SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 12
Baixar para ler offline

 A parotidite infecciosa, popularmente conhecida
como papeira ou caxumba, é uma doença de
transmissão respiratória, A caxumba é uma doença
causada pelo enterovirus, um tipo de vírus que
acomete caracteristicamente as glândulas parótidas,
que são as maiores das três glândulas salivares. É
uma doença da infância geralmente inócua, mas
pode causar alguns problemas no adulto.
Parotidite infecciosa

 Grupo: Grupo V ((-)ssRNA)
 Ordem: Mononegavirales
 Família: Paramyxoviridae
 Gênero: Rubulavirus
 Espécie: Vírus da parotidite
 É um vírus da família dos paramyxovirus, parente
do vírus do sarampo. O seu genoma é
de RNA simples, de. É envelopado, e de formato
esférico, muitas vezes filamentoso.
Sobre o vírus

 A transmissão é principalmente aérea, por meio de
gotículas de saliva do doente que possui o vírus.
 O vírus penetra pela boca e vai até à glândula
parótida onde se dá a multiplicação
primária, viremia e localização
nos testículos, ovários,
pâncreas, tireoide, cérebro, próstata, fígado, baço e ti
mo. A multiplicação também se pode dar
no epitélio superficial respiratório, viremia e
localização nas glândulas salivares e outros órgãos.
Progressão

 Inchaço doloroso das parótidas
 Febre,
 Dor de cabeça,
 Garganta inflamada,
 Perda do apetite,
 Náusea,
 Vômito,
 Dores nos testículos em 30% dos casos após a puberdade,
 Dor nos ovários em 5% dos casos.
Sintomas

 A vacina é altamente eficaz e raramente produz
efeitos colaterais. Caso todas sejam tomadas possui
97% de chance de proteger contra uma infecção
natural. Os anticorpos maternos protegem os filhos
durante os primeiros meses de vida.
 Adultos e adolescentes que nunca foram infectados
nem tomaram a vacina também devem ser
imunizados, especialmente mulheres que planejam
engravidar.
Prevenção

 O tratamento é predominantemente sintomático,
como analgésicos, antiinflamatórios e antitérmicos.
Tanto bolsas de água quente como fria nas áreas
inchadas podem amenizar a dor. Uma dieta com
alimentos macios e muita água e sucos naturais que
não sejam ácidos é recomendada. Alimentos ácidos
podem piorar a dor.
 A criança não precisa ficar na cama, mas deve
conservar suas energias e não deve frequentar
ambientes com muitas pessoas por se tratar de uma
doença viral altamente contagiosa.
Tratamento

 O vírus é encontrado em todo o mundo e é endêmico
no final do inverno até o início da primavera.
Distribuição Geográfica

 Entre 20 e 30% das infecções pelos vírus da caxumba são assintomáticas ou
mesmo que as glândulas salivares inflamem não é muito visível.
 Ocasionalmente em adultos ou adolescentes, quando tratada de forma
equivocada ou displicente, pode comprometer o sistema nervoso central
e testículos, raramente resultando em surdez e esterilidade. Raramente
ocorrem essas complicações em crianças, sendo que esterilidade só ocorre
em indivíduos do sexo masculino durante ou após a puberdade, logo
nunca em crianças.
 A pessoa que já teve caxumba uma vez na vida, já está imunizado para a
vida toda. A não ser que tenha desenvolvido apenas de um lado do
pescoço. Neste caso, poderá desenvolver futuramente, caso tenha
novamente contato com o vírus novamente, do outro lado do pescoço.
Curiosidades
Caxumba: causas, sintomas e tratamento da parotidite infecciosa
Caxumba: causas, sintomas e tratamento da parotidite infecciosa
Caxumba: causas, sintomas e tratamento da parotidite infecciosa
Caxumba: causas, sintomas e tratamento da parotidite infecciosa

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Herpes simples travbalho slide modificado
Herpes simples travbalho slide modificadoHerpes simples travbalho slide modificado
Herpes simples travbalho slide modificado
 
Slides rubéola
Slides rubéolaSlides rubéola
Slides rubéola
 
Slide sarampo
Slide sarampoSlide sarampo
Slide sarampo
 
Sarampo aula
Sarampo aulaSarampo aula
Sarampo aula
 
Rubéola
RubéolaRubéola
Rubéola
 
Leptospirose
LeptospiroseLeptospirose
Leptospirose
 
Sarampo
Sarampo Sarampo
Sarampo
 
Doenças Sexualmente Transmissiveis (DST)
Doenças Sexualmente Transmissiveis (DST)Doenças Sexualmente Transmissiveis (DST)
Doenças Sexualmente Transmissiveis (DST)
 
Catapora
CataporaCatapora
Catapora
 
Vírus do papiloma humano
Vírus do papiloma humanoVírus do papiloma humano
Vírus do papiloma humano
 
HPV
HPVHPV
HPV
 
DOENÇAS CAUSADAS POR MOSCAS
DOENÇAS CAUSADAS POR MOSCASDOENÇAS CAUSADAS POR MOSCAS
DOENÇAS CAUSADAS POR MOSCAS
 
Quais são as ist's
Quais são as ist'sQuais são as ist's
Quais são as ist's
 
Aula de Parasitologia do dia: 01.09.2016
Aula de Parasitologia do dia: 01.09.2016Aula de Parasitologia do dia: 01.09.2016
Aula de Parasitologia do dia: 01.09.2016
 
Febre Amarela - Saúde Coletiva II
Febre Amarela - Saúde Coletiva IIFebre Amarela - Saúde Coletiva II
Febre Amarela - Saúde Coletiva II
 
Varicela
VaricelaVaricela
Varicela
 
Epidemiologia da Rubéola e do Sarampo
Epidemiologia da Rubéola e do SarampoEpidemiologia da Rubéola e do Sarampo
Epidemiologia da Rubéola e do Sarampo
 
Sarampo
Sarampo Sarampo
Sarampo
 
Dsts herpes
Dsts herpesDsts herpes
Dsts herpes
 
Saúde coletiva - Caxumba (Parotidite infecciosa)
Saúde coletiva - Caxumba (Parotidite infecciosa)Saúde coletiva - Caxumba (Parotidite infecciosa)
Saúde coletiva - Caxumba (Parotidite infecciosa)
 

Destaque (20)

Caxumba
CaxumbaCaxumba
Caxumba
 
Trabalho Caxumba Slaides
Trabalho Caxumba SlaidesTrabalho Caxumba Slaides
Trabalho Caxumba Slaides
 
Caxumba
CaxumbaCaxumba
Caxumba
 
Caxumba
CaxumbaCaxumba
Caxumba
 
O que é caxumba
O que é caxumbaO que é caxumba
O que é caxumba
 
Cachumba
CachumbaCachumba
Cachumba
 
Parotidite Epidémica
Parotidite Epidémica Parotidite Epidémica
Parotidite Epidémica
 
CÓLERA, CAXUMBA, HEPATITE B E HEPATITE C
CÓLERA, CAXUMBA, HEPATITE B E HEPATITE CCÓLERA, CAXUMBA, HEPATITE B E HEPATITE C
CÓLERA, CAXUMBA, HEPATITE B E HEPATITE C
 
Poliomielite
Poliomielite Poliomielite
Poliomielite
 
Sarampo e catapora
Sarampo e cataporaSarampo e catapora
Sarampo e catapora
 
Hepatite
HepatiteHepatite
Hepatite
 
Sarampo
SarampoSarampo
Sarampo
 
Hepatites Virais
Hepatites ViraisHepatites Virais
Hepatites Virais
 
Hepatites a, b e c
Hepatites a, b e cHepatites a, b e c
Hepatites a, b e c
 
Orquite viral power point
Orquite viral power pointOrquite viral power point
Orquite viral power point
 
Parotidite Epidémica
Parotidite EpidémicaParotidite Epidémica
Parotidite Epidémica
 
Daniela
DanielaDaniela
Daniela
 
Inserir Imagem no Power Point
Inserir Imagem no Power PointInserir Imagem no Power Point
Inserir Imagem no Power Point
 
A poliomielite
A poliomieliteA poliomielite
A poliomielite
 
Organização e Reprodução dos Vírus
Organização e Reprodução dos VírusOrganização e Reprodução dos Vírus
Organização e Reprodução dos Vírus
 

Semelhante a Caxumba: causas, sintomas e tratamento da parotidite infecciosa

Semelhante a Caxumba: causas, sintomas e tratamento da parotidite infecciosa (20)

Virologia
VirologiaVirologia
Virologia
 
Feira da cultura
Feira da culturaFeira da cultura
Feira da cultura
 
OBJECTIVOS DO PAV-TOE-4.pptx
OBJECTIVOS DO PAV-TOE-4.pptxOBJECTIVOS DO PAV-TOE-4.pptx
OBJECTIVOS DO PAV-TOE-4.pptx
 
Vírus 7º ano ab
Vírus 7º ano abVírus 7º ano ab
Vírus 7º ano ab
 
Doencas em geral
Doencas em geralDoencas em geral
Doencas em geral
 
Doenças Causadas por vírus...
Doenças Causadas por vírus...Doenças Causadas por vírus...
Doenças Causadas por vírus...
 
O que é gastroenterite viral
O que é gastroenterite viralO que é gastroenterite viral
O que é gastroenterite viral
 
Doencas emergentes e reemergentes 2008-novo
Doencas emergentes e reemergentes 2008-novoDoencas emergentes e reemergentes 2008-novo
Doencas emergentes e reemergentes 2008-novo
 
Paramixovírus
Paramixovírus Paramixovírus
Paramixovírus
 
Viroses e vacinas - aula.pptx
Viroses e vacinas - aula.pptxViroses e vacinas - aula.pptx
Viroses e vacinas - aula.pptx
 
Teníase e malária
Teníase e maláriaTeníase e malária
Teníase e malária
 
Cuidados basicos de higiene
Cuidados basicos de higieneCuidados basicos de higiene
Cuidados basicos de higiene
 
Aspectos gerais e características da Doença de Chagas
Aspectos gerais e características da Doença de ChagasAspectos gerais e características da Doença de Chagas
Aspectos gerais e características da Doença de Chagas
 
saude publica.pdf
saude publica.pdfsaude publica.pdf
saude publica.pdf
 
Helmintos-2014.pdf
Helmintos-2014.pdfHelmintos-2014.pdf
Helmintos-2014.pdf
 
HPV na laringe
HPV na laringeHPV na laringe
HPV na laringe
 
Sarampo parasitologia
Sarampo parasitologiaSarampo parasitologia
Sarampo parasitologia
 
Rubéola descrição
Rubéola descriçãoRubéola descrição
Rubéola descrição
 
Doenças Causadas por Vírus
Doenças Causadas por VírusDoenças Causadas por Vírus
Doenças Causadas por Vírus
 
Doenças infeciosas
Doenças infeciosas Doenças infeciosas
Doenças infeciosas
 

Caxumba: causas, sintomas e tratamento da parotidite infecciosa

  • 1.   A parotidite infecciosa, popularmente conhecida como papeira ou caxumba, é uma doença de transmissão respiratória, A caxumba é uma doença causada pelo enterovirus, um tipo de vírus que acomete caracteristicamente as glândulas parótidas, que são as maiores das três glândulas salivares. É uma doença da infância geralmente inócua, mas pode causar alguns problemas no adulto. Parotidite infecciosa
  • 2.   Grupo: Grupo V ((-)ssRNA)  Ordem: Mononegavirales  Família: Paramyxoviridae  Gênero: Rubulavirus  Espécie: Vírus da parotidite  É um vírus da família dos paramyxovirus, parente do vírus do sarampo. O seu genoma é de RNA simples, de. É envelopado, e de formato esférico, muitas vezes filamentoso. Sobre o vírus
  • 3.   A transmissão é principalmente aérea, por meio de gotículas de saliva do doente que possui o vírus.  O vírus penetra pela boca e vai até à glândula parótida onde se dá a multiplicação primária, viremia e localização nos testículos, ovários, pâncreas, tireoide, cérebro, próstata, fígado, baço e ti mo. A multiplicação também se pode dar no epitélio superficial respiratório, viremia e localização nas glândulas salivares e outros órgãos. Progressão
  • 4.   Inchaço doloroso das parótidas  Febre,  Dor de cabeça,  Garganta inflamada,  Perda do apetite,  Náusea,  Vômito,  Dores nos testículos em 30% dos casos após a puberdade,  Dor nos ovários em 5% dos casos. Sintomas
  • 5.   A vacina é altamente eficaz e raramente produz efeitos colaterais. Caso todas sejam tomadas possui 97% de chance de proteger contra uma infecção natural. Os anticorpos maternos protegem os filhos durante os primeiros meses de vida.  Adultos e adolescentes que nunca foram infectados nem tomaram a vacina também devem ser imunizados, especialmente mulheres que planejam engravidar. Prevenção
  • 6.   O tratamento é predominantemente sintomático, como analgésicos, antiinflamatórios e antitérmicos. Tanto bolsas de água quente como fria nas áreas inchadas podem amenizar a dor. Uma dieta com alimentos macios e muita água e sucos naturais que não sejam ácidos é recomendada. Alimentos ácidos podem piorar a dor.  A criança não precisa ficar na cama, mas deve conservar suas energias e não deve frequentar ambientes com muitas pessoas por se tratar de uma doença viral altamente contagiosa. Tratamento
  • 7.   O vírus é encontrado em todo o mundo e é endêmico no final do inverno até o início da primavera. Distribuição Geográfica
  • 8.   Entre 20 e 30% das infecções pelos vírus da caxumba são assintomáticas ou mesmo que as glândulas salivares inflamem não é muito visível.  Ocasionalmente em adultos ou adolescentes, quando tratada de forma equivocada ou displicente, pode comprometer o sistema nervoso central e testículos, raramente resultando em surdez e esterilidade. Raramente ocorrem essas complicações em crianças, sendo que esterilidade só ocorre em indivíduos do sexo masculino durante ou após a puberdade, logo nunca em crianças.  A pessoa que já teve caxumba uma vez na vida, já está imunizado para a vida toda. A não ser que tenha desenvolvido apenas de um lado do pescoço. Neste caso, poderá desenvolver futuramente, caso tenha novamente contato com o vírus novamente, do outro lado do pescoço. Curiosidades