Comunicação digital:Do Fascínio das Novas Tecnologias a CombinaçãoEspecífica de MídiaCarla Ferreira AzevedoOrientadora: Pr...
A internet como tecnologia• Contexto de transição midiática• A internet configurou-se como a basematerial da vida da socie...
O fascínio pelo novo
Modernidade e tecnologia garantem a agilidade e rapidezna comunicaçãoPorém, o fascínio àsnovas tecnologiasoculta perigos a...
Baudrilard:[...] se os homens sonham com máquinasoriginais e geniais é porque descrêem da própriaoriginalidade ou porque p...
Grandeagilização na comunicaçãodasorganizações
A informática, em si, não “garanteuma melhoria nas condiçõesorganizacionais, mas sim oparadigma que direciona seu uso.”Bai...
Para Castells (2009, p. 273) a Internet comoinstrumento desenvolve, aprimora e adequa seuspróprios processos e programas v...
As organizações não se definem a partir de técnicas, instrumentos eestratégias, mas sua identidade é baseada nas filosofia...
Planejamento da estratégia da empresa
Para montar um diagnóstico norteador deroteiros de propostas• Missão corporativa;• Cultura organizacional;• Expressões do ...
Relações Públicas no gerenciamento doPlano de Comunicação DigitalnoPlano de Comunicação Integradanas Organizações
Capital e tecnologia são importantes e parecem adquirir cada vez maisimportância, mas nada valem sem as pessoas que as uti...
Comunicação com objetivose metas
A escolha certa, dentre tantas das opçõestecnológicas, devem se adequar à empresa, bem comoaos seus públicos de interesse....
Para construir uma estratégia de comunicaçãodigital alinhada ao plano global decomunicação organizacional, Elizabeth Saads...
Considerar a sua cultura e a relação desta com a inovação, tecnologia, uso decomputadores e de Internet, entre outros.
Identificar onde estão os públicos estratégicos da organização: quem são e quais sãoas afinidades com o ambiente digital.
MensagensCombinar a cultura com as características dos públicos.
Determinar que ferramentas serãoutilizadas: e-mail marketing, fóruns,website, intranets, portais corporativos,ferramentas ...
CONSIDERAÇÕES FINAISSão os valores das empresas, que estão sendonegociados em termos de interaçõespuramente eletrônicas, n...
•CASTELLS, Manuel. Internet e sociedade em rede. In MORAES, Dênis de. Por uma outra comunicação. 4ª ed. – Rio de Janeiro:R...
•GONÇALVES, Fernando do Nascimento. Relações Públicas e as novas tecnologias: solução ou dilema? In FREITAS, Ricardo Ferre...
•TERRA, Carolina Frazon. A comunicação organizacional em tempos de redes sociais online e de usuários-mídia. XXXIICongress...
Obrigada!Carla Azevedocarlafazevedo13@gmail.com
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentação XIII Semana de Comunicação UFMA

281 visualizações

Publicada em

Trabalho apresentado na III Jornada de Pesquisa e Extensão, evento componente da XIII Semana de Comunicação da Universidade Federal do Maranhão, realizada de 21 a 24 de maio de 2013.

Carla Ferreira Azevedo - Estudante de Graduação 8º. semestre do Curso de Comunicação Social - UFMA, email: carlafazevedo13@gmail.com.

Publicada em: Educação, Turismo, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
281
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação XIII Semana de Comunicação UFMA

  1. 1. Comunicação digital:Do Fascínio das Novas Tecnologias a CombinaçãoEspecífica de MídiaCarla Ferreira AzevedoOrientadora: Prof.Gisela Sousa
  2. 2. A internet como tecnologia• Contexto de transição midiática• A internet configurou-se como a basematerial da vida da sociedade• Ela processa a virtualidade e transformaem realidade• Sociedade em rede• Indivíduos são midiatizados
  3. 3. O fascínio pelo novo
  4. 4. Modernidade e tecnologia garantem a agilidade e rapidezna comunicaçãoPorém, o fascínio àsnovas tecnologiasoculta perigos aohomem.
  5. 5. Baudrilard:[...] se os homens sonham com máquinasoriginais e geniais é porque descrêem da própriaoriginalidade ou porque preferem desfazer-sedela e sentir prazer através das máquinas.Porque as máquinas oferecem o espetáculo dasideias do que às próprias ideias [...]O ato de pensar é aí continuamente adiado.(apud GONÇALVES, 2002)
  6. 6. Grandeagilização na comunicaçãodasorganizações
  7. 7. A informática, em si, não “garanteuma melhoria nas condiçõesorganizacionais, mas sim oparadigma que direciona seu uso.”Bairon (1995, apud GONÇALVES, 2002)
  8. 8. Para Castells (2009, p. 273) a Internet comoinstrumento desenvolve, aprimora e adequa seuspróprios processos e programas virtuais, masnão tem a capacidade de mudar oscomportamentos dos seus desenvolvedores, dosusuários. Na verdade ocorre o contrário, são oscomportamentos que se apropriam e modificama rede, ganham potencial e se amplificam apartir do que são.
  9. 9. As organizações não se definem a partir de técnicas, instrumentos eestratégias, mas sua identidade é baseada nas filosofiascorporativas.Fernando Gonçalves (2002)
  10. 10. Planejamento da estratégia da empresa
  11. 11. Para montar um diagnóstico norteador deroteiros de propostas• Missão corporativa;• Cultura organizacional;• Expressões do ambiente interno;• Valores;• Normas,•Ferramentas de avaliação organizacional.
  12. 12. Relações Públicas no gerenciamento doPlano de Comunicação DigitalnoPlano de Comunicação Integradanas Organizações
  13. 13. Capital e tecnologia são importantes e parecem adquirir cada vez maisimportância, mas nada valem sem as pessoas que as utilizam e viabilizam.
  14. 14. Comunicação com objetivose metas
  15. 15. A escolha certa, dentre tantas das opçõestecnológicas, devem se adequar à empresa, bem comoaos seus públicos de interesse.Elizabeth Saad (2005)
  16. 16. Para construir uma estratégia de comunicaçãodigital alinhada ao plano global decomunicação organizacional, Elizabeth Saadsintetiza alguns passos.(Elizabeth Saad apud TERRA, 2011)
  17. 17. Considerar a sua cultura e a relação desta com a inovação, tecnologia, uso decomputadores e de Internet, entre outros.
  18. 18. Identificar onde estão os públicos estratégicos da organização: quem são e quais sãoas afinidades com o ambiente digital.
  19. 19. MensagensCombinar a cultura com as características dos públicos.
  20. 20. Determinar que ferramentas serãoutilizadas: e-mail marketing, fóruns,website, intranets, portais corporativos,ferramentas de busca, transaçõesmultimídia, blogs, redes sociais, podcasts,mensagens instantâneas, etc.
  21. 21. CONSIDERAÇÕES FINAISSão os valores das empresas, que estão sendonegociados em termos de interaçõespuramente eletrônicas, não físicas.Referências
  22. 22. •CASTELLS, Manuel. Internet e sociedade em rede. In MORAES, Dênis de. Por uma outra comunicação. 4ª ed. – Rio de Janeiro:Record, 2009.•BARRETTO, Ana Isaia. A Comunicação Digital: uma nova (e complexa) fronteira entre os indivíduos. XXXIII Congresso Brasileirode Ciências da Comunicação - Caxias do Sul, RS – 2 a 6 de setembro de 2010•CORRÊA. Elisabeth Saad. Comunicação Digital: uma questão de estratégia e de relacionamento com públicos. In Organicom, Ano2, Número 3, 2º semestre de 2005.•__________________. Reflexões para uma epistemologia da Comunicação Digital. Actas do 5º Congresso daSOPCOM.
  23. 23. •GONÇALVES, Fernando do Nascimento. Relações Públicas e as novas tecnologias: solução ou dilema? In FREITAS, Ricardo Ferreira.Desafios contemporâneos em comunicação: perspectivas de relações públicas / Ricardo Ferreira Freitas, Luciane Lucas dos Santos. – São Paulo:Summus, 2002 – (Novas buscas em comunicação; v.65)•KUNSCH, Margarida Maria Krohling. Relações Públicas e Modernidade: novos paradigmas na comunicação organizacional. São Paulo:Summus, 1997.•_________________. Comunicação organizacional: conceitos e dimensões dos estudos e das práticas. In MARCHIORI, Marlene.Faces da cultura e da comunicação organizacional. São Caetano do Sul, SP: Difusão Editora, 2006.•LANHEZ, João Alberto. Relações Públicas nas Organizações. In KUNSCH, Margarida Maria Krohling. Obtendo Resultados com RelaçõesPúblicas. São Paulo: Pioneira, 1997.•PRIMO, Alex. O aspecto relacional das interações na Web 2.0. E-Compós, v. 9, ago. 2007, pp. 1-21.
  24. 24. •TERRA, Carolina Frazon. A comunicação organizacional em tempos de redes sociais online e de usuários-mídia. XXXIICongresso Brasileiro de Ciências da Comunicação, 2009.•______________. As relações públicas e as novas tecnologias de informação e de comunicação. Disponível em:http://www.eca.usp.br/caligrama/n_2/9%20CarolinaTerra.pdf. Acesso em 29/12/12.•______________. Mídias Sociais... e agora?: O que você precisa saber para implementar um projeto de mídiassociais. 1ª ed. São Caetano do Sul, SP: Difusão Editora; Rio de Janeiro: Editora Senac Rio, 2011.•______________. Usuário-mídia: o formador de opinião online no ambiente das mídias sociais. VI CongressoBrasileiro Científico de Comunicação Organizacional e de Relações Públicas – “VI Abrapcorp 2012 – Comunicação,Discurso, Organizações”.
  25. 25. Obrigada!Carla Azevedocarlafazevedo13@gmail.com

×