SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 11
Quem não tem namorado é alguém que tirou férias remuneradas de si mesmo. Namorado é a mais difícil das conquistas. Difícil porque namorado de verdade é muito raro. Necessita de adivinhação, de pele, saliva, lágrima, nuvem, quindim, brisa ou filosofia. Paquera, gabira, flerte, caso, transa, envolvimento, até paixão é fácil. Mas namorado mesmo é muito difícil.
Namorado não precisa ser o mais bonito, mas ser aquele a quem se quer proteger e quando se chega ao lado dele a gente treme, sua frio, e quase desmaia pedindo proteção. A proteção dele não precisa ser parruda ou bandoleira: basta um olhar de compreensão ou mesmo de aflição.
Quem não tem namorado não é quem não tem amor: é quem não sabe o gosto de namorar. Se você tem três pretendentes, dois paqueras, um envolvimento, dois amantes e um esposo; mesmo assim pode não ter nenhum namorado. Não tem namorado quem não sabe o gosto da chuva, cinema, sessão das duas, medo do pai, sanduíche da padaria ou drible no trabalho.
Não tem namorado quem transa sem carinho, quem se acaricia sem vontade de virar lagartixa e quem ama sem alegria.  Não tem namorado quem faz pactos de amor apenas com a infelicidade. Namorar é fazer pactos com a felicidade, ainda que rápida, escondida, fugidia ou impossível de curar.
Não tem namorado quem não sabe dar o valor de mãos dadas, de carinho escondido na hora que passa o filme, da flor catada no muro e entregue de repente, de poesia de Fernando Pessoa, Vinícius de Moraes ou Chico Buarque, lida bem devagar, de gargalhada quando fala junto ou descobre a meia rasgada, de ânsia enorme de viajar junto para a Escócia, ou mesmo de metrô, bonde, nuvem, cavalo, tapete mágico ou foguete interplanetário.
Não tem namorado quem não gosta de dormir, fazer sesta abraçado, fazer compra junto. Não tem namorado quem não gosta de falar do próprio amor nem de ficar horas e horas olhando o mistério do outro dentro dos olhos dele; abobalhados de alegria pela lucidez do amor.  Não tem namorado quem não redescobre a criança e a do amado e vai com ela a parques, fliperamas, beira d'água, show do Milton Nascimento, bosques enluarados, ruas de sonhos ou musical da Metro.
Não tem namorado quem não tem música secreta com ele, quem não dedica livros, quem não recorta artigos, quem não se chateia com o fato de seu bem ser paquerado. Não tem namorado quem ama sem gostar; quem gosta sem curtir; quem curte sem aprofundar. Não tem namorado quem nunca sentiu o gosto de ser lembrado de repente no fim de semana, na madrugada ou meio-dia do dia de sol em plena praia cheia de rivais,.
Não tem namorado quem ama sem se dedicar, quem namora sem brincar, quem vive cheio de obrigações; quem faz sexo sem esperar o outro ir junto com ele. Não tem namorado quem confunde solidão com ficar sozinho e em paz. Não tem namorado quem não fala sozinho, não ri de si mesmo e quem tem medo de ser afetivo.
Se você não tem namorado é porque não descobriu que o amor é alegre e você vive pesando 200Kg de grilos e de medos. Ponha a saia mais leve, aquela de chita, e passeie de mãos dadas com o ar. Enfeite-se com margaridas e ternuras e escove a alma com leves fricções de esperança. De alma escovada e coração estouvado, saia do quintal de si mesma e descubra o próprio jardim.
Acorde com gosto de caqui e sorria lírios para quem passe debaixo de sua janela. Ponha intenção de quermesse em seus olhos e beba licor de contos de fada. Ande como se o chão estivesse repleto de sons de flauta e do céu descesse uma névoa de borboletas, cada qual trazendo uma pérola falante a dizer frases sutis e palavras de galanteio.  Se você não tem namorado é porque não enlouqueceu aquele pouquinho necessário para fazer a vida parar e, de repente, parecer que faz sentido.
FORMATAÇÃO: CLAUDIA MADEIRA CLAUDIA’SLIDES :  http://wwwcorepoesia.com   TEXTO: “TER OU NÃO TER NAMORADO, EIS A QUESTÃO” (CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE) IMAGENS: GOOGLE SOM: “WAITING FOR YOU” DE ERNESTO CORTAZAR FF

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mais procurados (17)

Amor o interminavel aprendizado
Amor o interminavel aprendizadoAmor o interminavel aprendizado
Amor o interminavel aprendizado
 
Como encarar a morte - Carlos Drummond de Andrade
Como encarar a morte - Carlos Drummond de AndradeComo encarar a morte - Carlos Drummond de Andrade
Como encarar a morte - Carlos Drummond de Andrade
 
Crônica do amor - Arnaldo Jabor
Crônica do amor - Arnaldo JaborCrônica do amor - Arnaldo Jabor
Crônica do amor - Arnaldo Jabor
 
Jan smit cupido (holandês)
Jan smit   cupido (holandês)Jan smit   cupido (holandês)
Jan smit cupido (holandês)
 
Aquele amor - Arthur da Távola
Aquele amor - Arthur da TávolaAquele amor - Arthur da Távola
Aquele amor - Arthur da Távola
 
Apresentação do livro de portugues
Apresentação do livro de portuguesApresentação do livro de portugues
Apresentação do livro de portugues
 
Soneto de devoção
Soneto de devoçãoSoneto de devoção
Soneto de devoção
 
51
5151
51
 
Amor
AmorAmor
Amor
 
Crônica do amor
Crônica do amorCrônica do amor
Crônica do amor
 
A minha geração..eca
A minha geração..ecaA minha geração..eca
A minha geração..eca
 
Apenas mulher
Apenas mulherApenas mulher
Apenas mulher
 
Crônica Do Amor - Por: Roberto Freire
Crônica Do Amor - Por: Roberto FreireCrônica Do Amor - Por: Roberto Freire
Crônica Do Amor - Por: Roberto Freire
 
0 as mulheres (com música)
0 as mulheres (com música)0 as mulheres (com música)
0 as mulheres (com música)
 
Dance comigo ate
Dance comigo ateDance comigo ate
Dance comigo ate
 
Ficha de leitura - Maria José
Ficha de leitura - Maria JoséFicha de leitura - Maria José
Ficha de leitura - Maria José
 
Capitães da Areia [trecho]
Capitães da Areia [trecho]Capitães da Areia [trecho]
Capitães da Areia [trecho]
 

Semelhante a Ter Ou Nao Ter Namorado

Conselhos apaixonados
Conselhos apaixonadosConselhos apaixonados
Conselhos apaixonadosMaivo falcão
 
Conselhos de um Velho Apaixonado
Conselhos de um Velho ApaixonadoConselhos de um Velho Apaixonado
Conselhos de um Velho ApaixonadoCarlos Correa
 
Conselhos apaixonados
Conselhos apaixonadosConselhos apaixonados
Conselhos apaixonadosAmadeu Wolff
 
Apaixonados
ApaixonadosApaixonados
ApaixonadosJohn Fjv
 
Poemas para dramatizar
Poemas para dramatizarPoemas para dramatizar
Poemas para dramatizarVERA OLIVEIRA
 
ConselhosApaixonados
ConselhosApaixonadosConselhosApaixonados
ConselhosApaixonadosgynloko
 
Conselhos Apaixonados
Conselhos ApaixonadosConselhos Apaixonados
Conselhos Apaixonadosgynloko
 
037 conselhos-de-um-velho-apaixonado
037 conselhos-de-um-velho-apaixonado037 conselhos-de-um-velho-apaixonado
037 conselhos-de-um-velho-apaixonadocetetre2011
 
15 Carlos Drummond Amor
15 Carlos Drummond   Amor15 Carlos Drummond   Amor
15 Carlos Drummond Amorguest71f8245
 
Confissoesdeumvelhoapaixonado comsom
Confissoesdeumvelhoapaixonado comsomConfissoesdeumvelhoapaixonado comsom
Confissoesdeumvelhoapaixonado comsomguest1edc15c
 
Confissoesdeumvelhoapaixonado comsom
Confissoesdeumvelhoapaixonado comsomConfissoesdeumvelhoapaixonado comsom
Confissoesdeumvelhoapaixonado comsomguest1edc15c
 
O Amor
O AmorO Amor
O AmorJNR
 
15 Carlos Drummond Amor
15 Carlos Drummond   Amor15 Carlos Drummond   Amor
15 Carlos Drummond AmorClaudia Lage
 
1033 aimpontualidadedoamor-marthamedeiros-110323204337-phpapp01
1033 aimpontualidadedoamor-marthamedeiros-110323204337-phpapp011033 aimpontualidadedoamor-marthamedeiros-110323204337-phpapp01
1033 aimpontualidadedoamor-marthamedeiros-110323204337-phpapp01Aldo Cioffi
 

Semelhante a Ter Ou Nao Ter Namorado (20)

Quem nao tem_namorado
Quem nao tem_namoradoQuem nao tem_namorado
Quem nao tem_namorado
 
Conselhos apaixonados
Conselhos apaixonadosConselhos apaixonados
Conselhos apaixonados
 
Conselhos de um Velho Apaixonado
Conselhos de um Velho ApaixonadoConselhos de um Velho Apaixonado
Conselhos de um Velho Apaixonado
 
Conselhos apaixonados
Conselhos apaixonadosConselhos apaixonados
Conselhos apaixonados
 
Apaixonados
ApaixonadosApaixonados
Apaixonados
 
Poemas para dramatizar
Poemas para dramatizarPoemas para dramatizar
Poemas para dramatizar
 
O amor 123
O amor 123O amor 123
O amor 123
 
ConselhosApaixonados
ConselhosApaixonadosConselhosApaixonados
ConselhosApaixonados
 
Conselhos Apaixonados
Conselhos ApaixonadosConselhos Apaixonados
Conselhos Apaixonados
 
037 conselhos-de-um-velho-apaixonado
037 conselhos-de-um-velho-apaixonado037 conselhos-de-um-velho-apaixonado
037 conselhos-de-um-velho-apaixonado
 
15 Carlos Drummond Amor
15 Carlos Drummond   Amor15 Carlos Drummond   Amor
15 Carlos Drummond Amor
 
Confissoesdeumvelhoapaixonado comsom
Confissoesdeumvelhoapaixonado comsomConfissoesdeumvelhoapaixonado comsom
Confissoesdeumvelhoapaixonado comsom
 
Carlos Drumont
Carlos DrumontCarlos Drumont
Carlos Drumont
 
Carlos Drummond
Carlos DrummondCarlos Drummond
Carlos Drummond
 
Confissoesdeumvelhoapaixonado comsom
Confissoesdeumvelhoapaixonado comsomConfissoesdeumvelhoapaixonado comsom
Confissoesdeumvelhoapaixonado comsom
 
O Amor
O AmorO Amor
O Amor
 
Carlos Drummond
Carlos DrummondCarlos Drummond
Carlos Drummond
 
15 Carlos Drummond Amor
15 Carlos Drummond   Amor15 Carlos Drummond   Amor
15 Carlos Drummond Amor
 
Cd
CdCd
Cd
 
1033 aimpontualidadedoamor-marthamedeiros-110323204337-phpapp01
1033 aimpontualidadedoamor-marthamedeiros-110323204337-phpapp011033 aimpontualidadedoamor-marthamedeiros-110323204337-phpapp01
1033 aimpontualidadedoamor-marthamedeiros-110323204337-phpapp01
 

Mais de klaudia60

Eros E Psique
Eros E PsiqueEros E Psique
Eros E Psiqueklaudia60
 
Um Encontro E Duas Visoes
Um Encontro E Duas VisoesUm Encontro E Duas Visoes
Um Encontro E Duas Visoesklaudia60
 
Um Conto Chines
Um Conto ChinesUm Conto Chines
Um Conto Chinesklaudia60
 
Teresa A Flor De Jesus
Teresa A Flor De JesusTeresa A Flor De Jesus
Teresa A Flor De Jesusklaudia60
 
Soneto Do Amor Total
Soneto Do Amor TotalSoneto Do Amor Total
Soneto Do Amor Totalklaudia60
 
Tempo Perdido
Tempo PerdidoTempo Perdido
Tempo Perdidoklaudia60
 
Taj Mahal O Tumulo Do Amor
Taj Mahal O Tumulo Do AmorTaj Mahal O Tumulo Do Amor
Taj Mahal O Tumulo Do Amorklaudia60
 
So A Natureza E Divina
So A Natureza E DivinaSo A Natureza E Divina
So A Natureza E Divinaklaudia60
 
Sete Anos De Pastor Jaco Servia
Sete Anos De Pastor Jaco ServiaSete Anos De Pastor Jaco Servia
Sete Anos De Pastor Jaco Serviaklaudia60
 
Servindo A Deus
Servindo A DeusServindo A Deus
Servindo A Deusklaudia60
 
Saudade Pablo Neruda
Saudade Pablo NerudaSaudade Pablo Neruda
Saudade Pablo Nerudaklaudia60
 
Santa Helena
Santa HelenaSanta Helena
Santa Helenaklaudia60
 
Salmo De Davi
Salmo De DaviSalmo De Davi
Salmo De Daviklaudia60
 
Robert Clara E A Fantasia Em Do
Robert Clara E A Fantasia Em DoRobert Clara E A Fantasia Em Do
Robert Clara E A Fantasia Em Doklaudia60
 
Quadras Fernando Pessoa
Quadras Fernando PessoaQuadras Fernando Pessoa
Quadras Fernando Pessoaklaudia60
 

Mais de klaudia60 (20)

Eros E Psique
Eros E PsiqueEros E Psique
Eros E Psique
 
Um Encontro E Duas Visoes
Um Encontro E Duas VisoesUm Encontro E Duas Visoes
Um Encontro E Duas Visoes
 
Um Dia
Um DiaUm Dia
Um Dia
 
Um Conto Chines
Um Conto ChinesUm Conto Chines
Um Conto Chines
 
Teresa A Flor De Jesus
Teresa A Flor De JesusTeresa A Flor De Jesus
Teresa A Flor De Jesus
 
Soneto Do Amor Total
Soneto Do Amor TotalSoneto Do Amor Total
Soneto Do Amor Total
 
Tempo Perdido
Tempo PerdidoTempo Perdido
Tempo Perdido
 
Taj Mahal O Tumulo Do Amor
Taj Mahal O Tumulo Do AmorTaj Mahal O Tumulo Do Amor
Taj Mahal O Tumulo Do Amor
 
So A Natureza E Divina
So A Natureza E DivinaSo A Natureza E Divina
So A Natureza E Divina
 
Sherazade
SherazadeSherazade
Sherazade
 
Sete Anos De Pastor Jaco Servia
Sete Anos De Pastor Jaco ServiaSete Anos De Pastor Jaco Servia
Sete Anos De Pastor Jaco Servia
 
Servindo A Deus
Servindo A DeusServindo A Deus
Servindo A Deus
 
Saudade Pablo Neruda
Saudade Pablo NerudaSaudade Pablo Neruda
Saudade Pablo Neruda
 
Santa Helena
Santa HelenaSanta Helena
Santa Helena
 
Salmo De Davi
Salmo De DaviSalmo De Davi
Salmo De Davi
 
Prometeu
PrometeuPrometeu
Prometeu
 
Robert Clara E A Fantasia Em Do
Robert Clara E A Fantasia Em DoRobert Clara E A Fantasia Em Do
Robert Clara E A Fantasia Em Do
 
Primavera
PrimaveraPrimavera
Primavera
 
Quando Eu
Quando EuQuando Eu
Quando Eu
 
Quadras Fernando Pessoa
Quadras Fernando PessoaQuadras Fernando Pessoa
Quadras Fernando Pessoa
 

Ter Ou Nao Ter Namorado

  • 1. Quem não tem namorado é alguém que tirou férias remuneradas de si mesmo. Namorado é a mais difícil das conquistas. Difícil porque namorado de verdade é muito raro. Necessita de adivinhação, de pele, saliva, lágrima, nuvem, quindim, brisa ou filosofia. Paquera, gabira, flerte, caso, transa, envolvimento, até paixão é fácil. Mas namorado mesmo é muito difícil.
  • 2. Namorado não precisa ser o mais bonito, mas ser aquele a quem se quer proteger e quando se chega ao lado dele a gente treme, sua frio, e quase desmaia pedindo proteção. A proteção dele não precisa ser parruda ou bandoleira: basta um olhar de compreensão ou mesmo de aflição.
  • 3. Quem não tem namorado não é quem não tem amor: é quem não sabe o gosto de namorar. Se você tem três pretendentes, dois paqueras, um envolvimento, dois amantes e um esposo; mesmo assim pode não ter nenhum namorado. Não tem namorado quem não sabe o gosto da chuva, cinema, sessão das duas, medo do pai, sanduíche da padaria ou drible no trabalho.
  • 4. Não tem namorado quem transa sem carinho, quem se acaricia sem vontade de virar lagartixa e quem ama sem alegria. Não tem namorado quem faz pactos de amor apenas com a infelicidade. Namorar é fazer pactos com a felicidade, ainda que rápida, escondida, fugidia ou impossível de curar.
  • 5. Não tem namorado quem não sabe dar o valor de mãos dadas, de carinho escondido na hora que passa o filme, da flor catada no muro e entregue de repente, de poesia de Fernando Pessoa, Vinícius de Moraes ou Chico Buarque, lida bem devagar, de gargalhada quando fala junto ou descobre a meia rasgada, de ânsia enorme de viajar junto para a Escócia, ou mesmo de metrô, bonde, nuvem, cavalo, tapete mágico ou foguete interplanetário.
  • 6. Não tem namorado quem não gosta de dormir, fazer sesta abraçado, fazer compra junto. Não tem namorado quem não gosta de falar do próprio amor nem de ficar horas e horas olhando o mistério do outro dentro dos olhos dele; abobalhados de alegria pela lucidez do amor. Não tem namorado quem não redescobre a criança e a do amado e vai com ela a parques, fliperamas, beira d'água, show do Milton Nascimento, bosques enluarados, ruas de sonhos ou musical da Metro.
  • 7. Não tem namorado quem não tem música secreta com ele, quem não dedica livros, quem não recorta artigos, quem não se chateia com o fato de seu bem ser paquerado. Não tem namorado quem ama sem gostar; quem gosta sem curtir; quem curte sem aprofundar. Não tem namorado quem nunca sentiu o gosto de ser lembrado de repente no fim de semana, na madrugada ou meio-dia do dia de sol em plena praia cheia de rivais,.
  • 8. Não tem namorado quem ama sem se dedicar, quem namora sem brincar, quem vive cheio de obrigações; quem faz sexo sem esperar o outro ir junto com ele. Não tem namorado quem confunde solidão com ficar sozinho e em paz. Não tem namorado quem não fala sozinho, não ri de si mesmo e quem tem medo de ser afetivo.
  • 9. Se você não tem namorado é porque não descobriu que o amor é alegre e você vive pesando 200Kg de grilos e de medos. Ponha a saia mais leve, aquela de chita, e passeie de mãos dadas com o ar. Enfeite-se com margaridas e ternuras e escove a alma com leves fricções de esperança. De alma escovada e coração estouvado, saia do quintal de si mesma e descubra o próprio jardim.
  • 10. Acorde com gosto de caqui e sorria lírios para quem passe debaixo de sua janela. Ponha intenção de quermesse em seus olhos e beba licor de contos de fada. Ande como se o chão estivesse repleto de sons de flauta e do céu descesse uma névoa de borboletas, cada qual trazendo uma pérola falante a dizer frases sutis e palavras de galanteio. Se você não tem namorado é porque não enlouqueceu aquele pouquinho necessário para fazer a vida parar e, de repente, parecer que faz sentido.
  • 11. FORMATAÇÃO: CLAUDIA MADEIRA CLAUDIA’SLIDES : http://wwwcorepoesia.com TEXTO: “TER OU NÃO TER NAMORADO, EIS A QUESTÃO” (CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE) IMAGENS: GOOGLE SOM: “WAITING FOR YOU” DE ERNESTO CORTAZAR FF