SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 11
EB1 de S. Miguel – Viseu nº 5


INVERNO

O INVERNO BATEU À PORTA,
TROUXE COM ELE CHUVA E FRIO,
AS NUVENS TAMBÉM VIERAM
A ÁGUA SUBIU NO RIO.

AS CRIANÇAS BRINCAM LÁ FORA,
JÁ VESTEM ROUPAS DE LÃ,
CALÇAM GALOCHAS E LUVAS,
QUANDO SAEM DE MANHÃ

A MÃE ARRANJA O CASACO
O GORRO E A CAMISOLA
MESMO COM O TEMPO FRIO
EU GOSTO DE IR À ESCOLA.

            Ana Cristina Correia
EB1 de S. Miguel – Viseu nº 5



Velho

Velho, Velho, Velho.
Chegou o InVerno.
Vem de sobretudo,
Vem de CaCheCol,
o Chão onde passa
pareCe um lençol.

esqueCeu as luVas
perto do fogão:
quando as proCurou,
roubara-as um Cão.

Com medo do frIo
enCosta-se a nós:
daI-lhe Café quente
senão perde a Voz.

Velho, Velho, Velho.
Chegou o InVerno.

      Eugénio de Andrade
EB1 de S. Miguel – Viseu nº 5



InVerno

O Inverno começou

tudo molhou…

o vento soprou…

o frio chegou…

a mãe me agasalhou

com um camisolão

as botas, o gorro

e um blusão.

Mas eu, mesmo assim,

fiquei constipado

tive que ficar

em casa deitado.

O senhor Inverno

traz o frio à noite

e por culpa dele

eu fiquei doente!




Chove chuva
EB1 de S. Miguel – Viseu nº 5

Chove chuva
Chuva chove.
 Chove chuva
Chove cá.
Já choveu uma chuvada
Numa chávena de chá.

Numa chávena de chá
Numa chávena chinesa
Chove chuva
Chuva chove
No chá da dona Teresa.

Chove chuva
Chuva chove
Chove chuva
Chove cá.
Já estou farto da chuva
Quero tomar um chá.
                          António Mota




AquelA nuvem
EB1 de S. Miguel – Viseu nº 5

- É tão bom ser nuvem,
ter um corpo leve,
e passar, passar.

- leva-me contigo,
Quero ver granada
Quero ver o mar.

- granada É longe,
o mar É distante,
não podes voar.

- para Que te serve
ser nuvem, se não
me podes levar?

- serve para te ver.
e passar, passar.

        eugÉnio de andrade




“ FLOCOS DE NEVE”
EB1 de S. Miguel – Viseu nº 5

São moscas brancas?
São borboletas?
Não pode ser,
Moscas são pretas
E as borboletas
Estão por nascer.
Flocos de neve?
Isso é que são
Dançam ao vento
Depois cansados
Caem no chão.




        O Vento

        Um moinho
    lento
        Não       tinha
    vento
        E o moleiro
    dizia:
        Se eu invento o vento
        O meu moinho lento
EB1 de S. Miguel – Viseu nº 5

          Ganha movimento.




Chove, chove,
Ping... Ping...
                                                  Chove
                                                  chuva
                                                  sem
                                                  parar.
Chove,                                            Chove,
chove,                                            chove,
                                                  Ping...
Ping...
E o menino sem brincar.
Chove, chove,
Ping... Ping...
Correm os rios para o mar.
Chove, chove,
Ping... Ping...
Estão os barcos a navegar.
Chove, chove,
Ping... Ping...
Andam chapéus pelo ar.
EB1 de S. Miguel – Viseu nº 5
Chove, chove,
Ping... Ping...
Gosto de estar a olhar.
A chuva a cair,
O vento a soprar,
E eu aqui sozinho
Sem poder brincar
EB1 de S. Miguel – Viseu nº 5


Um guarda-chuva

Tenho um guarda-chuva
branco e azulinho,
levo-o pela rua
com muito jeitinho.

Quando vou abri-lo
Fica todo assim:
Como o cogumelo
Que está no jardim.

Guarda-chuva, meu amigo,
eu não quero constipar.
Deixa-me ir no teu abrigo
até a chuva parar.

 O meu guarda-chuva
parece uma onda,
varetas brilhantes
e copa redonda.
Leve dançarino,
se o vento soprar
fica viradinho
de penas p´ro ar.




A chuva
EB1 de S. Miguel – Viseu nº 5



Cai a chuva de mansinho
De manhã, ao acordar.

Da janela do meu quarto
Mil gotinhas a dançar.

Porque cai chuva do céu?
Serão nuvens a chorar?
São milhares de gotinhas
Que à terra vão chegar.




Gota d`água

Gota d`água é brincalhona
Transparente e vadia;
Gota d`água cai depressa
Seja noite ou seja dia.

Onde moras, ó gotinha,
Que do céu queres sair?
Tu espreitas pela nuvem
Para então poderes cair.

Andas suspensa no ar
Arco-íris de ilusão
Tu viajas pelo mundo
E cais na nossa canção
EB1 de S. Miguel – Viseu nº 5



Cai a chuva de mansinho
De manhã, ao acordar.

Da janela do meu quarto
Mil gotinhas a dançar.

Porque cai chuva do céu?
Serão nuvens a chorar?
São milhares de gotinhas
Que à terra vão chegar.




Gota d`água

Gota d`água é brincalhona
Transparente e vadia;
Gota d`água cai depressa
Seja noite ou seja dia.

Onde moras, ó gotinha,
Que do céu queres sair?
Tu espreitas pela nuvem
Para então poderes cair.

Andas suspensa no ar
Arco-íris de ilusão
Tu viajas pelo mundo
E cais na nossa canção

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Adivinhas no Inverno - JICotovia- sala 2
Adivinhas no Inverno - JICotovia- sala 2Adivinhas no Inverno - JICotovia- sala 2
Adivinhas no Inverno - JICotovia- sala 2Susana Pinhal
 
A velhinha que comeu os símbolos do natal
A velhinha que comeu os símbolos do natalA velhinha que comeu os símbolos do natal
A velhinha que comeu os símbolos do natalMaria Sousa
 
Uma história de páscoa
Uma história de páscoaUma história de páscoa
Uma história de páscoaElisete Nunes
 
Natal conto melhor-natal-de-sempre
Natal conto melhor-natal-de-sempreNatal conto melhor-natal-de-sempre
Natal conto melhor-natal-de-sempreMarisol Santos
 
L ivro todos no sofá
L ivro todos no sofáL ivro todos no sofá
L ivro todos no sofáIsa ...
 
A oficina do pai natal- pdf
A oficina do pai natal- pdfA oficina do pai natal- pdf
A oficina do pai natal- pdfIsa Crowe
 
A ovelhinha dá me lã - apresentação
A ovelhinha dá me lã - apresentaçãoA ovelhinha dá me lã - apresentação
A ovelhinha dá me lã - apresentaçãoFátima Lares Correia
 
Chibos sabichões
Chibos sabichõesChibos sabichões
Chibos sabichõesgenarui
 
A Horta Do Sr Lobo
A Horta Do Sr LoboA Horta Do Sr Lobo
A Horta Do Sr LoboLuzia Couto
 
A castanha lili-
A castanha lili-A castanha lili-
A castanha lili-labeques
 
Coração de Mãe
Coração de MãeCoração de Mãe
Coração de MãePedro Moura
 
João e-os-5-sentidos
João e-os-5-sentidosJoão e-os-5-sentidos
João e-os-5-sentidosMara Pinto
 
Casamento diospiro noz
Casamento diospiro nozCasamento diospiro noz
Casamento diospiro nozMaria Leonor
 
Bruxa mimi
Bruxa mimiBruxa mimi
Bruxa mimiAna Alho
 

Mais procurados (20)

O meu pai
O meu paiO meu pai
O meu pai
 
História da Maria Castanha
História da Maria CastanhaHistória da Maria Castanha
História da Maria Castanha
 
O Meu Pai
O Meu PaiO Meu Pai
O Meu Pai
 
Um bocadinho de inverno
Um bocadinho de invernoUm bocadinho de inverno
Um bocadinho de inverno
 
Adivinhas no Inverno - JICotovia- sala 2
Adivinhas no Inverno - JICotovia- sala 2Adivinhas no Inverno - JICotovia- sala 2
Adivinhas no Inverno - JICotovia- sala 2
 
A velhinha que comeu os símbolos do natal
A velhinha que comeu os símbolos do natalA velhinha que comeu os símbolos do natal
A velhinha que comeu os símbolos do natal
 
Uma história de páscoa
Uma história de páscoaUma história de páscoa
Uma história de páscoa
 
Natal conto melhor-natal-de-sempre
Natal conto melhor-natal-de-sempreNatal conto melhor-natal-de-sempre
Natal conto melhor-natal-de-sempre
 
A galinha ruiva
A galinha ruivaA galinha ruiva
A galinha ruiva
 
L ivro todos no sofá
L ivro todos no sofáL ivro todos no sofá
L ivro todos no sofá
 
A oficina do pai natal- pdf
A oficina do pai natal- pdfA oficina do pai natal- pdf
A oficina do pai natal- pdf
 
A ovelhinha dá me lã - apresentação
A ovelhinha dá me lã - apresentaçãoA ovelhinha dá me lã - apresentação
A ovelhinha dá me lã - apresentação
 
Chibos sabichões
Chibos sabichõesChibos sabichões
Chibos sabichões
 
A Horta Do Sr Lobo
A Horta Do Sr LoboA Horta Do Sr Lobo
A Horta Do Sr Lobo
 
A castanha lili-
A castanha lili-A castanha lili-
A castanha lili-
 
Os 3 bonecos de neve
Os 3 bonecos de neveOs 3 bonecos de neve
Os 3 bonecos de neve
 
Coração de Mãe
Coração de MãeCoração de Mãe
Coração de Mãe
 
João e-os-5-sentidos
João e-os-5-sentidosJoão e-os-5-sentidos
João e-os-5-sentidos
 
Casamento diospiro noz
Casamento diospiro nozCasamento diospiro noz
Casamento diospiro noz
 
Bruxa mimi
Bruxa mimiBruxa mimi
Bruxa mimi
 

Mais de labeques

A multiplicação+
A multiplicação+A multiplicação+
A multiplicação+labeques
 
Os reis magos
Os reis magosOs reis magos
Os reis magoslabeques
 
Os reis magos
Os reis magosOs reis magos
Os reis magoslabeques
 
Água potável...
Água potável...Água potável...
Água potável...labeques
 
Água potável
Água potávelÁgua potável
Água potávellabeques
 
Mat adicao somar9.19.29
Mat adicao somar9.19.29Mat adicao somar9.19.29
Mat adicao somar9.19.29labeques
 
Natal nas asas do arco íris
Natal nas asas do arco írisNatal nas asas do arco íris
Natal nas asas do arco írislabeques
 
Power point
Power pointPower point
Power pointlabeques
 
Meses do ano...
Meses do ano...Meses do ano...
Meses do ano...labeques
 
As profissões
As profissões As profissões
As profissões labeques
 
Multiplicao
MultiplicaoMultiplicao
Multiplicaolabeques
 
Multiplicao
MultiplicaoMultiplicao
Multiplicaolabeques
 
A lenda de S. Martinho...
A lenda de S. Martinho... A lenda de S. Martinho...
A lenda de S. Martinho... labeques
 
Osmesesdoano 101108162530-phpapp01
Osmesesdoano 101108162530-phpapp01Osmesesdoano 101108162530-phpapp01
Osmesesdoano 101108162530-phpapp01labeques
 
Abruxamimi 130806180006-phpapp02
Abruxamimi 130806180006-phpapp02Abruxamimi 130806180006-phpapp02
Abruxamimi 130806180006-phpapp02labeques
 
óRgãos dos sentidos
óRgãos dos sentidosóRgãos dos sentidos
óRgãos dos sentidoslabeques
 
Guião de leitura...
Guião de leitura...Guião de leitura...
Guião de leitura...labeques
 
Leónia devora os livros...
Leónia devora os livros...Leónia devora os livros...
Leónia devora os livros...labeques
 
Lenóia devora os livros...
Lenóia devora os livros...Lenóia devora os livros...
Lenóia devora os livros...labeques
 
Regularidadesnumatabelappt 131011143946-phpapp01
Regularidadesnumatabelappt 131011143946-phpapp01Regularidadesnumatabelappt 131011143946-phpapp01
Regularidadesnumatabelappt 131011143946-phpapp01labeques
 

Mais de labeques (20)

A multiplicação+
A multiplicação+A multiplicação+
A multiplicação+
 
Os reis magos
Os reis magosOs reis magos
Os reis magos
 
Os reis magos
Os reis magosOs reis magos
Os reis magos
 
Água potável...
Água potável...Água potável...
Água potável...
 
Água potável
Água potávelÁgua potável
Água potável
 
Mat adicao somar9.19.29
Mat adicao somar9.19.29Mat adicao somar9.19.29
Mat adicao somar9.19.29
 
Natal nas asas do arco íris
Natal nas asas do arco írisNatal nas asas do arco íris
Natal nas asas do arco íris
 
Power point
Power pointPower point
Power point
 
Meses do ano...
Meses do ano...Meses do ano...
Meses do ano...
 
As profissões
As profissões As profissões
As profissões
 
Multiplicao
MultiplicaoMultiplicao
Multiplicao
 
Multiplicao
MultiplicaoMultiplicao
Multiplicao
 
A lenda de S. Martinho...
A lenda de S. Martinho... A lenda de S. Martinho...
A lenda de S. Martinho...
 
Osmesesdoano 101108162530-phpapp01
Osmesesdoano 101108162530-phpapp01Osmesesdoano 101108162530-phpapp01
Osmesesdoano 101108162530-phpapp01
 
Abruxamimi 130806180006-phpapp02
Abruxamimi 130806180006-phpapp02Abruxamimi 130806180006-phpapp02
Abruxamimi 130806180006-phpapp02
 
óRgãos dos sentidos
óRgãos dos sentidosóRgãos dos sentidos
óRgãos dos sentidos
 
Guião de leitura...
Guião de leitura...Guião de leitura...
Guião de leitura...
 
Leónia devora os livros...
Leónia devora os livros...Leónia devora os livros...
Leónia devora os livros...
 
Lenóia devora os livros...
Lenóia devora os livros...Lenóia devora os livros...
Lenóia devora os livros...
 
Regularidadesnumatabelappt 131011143946-phpapp01
Regularidadesnumatabelappt 131011143946-phpapp01Regularidadesnumatabelappt 131011143946-phpapp01
Regularidadesnumatabelappt 131011143946-phpapp01
 

Inverno na escola

  • 1. EB1 de S. Miguel – Viseu nº 5 INVERNO O INVERNO BATEU À PORTA, TROUXE COM ELE CHUVA E FRIO, AS NUVENS TAMBÉM VIERAM A ÁGUA SUBIU NO RIO. AS CRIANÇAS BRINCAM LÁ FORA, JÁ VESTEM ROUPAS DE LÃ, CALÇAM GALOCHAS E LUVAS, QUANDO SAEM DE MANHÃ A MÃE ARRANJA O CASACO O GORRO E A CAMISOLA MESMO COM O TEMPO FRIO EU GOSTO DE IR À ESCOLA. Ana Cristina Correia
  • 2. EB1 de S. Miguel – Viseu nº 5 Velho Velho, Velho, Velho. Chegou o InVerno. Vem de sobretudo, Vem de CaCheCol, o Chão onde passa pareCe um lençol. esqueCeu as luVas perto do fogão: quando as proCurou, roubara-as um Cão. Com medo do frIo enCosta-se a nós: daI-lhe Café quente senão perde a Voz. Velho, Velho, Velho. Chegou o InVerno. Eugénio de Andrade
  • 3. EB1 de S. Miguel – Viseu nº 5 InVerno O Inverno começou tudo molhou… o vento soprou… o frio chegou… a mãe me agasalhou com um camisolão as botas, o gorro e um blusão. Mas eu, mesmo assim, fiquei constipado tive que ficar em casa deitado. O senhor Inverno traz o frio à noite e por culpa dele eu fiquei doente! Chove chuva
  • 4. EB1 de S. Miguel – Viseu nº 5 Chove chuva Chuva chove. Chove chuva Chove cá. Já choveu uma chuvada Numa chávena de chá. Numa chávena de chá Numa chávena chinesa Chove chuva Chuva chove No chá da dona Teresa. Chove chuva Chuva chove Chove chuva Chove cá. Já estou farto da chuva Quero tomar um chá. António Mota AquelA nuvem
  • 5. EB1 de S. Miguel – Viseu nº 5 - É tão bom ser nuvem, ter um corpo leve, e passar, passar. - leva-me contigo, Quero ver granada Quero ver o mar. - granada É longe, o mar É distante, não podes voar. - para Que te serve ser nuvem, se não me podes levar? - serve para te ver. e passar, passar. eugÉnio de andrade “ FLOCOS DE NEVE”
  • 6. EB1 de S. Miguel – Viseu nº 5 São moscas brancas? São borboletas? Não pode ser, Moscas são pretas E as borboletas Estão por nascer. Flocos de neve? Isso é que são Dançam ao vento Depois cansados Caem no chão. O Vento Um moinho lento Não tinha vento E o moleiro dizia: Se eu invento o vento O meu moinho lento
  • 7. EB1 de S. Miguel – Viseu nº 5 Ganha movimento. Chove, chove, Ping... Ping... Chove chuva sem parar. Chove, Chove, chove, chove, Ping... Ping... E o menino sem brincar. Chove, chove, Ping... Ping... Correm os rios para o mar. Chove, chove, Ping... Ping... Estão os barcos a navegar. Chove, chove, Ping... Ping... Andam chapéus pelo ar.
  • 8. EB1 de S. Miguel – Viseu nº 5 Chove, chove, Ping... Ping... Gosto de estar a olhar. A chuva a cair, O vento a soprar, E eu aqui sozinho Sem poder brincar
  • 9. EB1 de S. Miguel – Viseu nº 5 Um guarda-chuva Tenho um guarda-chuva branco e azulinho, levo-o pela rua com muito jeitinho. Quando vou abri-lo Fica todo assim: Como o cogumelo Que está no jardim. Guarda-chuva, meu amigo, eu não quero constipar. Deixa-me ir no teu abrigo até a chuva parar. O meu guarda-chuva parece uma onda, varetas brilhantes e copa redonda. Leve dançarino, se o vento soprar fica viradinho de penas p´ro ar. A chuva
  • 10. EB1 de S. Miguel – Viseu nº 5 Cai a chuva de mansinho De manhã, ao acordar. Da janela do meu quarto Mil gotinhas a dançar. Porque cai chuva do céu? Serão nuvens a chorar? São milhares de gotinhas Que à terra vão chegar. Gota d`água Gota d`água é brincalhona Transparente e vadia; Gota d`água cai depressa Seja noite ou seja dia. Onde moras, ó gotinha, Que do céu queres sair? Tu espreitas pela nuvem Para então poderes cair. Andas suspensa no ar Arco-íris de ilusão Tu viajas pelo mundo E cais na nossa canção
  • 11. EB1 de S. Miguel – Viseu nº 5 Cai a chuva de mansinho De manhã, ao acordar. Da janela do meu quarto Mil gotinhas a dançar. Porque cai chuva do céu? Serão nuvens a chorar? São milhares de gotinhas Que à terra vão chegar. Gota d`água Gota d`água é brincalhona Transparente e vadia; Gota d`água cai depressa Seja noite ou seja dia. Onde moras, ó gotinha, Que do céu queres sair? Tu espreitas pela nuvem Para então poderes cair. Andas suspensa no ar Arco-íris de ilusão Tu viajas pelo mundo E cais na nossa canção