SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 11
Autismo
Acadêmica: Laiz
Autismo é um transtorno global do desenvolvimento marcado
por três características fundamentais
 Inabilidade para interagir socialmente;
 Dificuldade no domínio da linguagem para comunicar-se
ou lidar com jogos simbólicos;
 Padrão de comportamento restritivo e repetitivo.
 Autismo clássico
 Autismo clássico pode variar de leve ou de alto
funcionamento a grave ou de baixo funcionamento
 Síndrome de Asperger
 Transtorno Invasivo do Desenvolvimento - Sem Outra
Especificação (PDD-NOS)
 Transtorno de Rett
 Transtorno Desintegrativo da Infância
A causa do autismo não é conhecida. Estudos de gêmeos
idênticos indicam que a desordem pode ser, em parte,
genética, porque tende a acontecer em ambos os gêmeos
se acontecer em um. Embora a maioria dos casos não
tenha nenhuma causa óbvia, alguns podem estar
relacionados a uma infecção viral (por exemplo, rubéola
congênita ou doença de inclusão citomegálica),
fenilcetonúria (uma deficiência herdada de enzima), ou a
síndrome do X frágil (uma dosagem cromossômica).
 Prefere estar só
 Não forma relações pessoais íntimas,
 Não abraça
 Evita contato de olho
 Resiste às mudanças
 É excessivamente presa a objetos familiares
 Repete continuamente certos atos e rituais.
 A criança pode começar a falar depois de outras
crianças da mesma idade, pode usar o idioma de
um modo estranho, ou pode não conseguir - por
não poder ou não querer - falar nada.
Sintomas de autismo em uma criança levam o médico ao
diagnóstico, que é feito através da observação. Embora nenhum
teste específico para autismo esteja disponível, o médico pode
executar certos testes para procurar outras causas de desordem
cerebral. A maioria das crianças autistas tem desempenho
intelectual desigual, assim, testar a inteligência não é uma tarefa
simples. Pode ser necessário repetir os testes várias vezes.
Crianças autistas normalmente se saem melhor nos itens de
desempenho (habilidades motoras e espaciais) do que nos itens
verbais durante testes padrão de Q.I. Acredita-se que
aproximadamente 70 por cento das crianças com autismo têm
algum grau de retardamento mental (Q.I. menor do que 70).
Entre 20 e 40 por cento das crianças autistas, especialmente
aquelas com um Q.I. abaixo de 50, começam a ter convulsões antes
da adolescência.
O autismo não tem cura. O tratamento deve envolver
uma equipe multidisciplinar e tem como objetivo
melhorar a qualidade de vida através do controle dos
sintomas comportamentais e condicionamento do
indivíduo à vida social respeitando suas limitações.
Tradicionalmente as linhas comumente adotadas são:
 Farmacológico
 Psicopedagógico
 Psicoterapia
 Fonoaudiologia
 Musicoterapia
 Equoterapia
 Fisioterapia
 Terapia Ocupacional
No tratamento do autismo a alimentação tem um
papel fundamental. Alguns alimentos podem
intensificar os sintomas como:
 Farinha de trigo
 Leite
 Soja
 Salgadinhos, sucos em pó artificial e gelatina
são muito ricos em corantes.
 temperos industrializados, extrato de
tomate, café, chá preto, alimentos fritos e
alimentos ácidos como laranja, limão e abacaxi.
 As peças fundamentais para o sucesso do tratamento do autismo é o
amor, a dedicação e acima de tudo compreensão de todas as pessoas que
o cercam.
 Procurem pelo menos, uma única vez, se colocarem no lugar de um
autista. Façam o exercício que a pesquisadora francesa Happé sempre
pede para os ouvintes de suas palestras fazerem! Se coloquem no lugar
deles! Imagine estar em um país distante, em uma cultura desconhecida,
sem compreender o idioma, com as mãos atadas, sem entender os outros
e sem a possibilidade de se fazer entender.
 Esta é a sensação que o autista tem do mundo em que vive! Por isso
quando vir um autista, se por algum motivo ele fizer algo que foge à sua
compreensão não se esqueça! Ele age assim porque não compreende o
que está à sua volta. “Um autista se definiu como um ser extraterrestre
que cai no planeta Terra sem manual.”. Pense nisso!
artigo científico: WHITE, J.F. Intestinal Pathophysiology in Autism.Exp Bio
Med. v.228, p. 639-649, 2003.
 http://www.abcdasaude.com.br/artigo.php?44#ixzz2SC
OjqQ62
(c) Copyright 2001-2013 - ABC da Saúde Informações
Médicas Ltda
 http://www2.uol.com.br/vyaestelar/dieta_autismo.htm
 http://drauziovarella.com.br/crianca-2/autismo/
 http://janelinhaparaomundo.blogspot.com.br/2011/05/h
oje-eu-vou-tentar-explicar-voces-como.html
 http://ateac.org.br/tipos-de-autismo/

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Autismo aula power point
Autismo aula power pointAutismo aula power point
Autismo aula power point
 
Pedagogia - Autismo
Pedagogia - AutismoPedagogia - Autismo
Pedagogia - Autismo
 
Autismo
AutismoAutismo
Autismo
 
Palestra Autismo
Palestra AutismoPalestra Autismo
Palestra Autismo
 
TDAH
TDAHTDAH
TDAH
 
autismo como tratar.pdf
autismo como tratar.pdfautismo como tratar.pdf
autismo como tratar.pdf
 
TEA
TEATEA
TEA
 
Apresentação autismo para maiores de 11anos
Apresentação autismo para maiores de 11anosApresentação autismo para maiores de 11anos
Apresentação autismo para maiores de 11anos
 
Autismo
AutismoAutismo
Autismo
 
Autismo
AutismoAutismo
Autismo
 
Lidando com o autismo em sala de aula sem video
Lidando com o autismo em sala de aula sem videoLidando com o autismo em sala de aula sem video
Lidando com o autismo em sala de aula sem video
 
Autismo
AutismoAutismo
Autismo
 
TDAH
TDAH TDAH
TDAH
 
ApresentaçãO Autismo
ApresentaçãO AutismoApresentaçãO Autismo
ApresentaçãO Autismo
 
Autismo marisa
Autismo  marisaAutismo  marisa
Autismo marisa
 
Autismo: o que os profissionais precisam saber?
Autismo: o que os profissionais precisam saber?Autismo: o que os profissionais precisam saber?
Autismo: o que os profissionais precisam saber?
 
Autismo
AutismoAutismo
Autismo
 
Tdah slide
Tdah   slideTdah   slide
Tdah slide
 
Autismo - Liga de Pediatria UNICID
Autismo - Liga de Pediatria UNICIDAutismo - Liga de Pediatria UNICID
Autismo - Liga de Pediatria UNICID
 
Slide Autismo
Slide   AutismoSlide   Autismo
Slide Autismo
 

Destaque

Psicologia Geral - Psicologia Cientifica
Psicologia Geral - Psicologia CientificaPsicologia Geral - Psicologia Cientifica
Psicologia Geral - Psicologia CientificaDiego Sampaio
 
Autismo: desafios da inclusão da criança autista na escola regular
Autismo: desafios da inclusão da criança autista na escola regularAutismo: desafios da inclusão da criança autista na escola regular
Autismo: desafios da inclusão da criança autista na escola regularJanderly Reis
 
Jogos e atividades para Autista
Jogos e atividades para AutistaJogos e atividades para Autista
Jogos e atividades para AutistaPri Domingos
 
Modulo 1 quem é o educando (evangelizando) (1)
Modulo 1 quem é o educando (evangelizando) (1)Modulo 1 quem é o educando (evangelizando) (1)
Modulo 1 quem é o educando (evangelizando) (1)Arlete Laenzlinger
 
Cartaz autismo
Cartaz autismoCartaz autismo
Cartaz autismoLeo137
 
1ano tema 8- status e papeis sociais
1ano  tema 8- status e papeis sociais1ano  tema 8- status e papeis sociais
1ano tema 8- status e papeis sociaisSérgio Coelho
 
Autismo e inclusão: Questões Jurídicas - Autismo & Realidade
Autismo e inclusão: Questões Jurídicas - Autismo & RealidadeAutismo e inclusão: Questões Jurídicas - Autismo & Realidade
Autismo e inclusão: Questões Jurídicas - Autismo & RealidadeAutismo & Realidade
 
Autismo guia pratico1
Autismo guia pratico1Autismo guia pratico1
Autismo guia pratico1cronixas
 
Papel social psicologia
Papel social psicologiaPapel social psicologia
Papel social psicologiaRuiSantos18
 
Papéis sociais, conflitos de papéis e as relações sociais no trabalho
Papéis sociais, conflitos de papéis e as relações sociais no trabalhoPapéis sociais, conflitos de papéis e as relações sociais no trabalho
Papéis sociais, conflitos de papéis e as relações sociais no trabalhoCristiano Bodart
 
''O desenvolvimento cognitivo a teoria de piaget e a visão de vygotsky''
''O desenvolvimento cognitivo  a teoria de piaget e a visão de vygotsky''''O desenvolvimento cognitivo  a teoria de piaget e a visão de vygotsky''
''O desenvolvimento cognitivo a teoria de piaget e a visão de vygotsky''Francisco Nascimento
 
Portfolio Sensações- 2012
Portfolio Sensações- 2012Portfolio Sensações- 2012
Portfolio Sensações- 2012Ivone Moreira
 
Psicologia Geral - Introdução ao Estudo da Psicologia
Psicologia Geral - Introdução ao Estudo da PsicologiaPsicologia Geral - Introdução ao Estudo da Psicologia
Psicologia Geral - Introdução ao Estudo da PsicologiaRafael Wanderley
 

Destaque (20)

Psicologia Geral - Psicologia Cientifica
Psicologia Geral - Psicologia CientificaPsicologia Geral - Psicologia Cientifica
Psicologia Geral - Psicologia Cientifica
 
Autismo: desafios da inclusão da criança autista na escola regular
Autismo: desafios da inclusão da criança autista na escola regularAutismo: desafios da inclusão da criança autista na escola regular
Autismo: desafios da inclusão da criança autista na escola regular
 
Jogos e atividades para Autista
Jogos e atividades para AutistaJogos e atividades para Autista
Jogos e atividades para Autista
 
Modulo 1 quem é o educando (evangelizando) (1)
Modulo 1 quem é o educando (evangelizando) (1)Modulo 1 quem é o educando (evangelizando) (1)
Modulo 1 quem é o educando (evangelizando) (1)
 
Cartaz autismo
Cartaz autismoCartaz autismo
Cartaz autismo
 
1ano tema 8- status e papeis sociais
1ano  tema 8- status e papeis sociais1ano  tema 8- status e papeis sociais
1ano tema 8- status e papeis sociais
 
Autismo infantil
Autismo infantilAutismo infantil
Autismo infantil
 
Autismo e inclusão: Questões Jurídicas - Autismo & Realidade
Autismo e inclusão: Questões Jurídicas - Autismo & RealidadeAutismo e inclusão: Questões Jurídicas - Autismo & Realidade
Autismo e inclusão: Questões Jurídicas - Autismo & Realidade
 
Autismo aula
Autismo aulaAutismo aula
Autismo aula
 
Autismo guia pratico1
Autismo guia pratico1Autismo guia pratico1
Autismo guia pratico1
 
Palestras autismo
Palestras autismo Palestras autismo
Palestras autismo
 
Psicologia geral fabiola
Psicologia geral fabiolaPsicologia geral fabiola
Psicologia geral fabiola
 
Papel social psicologia
Papel social psicologiaPapel social psicologia
Papel social psicologia
 
Papéis sociais, conflitos de papéis e as relações sociais no trabalho
Papéis sociais, conflitos de papéis e as relações sociais no trabalhoPapéis sociais, conflitos de papéis e as relações sociais no trabalho
Papéis sociais, conflitos de papéis e as relações sociais no trabalho
 
''O desenvolvimento cognitivo a teoria de piaget e a visão de vygotsky''
''O desenvolvimento cognitivo  a teoria de piaget e a visão de vygotsky''''O desenvolvimento cognitivo  a teoria de piaget e a visão de vygotsky''
''O desenvolvimento cognitivo a teoria de piaget e a visão de vygotsky''
 
Portfolio Sensações- 2012
Portfolio Sensações- 2012Portfolio Sensações- 2012
Portfolio Sensações- 2012
 
Psicologia Geral - Introdução ao Estudo da Psicologia
Psicologia Geral - Introdução ao Estudo da PsicologiaPsicologia Geral - Introdução ao Estudo da Psicologia
Psicologia Geral - Introdução ao Estudo da Psicologia
 
Os 5 Sentidos
Os 5 SentidosOs 5 Sentidos
Os 5 Sentidos
 
Avaliação cognitiva e funcional no autismo
Avaliação cognitiva e funcional no autismoAvaliação cognitiva e funcional no autismo
Avaliação cognitiva e funcional no autismo
 
Introdução À Psicologia
Introdução À PsicologiaIntrodução À Psicologia
Introdução À Psicologia
 

Semelhante a Autismo

Autismo - Pedagogia difinição e historico
Autismo - Pedagogia difinição e historicoAutismo - Pedagogia difinição e historico
Autismo - Pedagogia difinição e historicoSilviaReis46
 
Autismo
AutismoAutismo
AutismoESMTG
 
119168916 autismo
119168916 autismo119168916 autismo
119168916 autismoPelo Siro
 
Conselhos para pais de autistas
Conselhos para pais de autistasConselhos para pais de autistas
Conselhos para pais de autistasSarah Olliver
 
Conselhos para Pais de Autistas
Conselhos para Pais de Autistas Conselhos para Pais de Autistas
Conselhos para Pais de Autistas Sarah Olliver
 
TEA- Transtorno do Espectro Autista, conceito, diagnóstico
TEA- Transtorno do Espectro Autista, conceito, diagnósticoTEA- Transtorno do Espectro Autista, conceito, diagnóstico
TEA- Transtorno do Espectro Autista, conceito, diagnósticoDanilloPalmeira3
 
A Síndrome de Asperger e o Autismo de Alto Funcionamento: Diferenciando as du...
A Síndrome de Asperger e o Autismo de Alto Funcionamento: Diferenciando as du...A Síndrome de Asperger e o Autismo de Alto Funcionamento: Diferenciando as du...
A Síndrome de Asperger e o Autismo de Alto Funcionamento: Diferenciando as du...Hebert Campos
 
Autismo orientação para os pais
Autismo   orientação para os paisAutismo   orientação para os pais
Autismo orientação para os paisRosane Domingues
 
Autismo: ainda um enigma. Revista Ciência Hoje ed. 270
Autismo: ainda um enigma. Revista Ciência Hoje ed. 270Autismo: ainda um enigma. Revista Ciência Hoje ed. 270
Autismo: ainda um enigma. Revista Ciência Hoje ed. 270Caminhos do Autismo
 
Aula educação inclusiva na psicopedagogia
Aula educação inclusiva na psicopedagogiaAula educação inclusiva na psicopedagogia
Aula educação inclusiva na psicopedagogiatherezasophia
 
Síndrome cri - du - chat
 Síndrome  cri - du - chat Síndrome  cri - du - chat
Síndrome cri - du - chatJessica Oyie
 
A Síndrome de Asperger - Encontro com um ser humano fantástico.ppt
A Síndrome de Asperger - Encontro com um ser humano fantástico.pptA Síndrome de Asperger - Encontro com um ser humano fantástico.ppt
A Síndrome de Asperger - Encontro com um ser humano fantástico.pptJatanaelAlves
 

Semelhante a Autismo (20)

Autismo e educação
Autismo e educaçãoAutismo e educação
Autismo e educação
 
Autismo
AutismoAutismo
Autismo
 
Autismo - Pedagogia difinição e historico
Autismo - Pedagogia difinição e historicoAutismo - Pedagogia difinição e historico
Autismo - Pedagogia difinição e historico
 
Autismo
AutismoAutismo
Autismo
 
Autismo
AutismoAutismo
Autismo
 
Autismo
AutismoAutismo
Autismo
 
119168916 autismo
119168916 autismo119168916 autismo
119168916 autismo
 
340
340340
340
 
Conselhos para pais de autistas
Conselhos para pais de autistasConselhos para pais de autistas
Conselhos para pais de autistas
 
Conselhos para Pais de Autistas
Conselhos para Pais de Autistas Conselhos para Pais de Autistas
Conselhos para Pais de Autistas
 
TEA- Transtorno do Espectro Autista, conceito, diagnóstico
TEA- Transtorno do Espectro Autista, conceito, diagnósticoTEA- Transtorno do Espectro Autista, conceito, diagnóstico
TEA- Transtorno do Espectro Autista, conceito, diagnóstico
 
A Síndrome de Asperger e o Autismo de Alto Funcionamento: Diferenciando as du...
A Síndrome de Asperger e o Autismo de Alto Funcionamento: Diferenciando as du...A Síndrome de Asperger e o Autismo de Alto Funcionamento: Diferenciando as du...
A Síndrome de Asperger e o Autismo de Alto Funcionamento: Diferenciando as du...
 
Autismo orientação para os pais
Autismo   orientação para os paisAutismo   orientação para os pais
Autismo orientação para os pais
 
Cartilha autismo para pais
Cartilha autismo para paisCartilha autismo para pais
Cartilha autismo para pais
 
Autismo: ainda um enigma. Revista Ciência Hoje ed. 270
Autismo: ainda um enigma. Revista Ciência Hoje ed. 270Autismo: ainda um enigma. Revista Ciência Hoje ed. 270
Autismo: ainda um enigma. Revista Ciência Hoje ed. 270
 
Aula educação inclusiva na psicopedagogia
Aula educação inclusiva na psicopedagogiaAula educação inclusiva na psicopedagogia
Aula educação inclusiva na psicopedagogia
 
Panfletoautismo
PanfletoautismoPanfletoautismo
Panfletoautismo
 
Síndrome cri - du - chat
 Síndrome  cri - du - chat Síndrome  cri - du - chat
Síndrome cri - du - chat
 
Autismo
AutismoAutismo
Autismo
 
A Síndrome de Asperger - Encontro com um ser humano fantástico.ppt
A Síndrome de Asperger - Encontro com um ser humano fantástico.pptA Síndrome de Asperger - Encontro com um ser humano fantástico.ppt
A Síndrome de Asperger - Encontro com um ser humano fantástico.ppt
 

Mais de Laiz Cristina

Abordagens Obstétricas
Abordagens ObstétricasAbordagens Obstétricas
Abordagens ObstétricasLaiz Cristina
 
FORMAÇÃO DO SISTEMA NERVOSO
FORMAÇÃO DO SISTEMA NERVOSO FORMAÇÃO DO SISTEMA NERVOSO
FORMAÇÃO DO SISTEMA NERVOSO Laiz Cristina
 
Mecanismo da Respiração: Fluxo Sanguíneo Pulmonar, e Transporte de Oxigênio e...
Mecanismo da Respiração: Fluxo Sanguíneo Pulmonar, e Transporte de Oxigênio e...Mecanismo da Respiração: Fluxo Sanguíneo Pulmonar, e Transporte de Oxigênio e...
Mecanismo da Respiração: Fluxo Sanguíneo Pulmonar, e Transporte de Oxigênio e...Laiz Cristina
 
Doenças causadas por linfócitos T citotóxicos
Doenças causadas por linfócitos T citotóxicos  Doenças causadas por linfócitos T citotóxicos
Doenças causadas por linfócitos T citotóxicos Laiz Cristina
 
Síndrome do x frágil
Síndrome do x frágilSíndrome do x frágil
Síndrome do x frágilLaiz Cristina
 

Mais de Laiz Cristina (7)

Vôlei
VôleiVôlei
Vôlei
 
Valvulopatia
ValvulopatiaValvulopatia
Valvulopatia
 
Abordagens Obstétricas
Abordagens ObstétricasAbordagens Obstétricas
Abordagens Obstétricas
 
FORMAÇÃO DO SISTEMA NERVOSO
FORMAÇÃO DO SISTEMA NERVOSO FORMAÇÃO DO SISTEMA NERVOSO
FORMAÇÃO DO SISTEMA NERVOSO
 
Mecanismo da Respiração: Fluxo Sanguíneo Pulmonar, e Transporte de Oxigênio e...
Mecanismo da Respiração: Fluxo Sanguíneo Pulmonar, e Transporte de Oxigênio e...Mecanismo da Respiração: Fluxo Sanguíneo Pulmonar, e Transporte de Oxigênio e...
Mecanismo da Respiração: Fluxo Sanguíneo Pulmonar, e Transporte de Oxigênio e...
 
Doenças causadas por linfócitos T citotóxicos
Doenças causadas por linfócitos T citotóxicos  Doenças causadas por linfócitos T citotóxicos
Doenças causadas por linfócitos T citotóxicos
 
Síndrome do x frágil
Síndrome do x frágilSíndrome do x frágil
Síndrome do x frágil
 

Último

Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoMary Alvarenga
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveaulasgege
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOBiatrizGomes1
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasRicardo Diniz campos
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduraAdryan Luiz
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfEditoraEnovus
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresaulasgege
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdfDemetrio Ccesa Rayme
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxIsabellaGomes58
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOMarcosViniciusLemesL
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfangelicass1
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfIedaGoethe
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASEdinardo Aguiar
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAlexandreFrana33
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 

Último (20)

Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditadura
 
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppttreinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 

Autismo

  • 2. Autismo é um transtorno global do desenvolvimento marcado por três características fundamentais  Inabilidade para interagir socialmente;  Dificuldade no domínio da linguagem para comunicar-se ou lidar com jogos simbólicos;  Padrão de comportamento restritivo e repetitivo.
  • 3.  Autismo clássico  Autismo clássico pode variar de leve ou de alto funcionamento a grave ou de baixo funcionamento  Síndrome de Asperger  Transtorno Invasivo do Desenvolvimento - Sem Outra Especificação (PDD-NOS)  Transtorno de Rett  Transtorno Desintegrativo da Infância
  • 4. A causa do autismo não é conhecida. Estudos de gêmeos idênticos indicam que a desordem pode ser, em parte, genética, porque tende a acontecer em ambos os gêmeos se acontecer em um. Embora a maioria dos casos não tenha nenhuma causa óbvia, alguns podem estar relacionados a uma infecção viral (por exemplo, rubéola congênita ou doença de inclusão citomegálica), fenilcetonúria (uma deficiência herdada de enzima), ou a síndrome do X frágil (uma dosagem cromossômica).
  • 5.  Prefere estar só  Não forma relações pessoais íntimas,  Não abraça  Evita contato de olho  Resiste às mudanças  É excessivamente presa a objetos familiares  Repete continuamente certos atos e rituais.  A criança pode começar a falar depois de outras crianças da mesma idade, pode usar o idioma de um modo estranho, ou pode não conseguir - por não poder ou não querer - falar nada.
  • 6.
  • 7. Sintomas de autismo em uma criança levam o médico ao diagnóstico, que é feito através da observação. Embora nenhum teste específico para autismo esteja disponível, o médico pode executar certos testes para procurar outras causas de desordem cerebral. A maioria das crianças autistas tem desempenho intelectual desigual, assim, testar a inteligência não é uma tarefa simples. Pode ser necessário repetir os testes várias vezes. Crianças autistas normalmente se saem melhor nos itens de desempenho (habilidades motoras e espaciais) do que nos itens verbais durante testes padrão de Q.I. Acredita-se que aproximadamente 70 por cento das crianças com autismo têm algum grau de retardamento mental (Q.I. menor do que 70). Entre 20 e 40 por cento das crianças autistas, especialmente aquelas com um Q.I. abaixo de 50, começam a ter convulsões antes da adolescência.
  • 8. O autismo não tem cura. O tratamento deve envolver uma equipe multidisciplinar e tem como objetivo melhorar a qualidade de vida através do controle dos sintomas comportamentais e condicionamento do indivíduo à vida social respeitando suas limitações. Tradicionalmente as linhas comumente adotadas são:  Farmacológico  Psicopedagógico  Psicoterapia  Fonoaudiologia  Musicoterapia  Equoterapia  Fisioterapia  Terapia Ocupacional
  • 9. No tratamento do autismo a alimentação tem um papel fundamental. Alguns alimentos podem intensificar os sintomas como:  Farinha de trigo  Leite  Soja  Salgadinhos, sucos em pó artificial e gelatina são muito ricos em corantes.  temperos industrializados, extrato de tomate, café, chá preto, alimentos fritos e alimentos ácidos como laranja, limão e abacaxi.
  • 10.  As peças fundamentais para o sucesso do tratamento do autismo é o amor, a dedicação e acima de tudo compreensão de todas as pessoas que o cercam.  Procurem pelo menos, uma única vez, se colocarem no lugar de um autista. Façam o exercício que a pesquisadora francesa Happé sempre pede para os ouvintes de suas palestras fazerem! Se coloquem no lugar deles! Imagine estar em um país distante, em uma cultura desconhecida, sem compreender o idioma, com as mãos atadas, sem entender os outros e sem a possibilidade de se fazer entender.  Esta é a sensação que o autista tem do mundo em que vive! Por isso quando vir um autista, se por algum motivo ele fizer algo que foge à sua compreensão não se esqueça! Ele age assim porque não compreende o que está à sua volta. “Um autista se definiu como um ser extraterrestre que cai no planeta Terra sem manual.”. Pense nisso! artigo científico: WHITE, J.F. Intestinal Pathophysiology in Autism.Exp Bio Med. v.228, p. 639-649, 2003.
  • 11.  http://www.abcdasaude.com.br/artigo.php?44#ixzz2SC OjqQ62 (c) Copyright 2001-2013 - ABC da Saúde Informações Médicas Ltda  http://www2.uol.com.br/vyaestelar/dieta_autismo.htm  http://drauziovarella.com.br/crianca-2/autismo/  http://janelinhaparaomundo.blogspot.com.br/2011/05/h oje-eu-vou-tentar-explicar-voces-como.html  http://ateac.org.br/tipos-de-autismo/