0507 Obstrução de vias aéreas - Marion

3.192 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.192
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
527
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
81
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

0507 Obstrução de vias aéreas - Marion

  1. 1. 05/05/2014 1 OBSTRUÇÃO DE VIAS AÉREAS procedimentos de desobstrução Profa. Marion Vecina A. Vecina OBSTRUÇÃO DE VIAS AÉREAS • ASFIXIA e OBSTRUÇÃO DE VIAS AÉREAS • Chamamos asfixia a qualquer situação em que o ar não chegue aos pulmões. Como consequência, o sangue fica sem oxigênio. • Se não atuar/ agir prontamente, as células do encéfalo são privadas de sangue oxigenado provocando de 4 a 6 minutos a morte da vítima ou lesões encefálicas irreversíveis. OBSTRUÇÃO DE VIAS AÉREAS • OBSTRUÇÃO: • Parcial (há passagem de algum fluxo de ar); • Total (não há passagem de ar para os pulmões); • TIPOS DE OBSTRUÇÃO: • Anatômica (queda da língua); • Mecânica (objeto estranho); • Patológica (edema, tumor); OBSTRUÇÃO PARCIAL • NA OBSTRUÇÃO PARCIAL DAS VIAS AÉREAS, A VÍTIMA: • Está consciente; • Respira com muita dificuldade ( respiração ruidosa) • Os lábios começam a ficar cianóticos “azulados”; • Tosse; • ATUAÇÃO: • Não interferir com a tentativa natural e espontânea da vítima tentar expelir o corpo estranho, mas incentivar a tossir; • Aconselhar a vítima a inclinar-se para baixo, pois esta posição ajuda o corpo estranho a sair para o exterior, pela própria ação da gravidade; OBSTRUÇÃO TOTAL • NA OBSTRUÇÃO TOTAL DAS VIAS AÉREAS, A VÍTIMA APRESENTA: • Expressão de angústia; • Olhos muito abertos; • Boca aberta; • Quer tentar falar; • Mãos agarram o pescoço; • Lábios, língua, unhas e orelhas cianóticas “azulados”; • ATUAÇÃO: • Em vítima consciente : • Ficar de pé atrás da vítima, inclinando-a para a frente; • Aplicar até 5 pancadas nas costas com a mão – pancadas interescapulares; • A outra mão deve apoiar o peito da vítima; • Se não resultar, iniciar de imediato a desobstrução das vias aéreas através da aplicação da manobra de Heimlich MANOBRA DE HEIMLICH • A manobra de HEIMLICH é o único método pré-hospitalar de desobstrução das vias aéreas superiores por corpo estranho.
  2. 2. 05/05/2014 2 MANOBRA DE HEIMLICH • A MANOBRA DE HEIMLICH DEVE SER REALIZADA QUANDO: • Houver forte suspeita de corpo estranho obstruindo as vias aéreas. • A obstrução das vias aéreas por corpo estranho deve ser suspeitada nos seguintes casos: 1. Adultos jovens que estavam se alimentando e subitamente param de respirar. 2. Crianças que estavam se alimentando ou brincando com pequeno objeto e subitamente perdem a consciência e param de respirar. 3. Qualquer paciente em PCR, em que a ventilação boca-a-boca não produza a elevação do tórax. 4. Impossibilidade de respirar, tossir e falar de ocorrência súbita. MANOBRA DE HEIMLICH 1 - Vítimas Conscientes com obstrução de vias aéreas • Verifique se a vítima está se sufocando e sua capacidade de emitir sons. • Caso a vítima possa tossir ou falar, significa que a obstrução é incompleta. Acione o sistema SAMU (192) para transportar a vítima para o hospital de referência e não efetue a Manobra de Heimlich. MANOBRA DE HEIMLICH • Nas obstruções completas posicione-se por trás da vítima cincundando-a com seus braços e faça compressões abdominais sucessivas, direcionadas para cima, até desobstruir as vias aéreas ou o paciente perder a consciência. MANOBRA DE HEIMLICH 2 - Vítimas Inconscientes com obstrução de vias aéreas • Suspeite de obstrução em vítimas nas quais você encontre dificuldade para insuflar seus pulmões. Refaça a hiperextensão do pescoço e tente novamente ventilar – Caso não tenha sucesso: • Ajoelhe-se a cavaleiro sobre as coxas do paciente e coloque as mãos entre o umbigo e o início das costelas. Faça 5 compressões súbitas no abdome em direção a cabeça. MANOBRA DE HEIMLICH • Após a manobra de Heimlich - tente novamente ventilar o paciente por duas vezes. • Abra a boca e verifique se o corpo estranho foi deslocado, retirando-o. • Em caso de insucesso, repita toda a seqüência, até que seja obtido sucesso. MANOBRA DE HEIMLICH Em lactentes, coloque a criança com a cabeça em posição mais baixa que o corpo, uma das mãos segura a cabeça e a mandíbula em ligeira hiperextensão, e com a outra mão dê 5 tapas no tórax. Caso não seja efetiva, gire a vítima de frente e tente 5 compressões torácicas abaixo do ponto da compressão cardíaca em lactente
  3. 3. 05/05/2014 3 REFERÊNCIAS • Universidade Federal de São Paulo – Escola Paulista de Medicina • Atendimento pré-hospitalar ao traumatizado, PHTLS / NAEMT - 7.ed. - Rio de Janeiro : Elsevier, 2011.

×