Minas Gerais & Recursos minerais

4.783 visualizações

Publicada em

Apresentação de slides sobre o tema.

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.783
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
131
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
25
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Minas Gerais & Recursos minerais

  1. 1. Minas Gerais & recursos minerais ANTÔNIO NOVAES - Nº 3 BENTO GARCIA – Nº 4 FABRÍCIO GONÇALVES – Nº 7 LARA MIRANDA – Nº 18 LEONARDO MELO – Nº 19 LUCA PIOLI – Nº 21 LUCAS CAMPOS – Nº 22 VINICIUS ANTONIOL – Nº 29
  2. 2. Recursos minerais  Os recursos minerais são concentrações de minério formadas na crosta terrestre cujas características fazem com que sua extração seja, ou possa chegar a ser, técnica e economicamente rentável. Foto: Luca Pioli. Ouro Preto, 07/10/13
  3. 3. Recursos minerais Século XVII Exemplos atuais No Brasil, os recursos minerais foram descobertos a partir do século XVII quando os colonizadores encontraram ouro em Minas Gerais. Exemplos de recursos minerais explorados atualmente são: cloreto de sódio, enxofre, areia, argila, amianto, águ a, petróleo, ferro, ou ro, cobre, diamante, Mina de Ouro na qual trabalhavam crianças escravas em valas estreitas, para sonegar parte do ouro extraído. Luca Pioli, Ouro Preto, 08/10/13 chumbo, estanho, pr ata e urânio.
  4. 4. Exploração de recursos minerais MODOS, FINALIDADES E CONSEQUÊNCIAS
  5. 5. Modos  O homem tem usado os recursos naturais de forma irresponsável priorizando o lucro em detrimento das questões ambientais.  A descoberta de ouro, diamante, minério de ferro e outros minerais contribuíram para o processo de desenvolvimento econômico do Brasil.
  6. 6. Modos Muitos minerais são matérias-primas vitais para o homem, outros são apenas utilizados como adornos ou forma de sustentar sua ganância, como os da imagem ao lado. Artesanatos feitos de hematita: um dos minerais extraídos em Ouro Preto. Fotos Airu.
  7. 7. Modos A extração só é possível quando as substâncias existem em grandes quantidades e formam depósitos, jazidas ou jazigos minerais. Interior da Mina da Passagem, em Mariana. É Patrimônio tombado pela UNESCO, atualmente inativa e aberta para o público. Foto: Luca Pioli, 09/10/13.
  8. 8. Objetivos  A palavra recurso significa algo a que se possa recorrer para a obtenção de alguma coisa.  O ser humano recorre aos recursos naturais para suprir suas necessidades e melhorar o seu bem estar. Além disso, esses recursos também são utilizados com propósitos econômicos, gerando lucros e desigualdades. No início, explorava-se o ouro de aluvião no Brasil, com auxílio da bateia. Foto: A natureza
  9. 9. Objetivos  No Brasil, durante o Ciclo do Ouro, a extração mineral tinha como objetivo enriquecer Portugal e também era utilizada com propósitos de quitação das dívidas que a metrópole tinha com a Inglaterra.  Atualmente, o homem utiliza os minerais em: • construções - como o calcário, granito, basalto, gnaisse, ardósia, cascalho, mármore e areia; • fertilizantes – como o nitrato, potássio e fosfato; • diversos – como o sal, enxofre, talco, mica, quartzo, argila, pedras preciosas, etc.
  10. 10. Consequências  Durante os trabalhos mineiros do século XVIII, eram largados para a atmosfera poeiras que afetavam a qualidade do ar e que penetravam nos pulmões dos escravos.  A morte precoce de muitos negros era justificada pelo pó de sílica absorvido que fazia seus pulmões petrificarem.  A extração também trouxe problemas ambientais, como a poluição da água e do ar, causando doenças cardiorrespiratórias, entre outras. Uma das consequências é a acidificação da chuva. Conhecida como chuva ácida, ela degrada monumentos e construções expostos a céu aberto. Foto: Luca Pioli, Congonhas, 07/10/13
  11. 11. Consequências  Nos dias atuais, nas explorações a céu aberto, as escavações no terreno provocam a perda de solos e de vegetação, além de afetarem negativamente a paisagem.  Às vezes, as águas das chuvas, ao passarem pelas zonas escavadas ou pelas escombreiras, arrastam substâncias poluentes que contaminam os rios, as águas subterrâneas e os solos. Por vezes, a degradação ambiental continua mesmo após o abandono de uma mina. Foto tirada ao lado da entrada da Mina da Passagem. Foto: Lara Judith, Mariana, 09/10/13
  12. 12. Geologia RELEVO & ESTRUTURA GEOLÓGICA
  13. 13. Cidades históricas mineiras Unidade de relevo  Segundo Aziz Ab’Sáber, as cidades históricas mineiras estão localizadas na região dos Planaltos e Serras de LesteSudeste. Fonte: Geo Online
  14. 14. Cidades históricas mineiras Estrutura geológica  Estrutura cristalina, também conhecida como escudo antigo. Fonte: Telecurso 2º Grau – Geografia (curso complementar)
  15. 15. Comparação SÉCULO XVIII VERSUS ATUALMENTE
  16. 16. Minerais explorados Século XVIII  Ouro e diamante. Atualmente  A hematita, minério que se extrai o ferro puro. Região destacada na rocha é a Pirita, pedra que se assemelha em tom ao ouro, também chamada de “ouro de tolos”. Foto: Lara Judith, Mariana, 09/10/13
  17. 17. Técnicas de exploração Século XVIII  Utilizava-se a mão de obra escrava e estes escravos usavam a bateia para exploração do ouro de aluvião e a picareta nas minas. Atualmente  Atualmente não há mais ouro de aluvião, portanto a exploração ocorre nas minas com o uso de dinamites. A hematita e o ferro são utilizados com fins industriais.
  18. 18. Destino da produção Século XVIII  A produção era destinada a Portugal, que acumulava as riquezas. Tinha como destino indireto a Inglaterra, pois Portugal tinha dívidas com essa. Às vezes, a produção ia direto para a Inglaterra. Atualmente  80% vão para outros países e o principal importador do minério de ferro brasileiro é a China.  Os 20% que ficam no país recebem um primeiro tratamento nas siderúrgicas e depois passam por diversos estágios até transformarem-se em placas de aço plano, fios de aço, etc. A indústria automobilística é uma das grandes consumidoras desses aços. A de eletrodomésticos também. Foto: Alibaba
  19. 19. Importância para a economia local Século XVIII  A exploração tem toda importância possível, quando ela reduziu a economia de estagnou. Além de fonte de renda também estimulou a ocupação da área. Atualmente  Ainda possui uma grande importância: 80% da renda local. O turismo também é uma grande fonte de renda, porém representa apenas 10% da economia local.
  20. 20. Importância para a economia nacional Século XVIII  Importância fundamental. Eram as cidades mais populares neste período histórico, influenciando na mudança da capital de Salvador para o Rio de Janeiro: aonde escoava toda a produção para a exportação. Atualmente  De grande importância nacional, as cidades históricas como Ouro Preto e Mariana estão localizadas no Quadrilátero Ferrífero, região responsável pela maior produção de minério de ferro no Brasil. É uma área de fundamental importância para o desenvolvimento econômico estadual, impulsionando, inclusive, o setor industrial, sobretudo o segmento siderúrgico. Essa região é a maior produtora nacional de minério de ferro (60% da produção brasileira).  Também possuem grande importância no Turismo, pois as cidades são tombadas pela UNESCO como Patrimônio da Humanidade.
  21. 21. Impacto ambiental Século XVIII  Tipo de impacto irreversível: desvio do leito dos rios, para facilitar a retirada de ouro, desmatamento para que se pudesse explorar e o assoreamento. Atualmente  As áreas exploradas sofrem modificações irreversíveis. A abertura de imensas crateras para a extração mineral altera o relevo e retira a cobertura vegetal, podendo causar grandes erosões. Depois de exploradas, algumas áreas são abandonadas sem o devido cumprimento das normas ambientais.  Outro grande problema causado pela mineração é a poluição hídrica, do solo e sonora. A utilização de produtos químicos contamina o solo, alterando suas propriedades. As chuvas arrastam esses produtos químicos para os rios, que também se contaminam. Durante o processo de infiltração da água, o lençol freático é atingido por essas substâncias. A explosão de dinamites provoca ruídos, caracterizando a poluição sonora. Imagem do Pico do Itabirito, no município de Itabirito, MG, que faz parte do Quadrilátero Ferrífero.
  22. 22. Bibliografia FREITAS, EDUARDO. RECURSOS MINERAIS. DISPONÍVEL EM: < HTTP://WWW.MUNDOEDUCACAO.COM/GEOGRAFIA/RECURSOSMINERAIS.HTM > ACESSO EM: 08 NOV. 2013 CANTUÁRIA, CAMILA. GESTÃO AMBIENTAL – CONCEITOS E DEFINIÇÕES. DISPONÍVEL EM: < HTTP://WWW.EBAH.COM.BR/CONTENT/ABAAABQDSAD/GESTAOAMBIENTAL-CONCEITOS-DEFINICOES > ACESSO EM: 07 NOV. 2013 ANOTAÇÕES PESSOAIS PESQUISA DE CAMPO EM MINAS GERAIS

×