SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 1
Baixar para ler offline
Videoconferência
Dicas para professores
Conheça a plataforma
Zoom, Google Hangouts, Webex, Jitsi…
cada plataforma é diferente em termos de
configurações-padrão, funcionalidades,
requisitos de largura de banda, etc.
Deverá conhecer bem a plataforma antes
da primeira sessão.
Estabeleça regras
Defina regras de comunicação claras e
comunique-as aos alunos previamente ou
no início da sessão para que todos saibam
como e quando participar As regras
podem ser diferentes de acordo com o
tema ou o grupo de alunos.
Dedique cada sessão a
apenas um tema
Dê um título descritivo e não aborde
diferentes temas em cada reunião. Se a
videoconferência ficar disponível de
forma assíncrona, será assim mais fácil
para o aluno encontrar resposta às suas
dúvidas.
Estabeleça um cronograma
Planifique cada sessão e estabeleça um
cronograma, com o tempo que dedicará a
cada parte, para evitar a dispersão.
Faça uma introdução
e um resumo
Explique na introdução os objetivos da
sessão e no final resuma os principais
pontos abordados.
Seja pontual e termine no
horário definido
Ser pontual é tão importante como numa
aula presencial - em alguns casos, mais
importante, pois os atrasos podem fazer
com que os alunos pensem que estão no
lugar errado ou na hora errada. Inicie e
termine a sessão nos horários
anunciados.
Desligue o áudio dos alunos
Ou peça para eles próprios o fazerem,
ligando-o apenas quando pretenderem
participar.
Distribua materiais e
documentos antes da reunião
Algumas plataformas permitem distribuir
os materiais necessários durante a
reunião, mas se os alunos precisarem de
os ver ou ler antes do início da sessão,
distribua-os previamente com indicações
do que se espera que façam com eles.
Adote uma postura adequada
Tenha em conta a orientação do olhar ou
a velocidade de realização de movimentos
perante a câmara.
Partilhe apenas o que deseja
partilhar
Prepare a partilha de ecrã de modo a não
partilhar o que não quer (por exemplo, a
caixa de email) Para garantir que partilha
apenas o que pretende, apresente numa
janela (em vez de num ecrã inteiro).
Verifique condições técnicas
Verifique se os alunos possuem os
equipamentos e o acesso à rede
adequados ao sistema de
videoconferência que vai utilizar, se
funcionam corretamente e com bom
desempenho (por exemplo, pode existir
limitação quanto ao número de
utilizadores simultâneos).
Não use para «dar» aulas
Se necessárias, não exceda os 10-15
minutos, mas use preferencialmente para
esclarecimento de dúvidas, apresentação
de trabalhos de alunos, debates sobre
conteúdos disponibilizados
assincronamente, ou convide um
especialista para conversar com a turma.
Use o fundo certo
Use um plano de fundo discreto, sem
distrações e com espaço para acomodar
algum movimento físico.
Ilumine o rosto
Uma iluminação deficiente afeta não
apenas a sua credibilidade, mas também
o contexto de comunicação e o ambiente
geral da reunião online.
Escolha o ângulo certo
Tal como a iluminação, o ângulo errado da
câmara pode, na melhor das hipóteses,
não ser lisonjeiro e, na pior das hipóteses,
tornar a sua participação uma grande
distração. O melhor ângulo é o que
permita estabelecer um contacto visual
mais direto.
Não ignore a qualidade
do som
Otimize a qualidade do som, ajustando o
volume do microfone, certificando-se de
que não está muito próximo ou muito
distante do mesmo, e use um nível de voz
consistente, minimizando o ruído de
fundo e silenciando-se a si mesmo
quando não precisar falar.
Use pausas intencionais na
conversa
As pausas intencionais após
determinados pontos da conversa
permitem que os alunos sejam
incentivados a participar e a comunicar.
Tenha em conta a segurança
Use o máximo de medidas de segurança
que plataforma permitir, nomeadamente
passwords para aceder à reunião, sala de
espera, trancar a sala depois do início,
desativar o chat.
Pense na privacidade dos
alunos
Alerte os alunos para não partilharem
dados pessoais como morada, contactos,
fotos ou imagens da sua residência. Tenha
em atenção os tópicos a serem discutidos
na reunião e pense em alternativas à
videoconferência caso se trate de temas
sensíveis.
Desligue as mensagens
Uma videoconferência não é um chat.
Salvo raras exceções, o chat é apenas um
elemento distrativo e pode apresentar
problemas de segurança, se possibilitar a
partilha de ficheiros.
Carlos Pinheiro
2020

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Como apresentar TCC - Apresentação de Trabalho de Conclusão de Curso
Como apresentar TCC - Apresentação de Trabalho de Conclusão de CursoComo apresentar TCC - Apresentação de Trabalho de Conclusão de Curso
Como apresentar TCC - Apresentação de Trabalho de Conclusão de Cursocrisdupret
 
Aulas no laboratório
Aulas no laboratórioAulas no laboratório
Aulas no laboratóriodriminas
 
Aulas no laboratório
Aulas no laboratórioAulas no laboratório
Aulas no laboratóriodriminas
 
A EvoluçãO Do Professor
A EvoluçãO Do ProfessorA EvoluçãO Do Professor
A EvoluçãO Do Professorguestf7e95d
 
O que dá certo
O que dá certoO que dá certo
O que dá certodriminas
 
Resumo aula dia 26
Resumo aula dia 26Resumo aula dia 26
Resumo aula dia 26DaianeWagner
 
Webquest: Pesquisa interdisciplinar -Matemática e Informática
Webquest: Pesquisa interdisciplinar -Matemática e InformáticaWebquest: Pesquisa interdisciplinar -Matemática e Informática
Webquest: Pesquisa interdisciplinar -Matemática e InformáticaLúcia Serafim
 
O vídeo digital na escola
O vídeo digital na escolaO vídeo digital na escola
O vídeo digital na escolaGabriela Lucas
 
Portfólio PROINFO - Janete
Portfólio PROINFO - JanetePortfólio PROINFO - Janete
Portfólio PROINFO - JaneteJANETEQUEIROZ
 
8 razões para usar o youtube em sala de aula
8 razões para usar o youtube em sala de aula8 razões para usar o youtube em sala de aula
8 razões para usar o youtube em sala de auladriminas
 
ADEP - curso básico de espiritismo on-line
ADEP - curso básico de espiritismo on-lineADEP - curso básico de espiritismo on-line
ADEP - curso básico de espiritismo on-lineADEP Portugal
 

Mais procurados (18)

Como apresentar TCC - Apresentação de Trabalho de Conclusão de Curso
Como apresentar TCC - Apresentação de Trabalho de Conclusão de CursoComo apresentar TCC - Apresentação de Trabalho de Conclusão de Curso
Como apresentar TCC - Apresentação de Trabalho de Conclusão de Curso
 
Aulas no laboratório
Aulas no laboratórioAulas no laboratório
Aulas no laboratório
 
Aulas no laboratório
Aulas no laboratórioAulas no laboratório
Aulas no laboratório
 
Apresentacao Rita
Apresentacao RitaApresentacao Rita
Apresentacao Rita
 
Apresentacao AndréA
Apresentacao AndréAApresentacao AndréA
Apresentacao AndréA
 
A EvoluçãO Do Professor
A EvoluçãO Do ProfessorA EvoluçãO Do Professor
A EvoluçãO Do Professor
 
O que dá certo
O que dá certoO que dá certo
O que dá certo
 
Lousa digital
Lousa digitalLousa digital
Lousa digital
 
Webquest
WebquestWebquest
Webquest
 
Resumo aula dia 26
Resumo aula dia 26Resumo aula dia 26
Resumo aula dia 26
 
Resumo aula
Resumo aulaResumo aula
Resumo aula
 
Reflexão final
Reflexão finalReflexão final
Reflexão final
 
Ppt fóruns
Ppt fórunsPpt fóruns
Ppt fóruns
 
Webquest: Pesquisa interdisciplinar -Matemática e Informática
Webquest: Pesquisa interdisciplinar -Matemática e InformáticaWebquest: Pesquisa interdisciplinar -Matemática e Informática
Webquest: Pesquisa interdisciplinar -Matemática e Informática
 
O vídeo digital na escola
O vídeo digital na escolaO vídeo digital na escola
O vídeo digital na escola
 
Portfólio PROINFO - Janete
Portfólio PROINFO - JanetePortfólio PROINFO - Janete
Portfólio PROINFO - Janete
 
8 razões para usar o youtube em sala de aula
8 razões para usar o youtube em sala de aula8 razões para usar o youtube em sala de aula
8 razões para usar o youtube em sala de aula
 
ADEP - curso básico de espiritismo on-line
ADEP - curso básico de espiritismo on-lineADEP - curso básico de espiritismo on-line
ADEP - curso básico de espiritismo on-line
 

Semelhante a Videoconferência - Dicas para professores

Equipamento, materiais de suporte e ambiente físico
Equipamento, materiais de suporte e ambiente físicoEquipamento, materiais de suporte e ambiente físico
Equipamento, materiais de suporte e ambiente físicoMárcia Castilho de Sales
 
Handbook Usability Testing - Capitulo 13
Handbook Usability Testing - Capitulo 13Handbook Usability Testing - Capitulo 13
Handbook Usability Testing - Capitulo 13Luiz Agner
 
Reflexões sobre Apresentações de Pesquisa
Reflexões sobre Apresentações de PesquisaReflexões sobre Apresentações de Pesquisa
Reflexões sobre Apresentações de PesquisaTiago Massoni
 
Orientação videoaula e podcast
Orientação videoaula e podcast Orientação videoaula e podcast
Orientação videoaula e podcast EVA UNITAU
 
Boaspraticasmoodle 090720065028-phpapp02
Boaspraticasmoodle 090720065028-phpapp02Boaspraticasmoodle 090720065028-phpapp02
Boaspraticasmoodle 090720065028-phpapp02Giane Guerra
 
Tutorial para uso do sistema de webconferência da RNP
Tutorial para uso do sistema de webconferência da RNP Tutorial para uso do sistema de webconferência da RNP
Tutorial para uso do sistema de webconferência da RNP Gonzalo Abio
 
O uso do vídeo na sala de aula
O uso do vídeo na sala de aulaO uso do vídeo na sala de aula
O uso do vídeo na sala de aulaMarcia Mendes
 
Como Apresentar Em PúBlico Utilizando Powerpoint
Como Apresentar Em PúBlico Utilizando PowerpointComo Apresentar Em PúBlico Utilizando Powerpoint
Como Apresentar Em PúBlico Utilizando PowerpointLillyanCoury
 
Aulas no laboratório
Aulas no laboratórioAulas no laboratório
Aulas no laboratóriodriminas
 
Propostas de utilização do vídeo na sala de aula
Propostas de utilização do vídeo na sala de aulaPropostas de utilização do vídeo na sala de aula
Propostas de utilização do vídeo na sala de aulaAuta Fernandes Costa
 
Aulas no laboratório
Aulas no laboratórioAulas no laboratório
Aulas no laboratóriodriminas
 
Perfeitas apresentações
Perfeitas apresentaçõesPerfeitas apresentações
Perfeitas apresentaçõessartremixnoga
 
Registro pedagógico
Registro pedagógico Registro pedagógico
Registro pedagógico Marta Beznos
 

Semelhante a Videoconferência - Dicas para professores (20)

Equipamento, materiais de suporte e ambiente físico
Equipamento, materiais de suporte e ambiente físicoEquipamento, materiais de suporte e ambiente físico
Equipamento, materiais de suporte e ambiente físico
 
Como fazer um Hangout no Google+ com seus alunos
Como fazer um Hangout no Google+ com seus alunos  Como fazer um Hangout no Google+ com seus alunos
Como fazer um Hangout no Google+ com seus alunos
 
Handbook Usability Testing - Capitulo 13
Handbook Usability Testing - Capitulo 13Handbook Usability Testing - Capitulo 13
Handbook Usability Testing - Capitulo 13
 
Reflexões sobre Apresentações de Pesquisa
Reflexões sobre Apresentações de PesquisaReflexões sobre Apresentações de Pesquisa
Reflexões sobre Apresentações de Pesquisa
 
Orientação videoaula e podcast
Orientação videoaula e podcast Orientação videoaula e podcast
Orientação videoaula e podcast
 
VÍDEO DE BOLSO - Guia para produção escolar
VÍDEO DE BOLSO - Guia para produção escolarVÍDEO DE BOLSO - Guia para produção escolar
VÍDEO DE BOLSO - Guia para produção escolar
 
Boaspraticasmoodle 090720065028-phpapp02
Boaspraticasmoodle 090720065028-phpapp02Boaspraticasmoodle 090720065028-phpapp02
Boaspraticasmoodle 090720065028-phpapp02
 
Tutorial para uso do sistema de webconferência da RNP
Tutorial para uso do sistema de webconferência da RNP Tutorial para uso do sistema de webconferência da RNP
Tutorial para uso do sistema de webconferência da RNP
 
escola.doc
escola.docescola.doc
escola.doc
 
Uso do vídeo
Uso do vídeoUso do vídeo
Uso do vídeo
 
O uso do vídeo na sala de aula
O uso do vídeo na sala de aulaO uso do vídeo na sala de aula
O uso do vídeo na sala de aula
 
Seminário
SeminárioSeminário
Seminário
 
Como Apresentar Em PúBlico Utilizando Powerpoint
Como Apresentar Em PúBlico Utilizando PowerpointComo Apresentar Em PúBlico Utilizando Powerpoint
Como Apresentar Em PúBlico Utilizando Powerpoint
 
Aulas no laboratório
Aulas no laboratórioAulas no laboratório
Aulas no laboratório
 
Uso do vídeo
Uso do vídeoUso do vídeo
Uso do vídeo
 
Apresentações
ApresentaçõesApresentações
Apresentações
 
Propostas de utilização do vídeo na sala de aula
Propostas de utilização do vídeo na sala de aulaPropostas de utilização do vídeo na sala de aula
Propostas de utilização do vídeo na sala de aula
 
Aulas no laboratório
Aulas no laboratórioAulas no laboratório
Aulas no laboratório
 
Perfeitas apresentações
Perfeitas apresentaçõesPerfeitas apresentações
Perfeitas apresentações
 
Registro pedagógico
Registro pedagógico Registro pedagógico
Registro pedagógico
 

Mais de Carlos Pinheiro

Formação de professores em Portugal e no AELC
Formação de professores em Portugal e no AELCFormação de professores em Portugal e no AELC
Formação de professores em Portugal e no AELCCarlos Pinheiro
 
Formulários do Google - guia para professores
Formulários do Google - guia para professoresFormulários do Google - guia para professores
Formulários do Google - guia para professoresCarlos Pinheiro
 
Edpuzzle: guia para professores
Edpuzzle:  guia para professoresEdpuzzle:  guia para professores
Edpuzzle: guia para professoresCarlos Pinheiro
 
Apresentação do Manual de Instruções para a Literacia Digital
Apresentação do Manual de Instruções para a Literacia DigitalApresentação do Manual de Instruções para a Literacia Digital
Apresentação do Manual de Instruções para a Literacia DigitalCarlos Pinheiro
 
Tecnologias emergentes na sala de aula
Tecnologias emergentes na sala de aulaTecnologias emergentes na sala de aula
Tecnologias emergentes na sala de aulaCarlos Pinheiro
 
Leitura pública da Ilíada
Leitura pública da IlíadaLeitura pública da Ilíada
Leitura pública da IlíadaCarlos Pinheiro
 
Desinformação e noticias falsas
Desinformação e noticias falsasDesinformação e noticias falsas
Desinformação e noticias falsasCarlos Pinheiro
 
Apresentação da plataforma MILD
Apresentação da plataforma MILDApresentação da plataforma MILD
Apresentação da plataforma MILDCarlos Pinheiro
 
40 maneiras de usar o telemóvel na escola
40 maneiras de usar o telemóvel na escola40 maneiras de usar o telemóvel na escola
40 maneiras de usar o telemóvel na escolaCarlos Pinheiro
 
Citações e referências bibliográficas
Citações e referências bibliográficasCitações e referências bibliográficas
Citações e referências bibliográficasCarlos Pinheiro
 
Manual de Instruções para a Literacia Digital
Manual de Instruções para a Literacia DigitalManual de Instruções para a Literacia Digital
Manual de Instruções para a Literacia DigitalCarlos Pinheiro
 
A gamificação em sala de aula
A gamificação em sala de aulaA gamificação em sala de aula
A gamificação em sala de aulaCarlos Pinheiro
 
Van Gogh - obra completa
Van Gogh - obra completaVan Gogh - obra completa
Van Gogh - obra completaCarlos Pinheiro
 
Como fazer trabalhos escolares - Ensino Básico
Como fazer trabalhos escolares - Ensino BásicoComo fazer trabalhos escolares - Ensino Básico
Como fazer trabalhos escolares - Ensino BásicoCarlos Pinheiro
 
A BE como Cadinho de Uso das TIC na Aprendizagem
A BE como Cadinho de Uso das TIC na Aprendizagem  A BE como Cadinho de Uso das TIC na Aprendizagem
A BE como Cadinho de Uso das TIC na Aprendizagem Carlos Pinheiro
 
Ensinar e aprender com TIC
Ensinar e aprender com TICEnsinar e aprender com TIC
Ensinar e aprender com TICCarlos Pinheiro
 
Licenciamento de conteúdos e direitos de autor na Internet
 Licenciamento de conteúdos e direitos de autor na Internet Licenciamento de conteúdos e direitos de autor na Internet
Licenciamento de conteúdos e direitos de autor na InternetCarlos Pinheiro
 
Formulários Google - Tutorial
Formulários Google - TutorialFormulários Google - Tutorial
Formulários Google - TutorialCarlos Pinheiro
 

Mais de Carlos Pinheiro (20)

Formação de professores em Portugal e no AELC
Formação de professores em Portugal e no AELCFormação de professores em Portugal e no AELC
Formação de professores em Portugal e no AELC
 
Formulários do Google - guia para professores
Formulários do Google - guia para professoresFormulários do Google - guia para professores
Formulários do Google - guia para professores
 
Edpuzzle: guia para professores
Edpuzzle:  guia para professoresEdpuzzle:  guia para professores
Edpuzzle: guia para professores
 
Apresentação do Manual de Instruções para a Literacia Digital
Apresentação do Manual de Instruções para a Literacia DigitalApresentação do Manual de Instruções para a Literacia Digital
Apresentação do Manual de Instruções para a Literacia Digital
 
Tecnologias emergentes na sala de aula
Tecnologias emergentes na sala de aulaTecnologias emergentes na sala de aula
Tecnologias emergentes na sala de aula
 
Leitura pública da Ilíada
Leitura pública da IlíadaLeitura pública da Ilíada
Leitura pública da Ilíada
 
Desinformação e noticias falsas
Desinformação e noticias falsasDesinformação e noticias falsas
Desinformação e noticias falsas
 
Apresentação da plataforma MILD
Apresentação da plataforma MILDApresentação da plataforma MILD
Apresentação da plataforma MILD
 
40 maneiras de usar o telemóvel na escola
40 maneiras de usar o telemóvel na escola40 maneiras de usar o telemóvel na escola
40 maneiras de usar o telemóvel na escola
 
Citações e referências bibliográficas
Citações e referências bibliográficasCitações e referências bibliográficas
Citações e referências bibliográficas
 
Manual de Instruções para a Literacia Digital
Manual de Instruções para a Literacia DigitalManual de Instruções para a Literacia Digital
Manual de Instruções para a Literacia Digital
 
A gamificação em sala de aula
A gamificação em sala de aulaA gamificação em sala de aula
A gamificação em sala de aula
 
Van Gogh - obra completa
Van Gogh - obra completaVan Gogh - obra completa
Van Gogh - obra completa
 
Jacques-Louis David
Jacques-Louis DavidJacques-Louis David
Jacques-Louis David
 
Como fazer trabalhos escolares - Ensino Básico
Como fazer trabalhos escolares - Ensino BásicoComo fazer trabalhos escolares - Ensino Básico
Como fazer trabalhos escolares - Ensino Básico
 
A BE como Cadinho de Uso das TIC na Aprendizagem
A BE como Cadinho de Uso das TIC na Aprendizagem  A BE como Cadinho de Uso das TIC na Aprendizagem
A BE como Cadinho de Uso das TIC na Aprendizagem
 
Caravaggio
CaravaggioCaravaggio
Caravaggio
 
Ensinar e aprender com TIC
Ensinar e aprender com TICEnsinar e aprender com TIC
Ensinar e aprender com TIC
 
Licenciamento de conteúdos e direitos de autor na Internet
 Licenciamento de conteúdos e direitos de autor na Internet Licenciamento de conteúdos e direitos de autor na Internet
Licenciamento de conteúdos e direitos de autor na Internet
 
Formulários Google - Tutorial
Formulários Google - TutorialFormulários Google - Tutorial
Formulários Google - Tutorial
 

Último

Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsxGilbraz Aragão
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...nexocan937
 
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETODouglasVasconcelosMa
 
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURACRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURADouglasVasconcelosMa
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfmarialuciadasilva17
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAEdioFnaf
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullyingMary Alvarenga
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxRevolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxHlioMachado1
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãodanielagracia9
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxkarinasantiago54
 
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.azulassessoria9
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Paula Meyer Piagentini
 
Modelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumoModelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumoprofleticiasantosbio
 
As variações do uso da palavra "como" no texto
As variações do uso da palavra "como" no  textoAs variações do uso da palavra "como" no  texto
As variações do uso da palavra "como" no textoMariaPauladeSouzaTur
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxHenriqueLuciano2
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdfCarlosRodrigues832670
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxAntonioVieira539017
 

Último (20)

Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
 
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
 
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURACRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxRevolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetização
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
 
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
 
Modelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumoModelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumo
 
As variações do uso da palavra "como" no texto
As variações do uso da palavra "como" no  textoAs variações do uso da palavra "como" no  texto
As variações do uso da palavra "como" no texto
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
 

Videoconferência - Dicas para professores

  • 1. Videoconferência Dicas para professores Conheça a plataforma Zoom, Google Hangouts, Webex, Jitsi… cada plataforma é diferente em termos de configurações-padrão, funcionalidades, requisitos de largura de banda, etc. Deverá conhecer bem a plataforma antes da primeira sessão. Estabeleça regras Defina regras de comunicação claras e comunique-as aos alunos previamente ou no início da sessão para que todos saibam como e quando participar As regras podem ser diferentes de acordo com o tema ou o grupo de alunos. Dedique cada sessão a apenas um tema Dê um título descritivo e não aborde diferentes temas em cada reunião. Se a videoconferência ficar disponível de forma assíncrona, será assim mais fácil para o aluno encontrar resposta às suas dúvidas. Estabeleça um cronograma Planifique cada sessão e estabeleça um cronograma, com o tempo que dedicará a cada parte, para evitar a dispersão. Faça uma introdução e um resumo Explique na introdução os objetivos da sessão e no final resuma os principais pontos abordados. Seja pontual e termine no horário definido Ser pontual é tão importante como numa aula presencial - em alguns casos, mais importante, pois os atrasos podem fazer com que os alunos pensem que estão no lugar errado ou na hora errada. Inicie e termine a sessão nos horários anunciados. Desligue o áudio dos alunos Ou peça para eles próprios o fazerem, ligando-o apenas quando pretenderem participar. Distribua materiais e documentos antes da reunião Algumas plataformas permitem distribuir os materiais necessários durante a reunião, mas se os alunos precisarem de os ver ou ler antes do início da sessão, distribua-os previamente com indicações do que se espera que façam com eles. Adote uma postura adequada Tenha em conta a orientação do olhar ou a velocidade de realização de movimentos perante a câmara. Partilhe apenas o que deseja partilhar Prepare a partilha de ecrã de modo a não partilhar o que não quer (por exemplo, a caixa de email) Para garantir que partilha apenas o que pretende, apresente numa janela (em vez de num ecrã inteiro). Verifique condições técnicas Verifique se os alunos possuem os equipamentos e o acesso à rede adequados ao sistema de videoconferência que vai utilizar, se funcionam corretamente e com bom desempenho (por exemplo, pode existir limitação quanto ao número de utilizadores simultâneos). Não use para «dar» aulas Se necessárias, não exceda os 10-15 minutos, mas use preferencialmente para esclarecimento de dúvidas, apresentação de trabalhos de alunos, debates sobre conteúdos disponibilizados assincronamente, ou convide um especialista para conversar com a turma. Use o fundo certo Use um plano de fundo discreto, sem distrações e com espaço para acomodar algum movimento físico. Ilumine o rosto Uma iluminação deficiente afeta não apenas a sua credibilidade, mas também o contexto de comunicação e o ambiente geral da reunião online. Escolha o ângulo certo Tal como a iluminação, o ângulo errado da câmara pode, na melhor das hipóteses, não ser lisonjeiro e, na pior das hipóteses, tornar a sua participação uma grande distração. O melhor ângulo é o que permita estabelecer um contacto visual mais direto. Não ignore a qualidade do som Otimize a qualidade do som, ajustando o volume do microfone, certificando-se de que não está muito próximo ou muito distante do mesmo, e use um nível de voz consistente, minimizando o ruído de fundo e silenciando-se a si mesmo quando não precisar falar. Use pausas intencionais na conversa As pausas intencionais após determinados pontos da conversa permitem que os alunos sejam incentivados a participar e a comunicar. Tenha em conta a segurança Use o máximo de medidas de segurança que plataforma permitir, nomeadamente passwords para aceder à reunião, sala de espera, trancar a sala depois do início, desativar o chat. Pense na privacidade dos alunos Alerte os alunos para não partilharem dados pessoais como morada, contactos, fotos ou imagens da sua residência. Tenha em atenção os tópicos a serem discutidos na reunião e pense em alternativas à videoconferência caso se trate de temas sensíveis. Desligue as mensagens Uma videoconferência não é um chat. Salvo raras exceções, o chat é apenas um elemento distrativo e pode apresentar problemas de segurança, se possibilitar a partilha de ficheiros. Carlos Pinheiro 2020