Termas Romanas

959 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
959
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
10
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Termas Romanas

  1. 1.
  2. 2.  <br />Termas Romanas<br />Termas é um vocábulo que provem do latim "Thermae" que para os romanos designava os banhos públicos, mas esta iniciativa foi dos Caldeus, uma tribo que viveu no litoral do Golfo Pérsico.<br />Os banhos podiam ter diversas finalidades, entre as quais a higiene corporal e a terapia pela água com propriedades medicinais. <br />No seu principio, termas, referia-se aos banhos quentes, privados e de uma grande simplicidade a nível decorativo.<br />Com a evolução passaram a estender-se ao povo, ser de maior dimensão e muito mais decoradas com mosaicos, ornadas por estátuas e painéis. <br />As termas estavam dotadas de bibliotecas, locais para comer, salas onde declamavam teóricos e poetas, estádios para corridas, jardins, ginásios, etc…<br />
  3. 3. Antes de se banhar nas ditas águas quentes o indivíduo devia começar por besuntar o corpo com óleos e praticar algum exercício físico à sua escolha, em seguida entrava numa sala previamente aquecida, o sudatorium, onde transpirava abundantemente e passava então ao caldarium, onde se lavava e retirava os restos de óleo. Depois de uma curta passagem pelo tepidarium, mergulhava na piscina do frigidarium, cuja água fria lhe revigorava o corpo, sendo em seguida massajado e untado de óleos aromáticos.<br />
  4. 4. Esta é ainda a prática dos célebres banhos turcos.<br />Assim,as termas romanas eram, normalmente, constituídas por várias salas:<br /> Apodyterium- vestiário<br /> Tepidarium- banhos tépidos<br />Praefurnium- local das fornalhas que aqueciam a água e o ar.<br /> Caldarium- banhos de água quente<br /> Palaestra frigidarium- banhos de água fria<br /> Sudatorium- era uma espécie de sauna.<br />caldarium<br />
  5. 5.
  6. 6. O apodyterium era o vestiário, onde os cidadãos guardavam as suas roupas e pertences enquanto tomavam o seu banho. Era constituído por um quarto com compartimentos e estantes.<br />
  7. 7. Para os cidadãos desfrutarem dos prazeres do banho, havia escravos particulares ou funcionários das termas que cuidavam dos pertences de cada um. Um exemplo disto está inserido num manual romano que ensinava os jovens da nobreza a lembrar aos escravos para não adormecerem, pois as suas coisas podiam ser roubadas.<br />
  8. 8. Os homens livres ricos livres e as suas mulheres, numa forma de exibir as suas posições sociais, levavam muitos escravos até às termas. Estes escravos levavam toda uma parafernália de banho: sandálias, toalhas de linho, óleos perfumados, perfume, esponjas, acessórios e artigos de vestuário…<br />Em geral, as manhãs eram reservadas às mulheres e as tardes aos homens. <br />
  9. 9. As termas romanas tinham um sistema de canalização invejável. Todas as descobertas arqueológicas mostraram que os sistemas de canalização romanos estão em óptimas condições. Como já foi dito haviam banhos frios, mornos e quentes o que mostra uma grande evolução, perícia e funcionalidade do povo romano.<br />
  10. 10. As termas romanas mais antigas de que há conhecimento datam o séc. V a.C. em Delos e Olímpia, embora as mais conhecidas sejam as de Caracala.<br />Outras termas em Itália:<br /> Termas de Diocleciano<br /> Termas de Nero<br />Termas de Tito<br />Termas de Trajano<br />Caracala<br />Carolina; Catarina; Lúcia; Mafalda - 10º L<br />

×