O slideshow foi denunciado.
Seu SlideShare está sendo baixado. ×
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Próximos SlideShares
Conceitos Básicos de OO e Java
Conceitos Básicos de OO e Java
Carregando em…3
×

Confira estes a seguir

1 de 32 Anúncio

Java básico

Baixar para ler offline

Esta aula tem como objetivo ajudar o aluno a aprender e utilizar a linguagem Java. Apresentar as principais informações sobre a
linguagem, tipos de dados básicos, elementos da sintaxe básica e os conceitos de POO.

Esta aula tem como objetivo ajudar o aluno a aprender e utilizar a linguagem Java. Apresentar as principais informações sobre a
linguagem, tipos de dados básicos, elementos da sintaxe básica e os conceitos de POO.

Anúncio
Anúncio

Mais Conteúdo rRelacionado

Diapositivos para si (20)

Quem viu também gostou (20)

Anúncio

Semelhante a Java básico (20)

Mais recentes (20)

Anúncio

Java básico

  1. 1. Laryssa Lima Muniz Java Básico
  2. 2. Java Agenda 1. Visão Geral; 2. Porque Java? 3. Como funciona? 4. Escolhendo uma IDE; 5. O primeiro “Hello World”; 6. Sintaxe e Semântica Java; 7. Conceitos de POO; 8. Referência.
  3. 3. Java Visão Geral Esta aula tem como objetivo ajudar o aluno a aprender e utilizar a linguagem Java. Apresentar as principais informações sobre a linguagem, tipos de dados básicos, elementos da sintaxe básica e os conceitos de POO.
  4. 4. Java Porque Java? ● Gratuita; ● Multiplataforma; ● Linguagem robusta e segura; ● Arquitetura aberta e extensível; ● Está em constante evolução; ● Utilizado em diversas empresas;
  5. 5. Java Porque Java? Existem rankings que medem a popularidade das linguagens de programação disponíveis. Um deles foi elabora pelo site TIOBE.com que apresenta a popularidade do Java entre Janeiro de 2015 e Janeiro de 2016.
  6. 6. Java Como funciona? Linguagem Interpretada
  7. 7. Java Como funciona? ● JVM - Java Virtual Machine ○ Isola o aplicativo do SO ○ Gerência a memória, threads, etc. ● JRE - Java Runtime Environment ○ Ambiente de execução Java ○ Formado pela JVM + Bibliotecas ● JDK - Java Development Kit ○ Composto pela JRE e por ferramentas utéis para o desenvolvedor
  8. 8. Java Escolhendo a IDE A empresa REBELLABS efetuou uma pesquisa sobre as IDEs mais utilizadas, está pesquisa é relevate pois a IDE possui a característica de tornar mais produtivo o desenvolvimento. Nesta pesquisa a ferramenta Eclipse está em uma posição dominante, apontando que a mesma é a mais utilizada no mercado.
  9. 9. Java “Hello World” ● O public class é o método que executa o programa. O public representa o modificador de acesso. ● static: é iniciado automaticamente pela JVM, sem precisar de uma instância; ● void: é um método sem retorno; ● main: é onde o programa se inicia e está recebendo como paramêtro um array de string; ● String[] args: array de argumentos que podem ser repassados na chamada do programa;
  10. 10. Java Sintaxe e Semântica Java Relembrando os elementos básicos de um algoritmo
  11. 11. Java - Java: Estrutura Sequencial Estrutura Sequencial: Estrutura em Java:
  12. 12. Java - Java: Variáveis As variáveis podem ser definidas e utilizadas dentro do bloco de comandos. Em Java toda variável tem um tipo que não pode ser mudado, uma vez que foi declarado. int idade; O exemplo acima declara a variável idade, que passa a existir a partir daquela linha. O seu tipo é int que guarda um número inteiro.
  13. 13. Java - Java: Tipos de Dados A linguagem Java oferece diversos tipos de dados com os quais podemos trabalhar. Há basicamente duas categorias em que se encaixam os tipos de dados: ● Tipos Primitivos: Correspondem a dados mais simples ● Tipos de Referências: Consiste em arrays, classes e interfaces. Obs.: Em Java não existe um tipo primitivo para textos, portanto, utilizamos a classe String e por ser amplamente utilizada não precisa ser instanciada, basta apenas adicionar uma sequência de caracteres. Ex.: String nome = “Laryssa”;
  14. 14. Java - Java: Tipos Primitivos
  15. 15. Java - Java: Palavras Reservadas Não podem ser utilizadas como identificador.
  16. 16. Java - Java: Operações e Operadores ● O tipo da variável determina que operações podem ser aplicadas e o quê cada uma delas significa; ● Por exemplo, o operador +, quando usados para inteiros, realiza uma soma. Já quando usado para strings, ele realiza uma concatenação;
  17. 17. Java - Java: Operações e Operadores ● Aritméticos ○ Soma + ○ Subtração - ○ Multiplicação * ○ Divisão / ○ Resto % ● Lógicos ○ Ou || ○ E && ○ Maior > ○ Menor < ○ Igual == ○ Diferente != ○ Maior ou igual >= ○ Menor ou igual <=
  18. 18. Java - Java: Operações e Operadores ● Incrementos e Atribuição ○ Incremento ++ ○ Decremento -- ○ Adição e atribuição += ○ Subtração e atribuição -= ○ Multiplicação e atribuição *= ○ Divisão e atribuição /= ○ Resto e atribuição %=
  19. 19. Java - Java: Vetor Em Java os vetores (arrays) são declarados da mesma forma que as variáveis, com o indicador [ ] int vetor[ ] = new int [4]; int vetor[ ] = new int [4]{2,4,6,8}; vetor[0] vetor[1] vetor[2] vetor[3] vetor[0] vetor[1] vetor[2] vetor[3] 2 4 6 8
  20. 20. Java - Java: Matriz Em Java não existe vetores multidimensionais porém é possível criar vetores de vetores, representado por dois cochetes [ ][ ] int matriz[ ][ ] = new int [2][4]; O exemplo acima declara a variável matriz, que representa uma matriz com duas linhas por 4 colunas. matriz[0][0] matriz[0][1] matriz[0][2] matriz[0][3]
  21. 21. Java - Java: Estrutura de Controle Controlam a ordem em que as instruções, expressõe e chamadas de função são executadas, dividem-se : ● Estruturas de Seleção: Desvia a execução do fluxo de acordo com a avaliação de uma condição - if else / switch. ● Estrutura de Repetição: Repete um bloco de código, permitindo a iteração em uma coleção de dados - while / do while / for.
  22. 22. Java - Java: Estrutura de Seleção A estrutura do IF especifica que um comando ou bloco será executado se e somente se uma determinada condição booleana for verdadeira
  23. 23. Java - Java: Estrutura de Repetição ● Laços de repetição irão executar continuamente até que uma condição seja atendida; ● São bastante utilizados para iteração com listas; Mas… O que seriam essas listas? Array, ArrayList, AbstractCollection, AbstractList.. Existem centenas de tipos de listas!
  24. 24. Java - Java: Estrutura de Repetição 1. int x; 2. for(x = 1; x <= 10; x++){ 3. System.out.println(x); 4. } O laço FOR é uma estrutura de repetição compacta. Seus elementos de inicialização, condição e iteração são reunidos na forma de um cabeçalho e o corpo é disposto em seguida.
  25. 25. Java Conceitos de POO Princípios da Programação Orientada a Objetos - POO
  26. 26. Java - POO: Classe Um modelo que descreve o estado e o comportamento, a partir do qual os objetos são criados. O estado do objeto é armazenado nos atributos e o comportamento é exposto através dos métodos. class Cachorro{ int tamanho; string raca; public void latir(){ } }
  27. 27. Java - POO: Objeto Em POO o objeto representa qualquer “coisa” do mundo real que possui seu próprio estado e comportamento. Para criar um objeto é necessário instacia-lo através do operador new. public class Principal{ public static void main(String args[]){ Cachorro cachorro; cachorro = new Cachorro(); cachorro.raça = "Pitbull"; cachorro.tamanho = 3; cachorro.latir(); } }
  28. 28. Java - POO: Herança ● Diferentes tipos de objetos têm, frequentemente, algo em comum. No entanto, cada um também possui estado ou comportamento adicionais que os tornam diferentes. ● A POO permite que classes herdem estado e comportamento comumente usado de outras classes. ● Em Java, cada classe é permitido ter apenas uma superclasse direta, e cada superclasse tem o potencial para um número ilimitado de subclasses.
  29. 29. Java - POO: Herança public class Animal{ Image foto; double peso; String comida; void comer(){ }; void dormir(){ }; void movimentar(){ }; void fazerBarulho(){ }; } public class Cachorro extends Animal{ int tamanho; String raça; void latir(){ }; void enterrarOsso(){ }; }
  30. 30. Java - POO: Polimorfismo ● Permite ao desenvolvedor usar o mesmo elemento de formas diferentes, essas formas, em nosso contexto equivalem as subclasses/objetos criados a partir de uma superclasse. ● O Polimorfismo é a capacidade que o Java nos dá de controlar todas as formas de uma maneira mais simples e geral, sem ter que se preocupar com cada objeto especificamente.
  31. 31. Java - POO: Encapsulamento ● O propósito do Encapsulamento é o de organizar os dados que sejam relacionados, agrupando-os (encapsulando-os) em objetos (classes), reduzindo as colisões de nomes de variáveis (considerando que variáveis com o mesmo nome estarão em namespaces distintos) e, da mesma forma, reunindo métodos relacionados às suas propriedades (ou variáveis de classe).
  32. 32. Java Referências ● Apostila de Java e Orientação a Objetos, Caelum; ● Introdução a lógica de programação com Java, Clêrton Leal;

×