Pediculose
Pediculose (piolho)
Pediculose
 A pediculose também é uma doença
parasitária, causada pelo piolho. Há,
basicamente, três tipos de piolhos que...
Pediculose Capilar
 Crianças em período escolar
são as mais atingidas pela
pediculose capilar. O parasita
vive do sangue ...
Pediculose
 A transmissão do piolho acontece através de
contato pessoal, compartilhamento de
objetos pessoais e, no caso ...
Pediculose corporal
 A pediculose corporal (Pediculus humanus
corporis) é um parasita pouco maior que o do
couro cabeludo...
Pediculose Pubiana
 Existe ainda a pediculose pubiana,
transmitida pelo parasita Phthirus pubis,
popularmente conhecido c...
Pediculose Pubiana
 A doença atinge tanto homens quanto
mulheres. Os piolhos atingem os pêlos
pubianos, parte inferior do...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

0508 ascaridíase, escabiose, pediculose - Rose

800 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
800
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

0508 ascaridíase, escabiose, pediculose - Rose

  1. 1. Pediculose Pediculose (piolho)
  2. 2. Pediculose  A pediculose também é uma doença parasitária, causada pelo piolho. Há, basicamente, três tipos de piolhos que atingem os seres humanos: capilar Pediculus humanus capitis), corporal (Pediculus humanus corporis) e pubiano (Phthirus pubis). Todos eles causam lesões na pele e podem se tornar vetores de doenças infecciosas como o tifo exantemático e a febre recorrente.
  3. 3. Pediculose Capilar  Crianças em período escolar são as mais atingidas pela pediculose capilar. O parasita vive do sangue sugado do couro cabeludo. A fêmea deposita lêndeas, ovos de cor esbranquiçada, nos fios de cabelo. A principal característica da doença é a coceira, que acontece com mais intensidade na parte posterior da cabeça. Com a coceira podem aparecer lesões secundárias, que infectadas por bactérias podem levar ao aumento dos gânglios linfáticos (ínguas).
  4. 4. Pediculose  A transmissão do piolho acontece através de contato pessoal, compartilhamento de objetos pessoais e, no caso da pediculose pubiana, a transmissão geralmente se dá através de relações sexuais.
  5. 5. Pediculose corporal  A pediculose corporal (Pediculus humanus corporis) é um parasita pouco maior que o do couro cabeludo. Vive na região entre os ombros, axilas e nádegas. A falta de higiene é fator fundamental para seu aparecimento. “O tratamento é feito com a troca de roupas e passando a loção. Isso já é o suficiente”.
  6. 6. Pediculose Pubiana  Existe ainda a pediculose pubiana, transmitida pelo parasita Phthirus pubis, popularmente conhecido como chato. Transmite-se por meio do contato sexual, e pode ser veiculada através de vestuário, roupas de cama, toalhas etc.
  7. 7. Pediculose Pubiana  A doença atinge tanto homens quanto mulheres. Os piolhos atingem os pêlos pubianos, parte inferior do abdômen, coxas e nádegas. “O tratamento é feito do mesmo modo que o da escabiose, com loções escabicidas e/ou oralmente, com a repetição dos mesmos após uma semana. É importante, também, aparar os pelos pubianos”.

×