UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO | Escola de Comunicações e Artes | Publicidade e Mercado                    Laise Guedes | Orien...
OBJETIVO Compreender a essência e o fenômeno  atual da arte urbana da cidade de São    Paulo e como as empresas tem seapro...
STREET ART, ARTE URBANA OU PÓS GRAFFITI? “Arte de rua é todo trabalho anônimo (incluindo, mas não limitando ao graffiti,si...
SÃO PAULO: DOS PIXOS À STREET ART INTERNACIONAL                    •                     Intimamente ligada a questões soc...
ARTE DE RUA x PUBLICIDADE         Relação de paradoxo e complemento "Trata-se, para a arte, de se reapropriar do     espaç...
TEORIA DA AÇÃO COMUNICATIVA.    “(...) tanto muros pintados como grafites, nasceram após a repressão das grandes       rev...
ESTUDOS DE CASO                                                     Red Bull                                              ...
ESTUDOS DE CASO | RED BULL      A Red Bull foi fundada em 1984 na Austria e foi lançada no Brasil em 1998       O grande d...
ESTUDOS DE CASO | SPOLETO      A empresa de fast food de culinária italiana SPOLETO foi fundada em 1999Desde a sua fundaçã...
CONCLUSÃO Empresas oferecem e proporcionam experiências aos seus consumidores e adotam                      estratégias qu...
OBRIGADA!
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A arte de rua paulistana e as estrategias de marcas 1

450 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

A arte de rua paulistana e as estrategias de marcas 1

  1. 1. UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO | Escola de Comunicações e Artes | Publicidade e Mercado Laise Guedes | Orientador: Emerson Nascimento
  2. 2. OBJETIVO Compreender a essência e o fenômeno atual da arte urbana da cidade de São Paulo e como as empresas tem seapropriado de sua estética e da linguagem para potenciar a sua comunicação e suas marcas. Foram analisados produtos,publicidade eposicionamento de cinco marcas: Red Bull, Spoleto, Telefônica|Vivo, Havainas e General Eletrics, com destaque para as duas primeiras. Mais amor por favor: a arte de rua paulistana e as estratégias de marcas
  3. 3. STREET ART, ARTE URBANA OU PÓS GRAFFITI? “Arte de rua é todo trabalho anônimo (incluindo, mas não limitando ao graffiti,sinalização, performance, adições e decorações) anexado a um espaço público, com o propósito distinto de afetar o mundo de uma forma criativa ou que provoque o pensamento.” (Keri Smith) X GRAFFITI ARTE DE RUA • Brooklin • Linguagem de massa • Linguagem universal • Estilo local e padronizada • Reflete e é refletida pelo seu ambiente • Estilo global STÊNCIL | LAMBE-LAMBE | STICKER | INTERVENÇÃO | FLASH MOB Mais amor por favor: a arte de rua paulistana e as estratégias de marcas
  4. 4. SÃO PAULO: DOS PIXOS À STREET ART INTERNACIONAL • Intimamente ligada a questões sociais e políticas, inicialmente na década de 70, e suas origens remetem à pichação. (...) devido a fatores econômicos, os grafiteiros no Brasil começaram a trabalhar inicialmente com tinta acrílica, ao invés de tinta spray; some isso o fato de que em muitos lugares do Brasil é possível fazer graffiti nas ruas durante o dia. Todos esses aspectos resultaram em uma sensibilidade visual vibrante e original. (Lewisohn, 2010) Artistas populares: Os Gêmeos, Kobra, Binho Ribeiro, Chivitz,etc Prefeitura e Lei Cidade Limpa x artistas de rua Mais amor por favor: a arte de rua paulistana e as estratégias de marcas
  5. 5. ARTE DE RUA x PUBLICIDADE Relação de paradoxo e complemento "Trata-se, para a arte, de se reapropriar do espaço público, da cidade, enquanto a propaganda trata de comprá-lo". (CARIELLO. R, Publicidade usa estratégias de "arte de rua" e artistas "revidam". Folha de S. Paulo, 3 de julho, 2006. Folha Ilustrada). Divisão de pensamento entre grafiteiros Mais amor por favor: a arte de rua paulistana e as estratégias de marcas
  6. 6. TEORIA DA AÇÃO COMUNICATIVA. “(...) tanto muros pintados como grafites, nasceram após a repressão das grandes revoltas urbanas de 66/70. Trata-se de uma ofensiva tão "selvagem" quanto as revoltas, mas de um outro tipo, uma ofensiva que mudou de conteúdo e de terreno. Estamos face a um novo tipo de intervenção na cidade, não mais como lugar do poder econômico e político, mas sim como espaço/tempo do poder terrorista dos mídia, dos signos e da cultura dominante.” (BAUDRILLARD, 1976) O que for produzido, ainda que em escala industrial e divulgado, mesmo que em meios de comunicação de massa, se tratar de algo de qualidade e boa cultura, por sua vez não poderá ser considerado produto de alienação e, dessa forma, a Indústria Cultural terá afetado a sociedade positivamente. Mais amor por favor: a arte de rua paulistana e as estratégias de marcas
  7. 7. ESTUDOS DE CASO Red Bull SpoletoMais amor por favor: a arte de rua paulistana e as estratégias de marcas
  8. 8. ESTUDOS DE CASO | RED BULL A Red Bull foi fundada em 1984 na Austria e foi lançada no Brasil em 1998 O grande diferencial da empresa está em seu posicionamento de marca e em sua comunicação.2011: lançamento da ferramenta Red Bull Street Art View, em parceria com a Loducca.Define sua personalidade como ousada, criativa, livre e aventureira– identificando-se,assim, fortemente com o espírito da arte de rua e com o público que simpatiza com ela No primeiro mês: o website teve mais de 300 mil visitas 5 mil citações no twitter 18 mil compartilhamentos no Facebok Conquistou o Leão de Prata na categoria Cyber Lions no Cannes Lions Festival 2011 - única representante brasileira na categoria Mais amor por favor: a arte de rua paulistana e as estratégias de marcas
  9. 9. ESTUDOS DE CASO | SPOLETO A empresa de fast food de culinária italiana SPOLETO foi fundada em 1999Desde a sua fundação, a rede sempre manteve forte presença com ações promocionais no ponto de venda e em veículos de massa 2010: lançamento lançou do projeto cultural “Arte Urbana”, com coleções de copos e pratos estilizados com graffiti Clientes não tem contato com a experiência da Arte Urbana e Consomem o produto pela posse estética A campanha publicitária ganhou o Prêmio Colunistas Propaganda Rio 2011, na categoria Varejo de Pequeno e Médio Porte A rede teve incremento de 10% nas vendas somente nos primeiros 50 dias Mais amor por favor: a arte de rua paulistana e as estratégias de marcas
  10. 10. CONCLUSÃO Empresas oferecem e proporcionam experiências aos seus consumidores e adotam estratégias que privilegiam a emoção Para algumas empresas, sua missão e seus valores se identificam com os da arte urbana, enquanto para outras, mais tradicionais, tal estratégia foi uma forma dereposicionamento, em busca de um rejuvenescimento da marca ou simplesmente com o objetivo de aumentar a afinidade com um público mais urbano.Tendência de saturação da linguagem e desgaste da imagem da arte de rua, utilizada massivamente. Relação,no geral, positiva: as marcas conseguem captar o seu mercado-alvo e os consumidores vêem as suas necessidades de autenticidade e espírito alternativo satisfeitas. Mais amor por favor: a arte de rua paulistana e as estratégias de marcas
  11. 11. OBRIGADA!

×