acusado-de- superfaturar-obra-de-rodovia-205083.asp http://www.lucianacapiberibe.com/2008/09/29/fernando-sarney-e-acusado-de-chefiar- organizacao-criminosa/ http://aurora.proderj.rj.gov.br/resenha/resenha-imagens/2009-02-14_118.PDF Outras reportagens acerca de ASTROGILDO: http://www.stiudf.org.br/informes/ELN/nteln0907.pdf http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EMI14571-15223-2,00- O+GRUPO+DA+POLI+DE.html ; Não foi possível identificar a que se refere o valor de R$ 24.000 relacionado no documento acima. Por sua vez o valor de R$ 504.041 relacionado no mesmo documento, está relacionado à planilha abaixo.
  20. 20. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 20 de 280 caminho completo: disco eq_sp-14_item16_2_pendrive_sony_4gb.ddpart_1no name- fat32sao paulodigitalizar0104.jpg - doc392
  21. 21. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 21 de 280 Não há elementos para relacionar o valor de R$ 504.041 a alguma pessoa física ou jurídica. Ao que tudo indica a planilha refere-se a demonstrativo de resultado de alguma obra. A única conclusão possível é de que há um compromisso de pagamento de 06 parcelas a serem calculadas de 3% a 4% sobre o faturamento líquido de PIS e COFINS. Como veremos a seguir esta pratica seria corriqueira pelo Grupo, ou seja, sempre há uma provisão calculada entre 3% e 5% de Faturamento Líquido do grupo e registrada em planilhas de Resultado na Rubrica “Custos Diversos”. ================================================================== Caminho Completo: Disco Eq_Sp-14_Item16_2_Pendrive_Sony_4gb.DdPart_1No Name- Fat32Sao PauloDigitalizar0102.Jpg - Doc390
  22. 22. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 22 de 280 Documento acima indica valor referente à obra de Ponte em JURUBATUBA, São Paulo/Capital. A tabela apresenta o valor de R$ 602.000 que representa cerca de 3% do total dos valores recebidos pela obra a partir das medições de setembro/07 a Janeiro/08. Chama atenção a informação manuscrita de que teria sido “solicitado” pelo DEM, possivelmente o partido político, o valor de R$ 500.000 em 28/04/2008. Há citação dos nomes de MARCELO BRANCO, que é Secretário de Infra-estrutura Urbana e Obras (SIURB) da prefeitura de SP e FLAVIO “???” , que poderia ser FLAVIO JOSÉ COURY, uma vez que há clara citação ao Secretário Geral do partido DEM, cargo ocupado por FLAVIO, além de ser o mesmo advogado do Partido. Abaixo alguns links relacionados à obra do Complexo Juruatuba e aos Secretários Marcelo Branco e Flavio Coury: http://www.jabaquaraonline.com.br/jornal/279/2794.pdf http://www.joserolim.com.br/site/noti.php?id_noticia=35 http://www.sampaonline.com.br/reportagens/complexoviariojurubatuba2007dez08inauguracao. php http://www.saopaulo.sp.gov.br/spnoticias/lenoticia.php?id=95419&c=201 http://portalexame.abril.com.br/blogs/leisenegocios/20080218_listar_dia.shtml http://www.blogdapaola.com.br/?tag=dem ==================================================================
  23. 23. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 23 de 280 Caminho Completo: Disco Eq_Sp-14_Item16_2_Pendrive_Sony_4gb.DdPart_1No Name- Fat32Sao PauloDigitalizar0100.Jpg - Doc388 O Documento acima apresenta 02 tabelas com valores relacionados a obras. A primeira delas indica obras e seus respectivos valores em 28.04.2008. Na segunda tabela há a base de cálculo que determinou o valor de R$ 21 mil, referente à obra “CEC” (CNEC-CDHU), contudo por falta de mais elementos não é possível saber do que se trata exatamente. Abaixo das tabelas há texto manuscrito referente ao valor de R$ 55.900 que foi calculado como sendo parte da 13ª parcela recebida pela Camargo Corrêa em 22/04/08 no valor total de R$ 473.500, sendo considerado “custos diversos” referente a acordo judicial efetivado com a Prefeitura Municipal de Jundiaí. Não há indicação de quem seria o beneficiário de tal “pagamento”. Também não foi possível determinar o responsável pelas rubricas acostadas a tal documento.
  24. 24. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 24 de 280 A seguir apresento link relacionado à participação da Camargo Corrêa em obras no Município de Jundiaí/SP: http://cesartayar.blogspot.com/2009/03/jundiai-estara-incluida-nas.html ============================================================ Caminho completo: Disco Eq_SP-14_item16_2_Pendrive_Sony_4GB.ddPart_1NO NAME- FAT32Sao PauloDigitalizar0101.jpg - DOC389 A tabela acima está relacionada com o documento anterior e representa o valor de R$ 856.544 referente à sigla CCA citada anteriormente. Por falta de maiores elementos não é possível identificar a que exatamente se refere tal planilha.
  25. 25. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 25 de 280 Caminho Completo: Disco Eq_Sp-14_Item16_2_Pendrive_Sony_4gb.DdPart_1No Name- Fat32Sao PauloDigitalizar0098.Jpg - Doc386 A tabela acima representa uma série de valores com data de 15.04.2008. O primeiro deles no montante de R$ 54.000 está relacionado à sigla “CCA” (CAVO – CURITIBA), contudo faltam informações para que possamos relacionar este pagamento ao seu provável beneficiário. Na sequência do documento surge um manuscrito indicando mais um valor referente à obra do Metrô do RJ (RIM). Desta vez o pagamento está atrelado ao recebimento pela Camargo Corrêa da 3ª parcela de Acordo de Dívida da obra em 25.03.08, sendo este valor calculado à base de 5% do montante recebido. Mais uma vez surge como provável beneficiário o nome WILSON e a informação de tratar-se de “Secretário C.C.”, o que reforça a idéia de tratar-se de WILSON CARLOS CORDEIRO DA SILVA CARVALHO, Secretário de Governo do Estado do RJ. Caminho Completo: Disco Eq_Sp-14_Item16_2_Pendrive_Sony_4gb.DdPart_1No Name- Fat32Sao PauloDigitalizar0099.Jpg - Doc387
  26. 26. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 26 de 280 O documento acima é sequência do documento anterior e reflete o pagamento referente à sigla ARO, identificada como sendo a obra do RODOANEL de SÃO PAULO. O valor a ser pago de R$ 324 mil é calculado tendo como base o pagamento de 02 parcelas no valor de R$ 120 Mil referentes a Março/08 e Abril/08, neste caso sem definição de quem seria o beneficiário. Diferentemente do que já foi visto até aqui, estes valores não estariam vinculados a nenhuma contrapartida de recebimento de valores por parte do Grupo, sendo na verdade valores fixos pactuados para pagamentos mensais. O pagamento de 02 valores de R$ 42 mil cada refere-se a 3ª e 4ª parcelas relacionadas ao que tudo indica ao TCU (Tribunal de Contas da União), conforme descrito ao lado dos valores. Neste caso também seriam referentes a pagamentos fixos mensais. Não há indicação de quem seria o provável beneficiário Pessoa Física de tais valores.
  27. 27. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 27 de 280 As 02 tabelas exibidas na sequência apresentam os valores de R$ 150.000 relacionados à sigla “EST” (ESTREITINHO) e R$ 350.000 a “SFC” (SERRA DO FALCÃO) ligados ao documento anterior, contudo sem maiores elementos que propiciem identificar possíveis beneficiários. Cabe destacar que, assim como em casos já vistos, e em outros que serão relacionados na sequência deste, o fragmento de planilhas apresentados indicam que são feitos Demonstrativos de Resultados das Obras e que nestes há sempre um campo geralmente chamado de “CUSTO DIVERSOS”, onde são contabilizados os pagamentos “Por Fora”. Ao que tudo indica estes pagamentos “Por Fora” obedecem a um teto que seria de 5% sobre o valor das Receitas Líquidas recebidas. ============================================================ Caminho Completo: Disco Eq_Sp-14_Item16_2_Pendrive_Sony_4gb.DdPart_1No Name- Fat32Sao PauloDigitalizar0097.Jpg - Doc385
  28. 28. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 28 de 280 O documento acima reflete valores datados de 07.04.2008. O primeiro deles de R$ 450.000 está relacionado à sigla “REC” (CAVO - RECIFE). Este pagamento estaria condicionado à “aceitação de recurso especial pela STJ” referente a julgamento do processo de improbidade administrativa contra a CAVO (Empresa do grupo) em licitação de limpeza pública na cidade de São Paulo na Gestão Celso Pitta. Não há informações mais detalhadas acerca do possível beneficiário de tal pagamento. A seguir link relacionado a este assunto: http://www.amarribo.org.br/mambo/index2.php?option=com_content&do_pdf=1&id=486 O segundo valor, no montante de R$ 30.000 estaria ligado à sigla NNN (Genérica). Não há informações mais detalhadas acerca do possível beneficiário de tal pagamento. Na parte final do documento surge a base de cálculo para o valor identificado pela sigla NOT (não identificada). As informações dão conta de valor Recebido de R$ 22 Milhões, que em contra partida geraria o valor de R$ 1,3 Milhões, ou seja, 5,91% do montante. Há a indicação do que seria uma “programação ideal” de pagamentos, sendo até a data de 30.04.08 realizado desembolso de R$ 800 mil e o restante R$ 500 mil a ser pago em 15.05.2008. Não há informações acerca de provável beneficiário, havendo apenas a indicação do nome “BRUNO”, possivelmente tratando-se de BRUNO FERLA, Diretor do Grupo, que seria o responsável pela pactuação deste acordo. ==================================================================
  29. 29. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 29 de 280 Caminho Completo: Disco Eq_Sp-14_Item16_2_Pendrive_Sony_4gb.DdPart_1No Name-Fat32Sao PauloDigitalizar0094.Jpg - Doc382 O Documento acima relaciona valores datados do dia 01.04.2008. O manuscrito anexo relaciona valor referente ao acordo judicial com a Prefeitura de Jundiaí no valor de R$ 55.900,00 registrado como Custos Diversos (Polt), que poderia indicar a expressão Políticos, referente a 10% do valor recebido na data. Não há indicação de possível beneficiário. Na sequência há detalhamento do valor de R$ 192.000 referente ao contrato para execução de obras da Linha 4 do metrô na Capital Paulista (PMN). O valor total de R$ 192.000 referente ao acerto é dividido da seguinte forma R$ 126.000 para CMr e R$ 66.000 para OG4. Estas siglas ainda não estão identificadas. Contudo, ao lado dos valores surge o nome de ROBSON MARINHO, possivelmente referindo-se a Auditor do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, recentemente relacionado como envolvido nos casos de
  30. 30. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 30 de 280 corrupção envolvendo a Multinacional ALSTOM, conforme reportagens a seguir: http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EMI5417-15223,00- SO+ESTA+FALTANDO+UMA+CPI.html http://josiasdesouza.folha.blog.uol.com.br/arch2009-08-02_2009-08-08.html http://www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/ult96u606896.shtml http://jornalnacional.globo.com/Telejornais/JN/0,,MUL1259399-10406,00- EXINTEGRANTES+DO+GOVERNO+DE+SP+TEM+BENS+BLOQUEADOS.html http://www.novacorja.org/?tag=robson-marinho http://www.ptalesp.org.br/bancada_ver.php?idBancada=1303 http://www.cut.org.br/content/view/16112/170/ http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20080605/not_imp184225,0.php http://observatorio.ultimosegundo.ig.com.br/blogs.asp?id_blog=3&id=%7BE09EB975-4D27- 450B-8859-D4E18829E632%7D&data=200806 Chama atenção ainda reportagens abaixo que relacionam “CM” como sendo Cláudio Mendes, um sociólogo que atuou como lobista de empresas da área de energia junto ao governo paulista entre o fim dos anos 80 e 2004. Veja as reportagens: http://pt.wikipedia.org/wiki/Esc%C3%A2ndalo_do_caso_Alstom http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20080706/not_imp201309,0.php http://portal.rpc.com.br/gazetadopovo/colunistas/conteudo.phtml?id=779012&tit=O-Claudio-da- Alstom-e-o-garrote-tucano&tl=1 http://blog.zequinhabarreto.org.br/2008/06/25/investigacao-sobre-alstom-foca-se-num- misterioso-claudio-mendes/ Em outra pesquisa chegamos à informação de que, o Metrô criou um Grupo de Trabalho para avaliar as propostas do Consórcio Via amarela, o chamado GT, que foi criado em 10/01/2005, pelo então presidente do metrô, Luiz Carlos Frayze David. Esse grupo foi criado em 10 de janeiro de 2005 e tendo como Coordenador Marco Antonio Buoncompagno – GC 4 –, o que poderia indicar ser ele o beneficiário indicado pela sigla OG4. Veja no link abaixo a matéria completa: http://www.metroviarios-sp.org.br/documentos/relatoriobancadapt.pdf Há ainda manuscrito ao lado da tabela indicando a divisão de valores relacionados à sigla ARA (HOSPITAIS NO PARÁ), sendo R$286.854,79 relacionado ao PT e R$130.258,79 relacionado ao PMDB. A seguir apresentaremos documentos com maior detalhamento do que seriam estes pagamentos.
  31. 31. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 31 de 280 ================================================================== Caminho Completo: Disco Eq_Sp-14_Item16_2_Pendrive_Sony_4gb.DdPart_1No Name-Fat32Sao PauloDigitalizar0095.Jpg - Doc383 Trata-se de documento relacionado à tabela de pagamentos apresentada anteriormente. Na primeira parte do documento há uma planilha referente ao resumo de uma Proposta referente ao Projeto denominado “CONTINENTAL WARE HOUSE”, cujos responsáveis seriam ALESSANDRO VIEIRA MARTINS e ED-LUIZ OTAVIO MICHIREFE, e cujo cliente é denominado CONTINENTAL. Os nomes que surgem foram identificados como sendo:
  32. 32. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 32 de 280 MARDEN ROCIO NEVES - CPF: 946.003.256-72 Nasc.: 08/12/1968 - KAISERALLEESTR. 2 HANNOVER 30175(CEP) CEP 70000000 EXTERIOR – EX Nome manuscrito ao lado da tabela e destacado ao lado do documento. Não há informação sobre a relação desta pessoa com o projeto. LUIZ OTAVIO COSTA MICHIREFE - CPF: 885.494.457-20 Nasc.: 21/06/1964 - AR SQSW 104 BLOCO E APTO 506 SUDOESTE CEP 70.670- 705 BRASILIA – DF Seria o responsável pelo projeto. Não há mais informações acerca desta pessoa. Não foi possível identificar ALESSANDRO VIEIRA MARTINS, relacionado como responsável pela Proposta, bem como, também não foi possível definir a que se relaciona efetivamente os dados levantados. Na parte de baixo do documento há textos manuscritos, também relacionados à tabela do documento anterior, dando conta dos valores a serem pagos ao “PT” e ao “PMDB”, possivelmente relacionadas aos partidos políticos, sendo o valor do PT de R$ 286.854,79 a ser “repassado a Conta Internacional” e o valor referente ao PMDB no montante de R$ 130.258,79 a ser repassado em São Paulo, com a determinação de se “esperar”, possivelmente relacionado à data para liquidação deste acerto. Na parte tocante ao PMDB há a indicação do nome de JOÃO RASSI, identificado com JOÃO DANIEL RASSI, advogado especialista em direito penal, atualmente trabalha como professor Universitário, end. R. Prof. José H M Teixeira, 538 BL 1 AP 172, Vila Suzana, São Paulo, Fones: 8111- 7021 e 3502-3869. Não conseguimos estabelecer um vínculo entre esta pessoa e o partido PMDB. O valor relacionado ao PT está indicado no documento a seguir. ==================================================================
  33. 33. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 33 de 280 Caminho Completo: Disco Eq_Sp-14_Item16_2_Pendrive_Sony_4gb.DdPart_1No Name- Fat32Sao PauloDigitalizar0096.Jpg - Doc384 O documento acima traz manuscritos informações semelhantes às apresentadas no documento anterior com alteração entre os valores que seriam os possíveis pagamentos. Ao que tudo indica houve um ajuste nos valores que passaram a ser majorados então em R$ 261.285,52 a repassar na Conta Internacional relacionado a sigla PT, possivelmente o partido político e R$ 129.598,37 a ser repassado em “São Paulo” referente a parte do PMDB, aqui também indicando o partido político. Juntamente com o valor de R$ 261.585,52 há indicação de uma conta no exterior que seria a beneficiária deste pagamento, bem como a indicação da sigla PT, suposto beneficiário de tal remessa e também PARÁ. Vale lembrar que na tabela que relaciona estes valores eles surgem com sendo referentes à sigla ARA (definida como PARA-HOSPITAL) pelo executivo responsável pelo controle das remessas.
  34. 34. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 34 de 280 CAMINHO COMPLETO: DISCO EQ_SP-14_ITEM16_2_PENDRIVE_SONY_4GB.DDPART_1NO NAME- FAT32SAO PAULODIGITALIZAR0091.JPG - DOC379 O documento acima retrata tabela com indicação de valores datados de 18.03.2008 . O primeiro valor da tabela de R$ 21.000 referente à sigla CEC (CNEC-CDHU) está refletido na tabela que vem logo abaixo da principal, sendo tratado na rubrica “Diversos” do que seria um demonstrativo de resultado referente à obra referenciada. Com relação a este valor não há indicativo de possíveis beneficiários.
  35. 35. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 35 de 280 Ainda na tabela principal há a presença de algumas anotações manuscritas, onde podemos destacar o valor de R$ 500.000 anotado ao lado do que seria um valor de R$ 1.000.000 referente à obra de sigla ETU (TUCURUÍ-ECLUSA). Ao lado deste valor há indicativo de que o mesmo seria desmembrado em R$ 300.000 na data de 16.05.08 e R$ 200.000 datado de 26.05.08. Há ainda anotações com a palavra “Estreito” e “Recebido em 12 (IGM) L.T.” as quais não conseguimos identificar. Abaixo das tabelas há anotações manuscritas que dizem respeito à obra de sigla ETU (TUCURUÍ – ECLUSAS), relacionada ao que seria uma “Retomada” e que indicam que o recebimento acumulado por tal obra até então seria de R$ 76,0 Milhões, sobre o qual incidiria tributos de cerca de 7%, gerando uma Receita Líquida de aproximadamente R$ 71 Milhões. Deste valor há o cálculo do valor de aproximadamente 3%, perfazendo um total de R$ 2,1 milhões. Aparantemente destes R$ 2,1 Milhões, R$ 1,1 Milhão estaria relacionado a emissários dos partidos políticos PT e PMDB, à proporção de 50% para cada uma das partes. O manuscrito ressalta ainda alguns nomes que poderiam ser os beneficiários de tais valores. Pelo lado do PMDB aparece novamente o nome ASTROGILDO, reforçando a idéia da participação de ASTROGILDO FRAGUGLIA QUENTAL, afiliado ao PMDB e Diretor Financeiro da Eletrobras. Pelo lado do PT há uma informação das siglas “ADM/PAU”, e logo abaixo o nome PAULOCCI, o que nos leva a crer que esteja se referindo a ADHEMAR PALOCCI , diretor de Engenharia e Planejamento da Eletronorte e irmão do ex-ministro da Fazenda e atualmente Deputado Federal ANTONIO PALOCCI FILHO, membro do PT. Outro nome que surge é o de PAULO FERREIRA, que seria Paulo Adalberto Ferreira, atual Secretário Nacional de Finanças e Planejamento do PT. No fim do documento e num tom mais apagado aparece a expressão “Acordo de 3% dos pagamentos de Eclusa”, deixando claro que há um acordo para repasse de dinheiro condicionado a pagamentos da obra da Eclusa. A seguir alguns links relacionados a ADHEMAR PALOCCI: http://www.terra.com.br/istoedinheiro/408/economia/1719o_palocci_.htm http://www1.dnit.gov.br/arquivos_internet/imprensa/clipping29032007.htm http://www.dnit.gov.br/noticias/subrogacao http://www.provedor.nuca.ie.ufrj.br/provedor/empresas/eletronorte/eletronorte.htm http://br.groups.yahoo.com/group/listageografia/message/35153 http://www.gentedeopiniao.com.br/ler_noticias.php?codigo=10070 http://www.provedor.nuca.ie.ufrj.br/provedor/arquivos/ifes/IFE1739.htm http://www.famep.com.br/famep/municipio/noticia.asp?iId=56913 http://www.diariodecuiaba.com.br/detalhe.php?cod=231680
  36. 36. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 36 de 280 http://www.qprocura.com.br/clip-noticias/2005/54924/Palocci-ameaca-e-livra-o-irmao.html http://www.eagora.org.br/arquivo/Financiar-o-PT-d-lucro/ http://www.al.ma.gov.br/paginas/noticias.php?codigo1=5759 http://www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/ult96u72385.shtml http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/pf-propina-alstom-valdir-raupp-irmao-palocci-em-lista- apreendida/ A seguir alguns links relacionados a Astrogildo Quental: http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EMI14571-15223-1,00- O+GRUPO+DA+POLI+DE.html http://www.jornalpequeno.com.br/2009/4/7/Pagina104094.htm
  37. 37. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 37 de 280 CAMINHO COMPLETO: DISCO EQ_SP-14_ITEM16_2_PENDRIVE_SONY_4GB.DDPART_1NO NAME- FAT32SAO PAULODIGITALIZAR0092.JPG – DOC 380 O documento acima está relacionado ao anterior e indica valores relacionados a obras no exterior com data de 18.03.2008, na seguinte proporção: 1. US$ 15,000 ao PERU (sigla GIP), sendo US$ 5,000 relacionado a “diversos-merca” e US$ 10,000 relacionados a alguém de alcunha “nervoso”; 2. US$ 18,750 à BOLIVIA (sigla BOL), referente a obra de ROBORÉ, relacionado a pessoa de nome C. MORALES. Destaque para a informação de que esta seria a parcela 16 de um total de 24, o que, a grosso modo, indicaria um montante de US$ 450,000; 3. US$ 60,000 para VENEZUELA (sigla VEL), com indicação de que o valor seria fruto de reivindicação de pessoa de
  38. 38. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 38 de 280 prenome “MARTIN” e estaria relacionado a desmobilização de sindicato; 4. US$ 1,000,000 (sigla OLA - ANGOLA), neste caso no documento anterior há indicação de que o pagamento seria realizado a 04 beneficiários distintos nos valores de US$ 500,000, US$ 250,000 e US$ 150,000 para 02 deles. Há menção ao fato de existir a possibilidade do pagamento ser gerado pela Sucursal de Angola, citando-se o nome de “WAGNER PONTES – ESCON”, ainda não identificado. As rubricas acostadas aos pagamentos acima ainda não foram identificadas. ============================================================
  39. 39. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 39 de 280 CAMINHO COMPLETO: DISCO EQ_SP-14_ITEM16_2_PENDRIVE_SONY_4GB.DDPART_1NO NAME- FAT32SAO PAULODIGITALIZAR0093.JPG - DOC 381 O documento acima está relacionado aos documentos apresentados anteriormente. Na primeira parte do documento há manuscrito com informações acerca do valor de R$ 100.000 relacionado à obra identificada com a sigla LEC, que seja obra relacionada à VALEC. Aparentemente este valor está relacionado ao recebimento por parte da Camargo Corrêa do montante de R$ 21.089.000 em 12.07.2008. No documento há menção ao número 21, que pode indicar a quantidade de parcelas já pagas, ou ainda, a quantidade de parcelas efetivamente acertadas. Surge ainda o nome “MARCELO BISORDI”, acima da expressão, “Sec da Casa Civil”. Marcelo Bisordi seria Diretor de Energia do Grupo Camargo Corrêa, responsável pelo projeto da usina de Jirau. Vejamos algumas matérias relacionadas a ele:
  40. 40. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 40 de 280 http://www.abdib.org.br/index/abdib_midia_detalhes.cfm?id_noticia=4001 http://www.eletrosul.gov.br/gdi/gdi/index.php?pg=cl_abre&cd=hfkaZY60%5BTkfi http://www.rondonia.ro.gov.br/noticias.asp?id=3519&tipo=Mais%20Noticias http://fontanablog.blogspot.com/2009/04/renata-lo-prete-painel-folha-de-sao_09.html Na sequência do documento há indicação de valor relacionado ao PERU, desta vez de US$ 10,000 referente à obra de HUACHIPA, tendo como beneficiário pessoa identificada como “V.M.” que seria da comissão de julgamento. ============================================================ CAMINHO COMPLETO: DISCO EQ_SP-14_ITEM16_2_PENDRIVE_SONY_4GB.DDPART_1NO NAME- FAT32SAO PAULODIGITALIZAR0089-1.JPG - DOC 377 O documento acima apresenta no seu topo tabela com indicação de pagamentos diversos datados de 04.03.08.
  41. 41. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 41 de 280 A primeira informação extraída de tal documento indica um valor relacionado à obra da PONTE JURUBATUBA (JUB). O valor calculado do desembolso é de 2% sobre o valor que teria sido recebido pela construtora em 18.02.08, totalizando R$ 80.310. Não há indicação de possíveis beneficiários deste pagamento. Na sequência há a base de cálculo do valor a ser acertado referente à obra de sigla UEC (CEU-PREFEITURA). Conforme o documento o valor a ser pago de R$ 172.000 refere-se a percentual de 3,5% calculado sobre o valor total recebido de R$ 4.909.000, relacionado a execução de serviços em novembro e dezembro/07 e recebidos em 11.02.08. Aqui também não há indicação de possíveis beneficiários. A última informação do manuscrito diz respeito a valores relacionados à obra de sigla ARO (RODOANEL-SP). Neste caso, conforme já visto anteriormente há a indicação de que existiria um “valor” chamado de “Mensal” que estaria em sua 7ª parcela, no montante de R$ 120.000, sem beneficiário determinado, além de um valor que estaria em sua 2ª parcela no valor de R$ 42.000, neste caso relacionado a alguém do TCU. Não há elementos para indicar os beneficiários, pessoa física, de tal pagamento. ================================================
  42. 42. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 42 de 280 CAMINHO COMPLETO: DISCO EQ_SP-14_ITEM16_2_PENDRIVE_SONY_4GB.DDPART_1NO NAME- FAT32SAO PAULODIGITALIZAR0090.JPG - DOC378 O documento acima, relacionado com o anterior, apresenta no seu início, manuscrito que indica o pagamento do que seria a 2ª parcela devida relacionado à obra do Metrô do RJ (RIM). O pagamento de R$ 167.500 foi calculado à base de 5% sobre o valor de R$3.350.000 recebido pela Camargo Corrêa em 25.02.08. Novamente aparece como possível beneficiário WILSON, Secret. Gov, o que nos remete mais uma vez ao nome de WILSON CARLOS DE CARVALHO, Secretário de Governo do Estado do RJ. Na sequência, há manuscrito relacionado à sigla NNN (que não estaria relacionada a nenhuma obra específica) indicando o valor de R$ 10.000 e dois nomes “PORTUGAL”, que seria ANTONIO CARLOS PORTUGAL, Consultor da Construtora Camargo Corrêa e “LUIZ”, que poderia ser LUIZ HENRIQUE MAIA BEZERRA, representante da FIESP em Brasília, que mantinha estreito contato com executivos do Grupo.
  43. 43. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 43 de 280 Alguns links a respeito de Antonio Carlos Portugal: http://www.linearclipping.com.br/MEC/m_stca_detalhe_noticia.asp?cd_sistema=55&cd_noticia= 687827 http://www.senado.gov.br/senamidia/parla/noticiaDoDia1.asp?ud=20090409&codParlamentar= 3397&nomParlamentar=Patr%EDcia+Saboya&codNoticia=317870&datNoticia=20090409 As últimas informações do documento dizem respeito a valor de R$ 30.000 relacionado à sigla BSP (CESP-BACIA) referente à ENERGIA DE SÃO PAULO. Este valor seria correspondente a imposto incidente sobre correção monetária, pago em 03.05.2008. ============================================================ CAMINHO COMPLETO: DISCO EQ_SP-14_ITEM16_2_PENDRIVE_SONY_4GB.DDPART_1NO NAME- FAT32SAO PAULODIGITALIZAR0086.JPG - DOC374 Documento acima é formado no seu topo por tabela com indicativos de valores datados de 11.02.08. Na sequência, há manuscrito que indica a
  44. 44. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 44 de 280 base de cálculo que definiu o valor referente à obra de sigla JUB (JURUBATURA- PONTE). O documento indica que foi calculado um percentual de 6% sobre a soma dos valores efetivamente recebidos pela Construtora nos meses de novembro/07 a janeiro/08 no montante de cerca de R$ 12.237.000. Desta forma surge o valor discriminado de aproximadamente R$ 734.170. O documento indica ainda que este valor foi rateado da seguinte forma: a) 2% ou R$ 244.700 referente a “obra”; b) 3% ou R$ 367.100 a “Ver”, possivelmente relacionado a vereador(es) e c) 1% ou R$ 122.370 a “tcm”, ou Tribunal de Contas do Município. Não há maiores indicações de quem seriam as pessoas beneficiárias. CAMINHO COMPLETO: DISCO EQ_SP-14_ITEM16_2_PENDRIVE_SONY_4GB.DDPART_1NO NAME- FAT32SAO PAULODIGITALIZAR0087.JPG - DOC375
  45. 45. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 45 de 280 O documento acima relacionado ao anterior relaciona inicialmente manuscrito com relação discriminada dos valores relacionados à sigla PMN (Lac MP) – referente a obra da Linha 4 do Metrô de SP. Ao que tudo indica o valor relacionado à sigla “MP”, pode vir a ser o Ministério Público, teria como condição o arquivamento do processo movido contra o consórcio responsável pela obra, acerca do acidente ocorrido, 12.01.2007, que apresentou 07 vítimas fatais. O valor total seria de R$ 3,0 Milhões a ser pago em pequenas parcelas mensais a partir de 14.02.2008, ficando o pagamento maior, de cerca de 65%, ou R$ 1.950.000 a ser pago com a condição de que fosse pedido o arquivamento do processo. Os cálculos apresentados acima sugerem que o pagamento do acerto no valor de R$ 3,0 Milhões seria dividido por 05, cabendo à Camargo Corrêa a parcela total no valor de R$ 600.000. O fator do Grupo ser responsável por 1/5 do valor total, pode dizer respeito ao fato do mesmo ser detentor de 20% do Consórcio realizador da obra. Na sequência do documento e ainda fazendo menção a valores relacionados à obra da Linha 4 do Metrô de São Paulo, surge o valor de R$ 550.000 a relacionado à sigla “POL”, que pode dizer respeito a pagamento à POLICIA, tendo como contra-partida, possível abrandamento das responsabilidades no inquérito policial. Assim como visto anteriormente, o valor que caberia ao Grupo Camargo Corrêa neste caso seria 20% do montante total, ou seja, R$ 40.000. O terceiro manuscrito relacionado à obra da Linha 4 do Metrô de SP, apresenta o que seria a base de cálculo de valor relacionado à Estação FRADIQUE COUTINHO - OBRA, desta mesma linha, que também teria apresentado problemas em Fevereiro/07 o que ensejou naquele momento a determinação de paralisação das obras. Vale ressaltar que neste caso o valor acertado seria de R$ 170.000 pago, mais uma vez, cabendo ao Grupo Camargo Corrêa 20% do valor acordado. Em relação aos 03 valore demonstrados acima, referentes à obra da Linha 4 do metrô/SP, não há menção de nomes de pessoas físicas, possíveis beneficiárias do esquema. Abaixo dos manuscritos surge a informação referente ao valor de R$ 175.363 referente à sigla PMT (PERU-PONTE). Conforme tabela do documento anterior o pagamento “Int” e “6/6”, dando idéia de que trata-se de pagamento Internacional e de que esta seria a sexta parcela de um total de 06, o que, a grosso modo indicaria um pagamento total de cerca de R$1.052.178. Também neste caso não há menção de nomes de beneficiários. Por fim, neste mesmo documento, surge uma tabela com indicação do valor de R$ 18.400 referente à obra de sigla DMAR (não identificada). O modelo apresentado indica mais uma vez que a empresa possui um esquema de contabilidade paralela, onde os pagamentos de “propinas/acertos” seria contabilizado sob a rubrica de “DIVERSOS” e “Adicional de 20%”.
  46. 46. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 46 de 280 ============================================================ CAMINHO COMPLETO: DISCO EQ_SP-14_ITEM16_2_PENDRIVE_SONY_4GB.DDPART_1NO NAME- FAT32SAO PAULODIGITALIZAR0088.JPG - DOC376 Arquivo relacionado a documentos anteriores que apresenta no topo fragmentos das planilhas de Demonstração de Resultados das obras PEO (CHAPECÓ) e EST (ESTREITINHO) com indicativo dos valores, respectivamente no montante de R$ 500.000 e R$ 150.000, e tratados na rubrica “diversos”. Não há, contudo indicação de quem seriam os beneficiários de tais pagamentos. Na sequência do documento há tabela com indicação de valores datados de 26.02.2008, referentes à NNN (que estaria relacionada a despesas gerais da própria Camargo Corrêa), no montante de R$ 66.540 e PJU (PREFEITURA DE JUNDIAÍ), no montante de R$ 43.350. Abaixo da tabela surge manuscrita informação de que este valor seria referente a 10% do total recebido a título de 11ª parcela fruto do Acordo da dívida firmado com a Prefeitura daquele município, tratado aqui como Custos Diversos.
  47. 47. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 47 de 280 CAMINHO COMPLETO: DISCO EQ_SP-14_ITEM16_2_PENDRIVE_SONY_4GB.DDPART_1NO NAME-FAT32SAO PAULODIGITALIZAR0082.JPG - DOC370 Documento apresenta tabela com série de valores datados de 31.01.08. Os textos manuscritos abaixo da tabela indicam a base de cálculo dos valores referentes à sigla PMN (Linha 4 do Metrô/SP). Conforme as anotações a Camargo Corrêa teria recebido até Dezembro/07 o somatório de R$ 21.314.104,00 referentes aos Lotes 4 e 5. Deste montante foi calculado o valor, aqui discriminado, na proporção de 1%, ou seja, R$ 213.140,00, que se seria devido à pessoa indicada pela sigla “F.B.” ainda não identificada.
  48. 48. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 48 de 280 CAMINHO COMPLETO: DISCO EQ_SP-14_ITEM16_2_PENDRIVE_SONY_4GB.DDPART_1NO NAME- FAT32SAO PAULODIGITALIZAR0083.JPG - DOC371 Documento acima está relacionado ao anterior e apresenta na parte posterior base de cálculo do valor de R$ 125.000, relacionado à obra PSM (ANEL VIÁRIO – METRÔ SÃO PAULO). Este valor seria devido como contrapartida à autorização de “acerto de aditivo” da obra. Relacionado a estes valores é citado no documento anterior a sigla “Bet” e neste a sigla “E.B.”. Considerando-se algumas citações em outros documentos relacionados mais a frente, há indícios de que tais citações dizem respeito a EDUARDO BITTENCOURT CARVALHO, ex-presidente e atual conselheiro do TCE-SP, uma vez que este seria um dos responsáveis pela liberação de pagamento de aditivos das obras no âmbito estadual. A seguir algumas reportagens a respeito de Eduardo Bittencourt: http://blogln.ning.com/profiles/blogs/tribunais-de-contas-do-rs-e-sp
  49. 49. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 49 de 280 http://www.alertatotal.net/2008_11_01_archive.html http://osamigosdopresidentelula.blogspot.com/2008_05_01_archive.html http://blogdofred.folha.blog.uol.com.br/arch2008-01-20_2008-01-26.html http://www.jusbrasil.com.br/noticias/113418/tribunal-de-contas-vai-investigar-denuncia-de- irregularidade-em-licitacao-do-metro http://www.licitacao.net/noticias_mostra.asp?p_cd_notc=7375 Na sequência do documento surge a menção ao termo CLEIMS – METRO L4. Na verdade o Termo correto seria CLAIMS, que nada mais é do que o termo utilizado para designar instrumento que o empreiteiro possui para restabelecer o equilíbrio financeiro da relação contratual pactuada inicialmente com a administração pública, resumindo trata-se dos aditivos aos contratos de prestação de serviços executados pelas empreiteiras. Ainda com relação a esta anotação há a indicação de compromisso de valores da ordem de R$ 5,0 Milhões, referente a 03 parcelas devidas nos meses de janeiro a março/08. Mais uma vez surge a informação de que o valor relacionado ao Grupo Camargo Corrêa seria de 1/5 do total. Vale lembrar mais uma vez que o Grupo possui participação de 20% no consórcio executor da obra. Vale destacar a informação de que as 03 parcelas que cabem à Camargo Corrêa totalizando R$ 1,0 Milhão estariam relacionadas a interlocutor identificado como HIPOPÓTAMO. Como já visto durante as investigações a utilização de nomes de animais para identificar beneficiários de pagamentos “por fora” é pratica corriqueira no âmbito da empresa. Os últimos manuscritos deste documento dizem respeito a pagamento de R$ 43.300 referente à Acordo Judicial com a PREFEITURA DE JUNDIAÍ (PJU). No manuscrito há indicação de que esta seria a 10ª parcela paga pelo Município.
  50. 50. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 50 de 280 CAMINHO COMPLETO: DISCO EQ_SP-14_ITEM16_2_PENDRIVE_SONY_4GB.DDPART_1NO NAME- FAT32SAO PAULODIGITALIZAR0084.JPG - DOC372 O documento acima relaciona-se com os anteriores. No seu início há descrição de valor referente à sigla MSP (CESP PRES. MED). Juntamente a informação do valor de R$ 40.000 há a indicação da sigla “Pres”, o que seria poderia referir-se ao próprio presidente desta empresa, embora não conste nenhum nome relacionado no manuscrito. Não há também informação acerca de qual seria a contra-partida para a efetivação deste “pagamento”. Na sequência o documento relaciona uma série de valores direcionados a obras no exterior, indicados sempre em US$ e seus possíveis beneficiários, quais sejam: 1. ARGENTINA – US$ 25,000 – Relacionado a Edital Berazategui (alteração do orçamento); 2. VENEZUELA – US$ 6,000 – Relacionado a pagamento a Fiscalização e Sindicato;
  51. 51. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 51 de 280 3. BOLIVIA - US$ 28,750, sendo US$ 18,750 referente a parcela 15 de 24, ensejando um valor total de US$ 450,000 e US$ 10,000 referente a diversos obra e mercado; 4. EQUADOR – US$ 10,000 referente a dois pagamentos de US$ 5,000 a diversos referente aos meses de dez e jan/07. CAMINHO COMPLETO: DISCO EQ_SP-14_ITEM16_2_PENDRIVE_SONY_4GB.DDPART_1NO NAME- FAT32SAO PAULODIGITALIZAR0085.JPG - DOC373 O documento acima, também relacionado com os anteriores, começa com anotação de novo valor referente ao Acordo Judicial com a Prefeitura de Jundiaí (PJU), no valor de R$ 43.300, sendo este relacionado à 9ª parcela do acordo firmado. A seguir temos tabela com valores relacionados à UEC (CEU- PREFEITURA) de onde foram calculados os valores para pagamento,
  52. 52. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 52 de 280 apresentados como “Saldo a Recolher”, sendo estes valores calculados à base de 3,5% sobre os valores recebidos em 08.11.07, 26.11.07 e 08.01.08, e estão tratados na planilha como impostos. Não há indicação de beneficiários destes pagamentos. Na sequência há uma informação acerca da Dívida do Metrô do RJ (RIM) sendo relacionado percentual de 5% do total recebido pela Camargo Corrêa em 25.01.08, ou seja, R$ 167.500. Por fim o relatório apresenta o valor referente à 6ª Parcela de valores acordados referentes a obra do Rodoanel (ARO) no montante de R$ 162.000. Deste valor R$ 42.000 estaria relacionado ao TCU, sem informar claramente a pessoa beneficiária deste pagamento. ============================================================
  53. 53. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 53 de 280 CAMINHO COMPLETO: DISCO EQ_SP-14_ITEM16_2_PENDRIVE_SONY_4GB.DDPART_1NO NAME- FAT32SAO PAULODIGITALIZAR0080.JPG - DOC368
  54. 54. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 54 de 280 Documento refere-se a valores datados de 12.12.07. Após a apresentação de tabela com todos os valores relacionados a esta data há uma série de manuscritos. O primeiro deles indica a base de cálculo do primeiro valor relacionado à sigla NTI (DNIT), referente à obra da BR 101 no Nordeste. O valor total deste primeiro pagamento seria de R$ 560.000, ou seja, 0,7% do total do contrato de R$ 80.000.000 condicionado à assinatura do mesmo. Deste total, R$ 300.000 já teriam sido liquidados e, neste momento, estaria sendo feita reserva para o pagamento dos R$ 260.000 restantes, indicados como sendo relacionados ao DNIT (Departamento Nacional de Infra-estrutura e Transportes Terrestres). Vejamos link que apresenta informações acerta de suplementação orçamentária relacionada a esta obra: http://www.br101nordeste.com.br/ac_orc.php Os R$ 260.000 restantes seriam rateados na seguinte proporção: 1. 0,25%, ou aproximadamente R$ 92.857, relacionados ao “PARTIDO”, sem indicação de qual seja; 2. 0,25%, ou aproximadamente R$ 92.857, relacionado a “DA”, pessoa não identificada; 3. 0,20%, ou aproximadamente R$ 74.286, relacionado a “Oper. Hilderaldo e Munhoz”, que foram identificados como sendo, respectivamente, HILDERALDO LUIZ CARON, Diretor de infra-estrutura Rodoviária do DNIT e LUIS MUNHOZ PROSEL JÚNIOR, coordenador geral de construção rodoviária do DNIT. Ainda referente ao DNIT há informação acerca do valor igualmente reservado nesta data no total de R$ 190.000, sendo este valor calculado na base de 0,3% do total de R$ 6.338.000 aferido e pago à Camargo Corrêa em medição da obra. O beneficiário relacionado a este valor atenderia pelas siglas “PL MM”, não identificadas. O valor total dos acertos referentes ao DNIT, nesta data, seria então R$ 450.000 conforme apresentado no manuscrito. Na sequência do documento há menção do valor de de R$ 120.000 referente à obra do Rodoanel de SP. Este valor estaria condicionado à liberação da Medição referente a Nov/07. No rodapé da anotação há indicação de que este valor teria como destinatário alguém do DER (Departamento de Estradas e Rodagens).
  55. 55. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 55 de 280 CAMINHO COMPLETO: DISCO EQ_SP-14_ITEM16_2_PENDRIVE_SONY_4GB.DDPART_1NO NAME- FAT32SAO PAULODIGITALIZAR0081.JPG - DOC369 Este documento relaciona-se com o anterior. As primeiras informações que ele reporta dizem respeito a valor de R$ 36.000 relacionado à obra da Linha 4 do Metrô/SP. O valor total seria de R$ 180.000 e a parte correspondente à Camargo Corrêa seria de R$ 36.000, ou seja, 1/5 do total. O beneficiário deste valor foi relacionado como sendo o Grupo de Trabalho – DADA CUSTOS, mais abaixo, desta vez manuscrito surge o nome de “DARIO, Gerente de Custos”, identificado como sendo DARIO JULIANO TAMBELLINI, “GCE-GERÊNCIA DE CONTROLE DE EMPREENDIMENTOS” do GRUPO DE TRABALHO criado pelo metrô. O valor estaria atrelado a aprovação de novas modificações no projeto, que resultariam em preços novos e aditivos contratuais no montante de R$ 50,0 Milhões. Assina esta informação pessoa de nome “M PAIVA”, ainda não identificado.
  56. 56. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 56 de 280 Vejamos algumas reportagens relacionadas a este tema: http://www.transporteideias.com.br/2008/09/11/linha-4-do-metro-sp-fica-mais-cara-e-demorada/ http://becosurbanos.wordpress.com/2008/09/10/linha-4-amarela-mais-cara-e-demorada/ http://www.simaopedro.com.br/noticia_ler.php?idConteudo=2017 http://www.metroviarios-sp.org.br/documentos/relatoriobancadapt.pdf Na sequência do documento há manuscrito que diz respeito a repasse referente à própria Empreiteira (NNN) sem vínculo aparente com nenhuma obra. O valor de R$ 12.500 teria sido pago ao CREASP por atestados para alguma obra em MANAUS. O segundo manuscrito refere-se também a reembolso relacionado à própria Camargo Corrêa (sigla NNN), no valor de R$ 50.000. Com relação a este valor há indicação de que esteja relacionada a Deputado Federal de siglas O.G. indicado como Pres. C.E. , ainda não identificado. A última informação do documento diz respeito a valor de R$ 24.000, relacionado à sigla “CIC”, ainda não identificada. ============================================================
  57. 57. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 57 de 280 CAMINHO COMPLETO: DISCO EQ_SP-14_ITEM16_2_PENDRIVE_SONY_4GB.DDPART_1NO NAME- FAT32SAO PAULODIGITALIZAR0077.JPG - DOC365 O documento acima diz respeito a valores datados de 05.12.07. A primeira informação manuscrita, destacada acima, diz respeito a valor referente à Eclusa do Tucuruí (ETU), no valor de R$ 500.000, destinado ao PMDB. Este valor seria parte de R$ 1.000.000. Surge ainda a informação de que parte deste valor, ou seja, R$ 100.000 teria sido dada em 30.11.07, a beneficiário relacionado pelo codinome “CAVALO”.
  58. 58. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 58 de 280 O segundo manuscrito relacionado no documento é referente à 8ª prestação a ser paga pelo Acordo Judicial com a prefeitura de JUNDIAÍ. Este valor seria de R$ 43.500 e estaria relacionado à sigla DAE, ou seja, Departamento de Água e Esgoto de Jundiaí. O terceiro manuscrito, destacado acima, esta relacionado à obra PSM (ANEL VIÁRIO – METRÔ DE SÃO PAULO). O valor destacado seria de R$ 50.000 condicionado a uma “publicação” de que algo relacionado à obra estaria OK. Surge como beneficiário a pessoa de “CHICO” do TCE , ainda não identificado. ================================================
  59. 59. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 59 de 280 CAMINHO COMPLETO: DISCO EQ_SP-14_ITEM16_2_PENDRIVE_SONY_4GB.DDPART_1NO NAME- FAT32SAO PAULODIGITALIZAR0001-1.JPG - DOC366 Documento relacionado à tabela do documento anterior. Na primeira parte surge manuscrito o valor de R$ 10.000 referente a “PRA” ( PREFEITURA DE CAMPINAS). Relacionado a tal valor surge a pessoa de “VIC” Secretário de Planejamento, ao que tudo pode tratar-se de VICENTE ANDREU GUILLO, Secretário naquela época e atualmente Secretário de Recursos Hídricos do Ministério do Meio Ambiente. A segunda parte do documento é composta de fragmentos que indicam 02 valores de R$ 94.132 que estão relacionados a pagamento da CCA (CAVO – CURITIBA). Não há menção de possíveis beneficiários de tais pagamentos. Na sequência do documento há relação de valores relacionados a obras no exterior, quais sejam:
  60. 60. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 60 de 280 1. US$ 130,000 – relacionado a obras em Angola a serem pagos como parte dos US$ 195,000 programados; 2. US$ 20,000 – A ser pago na Argentina referente a preparação de edital para Consórcio – Condor Cliff; 3. US$ 8,000 a ser pago na Venezuela, sendo US$ 5,000 referente a medição/fiscalização e US$ 3,000 referente a “ministério”; 4. US$ 5,000 a ser pago na Bolívia referente a medição/fiscalização. A última informação do documento diz respeito a valor relacionado à sigla MSP (CESP PRES. MED.), no montante de R$ 40.000, o que pode indicar ser um pagamento relacionado à Presidência da CESP, atrelado a alguma Medição de obra. CAMINHO COMPLETO: DISCO EQ_SP-14_ITEM16_2_PENDRIVE_SONY_4GB.DDPART_1NO NAME- FAT32SAO PAULODIGITALIZAR0079.JPG - DOC367 O documento acima relacionado com os anteriores é composto de fragmentos de planilhas e diz respeito a 03 valores de, respectivamente, R$ 25.489,58, R$ 192.510,56 e R$ 219.698,57 relacionados à sigla CCA (CAVO – CURITIBA). Não consta indicação de possíveis beneficiários, nem de qual seria o fato gerador de tais valores.
  61. 61. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 61 de 280 CAMINHO COMPLETO: DISCO EQ_SP-14_ITEM16_2_PENDRIVE_SONY_4GB.DDPART_1NO NAME- FAT32SAO PAULODIGITALIZAR0076.JPG - DOC364 O documento acima diz respeito a valores referentes ao dia 23.11.07. Os 04 primeiros valores referem-se a acertos no valor mensal de R$ 416.500 a serem pagos a partir de 20.12.07, sendo que, conforme anotações acima a primeira parcela já teria sido paga na data de confecção do documento. Os pagamentos estariam relacionados à obra do RODOANEL DE SP (ARO) e teriam sido acordados com “PAULO SOUZA” da DERSA (Desenvolvimento Rodoviário S.A.), órgão estatal responsável por esta obra. PAULO SOUZA foi identificado como sendo PAULO VIEIRA DE SOUZA, Diretor de Engenharia da DERSA. A seguir alguns links com matérias a respeito da obra do Rodoanel: http://humbertocapellari.wordpress.com/category/jose-serra/
  62. 62. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 62 de 280 http://www.prsp.mpf.gov.br/sala-de-imprensa/noticias_prsp/24-09-09-2013-ajuste-de-conduta- encerra-discussao-sobre-termos-aditivos-no-trecho-sul-do-rodoanel http://politicaetica.com/category/rodoanel/ http://www.obra24horas.com.br/entrevistas/index.cfm?fuseaction=dsp_entrevistas_exibir&id_en trevista=%22%26%20P%20%0A http://www.reacaoambiental.com.br/?p=726 Na sequência há menção a valor de R$ 529.611,56 referente à obra de sigla ARA (PARÁ-HOSPITAL), não havendo indícios de possíveis beneficiários do mesmo. Com relação a este pagamento há informação de que foram realizados pagamentos de R$ 30.000 à pessoa identificada como “BROTHER” e R$ 168.338 a pessoa não identificada. O valor faltante de R$ 331.279, seria sido pago em dólar, na data de 18.01.08, através do esquema de KURT PICKEL no total de US$ 185,123. Há ainda a relação de 02 valores referentes à sigla PSU (PORTO DE SUAPE), nos valores de R$ 1.000.000 e R$ 1.043.000, sem indicação de beneficiários. ========================================================================
  63. 63. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 63 de 280 CAMINHO COMPLETO: DISCO EQ_SP-14_ITEM16_2_PENDRIVE_SONY_4GB.DDPART_1NO NAME- FAT32SAO PAULODIGITALIZAR0073-1.JPG - DOC360 O documento acima apresenta uma série de valores de 09.11.07. O 1º valor seria relacionado à sigla JUB (JURUBATUBA-PONTE), no valor total de R$ 720.700. Ao lado da tabela há a indicação de que, deste total, R$ 144.152 seriam pagos em 15.12.07 e R$ 200.000 em 20.12.07, restando o pagamento de R$ 376.548 para 20.02.08. Logo abaixo da tabela, há manuscrito indicando a base de cálculo dos valores. Deste manuscrito podemos verificar que os valores estão atrelados aos recebimentos da Camargo Corrêa no período de Maio/07 a Ago/07, que perfizeram um total de aproximadamente R$ 14.416.000. Os valores dos acertos seria então de 1% do total recebido relacionado a pessoa de prenome FILIPPE, não identificada; e 4% relacionado a beneficiário não identificado, indicado pelo diretor JOÃO AULER. Ainda na tabela acima há menção a valor de US$ 492,001 a título de 2ª parcela, relacionado à sigla TRO (Transpetro). Ao lado da tabela quase ilegível há menção a este valor relacionando-o a 2ª parcela de navios. Não há menção
  64. 64. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 64 de 280 ao beneficiário deste pagamento. Mais a frente veremos novamente uma citação a esta obra. CAMINHO COMPLETO: DISCO EQ_SP-14_ITEM16_2_PENDRIVE_SONY_4GB.DDPART_1NO NAME- FAT32SAO PAULODIGITALIZAR0075.JPG - DOC363 O documento relacionado ao documento anterior contém na sua primeira parte planilha de onde se pode auferir o valor a ser efetuado de R$ 219.916, como contrapartida do recebimento de cerca de R$ 34,7 milhões pela Camargo Corrêa nos meses de Agosto e Setembro/07, pela obra do Rodoanel. Na sequência o documento apresenta alguns valores relacionados ao PERU e a VENEZUELA, quais sejam: 1. 02 parcelas de US$ 175.363, relacionadas à obra da Rodovia INTEROCEÂNICA. Estas parcelas seriam respectivamente a 5ª e a 6ª de um total de 06, o que nos leva a chegar a um total de US$ 1,052,178, que teria sido o valor relacionado a este pagamento.
  65. 65. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 65 de 280 2. US$ 10,000, referente a GIP (PERU), que pode ser uma sigla genérica, que não indica nenhuma obra específica. Este valor seria pago a pessoa de alcunha “nervoso”. Não conseguimos a qualificação de tal indivíduo. 3. US$ 8,000, referente a UEL (que seria VENEZUELA), relativos a despesas diversas de obra. Aqui também não há indicação de beneficiários e discriminação do que seria este pagamento. ================================================ CAMINHO COMPLETO: DISCO EQ_SP-14_ITEM16_2_PENDRIVE_SONY_4GB.DDPART_1NO NAME- FAT32SAO PAULODIGITALIZAR0074.JPG - DOC362 Documento relacionado aos 02 anteriores apresenta manuscrito onde consta citação de valor referente à obra PMN (METRÔ SP), neste caso, referindo-se especificamente à obra no Lote 4 da Linha 2 .
  66. 66. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 66 de 280 O documento traz o que seria, aparentemente, um acerto junto a membros do TCE-SP no montante de US$ 490,000, a ser pago em 05 parcelas mensais, sendo a primeira em 01.11.07. Juntamente com os valores surge a informação dos nomes “Roc. Citadini” e “Ed. Bitt”, destacada para uma melhor visualização. Os nomes provavelmente dizem respeito a ANTONIO ROQUE CITADINI e EDUARDO BITTENCOURT CARVALHO, ambos Conselheiros do TCE-SP. Nesta oportunidade estaria sendo feito pagamento de US$ 100,000 referentes à 2ª parcela acordada. Na sequência há fragmentos de planilhas que indicam valores de R$ 350.000 referente à obra SFC (SERRA DO FALCÃO) e R$ 300.000 referente à obra PEO (CHAPECÓ), sem contudo, ser possível distinguir seus possíveis beneficiários. ================================================================== CAMINHO COMPLETO: DISCO EQ_SP-14_ITEM16_2_PENDRIVE_SONY_4GB.DDPART_1NO NAME- FAT32SAO PAULODIGITALIZAR0071-1.JPG - DOC356
  67. 67. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 67 de 280 O documento acima diz respeito a valores do dia 25.10.07. Abaixo da tabela há manuscrito indicando pagamento de valor mensal de US$ 175,000 relacionado à obra da Interoceânica no PERU. Estes pagamentos seriam devidos em 06 parcelas a partir de 30.07.07. Nesta data estariam sendo pagos os valores referentes às 10ª e 11ª parcelas. Outra informação dá conta de que as 06 parcelas representariam apenas 50% do total acertado, restando o pagamento de 50% para o “final”. Isto nos faz chegar a um valor de pagamentos da ordem de US$ 2,100,000. Não há indicação de quem seriam os beneficiários por tais pagamentos. CAMINHO COMPLETO: DISCO EQ_SP-14_ITEM16_2_PENDRIVE_SONY_4GB.DDPART_1NO NAME- FAT32SAO PAULODIGITALIZAR0072-1.JPG - DOC358 O documento acima relaciona-se com o anterior. Na primeira parte há indicação do valor de R$ 20.000 relacionado à obra PPV. O suposto beneficiário seria pessoa de prenome “HABELO” ou “BELLO”, relacionado a
  68. 68. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 68 de 280 algum tipo de Assessoria Financeira em Energia. Não foi possível identificar tal pessoa. O manuscrito logo abaixo diz respeito a valor de R$ 80.000 referente à obra BSPP (CESP – PONTE PAULICÉIA). O manuscrito traz relacionado a este valor pessoa cujas iniciais seriam “E.A.”, não identificada e informação de que o mesmo estaria atrelado à assinatura de aditivo para complementação do recurso. Pesquisa realizada na internet dá conta de que em 30.08.2007 teria sido assinado convênio para liberação de R$ 45 Milhões para a finalização da ponte sobre o Rio Paraná. O acordo teria sido firmado pelo deputado EDSON APARECIDO (PSDB-SP), o governador de São Paulo José Serra e o ministro dos transportes Alfredo Nascimento. Esta informação nos leva a acreditar que a pessoa de E.A. poderia ser na verdade o referido deputado. Vejamos alguns links a este respeito: http://www.skyscrapercity.com/showthread.php?p=34352410 http://www.sptrans.com.br/clipping_anteriores/2007/agosto2007/clipping310807/pagina1.htm http://www.perfilnews.com.br/noticias/impressao.asp?id=169136 http://edsonaparecido.com.br/ http://www.agenciara.com.br/index.php?id=13096 http://joseluizpaivajornalismo.blogspot.com/2009/09/regiao-passa-dos-100-casos-de-gripe.html http://unisite.com.br/Politica/24297/Governador-Jose-Serra-e-deputado-Edson-Aparecido- liberam-trafego-da-ponte-sobre-o-Rio-Parana.xhtml Na sequência do documento há um manuscrito fazendo referência ao valor de R$ 40.000 que estaria relacionado à sigla MSP (CESP PRES. MED.). Sem maiores informações. No final do documento há menção ao valor de US$ 3,000 relacionado a obra na Argentina (ARG), relacionado a este valor surge a rubrica “diversos N.U.”, ainda não identificado. ================================================
  69. 69. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 69 de 280 CAMINHO COMPLETO: DISCO EQ_SP-14_ITEM16_2_PENDRIVE_SONY_4GB.DDPART_1NO NAME- FAT32SAO PAULODIGITALIZAR0070-1.JPG - DOC354 O documento acima apresenta no topo tabela com relação de 02 valores datados de 27.09.07. O primeiro está relacionado à obra da LINHA 4 do METRÔ de SP. O valor seria de R$ 80.000 metade em 04.09.07 e o restante em 27.09.07. O valor de R$ 80.000 corresponderia a 1/5 de um total de R$ 400.000, que seria o montante total. Esta prática já foi retratada anteriormente. No documento surge o nome DRAUZIO, além das siglas “M.P.D.:” , “NATM” e “SHIELD”, estas duas últimas siglas dizem respeito a metodologias
  70. 70. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 70 de 280 utilizadas para escavação de túneis para o METRÔ. Como o consórcio Linha Amarela, do qual a Camargo Corrêa faz parte, resolveu alterar o tipo de tecnologia para construção do Metrô, adotando uma que seria mais cara, ele precisaria de um respaldo, no sentido de conseguir autorização para efetuar esta alteração de tecnologia. Neste contexto o valor a ser pago estaria condicionado à aceitação desta mudança tecnológica, com o possível aumento de seu custo financeiro para o contratante da obra. O beneficiário por tal acordo, possivelmente pessoa de prenome DRAUSIO, como consta no documento, ainda não foi identificado. A última parte do documento traz um manuscrito relacionado a valor de R$ 50.000 que seria referente à obra AVE (AEROPORTO DE VITÓRIA). Surge relacionado a este valor “RCG”, ou RENATO CASA GRANDE, conforme consta do próprio documento e colocado em destaque para melhor visualização. Vale lembrar que JOSÉ RENATO CASAGRANDE é senador pelo PSB-ES, sendo defensor da retomada das obras de ampliação do aeroporto de Vitória, obra que foi suspensa em 2005 pelo TCU com indícios de superfaturamento.
  71. 71. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 71 de 280 CAMINHO COMPLETO: DISCO EQ_SP-14_ITEM16_2_PENDRIVE_SONY_4GB.DDPART_1NO NAME- FAT32SAO PAULODIGITALIZAR0068-1.JPG - DOC350 O documento acima diz respeito a valores datados de 24.09.07. Ao lado da tabela há informação manuscrita de que o valor de US$ 495,000 referente a sigla OLA (ANGOLA), parcela de Outubro, já teria sido parcialmente pago, restando naquela data o valor de US$ 95.000 a pagar. O primeiro manuscrito do documento diz respeito a valor de R$ 25.000 relacionado à sigla RMA (RIO MADEIRA). Não há indicativo de quem seria o real beneficiário de tal valor.
  72. 72. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 72 de 280 O segundo manuscrito diz respeito ao valor da 7ª parcela, no valor de R$ 43.500 decorrente do acordo judicial efetivado com a prefeitura de JUNDIAÍ. Não há indicação do beneficiário deste pagamento. A última parte do documento acima apresenta base de cálculo do valor relacionado à obra UTM (EMTU – Corredor Noroeste – Lote 2). A informação relacionada refere-se à data de 20.09.07 e diz respeito a pagamento a ser realizado na base de 0,5% do recebimento bruto a que se fez beneficiária a Camargo Corrêa, ou seja, R$ 13.965. O valor total recebido pela construtora refere-se ao valor acumulado das medições da referida obra até o mês de março/07. Surge de forma clara no documento o nome de ROBSON MARINHO, ao lado da sigla TCE, destacado acima para melhor visualização, o que indica tratar-se de pagamento a ROBSON MARINHO, conselheiro do TCE-SP, já citado anteriormente e relacionado a pagamentos de outras obras do Estado de SP. Informação importante diz respeito ao local de pagamento do que seria propina, que seria a própria casa de ROBSON MARINHO, representada pela expressão Casa RM. ===============================================
  73. 73. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 73 de 280 CAMINHO COMPLETO: DISCO EQ_SP-14_ITEM16_2_PENDRIVE_SONY_4GB.DDPART_1NO NAME- FAT32SAO PAULODIGITALIZAR0069-1.JPG - DOC352 O documento acima relaciona-se com o anterior. No topo de há manuscrito referente a valor de US$ 11,875. Este valor está relacionado à sigla NNN (CAMARGO CORREA) e seria direcionado a alguém no Uruguai. A conta destinatária deste pagamento seria do banco UBS, nº 206-P00 33066.2. Não há maiores elementos que permitam indicar o beneficiário de tal pagamento. Na sequência do documento surge o que seria a base de cálculo para se chegar ao valor de R$ 27.500, referente a sigla CCA (CAVO – CURITIBA). Este valor estaria relacionado a alguns pagamentos efetuados pela CAVO de CURITIBA. Não há menção a beneficiários deste pagamento. Ainda relacionado a CAVO-CURITIBA, no fragmento de documento mais abaixo temos a base de cálculo dos valores de R$ 195.793,54 e R$ 260.116,37, também destinados a esta rubrica. Também aqui não há menção a nome de possíveis beneficiários dos pagamentos.
  74. 74. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 74 de 280 Ao lado do fragmento relacionado acima, há uma série de informações que seriam os rateios referentes ao valor de US$ 495,000 pago a beneficiários da obra de ANGOLA. O valor seria repassado às seguintes pessoas na seguinte base: 1. MINISTRO = US$ 350,000 2. MG = US$ 50,000 3. KING = US$ 50,000 Ref.: 5º e 6º Boa Vista 4. ARQ = US$ 100,000 Ref.: Banco bengala 5. JOA = US$ 100,000 Ref.: Ap. Filha 6. OUTROS = US$ 40,000 7. Os beneficiários ainda não foram identificados. ============================================================ CAMINHO COMPLETO: DISCO EQ_SP-14_ITEM16_2_PENDRIVE_SONY_4GB.DDPART_1NO NAME- FAT32SAO PAULODIGITALIZAR0066-1.JPG - DOC346
  75. 75. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 75 de 280 O documento acima apresenta uma tabela com uma série de valores datados de 11.09.07. A maioria dos valores relacionados diz respeito a pagamentos a ser realizados no exterior, quais sejam: GIP (PERU) - US$ 30,000; VEL (VENEZUELA EL GUAPO) – US$ 19,000; BOL (BOLÍVIA ROBORÉ EL CARMEN) – US$ 42,500; ARG (ARGENTINA) – US$ 500,000; INT (INTEROCEANICA) – US$ 175,363; PNT (PERU) – US$ 1,225,000. Ao lado da tabela há manuscritos com cálculos referentes à sigla PNT. Segundo estas anotações há um cronograma de pagamentos de US$ 800,000 a ser liquidado em 03 parcelas até o dia 09.11.07, um pagamento de US$ 100,000 a ser pago no PERÚ, US$ 85,000 a ser pago aqui no Brasil, restando US$ 240,000 a ser levado “picado” para o PERÚ. Abaixo da tabela há um primeiro manuscrito que diz respeito a valor de R$ 40,000 realizado em nome da sigla CCA (CAVO – CURITIBA). Este valor estaria relacionado à “polícia”, e consta os nomes de MARIO GRECCO e “LUIZ GO???” (sobrenome não está claro). Estas pessoas não foram identificadas. Na sequência do documento há menção do valor de R$ 43.500, referente à sigla PJU (Prefeitura Jundiaí) e de R$ 40.000, referente à sigla MSP (CESP. PRES. MED). Em ambos os casos não há indicação de beneficiários. ==================================================================
  76. 76. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 76 de 280 CAMINHO COMPLETO: DISCO EQ_SP-14_ITEM16_2_PENDRIVE_SONY_4GB.DDPART_1NO NAME- FAT32SAO PAULODIGITALIZAR0065-1.JPG - DOC344
  77. 77. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 77 de 280 Documento acima apresenta tabela com 03 valores datados de 27.08.07. No primeiro, relacionado à obra ETU (TUCURUÍ - ECLUSA) há menção manuscrita de que seria efetivado o pagamento do montante de R$ 300.000 em 03 parcelas de R$ 100.000. Este valor, conforme trecho destacado estaria relacionado à Eletrobras e ao “EX. MIN. - SIL”, que, ao que tudo indica, poderia tratar-se do ex-Ministro de Minas e Energia SILAS RONDEAU. A seguir há menção do valor de R$ 7.000 relacionado à sigla RMA (RIO MADEIRA) e à pessoa de “IMP”, ainda não identificado. A última informação do documento diz respeito a valor relacionado ao TCE, que seria o Tribunal de Contas do Estado de São Paulo. Este valor seria de R$ 25.000 e estaria relacionado a “Bittencourt”, ou, ao que tudo indica, Eduardo Bittencourt Carvalho, Conselheiro deste Tribunal de Contas. ================================================
  78. 78. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 78 de 280 CAMINHO COMPLETO: DISCO EQ_SP-14_ITEM16_2_PENDRIVE_SONY_4GB.DDPART_1NO NAME- FAT32SAO PAULODIGITALIZAR0063-1.JPG - DOC340 Documento apresenta no seu início tabela com relação de valores datados de 15.08.07. Na tabela há valores relacionados às seguintes obras: CBR (CNEC – BR 101) - R$ 61.000; MSP (CESP PRES. MED) - R$ 40.000; MST (MODERNIZAÇÃO DE ESTREITO) - R$ 150.000; PJU (PREFEITURA JUNDIAÍ) - 5ª parcela - R$ 43.350; OLA (ANGOLA) - US$ 100,000. A Segunda tabela do documento retrata resumo do Demonstrativo de Resultados e do Demonstrativo de Fluxo de Caixa, relativo à obra MST (MODERNIZAÇÃO DE ESTREITO), indicando na rubrica “DIVERSOS” o valor relacionado acima de R$ 150.000. Assim como nos outros valores da tabela inicial não há indicação de possíveis beneficiários. ============================================================
  79. 79. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 79 de 280 CAMINHO COMPLETO: DISCO EQ_SP-14_ITEM16_2_PENDRIVE_SONY_4GB.DDPART_1NO NAME- FAT32SAO PAULODIGITALIZAR0064-1.JPG - DOC342 Documento relacionado ao anterior apresenta Demonstrativo de Resultado e Fluxo de Caixa referente à sigla MSP (CESP PRES. MED.). No alto do documento a menção ao valor de R$ 40.000, sem contudo, trazer mais informações acerca de possíveis beneficiários deste suposto pagamento. Vale destacar que conforme já visto anteriormente, aparentemente há uma remessa constante e mensal de R$ 40.000 relacionada a esta sigla. A tabela acima reflete o lançamento do valor de R$ 61.000 relacionado à sigla CBR (CNEC – BR 101), conforme já visto no documento anterior. ============================================================
  80. 80. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 80 de 280 CAMINHO COMPLETO: DISCO EQ_SP-14_ITEM16_2_PENDRIVE_SONY_4GB.DDPART_1NO NAME- FAT32SAO PAULODIGITALIZAR0062-1.JPG - DOC338 Documento acima apresenta tabela com valores datados de 03.08.07. Estes valores estão relacionados às seguintes obras: 1. SFC (SERRA DO FACÃO) – De um total de R$ 260 milhões da parte da Construtora referente ao Contrato assinado, cerca de R$ 3.500.000, estariam comprometidos com pagamentos ainda não identificados. Este valor seria desembolsado em 10 parcelas iguais, sendo que no ano de 2007 seriam quitadas 02 parcelas, ou cerca de R$ 700.000. Não há indicações de quem seria o beneficiário destes pagamentos; 2. PEO (CHAPECÓ) – A tabela representa o valor de R$ 300.000, que seria referente à 3ª de um total de 10 parcelas, totalizando um total de cerca de R$ 3.000.000. Também aqui não há indicação de possível beneficiário destes pagamentos.
  81. 81. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 81 de 280 CAMINHO COMPLETO: DISCO EQ_SP-14_ITEM16_2_PENDRIVE_SONY_4GB.DDPART_1NO NAME- FAT32SAO PAULODIGITALIZAR0061-1.JPG - DOC336 Documento acima apresenta tabela com valores datados de 30.07.07. O primeiro valor diz respeito à sigla PMN (METRO DE SP LINHA 4), no montante de R$ 64.000. Este valor é referente à 1/5 de um total de R$ 320.000. O valor de R$ 64.000 seria então dividido da seguinte forma: 1. R$ 24.000 relacionado a “F.C.” relacionado a emissão de parecer; 2. R$ 40.000 relacionado a “Consultor”. Não foi possível identificar tais pessoas. O segundo valor é referente à sigla SIM (SABESP – ITAIÇUPEBA). O valor de R$ 30.000 estaria condicionado aos pagamentos recebidos pela Camargo Corrêa nos meses de JAN/07, MAR/07 e ABR/07. O valor estaria relacionado ao DAEE (BOZ), não sendo possível identificar quem seria esta pessoa.
  82. 82. DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL UADIP/DELEFIN/SR/DPF/SP Página 82 de 280 Por fim há a base de cálculo do valor de R$ 201.000 referente à CCA (CAVO CURITIBA), não havendo indicativo de quem seria o beneficiário de tal pagamento. CAMINHO COMPLETO: DISCO EQ_SP-14_ITEM16_2_PENDRIVE_SONY_4GB.DDPART_1NO NAME- FAT32SAO PAULODIGITALIZAR0058-1.JPG - DOC330 Documento referente a valores datados de 25.07.07. O manuscrito abaixo da tabela principal diz respeito a valor de R$ 10.880 relacionado à sigla ARA (PARÁ – HOSPITAL). Este valor está segmentado em uma série de rubricas. Chama atenção uma sequência de iniciais S/A/R/B/B que poderia indica os nomes das cidades beneficiárias de tais hospitais, quais sejam, Santarém, Altamira, Redenção, Breves e Belém. Ao que tudo indica o beneficiário de “Santarém” receberia 3% e os demais 2% cada um. O valor é calculado até Fev/07. ============================================================

×