Sociedade de informação e os media em portugal

2.788 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Negócios, Tecnologia
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.788
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
84
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sociedade de informação e os media em portugal

  1. 1. Viver em Português<br />Técnicos Comerciais 04<br />Sociedade de Informação e os Media em Portugal<br />Condicionantes da produção mediática: audiências programação e publicidade<br />
  2. 2. A estabilidade nos horários dos programas, reconhecida pela maior parte dos telespectadores, permite que as pessoas organizem as suas actividades em virtude da grade de programação da emissora. Na verdade, cada público específico sabe exactamente em qual horário vai encontrar os seus programas.<br />Nada disso acontece por acaso. Os canais televisivos investem no estabelecimento de canais directos de comunicação com seu público por meio de entrevistas em profundidade e discussões de grupo, exactamente para garantir que seus programas atendam às expectativas dos seus telespectadores, tanto em relação ao horário de exibição, quanto ao conteúdo.<br />Programação<br />
  3. 3. As flutuações de audiências são condicionadas pelos fenómenos de sazonalidade, que existem em diversos grãos (diariamente, semanalmente e anualmente). Esses fenómenos estão directamente ligados ao ritmo de vida dos telespectadores, sendo essa influência nítida ao longo do dia.<br />
  4. 4. Essa facilidade do telespectador em encontrar o seu programa traz, para quem anuncia, a certeza de que irá alcançar seu público-alvo e obter o retorno desejado para o seu investimento. Basta escolher os programas adequados.<br />
  5. 5.
  6. 6. Como se pode ver na figura acima, os picos de audiência têm uma maior incidência nas horas das refeições principais, com particular destaque na hora do jantar, zona onde se insere o já conhecido horário nobre1. Esta variação não é de todo estranha, uma vez que a maioria das pessoas, durante o dia, se encontra a trabalhar. No entanto, os fenómenos de sazonalidade também se aplicam aos finais de semana, quando as pessoas, na sua maioria, estão no seu período de descanso. Uma vez que os hábitos televisivos se alteram nestes dias, o período do horário nobre, por exemplo, difere se estivermos a falar de dias úteis ou de fins de semanas, sendo mais alargado nestes últimos. Mas os fenómenos de sazonalidade também se fazem sentir ao longo do ano. Com a chegada dos meses quentes, muitos portugueses começam a entrar de férias, alterando os seus hábitos. É pelo facto de ser nesta zona do dia que se registam os maiores índices de audiências que lhe é dado o nome de Horário Nobre televisivos. <br />
  7. 7. Os meses de Junho a Setembro são normalmente atípicos quando comparados com os restantes, em termos de audiências. Além da sazonalidade, também os acontecimentos excepcionais alteram as audiências. Podemos dividi-los dois grupos: <br />• Os que são programados<br />• Os que são imprevistos<br />Enquanto que para os primeiros, uma vez que são programadas, existe o conhecimento à priori do tipo de impacto espectável nas audiências, conhecendo o passado ligado com acontecimentos do género. Os imprevistos são, como o próprio nome indica, não programados e só é possível estimar o seu efeito depois do seu acontecimento. Um exemplo de um acontecimento especial programado pode ser um jogo do final da taça. Um exemplo de um inesperado é o 11 de Setembro<br />
  8. 8. Meios de Comunicação Objectivos:<br />
  9. 9. Objectivo da Publicidade:<br />- Exercer uma influência sobre o espírito das pessoas e sobre os seus comportamentos.<br /><ul><li>Influenciar os sentimentos do consumidor em termos de marca, produto, serviço, causa…</li></ul> Designação da Mensagem:<br />- A forma como a mensagem está apresentada ao consumidor<br />- O meio como uma atracção ou característica especial se transforma numa mensagem publicitária<br />Publicidade<br />
  10. 10. Tipologia de Anúncios em relação à mensagem:<br /> Existem 3 Dimensões:<br /> Dimensão Racional:<br /> - Benefício, Performance, Qualidade, Desempenho, Valor, ...<br />Dimensão Emocional:<br /> - Medo, Culpa, Vergonha, Desejo, ...<br />Dimensão Moral<br /> - Certo, Apropriado, Causas...<br />
  11. 11. - A Notoriedade<br />Tem como objectivo tornar o nome de uma marca familiar e presente no espírito dos potenciais clientes.<br />- Informação Factual<br />Tem como objectivo difundir certas informações factuais que, pelo facto de serem difundidas junto do segmento alvo pode fazer com que modifique o seu comportamento.<br />- Persuasão<br />Pretende convencer os seus destinatários de que determinado comportamento será para eles útil e agradável.<br />Dimensão Racional<br />
  12. 12. - A Emoção, o Desejo, o Sonho<br /> Tem como objectivo associar a uma marca atributos imaginários, símbolos valorizadores ou ainda sonhos ou emoções agradáveis que, por um processo mental irracional e geralmente inconsciente de identificação, a tornarão desejável pelos consumidores.<br />-A Simpatia pela Marca<br />Tem como objectivo suscitar ou reforçar os sentimentos de simpatia por uma determinada marca, esperando que os elementos do segmento alvo manifestem-na comprando os seus produtos.<br />Dimensão Emocional<br />
  13. 13. - Campanhas Sociais<br />Tem o objectivo de promover o bem estar da sociedade, defendendo causas que pretendem corrigir desigualdades sociais.<br />Dimensão Moral<br />

×