FACULDADE PRESIDENTE ANTONIO     CARLOS DE ITAJUBÁ ASMA BRÔNQUICA ALÉRGICA   Equipe:Débora Siqueira                  Traba...
ASMA    A asma é uma doença inflamatória crônica das vias    aéreas que ataca o sistema respiratório e resulta na    redu...
VIAS AÉREAS As vias aéreas são tubos que dão passagem ao ar. Elas iniciam no nariz, continuam como nasofaringe e laringe ...
A   mucosa brônquica é o revestimento interno das vias  aéreas, e pode ficar constantemente inflamada devido a  hiper-rea...
EXAMES CLÍNICOS PARA DIAGNÓSTICO                            DE ASMA   Radiografia de tórax. A radiografia para visualizar...
 Avaliação do escarro. Através deste exame avalia-se o muco expectorado dos pulmões à procura de eosinófilos - leucócitos...
COMO SE DESENVOLVE    Os mecanismos que causam a asma são complexos e    variam entre a população. Nem toda pessoa com   ...
 Alguns   vírus e bactérias causadoras de infecções respiratórias também podem estar implicadas em alguns casos de asma q...
TIPOS Asma   extrínseca: Ocorre quando as crises são provocadas por uma exposição a estímulos claramente provenientes do ...
 Asma  intrínseca: Ocorre sempre que o aparecimento das crises não está relacionado com nenhum fator precipitante externo...
FATORES DESENCADEADORES POEIRA          MOFO
PÓLEN     CHEIRO FORTE  PELOS    RESFRIADO
FUMAÇA   ÁCAROS,FUNGOS
SINTOMATOLOGIAOs sintomas da asma alérgica e não alérgica são os mesmos.Eles incluem:  Tosse,  Chiado,  Falta de ar ou res...
PREVENÇÃO PARA EVITAR UMA              CRISE ASMÁTICA   Encapar colchões e travesseiros.   Lavar semanalmente as roupas ...
TRATAMENTOA asma é uma doença que não tem cura, mas com otratamento adequado pode ser devidamente controlada,permitindo ao...
Além dos medicamentos, os pacientes devem procurardescansar, manterem-se bem nutridos e participarem deatividades físicas ...
REFERÊNCIAS   http://www.medipedia.pt/home/home.php?module=artigoEnc&    id=211   http://www.dicatual.com/como-tirar-mof...
   http://www.aescoladavida.com/tag/vegetarianismo/   http://www.medicando.com.br/conteudo/destaque/dia-da-asma-    saib...
FIM!
Asma brônquica alérgica
Asma brônquica alérgica
Asma brônquica alérgica
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Asma brônquica alérgica

8.271 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
8.271
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
86
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Asma brônquica alérgica

  1. 1. FACULDADE PRESIDENTE ANTONIO CARLOS DE ITAJUBÁ ASMA BRÔNQUICA ALÉRGICA Equipe:Débora Siqueira Trabalho apresentado ao prof.Fernanda silva MSc. Luiz Prudêncio Santos, na disciplina de Imunologia, no Paola oliveira 4º período do curso de Enfermagem, para obtenção de pontos.
  2. 2. ASMA A asma é uma doença inflamatória crônica das vias aéreas que ataca o sistema respiratório e resulta na redução ou até mesmo obstrução no fluxo de ar.
  3. 3. VIAS AÉREAS As vias aéreas são tubos que dão passagem ao ar. Elas iniciam no nariz, continuam como nasofaringe e laringe (onde se localizam as cordas vocais) e, no pescoço, tornam-se um tubo largo e único chamado traqueia. Já no tórax, a traqueia divide-se em dois tubos (brônquios), direito e esquerdo, levando o ar para os respectivos pulmões. Dentro dos pulmões, os brônquios vão se ramificando e tornam-se cada vez menores (bronquíolos) espalhando o ar.
  4. 4. A mucosa brônquica é o revestimento interno das vias aéreas, e pode ficar constantemente inflamada devido a hiper-reatividade brônquica (sensibilidade aumentada dos brônquios). Nas crises de asma, esta hiper-reatividade brônquica aumenta ainda mais e determina o estreitamento das vias aéreas, ocasionando a dispnéia (falta de ar).
  5. 5. EXAMES CLÍNICOS PARA DIAGNÓSTICO DE ASMA Radiografia de tórax. A radiografia para visualizar o interior dos pulmões ajuda a descartar outras causas possíveis dos sintomas, incluindo bronquite, pneumonia e câncer de pulmão. Raios X ou TC dos seios paranasais é um exame que utiliza os raios X para identificar pólipos nasais (crescimento nos seios paranasais) ou sinusite (inflamação ou edema dos seios paranasais decorrente de infecção); ambas as condições podem dificultar o tratamento e o controle da asma.
  6. 6.  Avaliação do escarro. Através deste exame avalia-se o muco expectorado dos pulmões à procura de eosinófilos - leucócitos cujo nível aumenta durante as crises de asma e que são deflagrados por outras alergias. Hemograma completo. Esse exame mostra níveis elevados de leucócitos, o que poderia indicar infecção, como bronquite ou pneumonia; níveis altos de eosinófilos também sugerem um componente alérgico na asma.
  7. 7. COMO SE DESENVOLVE Os mecanismos que causam a asma são complexos e variam entre a população. Nem toda pessoa com alergia tem asma e nem todos os casos de asma são explicados pela resposta alérgica do organismo a determinados estímulos. Cerca de um terço de todos os asmáticos possui um familiar (pais, avós, irmãos ou filhos) com asma ou com outra doença alérgica.
  8. 8.  Alguns vírus e bactérias causadoras de infecções respiratórias também podem estar implicadas em alguns casos de asma que se iniciam na vida adulta. A asma brônquica pode surgir em qualquer etapa da vida. Namaioria das vezes, se inicia na infância e poderá ou não durar por toda a vida.
  9. 9. TIPOS Asma extrínseca: Ocorre quando as crises são provocadas por uma exposição a estímulos claramente provenientes do exterior do organismo. Constitui cerca de 30% dos casos de asma e inclui todos os casos em que o componente alérgico é evidente.
  10. 10.  Asma intrínseca: Ocorre sempre que o aparecimento das crises não está relacionado com nenhum fator precipitante externo. Representa cerca de 70% dos casos e não pode ser atribuído a nenhum componente alérgico específico, podendo manifestar-se em qualquer idade, embora seja mais frequente nas pessoas com mais de 40 anos.
  11. 11. FATORES DESENCADEADORES POEIRA MOFO
  12. 12. PÓLEN CHEIRO FORTE PELOS RESFRIADO
  13. 13. FUMAÇA ÁCAROS,FUNGOS
  14. 14. SINTOMATOLOGIAOs sintomas da asma alérgica e não alérgica são os mesmos.Eles incluem: Tosse, Chiado, Falta de ar ou respiração rápida, Aperto no peito.Estes sintomas são frequentemente desencadeados pordeterminado fenômeno (gatilho) identificável.
  15. 15. PREVENÇÃO PARA EVITAR UMA CRISE ASMÁTICA Encapar colchões e travesseiros. Lavar semanalmente as roupas de cama. Retirar cortinas, tapetes, carpetes. Evitar animais domésticos. Promover a ventilação do ambiente.
  16. 16. TRATAMENTOA asma é uma doença que não tem cura, mas com otratamento adequado pode ser devidamente controlada,permitindo ao paciente levar uma vida normal.O tratamento da asma é feito basicamente pormedicamentos anti-inflamatórios (geralmente, esteróidesinalatórios) para manutenção e por broncodilatadores(geralmente, beta-2-adrenérgicos inalatórios de efeitorápido) para as crises.Outros medicamentos como os antileucotrienos sãousados para o tratamento da asma crônica.
  17. 17. Além dos medicamentos, os pacientes devem procurardescansar, manterem-se bem nutridos e participarem deatividades físicas regulares e apropriadas para o seu bem-estar. Todos estes fatores colaboram para o controle destadoença.
  18. 18. REFERÊNCIAS http://www.medipedia.pt/home/home.php?module=artigoEnc& id=211 http://www.dicatual.com/como-tirar-mofo-de-paredes/ http://www.abcdasaude.com.br/artigo.php?38 http://blogamelias.com.br/saude/o-seu-maior-inimigo-pode- deitar-ao-seu-lado-veja-as-dicas-e-saiba-como-prevenir- alergias-de-inverno/3/
  19. 19.  http://www.aescoladavida.com/tag/vegetarianismo/ http://www.medicando.com.br/conteudo/destaque/dia-da-asma- saiba-como-funciona-o-diagnostico-e-tratamento http://www.comentei.com.br/sintomas-da-asma-alergica- diagnostico-e-tratamento
  20. 20. FIM!

×