ECONOMIA CRIATIVA E COLABORATIVA: Desenvolvimento local com prosperidade para todos.

434 visualizações

Publicada em

Palestra realizada em Santa Maria do Jetibá (ES), 18 de junho de 2013.

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
434
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

ECONOMIA CRIATIVA E COLABORATIVA: Desenvolvimento local com prosperidade para todos.

  1. 1. Lala DeheinzelinEnthusiasmo Culturalwww.laladeheinzelin.comwww.criefuturos.comECONOMIA CRIATIVA E COLABORATIVADesenvolvimento local com prosperidade para todosSanta Maria do Jetibá, 18 de junho, 2013
  2. 2. Artes cênicasTVComunicaçãoCorporativaGovernosDesenvolvimentoLocalCooperaçãoInternacionalDesenvolvimentoSustentávelTerceiro SetorONGsEmpreendedorismo Estudos de FuturoCriatividade e CulturaEspecialista em Economia Criativa, Sustentabilidade e FuturosSustentabilidadeCultura de RedeBiologia eHistóriaFUTURO
  3. 3. Por que falamos de futuro ?O presente é fruto dos sonhos ecultura do passadoLala Deheinzelin , 2012
  4. 4. São dezenas deimagensque sonharam astecnologias atuaisFlash Gordon1937Lala Deheinzelin , 2012
  5. 5. Imaginamos internet, skype , antenas , mega cidades1921-EUA
  6. 6. Computadores individuais na sala de aula + manutenção do esquema escolar tradicionalMudam os produtos… Mas não mudam os processosLala Deheinzelin , 2012
  7. 7. Lala DeheinzelinSIMULAÇÃO DE FUTURO A VIDA EM 2042Download em www.criefuturos.com.br
  8. 8. Por que falamos de futuro ?Um outro mundo é possível!!Lala Deheinzelin , 2012
  9. 9. “Um problema não pode ser solucionadopela mesma mente que o criou.”Albert EinsteinNecessitamos outros modelos...Outro jeito de enxergar …Lala Deheinzelin
  10. 10. Século XIX – Londres, fraldas para cavalos?Século XX – Carros substituem cavalos ...Século XXI – É importante evitar “fraldas de cavalos”,evitar trabalhar com premissas do passado...Lala Deheinzelin , 2012
  11. 11. Tirar o óculos que só enxerga escassez eproblemas.Colocar o óculos que enxerga abundância esolucões.COMO?
  12. 12. TECHNO –NATURALBio DiversidadeTANGÍVEL“HARDWARE”VISÃO SISTÊMICASÓCIOCULTURALDiversidade CulturalINTANGÍVEL“SOFTWARE”
  13. 13. “ Eu apenas vejo o que está ali mas ainda não foi percebido”Peter Drucker, futurista
  14. 14. Marcas mais valiosas lidam comintangíveisSÉCULO XXIO INTANGÍVEL VALE MAIS QUE O TANGÍVEL75% DO VALOR DE UM PRODUTO ESTÁ EM SEUS INTANGÍVEISLadislaw DowborLala DeheinzelinANDIROBA: O ÓLEO ( árvore /tangível + inteligência/intangível)VALE MAIS QUE A MADEIRA (tangível)
  15. 15. ERA INDUSTRIAL – Recursos naturais, infraestruturaTangível = FinitoCONSUMIDOS COM O USOCOMPETIÇÃOEconomia Criativa, Novas Tecnologias + ColaboraçãoIntangível = InfinitoMULTIPLICADOS COM O USOCOLABORAÇÃOMudança de EraLala Deheinzelin
  16. 16. Era Industrial - Recursos naturais, infraestruturaTangível = FinitoEconomia da EscassezCRESCIMENTO LINEAR - 5 + 5 = 1030 passos= 30 metrosEconomia Criativa, Novas Tecnologias + ColaboraçãoIntangível = InfinitoEconomia da AbundânciaCRESCE EXPONENCIAL - 5x5x5x5x5= 3.12530 passos= 26 voltas no planetaLala Deheinzelin
  17. 17. Fonte “Global technological change - from hard technology to soft technology”Beijing Academy of Soft Technology(BAST) http://www.soft-technology.orgFigura 1- PIB da China (1952-2008)
  18. 18. AIRBNB maior “hotel” do mundoSistema on line que torna acessíveis quartos na casa das pessoasNão construiu nada, não tem funcionários, não gasta commestrutura pois usa as redes sociais.MATÉRIA PRIMA: INTELIGÊNCIA + TECNOLOGIA + COLABORAÇÃO
  19. 19. Por que falamos de futuro ?Ciclo virtuoso de uma Economia daAbundânciaLala Deheinzelin , 2012
  20. 20. MÉTRICAS ERIQUEZAMULTIDIMENSIONALNOVASTECNOLOGIASPATRIMÔNIOSINTANGÍVEIStornam-se visíveis eoperacionais graças aintangíveis + novastecnologias resultam emchave: ampliarconceito eindicadores deriquezaPROCESSOSCOLABORATIVOCICLOVIRTUOSO DAABUNDÂNCIA
  21. 21. D sócio culturalPATRIMÔNIOSINTANGÍVEISDiversidade CulturalExperiênciaAtivos IntangíveisCICLOVIRTUOSO DAABUNDÂNCIA
  22. 22. Reserva de valorTANGÍVELEx: Poço de petróleoMinas de minérioTerrasRiqueza equalidade devidaEconomia TradicionalReserva de valorINTANGÍVELDiversidade culturalConhecimentoExperiênciasRiqueza equalidade devidaEconomia Criativaidentificado e acessívelprocesso adiciona valoridentificado e acessívelprocesso adiciona valor
  23. 23. Economia Criativa: ciclo de geração de valorUNE VÁRIAS ÁREASProduto$+Design+MarketingProduto2$Produto4$+ComunicaçãoProduto8 $+DistribuidorECONOMIA CRIATIVA SÓ É POSSÍVELATRAVÉS DE AÇÃO INTEGRADAESTA É A SUA NATUREZA
  24. 24. HistóricoSurge na Austrália, mas desenvolve-se no Reino Unido1997- Tony Blair, crescer como?• Concebido por força Tarefa Multisetorial:Governo + Empresas + Criadores• Adotado por outros países,• Incipiente na América Latina e África ( que temenorme patrimônio cultural e natural...)• Cidades Criativas: Barcelona: quase 25% do PIB• Brasil:• 2004, UNCTAD XI – traz para o centro da discussão• 2005 – Início das discussões e atividades ( SU-SSC)Lala Deheinzelin
  25. 25. INDÚSTRIA CRIATIVAArtes + Indústria Conteúdo + Serviços CriativosCIDADES E TERRITÓRIOS CRIATIVOS(abordagem territorial )ARTES(o que chamamos “cultura”)ECONOMIA CRIATIVAEconomia cujo valor é criado a partir de recursos intangíveisÉ uma chave para todo tipo de atividadeLala Deheinzelin
  26. 26. De Cartel da droga à Cidade +Inovadora domundo?40 % orçamento em educação e culturaMEDELLÍN COLOMBIA
  27. 27. Valor agregado por intangíveisMatéria Prima :Grão de Café : US$ 0, 1Produto:Pó de Café:US$ 0, 3A qualidade Da EXPERIÊNCIAmuda o valorServiço:Na lanchonete: US$ 1Experiência:No restaurante 5 * : US$ 5No Café Florian, Praça São Marcos, Veneza: US$ 15Diversidade é a chave .
  28. 28. Barbacena, Minas GeraisCidade estigmatizada por ter um enorme manicômioTRANSFORMAR PROBLEMAS EM SOLUÇÕESLala Deheinzelin , 2012
  29. 29. Produtos e Serviços hoje: experiênciasLala Deheinzelin , 2011
  30. 30. RESULTADOS DAS OFICINAS○ 233 FESTAS POPULARES ESPALHADASPELAS SEIS REGIÕES DO ESTADO, EM 40MUNICÍPIOS TRABALHADOS○ 83 PATRIMÔNIOS CULTURAIS; ENTREMUITOS OUTROS232 pessoas participaram das oficinas
  31. 31. Economia Criativa+ Colaborativa – IntangíveisRECURSOS QUE SE RENOVAM EMULTIPLICAM COM O USOTem maior Potencial de Ativação, dinamizam o entornoResultados Financeiros + Ambiental ,Social, CulturalPRIORIDADE ESTRATÉGICAECHAVE PARA A SUSTENTABILIDADELala Deheinzelin
  32. 32. • Onde/como sou diverso, único? (Semformação definida)• Qual meu propósito ? ( Cuido de quê?)• Que tipo de experiência diversapropicío?• Eu conto a história dos meus produtos?• Quais são as minhas características oude minha comunidade? Intuitivo,criativo, colaborativo, diverso,divertido, confiável, etc, etcLala DeheinzelinPilar 1 – INTANGÍVEIS
  33. 33. D tecno - naturalNOVAS TECNOLOGIASMundos virtuaisExcedente CognitivoDistribuídoD sócio culturalPATRIMÔNIOSINTANGÍVEISDiversidade CulturalExperiênciaAtivos Intangíveistornam-se visíveis eoperacionais graças aCICLOVIRTUOSO DAABUNDÂNCIA
  34. 34. Para localizar-se são necessárias DUAS coordenadasTangível e IntangívelÓCULOS 2D:hardware/estrutura + software/processoLala Deheinzelin
  35. 35. Novas tecnologiasnos ensinam quetodo hardwaredepende desoftwares
  36. 36. Tangível o “hardware”:Novas instalações,estradas, etc.BID: 97% investimentosE o “software” ?Gestão, Educação, TICs,empreendedorismo?BID : 3% dos investimentosBrasil: Copa do Mundoe OlimpíadasLala Deheinzelin , 2012
  37. 37. Tangível,o “hardware”:O FOGÃOOS ALIMENTOS“software”AS HISTÓRIASAS RECEITASCOZINHALala Deheinzelin ,
  38. 38. Intangível/“Software”IMIGRANTESCAPITAL SOCIAL E CULTURAL ,“ao som da concertina”RIQUEZASTangível/“Hardware”VALESRIOS“ a fonte cristalina”Lala DeheinzelinSementeCultura – cultivoCultura- social
  39. 39. Inventar mídiassustentáveisJornal Cultural emSaco de pão• Otimiza recursos• Cria novos veículos• Gera novos públicosLala Deheinzelin , 2012
  40. 40. Intangível/“Software”História, modos de vida,Cultura, criatividade,religioso, gastronômicoTipo de TurismoTangível/“Hardware”Praia, montanha,ecoturismo,monumentosLala Deheinzelin
  41. 41. IntangívelEIXO QUALIFICAÇÃO EGESTÃOEIXO PROMOÇÃO EMARKETINGSoftware/ProcessualTangívelEIXOINFRAESTRUTURAHardware/EstruturalLala DeheinzelinFomento ao Turismo
  42. 42. Ex:Transparência Hacker e CruzalinhasLala Deheinzelin , 2012
  43. 43. Ex:Transparência Hacker e CruzalinhasLala Deheinzelin , 2012
  44. 44. www.meshing.itNegócios Mesh = TramaDo ter, ao usarArvores de Natal, Casas em FériasUso compartilhado de automóveisLala Deheinzelin , 2012
  45. 45. Intangível/“Software”Criar processos quesomem o tempo e oconhecimento disponíveispara aproveitar melhor oque existe.Do ter ao usarTangível/“Hardware”Mapear espaços,equipamentos,matérias primasexistentesLala Deheinzelin
  46. 46. • Prioridade 1: Digital, Internet e telefonia• Minha comunidade está na internet,mostrando suas características, sendovisível e atraente ?• Estou aproveitando as oportunidades detrabalhar à distância?• Possível trabalhar sem estrutura, móvel,sem fronteiras• Identificar e combinar recursos entrehardwares/ estruturas e softwares/conhecimentoLala DeheinzelinPilar 2 – tecnologias de comunicação e informação,Internet, computador, rádio
  47. 47. D tecno - naturalNOVAS TECNOLOGIASMundos virtuaisExcedente CognitivoDistribuídoD sócio culturalPATRIMÔNIOSINTANGÍVEISDiversidade CulturalExperiênciaAtivos Intangíveistornam-se visíveis eoperacionais graças aintangíveis + novastecnologias resultam emD sócio-políticoCOLABORATIVODo Ter ao CompartilharNovos modelos denegócios e organizaçãohumanaCICLOVIRTUOSO DAABUNDÂNCIA
  48. 48. Financiamento Colaborativo – cada um que acredita na ideiaapóia com o quanto podewww.catarse.com.br www.vaquinha.com.br www.benfeitoria.com.br
  49. 49. VIA MAGIA ( Bahia, Forum Cultural Mundial)Centro de Desenvolvimento de CapacidadesA ampliação do conceito de patrimônio muda anoção de riqueza e pobrezaExemplos:• Enciclopédia da Cidade: livros didáticos criados a partir dopatrimônio cultural dos bairros• Resort “aberto”: turismo criativo, turismo solidárioLala Deheinzelin , 2011
  50. 50. SOLE – Self Organized Learning EnvironementsCabo Verde – 1% Diaspora como tutores, 1 h/semana= 3000 anos letivos
  51. 51. Carro ultra veloz e seguro, que faz 100 milhas por litro,criado em 3 meses por 8 pessoas de quatro paísesdiferentesPode ser feito com impressoras 3Dcusto ao redor de U$ 20.000
  52. 52. http://inhabitat.com/the-solar-powered-sinter-3d-printer-turns-desert-sand-into-glass/markus-kayser-solar-sinter7/?extend=1Impressora 3D – molda peças para fazer o que queremosUsa a areia como matéria prima e o sol como energia
  53. 53. Depois do éxito com Oásis, vem Play the Call :game global para mudar de verdade o mundo2 bilhões de pessoas em 4 anos
  54. 54. Grupos ( música, teatro e dança) seapresentam e em troca recebemprodutos para difusão de seutrabalho feito em oficinas:Sitios webFolhetosDiscosAnúnciosOs discos são gravados durante oshow, os alunos fazem o impresso e arede de distribuidores informaisdistribui em bicicletas pela cidadeonde está sendo feita a oficina
  55. 55. (81)3242-7373 Pedro Jatobácolaborativape@iteia.org.brwww.iteia.org.br/produtoraculturalcolaborativa
  56. 56. EXCEDENTE COGNITIVO, Clay Shirky, A cultura da ParticipaçãoWIKIPEDIA = 100 milhões de horas !!!Mundo: 1 trilhão de horas /ano na TV !!!Imagine tudo o que podemos fazer com essas horas de tempo +conhecimento + vontade?Democracia real – movimentos descentralizados
  57. 57. • Juntos ( empreendedor solitário,não !1 x 1 bilhão, é só 1…)• A que redes estou integrado?• Gestão compartilhada e participativa• Produção de conhecimento eprojetos colaborativos• Compras Colaborativas• Financiamento colaborativoLala DeheinzelinPilar 3 – COLABORATIVO, REDES
  58. 58. D monetário - solidárioRIQUEZAMULTIDIMENSIONAL4DPatrimônios Sociais,Culturais, Econômicos,Ambientais 4DD tecno - naturalNOVAS TECNOLOGIASMundos virtuaisExcedente CognitivoDistribuídoD sócio culturalPATRIMÔNIOSINTANGÍVEISDiversidade CulturalExperiênciaAtivos Intangíveistornam-se visíveis eoperacionais graças aintangíveis + novastecnologias resultam emchave: ampliarconceito eindicadores deriquezaD sócio-políticoCOLABORATIVODo Ter ao CompartilharNovos modelos denegócios e organizaçãohumanaCICLOVIRTUOSO DAABUNDÂNCIA
  59. 59. Rede e Movimento Fora Do Eixohttp://www.foradoeixo.org.br/Time: 19-28 anos27 estados do Brasil200 coletivos2000 pessoas200 festivais independentes5.000 eventos realizados em 2010Música, Literatura, Teatro, Cinema,Poéticas Visuais, Ambiente,Software Livre; Distribuição;
  60. 60. Fora do Eixo:2009 – 30% em Reais, 70% em Colaborativo2010– 15% em Reais, 85% em Colaborativomais de 88 milhões circularam
  61. 61. DUAS coordenadas definem 4 pontos =nossa bússolaÓCULOS 4D:Lala Deheinzelin
  62. 62. Lala DeheinzelinFinanceiroMONETÁRIA + SOLIDÁRIAIntangívelTangívelSÓCIO - POLÍTICADireitos + GovernabilidadeSIMBÓLICO - CULTURALConhecimento + CulturaAmbientalTECHNO - NATURAL4dimensõesda vidaECONOMIA4DECONOMIA 4D=SUSTENTABILIDADE
  63. 63. RECURSOS4DSÓCIO – POLÍTICAAtividades coletivasRelações comunitárias e familaresRepresentatividade /liderançasPolíticas/ Leis / NormasEspaços e instrumentos de ação integradaReputação / Visibilidade/Mídia/ Imprensa/DivulgaçãoConexões /Alianças/ContatosRedes/Clubes/ ColetivosSIMBÓLICO – CULTURALLinguagens artísticasSaberes e Fazeres TradicionaisConhecimento formal/PesquisaHistória/mitos/curiosidades/tradiçõesValores/Atributos/DiferenciaisTecnologias sócio culturaisEventos/festejos/calendáriosExperiências únicas/lazer/ hobbies/AMBIENTAL( estrutura/hardware)Espaços disponíveis , total ou parcialmenteEquipamentosLocais especiais natureza e monumentosBiodiversidade, naturezaMatérias primas e resíduos reutilizáveisCorpo e saúdeFINANCEIRAFinanciamento/Editais/FundosInvestimentoMercados/ Produtos para DistribuiçãoHoras de trabalho/ VoluntariadoMoedas complementares
  64. 64. ExemploOrçamento4DSÓCIO – POLÍTICA• Acesso a jornalistas•Contato com festivais internacionais•acesso a editais• carta de recomendação•mailing listSIMBÓLICO – CULTURAL•3 dias de costureira•designer para impressos• designer de web•afinador de piano•iluminadorAMBIENTAL• 2 computadores/2 dias• 8 horas de carreto•40 metros de pano• 1 dia de estúdio de som• 1 mês de sala de ensaio• camêra de vídeoFINANCEIRA• $1000 para tirar licenças•CNPJ para emitir recibos•Circuito de distribuição•horas dos artistas••
  65. 65. FINANCEIRAMONETÁRIA + SOLIDÁRIAVENDAS+ 8SÓCIO - POLÍTICADIREITOS + GOVERNABILIDADEREPUTAÇÃO– 6SIMBÓLICO - CULTURALCONHECIMENTO + CULTURAGESTÃO DE CONHECIMENTO+ 2AMBIENTALTECHNO - NATURALDESGASTE EXCESSIVO DERECURSOS NATURAIS- 5RESULTADOS4D8-6-5+2=-1
  66. 66. OBJETIVOS 4DPROCESSOS 4Ddeixo parao FUTUROValor:Patrimônios 4D+ ou -Impactos 4Drecebo doPASSADORecursos 4DSoma é =Patrimônios 4Dgero noPRESENTEResultados 4 DSoma é =Impactos 4DMatriz4 D
  67. 67. Lala Deheinzelin , 2012investidor + financiadores +empresários + voluntáriosMONETÁRIA + SOLIDÁRIASÓCIO - POLÍTICAInstituições + todos os setores +Políticas + mídia +SIMBÓLICO - COGNITIVOCriativos + artistas + culturatradicional + academia ++++Tecnologia + verde + agro+ comunicação +TECHNO - NATURALêxitodepende dediversidadede atores
  68. 68. RIQUEZA MULTIDIMENSIONAL• Tangibilizar o intangível• Mudar maneira de medir a riqueza dasnações e empresas• Sistematizar e criar fluxos entrediferentes recursos e moedas• Outras formas de remuneração efinanciamento• Criar novas métricas e indicadores paravalor e resultados, nas quatro dimensõesda sustentabilidade
  69. 69. De poucos para muitos• Setorial• Monocultura• Objetivo é gerar moeda, PIB• Importante é infraestrutura, ascoisas, construir.• Somos passivos ou vítimas,achamos que quem manda é ooutro• Ter,• Moeda e riqueza única,• Competição• Relacões burocráticas,desconfiançaDe muitos para muitos• Territorial,• Diversidade• Objetivo é gerar felicidade, FIB• Importante é criar processos queusam melhor o que já existe• Somos co-criadores , sabemosque o poder está noconhecimento e colaboração• Usar,• Multi moedas, muitas formas deriqueza• Colaboração• Relações simplificadas, confiançaAntes – Foco no TangívelEconomia da EscassezFuturo – Foco no IntangívelEconomia da Abundância
  70. 70. CONFIANÇACAPITAL SOCIALCOLABORARLala Deheinzelin
  71. 71. JUNTANDO OS PONTOS ÉQUE SE FORMA AFIGURA!
  72. 72. REDES E TEORIA DE GAIAEstaríamos formando osistema nervoso deGAIA?
  73. 73. Lala DeheinzelinMUNDO no século XXI: um outro mundo é possível:Temos recursos, conhecimento e pessoas !!
  74. 74. OBRIGADA !Meu “alimento”: seu depoimento!www.laladeheinzelin.com.brvídeoartigospublicaçõesLala Deheinzelinlala@enthusiasmo.com.br

×