PORTO DE VITÓRIA:<br />UMA PORTA ABERTA PARA O MUNDO E PARA A CIDADE.<br />Eduardo de Almeida Prata<br />
1ª PARTE<br />UMA VISÃO DA ATIVIDADE PORTUARIA NA ECONOMIA MUNDIAL<br />2ª PARTE<br />AS  INICIATIVAS DOS PORTOS DE VITÓRI...
QUANTO VALE O PLANETA TERRA?<br />US$ 60 trilhões<br />
COMO ESTÁ DISTRIBUÍDO O PIB?<br />90% no Hemisfério Norte<br />10% no HemisférioSul<br />
COMO ESTÃO DISTRIBUÍDOS OS MAIORES PORTOS CONTENEIROS NO MUNDO?<br />
COMO OS NAVIOS ESTÃO OPERANDO NO PLANETA?<br />70%<br />30%<br />
1ª CONCLUSÃO<br /><ul><li>Os dados mostram claramente que as riquezas são trocadas no sentido leste x Oeste no NORTE e que...
COMPLEXO PORTUÁRIO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO<br />Número de Portos: 6<br />MovimentaçãoAnual: 164. 10⁶ tons<br />Comérci...
PORTOS NA REGIÃO METROPOLITANA DE VITÓRIA<br />PRAIA MOLE<br />Número de Portos: 6<br />Movimentação Anual: 161.307.529 to...
2ª CONCLUSÃO<br /><ul><li> Os serviços portuários na Região Metropolitana de Vitória têm importância vital para a  vida ec...
 A movimentação de cargas nos Portos de Vitória, Praia Mole e Tubarão agregam na economia das Cidades 3 bilhões de dólares...
3ª CONCLUSÃO<br /><ul><li> A região não permite mais a expansão portuária em terra e a expansão residencial e comercial oc...
4ª CONCLUSÃO<br />4.1<br />Os portos apresentam fila de espera de navios.<br />Navios<br />3 dias	Carga Geral<br />1 dia	C...
4ª CONCLUSÃO<br />4.2<br />A profundidade do canal de acesso e a bacia de evolução do Porto de Vitória limitam operações d...
4ª CONCLUSÃO<br />4.3<br />Congestionamento na portaria dos portos aumenta os custos portuários diminuindo sua competitivi...
4ª CONCLUSÃO<br />4.4<br />O uso das vias urbanas para transportes das cargas do Porto causam congestionamentos e aumentam...
4ª CONCLUSÃO<br />4.5<br />O sistema ferroviário para o Porto de Vitória é muito lento e de alto risco.<br />
1ª PARTE<br />UMA VISÃO DA ATIVIDADE PORTUARIA NA ECONOMIA MUNDIAL<br />2ª PARTE<br />AS  INICIATIVAS DOS PORTOS DE VITÓRI...
AS  INICIATIVAS DOS PORTOS DE VITÓRIA E DAS CIDADES PARA FAZER FRENTE AO CRESCIMENTO ATUAL DE 5 % DA  ECONOMIA DO BRASIL<b...
QUAL  A SOLUÇÃO?<br />Construir um Porto capaz de recebernavios de 6ª Geraçãocom acessos dedicados e com garantia de suste...
O QUE FAZER?  - Curto prazo<br /><ul><li>  Modernizar as instalações existentes,
  Melhorar o calado dos portos e
  Priorizar acessos dedicados aos portos</li></li></ul><li>O QUE ESTAMOS FAZENDO? <br />Porto de VitoriaCarga Geral e Cont...
Ampliação da Av. Beira Mar  –  20 m.
Ampliação dos berços 101/102 - calado de:  8,0m para 12,0m de calado.
 Construção de mais 4 berços - ATALAIA, CPVV, PRYSMIAN e TECHNIP.
 Construção acesso dedicado nos Portos de Vitória e Capuaba.
 Duplicação da ponte de acesso e construção de viaduto.
 Construção acesso dedicado – BR 447.
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Porto de Vitória: Uma porta aberta para o mundo e para a cidade

2.157 visualizações

Publicada em

Apresentação do Eduardo de Almeida Prata (Porto de Vitória), no III Fórum Empresarial de Logística e Infraestrutura do Espírito Santo, realizado nos dias 30 e 31 de maio de 2011, em Vitória-ES.

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.157
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
80
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Porto de Vitória: Uma porta aberta para o mundo e para a cidade

  1. 1. PORTO DE VITÓRIA:<br />UMA PORTA ABERTA PARA O MUNDO E PARA A CIDADE.<br />Eduardo de Almeida Prata<br />
  2. 2. 1ª PARTE<br />UMA VISÃO DA ATIVIDADE PORTUARIA NA ECONOMIA MUNDIAL<br />2ª PARTE<br />AS INICIATIVAS DOS PORTOS DE VITÓRIA E DAS CIDADES PARA FAZER FRENTE AO CRESCIMENTO ATUAL DE 5 % DA ECONOMIA DO BRASIL<br />
  3. 3. QUANTO VALE O PLANETA TERRA?<br />US$ 60 trilhões<br />
  4. 4. COMO ESTÁ DISTRIBUÍDO O PIB?<br />90% no Hemisfério Norte<br />10% no HemisférioSul<br />
  5. 5. COMO ESTÃO DISTRIBUÍDOS OS MAIORES PORTOS CONTENEIROS NO MUNDO?<br />
  6. 6. COMO OS NAVIOS ESTÃO OPERANDO NO PLANETA?<br />70%<br />30%<br />
  7. 7. 1ª CONCLUSÃO<br /><ul><li>Os dados mostram claramente que as riquezas são trocadas no sentido leste x Oeste no NORTE e que a concorrência portuária entre os hemisférios é desfavorável para o Hemisfério Sul, os fretes no Sul são mais caros que no Norte. </li></li></ul><li>PRINCIPAIS PORTOS BRASILEIROS<br />TonelagemMovimentada<br />2008 – 768 x 106<br />2009 – 732 x 106<br />2010 – 834 x 106<br />NaviosAtracados<br />2008 – 43.907<br />2009 – 37.409<br />2010 – - .<br />Receita Cambial<br />2008 – US$ 290 bi<br />2009 – US$ 237 bi<br />Fonte:MDCI**/ANTAQ*<br />2010 – US$ 300 bi<br />
  8. 8. COMPLEXO PORTUÁRIO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO<br />Número de Portos: 6<br />MovimentaçãoAnual: 164. 10⁶ tons<br />Comércio Exterior: 33.2 bilhões de dólares<br />NaviosAtracados: 5.548<br />Empregosdiretos: 16.000<br />Empregosindiretos: 65.000<br />TNC<br />Barra do Riacho<br />Praia Mole<br />Tubarão<br />Portos de Vitória<br />Ubu<br />
  9. 9. PORTOS NA REGIÃO METROPOLITANA DE VITÓRIA<br />PRAIA MOLE<br />Número de Portos: 6<br />Movimentação Anual: 161.307.529 tons<br />Comércio Exterior: 290 bihões de dólares<br />Navios Atracados: 5.548<br />Empregos diretos: 16.000<br />Empregos indiretos: 65.000<br />TUBARÃO<br />TNC<br />Número de Portos: 3<br />MovimentaçãoAnual: 132 x 10⁶ tons<br />Comércio Exterior: 23 bilhões de dólares<br />NaviosAtracados: 4.702<br />Empregosdiretos: 11.000<br />Empregosindiretos: 44.000<br />Barra do Riacho<br />Praia Mole<br />PORTOS DE VITÓRIA<br />Tubarão<br />Portos de Vitória<br />Ubu<br />
  10. 10. 2ª CONCLUSÃO<br /><ul><li> Os serviços portuários na Região Metropolitana de Vitória têm importância vital para a  vida econômica das Cidades.
  11. 11. A movimentação de cargas nos Portos de Vitória, Praia Mole e Tubarão agregam na economia das Cidades 3 bilhões de dólares por ano, sem contar com os impostos Federais, Estatuais e Municipais.</li></li></ul><li>ÁREAS NA REGIÃO METROPOLITANA DE VITÓRIA<br />PRAIA MOLE<br />ReservasAmbientais: 28%<br />TUBARÃO<br />AtividadesPortuárias e Industriais: 32%<br />PORTOS DE VITÓRIA<br />Lazere Residencial: 40%<br />
  12. 12. 3ª CONCLUSÃO<br /><ul><li> A região não permite mais a expansão portuária em terra e a expansão residencial e comercial ocorre no sentido vertical.</li></li></ul><li>ACESSOS<br />BR 101<br />6 Pontes – 244 mil pessoas/dia<br />BR 101<br />PRAIA MOLE<br />Rodoviário – 123 mil veículos/dia<br />TUBARÃO<br />Ferroviário 120 milhões ton/ano<br />PORTOS DE VITÓRIA<br />BR 262<br />Hidroviário – 4.702 navios/ano<br />BR 447<br />
  13. 13. 4ª CONCLUSÃO<br />4.1<br />Os portos apresentam fila de espera de navios.<br />Navios<br />3 dias Carga Geral<br />1 dia Conteiner<br />
  14. 14. 4ª CONCLUSÃO<br />4.2<br />A profundidade do canal de acesso e a bacia de evolução do Porto de Vitória limitam operações dos navios.<br />Comprimento: 242 m<br />Boca: 32,40 m<br />Calado: 9,50 m <br />
  15. 15. 4ª CONCLUSÃO<br />4.3<br />Congestionamento na portaria dos portos aumenta os custos portuários diminuindo sua competitividade.<br />
  16. 16. 4ª CONCLUSÃO<br />4.4<br />O uso das vias urbanas para transportes das cargas do Porto causam congestionamentos e aumentam os riscos de acidentes na cidade.<br />
  17. 17. 4ª CONCLUSÃO<br />4.5<br />O sistema ferroviário para o Porto de Vitória é muito lento e de alto risco.<br />
  18. 18. 1ª PARTE<br />UMA VISÃO DA ATIVIDADE PORTUARIA NA ECONOMIA MUNDIAL<br />2ª PARTE<br />AS INICIATIVAS DOS PORTOS DE VITÓRIA E DAS CIDADES PARA FAZER FRENTE AO CRESCIMENTO ATUAL DE 5 % DA ECONOMIA DO BRASIL<br />
  19. 19. AS INICIATIVAS DOS PORTOS DE VITÓRIA E DAS CIDADES PARA FAZER FRENTE AO CRESCIMENTO ATUAL DE 5 % DA ECONOMIA DO BRASIL<br />A infra-estrutura viária do Brasil (Portos, Hidrovias, Rodovias e Ferrovias) não suportam o atual crescimento de 5 % do PIB.<br />Para que não ocorra um “colapso” e comprometa a economia do País se faz necessário lançar mão das atuais instalações publicas existentes e modernizá-las.. <br /> <br />O prazo mínimo para construção de um novo porto publico  é de 7 anos.<br />
  20. 20. QUAL A SOLUÇÃO?<br />Construir um Porto capaz de recebernavios de 6ª Geraçãocom acessos dedicados e com garantia de sustentabilidade para os próximos 50 anos.<br />
  21. 21. O QUE FAZER?  - Curto prazo<br /><ul><li> Modernizar as instalações existentes,
  22. 22. Melhorar o calado dos portos e
  23. 23. Priorizar acessos dedicados aos portos</li></li></ul><li>O QUE ESTAMOS FAZENDO? <br />Porto de VitoriaCarga Geral e Contêiner<br /><ul><li>Dragagem e derrocagem do Porto - calado de:  9,50m para 12,50m.
  24. 24. Ampliação da Av. Beira Mar – 20 m.
  25. 25. Ampliação dos berços 101/102 - calado de:  8,0m para 12,0m de calado.
  26. 26. Construção de mais 4 berços - ATALAIA, CPVV, PRYSMIAN e TECHNIP.
  27. 27. Construção acesso dedicado nos Portos de Vitória e Capuaba.
  28. 28. Duplicação da ponte de acesso e construção de viaduto.
  29. 29. Construção acesso dedicado – BR 447.
  30. 30. Duplicação do anel rodoviário.
  31. 31. Construção base para operações de supplyboat.
  32. 32. ConstruçãodaHidrovia do Rio Santa Maria da Vitória</li></li></ul><li>O QUE ESTAMOS FAZENDO? <br />Porto de Tubarão<br />Exportação de minérios <br /><ul><li>Aumento capacidade de embarque 8.000 t/h para 16.000 t/h.
  33. 33. Dragagem do canal de acesso 22,0m para 25,0m</li></li></ul><li>O QUE ESTAMOS FAZENDO? <br />Porto de Praia MoleProduto Siderúrgicos e Carvão<br /><ul><li> Construção Terminal de Barcaças.</li></li></ul><li>5ª CONCLUSÃO<br />AS AÇÕES QUE ESTÃO SENDO IMPLEMENTADAS PELO COMPLEXO PORTUARIO DE VITÓRIA, PELAS CIDADES JUNTAMENTE COM OS GOVERNOS ESTATUAL E FEDERAL GARANTEM O CRESCIMENTO SUSTENTÁVEL DO PORTO DE VITÓRIA E DAS CIDADES POR MAIS 20 ANOS, TEMPO NECESSARIO PARA CONSOLIDAÇÃO DO NOVO PORTO DE AGUAS PROFUNDAS E PARA MELHORIAS NA MOBILIDADE URBANA E NA QUALIDADE DE VIDA DA CIDADES.<br />
  34. 34. SECRETARIA DE PORTOS / PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA<br />PROGRAMA DE ACELERAÇÃO DO CRESCIMENTO PAC - ANO 2007/2011<br />TOTAL DE INVESTIMENTO NA LOGISTICA  <br />HIDROVIA –FERROVIA - PORTOS<br /> <br />78 BILHÕES DE DÓLARES<br />
  35. 35. Obrigado <br />Eduardo de Almeida Prata – Codesa<br />eprata@codesa.gov.br<br />www.codesa.gov.br<br />

×