SlideShare uma empresa Scribd logo
ÉTICA NA PÓS-MODERNIDADE
Estudos do
Contemporâneo
Prof.: Ms. Laércio Góes
Ética
 Ética vem do grego ethos, que significa
modos de ser ou caráter.
 Moral vem do latim mos ou mores, que
significa costume ou costumes (normas ou
regras adquiridas por hábito).
Ética
 Ética é a teoria ou ciência do
comportamento moral do ser
humano em sociedade. A
ciência de uma forma específica
de comportamento humano.
 A ciência da moral.
Moral
 A moral é um conjunto de
normas e prescrições de um
determinado grupo ou
sociedade.
 Modo de comportamento que
não corresponde a uma
disposição natural, mas
adquirido ou conquistado por
hábito.
Fundamento da ética
 Idade Média: Deus - pecado
Fundamento da ética
 Modernidade:
Razão – orienta a moral
e a escolha de valores.
 Descartes: “Penso, logo
existo”.
 Crença no progresso
Fundamento da ética
 Kant: “Age de tal forma que sua ação
possa se tornar uma lei universal”
Precursores da Pós-modernidade
 Friedrich Wilhelm
Nietzsche (1844-1900)
 Relativização da
verdade: são
socialmente e
historicamente
construídos.
Precursores da Pós-modernidade
 "(...) as verdades são ilusões, das quais se
esqueceu que o são, metáforas que se tornaram
gastas e sem força sensível, moedas que perderam
sua efígie e agora só entram em consideração como
metal, não mais como moedas". (Sobre Verdade e
Mentira no Sentido Extra-Moral)
 “Onde está Deus!”, ele gritava. “Eu devo dizer-lhes:
nós o matamos – você e eu. Todos somos
assassinos... Deus está morto. Deus continua morto.
E nós o matamos...” (Gaia Ciência, 1882)
Precursores da Pós-modernidade
 Sigmund Freud (1856 – 1939)
 Inconsciente
 Origem das emoções
Precursores da Pós-modernidade
 Karl Marx (1818 – 1883)
 Ideologia: valores que os
homens criam segundo as suas
condições materiais de existência.
 Manter o status da propriedade
privada e dos donos dos meios de
produção.
Pós-modernidade
 Pós-modernismo: incerteza – relatividade
 Sentimento de desamparo e
questionamento do status quo após a I e II
Guerras Mundiais.
Pós-modernidade
 Mentalidade: volátil, provisória
e flexível
 Mal-estar da pós-modernidade:
 Desconforto e insegurança
Ética pós-moderna
 Fundamentada na ideia do bem-estar.
 Aceitação de normas e regras morais que
forem consideradas importantes e
necessárias.
 A verdade é pessoal e resultado da
experiência e dos gostos individuais.
Ética pós-moderna
 Reação fundamentalista
 Tendência a um
fechamento completo e
aberta oposição aos novos
valores.
 Retorno aos velhos e
tradicionais estilos de vida.
Ética pós-moderna
 Moral sem pecado
 Moral de situação
 Moral neutra: total dissociação
entre religião e ética que esvazia
tanto a moral quanto a própria fé.
Ética pós-moderna
 Moral pragmática e
utilitarista
 Moral hedonista: o valor
ético a partir do prazer
e satisfação que
produz.
Homem pós-moderno
 Marca da indefinição, do inconstante e da
versatilidade.
Ideologias do Homem pós-moderno
 Materialismo: “ter” acima do
“ser” ou “ter” para “ser”.
 Hedonismo: busca do prazer
 Permissivismo: Tudo é
permitido. Tudo é bom, desde
que você se sinta bem!
Ideologias do Homem pós-moderno
 Relativismo: Tudo é relativo. Não
há nada absoluto, nada totalmente
bom ou mau.
 Consumismo: fórmula pós-
moderna da liberdade. Multiplicação
ou contínua substituição de objetos.
 Nihilismo: Por que não? Um
homem pessimista e desiludido.
Reina a indiferença à verdade.
Homem pós-moderno
 Um homem que percebe e projeta uma
infinidade de possibilidades.
 Pluralidade
 Novidade
Homem pós-moderno
 Secularização:
 Deus e a religião ocupam
um novo espaço na
sociedade.
 O centro do universo passa
a ser ele mesmo.
Pós-modernismo e mídia
 A mídia desempenha um papel importante na
divulgação, influência e atuação neste processo.
 Os grandes meios de comunicação de massa (jornais,
revistas, rádio, TV, internet e cinema) têm uma grande
responsabilidade pelo tipo de pessoas pós-modernas.
 Cultura da celebridade: produzida e manipulada no
mundo do espetáculo. Os deuses e deusas da vida
cotidiana.
Pós-modernismo e mídia
 Pessoas que acreditam encontrar
na espetacularização do mundo e
de si mesmas a satisfação almejada
(Big Brother).
 Como disse Adam Phillips,
psicanalista inglês, “no século XV
se as pessoas fossem perguntadas
sobre o que queriam da vida, diriam
que buscavam a salvação divina.
Hoje a resposta é: ser rico e
famoso”.
Pós-modernismo e cinema
 Mistura de estilos
(gêneros): Loucas
Aventuras de James West,
Blade Runner, Indiana
Jones, Matrix;
 Imitação barata (pastiche),
versões: Psicose, filmes em
preto e branco;
Pós-modernismo e cinema
 Obra de citações: Sonhos de um
Sedutor -Casablanca;
 Fim dos limites entre a arte culta e a
arte de massa;
 Crise de criação (Freddy x Jason);
 Vulgarização (filmes de terror) e
mediocridade.
FIM

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Moral e ética
Moral e éticaMoral e ética
Moral e ética
Over Lane
 
éTica, moral e valores
éTica, moral e valoreséTica, moral e valores
éTica, moral e valores
Over Lane
 
A sociologia de Max Weber
A  sociologia de Max WeberA  sociologia de Max Weber
A sociologia de Max Weber
Alison Nunes
 
Diferença entre moral e ética
Diferença entre moral e éticaDiferença entre moral e ética
Diferença entre moral e ética
Karla Carioca
 
Ética e religião
Ética e religiãoÉtica e religião
Ética e religião
Marcel Gois
 

Mais procurados (20)

Etica
EticaEtica
Etica
 
Etica e cidadania lps
Etica e cidadania   lpsEtica e cidadania   lps
Etica e cidadania lps
 
Instituições sociais
Instituições sociaisInstituições sociais
Instituições sociais
 
éTica e moral
éTica e moral éTica e moral
éTica e moral
 
Moral e ética
Moral e éticaMoral e ética
Moral e ética
 
Slide Ética e Moral
Slide Ética e MoralSlide Ética e Moral
Slide Ética e Moral
 
éTica, moral e valores
éTica, moral e valoreséTica, moral e valores
éTica, moral e valores
 
Ética Moral e Valores.
Ética Moral e Valores.Ética Moral e Valores.
Ética Moral e Valores.
 
O que são valores?
O que são valores?O que são valores?
O que são valores?
 
Aula 1 Ética
Aula 1 ÉticaAula 1 Ética
Aula 1 Ética
 
Ética e Moral - Grupo 04 (Felipe, Shayanne, Luana e Erick)
Ética e Moral - Grupo 04 (Felipe, Shayanne, Luana e Erick)Ética e Moral - Grupo 04 (Felipe, Shayanne, Luana e Erick)
Ética e Moral - Grupo 04 (Felipe, Shayanne, Luana e Erick)
 
Aula 1 _etica_e_moral
Aula 1 _etica_e_moralAula 1 _etica_e_moral
Aula 1 _etica_e_moral
 
A sociologia de Max Weber
A  sociologia de Max WeberA  sociologia de Max Weber
A sociologia de Max Weber
 
Emile Durkheim
Emile DurkheimEmile Durkheim
Emile Durkheim
 
Mapa conceitual - Ética
Mapa conceitual - ÉticaMapa conceitual - Ética
Mapa conceitual - Ética
 
Diferença entre moral e ética
Diferença entre moral e éticaDiferença entre moral e ética
Diferença entre moral e ética
 
Ética e religião
Ética e religiãoÉtica e religião
Ética e religião
 
Sociologia - O que é trabalho?
Sociologia - O que é trabalho? Sociologia - O que é trabalho?
Sociologia - O que é trabalho?
 
Max weber
Max weberMax weber
Max weber
 
A ética na idade media
A ética na idade mediaA ética na idade media
A ética na idade media
 

Destaque

Slides pós modernidade alunas turma 33 mp
Slides pós modernidade alunas turma 33 mpSlides pós modernidade alunas turma 33 mp
Slides pós modernidade alunas turma 33 mp
Alexandre Misturini
 
A éPoca Das Imagens De Mundo
A éPoca Das Imagens De MundoA éPoca Das Imagens De Mundo
A éPoca Das Imagens De Mundo
Cadu Souza Aguiar
 
Jean francois lyotard
Jean francois lyotardJean francois lyotard
Jean francois lyotard
André Silva
 
Educação na pós modernidade
Educação na pós modernidade Educação na pós modernidade
Educação na pós modernidade
Silvânio Barcelos
 

Destaque (20)

Slides pós modernidade alunas turma 33 mp
Slides pós modernidade alunas turma 33 mpSlides pós modernidade alunas turma 33 mp
Slides pós modernidade alunas turma 33 mp
 
Manuais de Redação - Instruçoes gerais e vocabulário jornalístico
Manuais de Redação - Instruçoes gerais e vocabulário jornalísticoManuais de Redação - Instruçoes gerais e vocabulário jornalístico
Manuais de Redação - Instruçoes gerais e vocabulário jornalístico
 
Filosofia pós moderna 31mp 31
Filosofia pós moderna 31mp 31Filosofia pós moderna 31mp 31
Filosofia pós moderna 31mp 31
 
Aula - Mídia-educação aplicada na escola
Aula - Mídia-educação aplicada na escolaAula - Mídia-educação aplicada na escola
Aula - Mídia-educação aplicada na escola
 
Jornalismo especializado
Jornalismo especializadoJornalismo especializado
Jornalismo especializado
 
Jornalismo científico
Jornalismo científicoJornalismo científico
Jornalismo científico
 
Como formular um problema de pesquisa
Como formular um problema de pesquisaComo formular um problema de pesquisa
Como formular um problema de pesquisa
 
A éPoca Das Imagens De Mundo
A éPoca Das Imagens De MundoA éPoca Das Imagens De Mundo
A éPoca Das Imagens De Mundo
 
Aula - Jornalismo Comunitário
Aula - Jornalismo ComunitárioAula - Jornalismo Comunitário
Aula - Jornalismo Comunitário
 
As muitas vozes da vida urbana
As muitas vozes da vida urbanaAs muitas vozes da vida urbana
As muitas vozes da vida urbana
 
Como redigir o projeto de pesquisa
Como redigir o projeto de pesquisaComo redigir o projeto de pesquisa
Como redigir o projeto de pesquisa
 
Jean francois lyotard
Jean francois lyotardJean francois lyotard
Jean francois lyotard
 
Jornalismo cultural
Jornalismo culturalJornalismo cultural
Jornalismo cultural
 
Jornalismo político
Jornalismo políticoJornalismo político
Jornalismo político
 
CCM e TC pós modernidade 2
CCM e TC pós modernidade 2CCM e TC pós modernidade 2
CCM e TC pós modernidade 2
 
Responsabilidade social
Responsabilidade socialResponsabilidade social
Responsabilidade social
 
Documentos de identidade currículo
Documentos de identidade currículoDocumentos de identidade currículo
Documentos de identidade currículo
 
Educação na pós modernidade
Educação na pós modernidade Educação na pós modernidade
Educação na pós modernidade
 
Filosofia pós moderna 31 mp
Filosofia pós moderna 31 mpFilosofia pós moderna 31 mp
Filosofia pós moderna 31 mp
 
Ética da comunicação
Ética da comunicaçãoÉtica da comunicação
Ética da comunicação
 

Semelhante a Ética na pós-modernidade

Curso De Direitos Humanos Aula Itesp Dia 03 MarçO De 2010
Curso De Direitos Humanos   Aula Itesp Dia 03 MarçO De 2010Curso De Direitos Humanos   Aula Itesp Dia 03 MarçO De 2010
Curso De Direitos Humanos Aula Itesp Dia 03 MarçO De 2010
ElenitaPimentel
 
Design gráfico 9a aula
Design  gráfico   9a aulaDesign  gráfico   9a aula
Design gráfico 9a aula
Unip e Uniplan
 
ciencia e sociais /antonio inacio ferraz estudante de direito na Unip Assis SP
ciencia e sociais /antonio inacio ferraz estudante de direito na Unip Assis SPciencia e sociais /antonio inacio ferraz estudante de direito na Unip Assis SP
ciencia e sociais /antonio inacio ferraz estudante de direito na Unip Assis SP
ANTONIO INACIO FERRAZ
 
Ciência e sociais/antonio inacio ferraz estudante de direito na Unip Assis
Ciência e sociais/antonio inacio ferraz estudante de direito na Unip AssisCiência e sociais/antonio inacio ferraz estudante de direito na Unip Assis
Ciência e sociais/antonio inacio ferraz estudante de direito na Unip Assis
ANTONIO INACIO FERRAZ
 

Semelhante a Ética na pós-modernidade (20)

Filosofia clássica 2
Filosofia clássica 2Filosofia clássica 2
Filosofia clássica 2
 
Def posmodernismo demar
Def posmodernismo demarDef posmodernismo demar
Def posmodernismo demar
 
Gilles Lipovetsky - hipermodernidade
Gilles Lipovetsky - hipermodernidadeGilles Lipovetsky - hipermodernidade
Gilles Lipovetsky - hipermodernidade
 
Cap 04 sociologia
Cap 04   sociologiaCap 04   sociologia
Cap 04 sociologia
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
Aula um
Aula umAula um
Aula um
 
Filosfia contemporânea
Filosfia contemporâneaFilosfia contemporânea
Filosfia contemporânea
 
Doutrinas e eticas fundamentais
Doutrinas e eticas fundamentaisDoutrinas e eticas fundamentais
Doutrinas e eticas fundamentais
 
SLIDES - TEMPOS HISTÓRICOS - ÉTICA.ppt
SLIDES - TEMPOS HISTÓRICOS - ÉTICA.pptSLIDES - TEMPOS HISTÓRICOS - ÉTICA.ppt
SLIDES - TEMPOS HISTÓRICOS - ÉTICA.ppt
 
éTica na história
éTica na históriaéTica na história
éTica na história
 
Eric voegelin e o cenário político atual
Eric voegelin e o cenário político atualEric voegelin e o cenário político atual
Eric voegelin e o cenário político atual
 
Faceli - Direito - 2° Período - Curso de Filosofia do Direito - 05 - Períodos...
Faceli - Direito - 2° Período - Curso de Filosofia do Direito - 05 - Períodos...Faceli - Direito - 2° Período - Curso de Filosofia do Direito - 05 - Períodos...
Faceli - Direito - 2° Período - Curso de Filosofia do Direito - 05 - Períodos...
 
Psicologia_-_Ciencia.pdf
Psicologia_-_Ciencia.pdfPsicologia_-_Ciencia.pdf
Psicologia_-_Ciencia.pdf
 
Curso De Direitos Humanos Aula Itesp Dia 03 MarçO De 2010
Curso De Direitos Humanos   Aula Itesp Dia 03 MarçO De 2010Curso De Direitos Humanos   Aula Itesp Dia 03 MarçO De 2010
Curso De Direitos Humanos Aula Itesp Dia 03 MarçO De 2010
 
Design gráfico 9a aula
Design  gráfico   9a aulaDesign  gráfico   9a aula
Design gráfico 9a aula
 
Introdução a filosofia
Introdução a filosofiaIntrodução a filosofia
Introdução a filosofia
 
FILOSOFIA MODERNA.pdf
FILOSOFIA MODERNA.pdfFILOSOFIA MODERNA.pdf
FILOSOFIA MODERNA.pdf
 
Eric Voegelin e as religiões políticas
Eric Voegelin e as religiões políticasEric Voegelin e as religiões políticas
Eric Voegelin e as religiões políticas
 
ciencia e sociais /antonio inacio ferraz estudante de direito na Unip Assis SP
ciencia e sociais /antonio inacio ferraz estudante de direito na Unip Assis SPciencia e sociais /antonio inacio ferraz estudante de direito na Unip Assis SP
ciencia e sociais /antonio inacio ferraz estudante de direito na Unip Assis SP
 
Ciência e sociais/antonio inacio ferraz estudante de direito na Unip Assis
Ciência e sociais/antonio inacio ferraz estudante de direito na Unip AssisCiência e sociais/antonio inacio ferraz estudante de direito na Unip Assis
Ciência e sociais/antonio inacio ferraz estudante de direito na Unip Assis
 

Mais de Laércio Góes

Mais de Laércio Góes (20)

Ecologia da comunicação e iconofagia
Ecologia da comunicação e iconofagiaEcologia da comunicação e iconofagia
Ecologia da comunicação e iconofagia
 
Semiótica
SemióticaSemiótica
Semiótica
 
Ferramentas para reportagem multimídia
Ferramentas para reportagem multimídiaFerramentas para reportagem multimídia
Ferramentas para reportagem multimídia
 
Modelos de negócio no jornalismo digital
Modelos de negócio no jornalismo digitalModelos de negócio no jornalismo digital
Modelos de negócio no jornalismo digital
 
Paradigma midiológico
Paradigma midiológicoParadigma midiológico
Paradigma midiológico
 
Comunicação e linguagem
Comunicação e linguagemComunicação e linguagem
Comunicação e linguagem
 
Infográfico Multimídia
Infográfico MultimídiaInfográfico Multimídia
Infográfico Multimídia
 
Jornalismo e fake news
Jornalismo e fake newsJornalismo e fake news
Jornalismo e fake news
 
Jornalismo e aplicativos móveis
Jornalismo e aplicativos móveisJornalismo e aplicativos móveis
Jornalismo e aplicativos móveis
 
Pesquisa norte-americana - Teorias da comunicação
Pesquisa norte-americana - Teorias da comunicaçãoPesquisa norte-americana - Teorias da comunicação
Pesquisa norte-americana - Teorias da comunicação
 
Características do jornalismo digital
Características do jornalismo digitalCaracterísticas do jornalismo digital
Características do jornalismo digital
 
Reportagem multimídia
Reportagem multimídiaReportagem multimídia
Reportagem multimídia
 
Jornalismo e redes sociais
Jornalismo e redes sociaisJornalismo e redes sociais
Jornalismo e redes sociais
 
Teoria Crítica - Escola Frankfurt
Teoria Crítica - Escola FrankfurtTeoria Crítica - Escola Frankfurt
Teoria Crítica - Escola Frankfurt
 
Multimidialidade no jornalismo
Multimidialidade no jornalismoMultimidialidade no jornalismo
Multimidialidade no jornalismo
 
Aula - Movimentos sociais em rede
Aula - Movimentos sociais em redeAula - Movimentos sociais em rede
Aula - Movimentos sociais em rede
 
Aula - Jornalismo sindical
Aula - Jornalismo sindicalAula - Jornalismo sindical
Aula - Jornalismo sindical
 
Aula - Comunicação popular, alternativa e comunitária
Aula - Comunicação popular, alternativa e comunitáriaAula - Comunicação popular, alternativa e comunitária
Aula - Comunicação popular, alternativa e comunitária
 
Aula - Jornalismo ambiental
Aula - Jornalismo ambientalAula - Jornalismo ambiental
Aula - Jornalismo ambiental
 
Aula - Perfil
Aula - PerfilAula - Perfil
Aula - Perfil
 

Último

clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaclubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
LuanaAlves940822
 
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
rarakey779
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Pastor Robson Colaço
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
carlaOliveira438
 

Último (20)

Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
 
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptxAULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
 
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaclubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
 
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco LeiteOs Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
 
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilApresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
 
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_AssisMemórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
 
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/AcumuladorRecurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
 
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxSão Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
 
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animal
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
 

Ética na pós-modernidade

  • 1. ÉTICA NA PÓS-MODERNIDADE Estudos do Contemporâneo Prof.: Ms. Laércio Góes
  • 2. Ética  Ética vem do grego ethos, que significa modos de ser ou caráter.  Moral vem do latim mos ou mores, que significa costume ou costumes (normas ou regras adquiridas por hábito).
  • 3. Ética  Ética é a teoria ou ciência do comportamento moral do ser humano em sociedade. A ciência de uma forma específica de comportamento humano.  A ciência da moral.
  • 4. Moral  A moral é um conjunto de normas e prescrições de um determinado grupo ou sociedade.  Modo de comportamento que não corresponde a uma disposição natural, mas adquirido ou conquistado por hábito.
  • 5. Fundamento da ética  Idade Média: Deus - pecado
  • 6. Fundamento da ética  Modernidade: Razão – orienta a moral e a escolha de valores.  Descartes: “Penso, logo existo”.  Crença no progresso
  • 7. Fundamento da ética  Kant: “Age de tal forma que sua ação possa se tornar uma lei universal”
  • 8. Precursores da Pós-modernidade  Friedrich Wilhelm Nietzsche (1844-1900)  Relativização da verdade: são socialmente e historicamente construídos.
  • 9. Precursores da Pós-modernidade  "(...) as verdades são ilusões, das quais se esqueceu que o são, metáforas que se tornaram gastas e sem força sensível, moedas que perderam sua efígie e agora só entram em consideração como metal, não mais como moedas". (Sobre Verdade e Mentira no Sentido Extra-Moral)  “Onde está Deus!”, ele gritava. “Eu devo dizer-lhes: nós o matamos – você e eu. Todos somos assassinos... Deus está morto. Deus continua morto. E nós o matamos...” (Gaia Ciência, 1882)
  • 10. Precursores da Pós-modernidade  Sigmund Freud (1856 – 1939)  Inconsciente  Origem das emoções
  • 11. Precursores da Pós-modernidade  Karl Marx (1818 – 1883)  Ideologia: valores que os homens criam segundo as suas condições materiais de existência.  Manter o status da propriedade privada e dos donos dos meios de produção.
  • 12. Pós-modernidade  Pós-modernismo: incerteza – relatividade  Sentimento de desamparo e questionamento do status quo após a I e II Guerras Mundiais.
  • 13. Pós-modernidade  Mentalidade: volátil, provisória e flexível  Mal-estar da pós-modernidade:  Desconforto e insegurança
  • 14. Ética pós-moderna  Fundamentada na ideia do bem-estar.  Aceitação de normas e regras morais que forem consideradas importantes e necessárias.  A verdade é pessoal e resultado da experiência e dos gostos individuais.
  • 15. Ética pós-moderna  Reação fundamentalista  Tendência a um fechamento completo e aberta oposição aos novos valores.  Retorno aos velhos e tradicionais estilos de vida.
  • 16. Ética pós-moderna  Moral sem pecado  Moral de situação  Moral neutra: total dissociação entre religião e ética que esvazia tanto a moral quanto a própria fé.
  • 17. Ética pós-moderna  Moral pragmática e utilitarista  Moral hedonista: o valor ético a partir do prazer e satisfação que produz.
  • 18. Homem pós-moderno  Marca da indefinição, do inconstante e da versatilidade.
  • 19. Ideologias do Homem pós-moderno  Materialismo: “ter” acima do “ser” ou “ter” para “ser”.  Hedonismo: busca do prazer  Permissivismo: Tudo é permitido. Tudo é bom, desde que você se sinta bem!
  • 20. Ideologias do Homem pós-moderno  Relativismo: Tudo é relativo. Não há nada absoluto, nada totalmente bom ou mau.  Consumismo: fórmula pós- moderna da liberdade. Multiplicação ou contínua substituição de objetos.  Nihilismo: Por que não? Um homem pessimista e desiludido. Reina a indiferença à verdade.
  • 21. Homem pós-moderno  Um homem que percebe e projeta uma infinidade de possibilidades.  Pluralidade  Novidade
  • 22. Homem pós-moderno  Secularização:  Deus e a religião ocupam um novo espaço na sociedade.  O centro do universo passa a ser ele mesmo.
  • 23. Pós-modernismo e mídia  A mídia desempenha um papel importante na divulgação, influência e atuação neste processo.  Os grandes meios de comunicação de massa (jornais, revistas, rádio, TV, internet e cinema) têm uma grande responsabilidade pelo tipo de pessoas pós-modernas.  Cultura da celebridade: produzida e manipulada no mundo do espetáculo. Os deuses e deusas da vida cotidiana.
  • 24. Pós-modernismo e mídia  Pessoas que acreditam encontrar na espetacularização do mundo e de si mesmas a satisfação almejada (Big Brother).  Como disse Adam Phillips, psicanalista inglês, “no século XV se as pessoas fossem perguntadas sobre o que queriam da vida, diriam que buscavam a salvação divina. Hoje a resposta é: ser rico e famoso”.
  • 25. Pós-modernismo e cinema  Mistura de estilos (gêneros): Loucas Aventuras de James West, Blade Runner, Indiana Jones, Matrix;  Imitação barata (pastiche), versões: Psicose, filmes em preto e branco;
  • 26. Pós-modernismo e cinema  Obra de citações: Sonhos de um Sedutor -Casablanca;  Fim dos limites entre a arte culta e a arte de massa;  Crise de criação (Freddy x Jason);  Vulgarização (filmes de terror) e mediocridade.
  • 27. FIM