IFMA campus Bacabal
Disciplina língua portuguesa:
Turma: Administração módulo III
Nome: Kayllon Patrick, Iury Kelvin, Math...
História de amor de perdição
Conta uma história de Domingos Botelho que tinha um filho por nome de Simão e tinha um
irmão ...
Artigo de opinião
No século XXI o romantismo foi deixado de lado por que não existe,
mas sentimento com a nova era tecnoló...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Trabalho de potuguês

132 visualizações

Publicada em

segundo capítulo amor de perdição

Publicada em: Design
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
132
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Trabalho de potuguês

  1. 1. IFMA campus Bacabal Disciplina língua portuguesa: Turma: Administração módulo III Nome: Kayllon Patrick, Iury Kelvin, Matheus teles, Andre Lucas, Gabriel athaide, João Lucas. Artigo de opinião
  2. 2. História de amor de perdição Conta uma história de Domingos Botelho que tinha um filho por nome de Simão e tinha um irmão mais velho, Manuel, com quem tivera algumas desavenças, e irmãs mais novas. Sua mãe chamava-se Rita e por vezes tinha uma atitude de soberba. Simão era um jovem que envergonhava a família por que trocava seus livros por armas. Suas amizades eram apenas com aqueles que pertenciam às classes mais pobres. E por tais atitudes desgostava muito a seus pais, eles na verdade nem sentiam amor pelo filho. Porém, passado um tempo Simão mudou totalmente. Não saía mais de casa, suas más amizades findaram suas desordens também e passava seus dias em casa junto com Rita, sua irmã. A mudança no comportamento dele devia-se á sua paixão por Teresa Albuquerque, filha de Tadeu Albuquerque, haviam-se apaixonado, Simão e Teresa eram membros de famílias rivais. Moradores de casas vizinhas, em Viseu.Os jovens apaixonados, logo perceberam a impossibilidade da realização desse amor por meio do casamento, pois suas famílias eram inimigas. Pouco tempo depois começam sentir ódio por seus pais. Todavia mantêm um namoro silencioso através das janelas próximas. Ambas as famílias, desconfiadas, fazem tudo para combater a união amorosa. Tadeu de Albuquerque, pai de Teresa, ao descobrir o romance, trata de prometer a mão de sua filha a seu sobrinho Baltasar Coutinho. No entanto, a menina o negou até pelo fato de o seu primo a irrita muito e foi então que começaram as ameaças a Teresa, casava-se ou não seria mais considerada filha, seria mandada para um convento. Na casa de Simão, o pai, muito irritado com aquela paixão resolve pôr fim ao romance entre seu filho e Teresa, enviando o jovem Simão a Coimbra para concluir seus estudos, pretendia com isso sufocar o amor dos jovens pela distância. Simão, enlouquecido pela saudade de sua amada, decide ir a Viseu encontrar-se com Teresa. É hospedado pelo ferreiro João da Cruz, homem destemido, forte e fiel que devia favores a seu pai. Após uma tentativa falhada de se encontrar com Teresa Simão sai ferido. O rapaz busca refúgio na casa de João da Cruz para recuperar, dos ferimentos.Os amantes ainda mantinham comunicação por meio de uma velha mendiga que passava com freqüência sob a janela do quarto de Teresa. Para castigar a filha, Tadeu de Albuquerque decide mandá-la para um convento do Porto. Antes, porém, a jovem é recolhida num convento na própria cidade de Viseu, enquanto Tadeu aguardava a resposta do Porto. Em Viseu, na casa do ferreiro, Mariana, filha do ferreiro acaba por se apaixonar por Simão, amor esse não revelado pela moça. Simão ao tomar conhecimento dos fatos, fica furioso e, num acesso incontido de raiva, decide tentar raptar Teresa. O jovem defronta-se com Baltasar, na tentativa de resgatar Teresa. Mesmo diante de várias testemunhas o jovem Simão atinge Baltasar com um tiro mortal. Simão é preso e condenado à morte. Porém, devido à interferência do corregedor Domingos Botelho, pai de Simão, a pena é convertida ao degredo nas Índias. A sentença do desterro sai, Simão é condenado a ficar dez anos na Índia.Teresa começa a ter sua saúde abalada, cada vez mais triste e muito magoada, parece ter perdido a vontade de viver.Ao embarcar rumo à Índia, Simão, pela última vez no mirante do convento Teresa.Também Teresa contempla o navio que levava seu amado. Logo após, Teresa morre. Simão, antes de seguir seu destino, toma conhecimento da morte de Teresa e segue rumo ao degredo. Relê cartas de Teresa, seu corpo vai sendo consumido pela morte.Alguns dias após o início da viagem, Simão adoeceu, tinha febres e delírios, Simão morre. Mariana, não resistindo à perda de Simão, no momento em que vão lançar o corpo de Simão ao mar, e mariana lançou se ao mar junto a Simão.
  3. 3. Artigo de opinião No século XXI o romantismo foi deixado de lado por que não existe, mas sentimento com a nova era tecnológica trouxe consigo alguma mudança radical no comportamento das pessoas, especialmente em relação aos relacionamentos que não duram como antes, do mesmo jeito Tem ainda a chance de escolher os amigos de qual quer lugar do mundo sem nenhuma responsabilidade. O romantismo tende a se enfraquecer cada vez durante o tempo, mais ainda existem pessoas que dão valor ao romantismo e se prendem muito a ele mais são pouquíssimas as pessoas. O romantismo antigamente influenciava bastante em relacionamentos por que para se conquistar uma garota você tinha que ser muito romântico, já nos dias atuais as pessoas estão mais interessadas nos bens materiais, algumas pessoas que não conseguem nenhuma pessoa romântica precisam focar em outros objetivos de sua vida. Hoje em dia as pessoas estão mais preocupadas em se estabilizar financeiramente, para depois achar uma pessoa para viver juntos, a verdade é essa viver juntos por que eles dificilmente vão se amar, eles se juntam na verdade só por que convivem em uma mesma sociedade ou em uma bem próxima. O romantismo do século XXI não deveria ser lido por que é uma tremenda perca de tempo por que isso foi deixado no passado e hoje em dia não existe mais isso.

×