Aula.3.normas.abnt

3.408 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.408
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
662
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
90
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula.3.normas.abnt

  1. 1. UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS INSTITUTO DE AGRICULTURA E AMBIENTE CAMPUS VALE DO RIO MADEIRADisciplina: Desenho Técnico Normas técnicas para desenho Na execução de um projeto em desenho técnico, é necessário estabelecer um padrão doselementos que compõem a estrutura do projeto através de normas reconhecidas, de modo apadronizar todos os elementos que constituirão a arte final de qualquer tipo de projeto a serrealizado em Desenho Técnico. Nesse ponto, a ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) criou um conjunto denormas para auxiliar os profissionais da área, na execução de Desenho Técnico. As principaisnormas são as seguintes: • Emprego de escalas em desenho técnico (NBR 8196); • Aplicação de linhas em desenho - tipos e largura de linhas (NBR 8403); • Folha de desenho - Leiaute e dimensões (NBR 10068); • Cotagem em desenho técnico (NBR 10126) e; • Conteúdo da folha para desenho técnico (NBR 10582). Faremos a seguir, um estudo das principais normas, pois, a sua interpretação é muitoimportante.Emprego de escalas em desenho técnico A utilização de escalas em desenho técnico, assunto já comentado no capítulo 1, deveráser escolhida de acordo com a finalidade da sua representação e da complexidade do objeto a serrepresentado. Em todos os casos, a escala escolhida deverá ser suficientemente grande para permitiruma interpretação clara e fácil do objeto representado. Portanto, a escala e o tamanho do objetoem questão deverão decidir o tamanho da folha.Aplicação de linhas em desenho - tipos e largura de linhas Na execução de qualquer tipo de projeto em desenho técnico devemos, inicialmente,estabelecer uma série de convenções importantes relativas a tipos E larguras de linhas e suaaplicação aos vários componentes do projeto. Mas, antes de estudarmos os tipos de linhas,faremos algumas observações importantes: 1
  2. 2. a) Na execução de qualquer traçado, independente do tipo de linha, a ponta do lápis ou alapiseira deverá estar devidamente apoiado sobre a face do esquadro ou da régua T. b) Para obter um traçado uniforme, gire lentamente o lápis ou lapiseira durante a execuçãodo desenho. c) Inicie o desenho com linhas mais claras e finas que são mais fáceis de serem apagadas.Ao final, de o acabamento com outros tipos de linhas.Na Tabela 1, apresentamos os principais tipos de linhas utilizadas em desenho arquitetônico. TABELA 1. Principais linhas utilizadas em desenho técnico.Folha de desenho - Leiaute e dimensões O formato do papel a ser utilizado na execução de desenho técnico já vem padronizado,segundo o formato da série A (Figura 1). O importante aqui é definir o tipo de formato de papel aser utilizado, que é função do tipo de objeto que se. deseja representar (original), desde que nãoprejudique a sua compreensão. A base do formato da série A é o tamanho AO, representado por um retângulo de 841 mmx 1189 mm (área equivalente a 1 m sendo os outros formatos derivados a partir da divisão emduas partes iguais de cada série, até os menores formatos do mesmo. 2
  3. 3. A3 A2 A1 A0 FRGURA 1. Formatos padrão de folhas de desenho da séria A. Dobragem Vale salientar que, o formato final após a dobragem do papei desde o formato A0, será oformato A4, em virtude desse formato facilitar o arquivamento das folhas em pastas. Mas, antesde dobrarmos a folha de papel, devemos a folha no local denominado linha de corte, ficandoassim a folha nas dimensões da séria A (Figura 2). FIGURA 2. Folha de desenho da série A -Linha de corte FIGURA 3. Formatos derivados da série A, a partir do formato A0 3
  4. 4. Observando a Figura 3, podemos notar como fica a divisão das folhas da série A, desde oformato A0, até o formato A6. Portanto, a partir do formato AO, podemos ter as seguintesdimensões do outros formatos da série A. TABELA 2. Dimensões do papel da série ACotagem em desenho técnico A cotagem em desenho técnico, nada mais é que colocar as várias dimensões de todos oselementos que compõem o objeto. Mas, antes de passarmos para as principais recomendaçõespara a cotagem, definiremos a nomenclatura utilizada em cotagem. Pela Figura 4, temos umexemplo de um objeto cotado, com as principais linhas que compõem a cotagem, bem como a suadenominação. FIGURA 4. Nomenclatura utilizada em cotagem Depois de definido a nomenclatura de cotagem, devemos seguir as seguintesrecomendações ao cotar um desenho: 1. Colocar as cotas, sempre que possível, fora do desenho. 2. As linhas de cota deverão ser traçadas com linha contínua estreita (fina) e terminadas(limite da linha de cota) em traço oblíquo a 45° ou setas (ângulo de abertura de 150 aberta oufechada/preenchida) ou ponto (Figura 5). 4
  5. 5. FIGURA 5. Tipos de limite de linha de cota3. As cotas serão escritas no valor real e em uma única unidade. No caso de desenhosarquitetônicos, adota-se de preferência o centímetro (cm).4. As linhas de cotas ficarão afastadas do desenho e entre si a uma distância de 8 mm. As linhasauxiliares não deverão tocar no desenho, ficando afastadas a uma distância mínima do desenho.5. Nas cotas verticais, os valores da cota serão escritos nos locais onde a linha de cota forinterrompida ou à esquerda da linha de cota, sempre no sentido de baixo para cima e centralizada(Figura 6).6. Nas cotas horizontais, os valores da cota serão escritos nos locais onde a linha de cota forinterrompida ou acima da linha de cota A cota deverá ser centralizada (Figura 6).7. As linhas de cota conterão valores de cotas parciais e totais. FIGURA 6. Exemplos de cotagem iertical e horizontal 5
  6. 6. Conteúdo da folha para desenho técnico Depois de feita a escolha do tipo de folha a ser utilizado em desenho técnico, bem como omaterial e acessórios, devemos definir condições para a disposição do desenho na folha, posiçãopara textos e espaço para legenda. O espaço para desenho é aquele onde são dispostos os desenhos tanto na posiçãohorizontal ou vertical, devendo, se possível, dispô-los considerando o dobramento da folha depapel. O espaço para texto tem corno objetivo fornecer às informações que julgar necessáriaspara o entendimento do desenho a ser realizado, como por exemplo, explanação sobre o projeto(símbolos especiais, abreviaturas, etc.), instruções como realizar o projeto (material, local demontagem, número de peças, etc.), localização da planta de situação e outras informaçõespertinentes ao projeto. Na Figura 7, apresentamos os formatos comuns de disposição do desenho, texto e legendana folha de papel.FIGURA 7. Disposição do desenho, texto e legenda no papel de desenho A legenda deverá ser posicionada no canto inferior direito da folha de desenho, comdimensões variáveis, porém, com valores variando entre 100 mm e 165 mm na horizontal(comprimento) e com altura, geralmente, a metade da dimensão horizontal.As seguintes informações deverão conter na legenda:a) firma, empresa, indústria, universidade, etc;b) projetista, desenhista ou responsável p’ projeto;c) local, data e assinatura;d) título e subtítulo do projeto;e) escala(s) adotada(s);f) número de folhas do desenho, além de outras informações necessárias.No nosso caso, adotaremos a seguintes dimensões e informações para a legenda na execucão deprojetos em desenho técnico (Figura 8): 6
  7. 7. UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS FIGURA 8. Legenda (dimensões em mm) 7

×