Ceo fgv sustentável

368 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
368
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ceo fgv sustentável

  1. 1. mas...
  2. 2. PRA QUE REVISITAR OSPROCESSOS DE INOVAÇÃO COM A LENTE DA SUSTENTABILIDADE?
  3. 3. ATÉQUANDO...
  4. 4. MAIORMELHOR
  5. 5. Flash MobsSustentabilidade
  6. 6. Buscando a Evolução do Conceito de Sustentabilidade 1945-1960s 2000’s- Presente Negação da Poluição Além da Produção Verde como problema da •Produção mais Limpa sociedade •Base da pirâmide “Smell of money” “Ecoeficiência (dissimulação) (Força positiva) Obrigação Reorientação Oportunidade Mid 1980s-1990s 1970-80s Regulação do Produção Verde •Prevenção da poluição End-of-pipe •Ecoeficiência “Pagar para reduzir (Ganha - Ganha) o impacto negativo” (trade-off)
  7. 7. em seu livro …
  8. 8. Modelo de Sustentabilidade FONTE: Stuart L. Hart e Mark Milstein
  9. 9. O modelo de Hart defende a criação devalor sustentável Tecnologia Limpa Visão sustentável Monitorar Valores Concentração de Conselho de Propriedade Administração Prevenção da Poluição Supervisão do Produto Controlar Padrões Remuneração Executiva Estrutura Multidivisional Decisões Administrativas Stuart Hart
  10. 10. Refazendo a equação do Valor para Valor Sustentável BENEFÍCIO VALOR = x Efeitos socioambientais CUSTONO PROCESSO DE SELEÇÃO HOJE: NO PROCESSO DE SELEÇÃO Consumidor compara produtos FUTURO: /serviços concorrentes  Consumidor compara produtos É extremamente exigente nessa considerando os efeitos no avaliação ecossistema Escolhe a opção que lhe oferece a  Considera matéria prima naturais melhor Equação de Valor ou combustíveis fósseis e uso eficiente dos recursos Melhor Benefício / Custo Escolhe opção que oferece melhor  Escolhe a opção que lhe oferece a melhor Equação de Valor Experiência de Compra Sustentável  Escolhe a opção que oferece melhor relacionamento mais transparente com a empresa
  11. 11. aumenta aconsciência social
  12. 12. Annie Leonard é especialista emsaúde ambiental e sustentabilidade,passou os últimos 20 anosinvestigando fábricas e lixões domundo todo. Coordenadora daFundação para a Produção eConsumo sustentável, que temcomo objetivo possibilitar ummundo sustentável e mais justo.
  13. 13. Childrensee /do
  14. 14. Guia do Greenpeace para eletrônicos mais verdes
  15. 15. Aideia é
  16. 16. pela pressão social cada vezmaior preparar-se para o Consumo consciente
  17. 17. Que para 87% de executivos de 133 empresas em29 países, as mudanças climáticas representam omaior desafio para os negócios nos próximos 5anos. Que para 10 mil consumidores ouvidos em 22países, cerca de 96% alegaram disposição depagar mais por um produto verde,comprovadamente sustentável, mas apenas 12%havia feito isso nos últimos 12 meses anteriores,por falta de oferta de produtossustentáveis. (Pesquisa Accenture,2008)
  18. 18. Brasileiros querem mais opções de produtos verdes
  19. 19. 96% dos brasileiros entrevistados afirmamque estão preocupados com as mudançasclimáticas e 96% consideram que serãoimpactados diretamente em suas vidas;9 /10 brasileiros dizem que estariamdispostos a mudar para um fornecedor queutiliza energia renovável;98% dos consumidores brasileiros dizem quemudariam de produto, por um que minimiza oimpacto sobre as mudanças climáticas, masapenas 48% havia feito isso nos últimos12 meses anteriores, por falta de ofertade produtos sustentáveis. Fonte: Accenture End-Consumer Observatory on Climate Change 2009
  20. 20. por falta de ofertade produtossustentáveis, quecaibam no orçamentodoméstico.
  21. 21. 7 regras simples para a utilização de sustentabilidade impulsionado pela inovação contínua : Financial post
  22. 22. Fábio Barbosa
  23. 23. Acontece que hoje ainda não temsido possível que um produto cumpracritérios de sustentabilidade em todo o seu ciclo de vida, ou seja, da extração da matéria prima ao seu descarte final, tendo em vista o estado atual de desenvolvimento tecnológico e econômico. Por isso, as empresas buscam identificar um elemento de sustentabilidade, que seja devidamente comprovado.
  24. 24. dando visibilidade para ao menos um critério ambiental doCiclo de Vida do Produto menos impactante ao meio ambiente Extração de matéria-prima Produção Disposição Distribuição reciclagem Utilização reuso http://www.mel.nist.gov/programs/slim.htm
  25. 25. Mais de 100 mil visitantes
  26. 26. Produtos VerdesSão produtos que cumprem com sua responsabilidade pelapreservação do meio ambiente, por meio de critérios:Para a Philips, os produtos aprovados em pelo menosduas Green Focal Areas e que mostram umdesempenho satisfatório quanto à duração de seu ciclode vida são considerados Green Products.
  27. 27. como a sustenta- bilidadeadiciona valor ao negócio?
  28. 28. naprática
  29. 29. Oportunidade de Negócio na Base da PirâmidePrahalad e Hart argumentam que para fazer negócios com 4bilhões de pessoas pobres do mundo, que representam 2/3da população mundial, com receita abaixo de US$ 1500/ano,serão necessárias inovações radicais em tecnologia e nomodelo de negócios das empresas.
  30. 30. App Store Apple “uma fábrica de nanopagamentos”O sucesso da App Store, daApple, provou que aspessoas estão dispostas a Fonte: http://latam.apple.com/pr/articulo/?id=1624&r=brpagar pequenas quantiaspor bens digitais ouserviços na Web. Em 22 dejaneiro de 2011, a Apple®anunciou que seusconsumidores fizeram maisde 10 bilhões dedownloads de aplicativos,por preços entre U$ 0,99 e4,99.A previsão é que em 2015serão 25 bi apps baixados. Apple, 2011
  31. 31. C.K.PRAHALAD
  32. 32. Histórico• Fundada em 1973 – Fundador e Chairman Ray Anderson, protagonista da mudança desde 1994• Joint venture entre Carpets International Plc. e grupo de investidores norte americanos• Diversos donos atualmente• Líder mundial em cobertura de superfícies• Meta: Ser a primeira empresa a eliminar qualquer impacto que ela possa ter ao ambiente em 2020
  33. 33. Um caso modelo: Nossa promessa é eliminar qualquer impacto negativo de nossa empresa no meio ambiente até 2010  Eliminar toda a forma de desperdício  Eliminar substâncias tóxicas  Usar energias renováveis  Redesenhar processos e produtos para fechar o “ciclo vida”  Transportar pessoas e produtos de maneira eficiente para reduzir o desperdício e emissões  Sensibilizar os Stakeholders (partes interessadas)  Criar um novo modelo de negócios
  34. 34. Interface Sustainability• Sustentabilidade é um processo• Ter consciência de como a Terra funciona• Ter consciência do impacto humano: Ações Matéria Produto Resíduos
  35. 35. Modelo de empresa do século 20
  36. 36. 7 frentes para uma Empresa Modelo séc. 21Eliminating Waste: Eliminar toda a forma de desperdício em qualquer área da empresa;Benign Emissions: Eliminar substâncias tóxicas de produtos, veículos e fábricas;Renewable Energy: Usar energias renováveis no processo produtivo como porexemplo solar, eólica, biomassa e geotérmica;Closing the Loop: Redesenhar processos e produtos para fechar o “ciclo tecnológico”usando recovered and bio-based materials;Resource-Efficient Transportation: Transportar pessoas e produtos de maneiraeficiente para reduzir o desperdício e emissões;Sensitizing Stakeholders: Criar uma cultura que integre princípios de sustentabilidadee melhorando as vidas e a maneira de viver das pessoas;Redesign Commerce: Criar um novo modelo de negócios que demonstre e apoie osvalores de um comércio baseado em sustentabilidade.
  37. 37. então até aqui…
  38. 38. Inspiração A equipe de suporte eserviços compartilhados do ABN estava envolvida no desenvolvimento de projetos socioambientais e depois docontato com o livro O Banqueiro dos Pobres, de MuhammadYunus, iniciou a implantação do microcrédito no banco.
  39. 39. As ideias de Muhammad Yunus, ganhador do Prêmio Nobel da Paz,sempre foram inovadoras. Ele criou, no final da década de 1970, oBanco Grameen e o conceito de microcrédito - fornecimento depequenos empréstimos aos pobres, principalmente mulheres, paraque iniciem negócios próprios e tirem sua família da miséria. DeBangladesh, a ideia do microcrédito se espalhou por diversos países eatualmente favorece milhões de famílias em todo o mundo.Porém, o “banqueiro dos pobres” não estava satisfeito. Acreditavaque se podia fazer muito mais e queria provar que é possível acabarcom a pobreza no mundo e colocá-la “nos museus”, como ele mesmodiz. Daí surgiu sua nova ideia revolucionária: a empresa social, quedeverá transformar o capitalismo que conhecemos.Mas o que é uma empresa social? É aquela que obtém rendimentoscom seus produtos e serviços, mas não paga dividendos aos acionistase não visa o maior lucro possível, como fazem as empresas. Dedica-seà criação de produtos e serviços que beneficiem a população,combatendo problemas sociais como a pobreza e a poluição oumelhorando o sistema de saúde e a educação.Neste livro, Yunus conta um pouco de sua trajetória e descreve olançamento das primeiras empresas sociais. Ele aborda a parceria coma Danone para a venda de iogurtes nutritivos por preço acessível acrianças subnutridas em Bangladesh, a construção de hospitaisoftalmológicos que salvarão milhares de pobres da cegueira e dásugestões de como chegar a um mundo sem pobreza (por exemplo,por meio da inclusão digital).Esta obra, que conta com um caderno de fotos em papel especial,permite que vislumbremos o fantástico futuro que Yunus deseja parao nosso planeta, transformado por milhares de empresas sociais. Seriauma forma de capitalismo nova e muito mais humana.
  40. 40. Mas, qual o modelo?"... O capitalismo global atravessa uma conjuntura semelhante às enfrentadas em 1914. Entre 1914 e 1945, guerra mundial, a depressão, o fascismo, e comunismo quase conseguiram eliminar o capitalismo da face da Terra. Os problemas que o capitalismo global enfrenta agora (o terrorismo internacional, a reação contra a globalização, as alterações ambientais em escala mundial) não são menos assustadoras. Construtivamente envolver estes desafios será a chave para garantir que o capitalismo continue a prosperar no próximo século, para benefício de todos. "
  41. 41. GRAMEEN – DANONE:Um iogurte para todos
  42. 42. •Multinacional de origem francesa, líder mundial em produtoslácteos frescos, vice-líder em águas, nutrição infantil e hospitalar.•Sua missão é levar saúde e nutrição para o maior número depessoas.•Presente em mais de 120 países.•Aproximadamente 90 mil colaboradores em todo o mundo.•Terceiro maior grupo alimentício da Europa.•Sétimo maior fabricante de alimentos do mundo e o primeiro empaíses como a França, Espanha e Itália.
  43. 43. Nasce assim a base da Empresa Social É uma empresa projetada para atender a uma meta social.Nesse caso, a meta é melhorar a nutrição das famílias pobres nas aldeias de Bangladesh. Uma empresa social não paga nenhum dividendo. Vende produtos a preços que fazem dela um negócio autosustentável. Os proprietários da empresa podem receber de volta a quantia que investiram no negócio após um período; contudo, os investidores não recebemnenhum lucro na forma de dividendos. Em vez disso, qualquer lucro obtido permanece na empresa, a fim de financiar suaexpansão, criar novos produtos ou serviços e trazer o bem ao mundo. M. Yunus
  44. 44. Um Iogurte para todos: Shokti Dói• Este iogurte foi testado pela Global Alliance for Improved Nutrition para comprovar que o seu consumo regular permitiria superar determinadas carências alimentares.• Prevenção de grandes causas de mortalidade infantil no Bangladesh: como a diarréia.• A cadeia de produção deste produto, permitiu a construção da indústria, o fornecimento do leite, a distribuição do produto e, melhor de tudo, promoveu o emprego local.
  45. 45. Comitê Banco de Valor• Formado por um grupo de diretores e outros colaboradores, com o objetivo de fazer do Banco Real um banco inovador com foco na sustentabilidade;• Atuando na incorporação da sustentabilidade no cotidiano, por meio dos aspectos sociais e ambientais nos seus serviços.
  46. 46. Microcrédito Produtivo• É uma modalidade de financiamento que busca facilitar o acesso dos pequenos empreendedores (formais e informais) ao crédito.
  47. 47. Goóc, usa pneus usados para fabricar calçados ebolsas: Goóc, cria produtos a partir de material reciclável em especial as sandálias de pneus. No Brasil são consumidos mais de 30 milhões de pneus por ano e, em média, cada brasileiro consome um pneu a cada cinco anos, o que gera um grande acúmulo desse material inutilizado no ambiente. A Goóc quer garantir que o Brasil seja referência na produção de calçados de pneu reciclado, pretende reciclar 40 milhões de pneus até a Copa de 2014, no Brasil. Eles devem ser suficientes para a produção de 210 milhões de pares de sandálias. Fonte: IG
  48. 48. Reciclagem de coco descartado nas praias:A empresa Biococo foi implantada na Incubalix,primeira incubadora de econegócios do país,sediada no aterro Marca Ambiental.Atualmente processa 60 toneladas, por mês,descartadas no aterro sanitário pela prefeitura doEspírito Santo. O reaproveitamento começa com oprocesso de desfiagem e secagem. Depois, as fibrassão trançadas e recebem látex, transformando-seem biomanta, que pode ser utilizadaprincipalmente na recuperação de áreasdegradadas. Fonte: Faça Diferente
  49. 49. Jeans Ecológico:O jeans Kuyichi é feito na Holanda, com algodãonatural plantado e produzido com técnicasartesanais por índios do Peru, sem a adição deagrotóxicos nem de fibras sintéticas.O tingimento é feito com coloração natural e aslavagens das calças não usam produtos químicos, oque possibilita que a água seja reutilizada. O designé outra inovação, antenado sempre com as últimastendências da moda para sair do estereótipo deecologicamente correto, mas esteticamente feio. Fonte: Terra
  50. 50. O Projeto piloto foi aplicado em Heliópolis,a segunda maior favela do Brasil e a maior de SP, em que vivem 100 mil pessoas. www.agendasustentavel.com.br
  51. 51. A moral da estória...
  52. 52. Em The Third Teacher, o canadense Bruce Mau usa o designcomo metodologia para projetar experiências que tragam mais perenidade à satisfação O design transcendeu a materialidade e sua nova onda é projetarexperiências a serviço de um mundo mais criativo, inovador e sustentável!
  53. 53. Design para uma vida melhor
  54. 54. Global Green DayStarbucks incentiva, mundialmente, clientes a usarem a caneca e o copo térmico ao invés dos tradicionais copos de papel, presenteando-os com uma dose do café do dia. Eco blogs
  55. 55. Segundo o engenheiro elétrico Scott Brusaw, de Sagle, Idaho (EUA), se ospainéis realmente derem certo será capaz de produzir cerca de 7,6 quilowatts-hora de energia diária e esta energia permitirá a recarga de veículos elétricos nas estradas. Asfalto mais sustentável
  56. 56. Carro que usa lixo como combustível
  57. 57. Sony Ericsson tem aparelhos com uma série de características verdes: emitem15% menos CO2 durante a fabricação - “a fabricação não usa agentes químicoscancerígenos e poluidores, os celulares são pintados com tinta à base d’água efeitos com plástico reciclável, têm display de energia e carregadores eficientes, possuem um manual interno digital para não gastar papel e suas caixas são menores que o comum”. Revista Galileu
  58. 58. Robô comedor de óleo pode ajudar a conter vazamentos no mar Fonte: Aeros (Airborne Robotic Oil Spill Recovery System)
  59. 59. Catadores de lixo no Cairo, apoiados por ONGnorteamericana, constróem aquecedores solarescom material reciclado Revista Super Interessante
  60. 60. A companhia de energia elétrica que abriu uma academia
  61. 61. “Save as WWF, save a tree”
  62. 62. "Ideias para o bem"
  63. 63. Cresceu em 51% a divulgação de anúncios pró-sustentabilidade, segundo pesquisa do instituto de pesquisa Market Analysis Fonte: Meio & Mensagem
  64. 64. Tudo isso praquê?
  65. 65. qual o desafio da organização?
  66. 66. E o nosso?Reconectar à condição humana.Aprender a enfrentar a incerteza.Refletir sobre se tornar cidadão. pela reflexão e pela prática discursivacomo temos feito até agora…
  67. 67. A caminho de uma Organização Inovadora Sustentável• Uma organização inovadora sustentável é a que contribui para alcançar um desenvolvimento socialmente includente, tecnologicamente prudente e economicamente eficiente – como disse Maurice Strong, que esteve no topo da organização da Conferência das Nações Unidas para o Meio Ambiente e o Desenvolvimento, realizada no Rio de Janeiro em 1992.• Muitas organizações buscam modos de contribuir para esse propósito.• A preocupação com o desenvolvimento sustentável está relacionada com as inovações pelo seu potencial de impacto sobre o meio ambiente e a sociedade. As inovações determinam o que será produzido, com que meios, para quem e como serão distribuídos os resultados do esforço coletivo. Não se trata de inovar por inovar. Gerar inovações em bases sistemáticas pode se tornar sinônimo de depredação sistemática, tanto dos recursos naturais quanto dos seres humanos.
  68. 68. Para operacionalizar o conceito de Sustentabilidade, Ignacy Sachs desagrega o termo em 5 dimensões: [social] [administrativa] [econômica] [fiscal] [ Sustentabilidade ] [ecológica] [política e Institucional] [espacial] [cultural]E há um grupo na GV e na USPestudando mais 3 dimensões... Fonte: Ignacy Sachs, em seu livro Estratégias de transição para o século XXI, de 1993
  69. 69. Nas organizações inovadoras sustentáveis, as novidadesem termos de produtos e processos devem ser planejadaspara minimizar os impactos ambientais negativos. Eliminarsubstâncias tóxicas, reduzir a quantidade de material eenergia por unidade produzida e aumentar a vida útil doproduto são exemplos de ações que vão ao encontro desseobjetivo. Devem ainda contribuir para reduzir asdesigualdades sociais e regionais que, de certo modo,refletem o desequilíbrio na apropriação dos recursosnaturais. Assim, todas as inovações de uma organizaçãopassariam a ter, entre os resultados esperados,desempenhos econômicos sociais e ambientais. Se taisinovações resultam de um esforço continuado ao longo dotempo, as organizações seriam, então, inovadoras esustentáveis.
  70. 70. Hoje em dia, as empresas americanas oferecem umambiente de trabalho mais humano do que aquele doinício do século, quando o trabalho na linha demontagem era monótono e insalubre. No entanto,Richard Sennett, professor de sociologia daUniversidade de Nova York e da London School ofEconomics, acredita que essa melhoria é meramenteilusória. Ele argumenta que o ambiente de trabalhomoderno – com ênfase nos trabalhos a curto prazo, naexecução de projeto e na flexibilidade – não permite queas pessoas desenvolvam experiências ou construam umanarrativa coerente para suas vidas. E, mais importante,esta nova forma de trabalho impede a formação decaráter.Para Sennett, o desenvolvimento do caráter depende devirtudes estáveis como lealdade, confiança,comprometimento e ajuda mútua. Características queestão desaparecendo no novo capitalismo. Em algunsaspectos, as mudanças que marcam este novo sistemasão positivas e levaram a uma economia dinâmica, mastambém corroeram a idéia do objetivo, a integridade e aconfiança nos outros, aspectos que gerações anterioresconsideravam essenciais para a formação do caráter. Esteensaio essencial e oportuno de Sennett nos ajuda acompreender nossas dúvidas dentro do contexto políticoe social, e sugere que precisamos recriar tanto o caráterda comunidade quanto o do indivíduo para quepossamos enfrentar uma economia baseada no princípiode “sem comprometimentos a longo prazo”.
  71. 71. BACK-TO-BASICS: O DESAFIO É TORNAR O LATINO EM VERDE POR OPÇÃO E NÃO SOMENTE POR RESTRIÇÃO ECONÔMICAMENOS AUTOMÓVEISMAIS PRODUTOFRESCO(NÃO INDUSTRIALIZADO)REPENSAR LOGISTICAE DISTRIBUIÇÃOCONSUMOCONSCIENTE – BUSCAPOR POUPANÇA EINVESTIMENTOMENOR CONSUMO DEENERGIA – EQUIPAMENTOSMAIS BÁSICOS PARA O LAR
  72. 72. OIS - precisam ser criadascom novos valores, novosparadigmas e adaptadasaos contextos atuais.
  73. 73. vídeoPlaying forchange
  74. 74. Moysés Simantobmoyses.simantob@simantob.com.br http://twitter.com/moyses_simantob http://www.moysessimantob.com.brTel: (11) 3297-0550 (11) 3256-5977
  75. 75. Andes -Transporter

×