A mulher brasileira

547 visualizações

Publicada em

Você, mulher brasileira, concorda com essa pesquisa?
Se identifica?

Publicada em: Educação
2 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
547
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
13
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
14
Comentários
2
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A mulher brasileira

  1. 1. 8% das mulheres brasileiras estão totalmente satisfeitas com a aparência do seu corpo 98% delas acreditam que sua relação com o parceiro sofre interferências relacionadas com a beleza. As partes do corpo que mais incomodam: 69% das mulheres disseram que é a barriga e 46% disseram que são os seios. Em terceiro lugar, os glúteos, com 26%; 53% das mulheres consideram que estão acima do peso ideal; 92% das mulheres acreditam que outras pessoas reparam em seus defeitos físicos; Como principal problema estético, 27% apontam ter celulite demais e 24% citam as estrias como as principais inimigas; Os maiores temores femininos em relação à beleza são o medo de engordar (36%), sinais do tempo (17%) e flacidez (13%); Nas principais alternativas para melhorar a aparência, 62% das entrevistadas recorrem aos exercícios físicos, 45% consomem produtos de beleza e estética e 23% buscam tratamentos estéticos e massagens; A pesquisa revelou que as mulheres gastam, em média, cerca de R$ 100 em beleza e estética por mês. Os produtos mais consumidos são para os cabelos, perfume, hidratante e maquiagens; A mulher brasileira um caso quente Sexualidade e autoestima Os tratamentos estéticos mais populares entre elas são drenagem e massagens (corporais) e limpeza de pele (facial); As características mais mencionadas pelas entrevistadas como importantes para influenciar na beleza são autoestima (32%), se sentir bem consigo mesmas (30%) e saúde (14%).
  2. 2. Durante muito tempo atribuiu-se à educação rígida e aos severos padrões de comportamento, a insatisfação das mulheres com sua vida sexual.
  3. 3. Pensava-se que, por serem reprimidas, fingiam orgasmos e tinham dificuldade ou vergonha em atingir o prazer na cama.
  4. 4. Essa ideia não se sustenta mais!
  5. 5. A novíssima geração de mulheres foi criada viajando com os namorados, dormindo na casa deles, conversando com os pais sobre o uso de preservativos e gravidez.
  6. 6. E, mesmo assim, elas engrossam as estatísticas sobre o problema de sentir prazer. De cada 4 mulheres, 1 não atinge o orgasmo e 3 tem dificuldades.
  7. 7. Afinal, o que impede a mulher de chegar ao prazer? "Em geral, ela própria", afirma a psiquiatra Carmita Abdo, do Projeto Sexualidade do Hospital das Clínicas de São Paulo, autora da maior pesquisa sobre sexualidade já feita no país.
  8. 8. Grande parte das mulheres delega o controle sobre sua vida sexual ao homem. É ele quem escolhe a hora, o local, a frequência e mesmo a duração da relação sexual.
  9. 9. "Até hoje, ela não procura saber o que lhe dá satisfação, não se expõe, não procura entender o que se passa com ela. Ser informada só na teoria é a mesma coisa que nada", diz.
  10. 10. “Não transmite a importância das preliminares ao seus parceiros. Não se preocupa em educa-lo sobre suas preferências e principalmente pela diferença entre os sexos sobre o que é necessário para se chegar ao nível de excitação exigido para se atingir a satisfação sexual, ou seja, o Orgasmo.”
  11. 11. Alem disso, parece que a mulher brasileira, sofre de um problema crônico de baixa autoestima.
  12. 12. Somente 8% das mulheres brasileiras estão totalmente satisfeitas com a aparência do seu corpo;
  13. 13. 98% delas acreditam que sua relação com o parceiro sofre interferências relacionadas com a beleza;
  14. 14. 53% das mulheres consideram que estão acima do peso ideal;
  15. 15. Como principal problema estético, 27% apontam ter celulite demais e 24% citam as estrias como as principais inimigas;
  16. 16. A pesquisa revelou que as mulheres gastam, em média, cerca de R$ 100 em beleza e estética por mês. Os produtos mais consumidos são para os cabelos, perfume, hidratante e maquiagens;
  17. 17. As características mais mencionadas pelas entrevistadas como importantes para influenciar na beleza são autoestima (32%), se sentir bem consigo mesmas (30%) e saúde (14%);
  18. 18. As partes do corpo que mais incomodam: 69% das mulheres disseram que é a barriga e 46% disseram que são os seios. Em terceiro lugar, os glúteos, com 26%;
  19. 19. 92% das mulheres acreditam que outras pessoas reparam em seus defeitos físicos;
  20. 20. Os maiores temores femininos em relação à beleza são o medo de engordar (36%), sinais do tempo (17%) e flacidez (13%);
  21. 21. Nas principais alternativas para melhorar a aparência, 62% das entrevistadas recorrem aos exercícios físicos, 45% consomem produtos de beleza e estética e 23% buscam tratamentos estéticos e massagens;
  22. 22. Os tratamentos estéticos mais populares entre elas são drenagem e massagens (corporais) e limpeza de pele (facial);
  23. 23. Resumindo, se sentindo assim, como alguém consegue ter prazer na cama!!!

×