SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 24
Baixar para ler offline
Ano 8, nº 70                    Guarapari, ES setembro de 2009 / 2º quinzena




       IMPRENSA
                                                                                                                           Distribuição Gratuita




                                                                                              LIVRE
O jornal de maior circulação
Fundado pelo jornalista e radialista Carlinhos DJ
Uma tradição da imprensa de Guarapari

    JOÃO NEIVA                                                                                                            ALFREDO CHAVES
1ª Corrida Rústica da                                                                                                     Alfredo Chaves: Res-
cidade de João Neiva                                                                                                      tauração da Estação de
                                                                                                                          Matilde será concluída
                        8
                                                     Guarapari comemora 118                                               em dezembro         15



                                                       anos de emancipação
                                                          política. Parabéns!

STª Mª DE JETIBÁ                                                                                                             CARIACICA
Santa Maria de Jetibá                                                                                                     “Sabores do Campo”
realiza Seminário de                                                                                                      traz produtos de
Agroecologia e Bio &                                                                                                      Cariacica
Flores 2009         8                                                                                                                            15

                         2
                         0
          &              0
                         9



    VILA PAVÃO                    GUARAPARI                      VILA VELHA                      ANCHIETA                 DOMINGOS MARTINS
Vila Pavão estréia com        Presidente da câmara de        Portos de Vila Velha lideram    Guarda Municipal de          Governo assina ordem
vitórias na Copa A Gaze-      Guarapari pede tempo no        movimentação de cargas no       Anchieta Completa 1          de serviço do ‘Caminhos
tinha                         tramite de processo e criti-   Espírito Santo                  ano                          do Campo’ em Domingos
                     23      ca iluminação pública  19                               6                           16   Martins             7




     LINHARES                     SÃO MATEUS                       COLATINA                  S. JOSÉ DO CALÇADO                  VITÓRIA
Presidente da Câmara          Estudantes de São              Prefeito de Colatina Leonardo   Cafeicultores são incenti-   Vereador Alexandre Passos
de Linhares participa         Mateus realizam projeto        Deptulski participa das co-     vados a renovar lavouras e   quer redução de duas ho-
de reabertura de Centro       voltado para as Escolas        memorações dos 60 anos do       melhorar produtividade em    ras para servidor com filho
Cultural            9        Literárias do país  7         hospital Silvio Avidos  9      São José do Calçado  2      com deficiência         21




Circulação: Guarapari, Vitória, Vila Velha, Anchieta, Alfredo Chaves, Piúma, Itapemirim, Barra, Marataízes, St. Mª de Jetibá, Cariacica, Linhares,São
José do Calçado, Vila Pavão, Domingos Martins, Viana, São Mateus, Serra, Colatina.Via postagem: Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo
2               IMPRENSA
                                  LIVRE                                                                                                      Guarapari ES, setembro de 2009 / 2ª quinzena


                          EDITORIAL                                                          SÃO JOSÉ DO CALÇADO
   Semáforos de Guarapari induzem                                                          Cafeicultores são incentivados a renovar
       pedestres ao acidente                                                               lavouras e melhorar produtividade em
    Os semáforos ainda con-
tinuam causando transtorno
                                              via ou uma passarela para os
                                              pedestres.                                   São José do Calçado
aos pedestres, a cada mo-                         Mais enquanto isto não
mento ocorrem acidentes                       acontece os automóveis, os
que poderiam ser evitados se                  ciclistas e os pedestres bri-
os mesmos estivessem fun-                     gam pela preferência. Segun-
cionando de acordo. Muitos                    do um morador, a situação é
motoristas ao chegar ao mu-                   tão caótica que até as pessoas
nicípio pela primeira vez,                    que tem preferência fica na
ficam em dúvida com os se-                     dúvida se é a vez dela ou do
máforos instalados na des-                    outro.
cida da ponte, porque para                        Em conversa com o di-
alguns motoristas os mesmos                   retor deste jornal um turista
vêm induzindo os pedestres                    demonstrou estar também
atravessarem de uma só vez                    muito preocupado com este
a avenida, e justamente neste                 problema.
momento que acontecem os                          “Fico preocupado com
acidentes.                                    esta situação em Guarapari,
    Guarapari necessita ur-                   lá fora quem conhece a fama
gentemente de uma ciclovia                    e não conhece a cidade nem
que vá dá descida da pon-                     imagina que aqui acontece
te até o próximo sinal nas                    isto, é uma pena”.
imediações da Matriz Nossa                        O jornal Imprensa Livre                  Sucursal Vitória                   um grande produtor de café.          pesquisas e estudos que resul-
Senhora da Conceição, pois                    continuará sempre reivin-                                                       “Queremos voltar a ser fortes        taram no Programa ‘Renovar


                                                                                           O
já que os ciclistas não respei-               dicando obras que venham                             9° Simpósio Regional       produtores, e os cafeicultores       Arábica’. Ela falou, também,
tam e não procuram parar no                   melhorar a qualidade de vida                         dos Cafeicultores da       podem contar com a prefeitu-         como uma das pesquisadoras
momento em que o sinal está                   da população de Guarapari, e                         Região do Caparaó, re-     ra, com Incaper e com o Cetcaf       da Embrapa Café/Incaper, so-
fechado para os veículos a                    espera que elas sempre sejam                 alizado em São José do Calça-      para expandir sua produtivida-       bre o Programa Nacional de
única alternativa é uma ciclo-                atendidas pelas autoridades.                 do, reuniu renomes nacionais       de e qualidade”.                     Pesquisa Cafeeira e as respon-
                                                                                           da área da cafeicultura. Com o         Segundo o superintendente        sabilidades do Consórcio Bra-


                   Expediente
                                                                                           tema “Café – suas perspectivas     do Cetcaf, Frederico Daher, o        sileiro de Pesquisa e Desenvol-
                                                                                           e desafios”, aproximadamente        encontro tem o diferencial de        vimento do Café dentro desse
                                                                                           400 produtores do entorno do       trazer informações tecnológicas      programa.
                                                                                           Caparaó participaram do even-      e de mercado. “O preço do ará-           Café de qualidade

                    IMPRENSA
                                                                                           to. O Simpósio foi promovido,      bica recuou e as lavouras estão          O membro da Sociedade
                                                                                           nos dias 27 e 28 de agosto, pelo   com produtividade baixa. Por         Rural Brasileira e liderança
                                                                                           Instituto Capixaba de Pesquisa,    isso, é importante mostrar aos       respeitada da cafeicultura no
                                                  LIVRE                                    Assistência Técnica e Extensão     produtores alternativas para ter
                                                                                                                              sucesso, mesmo diante desse
                                                                                                                                                                   Brasil, Luiz Suplicy Haffers fez
                                                                                                                                                                   uma palestra de motivação na
                                                                                           Rural (Incaper), vinculado à Se-
                      Uma publicação de                                                    cretaria de Estado da Agricultu-   cenário”.                            abertura do evento sobre “Va-
           JOSÉ CARLOS MOREIRA GOMES - ME                                                  ra, Abastecimento, Aquicultura         O presidente do Cetcaf, Dá-      lorização da Cafeicultura Fami-
          Empresa Jornalística, Agência de Notícias,                                       e Pesca (Seag), do Centro de De-   rio Martinelli, disse que a cafei-   liar”.
  Elaboração de Jornais agência de publicidade e propaganda                                senvolvimento Tecnológico do       cultura tem avançado nas pes-            Luiz Haffers destacou o ima-
                  CNPJ:07.823.054/0001-04                                                  Café (Cetcaf) e da Prefeitura de   quisas, mas muitos produtores        ginário que o café representa.
                     Insc.Municipal 1185-1                                                 São José do Calçado.               ainda não praticam as técnicas.      “O café está relacionado ao pra-
 Rua Camilo Gianordoli,26,Sala 07/3ºandar- Ed. Tropical Center                                 A abertura oficial aconteceu    “O arábica tem um pacote tec-        zer, à prosa, ao sabor, à união,
                  Muquiçaba - Guarapari - ES                                               no Parque de Exposição Divi-       nológico desenvolvido pelo In-       à amizade. Mas a cafeicultura
          CEP: 29215-080 - Telefax: (27) 3262 7603                                         néia, no dia 27, com a presença    caper, mas alguns produtores         familiar precisa ser ótima, a boa
              jornalimprensalivre@yahoo.com.br                                             de autoridades municipais e        estão com dúvidas. O encontro        não é suficiente. Vocês precisam
              jornalimprensalivre.es@gmail.com                                             estaduais. Na oportunidade, o      tem o objetivo de difundir, de       ter produtividade e orgulho de
                                                                                           diretor-presidente do Incaper,     convencer o produtor a subs-         ser cafeicultor. Esse é o grande
     Diretor Geral, Editor e                                                               Evair Vieira de Melo, assinou      tituir sua lavoura. O produtor       desafio. Vale mais o saber do
                                                      Colaboradores                        um convênio de cooperação          precisa de coragem, de incenti-      que o ter. E é esse saber que
    Jornalista Responsável:                             colunistas
  José Carlos Moreira Gomes                                                                técnica com a Prefeitura para      vos para mudar”.                     precisa ser conquistado e exe-
                                                       desta edição                        ampliar as ações de assistência        Questões ambientais e tra-       cutado. Vocês têm o Incaper e
        DRT-ES 01189JP                                Sandro Venturini,
  Dept Jornalismo:Carlinhos DJ                                                             técnica no município.              balhistas da produção, as pers-      o Cetcaf para transferir para vo-
                                                  Karyna Santos Venturini,                                                    pectivas do mercado de café          cês um enorme conhecimento
       Fotos: Carlinhos DJ                                                                     Evair de Melo afirma que o
                                                  Isaq Queiroz de Jesus e                                                     e a melhoria da qualidade do         técnico”.
 Diagramação: Leonardo Gomez                                                               produtor precisa renovar seus
                                                     Maísa Lima Borges                                                        produto foram discutidas no              Haffers mostrou as vanta-
    Departamento Comercial:                                                                ideais, ter disposição para mu-
                                                                                           dar. “Mais do que renovar a        segundo dia do simpósio. O           gens de ser pequeno produtor.
         (27) 3262 7603
                                                                                           cafeicultura, é necessário que o   Programa ‘Renovar Arábica’           “Vocês têm à mão toda a tec-
                                                                                           produtor repense o seu traba-      também é um assunto de des-          nologia necessária, têm crédito
 Comunicado: Conceitos idéias, afirmações, e outros tipos de opiniões emitidas em ma-
 térias assinadas, mesmo que só pseudônimo, podem não representar o pensamento             lho e tenha vontade de melho-      taque, já que mais da metade         e a mão de obra. Falta decisão,
 da direção e dos editores desta publicação, sendo de exclusiva responsabilidade de        rar. “As tecnologias do Incaper    da produção do café arábica          maior esforço e, principalmente,
 seus autores. Garantimos desde já em edição posterior espaço igual para resposta da-      previstas podem impulsionar o      capixaba se concentra na região      convicção. Que vocês tenham
 queles que se sentirem atingidos.Toda e qualquer matéria veiculada no Jornal Imprensa
 Livre é a título de colaboração, sem vínculo empregatício, inclusive cargos de direção.   desenvolvimento da atividade       do Caparaó. O programa tem           determinação para se transfor-
                                                                                           cafeeira. Com a implementação      como meta aumentar a produ-          mar em ótimos cafeicultores. E
                                                                                           do programa vamos aumentar         tividade, por meio do uso de         a propriedade familiar é a chave
COUNTRY GÁS Seu gás acabou?                                                                a produtividade e a qualidade
                                                                                           de café. Estamos contribuindo
                                                                                                                              variedades de café adaptadas à
                                                                                                                              região e técnicas que garantam
                                                                                                                                                                   para esse novo desenvolvimen-
                                                                                                                                                                   to”, afirmou.
                                               É só ligar!                                 para o desenvolvimento social e
                                                                                           econômico dos municípios pro-
                                                                                                                              melhoria da qualidade.
                                                                                                                                  Na programação, como par-
                                                                                                                                                                       Em relação ao preço, Haffers
                                                                                                                                                                   é otimista para aqueles produ-
                                          3362-3362                                        dutores”, destaca Evair.
                                                                                               De acordo com o prefeito de
                                                                                                                              te das discussões sobre Produ-
                                                                                                                              ção e Perspectivas do Mercado
                                                                                                                                                                   tores que se dedicam. “Vejo que
                                                                                                                                                                   teremos melhor remuneração
                                              ou                                           São José do Calçado, José Car-     do Café, a pesquisadora do In-
                                                                                                                              caper, Maria Amélia Gava Fer-
                                                                                                                                                                   pela qualidade. O nosso café é
                                                                                                                                                                   muito bom, mas pode ser me-
                                        0800 2839 456
                                                                                           los Almeida, o município tem
       Disk Água e Gás                                                                     vontade de se recolocar como       rão, fez uma palestra sobre as       lhor”.
IMPRENSA                         3
Guarapari ES, setembro de 2009 / 2ª quinzena                                                                                                             LIVRE

Governo lança campanha de combate à                                                                    Rogério
dengue com Dr.Drauzio Varella
                                                                                                       Nogueira
                                                                                                     Rogério Nogueira
                                                                                                     Jornalista


                                                                                                          “Viver e não ter a vergonha de    suficientes no impedimento da
                                                                                                     ser feliz...” Alegria, sem sombra de   disseminação do vírus A (H1N1),
                                                                                                     dúvidas uma das maiores caracte-       a sorte está lançada e o caos esta-
                                                                                                     rísticas do povo Brasileiro, o lema    belecido. A “grande mídia” tenta
                                                                                                     é não deixar a peteca cair mas as      amenizar a situação e os “podero-
                                                                                                     coisas não são tão fáceis o quanto     sos homens de Brasília” elaboram
                                                                                                     parecem ser, em meio a corrupção,      textos com desculpas esfarrapadas
                                                                                                     desordem no congresso nacional,        tentando nos ludibriar, hoje a na-
                                                                                                     guerra do tráfico, violência, de-      ção só deposita confiança em Deus,
                                                                                                     semprego, epidemia de dengue e         o único ser detentor de total credi-
                                                                                                     tantas outras “pragas” que estão       bilidade entre a raça humana, ser o
                                                                                                     alarmando o nosso país, temos que      qual acreditaremos e confiaremos
                                                                                                     nos precaver agora contra mais         em todos os momentos, rezem
                                                                                                     um inimigo: a gripe suína , ela in-    meus amigos, somente assim “ex-
                                                                                                     felizmente chegou com força total      pulsaremos o mal” na esperança
                                      O secretário adiantou        chuvas, ocorre uma diminui-       e está deixando muitos lares em        de que muitas mentes possam ser
Sucursal Vitória
                                  que o primeiro dos vídeos,       ção da proliferação do mos-       situação de desespero. Cuidados        iluminadas para conduzir nossa
                                                                                                     ao evitar ambientes aglomerados e      querida pátria mãe gentil com se-

A
       fim de reduzir o núme-      que entrou no ar no dia 04       quito. Neste período, os ovos
                                                                                                     lavar bem as mãos já não são mais      riedade e competência.
       ro de casos de dengue,     de setembro com veiculação       do mosquito predominam no
       o Governo do Estado        de um mês tem enfoque no         ambiente domiciliar, e podem
lançou uma campanha de            combate à dengue no período
                                  que antecede o verão, quando
                                                                   levar até um ano aguardando
                                                                   as condições favoráveis à sua
                                                                                                     Estado garante 1º lugar em Conferên-
combate ao mosquito trans-
missor, na qual o médico e es-    ocorre diminuição do núme-       eclosão: água, calor e umida-     cia Nacional realizada em Brasília
critor Drauzio Varella orienta    ro de casos devido a fatores     de. Portanto, a eliminação dos    Sucursal Vitória                       vidos na Repas e toda a inovação
a população sobre assistência     climáticos, e não por causa      ovos neste período evitará                                               do processo de diagnóstico de


                                                                                                     A
e prevenção. Um dos profis-        das ações de controle. “Nes-     o surgimento de mosquitos                 Polícia Militar do Espírito    ambientes seguros no Municipio
sionais que mais contribuiu       sa época, é preciso continuar    adultos no verão, diminuindo              Santo (PMES) participou        de Guarapari. “Destacamos os
para popularizar a medicina       os cuidados na eliminação        o número de doentes na fase               da Feira do Conhecimento,      resultados alcançados na dimi-
no País, por meio de progra-      dos focos. As pessoas acham      epidêmica.                        durante a 1ª Conferência Nacional      nuição significativa da violência e
mas educativos na televisão e     que no inverno o mosquito                                          de Segurança Pública (Conseg),         da criminalidade na região. O que
no rádio, na campanha criada      desaparece, mas ele continua     Ciclo                             realizada em Brasília e conquistou,    proporciona que a cidade seja mais
pela Secretaria de Estado da      a se reproduzir, depositando         A fêmea do Aedes aegypti      em nome do Estado do Espírito          segura e agradável para a popula-
Saúde (Sesa), Varella dá di-      os ovos, que lá na frente vão    pode colocar até 400 ovos por     Santo, o primeiro lugar na votação     ção”, concluiu Miranda.
cas de cuidados para evitar a     se transformar em mosquito       vez. Estes, em condições ide-     popular. A PM esteve presente no       Repas
proliferação do Aedes aegypti     adulto”, enfatiza.               ais, se transformam em adul-      evento com o projeto “Rede de               O projeto Repas de Guarapari
durante todo o ano.                   A campanha (que engloba      tos em até uma semana. De         Promoção de Ambientes Seguros          é desenvolvido por meio de uma
    Em três vídeos, de um         os três vídeos) será veiculada   ovo para larva são dois dias;     (Repas) – o Batalhão Participativo”,   parceria que envolve o 10º Batalhão
minuto cada, ele orienta a        em todo o Estado pelos canais    de larva para mosquito, cinco     desenvolvido pelo 10º Batalhão da      da Polícia Militar, a Polícia Civil, se-
população sobre assistência       abertos de televisão com o ob-   dias.                             PM, localizado em Guarapari.           cretarias municipais, o Conselho
e prevenção e ensina vários       jetivo de divulgar, de maneira                                          O projeto ganhou destaque du-     Tutelar, Ministério Público, o Jui-
cuidados dentro de casa para      massiva, o papel da sociedade    Números                           rante o evento entre os pesquisado-    zado da Infância e da Juventude, a
evitar que o Aedes aegypti        no período de baixa transmis-       De acordo com o último         res da área de segurança pública.      Associação de Moradores do Cen-
se reproduza, tanto no verão      sibilidade da doença, já que     boletim da dengue divulgado       Representantes do Programa das         tro (Amocentro), o Conselho Inte-
quanto no inverno. “É uma         aproximadamente 90% dos          pela Sesa, no dia 31 de agosto,   Nações Unidas para o Desenvol-         rativo de Segurança, o MP, dentre
campanha educativa que            focos do vetor da dengue es-     foram notificados 205 casos        vimento (PNDU) participaram da         outras instituições.
orienta a população sobre o       tão nas residências.             da doença no Estado na trigé-     Feira e conferiram de perto a ini-          O grupo tem por finalidade
que deve ser feito para en-                                        sima terceira semana epide-       ciativa de policiamento interativo     detectar problemas no município,
frentar a doença, que vem se      Como combater a dengue:          miológica de 2009, que corres-    capixaba.                              apresentar diagnósticos de preven-
mostrando grave. E, assim,            Atenção aos principais       ponde à semana entre 16 a 22           Para o idealizador do projeto,    ção, apresentar soluções às deman-
diminuir a transmissão, a in-     criadouros – 90% ficam nas        de agosto. Os sete municípios     o atual coordenador estadual de        das, promover ações em conjunto
cidência da doença e também       residências                      da Região Metropolitana res-      Polícia Comunitária Interativa,        para a melhoria da segurança, com
os óbitos. Para isso acontecer,       - Limpar o quintal, jogan-   pondem por 70% do total de        Major Jailson Miranda, os traba-       o intuito de obter resultados ime-
dependemos de toda a socie-       do fora o que não é utilizado    notificações (51.439).             lhos dos militares da PMES foi         diatos ou de médio e longo prazo.
dade”, afirmou o secretário            - Tirar água dos vasos de                                      elogiado diante da sistematização           O Projeto foi idealizado pelo
de Estado da Saúde, Anselmo       plantas                           Vila Velha     11.590            e controle de produtividade das        major Jaílson Miranda, atual coor-
Tozi.                                 - Colocar garrafas vazias                                      ações. “Tivemos a oportunidade         denador estadual de Policiamento
    De acordo com o secretá-      de cabeça para baixo              Serra          11.340            de ter o nosso projeto reconhecido     Comunitário-Interativo. De acor-
rio, os vídeos trazem orien-          - Tampar tonéis, depósitos    Vitória        7.093             por pesquisadores do PNDU, o           do com o oficial, que na época era
tações sobre o que pode ser       de água, caixas d’água e qual-                                     que muito nos engrandece. A in-        subcomandante do 10º Batalhão, a
                                  quer tipo de recipiente que       Cariacica      2.629                                                    idéia era reunir os diversos fatores
feito agora e daqui a alguns                                                                         teração e a promoção dos direitos
meses e traz ainda dicas para     possa reservar água               Guarapari      1.653             humanos da Polícia Interativa do       capazes de influenciar, de alguma
se proteger contra a picada do        - Manter os quintais bem      Viana          861               Estado foram fatores relevantes e      forma, na eliminação de fatores de
mosquito, sintomas e quando       varridos, eliminando matéria                                       elogiados por estes pesquisadores,     riscos e na consequente construção
e onde procurar assistência       orgânica, como folhas e restos    Fundão         44                que já produziram a metodogia da       de ambientes mais seguros.
médica. “Com a campanha           de alimento de animais            Total          35.210            Feira do Conhecimento trabalhada            “Não basta a atuação da polí-
publicitária, queremos alertar        - Escovar bem as bordas                                        e exposta em países como Colôm-        cia. Existem variáveis com forte in-
o cidadão, os municípios, os      dos recipientes e mantê-los         Do total de casos notifica-     bia, Argentina e El Salvador, por      fluência sobre a segurança pública,
agentes de combate à dengue,      sempre limpos                    dos ao Estado, 2.175 pessoas      exemplo”, destacou.                    sob responsabilidades de outros
as lideranças comunitárias,                                        apresentaram a forma grave             Os soldados PMs Wagner Car-       órgãos. Criar ambientes mais segu-
religiosas, políticas e empre-    Pré-verão                        da doença - Febre Hemor-          doso Ferraz e Rafael Pires Leite fo-   ros é distribuir responsabilidades
sariais, ou seja, envolver toda      Durante os meses que          rágica da Dengue (FHD) e          ram uns dos expositores da PMES        e atuar proativamente na elimina-
a sociedade no combate à          antecedem o verão e a tem-       Dengue com Complicações           na Feira. Durante as apresentações,    ção de fatores que criam condições
doença”, enumera Anselmo          peratura está mais amena, o      (DCC). Destes, 51 evoluíram       os militares enfatizaram os proce-     para o aparecimento do crime e da
Tozi.                             clima mais seco e com menos      para óbito.                       dimentos de trabalhos desenvol-        violência”, disse o major Miranda.
4          IMPRENSA
                        LIVRE                                                                                        Guarapari ES, setembro de 2009 / 2ª quinzena


Governo do Estado e Prefeitura de Vitória
inauguram a nova Ponte da Passagem                                                                       Maisa Lima
                                                                                 Foto: Nestor Muller
                                                                                                         Borges
                                                                                                       Maísa Lima Borges
                                                                                                       Farmacêutica
                                                                                                       maisaborges@gmail.com



                                                                                                        Cigarro
                                                                                                           Muitas pessoas fumam por           Alguns Componentes do
                                                                                                       prazer, por razões sociais, como    cigarro:
                                                                                                       por exemplo, pressão dos ami-           Na fumaça do cigarro já se
                                                                                                       gos ou simplesmente para sa-        isolaram 4.720 substâncias tó-
                                                                                                       tisfazer seu vício. Inicialmente,   xicas, as quais atuam sobre os
                                                                                                       o hábito de fumar era comum         mais diversos sistemas e órgãos;
                                                                                                       somente entre os nativos das        Contém mais de 60 canceríge-
                                                                                                       Américas do Norte e do Sul, e       nos, sendo as principais:
                                                                                                       que depois, foi levado ao resto         Nicotina - é a causadora do
                                                                                                       do mundo através do comércio        vício e cancerígena;
                                                                                                       e exploração das Américas.              Benzopireno - substância
                                                                                                           No entanto, o simples ato       que facilita a combustão exis-
                                                                                                       de fumar produz riscos letais       tente no papel que envolve o
                                                                                                       tanto ao fumante quanto ao não      fumo;
                                                                                                       fumante, ou também chamados             Substâncias Radioativas -
                                                                                                       de fumantes passivos.               polônio 210 e carbono 14;
                                                                                                           Hoje em dia, muitos fuman-          Agrotóxicos - DDT;
Sucursal Vitória                 que é uma réplica dos pilones   bo postal.
                                                                                                       tes já estão dispostos a parar          Solventes - benzeno;
                                 da nova Ponte em escala redu-       O selo consiste em um


O
                                                                                                       de fumar, devido aos agravos            Metais Pesados - chumbo e
        Governo do Estado,       zida 32 vezes.                  conjunto de duas partes. Uma
                                                                                                       e preocupações com a saúde.         o cádmio (um cigarro contém
        por meio do Departa-                                     delas, é o selo e a outra, uma
                                                                                                       Dentre os quais podemos citar:      de 1 a 2 mg, concentrando-se
        mento de Estradas de     Momento histórico               vinheta dos Correios, que têm
                                                                                                       • Câncer: câncer de boca, larin-    no fígado, rins e pulmões, ten-
Rodagem do Espírito Santo           A inauguração da nova        valor postal somente se aplica-
                                                                                                       ge, faringe, esôfago, pâncreas,     do meia-vida de 10 a 30 anos, o
(DER-ES), autarquia vincula-     Ponte da Passagem representa    dos em conjunto. O Governo
                                                                                                       rim, bexiga e colo de útero.        que leva a perda de capacidade
da à Secretaria de Estado de     um momento histórico para a     do Estado produziu cinco mil
                                                                                                       • Doenças Coronarianas: 25%         ventilatória dos pulmões, além
Transportes e Obras                                                         exemplares, que foi
                                                                                                       das mortes causadas pelo uso        de causar dispnéia, enfisema,
Públicas (Setop), e a                                                       concebido em poli-
                                                                                                       do cigarro provocam doenças         fibrose pulmonar, hipertensão,
Prefeitura de Vitória                                                       cromia e traz uma
                                                                                                       coronarianas tais como angina e     câncer nos pulmões, próstata,
inauguraram no dia                                                          bela foto da nova
                                                                                                       infarto do miocárdio.               rins e estômago);
29 de agosto a nova                                                         obra de arte especial.
                                                                                                       • Doenças Cerebrovasculares:O           Níquel e Arsênico - armaze-
Ponte da Passagem,                                                          A partir de agora, o
                                                                                                       fumo é responsável por 25%          nam-se no fígado e rins, cora-
que liga a Avenida                                                          selo passa a fazer
                                                                                                       das mortes por doenças cere-        ção, pulmões, ossos e dentes re-
Fernando Ferrari à                                                          parte do conjunto
                                                                                                       brovasculares entre elas derra-     sultando em gangrena dos pés,
Avenida Nossa Se-                                                           histórico dos Cor-
                                                                                                       me cerebral.                        causando danos ao miocárdio;
nhora da Penha, em                                                          reios do Brasil.
                                  Selo e carimbo comemorativos                                         • Doenças Pulmonares Obs-               Cianeto Hidrogenado;
Vitória.                                                                        O selo da nova
                                                                                                       trutivas Crônicas (DPOC): tais          Amônia - utilizado em lim-
    A solenidade foi realizada   Capital e para o Estado. Esta   Ponte da Passagem será utili-
                                                                                                       como, bronquite e enfisema           padores de banheiro;
às 8 horas, no lado norte da     é a primeira ponte estaiada     zado em todas as correspon-
                                                                                                       85% das mortes são causadas             Formol - componente de flu-
ponte (no sentido Serra-Vitó-    construída em estrutura mista   dências do Governo do Estado
                                                                                                       pelo fumo.                          ído conservante;
ria), próximo ao viaduto de      – aço e concreto – no Brasil.   e disponibilizado para cole-
acesso à Avenida Hugo Viola.        A ponte será destinada       cionadores e filatelistas. Neste                                               Monóxido de Carbono - o
                                 apenas ao tráfego de veículos   caso, quando solicitado.
                                                                                                          Efeitos no Metabolismo:          mesmo gás que sai dos escapa-
    Após a solenidade, o go-
                                                                                                           Atletas envolvidos em even-     mentos de automóveis.
vernador Paulo Hartung, o        motorizados.                        O carimbo também será
                                                                                                       tos que requerem resistência
vice governador, Ricardo Fer-                                    utilizado em todas as corres-
raço, e o prefeito de Vitória,   Selo e carimbo comemora-        pondências do Governo du-
                                                                                                       nunca fumam. Devido ao fato            Um fator importante pre-
João Coser, seguiram em co-      tivos                           rante 30 dias e, após esta data
                                                                                                       da fumaça do cigarro causar         conizado em nossa Legisla-
mitiva até a ponte, onde foi        Durante a solenidade de      será enviado para o Museu
                                                                                                       redução na função pulmonar,         ção Federal é:
                                                                                                       dificultando o transporte de             - PROTEÇÃO CONTRA
descerrada a placa de inau-      inauguração da nova Ponte da    Postal e Telegráfico em Brasí-
                                                                                                       oxigênio ( O² ) do sangue.          OS RISCOS DA EXPOSIÇÃO
guração, instalada sobre uma     Passagem foram lançados o       lia, uma vez que é uma peça
                                                                                                           Pesquisas apontaram uma         À POLUIÇÃO TABAGÍSTICA
estrutura de 1,70m de altura,    selo comemorativo e o carim-    histórica.
                                                                                                       melhora no desempenho de            AMBIENTAL:
                                                                                                       nadadores, velocistas, ciclistas        Recomenda medidas restri-
                                                                                                       em geral, apenas pela abstinên-     tivas ao fumo nos ambientes de
                                                                                                       cia ao fumo. Onde, reportaram       trabalho.
                                                                                                       terem se sentido melhor exerci-         Lei n.º 9.294 (15 de julho de
                                                                                                       tando-se em uma condição de         1996):
                                                                                                       não fumante.                            Proíbe o uso de cigarros, ci-
                                                                                                                                           garrilhas, charutos, cachimbos,
                                                                                                         Dicas para PARAR de               ou de qualquer outro produto
                                                                                                       fumar:                              fumígeno derivado do tabaco,
                                                                                                       • Beber muita água;                 em recinto coletivo privado ou
                                                                                                       • Mastigar chicletes e balas ou     público, tais como, repartições
                                                                                                       chicletes de nicotina como subs-    públicas,hospitais, salas de
                                                                                                       tituição ao cigarro;                aula, bibliotecas, ambientes de
                                                                                                       • Práticar esportes ou exercícios   trabalho, teatros e cinemas.
                                                                                                       aeróbicos e relaxamento;                Permite o tabagismo em fu-
                                                                                                       • Evitar bebidas alcoólicas e       módromos, ou seja, áreas desti-
                                                                                                       café;                               nadas exclusivamente ao fumo,
                                                                                                       • Ficar atento a situações de es-   devidamente isoladas e com
                                                                                                       tresse para não ter uma recaída;    arejamento conveniente.
IMPRENSA     5
Guarapari ES, setembro de 2009 / 2ª quinzena        LIVRE
6          IMPRENSA
                        LIVRE                                                                                              Guarapari ES, setembro de 2009 / 2ª quinzena

  VILA VELHA
                                                                                                             Saiba mais
Portos de Vila Velha lideram movimentação                                                                    sobre...
de cargas no Espírito Santo
                                                                      Syria Luppi / Foto: Eduardo Ribeiro
                                                                                                            Izac Queiroz
                                                                                                            Contador



                                                                                                             Lei nº 11.941/2009 - O “Refis da Crise”
                                                                                                                Lei nº 11.941/2009 (con-        to os débitos de qualquer na-
                                                                                                            versão da Medida Provisória         tureza junto à Procuradoria-
                                                                                                            nº 449/2008) estabeleceu novo       Geral da Fazenda Nacional ou
                                                                                                            parcelamento especial para          à Secretaria da Receita Federal
                                                                                                            aquisição de débitos federais,      do Brasil. O referido progra-
                                                                                                            o qual vem sendo apelida-           ma abrange débitos vencidos
                                                                                                            do pela mídia nacional de o         até 30 de novembro de 2008,
                                                                                                            “Refis da Crise”. A referida         que poderão ser parcelados
                                                                                                            lei estava pendente de regu-        em até 180 meses (15 anos). Os
Sucursal Vitória                 do na movimentação, com o            A Vila Porto Logística e              larização, o que veio ocorrer       requerimentos de adesão ao
                                 total de 886.549.381 toneladas.   Armazéns conclui ainda este
                                                                                                            com a edição da Portaria Con-       parcelamento deverão ser pro-


O
       cupando os dois pri-      Em seguida, vem o Porto de        ano as obras de expansão de
                                 Capuaba, com 396.910.752,13       sua infraestrutura, ampliando            junta da PGFN/RFB nº 06 de          tocolados exclusivamente nas
       meiros lugares no re-                                                                                22/07/2009.                         páginas da PGFN ou da Recei-
       latório divulgado pela    toneladas. Em terceiro lu-        em 2.200 metros quadrados
                                 gar, destaca-se a movimenta-      sua área de armazenagem.                     A adesão ao novo programa       ta Federal na internet.
Companhia Docas do Espírito
Santo (Codesa) referente ao      ção do Porto de Vitória, com      Com isso, a empresa passa a              poderá ser realizada a partir de        Há previsão de redução
primeiro semestre deste ano, o   120.832.879 toneladas.            ter 8.200 metros quadrados               17 de agosto até 30 de novem-       de multa de juros de mora, de
município de Vila Velha con-         O Porto de Capuaba é um       para acomodar os produtos.               bro de 2009. Poderão ser objeto     acordo com as condições de pa-
firma mais uma vez seu papel      importante fator de desenvol-     As obras começaram em 2008.              de parcelamento ou pagamen-         gamento/parcelamento:
de destaque no desenvolvi-       vimento para Vila Velha. Mo-         A meta da empresa é au-
                                 vimenta, nos oito berços que      mentar no próximo nesse se-              Reduções
mento portuário do Espírito
Santo, com mais de 1,2 bilhão    possui, navios roll-on-roll-of,   mestre a capacidade de seis                                           Multa                  Juros
                                                                                                                                                    Multas                 Encargo
de toneladas movimentadas        produtos siderúrgicos, már-       mil posições pallets (quando a                                       de Mora                  de
                                                                                                                                                   Isoladas                 Legal
pelo Terminal de Vila Velha      mores e granito, café, automó-    carga fica suspensa no galpão).                                       e ofício                Mora
(TVV) e pelo Porto de Capu-      veis, granéis sólidos, bobinas    Atualmente, a Vila Porto, que            Pagamento à vista            100%         40%        45%        100%
aba. De acordo com a análise,    de papel e celulose, principal-   fica no Porto de Capuaba, gera
                                 mente por meio de contêine-       cerca de 250 empregos diretos            Até 30 parcelas               90%         35%        40%        100%
cargas transportadas em con-
têineres foram as mais movi-     res, permitindo escoamento        e indiretos. Possui uma área             Até 60 parcelas               80%         30%        35%        100%
mentadas entre janeiro a junho   de produtos com origem do         climatizada ideal para a guar-           Até 120 parcelas              70%         25%        30%        100%
nos portos capixabas adminis-    Corredor Centro-Leste e das       da de vinhos e equipamentos
                                 importações.                      de verticalização, alguns dos            Até 180 parcelas              60%         20%        25%        100%
trados pela Codesa.
    O Terminal de Vila Velha                                       quais específicos para o arma-            Para débitos incluídos em outros parcelamentos
(TVV) foi o primeiro coloca-     Ampliação no setor                zenamento de tecidos.                    Refis                          40%         40%        25%        100%
                                                                                                            Paes                          70%         40%        30%        100%

Prefeitura de Vila Velha entrega seis                                                                       Paex
                                                                                                            Demais reparcelamentos
                                                                                                                                          80%
                                                                                                                                         100%
                                                                                                                                                      40%
                                                                                                                                                      40%
                                                                                                                                                                 35%
                                                                                                                                                                 40%
                                                                                                                                                                            100%
                                                                                                                                                                            100%
novas ruas                                                                                                      Ressalte-se, inclusive, a
                                                                                                            possibilidade de quitar ou par-
                                                                                                                                               da morosidade e da burocra-
                                                                                                                                               cia. Permitam-me registrar que
                                                                                                            celar no novo programa os sal-     um processo de Alvará pode
                                                                                                            dos remanescentes dos débitos      durar até um ano para ser con-
                                                                                                            consolidados no Programa de        cedido. Enquanto isso, muitas
                                                                                                            Recuperação Fiscal – REFIS; no     empresas que são constituídas
                                                                                                            Parcelamento Especial – PAES;      ou se que instalam em Guara-
                                                                                                            no Parcelamento Excepcional        pari, após requererem ou não o
                                                                                                            – PAEX e o saldo remanescen-       Alvará, funcionam durante um
                                                                                                            te dos débitos consolidados no     período e depois fecham suas
                                                                                                            parcelamento previsto no art.      portas por falência ou transfe-
                                                                                                            38 da Lei nº 8.212, de 1991.       rência de endereço, sem pagar
                                                                                                                Portanto, o novo programa      nada aos cofres municipais. E
                                                                                                            de parcelamento apresenta-         se o município quiser receber
                                                                                                            se como mais uma excelente         vai ter que gastar tempo e di-
                                                                                                            oportunidade para regulariza-      nheiro para acionar a empresa
Sucursal Vitória                     As melhorias vão elevar a     Vila Velha, com mais de onze             ção de débitos junto ao Gover-     através da Dívida Ativa. Será
                                 qualidade de vida da popula-      mil moradores. O bairro já foi           no Federal.                        que não seria melhor, adequar

A
       Prefeitura de Vila Ve-    ção, proporcionando um trá-       contemplado pela atual admi-                 São medidas como estas         os procedimentos, efetuar trei-
       lha inaugurou no dia 12   fego de veículos mais rápido      nistração com a drenagem e pa-           que deveriam servir de exem-       namento e capacitação de pes-
       de setembro, seis ruas    e seguro, além de beneficiar os    vimentação da rua Moema, que
urbanizadas, pavimentadas e                                                                                 plo para o nosso município,        soal, melhorar as condições de
                                 pedestres, com o trabalho de      dá acesso ao Vila Velha Hospi-
com rede de drenagem cons-       recuperação de meio-fio e cal-     tal e ao Terminal de Vila Velha          que por sua inoperância ou fal-    trabalho, para que estes seto-
truída em Divino Espírito San-   çadas. As obras de drenagem       – uma antiga reivindicação da            ta de habilidade e agilidade no    res se tornem algo totalmente
to. O prefeito Neucimar Fraga    vão facilitar o escoamento das    comunidade. Neste momento, a             andamento dos processos de         viável para o contribuinte que
entregou, junto à comunidade,    águas da chuva, eliminando        prefeitura está pavimentando a           concessão de Alvarás Sanitá-       precisa do Alvará e rentável
as ruas Araré, Pessegueiros,     os alagamentos constantes na      rua Jovertino de Souza e, ainda          rios e de Funcionamento, dei-      para o município que precisa
Manoel de Freitas Dias, Tra-     região.                           neste ano, será feita a pavimen-         xam de ampliar a receita, per-     arrecadar.
vessa Araré, Beco Manoel de           Divino Espírito Santo é o    tação da rua Hernandes de Sou-           dendo arrecadação por causa        Fonte:
Freitas Dias e Beco das Neves.   sexto bairro mais populoso de     za e da avenida Allan Kardec.                                               www.receitafederal.gov.br
IMPRENSA                    7
Guarapari ES, setembro de 2009 / 2ª quinzena                                                                                                                LIVRE

   SÃO MATEUS                                                            DOMINGOS MARTINS
Estudantes de São Mateus realizam                                      Governo assina ordem de serviço do ‘Ca-
projeto voltado para as Escolas                                        minhos do Campo’ em Domingos Martins
Literárias do país




Sucursal Vitória                    gua Portuguesa, História, Artes
                                    e Inglês, possibilitando o aper-                                        templadas por esse planejamen-       nal, conforme indicado no ES
                                                                       Sucursal Vitória


P
       ensando em incentivar        feiçoamento de aprendizagem                                             to do Governo.                       2025.


                                                                       O
       o estudo da Literatura, a    em cada conteúdo proposto”,                 Governo do Estado, por                                               ‘Caminhos do Campo’
       Escola Estadual de Ensi-     acrescentou.                                meio da Secretaria de       Domingos Martins                         É um programa desenvolvi-
no Fundamental e Médio São              A supervisora finaliza di-               Estado da Agricultura,           De 2004 a 2009, a Seag in-      do pelo Governo do Estado, por
Mateus desenvolveu, no dia 27       zendo que os alunos adquiri-       Abastecimento, Aquicultura e         vestiu em Domingos Martins           meio da Seag, com o objetivo de
de agosto, o projeto “Painéis       ram também mais prazer pela        Pesca (Seag), assinou, no dia 06     R$ 19.073.927,88, em estradas ru-    pavimentar estradas vicinais e
Literários”. Os alunos tiveram      leitura. “Eles não tinham muito    de setembro, a ordem de serviço      rais, por meio do programa ‘Ca-      que já completou mais de 659km
a oportunidade de conhecer e        costume de ler livros voltados     para início das obras de pavi-       minhos do Campo’; em eletrifi-        de vias rurais capixabas asfalta-
confeccionar painel de cinco        para grandes situações histó-      mentação asfáltica do trecho que     cação rural, dentro do programa      das. Deste total, 492Km já foram
Escolas Literárias: Classicismo,    ricas. Hoje, ouço da boca deles    vai de Pedra Azul até a Estrada      ‘Luz no Campo’ e no programa         entregues às comunidades be-
Neoclassicismo, Romantismo,         como é bom e prazeroso ler e       Rota do Lagarto, em Domingos         ‘Energia Produtiva’; em habita-      neficiadas e aproximadamente
Parnasianismo, Arcadismo. Os        conhecer a literatura de qual-     Martins. Os investimentos são        ção rural; no incremento da ca-      170Km estão em fase de execu-
trabalhos dos estudantes do 2º      quer país.”                        da ordem de R$ 990.000,00 e fa-      feicultura; em patrulha mecani-      ção.
ano do Ensino Médio estão ex-                                          zem parte do programa ‘Cami-         zada, em telefonia rural, dentro         Desde 2007, foram licitadas
postos no pátio da unidade de       Escola Literária                   nhos do Campo’.                      do programa ‘Voz no Campo’; e        e contratadas três empresas pela
ensino.                                 Escola Literária ou Movi-          A solenidade foi realizada       em serviços e reparos em máqui-      Seag para conservação perma-
    “Optamos por estas escolas      mento Literário é o nome dado      em frente à Igreja Matriz de Pe-     nas e equipamentos.                  nente das estradas, as quais exe-
literárias porque são as mais co-   a todos os acontecimentos his-     dra Azul, em Domingos Mar-                A cafeicultura é a principal    cutam os serviços de remoção
bradas no Enem e no vestibular.     tóricos envolvendo a Literatura    tins, e contou com a presença do     atividade agrícola do município,     de barreiras, capina, varrição e
E graças a Deus tivemos ótimos      desde a invenção da escrita até    secretário de Estado da Agricul-     com participação de 32,85% no        manutenção da sinalização, ga-
resultados. Além de um belíssi-     os dias atuais. Existiram vários   tura, Ricardo Santos e demais        Valor Bruto da Produção Agro-        rantindo a trafegabilidade local.
mo trabalho, os alunos demons-      movimentos que fizeram revo-        autoridades locais. O trecho a ser   pecuária, seguida da olericultu-         O programa visa também a
traram nas apresentações que        lução em todo o mundo e com        asfaltado possui 1,98 quilômetro     ra, com 30,26% e da produção         aumentar o fluxo de visitantes
conheceram não só as escolas        suas cantigas, suas poesias e      de extensão e a empresa contra-      de produtos alimentares, como        no meio rural e, com isso, dobrar
que ficaram sob sua responsa-        seus livros fascinaram milhares    tada tem o prazo previsto para       feijão e mandioca, com 10,40%.       o número de propriedades aptas
bilidade, mas toda a essência do    de pessoas.                        a execução total dos serviços de                                          ao agroturismo, uma atividade
movimento literário do país”,           Alguns deles são: Trovado-     180 dias.                            Novo Pedeag                          que gera milhares de empregos
ressaltou a supervisora pedagó-     rismo, Humanismo, Renasci-             O novo asfalto, com sina-            As estratégias de infraestru-    diretos e uma renda adicional
gica Luciana Paulo Miranda.         mento, Classicismo, Quinhen-       lização adequada, possibilita        tura no meio rural, no que diz       para os produtores rurais.
    Luciana informou ainda          tismo, Barroco, Arcadismo,         melhor escoamento da produ-          respeito às estradas rurais, estão
que o projeto oportunizou, por      Romantismo, Realismo, Natu-        ção agrícola da região, garante      previstas no Novo Plano Estra-       Municípios já beneficiados
exemplo, a prática da produção      ralismo, Parnasianismo, Sim-       ao produtor mais agilidade no        tégico de Desenvolvimento da         pelo programa
textual. “Este foi um trabalho      bolismo,       Pré-Modernismo,     transporte e melhora a infra-        Agricultura Capixaba (Novo                Afonso Cláudio, Domingos
interdisciplinar que envolveu       Modernismo e Tendências Con-       estrutura de acesso ao local. O      Pedeag) para o período de 2007-      Martins, Santa Maria de Jetibá,
as matérias de Literatura, Lín-     temporâneas.                       trecho também oferece uma via        2025. O documento delineia o         Castelo, São Domingos do Nor-
                                                                       segura a todos os que desejam        futuro desejável para a socieda-     te, João Neiva, Santa Leopoldina,
                                                                       conhecer ou precisam passar          de capixaba, com indicadores e       Colatina, Guarapari, Viana, Do-
                                                                       pela comunidade.                     metas setoriais a serem alcança-     res do Rio Preto, Conceição do
                                                                                                            das nas próximas duas décadas,       Castelo, Iúna, Linhares, Mimoso
                                                                       Investimento                         e nas orientações de Governo         do Sul, Ibitirama, Guaçuí, Ale-
                                                                           O Governo do Estado vai in-      2007/2010.                           gre, Irupi, Vila Valério, Muniz
                                                                       vestir aproximadamente R$ 116            Dentre as principais estra-      Freire, Itapemirim, Jaguaré, Fun-
                                                                       milhões, por meio do Programa        tégias estão: criar e implantar o    dão, Ponto Belo, Cariacica, Santa
                                                                       Capixaba de Investimentos Pú-        programa de Melhoria da Tra-         Teresa, Mucurici, Boa Esperan-
                                                                       blicos e Empregos – 2009, para       fegabilidade em Leito de Terra,      ça, Aracruz, Apiacá, Cachoeiro
                                                                       o desenvolvimento da agricul-        em parceria com os municípios,       de Itapemirim, Marechal Floria-
                                                                       tura capixaba. As ações, que se-     e articular com o Departamento       no, Alfredo Chaves, Ecoporan-
                                                                       rão realizadas pela Seag, visam      de Estradas e Rodagem do Esta-       ga, Ibatiba, Itarana, Rio Bananal,
                                                                       o aumento de produtividade,          do do Espírito Santo (DER-ES)        São Gabriel da Palha, Anchieta,
                                                                       melhorias para o escoamento da       e o Departamento Nacional de         Bom Jesus do Norte, Ibiraçu, Je-
                                                                       produção e a qualidade de vida       Infraestrutura de Transportes        rônimo Monteiro, Pancas, Alto
                                                                       do homem do campo. O progra-         (DNIT) a realização de investi-      Rio Novo, Brejetuba, Vargem
                                                                       ma ‘Caminhos do Campo’ faz           mentos prioritários em rodovias      Alta, Rio Novo do Sul, São José
                                                                       parte das ações que serão con-       que acelerem a integração regio-     do Calçado e Sooretama.
8           IMPRENSA
                          LIVRE                                                                                        Guarapari ES, setembro de 2009 / 2ª quinzena

  JOÃO NEIVA                                                                                               STª Mª DE JETIBÁ

1ª Corrida Rústica da cidade de                                                                           Santa Maria de Jetibá realiza
                                                                                                          Seminário de Agroecologia e
João Neiva                                                                                                Bio &Flores 2009
                                                acordo com a          atlética.
                                                classificação dos
                                                atletas no mas-
                                                culino e feminino
                                                                          Esta modalidade é dispu-
                                                                      tada desde o início do Século
                                                                      XIX. Na primeira Olimpíada
                                                                                                                                                                      2
                                                receberam o tro-      da era Moderna, em 1896, em
                                                                                                                                                                      0
                                                                                                                                  &
                                                feu e medalha do      Atenas, na Grécia, suas provas
                                                1º ao 3º lugar e os   foram as que obtiveram maior
                                                demais competi-
                                                dores receberam
                                                                      audiência. A atual federação
                                                                      internacional de atletismo é a                                                                  0
                                                                                                                                                                      9
                                                medalhas. Esti-       IAAF e a confederação brasilei-
                                                veram presentes       ra de atletismo é a CBAT.
                                                na entrega da             O propósito deste artigo é
                                                premiação o Se-       contar um pouco da história
                                                cretário de Ação      de uma modalidade que se po-
Sucursal Vitória                                Social, o Diretor     pularizou muito: O Pedestria-                                        Jacob e danças folclóricas, e
                                   do SAAE Tarcisio Morelato e o      nismo (corridas de rua). Este       Sucursal Vitória
                                                                                                                                           visitar os estandes com pro-

N                                                                                                         P
       o dia 07 de Setembro        Vereador Juninho.                  surgiu na Inglaterra no século            ioneiro na produção        dutos orgânicos que serão ex-
       aconteceu a 1ª Corrida          Organização: Sérgio Pereira    XVIII onde se tornou bastan-              orgânica e com forte       postos por agricultores.
       rústica da cidade, o per-   dos Santos                         te popular. Posteriormente, a             tradição na produção           Prestigiaram o evento agri-
cusso foi da Barra do Triunfo          Agadecimento pelo apoio        modalidade expandiu-se para         agrícola diversificada, o mu-     cultores, empresários rurais,
na localidade de Fortaleza com     á Thecnocomp Informática,          o resto da Europa e Estados         nicípio de Santa Maria de        técnicos, dirigentes de coope-
chegada em frente a prefeitura.    prefeitura Municipal de João       Unidos. Já no final do século        Jetibá sediou o Bio&Flores       rativas e associações, institui-
O inicio da corrida foi às 15hs,   Neiva,Menso Gás e á Lora Pu-       XIX as corridas de rua ganha-       2009 com foco na preserva-       ções de ensino, consumidores
foi um clima de euforia entre      blicidade.                         ram impulso depois do grande        ção e recuperação dos recur-     e estudantes interessados no
o público presente quando o                                           sucesso da primeira Maratona        sos naturais e o Seminário       setor orgânico e flores.
1º colocado cruzou a linha de      História da corrida de rua         Olímpica       popularizando-se     de Agroecologia. Os eventos,
chegada.                               Para falar de corrida não      particularmente nos Estados         que aconteceram nos dias         Bio&Flores
    As premiações foram:           podemos deixar de comentar         Unidos.                             13 e 20 de setembro, e foram         O Bio&Flores é um even-
    * Trofeu do 1º ao 3º coloca-   sobre o chamado esporte-base           Depois, nas décadas de          promovidos pela Secretaria       to, em nível estadual, com a
do masculino e feminino            que, de maneira geral, corres-     60 e 70, aconteceu o “jogging       de Estado da Agricultura,        participação de agricultores,
    * Medalhas do 4º ao 5º colo-   ponde a movimentos naturais        boom” baseado na teoria do          Abastecimento, Aquicultura e     consumidores, técnicos e au-
cado masculino                     do ser humano (correr, saltar,     médico norte-americano Ken-         Pesca (Seag) em parceria com     toridades públicas, interessa-
    * Medalhas do 3º ao 7º colo-   lançar), conhecido por Atletis-    neth Cooper que difundiu seu        a Prefeitura local e o Serviço   dos em divulgar junto à so-
cado feminino                      mo.                                famoso “Teste de Cooper”, a         Brasileiro de Apoio às Micro e   ciedade capixaba, resultados,
    * Medalha para o atleta            A primeira competição es-      partir de então, a prática da       Pequenas Empresas (Sebrae-       experiências, oportunidade
mais idoso e idosa                 portiva de que se tem notícia      modalidade cresceu de manei-        ES).                             de negócios, também dificul-
    A classificação ficou da se-     foi uma corrida, nos Jogos de      ra sem precedentes na história.         O Bio&Flores tem como        dades, da produção orgânica
guinte forma:                      776 a.C., na cidade de Olímpia,    Ainda nesta mesma época sur-        objetivo fornecer informações    de alimentos e produção de
                                   na Grécia, que deram origem às     giram provas onde era permiti-      e tecnologia aos produtores      flores.
Masculino                          Olimpíadas. A prova, chama-        da a participação popular junto     rurais, visando impulsionar          As atividades desenvol-
1º Lugar - Joatan Gabidelli dos    da pelos gregos de “stadium”,      aos corredores de elite – cada      os setores de flores e orgâ-      vidas no evento estão direta-
Santos                                                                          grupo largando nos        nicos, agregar valor às ativi-   mente ligadas às questões de
2º Lugar - Sérgio Pereira                                                       respectivos pelotões.     dades desenvolvidas e abrir      sustentabilidade ambiental e
dos Santos                                                                          Atualmente as cor-    oportunidades para novos         ecológicas, além de se consti-
3º Lugar - Carlos H. Pereira                                                    ridas de rua são muito    mercados.                        tuírem grande potencial eco-
4º Lugar - Bernardino Soa-                                                      populares em todo o           Foram realizadas pales-      nômico e indispensáveis para
res                                                                             mundo e praticadas        tras sobre Agroecologia e        a diversificação, o que é uma
5º Lugar - Sebastião Adil-                                                      em sua grande maio-       Desafios para a sustentabili-     característica muito impor-
son Corrêa                                                                      ria por atletas amado-    dade Socioeconômica, Mata;       tante para a agricultura fami-
6º Lugar - Valdevino Luiz                                                       res que buscam am-        Atlântica e Produtos da Flo-     liar da região serrana.
dos Santos                                                                      pliar sua qualidade de    resta, Cenários e desafios
7º Lugar - Renan Pereira                                                        vida através da prática   sócio-ambientais: dificulda-      Conheça o Município
8º Lugar - Pedro Santana                                                        esportiva.                des da percepção humana,            Santa Maria de Jetibá está
9º Lugar - Reginaldo da Sil-                                                        Nos últimos anos o    Avaliação de Conformidade        a 879 metros de altitude, e seu
va Salles                                                                       fenômeno do “jogging      Orgânica; Saúde e Alimentos      ponto mais alto é a Pedra do
10º Lugar - José Messias de                                                     boom” parece ter to-      Orgânicos; Eficiência Energé-     Garrafão, com 1.450 metros,
Almeida                            tinha cerca de 200 metros e o      mado conta do Brasil. Aqui foi      tica e Sequestro de Carbono      e é considerado um dos mu-
                                   vencedor, Coroebus, é conside-     registrado um grande aumento        na Agricultura Orgânica, e       nicípios mais frios do Estado.
Feminino                           rado o primeiro campeão olím-      do número de participantes na       ainda sobre Oportunidades e      A cidade bilíngue é conhecida
1º Lugar - Eliane dos Santos       pico da história.                  provas de rua, como exemplo,        Perspectivas para o Mercado      por ser uma das mais pome-
João                                   Atualmente é um esporte        os mais de 30 mil corredores        de Flores no Espírito Santo.     ranas do País. A base da eco-
2º Lugar - Suely Conceição dos     com provas de pista (corridas),    que participaram no ano 2001            Outras atrações do Bio&      nomia do município é forma-
Santos                             de campo(saltos e lançamen-        das etapas do Circuito de Cor-      Flores foram as mesas redon-     da por hortifrutigranjeiros, e,
3º Lugar - Aldinéia Santana        tos); provas combinadas como       ridas Corpore Pão de Açúcar         das que abordaram temas          além disso, o município é um
4º Lugar - Elisângela Borges       decatlo e heptatlo (que reúnem     disputado em São Paulo. Sem         como Mercado e Comerciali-       dos maiores produtores de
Gomes                              provas de pista e de campo),       falar da tradicionalíssima Cor-     zação para produtos agroeco-     ovos do Brasil.
5º Lugar - Andressa Almeida        o pedestrianismo (corridas de      rida de São Silvestre que a cada    lógicos/orgânicos e Políticas       O município atrai visi-
6º Lugar - Dulcinéia B. de Al-     rua,como a maratona), corridas     ano se torna mais popular e         Públicas, Incentivos e Tran-     tantes pelos pontos turísti-
meida                              em campo (cross country), cor-     atrai mais corredores do mun-       sição Agroecologica, oficinas     cos como: o Horto Florestal,
    A premiação foi feita de       ridas em montanha, e marcha        do inteiro.                         de culinária com produtos or-    uma reserva na comunida-
                                                                                                          gânicos e de arranjos florais.    de de São Luis; Pomer Haus
      Jornal                       jornalimprensalivre@yahoo.com.br                                       Além disso, os participantes
                                                                                                          poderão assistir a apresenta-
                                                                                                                                           Hotel, hotel com estilo típico
                                                                                                                                           das construções pomeranas;
  Imprensa Livre                            (27) 3262-7603                                                ções culturais como a do imi-    a Pedra do Garrafão, dentre
                                                                                                          tador de pássaros Carlinhos      outros.
Jornal Imprensa Livre - Setembro 2009
Jornal Imprensa Livre - Setembro 2009
Jornal Imprensa Livre - Setembro 2009
Jornal Imprensa Livre - Setembro 2009
Jornal Imprensa Livre - Setembro 2009
Jornal Imprensa Livre - Setembro 2009
Jornal Imprensa Livre - Setembro 2009
Jornal Imprensa Livre - Setembro 2009
Jornal Imprensa Livre - Setembro 2009
Jornal Imprensa Livre - Setembro 2009
Jornal Imprensa Livre - Setembro 2009
Jornal Imprensa Livre - Setembro 2009
Jornal Imprensa Livre - Setembro 2009
Jornal Imprensa Livre - Setembro 2009
Jornal Imprensa Livre - Setembro 2009
Jornal Imprensa Livre - Setembro 2009

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Diário Oficial de Guarujá - 16-05-12
Diário Oficial de Guarujá - 16-05-12Diário Oficial de Guarujá - 16-05-12
Diário Oficial de Guarujá - 16-05-12Prefeitura de Guarujá
 
Jornal Imprensa Livre - dezembro 2012
Jornal Imprensa Livre - dezembro 2012Jornal Imprensa Livre - dezembro 2012
Jornal Imprensa Livre - dezembro 2012Leonardo Gomez
 
Projeto são josé
Projeto são joséProjeto são josé
Projeto são josézedalegnas
 
Diário Oficial de Guarujá - 26 07-11
Diário Oficial de Guarujá - 26 07-11Diário Oficial de Guarujá - 26 07-11
Diário Oficial de Guarujá - 26 07-11Prefeitura de Guarujá
 
Imprensa livre ed-97_janeiro_2012_formato_gazeta.indd
Imprensa livre ed-97_janeiro_2012_formato_gazeta.inddImprensa livre ed-97_janeiro_2012_formato_gazeta.indd
Imprensa livre ed-97_janeiro_2012_formato_gazeta.inddLeonardo Gomez
 
REVISTA NÁUTICA SUDESTE - EDIÇÃO DE AGOSTO
REVISTA NÁUTICA SUDESTE - EDIÇÃO DE AGOSTOREVISTA NÁUTICA SUDESTE - EDIÇÃO DE AGOSTO
REVISTA NÁUTICA SUDESTE - EDIÇÃO DE AGOSTOHelio Rodrigues Ribeiro
 
Diário Oficial de Guarujá - 14-10-11
Diário Oficial de Guarujá - 14-10-11Diário Oficial de Guarujá - 14-10-11
Diário Oficial de Guarujá - 14-10-11Prefeitura de Guarujá
 
Canonautas do rio pratiquara no rasto do pusal. revista iluminuras 35
Canonautas do rio pratiquara   no rasto do pusal. revista iluminuras 35Canonautas do rio pratiquara   no rasto do pusal. revista iluminuras 35
Canonautas do rio pratiquara no rasto do pusal. revista iluminuras 35Daniel S Fernandes
 
Jornal espirito santo_ed-05_maio_2012_formato_gazeta
Jornal espirito santo_ed-05_maio_2012_formato_gazetaJornal espirito santo_ed-05_maio_2012_formato_gazeta
Jornal espirito santo_ed-05_maio_2012_formato_gazetaLeonardo Gomez
 
Release II Festival do Acarajé da Baiana Ciça
Release II Festival do Acarajé da Baiana CiçaRelease II Festival do Acarajé da Baiana Ciça
Release II Festival do Acarajé da Baiana CiçaNorton Tavares
 
Imprensa livre ed-100_abril_2012_formato_gazeta.indd
Imprensa livre ed-100_abril_2012_formato_gazeta.inddImprensa livre ed-100_abril_2012_formato_gazeta.indd
Imprensa livre ed-100_abril_2012_formato_gazeta.inddLeonardo Gomez
 
Jornal Imprensa Livre - julho de 2011 Edição 92
Jornal Imprensa Livre - julho de 2011 Edição 92Jornal Imprensa Livre - julho de 2011 Edição 92
Jornal Imprensa Livre - julho de 2011 Edição 92Leonardo Gomez
 
Pontos de coleta_itgreen_definitivo
Pontos de coleta_itgreen_definitivoPontos de coleta_itgreen_definitivo
Pontos de coleta_itgreen_definitivosinduscon
 
Márcio Cândido e Elizabeth Guelman (CPRM)
Márcio Cândido e Elizabeth Guelman (CPRM) Márcio Cândido e Elizabeth Guelman (CPRM)
Márcio Cândido e Elizabeth Guelman (CPRM) Sectesclip
 
Edição nº 135 informativo o serrano
Edição nº 135 informativo o serranoEdição nº 135 informativo o serrano
Edição nº 135 informativo o serranoEcos Alcântaras
 

Mais procurados (20)

Diário Oficial de Guarujá - 16-05-12
Diário Oficial de Guarujá - 16-05-12Diário Oficial de Guarujá - 16-05-12
Diário Oficial de Guarujá - 16-05-12
 
Agenda positiva 5 9
Agenda positiva 5 9Agenda positiva 5 9
Agenda positiva 5 9
 
Jornal Imprensa Livre - dezembro 2012
Jornal Imprensa Livre - dezembro 2012Jornal Imprensa Livre - dezembro 2012
Jornal Imprensa Livre - dezembro 2012
 
Relatorio da seca
Relatorio da secaRelatorio da seca
Relatorio da seca
 
Projeto são josé
Projeto são joséProjeto são josé
Projeto são josé
 
Diário Oficial de Guarujá - 26 07-11
Diário Oficial de Guarujá - 26 07-11Diário Oficial de Guarujá - 26 07-11
Diário Oficial de Guarujá - 26 07-11
 
Imprensa livre ed-97_janeiro_2012_formato_gazeta.indd
Imprensa livre ed-97_janeiro_2012_formato_gazeta.inddImprensa livre ed-97_janeiro_2012_formato_gazeta.indd
Imprensa livre ed-97_janeiro_2012_formato_gazeta.indd
 
REVISTA NÁUTICA SUDESTE - EDIÇÃO DE AGOSTO
REVISTA NÁUTICA SUDESTE - EDIÇÃO DE AGOSTOREVISTA NÁUTICA SUDESTE - EDIÇÃO DE AGOSTO
REVISTA NÁUTICA SUDESTE - EDIÇÃO DE AGOSTO
 
Diário Oficial de Guarujá - 14-10-11
Diário Oficial de Guarujá - 14-10-11Diário Oficial de Guarujá - 14-10-11
Diário Oficial de Guarujá - 14-10-11
 
Canonautas do rio pratiquara no rasto do pusal. revista iluminuras 35
Canonautas do rio pratiquara   no rasto do pusal. revista iluminuras 35Canonautas do rio pratiquara   no rasto do pusal. revista iluminuras 35
Canonautas do rio pratiquara no rasto do pusal. revista iluminuras 35
 
Jornal espirito santo_ed-05_maio_2012_formato_gazeta
Jornal espirito santo_ed-05_maio_2012_formato_gazetaJornal espirito santo_ed-05_maio_2012_formato_gazeta
Jornal espirito santo_ed-05_maio_2012_formato_gazeta
 
Release II Festival do Acarajé da Baiana Ciça
Release II Festival do Acarajé da Baiana CiçaRelease II Festival do Acarajé da Baiana Ciça
Release II Festival do Acarajé da Baiana Ciça
 
Imprensa livre ed-100_abril_2012_formato_gazeta.indd
Imprensa livre ed-100_abril_2012_formato_gazeta.inddImprensa livre ed-100_abril_2012_formato_gazeta.indd
Imprensa livre ed-100_abril_2012_formato_gazeta.indd
 
Requerimento nº 25. esgoto
Requerimento nº 25. esgotoRequerimento nº 25. esgoto
Requerimento nº 25. esgoto
 
Jornal Imprensa Livre - julho de 2011 Edição 92
Jornal Imprensa Livre - julho de 2011 Edição 92Jornal Imprensa Livre - julho de 2011 Edição 92
Jornal Imprensa Livre - julho de 2011 Edição 92
 
Jornal camandocaia
Jornal camandocaiaJornal camandocaia
Jornal camandocaia
 
Newsletter2
Newsletter2Newsletter2
Newsletter2
 
Pontos de coleta_itgreen_definitivo
Pontos de coleta_itgreen_definitivoPontos de coleta_itgreen_definitivo
Pontos de coleta_itgreen_definitivo
 
Márcio Cândido e Elizabeth Guelman (CPRM)
Márcio Cândido e Elizabeth Guelman (CPRM) Márcio Cândido e Elizabeth Guelman (CPRM)
Márcio Cândido e Elizabeth Guelman (CPRM)
 
Edição nº 135 informativo o serrano
Edição nº 135 informativo o serranoEdição nº 135 informativo o serrano
Edição nº 135 informativo o serrano
 

Destaque

Preços de commodities e nível de atividade em uma pequena economia aberta: ev...
Preços de commodities e nível de atividade em uma pequena economia aberta: ev...Preços de commodities e nível de atividade em uma pequena economia aberta: ev...
Preços de commodities e nível de atividade em uma pequena economia aberta: ev...Matheus Albergaria
 
Resolucao cd 51_2_2013 (1)
Resolucao cd 51_2_2013 (1)Resolucao cd 51_2_2013 (1)
Resolucao cd 51_2_2013 (1)luci96
 
5° tp partex (henrique santana - ra 74278)
5° tp   partex (henrique santana - ra 74278)5° tp   partex (henrique santana - ra 74278)
5° tp partex (henrique santana - ra 74278)HENRIQUE SANTANA
 
Sobre as mudança no código florestal brasileiro abeco
Sobre as mudança no código florestal brasileiro   abecoSobre as mudança no código florestal brasileiro   abeco
Sobre as mudança no código florestal brasileiro abecoJoão Vitor Soares Ramos
 
Infraestrutura das Construções
Infraestrutura das ConstruçõesInfraestrutura das Construções
Infraestrutura das ConstruçõesJUANCA
 

Destaque (9)

Preços de commodities e nível de atividade em uma pequena economia aberta: ev...
Preços de commodities e nível de atividade em uma pequena economia aberta: ev...Preços de commodities e nível de atividade em uma pequena economia aberta: ev...
Preços de commodities e nível de atividade em uma pequena economia aberta: ev...
 
Resolucao cd 51_2_2013 (1)
Resolucao cd 51_2_2013 (1)Resolucao cd 51_2_2013 (1)
Resolucao cd 51_2_2013 (1)
 
Metrô de dubai
Metrô de dubaiMetrô de dubai
Metrô de dubai
 
5° tp partex (henrique santana - ra 74278)
5° tp   partex (henrique santana - ra 74278)5° tp   partex (henrique santana - ra 74278)
5° tp partex (henrique santana - ra 74278)
 
Sobre as mudança no código florestal brasileiro abeco
Sobre as mudança no código florestal brasileiro   abecoSobre as mudança no código florestal brasileiro   abeco
Sobre as mudança no código florestal brasileiro abeco
 
Socialgraph intro
Socialgraph introSocialgraph intro
Socialgraph intro
 
Síntese djalma
Síntese djalmaSíntese djalma
Síntese djalma
 
Infraestrutura das Construções
Infraestrutura das ConstruçõesInfraestrutura das Construções
Infraestrutura das Construções
 
NR 18 .26
NR 18 .26NR 18 .26
NR 18 .26
 

Semelhante a Jornal Imprensa Livre - Setembro 2009

Jornal Imprensa Livre - 2º quinzena de maio de 2010
Jornal Imprensa Livre  - 2º quinzena de maio de 2010Jornal Imprensa Livre  - 2º quinzena de maio de 2010
Jornal Imprensa Livre - 2º quinzena de maio de 2010Leonardo Gomez
 
Jornal cidadão (edição 30)
Jornal cidadão (edição 30)Jornal cidadão (edição 30)
Jornal cidadão (edição 30)Lucilene Oliveira
 
Jornal Cidadão - Abril 2008
Jornal Cidadão - Abril 2008Jornal Cidadão - Abril 2008
Jornal Cidadão - Abril 2008aghipertexto
 
Jornal cidadão (edição 30)
Jornal cidadão (edição 30)Jornal cidadão (edição 30)
Jornal cidadão (edição 30)Lucilene Oliveira
 
Barão de Inohan 122 - 27 de janeiro de 2016
Barão de Inohan 122 - 27 de janeiro de 2016Barão de Inohan 122 - 27 de janeiro de 2016
Barão de Inohan 122 - 27 de janeiro de 2016josé pery salgado
 
BARÃO DE INOHAN 142 - 11 de agosto de 2017
BARÃO DE INOHAN 142 - 11 de agosto de 2017BARÃO DE INOHAN 142 - 11 de agosto de 2017
BARÃO DE INOHAN 142 - 11 de agosto de 2017rosy rodrigues
 
Diário Oficial do Dia - 10/01/2014
Diário Oficial do Dia - 10/01/2014Diário Oficial do Dia - 10/01/2014
Diário Oficial do Dia - 10/01/2014prefeituraguaruja
 
Imprensa livre junho_2011_impressao
Imprensa livre junho_2011_impressaoImprensa livre junho_2011_impressao
Imprensa livre junho_2011_impressaoLeonardo Gomez
 
Jornal
JornalJornal
Jornalmcs
 
Jornal A Cidade Edição Digital Completa. Edição n. 1106 que circula no dia 19...
Jornal A Cidade Edição Digital Completa. Edição n. 1106 que circula no dia 19...Jornal A Cidade Edição Digital Completa. Edição n. 1106 que circula no dia 19...
Jornal A Cidade Edição Digital Completa. Edição n. 1106 que circula no dia 19...JornalACidade
 

Semelhante a Jornal Imprensa Livre - Setembro 2009 (16)

Página1
Página1Página1
Página1
 
Jornal Imprensa Livre - 2º quinzena de maio de 2010
Jornal Imprensa Livre  - 2º quinzena de maio de 2010Jornal Imprensa Livre  - 2º quinzena de maio de 2010
Jornal Imprensa Livre - 2º quinzena de maio de 2010
 
Jornal cidadão (edição 30)
Jornal cidadão (edição 30)Jornal cidadão (edição 30)
Jornal cidadão (edição 30)
 
Jornal Cidadão - Abril 2008
Jornal Cidadão - Abril 2008Jornal Cidadão - Abril 2008
Jornal Cidadão - Abril 2008
 
Jornal cidadão (edição 30)
Jornal cidadão (edição 30)Jornal cidadão (edição 30)
Jornal cidadão (edição 30)
 
Barão de Inohan 122 - 27 de janeiro de 2016
Barão de Inohan 122 - 27 de janeiro de 2016Barão de Inohan 122 - 27 de janeiro de 2016
Barão de Inohan 122 - 27 de janeiro de 2016
 
BARÃO DE INOHAN 142 - 11 de agosto de 2017
BARÃO DE INOHAN 142 - 11 de agosto de 2017BARÃO DE INOHAN 142 - 11 de agosto de 2017
BARÃO DE INOHAN 142 - 11 de agosto de 2017
 
Folha 118
Folha 118Folha 118
Folha 118
 
Tipo Carioca Outubro 2012
Tipo Carioca Outubro 2012Tipo Carioca Outubro 2012
Tipo Carioca Outubro 2012
 
Jornal Correio Popular
Jornal Correio PopularJornal Correio Popular
Jornal Correio Popular
 
Diário Oficial do Dia - 10/01/2014
Diário Oficial do Dia - 10/01/2014Diário Oficial do Dia - 10/01/2014
Diário Oficial do Dia - 10/01/2014
 
Rota do Cambuci - Faça Parte e promova o fruto símbolo da Mata Atlântica
Rota do Cambuci - Faça Parte e promova o fruto símbolo da Mata AtlânticaRota do Cambuci - Faça Parte e promova o fruto símbolo da Mata Atlântica
Rota do Cambuci - Faça Parte e promova o fruto símbolo da Mata Atlântica
 
Imprensa livre junho_2011_impressao
Imprensa livre junho_2011_impressaoImprensa livre junho_2011_impressao
Imprensa livre junho_2011_impressao
 
Jornal
JornalJornal
Jornal
 
Jornal A Cidade Edição Digital Completa. Edição n. 1106 que circula no dia 19...
Jornal A Cidade Edição Digital Completa. Edição n. 1106 que circula no dia 19...Jornal A Cidade Edição Digital Completa. Edição n. 1106 que circula no dia 19...
Jornal A Cidade Edição Digital Completa. Edição n. 1106 que circula no dia 19...
 
Diário Oficial: 19-12-2015
Diário Oficial: 19-12-2015Diário Oficial: 19-12-2015
Diário Oficial: 19-12-2015
 

Mais de Leonardo Gomez

Imprensa livre ed-98_fevereiro_2012_formato_gazeta.indd
Imprensa livre ed-98_fevereiro_2012_formato_gazeta.inddImprensa livre ed-98_fevereiro_2012_formato_gazeta.indd
Imprensa livre ed-98_fevereiro_2012_formato_gazeta.inddLeonardo Gomez
 
Jornal espirito santo_ed-04_abril_2012_formato_gazeta.indd
Jornal espirito santo_ed-04_abril_2012_formato_gazeta.inddJornal espirito santo_ed-04_abril_2012_formato_gazeta.indd
Jornal espirito santo_ed-04_abril_2012_formato_gazeta.inddLeonardo Gomez
 
Imprensa livre ed-103_julho_2012_formato_gazeta
Imprensa livre ed-103_julho_2012_formato_gazetaImprensa livre ed-103_julho_2012_formato_gazeta
Imprensa livre ed-103_julho_2012_formato_gazetaLeonardo Gomez
 
Jornal espirito santo_ed-06_julho_2012_formato_gazeta
Jornal espirito santo_ed-06_julho_2012_formato_gazetaJornal espirito santo_ed-06_julho_2012_formato_gazeta
Jornal espirito santo_ed-06_julho_2012_formato_gazetaLeonardo Gomez
 
Imprensa livre ed-107_novembro_2012_formato_gazeta
Imprensa livre ed-107_novembro_2012_formato_gazetaImprensa livre ed-107_novembro_2012_formato_gazeta
Imprensa livre ed-107_novembro_2012_formato_gazetaLeonardo Gomez
 
Imprensa livre ed-104_agosto_2012_formato_gazeta
Imprensa livre ed-104_agosto_2012_formato_gazetaImprensa livre ed-104_agosto_2012_formato_gazeta
Imprensa livre ed-104_agosto_2012_formato_gazetaLeonardo Gomez
 
Imprensa Livre - novembro de 2011 - ED. 95
Imprensa Livre  -  novembro de 2011 - ED. 95Imprensa Livre  -  novembro de 2011 - ED. 95
Imprensa Livre - novembro de 2011 - ED. 95Leonardo Gomez
 
Imprensa Livre - outubro de 2011 - ED. 94
Imprensa Livre  -  outubro de 2011 - ED. 94Imprensa Livre  -  outubro de 2011 - ED. 94
Imprensa Livre - outubro de 2011 - ED. 94Leonardo Gomez
 
Imprensa livre setembro 2011 Ed. 93
Imprensa livre setembro 2011 Ed. 93Imprensa livre setembro 2011 Ed. 93
Imprensa livre setembro 2011 Ed. 93Leonardo Gomez
 
Portifolio Leonardo Gomez
Portifolio Leonardo GomezPortifolio Leonardo Gomez
Portifolio Leonardo GomezLeonardo Gomez
 
Imprensa livre abril_2011_impressao
Imprensa livre abril_2011_impressaoImprensa livre abril_2011_impressao
Imprensa livre abril_2011_impressaoLeonardo Gomez
 
Imprensa livre maio_2011_impressao
Imprensa livre maio_2011_impressaoImprensa livre maio_2011_impressao
Imprensa livre maio_2011_impressaoLeonardo Gomez
 
Imprensa livre marco_2011_impressao
Imprensa livre marco_2011_impressaoImprensa livre marco_2011_impressao
Imprensa livre marco_2011_impressaoLeonardo Gomez
 
Imprensa livre fevereiro_2011_impressao
Imprensa livre fevereiro_2011_impressaoImprensa livre fevereiro_2011_impressao
Imprensa livre fevereiro_2011_impressaoLeonardo Gomez
 
Imprensa livre dezembro_2010_impressao
Imprensa livre dezembro_2010_impressaoImprensa livre dezembro_2010_impressao
Imprensa livre dezembro_2010_impressaoLeonardo Gomez
 
Imprensa livre novembro_2010_impressao
Imprensa livre novembro_2010_impressaoImprensa livre novembro_2010_impressao
Imprensa livre novembro_2010_impressaoLeonardo Gomez
 
Imprensa livre outubro_2010_impressao
Imprensa livre outubro_2010_impressaoImprensa livre outubro_2010_impressao
Imprensa livre outubro_2010_impressaoLeonardo Gomez
 
Imprensa livre julho_2010_impressao
Imprensa livre julho_2010_impressaoImprensa livre julho_2010_impressao
Imprensa livre julho_2010_impressaoLeonardo Gomez
 

Mais de Leonardo Gomez (18)

Imprensa livre ed-98_fevereiro_2012_formato_gazeta.indd
Imprensa livre ed-98_fevereiro_2012_formato_gazeta.inddImprensa livre ed-98_fevereiro_2012_formato_gazeta.indd
Imprensa livre ed-98_fevereiro_2012_formato_gazeta.indd
 
Jornal espirito santo_ed-04_abril_2012_formato_gazeta.indd
Jornal espirito santo_ed-04_abril_2012_formato_gazeta.inddJornal espirito santo_ed-04_abril_2012_formato_gazeta.indd
Jornal espirito santo_ed-04_abril_2012_formato_gazeta.indd
 
Imprensa livre ed-103_julho_2012_formato_gazeta
Imprensa livre ed-103_julho_2012_formato_gazetaImprensa livre ed-103_julho_2012_formato_gazeta
Imprensa livre ed-103_julho_2012_formato_gazeta
 
Jornal espirito santo_ed-06_julho_2012_formato_gazeta
Jornal espirito santo_ed-06_julho_2012_formato_gazetaJornal espirito santo_ed-06_julho_2012_formato_gazeta
Jornal espirito santo_ed-06_julho_2012_formato_gazeta
 
Imprensa livre ed-107_novembro_2012_formato_gazeta
Imprensa livre ed-107_novembro_2012_formato_gazetaImprensa livre ed-107_novembro_2012_formato_gazeta
Imprensa livre ed-107_novembro_2012_formato_gazeta
 
Imprensa livre ed-104_agosto_2012_formato_gazeta
Imprensa livre ed-104_agosto_2012_formato_gazetaImprensa livre ed-104_agosto_2012_formato_gazeta
Imprensa livre ed-104_agosto_2012_formato_gazeta
 
Imprensa Livre - novembro de 2011 - ED. 95
Imprensa Livre  -  novembro de 2011 - ED. 95Imprensa Livre  -  novembro de 2011 - ED. 95
Imprensa Livre - novembro de 2011 - ED. 95
 
Imprensa Livre - outubro de 2011 - ED. 94
Imprensa Livre  -  outubro de 2011 - ED. 94Imprensa Livre  -  outubro de 2011 - ED. 94
Imprensa Livre - outubro de 2011 - ED. 94
 
Imprensa livre setembro 2011 Ed. 93
Imprensa livre setembro 2011 Ed. 93Imprensa livre setembro 2011 Ed. 93
Imprensa livre setembro 2011 Ed. 93
 
Portifolio Leonardo Gomez
Portifolio Leonardo GomezPortifolio Leonardo Gomez
Portifolio Leonardo Gomez
 
Imprensa livre abril_2011_impressao
Imprensa livre abril_2011_impressaoImprensa livre abril_2011_impressao
Imprensa livre abril_2011_impressao
 
Imprensa livre maio_2011_impressao
Imprensa livre maio_2011_impressaoImprensa livre maio_2011_impressao
Imprensa livre maio_2011_impressao
 
Imprensa livre marco_2011_impressao
Imprensa livre marco_2011_impressaoImprensa livre marco_2011_impressao
Imprensa livre marco_2011_impressao
 
Imprensa livre fevereiro_2011_impressao
Imprensa livre fevereiro_2011_impressaoImprensa livre fevereiro_2011_impressao
Imprensa livre fevereiro_2011_impressao
 
Imprensa livre dezembro_2010_impressao
Imprensa livre dezembro_2010_impressaoImprensa livre dezembro_2010_impressao
Imprensa livre dezembro_2010_impressao
 
Imprensa livre novembro_2010_impressao
Imprensa livre novembro_2010_impressaoImprensa livre novembro_2010_impressao
Imprensa livre novembro_2010_impressao
 
Imprensa livre outubro_2010_impressao
Imprensa livre outubro_2010_impressaoImprensa livre outubro_2010_impressao
Imprensa livre outubro_2010_impressao
 
Imprensa livre julho_2010_impressao
Imprensa livre julho_2010_impressaoImprensa livre julho_2010_impressao
Imprensa livre julho_2010_impressao
 

Jornal Imprensa Livre - Setembro 2009

  • 1. Ano 8, nº 70 Guarapari, ES setembro de 2009 / 2º quinzena IMPRENSA Distribuição Gratuita LIVRE O jornal de maior circulação Fundado pelo jornalista e radialista Carlinhos DJ Uma tradição da imprensa de Guarapari JOÃO NEIVA ALFREDO CHAVES 1ª Corrida Rústica da Alfredo Chaves: Res- cidade de João Neiva tauração da Estação de Matilde será concluída  8 Guarapari comemora 118 em dezembro  15 anos de emancipação política. Parabéns! STª Mª DE JETIBÁ CARIACICA Santa Maria de Jetibá “Sabores do Campo” realiza Seminário de traz produtos de Agroecologia e Bio & Cariacica Flores 2009 8  15 2 0 & 0 9 VILA PAVÃO GUARAPARI VILA VELHA ANCHIETA DOMINGOS MARTINS Vila Pavão estréia com Presidente da câmara de Portos de Vila Velha lideram Guarda Municipal de Governo assina ordem vitórias na Copa A Gaze- Guarapari pede tempo no movimentação de cargas no Anchieta Completa 1 de serviço do ‘Caminhos tinha tramite de processo e criti- Espírito Santo ano do Campo’ em Domingos  23 ca iluminação pública  19  6  16 Martins 7 LINHARES SÃO MATEUS COLATINA S. JOSÉ DO CALÇADO VITÓRIA Presidente da Câmara Estudantes de São Prefeito de Colatina Leonardo Cafeicultores são incenti- Vereador Alexandre Passos de Linhares participa Mateus realizam projeto Deptulski participa das co- vados a renovar lavouras e quer redução de duas ho- de reabertura de Centro voltado para as Escolas memorações dos 60 anos do melhorar produtividade em ras para servidor com filho Cultural 9 Literárias do país  7 hospital Silvio Avidos  9 São José do Calçado  2 com deficiência  21 Circulação: Guarapari, Vitória, Vila Velha, Anchieta, Alfredo Chaves, Piúma, Itapemirim, Barra, Marataízes, St. Mª de Jetibá, Cariacica, Linhares,São José do Calçado, Vila Pavão, Domingos Martins, Viana, São Mateus, Serra, Colatina.Via postagem: Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo
  • 2. 2 IMPRENSA LIVRE Guarapari ES, setembro de 2009 / 2ª quinzena EDITORIAL SÃO JOSÉ DO CALÇADO Semáforos de Guarapari induzem Cafeicultores são incentivados a renovar pedestres ao acidente lavouras e melhorar produtividade em Os semáforos ainda con- tinuam causando transtorno via ou uma passarela para os pedestres. São José do Calçado aos pedestres, a cada mo- Mais enquanto isto não mento ocorrem acidentes acontece os automóveis, os que poderiam ser evitados se ciclistas e os pedestres bri- os mesmos estivessem fun- gam pela preferência. Segun- cionando de acordo. Muitos do um morador, a situação é motoristas ao chegar ao mu- tão caótica que até as pessoas nicípio pela primeira vez, que tem preferência fica na ficam em dúvida com os se- dúvida se é a vez dela ou do máforos instalados na des- outro. cida da ponte, porque para Em conversa com o di- alguns motoristas os mesmos retor deste jornal um turista vêm induzindo os pedestres demonstrou estar também atravessarem de uma só vez muito preocupado com este a avenida, e justamente neste problema. momento que acontecem os “Fico preocupado com acidentes. esta situação em Guarapari, Guarapari necessita ur- lá fora quem conhece a fama gentemente de uma ciclovia e não conhece a cidade nem que vá dá descida da pon- imagina que aqui acontece te até o próximo sinal nas isto, é uma pena”. imediações da Matriz Nossa O jornal Imprensa Livre Sucursal Vitória um grande produtor de café. pesquisas e estudos que resul- Senhora da Conceição, pois continuará sempre reivin- “Queremos voltar a ser fortes taram no Programa ‘Renovar O já que os ciclistas não respei- dicando obras que venham 9° Simpósio Regional produtores, e os cafeicultores Arábica’. Ela falou, também, tam e não procuram parar no melhorar a qualidade de vida dos Cafeicultores da podem contar com a prefeitu- como uma das pesquisadoras momento em que o sinal está da população de Guarapari, e Região do Caparaó, re- ra, com Incaper e com o Cetcaf da Embrapa Café/Incaper, so- fechado para os veículos a espera que elas sempre sejam alizado em São José do Calça- para expandir sua produtivida- bre o Programa Nacional de única alternativa é uma ciclo- atendidas pelas autoridades. do, reuniu renomes nacionais de e qualidade”. Pesquisa Cafeeira e as respon- da área da cafeicultura. Com o Segundo o superintendente sabilidades do Consórcio Bra- Expediente tema “Café – suas perspectivas do Cetcaf, Frederico Daher, o sileiro de Pesquisa e Desenvol- e desafios”, aproximadamente encontro tem o diferencial de vimento do Café dentro desse 400 produtores do entorno do trazer informações tecnológicas programa. Caparaó participaram do even- e de mercado. “O preço do ará- Café de qualidade IMPRENSA to. O Simpósio foi promovido, bica recuou e as lavouras estão O membro da Sociedade nos dias 27 e 28 de agosto, pelo com produtividade baixa. Por Rural Brasileira e liderança Instituto Capixaba de Pesquisa, isso, é importante mostrar aos respeitada da cafeicultura no LIVRE Assistência Técnica e Extensão produtores alternativas para ter sucesso, mesmo diante desse Brasil, Luiz Suplicy Haffers fez uma palestra de motivação na Rural (Incaper), vinculado à Se- Uma publicação de cretaria de Estado da Agricultu- cenário”. abertura do evento sobre “Va- JOSÉ CARLOS MOREIRA GOMES - ME ra, Abastecimento, Aquicultura O presidente do Cetcaf, Dá- lorização da Cafeicultura Fami- Empresa Jornalística, Agência de Notícias, e Pesca (Seag), do Centro de De- rio Martinelli, disse que a cafei- liar”. Elaboração de Jornais agência de publicidade e propaganda senvolvimento Tecnológico do cultura tem avançado nas pes- Luiz Haffers destacou o ima- CNPJ:07.823.054/0001-04 Café (Cetcaf) e da Prefeitura de quisas, mas muitos produtores ginário que o café representa. Insc.Municipal 1185-1 São José do Calçado. ainda não praticam as técnicas. “O café está relacionado ao pra- Rua Camilo Gianordoli,26,Sala 07/3ºandar- Ed. Tropical Center A abertura oficial aconteceu “O arábica tem um pacote tec- zer, à prosa, ao sabor, à união, Muquiçaba - Guarapari - ES no Parque de Exposição Divi- nológico desenvolvido pelo In- à amizade. Mas a cafeicultura CEP: 29215-080 - Telefax: (27) 3262 7603 néia, no dia 27, com a presença caper, mas alguns produtores familiar precisa ser ótima, a boa jornalimprensalivre@yahoo.com.br de autoridades municipais e estão com dúvidas. O encontro não é suficiente. Vocês precisam jornalimprensalivre.es@gmail.com estaduais. Na oportunidade, o tem o objetivo de difundir, de ter produtividade e orgulho de diretor-presidente do Incaper, convencer o produtor a subs- ser cafeicultor. Esse é o grande Diretor Geral, Editor e Evair Vieira de Melo, assinou tituir sua lavoura. O produtor desafio. Vale mais o saber do Colaboradores um convênio de cooperação precisa de coragem, de incenti- que o ter. E é esse saber que Jornalista Responsável: colunistas José Carlos Moreira Gomes técnica com a Prefeitura para vos para mudar”. precisa ser conquistado e exe- desta edição ampliar as ações de assistência Questões ambientais e tra- cutado. Vocês têm o Incaper e DRT-ES 01189JP Sandro Venturini, Dept Jornalismo:Carlinhos DJ técnica no município. balhistas da produção, as pers- o Cetcaf para transferir para vo- Karyna Santos Venturini, pectivas do mercado de café cês um enorme conhecimento Fotos: Carlinhos DJ Evair de Melo afirma que o Isaq Queiroz de Jesus e e a melhoria da qualidade do técnico”. Diagramação: Leonardo Gomez produtor precisa renovar seus Maísa Lima Borges produto foram discutidas no Haffers mostrou as vanta- Departamento Comercial: ideais, ter disposição para mu- dar. “Mais do que renovar a segundo dia do simpósio. O gens de ser pequeno produtor. (27) 3262 7603 cafeicultura, é necessário que o Programa ‘Renovar Arábica’ “Vocês têm à mão toda a tec- produtor repense o seu traba- também é um assunto de des- nologia necessária, têm crédito Comunicado: Conceitos idéias, afirmações, e outros tipos de opiniões emitidas em ma- térias assinadas, mesmo que só pseudônimo, podem não representar o pensamento lho e tenha vontade de melho- taque, já que mais da metade e a mão de obra. Falta decisão, da direção e dos editores desta publicação, sendo de exclusiva responsabilidade de rar. “As tecnologias do Incaper da produção do café arábica maior esforço e, principalmente, seus autores. Garantimos desde já em edição posterior espaço igual para resposta da- previstas podem impulsionar o capixaba se concentra na região convicção. Que vocês tenham queles que se sentirem atingidos.Toda e qualquer matéria veiculada no Jornal Imprensa Livre é a título de colaboração, sem vínculo empregatício, inclusive cargos de direção. desenvolvimento da atividade do Caparaó. O programa tem determinação para se transfor- cafeeira. Com a implementação como meta aumentar a produ- mar em ótimos cafeicultores. E do programa vamos aumentar tividade, por meio do uso de a propriedade familiar é a chave COUNTRY GÁS Seu gás acabou? a produtividade e a qualidade de café. Estamos contribuindo variedades de café adaptadas à região e técnicas que garantam para esse novo desenvolvimen- to”, afirmou. É só ligar! para o desenvolvimento social e econômico dos municípios pro- melhoria da qualidade. Na programação, como par- Em relação ao preço, Haffers é otimista para aqueles produ- 3362-3362 dutores”, destaca Evair. De acordo com o prefeito de te das discussões sobre Produ- ção e Perspectivas do Mercado tores que se dedicam. “Vejo que teremos melhor remuneração ou São José do Calçado, José Car- do Café, a pesquisadora do In- caper, Maria Amélia Gava Fer- pela qualidade. O nosso café é muito bom, mas pode ser me- 0800 2839 456 los Almeida, o município tem Disk Água e Gás vontade de se recolocar como rão, fez uma palestra sobre as lhor”.
  • 3. IMPRENSA 3 Guarapari ES, setembro de 2009 / 2ª quinzena LIVRE Governo lança campanha de combate à Rogério dengue com Dr.Drauzio Varella Nogueira Rogério Nogueira Jornalista “Viver e não ter a vergonha de suficientes no impedimento da ser feliz...” Alegria, sem sombra de disseminação do vírus A (H1N1), dúvidas uma das maiores caracte- a sorte está lançada e o caos esta- rísticas do povo Brasileiro, o lema belecido. A “grande mídia” tenta é não deixar a peteca cair mas as amenizar a situação e os “podero- coisas não são tão fáceis o quanto sos homens de Brasília” elaboram parecem ser, em meio a corrupção, textos com desculpas esfarrapadas desordem no congresso nacional, tentando nos ludibriar, hoje a na- guerra do tráfico, violência, de- ção só deposita confiança em Deus, semprego, epidemia de dengue e o único ser detentor de total credi- tantas outras “pragas” que estão bilidade entre a raça humana, ser o alarmando o nosso país, temos que qual acreditaremos e confiaremos nos precaver agora contra mais em todos os momentos, rezem um inimigo: a gripe suína , ela in- meus amigos, somente assim “ex- felizmente chegou com força total pulsaremos o mal” na esperança O secretário adiantou chuvas, ocorre uma diminui- e está deixando muitos lares em de que muitas mentes possam ser Sucursal Vitória que o primeiro dos vídeos, ção da proliferação do mos- situação de desespero. Cuidados iluminadas para conduzir nossa ao evitar ambientes aglomerados e querida pátria mãe gentil com se- A fim de reduzir o núme- que entrou no ar no dia 04 quito. Neste período, os ovos lavar bem as mãos já não são mais riedade e competência. ro de casos de dengue, de setembro com veiculação do mosquito predominam no o Governo do Estado de um mês tem enfoque no ambiente domiciliar, e podem lançou uma campanha de combate à dengue no período que antecede o verão, quando levar até um ano aguardando as condições favoráveis à sua Estado garante 1º lugar em Conferên- combate ao mosquito trans- missor, na qual o médico e es- ocorre diminuição do núme- eclosão: água, calor e umida- cia Nacional realizada em Brasília critor Drauzio Varella orienta ro de casos devido a fatores de. Portanto, a eliminação dos Sucursal Vitória vidos na Repas e toda a inovação a população sobre assistência climáticos, e não por causa ovos neste período evitará do processo de diagnóstico de A e prevenção. Um dos profis- das ações de controle. “Nes- o surgimento de mosquitos Polícia Militar do Espírito ambientes seguros no Municipio sionais que mais contribuiu sa época, é preciso continuar adultos no verão, diminuindo Santo (PMES) participou de Guarapari. “Destacamos os para popularizar a medicina os cuidados na eliminação o número de doentes na fase da Feira do Conhecimento, resultados alcançados na dimi- no País, por meio de progra- dos focos. As pessoas acham epidêmica. durante a 1ª Conferência Nacional nuição significativa da violência e mas educativos na televisão e que no inverno o mosquito de Segurança Pública (Conseg), da criminalidade na região. O que no rádio, na campanha criada desaparece, mas ele continua Ciclo realizada em Brasília e conquistou, proporciona que a cidade seja mais pela Secretaria de Estado da a se reproduzir, depositando A fêmea do Aedes aegypti em nome do Estado do Espírito segura e agradável para a popula- Saúde (Sesa), Varella dá di- os ovos, que lá na frente vão pode colocar até 400 ovos por Santo, o primeiro lugar na votação ção”, concluiu Miranda. cas de cuidados para evitar a se transformar em mosquito vez. Estes, em condições ide- popular. A PM esteve presente no Repas proliferação do Aedes aegypti adulto”, enfatiza. ais, se transformam em adul- evento com o projeto “Rede de O projeto Repas de Guarapari durante todo o ano. A campanha (que engloba tos em até uma semana. De Promoção de Ambientes Seguros é desenvolvido por meio de uma Em três vídeos, de um os três vídeos) será veiculada ovo para larva são dois dias; (Repas) – o Batalhão Participativo”, parceria que envolve o 10º Batalhão minuto cada, ele orienta a em todo o Estado pelos canais de larva para mosquito, cinco desenvolvido pelo 10º Batalhão da da Polícia Militar, a Polícia Civil, se- população sobre assistência abertos de televisão com o ob- dias. PM, localizado em Guarapari. cretarias municipais, o Conselho e prevenção e ensina vários jetivo de divulgar, de maneira O projeto ganhou destaque du- Tutelar, Ministério Público, o Jui- cuidados dentro de casa para massiva, o papel da sociedade Números rante o evento entre os pesquisado- zado da Infância e da Juventude, a evitar que o Aedes aegypti no período de baixa transmis- De acordo com o último res da área de segurança pública. Associação de Moradores do Cen- se reproduza, tanto no verão sibilidade da doença, já que boletim da dengue divulgado Representantes do Programa das tro (Amocentro), o Conselho Inte- quanto no inverno. “É uma aproximadamente 90% dos pela Sesa, no dia 31 de agosto, Nações Unidas para o Desenvol- rativo de Segurança, o MP, dentre campanha educativa que focos do vetor da dengue es- foram notificados 205 casos vimento (PNDU) participaram da outras instituições. orienta a população sobre o tão nas residências. da doença no Estado na trigé- Feira e conferiram de perto a ini- O grupo tem por finalidade que deve ser feito para en- sima terceira semana epide- ciativa de policiamento interativo detectar problemas no município, frentar a doença, que vem se Como combater a dengue: miológica de 2009, que corres- capixaba. apresentar diagnósticos de preven- mostrando grave. E, assim, Atenção aos principais ponde à semana entre 16 a 22 Para o idealizador do projeto, ção, apresentar soluções às deman- diminuir a transmissão, a in- criadouros – 90% ficam nas de agosto. Os sete municípios o atual coordenador estadual de das, promover ações em conjunto cidência da doença e também residências da Região Metropolitana res- Polícia Comunitária Interativa, para a melhoria da segurança, com os óbitos. Para isso acontecer, - Limpar o quintal, jogan- pondem por 70% do total de Major Jailson Miranda, os traba- o intuito de obter resultados ime- dependemos de toda a socie- do fora o que não é utilizado notificações (51.439). lhos dos militares da PMES foi diatos ou de médio e longo prazo. dade”, afirmou o secretário - Tirar água dos vasos de elogiado diante da sistematização O Projeto foi idealizado pelo de Estado da Saúde, Anselmo plantas Vila Velha 11.590 e controle de produtividade das major Jaílson Miranda, atual coor- Tozi. - Colocar garrafas vazias ações. “Tivemos a oportunidade denador estadual de Policiamento De acordo com o secretá- de cabeça para baixo Serra 11.340 de ter o nosso projeto reconhecido Comunitário-Interativo. De acor- rio, os vídeos trazem orien- - Tampar tonéis, depósitos Vitória 7.093 por pesquisadores do PNDU, o do com o oficial, que na época era tações sobre o que pode ser de água, caixas d’água e qual- que muito nos engrandece. A in- subcomandante do 10º Batalhão, a quer tipo de recipiente que Cariacica 2.629 idéia era reunir os diversos fatores feito agora e daqui a alguns teração e a promoção dos direitos meses e traz ainda dicas para possa reservar água Guarapari 1.653 humanos da Polícia Interativa do capazes de influenciar, de alguma se proteger contra a picada do - Manter os quintais bem Viana 861 Estado foram fatores relevantes e forma, na eliminação de fatores de mosquito, sintomas e quando varridos, eliminando matéria elogiados por estes pesquisadores, riscos e na consequente construção e onde procurar assistência orgânica, como folhas e restos Fundão 44 que já produziram a metodogia da de ambientes mais seguros. médica. “Com a campanha de alimento de animais Total 35.210 Feira do Conhecimento trabalhada “Não basta a atuação da polí- publicitária, queremos alertar - Escovar bem as bordas e exposta em países como Colôm- cia. Existem variáveis com forte in- o cidadão, os municípios, os dos recipientes e mantê-los Do total de casos notifica- bia, Argentina e El Salvador, por fluência sobre a segurança pública, agentes de combate à dengue, sempre limpos dos ao Estado, 2.175 pessoas exemplo”, destacou. sob responsabilidades de outros as lideranças comunitárias, apresentaram a forma grave Os soldados PMs Wagner Car- órgãos. Criar ambientes mais segu- religiosas, políticas e empre- Pré-verão da doença - Febre Hemor- doso Ferraz e Rafael Pires Leite fo- ros é distribuir responsabilidades sariais, ou seja, envolver toda Durante os meses que rágica da Dengue (FHD) e ram uns dos expositores da PMES e atuar proativamente na elimina- a sociedade no combate à antecedem o verão e a tem- Dengue com Complicações na Feira. Durante as apresentações, ção de fatores que criam condições doença”, enumera Anselmo peratura está mais amena, o (DCC). Destes, 51 evoluíram os militares enfatizaram os proce- para o aparecimento do crime e da Tozi. clima mais seco e com menos para óbito. dimentos de trabalhos desenvol- violência”, disse o major Miranda.
  • 4. 4 IMPRENSA LIVRE Guarapari ES, setembro de 2009 / 2ª quinzena Governo do Estado e Prefeitura de Vitória inauguram a nova Ponte da Passagem Maisa Lima Foto: Nestor Muller Borges Maísa Lima Borges Farmacêutica maisaborges@gmail.com Cigarro Muitas pessoas fumam por Alguns Componentes do prazer, por razões sociais, como cigarro: por exemplo, pressão dos ami- Na fumaça do cigarro já se gos ou simplesmente para sa- isolaram 4.720 substâncias tó- tisfazer seu vício. Inicialmente, xicas, as quais atuam sobre os o hábito de fumar era comum mais diversos sistemas e órgãos; somente entre os nativos das Contém mais de 60 canceríge- Américas do Norte e do Sul, e nos, sendo as principais: que depois, foi levado ao resto Nicotina - é a causadora do do mundo através do comércio vício e cancerígena; e exploração das Américas. Benzopireno - substância No entanto, o simples ato que facilita a combustão exis- de fumar produz riscos letais tente no papel que envolve o tanto ao fumante quanto ao não fumo; fumante, ou também chamados Substâncias Radioativas - de fumantes passivos. polônio 210 e carbono 14; Hoje em dia, muitos fuman- Agrotóxicos - DDT; Sucursal Vitória que é uma réplica dos pilones bo postal. tes já estão dispostos a parar Solventes - benzeno; da nova Ponte em escala redu- O selo consiste em um O de fumar, devido aos agravos Metais Pesados - chumbo e Governo do Estado, zida 32 vezes. conjunto de duas partes. Uma e preocupações com a saúde. o cádmio (um cigarro contém por meio do Departa- delas, é o selo e a outra, uma Dentre os quais podemos citar: de 1 a 2 mg, concentrando-se mento de Estradas de Momento histórico vinheta dos Correios, que têm • Câncer: câncer de boca, larin- no fígado, rins e pulmões, ten- Rodagem do Espírito Santo A inauguração da nova valor postal somente se aplica- ge, faringe, esôfago, pâncreas, do meia-vida de 10 a 30 anos, o (DER-ES), autarquia vincula- Ponte da Passagem representa dos em conjunto. O Governo rim, bexiga e colo de útero. que leva a perda de capacidade da à Secretaria de Estado de um momento histórico para a do Estado produziu cinco mil • Doenças Coronarianas: 25% ventilatória dos pulmões, além Transportes e Obras exemplares, que foi das mortes causadas pelo uso de causar dispnéia, enfisema, Públicas (Setop), e a concebido em poli- do cigarro provocam doenças fibrose pulmonar, hipertensão, Prefeitura de Vitória cromia e traz uma coronarianas tais como angina e câncer nos pulmões, próstata, inauguraram no dia bela foto da nova infarto do miocárdio. rins e estômago); 29 de agosto a nova obra de arte especial. • Doenças Cerebrovasculares:O Níquel e Arsênico - armaze- Ponte da Passagem, A partir de agora, o fumo é responsável por 25% nam-se no fígado e rins, cora- que liga a Avenida selo passa a fazer das mortes por doenças cere- ção, pulmões, ossos e dentes re- Fernando Ferrari à parte do conjunto brovasculares entre elas derra- sultando em gangrena dos pés, Avenida Nossa Se- histórico dos Cor- me cerebral. causando danos ao miocárdio; nhora da Penha, em reios do Brasil. Selo e carimbo comemorativos • Doenças Pulmonares Obs- Cianeto Hidrogenado; Vitória. O selo da nova trutivas Crônicas (DPOC): tais Amônia - utilizado em lim- A solenidade foi realizada Capital e para o Estado. Esta Ponte da Passagem será utili- como, bronquite e enfisema padores de banheiro; às 8 horas, no lado norte da é a primeira ponte estaiada zado em todas as correspon- 85% das mortes são causadas Formol - componente de flu- ponte (no sentido Serra-Vitó- construída em estrutura mista dências do Governo do Estado pelo fumo. ído conservante; ria), próximo ao viaduto de – aço e concreto – no Brasil. e disponibilizado para cole- acesso à Avenida Hugo Viola. A ponte será destinada cionadores e filatelistas. Neste Monóxido de Carbono - o apenas ao tráfego de veículos caso, quando solicitado. Efeitos no Metabolismo: mesmo gás que sai dos escapa- Após a solenidade, o go- Atletas envolvidos em even- mentos de automóveis. vernador Paulo Hartung, o motorizados. O carimbo também será tos que requerem resistência vice governador, Ricardo Fer- utilizado em todas as corres- raço, e o prefeito de Vitória, Selo e carimbo comemora- pondências do Governo du- nunca fumam. Devido ao fato Um fator importante pre- João Coser, seguiram em co- tivos rante 30 dias e, após esta data da fumaça do cigarro causar conizado em nossa Legisla- mitiva até a ponte, onde foi Durante a solenidade de será enviado para o Museu redução na função pulmonar, ção Federal é: dificultando o transporte de - PROTEÇÃO CONTRA descerrada a placa de inau- inauguração da nova Ponte da Postal e Telegráfico em Brasí- oxigênio ( O² ) do sangue. OS RISCOS DA EXPOSIÇÃO guração, instalada sobre uma Passagem foram lançados o lia, uma vez que é uma peça Pesquisas apontaram uma À POLUIÇÃO TABAGÍSTICA estrutura de 1,70m de altura, selo comemorativo e o carim- histórica. melhora no desempenho de AMBIENTAL: nadadores, velocistas, ciclistas Recomenda medidas restri- em geral, apenas pela abstinên- tivas ao fumo nos ambientes de cia ao fumo. Onde, reportaram trabalho. terem se sentido melhor exerci- Lei n.º 9.294 (15 de julho de tando-se em uma condição de 1996): não fumante. Proíbe o uso de cigarros, ci- garrilhas, charutos, cachimbos, Dicas para PARAR de ou de qualquer outro produto fumar: fumígeno derivado do tabaco, • Beber muita água; em recinto coletivo privado ou • Mastigar chicletes e balas ou público, tais como, repartições chicletes de nicotina como subs- públicas,hospitais, salas de tituição ao cigarro; aula, bibliotecas, ambientes de • Práticar esportes ou exercícios trabalho, teatros e cinemas. aeróbicos e relaxamento; Permite o tabagismo em fu- • Evitar bebidas alcoólicas e módromos, ou seja, áreas desti- café; nadas exclusivamente ao fumo, • Ficar atento a situações de es- devidamente isoladas e com tresse para não ter uma recaída; arejamento conveniente.
  • 5. IMPRENSA 5 Guarapari ES, setembro de 2009 / 2ª quinzena LIVRE
  • 6. 6 IMPRENSA LIVRE Guarapari ES, setembro de 2009 / 2ª quinzena VILA VELHA Saiba mais Portos de Vila Velha lideram movimentação sobre... de cargas no Espírito Santo Syria Luppi / Foto: Eduardo Ribeiro Izac Queiroz Contador Lei nº 11.941/2009 - O “Refis da Crise” Lei nº 11.941/2009 (con- to os débitos de qualquer na- versão da Medida Provisória tureza junto à Procuradoria- nº 449/2008) estabeleceu novo Geral da Fazenda Nacional ou parcelamento especial para à Secretaria da Receita Federal aquisição de débitos federais, do Brasil. O referido progra- o qual vem sendo apelida- ma abrange débitos vencidos do pela mídia nacional de o até 30 de novembro de 2008, “Refis da Crise”. A referida que poderão ser parcelados lei estava pendente de regu- em até 180 meses (15 anos). Os Sucursal Vitória do na movimentação, com o A Vila Porto Logística e larização, o que veio ocorrer requerimentos de adesão ao total de 886.549.381 toneladas. Armazéns conclui ainda este com a edição da Portaria Con- parcelamento deverão ser pro- O cupando os dois pri- Em seguida, vem o Porto de ano as obras de expansão de Capuaba, com 396.910.752,13 sua infraestrutura, ampliando junta da PGFN/RFB nº 06 de tocolados exclusivamente nas meiros lugares no re- 22/07/2009. páginas da PGFN ou da Recei- latório divulgado pela toneladas. Em terceiro lu- em 2.200 metros quadrados gar, destaca-se a movimenta- sua área de armazenagem. A adesão ao novo programa ta Federal na internet. Companhia Docas do Espírito Santo (Codesa) referente ao ção do Porto de Vitória, com Com isso, a empresa passa a poderá ser realizada a partir de Há previsão de redução primeiro semestre deste ano, o 120.832.879 toneladas. ter 8.200 metros quadrados 17 de agosto até 30 de novem- de multa de juros de mora, de município de Vila Velha con- O Porto de Capuaba é um para acomodar os produtos. bro de 2009. Poderão ser objeto acordo com as condições de pa- firma mais uma vez seu papel importante fator de desenvol- As obras começaram em 2008. de parcelamento ou pagamen- gamento/parcelamento: de destaque no desenvolvi- vimento para Vila Velha. Mo- A meta da empresa é au- vimenta, nos oito berços que mentar no próximo nesse se- Reduções mento portuário do Espírito Santo, com mais de 1,2 bilhão possui, navios roll-on-roll-of, mestre a capacidade de seis Multa Juros Multas Encargo de toneladas movimentadas produtos siderúrgicos, már- mil posições pallets (quando a de Mora de Isoladas Legal pelo Terminal de Vila Velha mores e granito, café, automó- carga fica suspensa no galpão). e ofício Mora (TVV) e pelo Porto de Capu- veis, granéis sólidos, bobinas Atualmente, a Vila Porto, que Pagamento à vista 100% 40% 45% 100% aba. De acordo com a análise, de papel e celulose, principal- fica no Porto de Capuaba, gera mente por meio de contêine- cerca de 250 empregos diretos Até 30 parcelas 90% 35% 40% 100% cargas transportadas em con- têineres foram as mais movi- res, permitindo escoamento e indiretos. Possui uma área Até 60 parcelas 80% 30% 35% 100% mentadas entre janeiro a junho de produtos com origem do climatizada ideal para a guar- Até 120 parcelas 70% 25% 30% 100% nos portos capixabas adminis- Corredor Centro-Leste e das da de vinhos e equipamentos importações. de verticalização, alguns dos Até 180 parcelas 60% 20% 25% 100% trados pela Codesa. O Terminal de Vila Velha quais específicos para o arma- Para débitos incluídos em outros parcelamentos (TVV) foi o primeiro coloca- Ampliação no setor zenamento de tecidos. Refis 40% 40% 25% 100% Paes 70% 40% 30% 100% Prefeitura de Vila Velha entrega seis Paex Demais reparcelamentos 80% 100% 40% 40% 35% 40% 100% 100% novas ruas Ressalte-se, inclusive, a possibilidade de quitar ou par- da morosidade e da burocra- cia. Permitam-me registrar que celar no novo programa os sal- um processo de Alvará pode dos remanescentes dos débitos durar até um ano para ser con- consolidados no Programa de cedido. Enquanto isso, muitas Recuperação Fiscal – REFIS; no empresas que são constituídas Parcelamento Especial – PAES; ou se que instalam em Guara- no Parcelamento Excepcional pari, após requererem ou não o – PAEX e o saldo remanescen- Alvará, funcionam durante um te dos débitos consolidados no período e depois fecham suas parcelamento previsto no art. portas por falência ou transfe- 38 da Lei nº 8.212, de 1991. rência de endereço, sem pagar Portanto, o novo programa nada aos cofres municipais. E de parcelamento apresenta- se o município quiser receber se como mais uma excelente vai ter que gastar tempo e di- oportunidade para regulariza- nheiro para acionar a empresa Sucursal Vitória As melhorias vão elevar a Vila Velha, com mais de onze ção de débitos junto ao Gover- através da Dívida Ativa. Será qualidade de vida da popula- mil moradores. O bairro já foi no Federal. que não seria melhor, adequar A Prefeitura de Vila Ve- ção, proporcionando um trá- contemplado pela atual admi- São medidas como estas os procedimentos, efetuar trei- lha inaugurou no dia 12 fego de veículos mais rápido nistração com a drenagem e pa- que deveriam servir de exem- namento e capacitação de pes- de setembro, seis ruas e seguro, além de beneficiar os vimentação da rua Moema, que urbanizadas, pavimentadas e plo para o nosso município, soal, melhorar as condições de pedestres, com o trabalho de dá acesso ao Vila Velha Hospi- com rede de drenagem cons- recuperação de meio-fio e cal- tal e ao Terminal de Vila Velha que por sua inoperância ou fal- trabalho, para que estes seto- truída em Divino Espírito San- çadas. As obras de drenagem – uma antiga reivindicação da ta de habilidade e agilidade no res se tornem algo totalmente to. O prefeito Neucimar Fraga vão facilitar o escoamento das comunidade. Neste momento, a andamento dos processos de viável para o contribuinte que entregou, junto à comunidade, águas da chuva, eliminando prefeitura está pavimentando a concessão de Alvarás Sanitá- precisa do Alvará e rentável as ruas Araré, Pessegueiros, os alagamentos constantes na rua Jovertino de Souza e, ainda rios e de Funcionamento, dei- para o município que precisa Manoel de Freitas Dias, Tra- região. neste ano, será feita a pavimen- xam de ampliar a receita, per- arrecadar. vessa Araré, Beco Manoel de Divino Espírito Santo é o tação da rua Hernandes de Sou- dendo arrecadação por causa Fonte: Freitas Dias e Beco das Neves. sexto bairro mais populoso de za e da avenida Allan Kardec. www.receitafederal.gov.br
  • 7. IMPRENSA 7 Guarapari ES, setembro de 2009 / 2ª quinzena LIVRE SÃO MATEUS DOMINGOS MARTINS Estudantes de São Mateus realizam Governo assina ordem de serviço do ‘Ca- projeto voltado para as Escolas minhos do Campo’ em Domingos Martins Literárias do país Sucursal Vitória gua Portuguesa, História, Artes e Inglês, possibilitando o aper- templadas por esse planejamen- nal, conforme indicado no ES Sucursal Vitória P ensando em incentivar feiçoamento de aprendizagem to do Governo. 2025. O o estudo da Literatura, a em cada conteúdo proposto”, Governo do Estado, por ‘Caminhos do Campo’ Escola Estadual de Ensi- acrescentou. meio da Secretaria de Domingos Martins É um programa desenvolvi- no Fundamental e Médio São A supervisora finaliza di- Estado da Agricultura, De 2004 a 2009, a Seag in- do pelo Governo do Estado, por Mateus desenvolveu, no dia 27 zendo que os alunos adquiri- Abastecimento, Aquicultura e vestiu em Domingos Martins meio da Seag, com o objetivo de de agosto, o projeto “Painéis ram também mais prazer pela Pesca (Seag), assinou, no dia 06 R$ 19.073.927,88, em estradas ru- pavimentar estradas vicinais e Literários”. Os alunos tiveram leitura. “Eles não tinham muito de setembro, a ordem de serviço rais, por meio do programa ‘Ca- que já completou mais de 659km a oportunidade de conhecer e costume de ler livros voltados para início das obras de pavi- minhos do Campo’; em eletrifi- de vias rurais capixabas asfalta- confeccionar painel de cinco para grandes situações histó- mentação asfáltica do trecho que cação rural, dentro do programa das. Deste total, 492Km já foram Escolas Literárias: Classicismo, ricas. Hoje, ouço da boca deles vai de Pedra Azul até a Estrada ‘Luz no Campo’ e no programa entregues às comunidades be- Neoclassicismo, Romantismo, como é bom e prazeroso ler e Rota do Lagarto, em Domingos ‘Energia Produtiva’; em habita- neficiadas e aproximadamente Parnasianismo, Arcadismo. Os conhecer a literatura de qual- Martins. Os investimentos são ção rural; no incremento da ca- 170Km estão em fase de execu- trabalhos dos estudantes do 2º quer país.” da ordem de R$ 990.000,00 e fa- feicultura; em patrulha mecani- ção. ano do Ensino Médio estão ex- zem parte do programa ‘Cami- zada, em telefonia rural, dentro Desde 2007, foram licitadas postos no pátio da unidade de Escola Literária nhos do Campo’. do programa ‘Voz no Campo’; e e contratadas três empresas pela ensino. Escola Literária ou Movi- A solenidade foi realizada em serviços e reparos em máqui- Seag para conservação perma- “Optamos por estas escolas mento Literário é o nome dado em frente à Igreja Matriz de Pe- nas e equipamentos. nente das estradas, as quais exe- literárias porque são as mais co- a todos os acontecimentos his- dra Azul, em Domingos Mar- A cafeicultura é a principal cutam os serviços de remoção bradas no Enem e no vestibular. tóricos envolvendo a Literatura tins, e contou com a presença do atividade agrícola do município, de barreiras, capina, varrição e E graças a Deus tivemos ótimos desde a invenção da escrita até secretário de Estado da Agricul- com participação de 32,85% no manutenção da sinalização, ga- resultados. Além de um belíssi- os dias atuais. Existiram vários tura, Ricardo Santos e demais Valor Bruto da Produção Agro- rantindo a trafegabilidade local. mo trabalho, os alunos demons- movimentos que fizeram revo- autoridades locais. O trecho a ser pecuária, seguida da olericultu- O programa visa também a traram nas apresentações que lução em todo o mundo e com asfaltado possui 1,98 quilômetro ra, com 30,26% e da produção aumentar o fluxo de visitantes conheceram não só as escolas suas cantigas, suas poesias e de extensão e a empresa contra- de produtos alimentares, como no meio rural e, com isso, dobrar que ficaram sob sua responsa- seus livros fascinaram milhares tada tem o prazo previsto para feijão e mandioca, com 10,40%. o número de propriedades aptas bilidade, mas toda a essência do de pessoas. a execução total dos serviços de ao agroturismo, uma atividade movimento literário do país”, Alguns deles são: Trovado- 180 dias. Novo Pedeag que gera milhares de empregos ressaltou a supervisora pedagó- rismo, Humanismo, Renasci- O novo asfalto, com sina- As estratégias de infraestru- diretos e uma renda adicional gica Luciana Paulo Miranda. mento, Classicismo, Quinhen- lização adequada, possibilita tura no meio rural, no que diz para os produtores rurais. Luciana informou ainda tismo, Barroco, Arcadismo, melhor escoamento da produ- respeito às estradas rurais, estão que o projeto oportunizou, por Romantismo, Realismo, Natu- ção agrícola da região, garante previstas no Novo Plano Estra- Municípios já beneficiados exemplo, a prática da produção ralismo, Parnasianismo, Sim- ao produtor mais agilidade no tégico de Desenvolvimento da pelo programa textual. “Este foi um trabalho bolismo, Pré-Modernismo, transporte e melhora a infra- Agricultura Capixaba (Novo Afonso Cláudio, Domingos interdisciplinar que envolveu Modernismo e Tendências Con- estrutura de acesso ao local. O Pedeag) para o período de 2007- Martins, Santa Maria de Jetibá, as matérias de Literatura, Lín- temporâneas. trecho também oferece uma via 2025. O documento delineia o Castelo, São Domingos do Nor- segura a todos os que desejam futuro desejável para a socieda- te, João Neiva, Santa Leopoldina, conhecer ou precisam passar de capixaba, com indicadores e Colatina, Guarapari, Viana, Do- pela comunidade. metas setoriais a serem alcança- res do Rio Preto, Conceição do das nas próximas duas décadas, Castelo, Iúna, Linhares, Mimoso Investimento e nas orientações de Governo do Sul, Ibitirama, Guaçuí, Ale- O Governo do Estado vai in- 2007/2010. gre, Irupi, Vila Valério, Muniz vestir aproximadamente R$ 116 Dentre as principais estra- Freire, Itapemirim, Jaguaré, Fun- milhões, por meio do Programa tégias estão: criar e implantar o dão, Ponto Belo, Cariacica, Santa Capixaba de Investimentos Pú- programa de Melhoria da Tra- Teresa, Mucurici, Boa Esperan- blicos e Empregos – 2009, para fegabilidade em Leito de Terra, ça, Aracruz, Apiacá, Cachoeiro o desenvolvimento da agricul- em parceria com os municípios, de Itapemirim, Marechal Floria- tura capixaba. As ações, que se- e articular com o Departamento no, Alfredo Chaves, Ecoporan- rão realizadas pela Seag, visam de Estradas e Rodagem do Esta- ga, Ibatiba, Itarana, Rio Bananal, o aumento de produtividade, do do Espírito Santo (DER-ES) São Gabriel da Palha, Anchieta, melhorias para o escoamento da e o Departamento Nacional de Bom Jesus do Norte, Ibiraçu, Je- produção e a qualidade de vida Infraestrutura de Transportes rônimo Monteiro, Pancas, Alto do homem do campo. O progra- (DNIT) a realização de investi- Rio Novo, Brejetuba, Vargem ma ‘Caminhos do Campo’ faz mentos prioritários em rodovias Alta, Rio Novo do Sul, São José parte das ações que serão con- que acelerem a integração regio- do Calçado e Sooretama.
  • 8. 8 IMPRENSA LIVRE Guarapari ES, setembro de 2009 / 2ª quinzena JOÃO NEIVA STª Mª DE JETIBÁ 1ª Corrida Rústica da cidade de Santa Maria de Jetibá realiza Seminário de Agroecologia e João Neiva Bio &Flores 2009 acordo com a atlética. classificação dos atletas no mas- culino e feminino Esta modalidade é dispu- tada desde o início do Século XIX. Na primeira Olimpíada 2 receberam o tro- da era Moderna, em 1896, em 0 & feu e medalha do Atenas, na Grécia, suas provas 1º ao 3º lugar e os foram as que obtiveram maior demais competi- dores receberam audiência. A atual federação internacional de atletismo é a 0 9 medalhas. Esti- IAAF e a confederação brasilei- veram presentes ra de atletismo é a CBAT. na entrega da O propósito deste artigo é premiação o Se- contar um pouco da história cretário de Ação de uma modalidade que se po- Sucursal Vitória Social, o Diretor pularizou muito: O Pedestria- Jacob e danças folclóricas, e do SAAE Tarcisio Morelato e o nismo (corridas de rua). Este Sucursal Vitória visitar os estandes com pro- N P o dia 07 de Setembro Vereador Juninho. surgiu na Inglaterra no século ioneiro na produção dutos orgânicos que serão ex- aconteceu a 1ª Corrida Organização: Sérgio Pereira XVIII onde se tornou bastan- orgânica e com forte postos por agricultores. rústica da cidade, o per- dos Santos te popular. Posteriormente, a tradição na produção Prestigiaram o evento agri- cusso foi da Barra do Triunfo Agadecimento pelo apoio modalidade expandiu-se para agrícola diversificada, o mu- cultores, empresários rurais, na localidade de Fortaleza com á Thecnocomp Informática, o resto da Europa e Estados nicípio de Santa Maria de técnicos, dirigentes de coope- chegada em frente a prefeitura. prefeitura Municipal de João Unidos. Já no final do século Jetibá sediou o Bio&Flores rativas e associações, institui- O inicio da corrida foi às 15hs, Neiva,Menso Gás e á Lora Pu- XIX as corridas de rua ganha- 2009 com foco na preserva- ções de ensino, consumidores foi um clima de euforia entre blicidade. ram impulso depois do grande ção e recuperação dos recur- e estudantes interessados no o público presente quando o sucesso da primeira Maratona sos naturais e o Seminário setor orgânico e flores. 1º colocado cruzou a linha de História da corrida de rua Olímpica popularizando-se de Agroecologia. Os eventos, chegada. Para falar de corrida não particularmente nos Estados que aconteceram nos dias Bio&Flores As premiações foram: podemos deixar de comentar Unidos. 13 e 20 de setembro, e foram O Bio&Flores é um even- * Trofeu do 1º ao 3º coloca- sobre o chamado esporte-base Depois, nas décadas de promovidos pela Secretaria to, em nível estadual, com a do masculino e feminino que, de maneira geral, corres- 60 e 70, aconteceu o “jogging de Estado da Agricultura, participação de agricultores, * Medalhas do 4º ao 5º colo- ponde a movimentos naturais boom” baseado na teoria do Abastecimento, Aquicultura e consumidores, técnicos e au- cado masculino do ser humano (correr, saltar, médico norte-americano Ken- Pesca (Seag) em parceria com toridades públicas, interessa- * Medalhas do 3º ao 7º colo- lançar), conhecido por Atletis- neth Cooper que difundiu seu a Prefeitura local e o Serviço dos em divulgar junto à so- cado feminino mo. famoso “Teste de Cooper”, a Brasileiro de Apoio às Micro e ciedade capixaba, resultados, * Medalha para o atleta A primeira competição es- partir de então, a prática da Pequenas Empresas (Sebrae- experiências, oportunidade mais idoso e idosa portiva de que se tem notícia modalidade cresceu de manei- ES). de negócios, também dificul- A classificação ficou da se- foi uma corrida, nos Jogos de ra sem precedentes na história. O Bio&Flores tem como dades, da produção orgânica guinte forma: 776 a.C., na cidade de Olímpia, Ainda nesta mesma época sur- objetivo fornecer informações de alimentos e produção de na Grécia, que deram origem às giram provas onde era permiti- e tecnologia aos produtores flores. Masculino Olimpíadas. A prova, chama- da a participação popular junto rurais, visando impulsionar As atividades desenvol- 1º Lugar - Joatan Gabidelli dos da pelos gregos de “stadium”, aos corredores de elite – cada os setores de flores e orgâ- vidas no evento estão direta- Santos grupo largando nos nicos, agregar valor às ativi- mente ligadas às questões de 2º Lugar - Sérgio Pereira respectivos pelotões. dades desenvolvidas e abrir sustentabilidade ambiental e dos Santos Atualmente as cor- oportunidades para novos ecológicas, além de se consti- 3º Lugar - Carlos H. Pereira ridas de rua são muito mercados. tuírem grande potencial eco- 4º Lugar - Bernardino Soa- populares em todo o Foram realizadas pales- nômico e indispensáveis para res mundo e praticadas tras sobre Agroecologia e a diversificação, o que é uma 5º Lugar - Sebastião Adil- em sua grande maio- Desafios para a sustentabili- característica muito impor- son Corrêa ria por atletas amado- dade Socioeconômica, Mata; tante para a agricultura fami- 6º Lugar - Valdevino Luiz res que buscam am- Atlântica e Produtos da Flo- liar da região serrana. dos Santos pliar sua qualidade de resta, Cenários e desafios 7º Lugar - Renan Pereira vida através da prática sócio-ambientais: dificulda- Conheça o Município 8º Lugar - Pedro Santana esportiva. des da percepção humana, Santa Maria de Jetibá está 9º Lugar - Reginaldo da Sil- Nos últimos anos o Avaliação de Conformidade a 879 metros de altitude, e seu va Salles fenômeno do “jogging Orgânica; Saúde e Alimentos ponto mais alto é a Pedra do 10º Lugar - José Messias de boom” parece ter to- Orgânicos; Eficiência Energé- Garrafão, com 1.450 metros, Almeida tinha cerca de 200 metros e o mado conta do Brasil. Aqui foi tica e Sequestro de Carbono e é considerado um dos mu- vencedor, Coroebus, é conside- registrado um grande aumento na Agricultura Orgânica, e nicípios mais frios do Estado. Feminino rado o primeiro campeão olím- do número de participantes na ainda sobre Oportunidades e A cidade bilíngue é conhecida 1º Lugar - Eliane dos Santos pico da história. provas de rua, como exemplo, Perspectivas para o Mercado por ser uma das mais pome- João Atualmente é um esporte os mais de 30 mil corredores de Flores no Espírito Santo. ranas do País. A base da eco- 2º Lugar - Suely Conceição dos com provas de pista (corridas), que participaram no ano 2001 Outras atrações do Bio& nomia do município é forma- Santos de campo(saltos e lançamen- das etapas do Circuito de Cor- Flores foram as mesas redon- da por hortifrutigranjeiros, e, 3º Lugar - Aldinéia Santana tos); provas combinadas como ridas Corpore Pão de Açúcar das que abordaram temas além disso, o município é um 4º Lugar - Elisângela Borges decatlo e heptatlo (que reúnem disputado em São Paulo. Sem como Mercado e Comerciali- dos maiores produtores de Gomes provas de pista e de campo), falar da tradicionalíssima Cor- zação para produtos agroeco- ovos do Brasil. 5º Lugar - Andressa Almeida o pedestrianismo (corridas de rida de São Silvestre que a cada lógicos/orgânicos e Políticas O município atrai visi- 6º Lugar - Dulcinéia B. de Al- rua,como a maratona), corridas ano se torna mais popular e Públicas, Incentivos e Tran- tantes pelos pontos turísti- meida em campo (cross country), cor- atrai mais corredores do mun- sição Agroecologica, oficinas cos como: o Horto Florestal, A premiação foi feita de ridas em montanha, e marcha do inteiro. de culinária com produtos or- uma reserva na comunida- gânicos e de arranjos florais. de de São Luis; Pomer Haus Jornal jornalimprensalivre@yahoo.com.br Além disso, os participantes poderão assistir a apresenta- Hotel, hotel com estilo típico das construções pomeranas; Imprensa Livre (27) 3262-7603 ções culturais como a do imi- a Pedra do Garrafão, dentre tador de pássaros Carlinhos outros.